A Amazon Virtual Private Cloud (Amazon VPC) permite provisionar uma seção da nuvem da Amazon Web Services (AWS) isolada logicamente onde é possível executar recursos da AWS em uma rede virtual que você mesmo define. Você tem controle total sobre seu ambiente de redes virtuais, incluindo a seleção do seu próprio intervalo de endereços IP, a criação de sub-redes e a configuração de tabelas de rotas e gateways de rede. Você pode usar IPv4 e IPv6 na VPC para acessar recursos e aplicativos com segurança e facilidade.

É possível personalizar facilmente a configuração de rede para a sua Amazon Virtual Private Cloud. Por exemplo, você pode criar uma sub-rede voltada para o público com foco nos servidores Web que tenham acesso à Internet e colocar seus sistemas back-end, como bancos de dados ou servidores de aplicativos em uma sub-rede de uso privado sem acesso à Internet. Você pode usar várias camadas de segurança, incluindo grupos de segurança e listas de controle de acesso à rede, para ajudar a controlar o acesso às instâncias do Amazon EC2 em cada sub-rede.

Definição de preço da conexão do AWS Site-to-Site VPN

As informações de definição de preço do AWS Site-to-Site VPN estão disponíveis aqui.


Definição de preço do AWS PrivateLink

As informações de definição de preço do AWS PrivateLink estão disponíveis aqui.


Definição de preço do espelhamento de tráfego do Amazon VPC

Se você optar por habilitar o espelhamento de tráfego na interface de rede elástica (ENI) de instâncias do Amazon EC2, cada ENI habilitada com espelhamento de tráfego será cobrada por hora. Se você não quiser mais ser cobrado pelo espelhamento de tráfego, simplesmente desabilite esse recurso nas ENIs das instâncias do EC2 usando o Console de Gerenciamento da AWS, a interface da linha de comando ou a API.

Exemplo de definição de preço

Você habilita uma sessão de espelhamento de tráfego em cinco ENIs em uma Amazon VPC na região Leste dos EUA (Ohio). As sessões de espelhamento de tráfego ficaram ativas por 30 dias, 24 horas por dia. Você será cobrado por hora de atividade das sessões de espelhamento de tráfego nas ENIs. A taxa horária para a região Leste dos EUA (Ohio) é 0,015 USD. O resultado será uma cobrança de 54 USD.


Definição de preço do gateway NAT

Se você desejar criar um gateway NAT na sua VPC, será cobrada cada “hora de gateway NAT” em que seu gateway NAT for provisionado e estiver disponível. As cobranças de processamento de dados aplicam-se a cada Gigabyte processado por meio do gateway NAT, independentemente da origem ou do destino do tráfego. Cada fração de hora de gateway NAT consumida será cobrada como uma hora completa. Também haverá cobrança de transferência de dados padrão da AWS para todos os dados transferidos por meio do gateway NAT. Caso não deseje mais pagar por um gateway NAT, basta excluí-lo usando o Console de Gerenciamento da AWS, a interface da linha de comando ou a API.

Exemplo de definição de preço do gateway NAT

Suponhamos que você criou um gateway NAT e tenha uma instância do EC2 fazendo o roteamento para a Internet usando o gateway NAT. Sua instância do EC2 por trás do gateway NAT enviará um arquivo de 1 GB para um dos buckets do S3. A instância do EC2, o gateway NAT e o bucket do S3 encontram-se na mesma região, a região Leste dos EUA (Ohio), e o gateway NAT e a instância do EC2 estão na mesma zona de disponibilidade. Nós calcularemos seus custos conforme está demonstrado abaixo:

  • Cobrança por hora do gateway NAT: a cobrança do gateway NAT é feita por hora. Para esta região, a taxa é de 0,045 USD por hora.
  • Cobrança de processamento de dados do gateway NAT: 1 GB de dados passaram pelo gateway NAT. A cobrança do processamento de dados do gateway NAT será aplicada e resultará no valor de 0,045 USD.
  • Cobrança de transferência de dados: esta é a cobrança padrão da transferência de dados do EC2. 1 GB de dados foi transferido da instância do EC2 para o S3 por meio do gateway NAT. Não haverá cobrança para a transferência de dados da instância do EC2 para o S3, pois é uma transferência de dados para fora do Amazon EC2 para o S3 na mesma região. Também não haverá cobrança para a transferência de dados entre o gateway NAT e a instância do EC2, pois o tráfego permanecerá na mesma zona de disponibilidade usando endereços IP privados. Haverá uma cobrança de transferência de dados entre o gateway NAT e a instância do EC2 se eles estiverem em zonas de disponibilidade diferentes. Acesse a seção de transferência de dados da página de definição de preço do EC2 para obter mais detalhes.
Em suma, sua cobrança será de 0,045 USD por 1 GB de dados processados pelo gateway NAT e uma cobrança de 0,045 USD por hora sempre será aplicada após o provisionamento e a disponibilização do gateway NAT. A transferência de dados não será cobrada neste exemplo. No entanto, se você enviar o arquivo para um local da Internet que não seja da AWS, será feita a cobrança de transferência de dados por ser uma transferência de dados para fora do Amazon EC2 para a Internet.
 
Observação: para evitar a cobrança de processamento de dados do NAT Gateway neste exemplo, configure um VPC endpoint do tipo gateway e roteie o tráfego de/para o S3 por meio do VPC endpoint, em vez de usar o NAT Gateway. Não há cobranças por hora nem de processamento de dados referentes ao uso de VPC Endpoints do tipo gateway. Para obter detalhes sobre como usar os VPC endpoints, acesse a documentação sobre VPC endpoints.

Exceto quando informado de outra forma, nossos preços não incluem impostos e taxas, inclusive ICMS e imposto sobre vendas aplicáveis. Para clientes com endereço de pagamento no Japão, o uso da AWS está sujeito ao imposto sobre o consumo japonês. Saiba mais.

Saiba como começar a usar a Amazon VPC

Acesse a página de conceitos básicos
Pronto para começar?
Cadastrar-se
Mais dúvidas?
Entre em contato conosco