Por que minha instância compatível com o Aurora PostgreSQL tem alta utilização da CPU após uma grande atualização de versão?

Data da última atualização 24/11/2022

Minha instância de banco de dados Amazon Aurora compatível com PostgreSQL tem uma CPU alta após uma grande atualização de versão. Antes da atualização, minha instância de banco de dados teve um bom desempenho.

Breve descrição

Primeiro, siga o processo principal de atualização compatível com o Aurora PostgreSQL para garantir que sua atualização tenha sido bem-sucedida. Há várias etapas a serem seguidas antes e depois da atualização principal da versão; portanto, verifique se você seguiu o processo passo a passo. Se você pular qualquer uma das etapas do processo, sua atualização poderá falhar. Ou você pode sofrer impactos no desempenho, como alto nível de CPU, mesmo que a atualização em si seja bem-sucedida.

Resolução

  1. Antes de atualizar um cluster de produção compatível com o Aurora PostgreSQL para uma nova versão principal, teste a atualização em uma cópia do seu banco de dados de produção. Para criar uma instância de teste duplicada, você pode restaurar seu banco de dados a partir de um snapshot recente ou clonar seu banco de dados.

  2. Cada versão principal inclui aprimoramentos no otimizador de consultas, projetados para melhorar o desempenho do banco de dados. Mas o planejador/otimizador de banco de dados pode não escolher o plano ideal para executar suas consultas. Como resultado, você pode ver uma degradação no desempenho ao executar as mesmas consultas em uma nova versão principal. Portanto, é uma prática recomendada sempre testar e analisar a performance de suas consultas antes de realizar uma atualização de versão principal. No Aurora compatível com PostgreSQL, você pode usar o recurso Query Plan Management (QPM) para gerenciar a estabilidade do plano de consulta em diferentes versões principais.

  3. Um dos principais motivos para a alta utilização da CPU após uma grande atualização de versão é que as estatísticas não estão atualizadas. Isso acontece porque os dados estatísticos armazenados no catálogo pg_statistic não são transferidos durante a atualização da versão principal. Isso pode fazer com que o otimizador de banco de dados não escolha o plano ideal para executar suas consultas. Para evitar esse problema, regenere todas as estatísticas executando a operação ANALYZE para atualizar a tabela pg_statistic. Faça isso para cada banco de dados em suas instâncias de banco de dados compatíveis com Aurora PostgreSQL.

    Nota: Certifique-se de executar o comando ANALYZE sem nenhum parâmetro para gerar estatísticas para todas as tabelas regulares no banco de dados atual.

ANALYZE VERBOSE

Se você tiver problemas de desempenho após seguir essas etapas, consulte Como posso solucionar problemas de alta utilização da CPU para o Amazon RDS ou o Amazon Aurora PostgreSQL?


Este artigo ajudou?


Precisa de ajuda com faturamento ou suporte técnico?