Abril de 2017

A Forrester Research posiciona a Amazon Web Services como líder no The Forrester Wave™: Database-as-a-Service, 2º trimestre de 2017. A Forrester identificou os 13 principais fornecedores de bancos de dados gerenciados e pesquisou, analisou e pontuou esses fornecedores com base nos crescentes requisitos de gerenciamento de dados. O Amazon RDS é um líder da avaliação e a Forrester afirma que a AWS tem a maior variedade de bancos de dados e a maior adoção do DBaaS.

Leia o relatório online

Março de 2017

O Gartner Research posiciona a Amazon Web Services no quadrante dos líderes do novo quadrante mágico de infraestrutura em nuvem como serviço no Japão (maio de 2017). Este relatório avalia especificamente o mercado do Japão e a preferência dos clientes japoneses. Neste quadrante mágico, serão avaliadas a capacidade de execução e a abrangência da visão de cada participante por meio da análise de quais são os "líderes da inovação" que podem melhorar a situação do mercado japonês, que abordará da "confirmação do básico" até a entrada em uma nova etapa usando mensagens pertinentes sobre a nuvem. O Gartner identifica a AWS como o líder com a visão mais abrangente e a capacidade mais elevada de execução no Japão. O IaaS em nuvem, no contexto desse quadrante mágico, é definido como "uma oferta padronizada e altamente automatizada na qual os recursos de computação, complementados por recursos de armazenamento e redes, pertencem a um provedor de serviços e são oferecidos ao cliente sob demanda."

Leia o relatório on-line

O Gartner não endossa nenhum fornecedor, produto ou serviço mencionado em suas publicações de pesquisa e não aconselha os usuários de tecnologia a selecionar apenas os fornecedores com a melhor classificação. As publicações de pesquisa da Gartner consistem nas opiniões da organização de pesquisa dessa empresa e não devem ser interpretadas como declarações de fatos. O Gartner se isenta de todas as responsabilidades, explícitas ou implícitas, a respeito desta pesquisa, incluindo qualquer garantia de comercialização ou adequação a uma finalidade específica.


Fevereiro de 2017

O Gartner reconheceu a Amazon Web Services como um líder no quadrante mágico para soluções de gerenciamento de dados para análise. O Gartner define as soluções de gerenciamento de dados para analistas como sistemas voltados para armazenar, acessar, processar e disponibilizar dados destinados a um dos principais casos de uso que apoiam a análise. Os casos de uso incluem o apoio a data warehousing contínuo tradicional, operacional, lógico e independente de contexto. Embora o data warehousing continue sendo um dos principais casos de uso, as soluções de gerenciamento de dados para análise abordam novas tendências, como os data lakes e os data warehouses independentes de contexto.

Leia o relatório on-line

O Gartner não endossa nenhum fornecedor, produto ou serviço mencionado em suas publicações de pesquisa e não aconselha os usuários de tecnologia a selecionar apenas os fornecedores com a melhor classificação. As publicações de pesquisa da Gartner consistem nas opiniões da organização de pesquisa dessa empresa e não devem ser interpretadas como declarações de fatos. O Gartner se isenta de todas as responsabilidades, explícitas ou implícitas, a respeito desta pesquisa, incluindo qualquer garantia de comercialização ou adequação a uma finalidade específica.


Fevereiro de 2017

A Veolia Water France, parte do Veolia Group, é líder global em serviços de água e esgotos. Para acompanhar a evolução dos negócios de água, era necessário atualizar a infraestrutura de TI da Veolia Water, concentrada em mainframes, para aumentar a agilidade e a flexibilidade. Os datacenters estavam se tornando obsoletos, com custos crescentes de operação e manutenção. Esses fatores impediam a operação adequada da empresa. Era cada vez mais urgente modernizar a infraestrutura e os sistemas da empresa. Em vez de usar técnicas tradicionais, a empresa decidiu ir além e transformar drasticamente sua abordagem mediante a adoção das novas possibilidades oferecidas pela nuvem.

Leia o relatório on-line

Janeiro de 2017

A PostNL recrutou a Amazon Web Services (AWS) para ajudá-los a migrar e executar parte do ambiente de sua aplicação de TI na nuvem pública. Agora, a AWS executa uma grande parte das aplicações de logística mais importantes da empresa responsável pelos serviços postais da Holanda. Como resultado, a PostNL tem acesso a uma infraestrutura de TI confiável e flexível que pode aumentar e reduzir a escala vertical de acordo com as demandas empresariais. Os custos de TI reduziram bastante, mas mais importante do que isso, a migração para a nuvem resultou em uma enorme diminuição do tempo de entrada no mercado e ajudou o departamento de TI da PostNL a concentrar-se na agregação de valor empresarial.

Leia o relatório on-line

Dezembro de 2016

A Amazon Web Services (AWS) acabou de lançar o Greengrass, uma ampliação significativa de seu portfólio de soluções de IoT, que leva computação, armazenamento e conectividade da nuvem para os pontos de presença. O AWS Greengrass simplifica o modelo de programação para desenvolvedores que criam sistemas distribuídos complexos com arquiteturas de microsserviços.

Leia o relatório on-line

Dezembro de 2016

As ofertas de IaaS de nuvem pública não são mercadorias. Os líderes de inovação em arquitetura e tecnologia corporativa devem escolher uma oferta que atenda ao caso de uso e às necessidades específicas deles. As melhores ofertas de IaaS de nuvem pública podem ser usadas com êxito em aplicações novas e existentes. Elas aprimoram a produtividade do desenvolvedor e a eficiência de infraestruturas e operações, como também podem permitir a transformação da TI. A Amazon Web Services alcançou a pontuação de 4,73/5 em desenvolvimento de aplicações, 4,8/5 em computação em lote, 4,69/5 em aplicações nativas da nuvem, 4,37/5 em negócios em geral e 4,63/5 em Internet das Coisas.

Leia o relatório on-line

A Gartner não endossa nenhum fornecedor, produto ou serviço mencionado em suas publicações de pesquisa e não aconselha os usuários de tecnologia a selecionar apenas os fornecedores com a melhor classificação ou outra designação. As publicações de pesquisa da Gartner consistem nas opiniões da organização de pesquisa dessa empresa e não devem ser interpretadas como declarações de fatos. O Gartner se isenta de todas as responsabilidades, explícitas ou implícitas, a respeito desta pesquisa, incluindo qualquer garantia de comercialização ou adequação a uma finalidade específica.


Dezembro de 2016

A IDC entrevistou três organizações que usam o Amazon DynamoDB para saber mais sobre seus casos de uso e impressões da tecnologia e do serviço. De acordo com essas organizações, o Amazon DynamoDB provou ser uma solução NoSQL econômica e também bem projetada para atender às demandas das cargas de trabalho da 3ª plataforma, quais recursos agradaram os clientes entrevistados, indicando que não conseguiam realizar com os produtos RDBMS que estavam usando anteriormente o que têm conseguido hoje. Além disso, fica claro que a natureza baseada em nuvem do produto oferece um nível de escalabilidade flexível que atende às demandas extremas dos cenários de aplicações de clientes.

Faça o download do relatório

Dezembro de 2016

Em 2016, a Experton Group voltou a realizar uma análise independente do mercado alemão de tecnologias, serviços e serviços de transformação em nuvem. Essa é a sétima edição desse benchmark da Alemanha. Com base em um total de cerca de 450 fornecedores na Alemanha, a Experton Group identificou 155 fornecedores que são relevantes para o mercado alemão e que foram selecionados para uma análise e um posicionamento detalhados no benckmark. Esses são resultados impressionantes que demonstram o papel da computação em nuvem no mundo dos negócios de hoje, e em particular na economia alemã. O desenvolvimento da Amazon Web Services (AWS) no negócio em nuvem é absolutamente notável. Nos últimos anos e no mercado de antigos provedores de serviços de TI, a AWS conseguiu se transformar de um desconhecido pioneiro em um verdadeiro líder da nuvem. E não apenas no segmento central de "Infraestrutura como serviço (IaaS)" no mercado de nuvem pública, mas agora também em quatro outros segmentos "Iaas – Armazenamento em nuvem pública", "Espaços de trabalho na nuvem", "Análise de big data Analytics como serviço" e "Plataforma como serviço (PaaS) – Soluções de desenvolvimento". Isso mostra claramente que a AWS é um participante focado no mercado de nuvem, conhecido por interoperabilidade tecnológica, desempenho e segurança.

Faça o download do relatório

Novembro de 2016

A Driver & Vehicle Standards Agency (DVSA) é uma agência executiva patrocinada pelo departamento de transportes e responsável pela melhoria da segurança rodoviária na Grã-Bretanha. Parte dessa competência abrange a certificação anual de testes do Ministry of Transport (MOT) exigida para todos os veículos a motor com mais de três anos de idade. Nas políticas governamentais anteriores, esse serviço foi entregue em um contrato de iniciativa de finanças privadas (PFI) há mais de 10 anos. A PFI foi projetada em torno da premissa de que o serviço era uma abordagem orientada para o lucro (aprovação de pagamento por MOT), onde o incumbente não era incentivado a modernizar a solução. Hoje a necessidade de ter maior agilidade e a ascensão das tecnologias móveis mudaram as expectativas das pessoas sobre o que um serviço inclui e como ele deve ser entregue. A DVSA reconheceu que tem uma grande quantidade de informações que poderiam ser oferecidas como serviços de valor agregado para uma variedade de clientes diferentes, de cidadãos a garagens. Este relatório analisa como a DVSA conseguiu concluir com êxito uma transformação de uma antiga solução de mainframe herdada para uma solução moderna hospedada em nuvem, entregue dentro do prazo e do orçamento.

Faça o download do relatório

Outubro de 2016

A IDC entrevistou oito organizações que usam o Amazon Redshift para analisar o seu impacto nas operações de armazéns de dados, TI e negócios. De acordo com essas organizações, além de ser comprovadamente uma plataforma de armazéns de dados econômica, o Amazon Redshift permitiu a criação de mais valor com análises e dados por meio da facilidade de uso, do desempenho e da escalabilidade. A IDC estima que essas organizações obterão benefícios anuais médios de 758.845 USD por 100 TB por ano em um período de cinco anos, resultando em um retorno sobre o investimento (ROI) médio de 469%.

Faça o download do relatório

Setembro de 2016

Reduzir custos em 8% e aumentar a receita em 14% estão entre os objetivos do plano estratégico da Enel para o período de 2015 a 2019. A empresa está se transformando digitalmente para obter as oportunidades que estão surgindo para novos modelos de negócios digitais. Ao mesmo tempo, ela está utilizando novas tecnologias para digitalizar negócios atuais para obter eficiência e melhorar processos e recursos corporativos de que já dispõe. Como parte dessa transformação, o CIO apresentou uma nova estratégia de tecnologia da informação e reprojetou o departamento de TI, tendo a nuvem como um dos principais pilares e viabilizadores da estratégia. "A migração da nossa infraestrutura para a nuvem se adequa perfeitamente à estratégia de transformação digital da empresa", comenta Carlo Bozzoli, CIO global, Enel. "Ela torna a empresa ágil e permite gerenciar de modo proativo a evolução no mercado."

Faça o download do relatório

Setembro de 2016

Em 14 de setembro de 2016, a Amazon anunciou a disponibilidade do Amazon Echo fora dos EUA em seus dois maiores mercados europeus: Reino Unido e Alemanha. Ao mesmo tempo, a Amazon anunciou uma nova versão da linha Echo que reduz drasticamente o custo de extensão da plataforma de assistente de voz Alexa da Amazon para uso em mais locais nas residências dos clientes. Diretores de marketing que ainda não têm um plano para abordar a crescente influência da voz como canal de interação com clientes estão avisados: os agentes inteligentes (IAs) baseados em voz vieram para ficar.

Leia o relatório on-line

Agosto de 2016

O Gartner Research posiciona a Amazon Web Services no quadrante dos líderes do novo quadrante mágico de infraestrutura em nuvem como serviço em todo o mundo (agosto de 2016). O IaaS em nuvem, no contexto desse quadrante mágico, é definido como "uma oferta padronizada e altamente automatizada na qual os recursos de computação, complementados por recursos de armazenamento e redes, pertencem a um provedor de serviços e são oferecidos ao cliente sob demanda."

Leia o relatório on-line

O Gartner não endossa nenhum fornecedor, produto ou serviço mencionado em suas publicações de pesquisa e não aconselha os usuários de tecnologia a selecionar apenas os fornecedores com a melhor classificação. As publicações de pesquisa da Gartner consistem nas opiniões da organização de pesquisa dessa empresa e não devem ser interpretadas como declarações de fatos. O Gartner se isenta de todas as responsabilidades, explícitas ou implícitas, a respeito desta pesquisa, incluindo qualquer garantia de comercialização ou adequação a uma finalidade específica.


Outubro de 2016

O Gartner Research posiciona a Amazon Web Services no quadrante dos líderes do novo quadrante mágico de sistemas de gerenciamento de bancos de dados operacionais. O Gartner define líderes como os que geralmente demonstram o maior suporte para uma ampla linha de aplicações operacionais, com base em suporte para uma ampla variedade de tipos de dados e vários casos de uso. Esses fornecedores demonstram satisfação do cliente consistente e forte suporte ao cliente.

Leia o relatório on-line

O Gartner não endossa nenhum fornecedor, produto ou serviço mencionado em suas publicações de pesquisa e não aconselha os usuários de tecnologia a selecionar apenas os fornecedores com a melhor classificação. As publicações de pesquisa da Gartner consistem nas opiniões da organização de pesquisa dessa empresa e não devem ser interpretadas como declarações de fatos. O Gartner se isenta de todas as responsabilidades, explícitas ou implícitas, a respeito desta pesquisa, incluindo qualquer garantia de comercialização ou adequação a uma finalidade específica.


Setembro de 2016

Adotar uma estratégia de Cloud-First é muito fácil para a típica startup com poucos funcionários. É assim que elas surgem. Paradoxalmente, isso é muito mais difícil para empresas de grande porte com orçamentos de TI abrangentes. Elas convivem com bilhões de euros em recursos essenciais que precisam ser cuidados cautelosamente, além de dezenas de milhares de funcionários para atender e arquiteturas empresariais antigas e complexas que precisam manter. Como as responsabilidades são enormes, torna-se muito difícil para as empresas de grande porte fazerem a mudança para a nuvem. Mas será ela possível? E se for, como pode ser feita? O caso do Deutsche Bahn, conduzido pela DB Systel, pode nos ajudar a encontrar o caminho.

Faça o download do relatório

Setembro de 2016

Esse whitepaper, encomendado pela AWS, baseia-se na pesquisa feita pela IDC e destaca as vantagens de selecionar um provedor como a Amazon Web Services, que tem um ecossistema de armazenamento e serviços de infraestrutura adjacentes. Esses benefícios não só geram excelentes economias, como também disponibilizam agilidade, além de vantagens de tempo de entrada no mercado, interoperabilidade e escalabilidade para o cliente.

Faça o download do relatório

Setembro de 2016

O Gartner examina como a AWS e outros grandes provedores de nuvem permitem que as empresas tornem cargas de trabalho baseadas na nuvem mais seguras do que as estabelecidas em datacenters locais. O Gartner oferece recomendações específicas sobre como melhorar a segurança em nuvem. As previsões de planejamento estratégico do documento até 2020 observam que: 1) as cargas de trabalho em nuvem sofrerão pelo menos 60% menos incidentes de segurança, 2) 95% das falhas de segurança em nuvem serão provocadas pelo cliente e 3) 99% das vulnerabilidades exploradas serão conhecidas por profissionais de segurança e TI durante pelo menos um ano.

Leia o relatório on-line

Agosto de 2016

Esse estudo de caso de comprador da IDC tem como tema a start-up bancária Monzo, baseada no Reino Unido, que criou o primeiro banco digital móvel utilizando a infraestrutura e as arquiteturas de microsserviços da AWS. Ele também discute os desafios que a Monzo enfrentou ao criar um banco digital e como ela solucionou esses problemas para atender aos requisitos regulatórios rígidos do setor bancário.

Faça o download do relatório

Agosto de 2016

No 3º trimestre, a Forrester Research posiciona a Amazon Web Services na categoria de líderes do Forrester Wave Big Data NoSQL. A Forrester identificou as 15 soluções NoSQL de big data mais importantes e as pesquisou, analisou e classificou. O Amazon DynamoDB é um líder e, de acordo com a Forrester, o banco de dados em nuvem NoSQL favorito no mercado. 

Leia o relatório on-line

Agosto de 2016

A Amazon Web Services (AWS) autorizou a Forrester Consulting a conduzir um estudo de Total Economic Impact™ (TEI) para desenvolver um caso de negócios para fornecedores de software independentes (ISVs) que vendem software local para desenvolver software como serviço (SaaS) na AWS. O propósito desse estudo é disponibilizar aos leitores uma estrutura para avaliar o possível impacto financeiro do desenvolvimento de um produto de SaaS.

O ISV Business Case for Building SaaS on Amazon Web Services (AWS), um estudo autorizado de agosto de 2016 conduzido pela Forrester Consulting em nome da Amazon Web Services

Leia o estudo on-line

Julho de 2016

A Gartner Research posiciona a Amazon Web Services no quadrante dos líderes do novo quadrante mágico de serviços de armazenamento em nuvem pública. A Gartner define os líderes como aqueles que oferecem soluções de armazenamento inovadoras, criadas sobre uma plataforma protegida, com datacenters globais e credibilidade estabelecida como empresa.

Leia o relatório on-line

O Gartner não endossa nenhum fornecedor, produto ou serviço mencionado em suas publicações de pesquisa e não aconselha os usuários de tecnologia a selecionar apenas os fornecedores com a melhor classificação. As publicações de pesquisa da Gartner consistem nas opiniões da organização de pesquisa dessa empresa e não devem ser interpretadas como declarações de fatos. O Gartner se isenta de todas as responsabilidades, explícitas ou implícitas, a respeito desta pesquisa, incluindo qualquer garantia de comercialização ou adequação a uma finalidade específica.


Julho de 2016

Este whitepaper, patrocinado pela AWS, usa uma pesquisa realizada pelo ESG para destacar como ofertas de Desktop como serviço (DaaS), como o Amazon WorkSpaces, podem ajudar as organizações a simplificar operações de entrega de desktops e aplicativos, aumentar a agilidade empresarial, melhorar a postura de segurança e economizar dinheiro ao mesmo tempo que oferecem aos usuários finais maior flexibilidade para serem produtivos em qualquer lugar, a qualquer momento, em diversos dispositivos.

Faça o download do relatório

Março de 2016

A Amazon Web Services (AWS) tem um portfólio diversificado de serviços na nuvem que pode ser usado para desenvolver uma ampla variedade de aplicativos da IoT. Graças ao entendimento do mercado orientado para as necessidades do cliente e à inovação em alta velocidade derivada do mercado de nuvem pública, a AWS também se destaca no mercado de provedores de back-end da IoT. No momento, a AWS é considerada a empresa com o melhor portfólio de back-end da IoT.

Faça o download do relatório

Março de 2016

Esse perfil de fornecedor da IDC analisa a plataforma Amazon Web Services IoT. Essa análise oferece uma visão geral sobre a empresa e o produto, concentrando-se em elementos de tecnologia e aspectos de segurança da plataforma do AWS IoT, além de examinar os principais fatores de sucesso em potencial, diferenciadores e estratégias de entrada no mercado. A análise conclui que o AWS IoT "merece atenção, pois levou ao mercado vários diferenciadores e avanços importantes em recursos de segurança fundamentais para implantações de IoT confiáveis e seguras."

Faça o download do relatório

Fevereiro de 2016

Os desenvolvimentos contínuos em computação na nuvem estão trazendo rapidamente a promessa de alcançar valor de negócio do big data e torná-la em uma realidade. Neste relatório, a 451 Research faz uma análise profunda de várias organizações e expressa os benefícios da implantação de soluções do big data com a Amazon Web Services (AWS). A pesquisa cobre organizações de vários setores e áreas de especialização. Chegou-se à conclusão que a AWS teve um papel crucial ao ajudar os clientes a adquirirem benefícios de eficiência e economia, enquanto mantiveram o desempenho e a escalabilidade. Foram identificadas cinco formas fundamentais nas quais a combinação da computação na nuvem e a análise do big data está fornecendo um valor de negócio.

Faça o download do relatório

Novembro de 2015

IDC rates Amazon Web Services as a leader in the  IDC MarketScape: Canadian Hybrid Cloud Services 2015 Vendor Assessment. "A AWS é sinônimo de computação na nuvem. A empresa popularizou o modelo escalável de pagamento conforme o uso, tornando-se a base das tecnologias como serviço. Desde sua fundação, a AWS tem sido inovadora, a primeira empresa a introduzir novas soluções e reduções de preço para todo o setor. Claramente, a AWS é o maior provedor de IaaS pública global e do Canadá."

Leia o relatório on-line

Novembro de 2015

A IDC classifica a Amazon Web Services na categoria de líderes no IDC MarketScape: Worldwide Public Deployment-Centric Cloud Application Platform 2015 Vendor Assessment. A IDC identificou os provedores de PaaS mais importantes e pesquisou, analisou e atribuiu pontuações a eles. Segundo a IDC, "A AWS tem um bom histórico de entrega rápida de serviços novos e inovadores, e as características positivas da plataforma incluem recursos de autoatendimento e definição de preço granular com possibilidade de monitoramento completo. Os parceiros gostam da facilidade de uso dos serviços da AWS em geral."

Leia o relatório on-line

Outubro de 2015

Saiba mais sobre o Amazon QuickSight neste relatório do Gartner.

Leia o relatório on-line

O Gartner não endossa nenhum fornecedor, produto ou serviço mencionado em suas publicações de pesquisa e não aconselha os usuários de tecnologia a selecionar apenas os fornecedores com a melhor classificação. As publicações de pesquisa da Gartner consistem nas opiniões da organização de pesquisa dessa empresa e não devem ser interpretadas como declarações de fatos. O Gartner se isenta de todas as responsabilidades, explícitas ou implícitas, a respeito desta pesquisa, incluindo qualquer garantia de comercialização ou adequação a uma finalidade específica.


Setembro de 2015

Este relatório examina o uso da Amazon Web Services pela Transport for London (TfL) – tanto para melhorar a agilidade e resposta dos seus próprios serviços digitais, quanto para estabelecer um ecossistema de desenvolvedores terceirizados (principalmente startups de tecnologia) que pode aproveitar o stream de dados de viagem com licença aberta para criar suas próprias aplicações de planejamento de viagens para os londrinos.

Faça o download do relatório

Julho de 2015

A Schibsted, uma gigante da mídia norueguesa, migrou 3,5 milhões de seus usuários cadastrados para a Nuvem AWS para atividades de login único e pagamento em apenas uma noite no mês de outubro e uma noite no mês de dezembro (na Suécia e depois na Noruega, respectivamente). Além disso, seus engenheiros estão usando os modelos de PaaS e IaaS da AWS para o desenvolvimento de aplicações e infraestrutura, e outros avanços provavelmente ocorrerão. Ela descreve sua experiência com a AWS como "magnífica".

Faça o download do relatório

Agosto de 2015

Saiba mais sobre o Amazon Aurora.

Leia o relatório online (é necessário fazer um cadastro gratuito no site do Gartner)

O Gartner não endossa nenhum fornecedor, produto ou serviço mencionado em suas publicações de pesquisa e não aconselha os usuários de tecnologia a selecionar apenas os fornecedores com a melhor classificação. As publicações de pesquisa da Gartner consistem nas opiniões da organização de pesquisa dessa empresa e não devem ser interpretadas como declarações de fatos. O Gartner se isenta de todas as responsabilidades, explícitas ou implícitas, a respeito desta pesquisa, incluindo qualquer garantia de comercialização ou adequação a uma finalidade específica.


Maio de 2015

A AWS contratou a IDC para realizar entrevistas com 11 empresas que implantaram aplicações na AWS. A IDC buscou compreender as implicações econômicas em longo prazo da migração de cargas de trabalho para os serviços de infraestrutura na nuvem da Amazon, o impacto da migração de aplicações na agilidade dos negócios e na produtividade de desenvolvedores, e as novas oportunidades que as empresas poderiam ter ao migrar recursos para a AWS. A IDC descobriu que o custo total de propriedade (TCO) em cinco anos para desenvolver, implantar e gerenciar aplicações essenciais na AWS resultou em uma economia de 64.3% em comparação à implantação dos mesmos recursos em ambientes locais ou hospedados. Os resultados também mostraram um ROI de 560% em cinco anos e redução de 81,7% do tempo de inatividade.

Faça o download do relatório

Março de 2015

O relatório Kuppinger & Cole IaaS Leadership Compass fornece uma visão geral e análise do mercado de Infraestrutura como serviço pela firma de análise voltada à segurança, KuppingerCole. A AWS é líder geral e líder nas três categorias de classificação (Líder de produto, Líder de mercado e Líder de inovação). A Kuppinger & Cole é sediada na Alemanha e seu foco está nos assuntos de segurança e acesso de identidade.

Faça o download do relatório

Fevereiro de 2015

IDC rates Amazon Web Services in the Leaders Category in the IDC MarketScape: Canadian Public laaS 2015 Vendor Assessment. "Fundada em 2006, a AWS é referência em computação na nuvem, popularizando o modelo escalável de pagamento conforme o uso, que tornou-se a base das tecnologias como serviço. O principal foco da AWS é a nuvem, e essa determinação e cultura de inovação em serviço e escala foi muito benéfica para a empresa. A IDC estimou que a receita global de 2014 da AWS é quatro vezes maior do que a do seu concorrente mais próximo. Isso é válido também para o mercado de IaaS pública do Canadá."

Leia o relatório on-line

Dezembro de 2014

O 2014 EMEA Government IaaS Providers MarketScape da IDC avalia os principais provedores de nuvem de acordo com os critérios de portfólio, estratégia, segurança e acesso ao mercado. A pesquisa analisa os recursos oferecidos por provedores globais e da Europa, Oriente Médio e África (EMEA), bem como os recursos que pretendem oferecer como parte de sua estratégia de lançamentos. Nesse estudo, a AWS é classificada como líder em duas categorias da IDC para o sucesso: recursos e estratégias.

Faça o download do relatório

Dezembro de 2014

Um número crescente de empresas está adicionando nuvens públicas a seus portfólios de tecnologia. De acordo com a Forrester, a adoção de nuvens públicas por empresas ultrapassará a marca de 36% neste ano. A Forrester efetuou uma avaliação com 19 critérios de fornecedores de nuvem pública, e identificou os 16 fornecedores de plataformas de nuvem pública mais importantes para as grandes empresas. A AWS é líder em três dos quatro segmentos. A Forrester afirma que a AWS é a melhor para o segmento profissional de operações de desenvolvimento, mas obtêm altas pontuações em todos os segmentos.

Faça o download do relatório

Novembro de 2014

Este Forrester Wave avalia quatro das principais nuvens públicas em relação a 15 importantes critérios de segurança e detalha o que constatou em relação ao cumprimento dos critérios pelos fornecedores e como eles se posicionam entre si. O objetivo é ajudar profissionais de segurança e riscos a escolher o parceiro de nuvem pública correto, com as melhores opções de controles e recursos gerais de segurança. A AWS é líder do grupo e, além de demonstrar um amplo conjunto de recursos de segurança em segurança, certificações e segurança de redes de datacenter, também teve avaliação excepcional em satisfação do cliente, parcerias de serviços de segurança e uma grande base instalada.

Leia o relatório on-line

Outubro de 2014

Para examinar o custo da nuvem ao longo do tempo no "mundo real", a 451 Research criou um índice de preço da nuvem (CPI). Como um índice de preços ao consumidor, o índice de preço da nuvem é composto de uma cesta de mercadorias, que neste caso é uma especificação dos serviços necessários para operar uma aplicação típica de servidor web. 

Faça o download do relatório

Março de 2014

Este estudo da Nucleus Research compara a confiabilidade da infraestrutura de nuvem e a disponibilidade dos aplicativos executados na nuvem diretamente com a execução de cargas de trabalho localmente. A Nucleus entrevistou 198 clientes da AWS que relataram ter migrado cargas de trabalho existentes do ambiente local para a AWS. Os analistas constataram que os clientes conseguiram reduzir a inatividade não planejada em 32% e reduzir a inatividade planejada em 29%.

Faça download do relatório

Fevereiro de 2013

A VMS AG utilizou sua inteligência líder do setor para desenvolver uma análise de custo detalhada sobre a execução de sistemas de ERP SAP pequenos e grandes na AWS, usando as práticas recomendadas de mais de 2.850 ambientes SAP. A pesquisa constatou que a execução de aplicações SAP na AWS oferece economias de infraestrutura de até 71% em relação à execução local.

Faça o download do relatório

Agosto de 2012

Este whitepaper, patrocinado pela AWS, destaca dois clientes (Twitpic e PBS) que usam o Amazon CloudFront para fornecer seu conteúdo. O documento oferece dados comparativos de desempenho que mostram que o Amazon CloudFront é o mais rápido entre as principais CDNs em vários testes de latência e supera em todos os testes a latência média de outras CDNs de ponta. O documento também apresenta os resultados dos testes executados no site Amazon.com (que realiza testes de desempenho em diversas CDNs de ponta), que mostram que o desempenho do Amazon CloudFront é, em média, 7% superior ao da CDN mais próxima e 51% superior ao da terceira CDN testada, ilustrando por que a grande maioria do tráfego no site Amazon.com é atualmente servida pelo Amazon CloudFront.

Faça o download do relatório

Janeiro de 2012

Este documento, de autoria do Enterprise Strategy Group, apresenta os problemas enfrentados pelas organizações ao implementar a recuperação de desastres, descreve como a nuvem muda o panorama e explica como um conjunto de componentes da Amazon Web Services (AWS) pode tornar a recuperação de desastres na nuvem simples e econômica.

Faça o download do relatório