Neste tutorial, você aprenderá a implantar código de aplicativo em uma máquina virtual na AWS. Você usará o AWS CodeDeploy, um serviço que automatiza implantações de código na AWS ou em servidores no local para implantar código em máquinas virtuais que você cria e gerencia com o Amazon EC2. 

Todas as atividades realizadas neste tutorial estão qualificadas para o nível gratuito.

Gerencie seus recursos da AWS

Faça login no Console

Você precisará criar um par de chaves para acessar a máquina virtual com o Amazon EC2.  Se você já tiver um par de chaves, vá para a Etapa 2.


a. Clique aqui para abrir o Console de Gerenciamento da AWS em uma nova janela do navegador para manter este guia detalhado aberto.  Clique em Criar para de chaves.

tmt-codeDeploy-20

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-20

b.  Dê um nome ao seu par de chaves.  Neste tutorial, usaremos MyFirstKey. Clique em Criar.

Observação: o Amazon EC2 usa criptografia de chave pública para criptografar e descriptografar informações de login. Para saber mais sobre pares de chaves, consulte Pares de chaves do Amazon EC2.

tmt-codeDeploy-19

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-19

a. Clique no ícone inicial no canto superior esquerdo do Console de Gerenciamento da AWS.  Encontre CodeDeploy em Ferramentas do desenvolvedor e clique para abrir o console do AWS CodeDeploy.

tmt-codeDeploy-0

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-0

b. No console do AWS CodeDeploy, clique em Comece a usar agora.

Se você já tem aplicativos, na coluna da direita, clique em Criar demonstração de implantação.

tmt-codeDeploy-1

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-1

c. Selecione Implantação de amostra e clique em Avançar.

tmt-codeDeploy-2

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-2

Você precisará executar uma máquina virtual da AWS para implantar seu código.  As máquinas virtuais da AWS são conhecidas como instâncias do Amazon EC2, ou apenas “instâncias”. Nesta etapa, executaremos três instâncias do EC2 usando um modelo do EC2 pré-configurado.

a. Clique no ícone inicial no canto superior esquerdo do Console de Gerenciamento da AWS.  Encontre CodeDeploy em Ferramentas do desenvolvedor e clique para abrir o console do AWS CodeDeploy.

tmt-codeDeploy-0

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-0

Você configurará suas definições de instância com as opções abaixo:

  • Sistema operacional: você pode escolher o sistema operacional de sua instância do EC2.  Para este tutorial, usaremos o Amazon Linux
  • Tipo de instância: para este tutorial, o tipo de instância t1.micro foi selecionado como o valor padrão para permanecer no nível gratuito. O Amazon EC2 oferece uma ampla seleção de tipos de instâncias otimizadas para atender a diferentes casos de uso. Os tipos de instâncias consistem em várias combinações de CPU, memória, armazenamento e capacidade de rede e oferecem flexibilidade de escolha da composição adequada de recursos para os seus aplicativos.  
  • Nome do par de chaves: na lista suspensa, selecione o par de chaves de instância do Amazon EC2 que você criou na etapa 1, MyFirstKey, para se conectar às instâncias do Amazon EC2. Você também pode escolher um par de chaves que você já tenha. 
  • Chave de tag e valor: o AWS CodeDeploy usará essa chave de tag e valor para localizar as instâncias durante as implementações. Você pode manter os valores padrão.

Clique em Iniciar instâncias.

Observação: esta etapa pode levar alguns minutos para ser concluída.  Enquanto espera, fique à vontade para analisar este tutorial com o vídeo a seguir:

tmt-codeDeploy-4

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-4

O AWS CodeDeploy usa nomes de aplicativos durante as implantações de código para se certificar de que ele se refere aos componentes de implantação corretos, como o grupo de implantação, a configuração de implantação e a revisão do aplicativo.


a. Na caixa Nome do aplicativo, insira HelloWorld como o nome de sua amostra de aplicativo e clique em Próxima etapa.

tmt-codeDeploy-5

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-5

b. Analise informações sobre a revisão de seu aplicativo, como sua localização e descrição.

Observação: você tem a opção de fazer download do pacote de amostras. Nesta exibição, você pode analisar informações sobre a revisão do aplicativo que você gostaria de implantar no EC2. Uma revisão de aplicativo é um arquivo que traz o conteúdo de origem, como código fonte, páginas web, arquivos executáveis e scripts de implantação, juntamente com um arquivo de especificação do aplicativo (arquivo AppSpec). O arquivo AppSpec ajuda o CodeDeploy a mapear os arquivos de origem em sua revisão a seus destinos e executar scripts em vários estágios da implantação.

Clique em Próxima etapa

tmt-codeDeploy-7

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-7

Um grupo de implantação é um conjunto de instâncias do EC2 individuais nos quais o CodeDeploy implanta revisões. Um grupo de implantação contém instâncias individualmente marcadas, instâncias do Amazon EC2 em grupos de Auto Scaling ou ambas.


Na caixa de nome do grupo de implantação, mantenha o nome proposto do grupo de implantação (DemoFleet).

Em seguida, você especificará as instâncias do Amazon EC2 a serem implantadas inserindo o par de valores-chave na seção Pesquisar tags do Amazon EC2:

  • As colunas Chave e Valor devem ser preenchidas automaticamente com os valores da Etapa 3.
  • A coluna Instâncias exibe o número de instâncias do EC2 nas quais você implantará código.  Para este tutorial, executamos e pré-configuramos três instâncias do EC2, e essas instâncias já foram marcadas juntas em um grupo de implantação.

Selecione Próxima etapa.

tmt-codeDeploy-8

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-8

Nesta etapa, você concederá permissão ao AWS CodeDeploy para implantar suas instâncias. Você cria uma função para um serviço da AWS quando quer conceder permissão para um serviço, como Amazon EC2 ou AWS CodeDeploy. Esses serviços podem acessar recursos da AWS para que você possa criar uma função a fim de determinar o que serviço tem permissão para fazer com esses recursos.


Função do serviço: selecione Criar uma nova função.  Se você já tiver uma função de serviço, poderá escolher Usar uma função de serviço existente.

Nome da função: você pode aceitar o valor padrão de CodeDeploy_HelloWorld.  Se estiver usando uma função de serviço existente, selecione-a na lista suspensa de Nome da função.

Clique em Próxima etapa.

tmt-codeDeploy-9

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-9

Nesta etapa, selecionaremos uma configuração de implantação e iniciaremos a implantação em nossas três instâncias do EC2. No final desta etapa, teremos implantado com êxito um site dinâmico e em execução que poderemos visitar on-line.


a. A configuração de implantação permite que você determine quantas instâncias implantam simultaneamente as revisões do aplicativo e descreve as condições de sucesso e falha da implantação. Por exemplo, usando a configuração padrão (“Um de cada vez”), se você implantar seu aplicativo em três instâncias, essa configuração será implantada em uma instância por vez.

Aceite a Configuração de implantação padrão e clique em Próxima etapa.

tmt-codeDeploy-10

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-10

b. Analise os detalhes da sua implantação e clique em Implantar agora.

Observação: esse processo pode levar vários minutos para ser concluído.

tmt-codeDeploy-11

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-11

c.  Nossa revisão de amostra implanta uma única página da web para cada instância. Depois que todas as três instâncias estiverem concluídas, clique em Visualizar todas as instâncias.

tmt-codeDeploy-14

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-14

d.  Clique no ID da instância para uma das instâncias implantadas. Isso levará você ao painel do EC2, onde será possível visualizar a instância executada.

tmt-codeDeploy-15

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-15

e. Para verificar se seu aplicativo de amostra foi implantado com êxito, copie o endereço no campo DNS público na parte inferior do painel, cole esse endereço no navegador e você verá sua página da web ativa.

tmt-codeDeploy-21

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-21

Para evitar cobranças futuras, você deve limpar os recursos usados neste tutorial. As instâncias do EC2 que você executou para este tutorial continuarão em execução até serem encerradas.


a. No console do EC2, a barra de pesquisa é preenchida automaticamente com um filtro de pesquisa para o ID de instância.  Exclua esse filtro e você verá todas as instâncias executados pelo CodeDeploy.  

tmt-codeDeploy-16a

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-16a

b. Marque as caixas de cada instância do Amazon EC2 a ser encerrada. Selecione Ações, Estado da instância e clique em Encerrar.

Quando avisado, clique em Sim, encerrar.

tmt-codeDeploy-18a

(clique para ampliar)

tmt-codeDeploy-18a

Você criou e concluiu com êxito sua primeira implantação de código nas instâncias do Amazon EC2 usando o AWS CodeDeploy. Usando um modelo fornecido, você, primeiramente, executou três instâncias que foram pré-configuradas com as tags adequadas e instaladas com o agente necessário para usar o AWS CodeDeploy. Por fim, você preparou seu aplicativo para implantação, concedeu permissão ao CodeDeploy para implantar em suas instâncias e, então, implantou seu código com êxito.

Agora que você concluiu uma implantação de amostra nas instâncias do Amazon EC2 usando o AWS CodeDeploy, pode começar a aprender como usar o CodeDeploy em seus próprios aplicativos. Visite a documentação do CodeDeploy para aprender como executar instâncias do EC2 e, em seguida, configurar as instâncias, de modo que o CodeDeploy possa implantar código nelas. Em nosso tutorial, simplificamos essas etapas de configuração para ajudar você a aprender e experimentar como o CodeDeploy funciona.

Saiba como configurar instâncias do AWS CodeDeploy

Sim
Não