Registre facilmente dispositivos conectados em massa

O AWS IoT Device Management ajuda você a registrar novos dispositivos usando o console de gerenciamento ou API de IoT para fazer upload de modelos que você preenche com informações como fabricante e número de série do dispositivo, certificados de identidade X.509 ou políticas de segurança. Assim, você pode configurar toda a frota de dispositivos com essas informações por meio de apenas alguns cliques no console de gerenciamento.

AWS IoT Device Management – Integrar dispositivos

Organize dispositivos conectados em grupos

Com o AWS IoT Device Management, você pode agrupar sua frota de dispositivos em uma estrutura hierárquica baseada em função, requisitos de segurança ou qualquer outra categoria. É possível agrupar um dispositivo em uma sala, agrupar dispositivos que operam no mesmo andar ou agrupar todos os dispositivos que operam em um edifício. Esses grupos podem ser usados para gerenciar políticas de acesso, ver métricas operacionais ou executar ações em dispositivos em todo o grupo. Você também pode automatizar a organização de seus dispositivos com grupos dinâmicos de coisas. Seu grupo de coisa dinâmica adicionará dispositivos automaticamente para atender aos critérios especificados e remove os dispositivos que não mais corresponderem aos critérios.

AWS IoT Device Management – Grupos de dispositivos conectados

O AWS IoT Device Management facilita a consulta de um grupo de dispositivos e a agregação de estatísticas nos registros de dispositivos com base em qualquer combinação de indexação de atributos, estados e conectividade de dispositivos, para que você possa organizar e entender melhor sua frota. Por exemplo, você pode procurar um grupo de sensores de temperatura conectados em uma instalação de fabricação, contar o número de sensores com uma versão de firmware específica e encontrar a leitura de temperatura média para esses sensores.

AWS IoT Device Management – Indexação e pesquisa de frotas

Registro em log detalhado de dispositivos

O AWS IoT Device Management permite coletar registros de dispositivos para que, em caso de problemas, você possa consultar os dados do registro para descobrir o que deu errado. Você pode configurar os logs para incluir apenas as métricas essenciais para a performance do dispositivo e possibilitar a rápida identificação dos problemas. Por exemplo, você pode incluir métricas de dispositivo como códigos de erro que indicam falhas de download ou contadores de reinício de dispositivos para identificar e resolver rapidamente problemas em dispositivos dentro de um grupo de dispositivos.

AWS IoT Device Management – Registro em log

Gerencie remotamente os dispositivos conectados

O AWS IoT Device Management permite que você envie software e firmware para dispositivos em campo para corrigir vulnerabilidades de segurança e melhorar a funcionalidade do dispositivo. É possível executar atualizações em massa, controlar a velocidade de implantação, definir limites de falha e definir trabalhos contínuos para atualizar o software do dispositivo automaticamente para que eles estejam sempre executando a versão mais recente. Você pode enviar remotamente ações como reinicializações ou restauração de configurações de fábrica para corrigir problemas de software nos dispositivos ou restaurá-lo às configurações originais. Você também pode assinar digitalmente arquivos que envia a seus dispositivos, ajudando a garantir que seus dispositivos não sejam comprometidos.

O trabalho de atualização remota (OTA) do FreeRTOS permite usar o AWS IoT Device Management para programar atualizações de software de dispositivos do FreeRTOS. Você também pode usar o recurso de assinatura de código.

Você também pode criar uma tarefa de atualização do AWS IoT Greengrass Core para um ou mais dispositivos AWS IoT Greengrass Core usando o AWS IoT Device Management para implantar atualizações de segurança, correções de bugs e novos recursos do AWS IoT Greengrass nos dispositivos conectados.

AWS IoT Device Management – Gerenciamento remoto

Tunelamento seguro

O AWS IoT Device Management é compatível com a criação de um túnel de dispositivo (uma sessão segura de comunicações remotas com um dispositivo). Isso fornece conectividade segura a dispositivos individuais, que você pode usar para diagnosticar problemas e tomar medidas para resolvê-los em apenas alguns cliques. Você também pode criar rapidamente soluções de acesso remoto para conectar-se a dispositivos em redes isoladas ou atrás de firewalls. Você pode estabelecer essas conexões confiáveis ​​que permitem cumprir as políticas de segurança corporativa de seus clientes, sem a necessidade de ajustar configurações de firewall ou gerenciar proxies para cada rede de usuários. Isso é realizado por uma conexão de túnel iniciada mutuamente entre os dispositivos de origem e de destino que é intermediada pelo recurso Tunelamento seguro no AWS IoT Device Management. Essas conexões de dispositivo seguras são autenticadas e criptografadas usando o TLS (Transport Layer Security) e podem ser configuradas com uma configuração de tempo limite definido pelo usuário que garantirá o fechamento das conexões após um determinado período de tempo.

Para habilitar o Tunelamento seguro para seus dispositivos IoT, você precisará integrar dois componentes - um agente de dispositivo e um aplicativo proxy local. O agente do dispositivo é usado para lidar com a configuração da conexão de túnel através do recurso Tunelamento seguro no AWS IoT Device Management. Depois que o túnel seguro é estabelecido, o aplicativo proxy local em execução em cada dispositivo de origem e destino é responsável por orquestrar o fluxo de comandos e dados entre o dispositivo e o túnel.

Tunelamento seguro e como ele funciona

Saiba mais sobre a definição de preço do AWS IoT Device Management

Acesse a página de definição de preço
Pronto para começar?
Cadastre-se
Tem outras dúvidas?
Entre em contato conosco