Implantação de referência

WordPress High Availability by Bitnami na AWS

Publicação Web com o WordPress e o Amazon Aurora em um ambiente da nuvem de alta disponibilidade

Este Quick Start implanta o WordPress High Availability by Bitnami, que inclui o WordPress com o Amazon Aurora, em um ambiente altamente disponível da AWS, em cerca de 40 minutos.

O WordPress é uma plataforma de publicação na web para a criação de blogs e sites. O WordPress pode ser personalizado com uma ampla seleção de temas, extensões e plug-ins. O WordPress High Availability by Bitnami instala o aplicativo do WordPress em vários servidores na Nuvem AWS para oferecer alta performance e disponibilidade. O banco de dados relacional Aurora também é instalado para ajudar a reduzir custos, simplificar as tarefas de configuração e escalar com facilidade. O banco de dados e o aplicativo do WordPress são instalados em instâncias diferentes do Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) para ajudar a aprimorar a segurança e o controle de acesso. Opcionalmente, você também pode implantar um servidor do Amazon ElastiCache for Memcached para armazenar em cache consultas de banco de dados.

O Quick Start inclui os modelos do AWS CloudFormation e um guia que fornece instruções detalhadas para ajudar a aproveitar a implantação ao máximo.

logotipo da couchbase

Este Quick Start foi desenvolvido pela Bitnami em colaboração com a AWS. Bitnami é uma
Parceira da APN.

  •  O que você criará
  •  Como implantar
  •  Custo e licenças
  •  O que você criará
  • Use este Quick Start para definir o seguinte ambiente configurável na AWS:

    • Uma arquitetura de alta disponibilidade que abrange duas zonas de disponibilidade.*
    • Uma Virtual Private Cloud (VPC) configurada com sub-redes públicas e privadas de acordo com as melhores práticas da AWS. Isso fornece a infraestrutura de rede para sua implantação.*
    • Um Internet Gateway para fornecer acesso à Internet. Esse gateway é usado pelos hosts bastion para enviar e receber tráfego.*
    • Nas sub-redes públicas, gateways NAT gerenciados para permitir acesso de saída à Internet para recursos nas sub-redes privadas.*
    • Nas sub-redes públicas, bastion hosts do Linux em um grupo de Auto Scaling para permitir acesso de entrada Secure Shell (SSH) às instâncias do EC2 em sub-redes públicas e privadas.*
    • Elastic Load Balancing (ELB) para distribuir pedidos HTTP e HTTPS através de múltiplas instâncias do WordPress.
    • Em sub-redes privadas, instâncias do EC2 que hospedam o aplicativo WordPress no Apache. Essas instâncias são fornecidas em um grupo de Auto Scaling para garantir a alta disponibilidade.
    • Em sub-redes privadas, as instâncias do Aurora DB administradas pelo Amazon Relational Database Service (Amazon RDS).
    • Nas sub-redes privadas, o Amazon Elastic File System (Amazon EFS) para compartilhar ativos (como plugins, temas e imagens) em instâncias do WordPress.
    • Nas sub-redes privadas, nós do Amazon ElastiCache for Memcached para armazenar em cache consultas do banco de dados.

    * O modelo que implanta o Quick Start em uma VPC existente ignora as tarefas marcadas com asteriscos e solicita a configuração dessa VPC existente.

  •  Como implantar
  • Para implantar o WordPress High Availability by Bitnami na AWS, siga as instruções no guia de implantação. O processo de implantação inclui as seguintes etapas:

    1. Caso ainda não tenha uma conta da AWS, cadastre-se em https://aws.amazon.com.
    2. Inicie o Quick Start. Cada implantação demora cerca de 40 minutos. Você pode escolher entre duas opções:
    3. Teste a implantação acessando o WordPress e fazendo login no painel pela interface de usuário do WordPress ou por uma conexão ao cluster por meio de SSH.
    4. (Opcional) Se você habilitou o ElastiCache, teste o plug-in W3 Total Cache, que configura o cache do WordPress.
    5. (Opcional) Personalize a configuração do OPcache, que é o cache de byte code do PHP.

    Para personalizar a sua implantação, você pode mudar a configuração do banco de dados Aurora, a configuração do ElastiCache, as configurações de DNS e SSL e as configurações do servidor web do WordPress.

  •  Custo e licenças
  • Você é responsável pelo custo dos serviços da AWS usados durante essa implantação de referência do Quick Start. Não há custo adicional pelo uso do Quick Start.

    O modelo do AWS CloudFormation para este Quick Start inclui parâmetros de configuração personalizáveis. Algumas dessas configurações, como o tipo de instância, afetarão o custo de implantação. Para obter estimativas de custo, leia as páginas de definição de preço de cada serviço da AWS que você usará. Esses preços estão sujeitos a mudanças.

    Dica     Depois de implantar o Quick Start, recomendamos que você habilite os Relatórios de custos e uso da AWS para monitorar os custos associados ao Quick Start. Este relatório fornece métricas de faturamento para um bucket do S3 na sua conta. Ele fornece estimativas de custo com base no uso ao longo de cada mês e finaliza os dados no fim do mês. Para obter mais informações sobre o relatório, consulte a documentação da AWS.

    O WordPress High Availability by Bitnami e seus componentes são fornecidos como um software livre e são distribuídos sob as seguintes licenças:

    • WordPress: Licença pública geral GNU versão 2 (GPL2)
    • Apache HTTP Server: Licença Apache versão 2.0 (APACHE2)
    • PHP: a Licença PHP versão 3.01 (PHP)
    • Cliente MySQL: Licença pública geral GNU versão 2 (GPL2)
    • Gonit: Licença pública geral GNU versão 2 (GPL2)

    Para verificar as licenças para outros componentes implementados por este Quick Start, veja a pasta /opt/bitnami/licenses de sua pilha após implantar o Quick Start.