Em 2009, a empresa de TI ionatec começou a desenvolver soluções inovadoras de software e web para startups no Brasil. Desde então, a ionatec cresceu e incluiu uma “Unidade de Nuvem” especializada em projetar e integrar sistemas de tecnologia em nuvem, assim como migrar infraestruturas existentes para ambientes com base em nuvem.

Como a ionatec trabalha com novas empresas e também é uma empresa iniciante, ela precisa lidar com limitações de capital e recursos próprios e as dos clientes. Além disso, a ionatec tem que manter uma infraestrutura multifuncional capaz de suportar uma grande variedade de demandas de tecnologia.

A ionatec escolheu abrir mão dos gastos e limitações de um servidor local em favor da flexibilidade da nuvem. Guillermo Nudelman Hess, diretor, afirma, “Quando começamos a pesquisar computação em nuvem, a Amazon Web Services surgiu como a melhor escolha para as nossas necessidades. A completude e solidez dos serviços fizeram da AWS uma decisão fácil".

“Atualmente, em nossos projetos, estamos utilizando vários serviços da AWS. Nós não temos nossos próprios servidores; os ambientes de preparação e produção são executados nas instâncias do Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) e do Amazon Elastic Block Store (Amazon EBS) executando imagens de máquina da Amazon (AMIs) do Linux Ubuntu. Armazenamos arquivos estáticos, como arquivos de imagem, áudio e vídeo, nos buckets do Amazon Simple Storage Service (Amazon S3). O banco de dados do nosso aplicativo é uma instância do Amazon Relational Database Service (Amazon RDS). Por fim, utilizamos o Elastic IP para obter o IP do aplicativo e o Amazon Route 53 para gerenciar nosso Domain Name System (DNS)”, explica Hess.

O diagrama abaixo destaca a arquitetura da ionatec, que foi desenvolvida utilizando o Ruby on Rails, assim como o AWS Management Console:

ionatec-arch-diagram

Figura 1. Arquitetura da ionatec na AWS

A AWS permite que a ionatec controle a sua utilização do serviço e, consequentemente, os seus custos operacionais. O ambiente de produção da empresa, que inclui as duas instâncias do Amazon EC2, trabalha continuamente para dar suporte aos projetos dos clientes. A empresa tem ainda uma instância distinta do Amazon EC2 executando os AMIs do Wowza Media System. Porém, o ambiente de preparação da ionatec, hospedado por duas instâncias adicionais do Amazon EC2, só é utilizado das 8 da manhã às 8 da noite, evitando assim doze horas de consumo desnecessário de recursos.

Com base no sucesso de sua pilha atual de recursos da AWS, a ionatec agora está expandindo seus serviços de infraestrutura. Hess observa, “Estamos começando a usar o Amazon CloudWatch, o Auto Scaling e o Elastic Load Balancing para realmente implementar a elasticidade automatizada. Também estamos realizando algumas experiências utilizando o Amazon CloudFront para gerenciar a distribuição de conteúdo".

À medida que desenvolve novos sistemas, a ionatec planeja integrar o Amazon Simple Queue Service (Amazon SQS), o Amazon Simple Notification Service (Amazon SNS) e oAmazon Simple Email Service (Amazon SES). A empresa também avaliará o AWS CloudFormation para a criação e gerenciamento de ambientes completos da AWS.

“Acredito que a computação em nuvem seja muito útil para startups em geral. Pagar apenas pela quantidade de recursos que utilizamos, e pelo tempo que utilizamos, é ótimo e nos permite economizar recursos que podem ser investidos no desenvolvimento da equipe. Com a AWS, especificamente, a confiabilidade, escalabilidade e recursos disponíveis tornam o uso da computação em nuvem simples, ao mesmo tempo que permite o desenvolvimento de sistemas complexos e simples”, afirma Hess.

Para saber mais sobre como a ionatec pode ajudar sua empresa a usar a nuvem da AWS, consulte as informações da ionatec no diretório de parceiros da AWS.