A Gibraltar Area Schools é um distrito escolar público em Fish Creek, Wisconsin. O distrito inclui a Gibraltar Elementary School para alunos do maternal até a metade do ensino fundamental e a Gibraltar Secondary School para a segunda metade do ensino fundamental até o ensino médio. O distrito conta com 681 alunos, ensinados por cerca de 35 professores. Uma equipe adicional de 40 pessoas fornece serviços administrativos, de manutenção e de apoio.

A Gibraltar precisava atualizar oito servidores do campus, responsáveis pela execução de um grande número de atividades, de bancos de dados de estudantes ao sistema de gerenciamento de bibliotecas. O diretor de TI da Gibraltar, Steve Minten, estima que o novo equipamento e quatro anos de manutenção teriam custado 44.000 USD, uma quantia considerável para uma instituição com limitados recursos financeiros.

Como um pequeno distrito escolar público com matrículas em declínio, seu financiamento estadual está decrescendo. O resultado é que o distrito precisar recorrer constantemente aos eleitores para conseguir a receita necessária para manter o corpo docente e as instalações. Eles optaram por mudar para a computação em nuvem para evitar a despesa de substituição de hardware.

"Como o ciclo dos servidores precisa ser elástico para acompanhar o declínio das matrículas", disse Minten, "queremos ter a flexibilidade de processar cargas de trabalho variáveis. Nossas matrículas podem aumentar ou diminuir. Portanto, não queremos nos comprometer com uma infraestrutura física."

"Examinamos a Amazon Web Services (AWS) para ver o que poderíamos incluir em uma taxa horária", disse Minten. "A AWS tem mais opções adequadas às nossas necessidades que a concorrência. Os outros simplesmente não têm o mesmo histórico. Por isso, escolhemos a AWS."

Em três meses após a decisão de mudar para a Nuvem AWS, a Gibraltar criou uma conexão de rede virtual privada entre o Amazon Elastic Cloud Compute (Amazon EC2) e os computadores da escola usando o Amazon Virtual Private Cloud (Amazon VPC). Com esse link seguro implantado, o distrito migrou o Destiny Library Manager, que processa o processo de empréstimo de títulos da biblioteca. Em seguida, uma aplicação PHP de helpdesk do DeskPRO foi implantada usando uma imagem de máquina da Amazon (AMI). Como a AMI já estava pré-configurada para PHP, a mudança foi finalizada em apenas 6 horas.

No momento, a Gibraltar está no caminho previsto para economizar 25% ao longo da vida útil normal de 5 anos de uma infraestrutura no local. O distrito obteve economias imediatas de energia com o desligamento de vários servidores antigos. Além disso, reduziu o tempo de entrada no mercado e os custos dos serviços usando o Amazon Premium Support para obter auxílio, em vez de contratar ajuda externa. A adoção de uma abordagem mais tradicional, baseada em hardware, demoraria três a quatro dias. Em contrapartida, o distrito iniciou a execução da AWS em 20 minutos e ficou totalmente configurado e operacional em seis horas.

"Até onde sabemos, somos a primeira escola pública de Wisconsin a migrar da compra de servidores como hardware para a hospedagem de dados na nuvem", afirmou Minten. "Estamos economizando 25% nos próximos 5 anos, e isso teve um impacto enorme no orçamento do distrito."

Com os dois sistemas implantados, o distrito agora está identificando cargas de trabalho adicionais para transferir para a AWS, incluindo servidor de e-mail, Windows Update Service, filtragem de web, servidor de impressão, sistemas de backup de domínio, armazenamento de arquivos, sistemas de segurança e gerenciamento de Wi-Fi.

O distrito também está planejando a mudança do sistema de gerenciamento de alunos Skyward para a AWS. Como a maioria dos distritos escolares públicos de Wisconsin usa o Skyward, Minten quer mostrar para as outras comunidades que a migração para a nuvem apresenta viabilidade técnica e financeira.

Para obter mais informações sobre a AWS e a educação, consulte http://aws.amazon.com/education/.