Mais arquivos, mais problemas?

Praticamente todas as empresas, independentemente do setor, precisam armazenar arquivos: backups, conteúdo de mídia ou conjuntos de dados de aplicativos verticais especializados. O gerenciamento e a escalabilidade da infraestrutura local para fornecer armazenamento online e distribuição desses arquivos de backup ou conteúdo são frequentemente tarefas cansativas e onerosas, exigindo atualizações de hardware, expansão e licenciamento de software e incorrendo em altos custos. Esses grandes repositórios de dados de arquivos podem ser segregados em servidores de arquivos, unidades NAS ou sistemas de backup especializados, limitando o acesso para aplicativos de análises de big data ou processamento de mídia.

A interface de arquivos (ou gateway de arquivos) do AWS Storage Gateway permite uma conexão transparente à nuvem para armazenar arquivos de dados de aplicativos e imagens de backup como objetos resilientes no armazenamento na nuvem do Amazon S3. O gateway de arquivos oferece acesso baseado em SMB ou NFS a dados no Amazon S3 com cache local. Ele pode ser usado para aplicativos locais e para aplicativos residentes no Amazon EC2 que precisam de armazenamento de arquivos no S3 para cargas de trabalho baseadas em objetos.

Demonstração: File Storage on Amazon S3 with Multi-site Access (6min32s)

Por que usar o AWS Storage Gateway e o Amazon S3 para armazenamento de arquivos

Fácil conexão à nuvem híbrida

Interfaces tradicionais: SMB, NFS ou APIs do S3

Acesso e distribuição globais

Escalabilidade e flexibilidade da AWS

Depois que o gateway de arquivos move dados para o Amazon S3, você pode manipular, analisar e gerenciar esses dados usando serviços da AWS nativos por meio de APIs. Além disso, a partir do seu bucket do Amazon S3, você pode distribuir esses dados para outras regiões do mundo com a replicação entre regiões, aplicar ferramentas de gerenciamento de armazenamento, usar políticas de ciclo de vida para migrá-los para o armazenamento na nuvem de arquivamento do Amazon Glacier e até mesmo implantar gateways de arquivos adicionais para acessá-los de outros sites.

Casos de uso do gateway de arquivos

Repositório de conteúdo online

O gateway de arquivos permite armazenar arquivos grandes e ativos de mídia na AWS com economia e resiliência. Os aplicativos locais também se beneficiam de uma cache local de baixa latência com o conteúdo usado frequentemente. O resultado é um armazenamento de conteúdo de nuvem em camadas e híbrido que pode ser acessado facilmente por aplicativos locais por meio de NFS ou SMB de qualquer local onde você implantar dispositivos de gateway, inclusive no Amazon EC2. O Storage Gateway preserva automaticamente os metadados dos arquivos como metadados de objetos, além de preservar a estrutura de diretórios incluindo-a no nome do objeto. O conteúdo armazenado no Amazon S3 pode ser manipulado por serviços na nuvem por meio de APIs (por exemplo, para redimensionar automaticamente imagens com uma função do AWS Lambda ou para indexar esses arquivos com o Amazon Elasticsearch Service).

Backup para a nuvem

Muitas organizações iniciam sua jornada para a nuvem movendo dados secundários e terciários, como backups, para a nuvem. As interfaces SMB e NFS do gateway de arquivos oferecem um meio ideal para que grupos de TI simplesmente façam a transição de tarefas de backup de sistemas de backup locais atuais para a nuvem. Aplicativos de backup, ferramentas de banco de dados nativas ou scripts que conseguem gravar nas interfaces SMB ou NFS podem gravar no gateway de arquivos, que armazena backups como objetos do Amazon S3 com até 5 TiB de tamanho. Com um cache local dimensionado corretamente, os backups recentes podem ser usados para recuperações locais rápidas, e as necessidades de retenção de longo prazo são atendidas enviando os backups para os níveis de armazenamento na nuvem de baixo custo: S3 Standard, S3 Infrequent Access e Amazon Glacier.

Big data, Machine Learning e processamento

O gateway de arquivos facilita o uso de Machine Learning por equipes de negócios, inteligência, análises ou outras para mover facilmente dados baseados em arquivos para o Amazon S3. Eles podem usar os dados para análises, com consultas no local usando serviços como Amazon Athena ou Amazon Redshift Spectrum, ou carregá-los em outras ferramentas de nuvem, como o Amazon EMR para processamento baseado no Hadoop. Após a análise, os conjuntos de resultados podem ser armazenados de volta no mesmo bucket, e o serviço Storage Gateway pode tornar esses novos arquivos de resultados (objetos) visíveis para aplicativos locais em qualquer lugar que você implantar um gateway de arquivos.

Além disso, você pode aplicar funções de computação simples com o AWS Lambda para processar arquivos de dados armazenados no S3 com o gateway de arquivos ou até mesmo aplicar serviços de Machine Learning aos dados (por exemplo, usando o Amazon Rekognition para executar o reconhecimento de imagens ou sinalizar conteúdo questionável).

Aplicativos em setores verticais

Setores como petróleo e gás, mídia e entretenimento, design e arquitetura, e manufatura têm aplicativos específicos do domínio que geram grandes arquivos especializados. Muitas vezes, esses arquivos precisam ser distribuídos ou, pelo menos, acessados de vários sites. Com o tempo, a maioria desses arquivos passa a ser acessada com pouco frequência e pode ser armazenada em armazenamento na nuvem online econômico, mas resiliente, ou então totalmente arquivada. O gateway de arquivos permite que esses aplicativos locais, em diversas localizações, usem o Amazon S3 e o Amazon Glacier para armazenar os arquivos. Além disso, ele permite migrar esses aplicativos baseados em arquivos para o Amazon EC2, disponibilizando um repositório central, com acesso global e baseado no armazenamento de objetos do Amazon S3.

Resultados disponibilizados pelo gateway de arquivos e pela AWS

Resultados de TI

  • Reduzir a área da infraestrutura de datacenter; minimizar pilhas de armazenamento e backup
  • Priorizar iniciativas, aplicativos, arquiteturas ideais e operações flexíveis eficientes com valor estratégico
  • Reduzir a sobrecarga operacional da manutenção e atualização de hardware
  • Escalabilidade global com redundância fácil, sem gerenciamento de infraestrutura
  • Resiliência de dados: o armazenamento na nuvem do Amazon S3 e do Amazon Glacier foi projetado para oferecer uma resiliência de 99,999999999%

Resultados empresariais

  • Flexibilidade para evolução da empresa conforme a necessidade
  • Mudança para modelo de OpEx e compras de consumo que pode ser alinhado ao crescimento das linhas de negócios
  • Eliminação de desembolsos grandes e inesperados de CapEx
  • Redução do custo total do armazenamento e processamento de dados
  • Confiança de que os dados críticos estão protegidos e seguros, bem como de que a organização está em conformidade com os regulamentos necessários
“Nossa estratégia digital imersiva está nos permitindo explorar o imenso potencial da ciência de mRNA para disponibilizar medicamentos revolucionários no combate a várias doenças, o que ajudou a nos posicionar como uma das empresas de biotecnologia de maior crescimento no mercado. Sistemas de TI baseados em nuvem, integrados e orquestrados de forma transparente são essenciais para gerenciar e industrializar a execução e o planejamento complexos do aumento da escala vertical do nosso pipeline de mRNA em cada estágio do desenvolvimento de medicamentos. O AWS Storage Gateway é uma grande promessa na transformação do modo como transferimos dados para a nuvem. A interface de arquivos possibilita a fácil integração de arquivos de dados de instrumentos de análise e o armazenamento transparente do S3 permite conectar facilmente nossos aplicativos baseados em nuvem e aproveitar os avançados recursos de armazenamento do S3. Agora, com o AWS File Gateway, podemos utilizar todos os recursos da AWS em nossos dados de instrumentos.”

– Dave Johnson, PhD, diretor de informática, Moderna Therapetuics

Saiba mais sobre a definição de preço do AWS Storage Gateway

Acesse a página de definição de preço