O blogue da AWS

#AWSSummit Insights – Lançando seu primeiro aplicativo de Big Data: Caso Viva Real


Expandir o conhecimento na nuvem é o principal objetivo do AWS Summit São Paulo, e dentro da extensa programação que oferecemos nesta edição estão as sessões técnicas sobre os maiores desafios das empresas na nuvem, como lidar com a enorme quantidade de dados em seus sistemas e tirar o melhor proveito dessas informações para guiar seus negócios. O desafio para criar o primeiro aplicativo de Big Data foi a sessão comandada pelo Gerente de Arquitetura para o Setor Público da AWS, Alex Coqueiro, que convidou o Gerente de Engenharia da empresa Viva Real, Luis Guerreiro, para mostrar um exemplo prático de um problema solucionado com os diversos serviços disponíveis na nuvem.

O caso Viva Real

Hoje com seis mercados na América Latina e nos EUA, o Viva Real tem 16 escritórios só no Brasil, mas começou como uma pequena startup na Colômbia em 2007, quando tinha acabado de criar a primeira versão do seu sistema para o mercado imobiliário e decidiu usar a Amazon Web Services como seu ambiente de hospedagem. Ao longo do tempo, a empresa cresceu rápido por toda a região e foi sofisticando seu uso da nuvem, atingindo hoje 2 milhões de usuários mensais, e 25 milhões de eventos por dia. Mas para acompanhar tanto tráfego e entender melhor sobre as necessidades de seus clientes, o Viva Real precisava criar seu primeiro aplicativo de Big Data. Durante a sessão do Summit, Luis Guerreiro explicou como sua equipe usou a AWS para ter insights sobre o comportamento dos usuários no site e, consequentemente, desenvolver melhores produtos aos seus clientes.

Como a Viva Real usa os produtos da AWS para Big Data?

Após o expert Alex Coqueiro explicar quais ferramentas AWS podem ser usadas para a Big Data, Guerreiro demonstrou a arquitetura do aplicativo usada no Viva Real, seguindo os passos básicos de Big Data: ingestão de dados, armazenamento e processamento, e, por fim, a análise dessas informações preciosas para o negócio da empresa.

Com a alta disponibilidade e durabilidade do Amazon S3 e do banco de dados NoSQL altamente escalável e disponível Amazon DynamoDB, a ingestão de dados em tempo real é feita com o Amazon Kinesis. Com o Amazon EMR, eles são processados de forma rápida e com baixo custo, e armazenados no Amazon Redshift, que torna mais simples e econômica a análise desses dados, que serão facilmente visualizados com a ferramenta de Business Intelligence da AWS, o Amazon QuickSight. Segundo o Gerente de Engenharia do Viva Real, com essa arquitetura os analistas de negócios de uma das empresas de internet que mais cresce no Brasil definem métricas chaves e elaboram soluções cada vez mais personalizadas para seus usuários.