Implantar uma aplicação Web em contêiner no Amazon ECS

GUIA DE CONCEITOS BÁSICOS

Módulo 1: Entender o Amazon ECS

Neste módulo, aprenderemos sobre o Amazon Elastic Container Service (ECS) e componentes de serviço

Introdução

O foco deste módulo é apresentar os conceitos do Amazon ECS. Abordaremos os componentes do ECS (cluster, definição de tarefa, serviço), o que é orquestração e como escolher qual tipo de computação usar para executar seus contêineres. Se você já está familiarizado com o ECS, pode avançar para o módulo 2.

O que você aprenderá

  • O que é o Amazon ECS
  • Quais são os componentes do Amazon ECS
  • Quais são as diferenças entre usar instâncias do Amazon EC2 ou do Amazon Fargate para executar seus contêineres

 Tempo para a conclusão

5 minutos

 Pré-requisitos do módulo

  • Conta da AWS com acesso de administrador**
  • Navegador recomendado: versão mais recente do Chrome ou Firefox

[**]Talvez as contas criadas nas últimas 24 horas ainda não tenham acesso aos serviços necessários para este tutorial.

Implementação

O que é o Amazon ECS

O Amazon Elastic Container Service (ou ECS, para abreviar) é um serviço totalmente gerenciado de orquestração de contêineres que ajuda a implantar, gerenciar e escalar facilmente aplicações em contêiners. Ele se integra completamente ao restante da plataforma AWS para fornecer uma solução segura e fácil de usar para a execução de workloads de contêiner na nuvem e agora em sua infraestrutura com o Amazon ECS Anywhere. Um orquestrador gerencia o ciclo de vida do seu contêiner, desde a implantação, garantindo que ele permaneça íntegro, substituindo nós não íntegros e lidando com novas implantações.

Quais são os componentes do Amazon ECS

Um cluster do ECS é uma construção lógica que agrupará todos os contêineres implantados em um cluster. Não há custo para o cluster, apenas para a computação e outra infraestrutura que você usa para executar seus contêineres. Para iniciar um contêiner, você fornece uma definição de tarefa que contém propriedades como a localização da imagem do contêiner, quantidade de CPU e memória, configuração de registro e muito mais. Isso não inicia um contêiner, apenas fornece todas as configurações necessárias para executá-lo. Para iniciá-lo, você deve definir um serviço. No serviço, você define quantas cópias do contêiner deseja (ou se precisa que ele seja executado em cada instância), um daemon, que precisa ser executado em cada host, e o ECS cuidará da orquestração. Para expor seus serviços à Internet, você precisará configurar um Application Load Balancer para encaminhar solicitações ao seu serviço. Por último, o ECS pode ser configurado para implantar em várias zonas de disponibilidade (AZs), balanceando automaticamente a implantação entre o número de AZs disponíveis e atualizando o balanceador de carga com detalhes de cada implantação para permitir que o tráfego seja roteado para ele. 

Abaixo está um diagrama de como seria a infraestrutura:

gsg-build-ecs-1

Planejamento de capacidade de computação e opções

O ECS é capaz de agendar serviços para serem executados em um host do EC2 (máquina virtual) ou usando o Amazon Fargate, um mecanismo de computação sem servidor para contêineres. Ao executar contêineres, é necessário levar em consideração o planejamento da capacidade. Por exemplo, se você tiver 2 hosts disponíveis em seu cluster, cada um com 512 MB de memória, o cluster mostrará um total de 1024 MB de memória disponível, mas você não será capaz de iniciar um novo contêiner que exija mais de 512 MB de memória, pois não há um único host com memória suficiente. Isso pode ser atenuado usando provedores de capacidade para dimensionar automaticamente o cluster. 

Como alternativa, você pode usar o Fargate, que permite especificar os requisitos de CPU e memória para cada contêiner e, em seguida, inicia a computação necessária para executar o contêiner para você. A principal diferença entre os hosts do Fargate e do EC2 é que você não precisa configurar, gerenciar ou manter o sistema operacional no host ao usar o Fargate, nem precisa fazer planejamento de capacidade, pois ele iniciará exatamente a quantidade de capacidade que você precisa.

Conclusão

Neste módulo, abordamos o que é o Amazon ECS, os componentes usados e quais são as diferenças ao usar o Amazon EC2 ou o Amazon Fargate para fornecer capacidade para executar seus contêineres. No próximo módulo, criaremos nosso primeiro cluster do ECS.

A seguir: Criar infraestrutura

Envie seus comentários.

Agradecemos por seus comentários
Ficamos satisfeitos por esta página ter ajudado você. Deseja compartilhar detalhes adicionais para nos ajudar a continuar melhorando?
Fechar
Agradecemos por seus comentários
Lamentamos que esta página não tenha ajudado você. Deseja compartilhar detalhes adicionais para nos ajudar a continuar melhorando?
Fechar