title-divider_aws-orange
sustainability_greener-in-the-cloud

Qualquer análise sobre o impacto no clima de um datacenter deve considerar o uso de recursos e a eficiência energética, além do uso de diferentes fontes de energia. As emissões de carbono são um fator composto por três itens: a quantidade de servidores em execução, a energia total necessária para alimentar cada servidor e a intensidade de carbono das fontes de energia usadas nesses servidores. Uma postagem recente no blog de Jeff Barr descreve por que usar menos servidores e aproveitar melhor a energia deles é tão importante para reduzir o impacto de carbono do datacenter da empresa quanto usar diferentes fontes de energia.

Um típico provedor de nuvem em grande escala alcança aproximadamente 65% da taxa de utilização do servidor em comparação com 15% no local, o que significa que, quando as empresas mudam para a nuvem elas normalmente provisionam menos de ¼ dos servidores que provisionariam localmente.1 Além disso, um datacenter local típico é 29% menos eficiente com relação ao uso de energia comparado como um típico provedor de nuvem em grande escala que usa projetos de instalação, sistemas de refrigeração e equipamento otimizado para cargas de trabalho de classe mundial.2 Ao considerar tudo isso (utilização de menos servidores, além de servidores mais eficientes com relação à energia), os clientes utilizam somente 16% da energia em comparação com a infraestrutura no local. Isso representa uma redução de 84% na quantidade de energia necessária.

Esse aumento na melhoria da eficiência energética promove uma grande redução do impacto climático, pois menos energia consumida significa menos emissões de carbono. A melhoria no impacto climático aumenta ainda mais quando se considera que o datacenter corporativo médio usa fontes de energia mais sujas do que um típico provedor de nuvem de grande escala. Provedores de nuvem em grande escala (incluindo a AWS) usam diferentes fontes de energia com 28% menos carbono do que a média global.​3

sustainability_servers-cloud

Ao combinar a parcela de energia necessária com diferentes fontes de energia que usam menos carbono, os clientes podem obter uma redução nas emissões de carbono de 88% migrando para a nuvem e a AWS.

Leia mais aqui.

sustainability_banner-trees

 

Progredimos muito nesse compromisso. Em janeiro de 2018, a AWS alcançou 50% de uso de energia renovável.

Clique em cada logotipo para saber mais sobre nossos projetos de energia renovável.

title-divider_aws-orange
Amazon_SolarFarm_Virginia_EasternShore_Color_Wide_Transparency

A Amazon Solar Farm Virginia – Eastern Shore é uma fazenda de energia solar de 80 megawatts no condado de Accomack, Virgínia. A fazenda de energia solar iniciou as operações em outubro de 2016 e deve gerar aproximadamente 170.000 megawatts-hora de energia solar por ano, ou o suficiente para alimentar aproximadamente 15.000 residências dos EUA4 em um ano. Clique aqui para assistir ao vídeo.

A Amazon Solar Farm Virginia – Eastern Shore é uma fazenda de energia solar de 80 megawatts no condado de Accomack, Virgínia.

Amazon_SolarFarm_Virginia_Buckingham_Color_Wide-Transparency

A Amazon Solar Farm Virginia – Buckingham é uma fazenda de energia solar de 20 megawatts no condado de Buckingham, Virgínia. A fazenda de energia solar iniciou as operações em novembro de 2017 e deve gerar mais de 48.000 megawatts-hora de energia solar por ano, ou o suficiente para alimentar mais de 4.000 residências dos EUA4 em um ano.

A Amazon Solar Farm Virginia – Buckingham é uma fazenda de energia solar de 20 megawatts no condado de Buckingham, Virgínia.

Amazon_SolarFarm_Virginia_NewKent_Color_Wide_Transparency

A Amazon Solar Farm Virginia – New Kent é uma fazenda de energia solar de 20 megawatts no condado de New Kent, Virgínia. A fazenda de energia solar iniciou as operações em novembro de 2017 e deve gerar mais de 48.000 megawatts-hora de energia solar por ano, ou o suficiente para alimentar mais de 4.000 residências dos EUA4 em um ano.

A Amazon Solar Farm Virginia – New Kent é uma fazenda de energia solar de 20 megawatts no condado de New Kent, Virgínia.

Amazon_SolarFarm_Virginia_Sappony_Color_Wide_Transparency

A Amazon Solar Farm Virginia – Sappony é uma fazenda de energia solar de 20 megawatts no condado de Sussex, Virgínia. A fazenda de energia solar iniciou as operações em novembro de 2017 e deve gerar mais de 48.000 megawatts-hora de energia solar por ano, ou o suficiente para alimentar mais de 4.000 residências dos EUA4 em um ano.

A Amazon Solar Farm Virginia – Sappony é uma fazenda de energia solar de 20 megawatts no condado de Sussex, Virgínia.

Amazon_SolarFarm_Virginia_Scott_Color_Wide_Transparency

A Amazon Solar Farm Virginia – Scott é uma fazenda de energia solar de 20 megawatts no condado de Powhatan, Virgínia. A fazenda de energia solar iniciou as operações em dezembro de 2017 e deve gerar mais de 48.000 megawatts-hora de energia solar por ano, ou o suficiente para alimentar mais de 4.000 residências dos EUA4 em um ano.

A Amazon Solar Farm Virginia – Scott é uma fazenda de energia solar de 20 megawatts no condado de Powhatan, Virgínia.

Amazon_SolarFarm_Virginia_Southampton_Color_Wide_Transparency

A Amazon Solar Farm Virginia – Southampton é uma fazenda de energia solar de 100 megawatts no condado de Southampton, Virgínia. A fazenda de energia solar iniciou as operações em novembro de 2017 e deve gerar cerca de 210.000 megawatts-hora de energia solar por ano, ou o suficiente para alimentar mais de 19.000 residências dos EUA4 em um ano.

A Amazon Solar Farm Virginia – Southampton é uma fazenda de energia solar de 100 megawatts no condado de Southampton, Virgínia.

Amazon_Windfarm_Indiana_FowlerRidge_Color_Wide_transparency

A Amazon Wind Farm Indiana – Fowler Ridge é uma fazenda de energia eólica de 150 megawatts no condado de Benton, Indiana. A fazenda de energia eólica iniciou as operações em janeiro de 2016 e deve gerar aproximadamente 500.000 megawatts-hora de energia eólica por ano, ou o suficiente para alimentar aproximadamente 46.000 residências dos EUA em um ano4. Clique aqui para assistir ao vídeo.

A Amazon Wind Farm Indiana – Fowler Ridge é uma fazenda de energia eólica de 150 megawatts no condado de Benton, Indiana.

Amazon_Windfarm_NorthCarolina–DesertWind_Color_Wide_Transparency

A Amazon Wind Farm North Carolina – Desert Wind é uma fazenda de energia eólica de 208 megawatts nos condados de Perquimans e Pasquotank, Carolina do Norte. A fazenda de energia eólica iniciou as operações em dezembro de 2016 e deve gerar aproximadamente 670.000 megawatts/hora de energia eólica por ano, ou o suficiente para alimentar aproximadamente 61.000 residências dos EUA4 em um ano. A Amazon Wind Farm US East é a primeira fazenda de energia eólica em escala de serviços no estado da Carolina do Norte.

A Amazon Wind Farm North Carolina – Desert Wind é uma fazenda de energia eólica de 208 megawatts nos condados de Perquimans e Pasquotank, Carolina do Norte.

Amazon_Windfarm_Ohio_TimberRoad_Color_Wide-Transparency

A Amazon Wind Farm Ohio – Timber Road é uma fazenda de energia eólica de 100 megawatts no condado de Paulding, Ohio. A fazenda de energia eólica iniciou as operações em dezembro de 2016 e deve gerar aproximadamente 320.000 megawatts/hora de energia eólica por ano, ou o suficiente para alimentar mais de 29.000 residências dos EUA em um ano4. Clique aqui para assistir ao vídeo.

A Amazon Wind Farm Ohio – Timber Road é uma fazenda de energia eólica de 100 megawatts no condado de Paulding, Ohio.

Esses projetos de energia renovável fornecerão anualmente mais de 2 milhões de MWh de energia na grade elétrica dos datacenters da AWS localizados nas regiões da AWS Leste dos EUA (Ohio) e Leste dos EUA (Norte da Virgínia). A eletricidade produzida por esses projetos é suficiente para alimentar o equivalente a mais de 190.000 residências dos EUA por ano, aproximadamente o tamanho da cidade de Atlanta, Georgia.5

 

Além do progresso da energia renovável da AWS, a Amazon.com anunciou diversos novos projetos. Visite o site de Sustentabilidade da Amazon para obter mais detalhes.

title-divider_aws-orange

Em janeiro de 2018, a AWS alcançou 50% de uso de energia renovável.

title-divider_aws-orange

Cinco fazendas solares anunciadas previamente pela AWS já estão em operação no estado da Virgínia. Juntamente com a Amazon Solar Farm US East, as seis fazendas solares fornecem 260 megawatts de capacidade de energia renovável para a grade.

title-divider_aws-orange

A AWS e a Dominion Virginia Power se uniram para proporcionar um contrato de entrega de energia renovável. Leia o blog do Rocky Mountain Institute aqui para obter mais detalhes.

VEJA MAIS DETALHES

 

title-divider_aws-orange
  • Amazon Wind Farm US Central

    USCentralWindFarm_sized
  • Amazon Wind Farm Fowler Ridge

    Windfarm_02
  • Amazon Solar Farms US East

    Amazon_Solar_Farm_03
DJI_0078
Fowler-Ridge_11
Fowler-Ridge_6
sustainability_banner-trees
title-divider_aws-orange

A AWS abriu sua primeira região de carbono neutro em 2011 e agora oferece cinco regiões desse tipo separadas para uso pelos clientes.

1 Fonte: relatório NRDC 2014 “Avaliação da eficiência do datacenter

2 Fonte: Power Usage Effectiveness (PUE – Eficiência do uso da energia) dos datacenters locais do estudo do 2014 Uptime Institute e a PUE dos datacenters de nuvem nas informações públicas do Google e Facebook, além dos dados internos da AWS, todos mostrando PUEs abaixo de 1,2

3 Fonte: a intensidade média de carbono proveniente do uso de diferentes fontes de energia da AWS de 393 gramas/kWh para junho de 2015 e os dados da Mistura de energia global de 2014 da Agência Internacional de Energia para hipóteses locais

4 Em 2016, o consumo médio anual de eletricidade de um cliente residencial de serviços dos EUA era de 10.766 quilowatts/hora (kWh), uma média de 897 kWh por mês (Administração de Informações de Energia dos EUA)

5 Fonte: Divisão da população da cidade de Atlanta, Georgia (486.290 em 2017) pelo número médio de pessoas por residência em 2017 (2,54, de acordo com o Departamento de Censo dos EUA), resultando em 191.452 residências.