A Sete Brasil é uma empresa brasileira responsável pela fabricação de 29 sondas para a exploração de petróleo no pré-sal. Criada em 2011 por um grupo de investidores com atuações no mercado financeiro e em fundos de pensões, tornou-se a maior construtora de sondas de águas ultra profundas do mundo e líder do setor.

Caso da Sete Brasil (3:05)

sete-brasil-thumb

A Sete Brasil precisava de uma infraestrutura de TI robusta para sustentar seu negócio já que seria inviável manter um data center in-house que acomodasse o desenvolvimento acelerado da empresa. Nesse contexto, a nuvem tornou-se a melhor opção para a Sete Brasil adequar suas necessidades de TI de acordo com seu crescimento.

“Movendo para Cloud, você tem ganho geral como redução de custos com energia, ar condicionado e espaço físico. Além disso, fica possível se adequar de acordo com o crescimento da empresa”, explica Leonardo Simões, Diretor de TI da Sete Brasil.

Com a AWS, a empresa conseguiu disponibilizar a estrutura do Amazon WorkSpaces remotamente e com segurança para outros escritórios com conexões muito lentas (como estaleiros no Brasil) e distantes (Holanda) em um curto prazo. Os serviços na nuvem também viabilizaram o desenvolvimento de um DRP (Disaster Recovery Plan) nativo, dentro do aplicativo, além de reduzir em 67% os custos fixos de TI da construtora naval.

“Na nuvem da AWS, nós podemos desenvolver um Disaster Recovery Plan já nativo na aplicação. Se fôssemos fazer isso in-house, custaria uma fortuna. Tudo o que se refere a um ambiente de TI, no qual antigamente levaria meses de planejamento, você consegue realizar na AWS em um período muito curto”.

Do mesmo modo, a migração de ERPs críticos da empresa para a nuvem, como o processamento contábil e financeiro, em Hyperion, e seu Business Process Management (BPM), em Aris, lhe conferiram uma agilidade competitiva com redução de custos.

“O maior benefício, o mais claro, é custo. Com a AWS tivemos uma redução absurda de custo, em torno de 67%”, destaca Leonardo Simões.

O Diretor de TI ainda menciona a elasticidade e capacidade de expansão dos negócios, “sem se preocupar com novos investimentos”, como uma das principais vantagens dos serviços em nuvem da AWS, ressaltando seus aspectos de “eficiência, resiliência e capacity planning” e a facilidade de uso da ferramenta.

Atualmente, a Sete Brasil utiliza o AWS Enterprise Professional Services para a implementação de seu SAP e planeja migrar toda sua infraestrutura de TI para a nuvem, deixando o mínimo possível on-premise.

Para saber mais sobre como a AWS pode auxiliar sua empresa, visite a nossa página de Enterprise IT: http://aws.amazon.com/enterprise/.