Como posso migrar do Aurora provisionado para o Aurora Serverless ou do Aurora Serverless para o Aurora provisionado?

Data da última atualização: 23/11/2022

Quero migrar de uma instância de banco de dados Amazon Aurora provisionada para uma instância de banco de dados sem servidor Aurora, ou vice-versa. Como faço isso?

Breve descrição

Há dois métodos que podem ser usados para migrar de provisionado para com tecnologia sem servidor e com tecnologia sem servidor para provisionado:

  1. Restauração de snapshot.
  2. Backup e restauração lógicos.

Resolução

Restauração de snapshot

  1. Abra o console do Amazon Relational Database Service (Amazon RDS) e selecione Databases (Bancos de dados) no painel de navegação.
  2. Selecione o cluster Aurora para o qual você deseja migrar provisionado ou com tecnologia sem servidor, selecione Actions (Ações) e selecione Take snapshot (Fazer snapshot). Para obter mais informações, consulte Criação de um snapshot de cluster de banco de dados.
  3. Navegue até a seção Snapshots do console do Amazon RDS.
  4. Selecione Actions (Ações) e selecione Restore snapshot (Restaurar snapshot). Para obter mais informações, consulte Restauração a partir de um snapshot de cluster de banco de dados.
  5. Selecione Provisioned (Provisionado) ou Serverless (Tecnologia sem servidor), com base no que você deseja fazer.
    Observação: o Aurora Serverless está disponível somente em versões específicas do mecanismo. Para obter mais informações, consulte Aurora Serverless v1 e Aurora Serverless v2.
  6. Para Aurora Serverless v1, selecione Serverless (Tecnologia sem servidor) em Capacity type (Tipo de capacidade) nas DB instance settings (Configurações da instância de banco de dados). Para Serverless v2, selecione Serverless (Tecnologia sem servidor) na DB instance class (Classe de instância de banco de dados) na seção Instance configuration (Configuração de instância).
  7. Para o DB cluster identifier (Identificador do cluster de banco de dados), insira um nome para o cluster restaurado.
  8. Especifique qualquer outra configuração. Para obter mais informações, consulte Settings for Aurora DB clusters (Configurações para clusters de banco de dados Aurora).
  9. Selecione Restore DB Cluster (Restaurar cluster de banco de dados).

Backup e restauração lógicos

Criar um novo cluster de banco de dados

  1. Abra o console do Amazon RDS e escolha Databases (Bancos de dados) no painel de navegação.
  2. Clique em Create database (Criar banco de dados).
    Observação: o Amazon Aurora não está disponível em todas as regiões da AWS. Para ver uma lista das regiões da AWS em que o Aurora está disponível, consulte Disponibilidade da região.
  3. Selecione Amazon Aurora nas Engine options (Opções de mecanismo).
  4. Em Edition (Edição), selecione uma das seguintes opções:
    a. Compatibilidade do Amazon Aurora com MySQL
    b. Compatibilidade do Amazon Aurora com PostgreSQL
  5. Selecione sua Engine version (Versão do mecanismo).
    Observação: o Aurora Serverless está disponível somente em versões específicas do mecanismo. Para obter mais informações, consulte Aurora Serverless v1 e Aurora Serverless v2.
  6. Especifique qualquer outra configuração. Para obter mais informações, consulteCriação de um cluster de banco de dados.
  7. Clique em Create database (Criar banco de dados).

Criar um backup e uma restauração lógicos

  1. Conecte-se ao cluster de banco de dados de origem. Se você usa o PostgreSQL, execute um pg_dump. Se você usa o MySQL, execute um mysqldump.
  2. Conecte-se ao novo cluster de banco de dados. Se você usa o PostgreSQL, restaure o dump nele com pg_restore. Se você usa o MySQL, restaure o dump nele com o mysql command.

Como evitar a perda de dados

Para evitar a perda de dados entre os dois clusters, interrompa todas as atividades de gravação no cluster de origem até que a restauração ou migração do cluster recém-criado ou restaurado seja concluída. Interrompa todas as atividades de gravação antes de criar o snapshot, mysqldump ou pg_dump.

Quando o novo cluster Aurora estiver disponível, direcione seu aplicativo ou as operações de gravação para o cluster para garantir que nenhuma operação de gravação seja perdida.

Nota: O exemplo a seguir usa o nome “example-cluster”. Por exemplo, renomeie o cluster antigo para “example-cluster-old”. Em seguida, renomeie o novo cluster para “example-cluster”. Isso permite que seus aplicativos se conectem ao novo cluster usando o mesmo endpoint do cluster. Por exemplo, use “example-cluster.cluster-...rds.amazonaws.com” para o escritor e “example-cluster.cluster-ro-...rds.amazonaws.com” para o endpoint do leitor.


Este artigo ajudou?


Precisa de ajuda com faturamento ou suporte técnico?