A PBS (Public Broadcasting Service, Serviço Público de Radiodifusão) é uma corporação privada, sem fins lucrativos, que oferece a todos os estadunidenses uma grande variedade de programações educativas e voltadas para o entretenimento via televisão e conteúdo on-line. A programação da PBS é transmitida para comunidades diferentes por meio de suas quase 360 estações afiliadas por todas as regiões dos Estados Unidos. Além dos programas de televisão, a PBS também disponibiliza conteúdo por meio de aplicativos e vários sites, como PBS.org, PBSKIDS.org e PBS Video. Fundada em 1969, a PBS deixou de ser uma corporação exclusivamente de transmissão e transformou-se em uma multiplataforma líder que atende aos americanos via televisão, web, quadros interativos em sala de aula e mais.

Drew Engelson é diretor de arquitetura e diretor sênior de desenvolvimento de plataformas do PBS Interactive, o departamento responsável pela presença móvel e on-line da PBS. Inicialmente, Engelson e sua equipe utilizaram uma rede de distribuição de conteúdo que não atendia completamente às suas necessidades de distribuição de arquivos de mídia transmitidos. Isso resultou em uma falha periódica em que não era possível iniciar a reprodução de vídeos transmitidos, e onde também havia a chance de algumas das transmissões de vídeo congelarem e não poderem ser reiniciadas.

Como não havia nenhum meio de mensurar a queda de desempenho por meio da rede de conteúdo da PBS daquela época, Engelson e sua equipe tiveram dificuldades em identificar a origem desses problemas de transmissão de vídeo. Para melhorar o sistema e evitar esses tipos de problemas, o PBS Interactive implementou uma ferramenta de monitoramento que também poderia ser usada para testar outras redes de conteúdo, como a Amazon Web Services (AWS). A equipe do PBS Interactive já conhecia a AWS, pois estava utilizando o Amazon Elastic Compute Cloud (EC2) e o Amazon Simple Storage Service (Amazon S3).

Após monitorar várias CDNs por algumas semanas, o PBS Interactive descobriu que o CloudFront tinha uma taxa de erros muito menor do que a CDN operante. Como resultado, eles migraram a maioria dos vídeos da PBS para o armazenamento do Amazon S3 e transmitiu esses vídeos usando o Amazon CloudFront. O PBS Interactive concluiu a migração de seu conteúdo para o Amazon S3 em uma questão de semanas e, subsequentemente, começou a distribuir esse conteúdo por meio do Amazon CloudFront.

Desde a migração, o PBS Interactive declarou que percebeu uma diminuição de 50% nos erros em seu desempenho de transmissão de vídeo. O departamento também conduziu testes mais rapidamente com a ajuda do recurso de solicitação de invalidação do Amazon CloudFront e ao analisar os arquivos de log do CloudFront. Este recurso melhora os testes do PBS Interactive ao remover rapidamente arquivos corrompidos e ao atualizar rapidamente seu cache.

Engelson também acredita que "O Amazon CloudFront se ajusta bem aos outros serviços da AWS usados pela PBS. Os membros da equipe gostaram das conversas que tiveram com a equipe da AWS enquanto migravam para o Amazon CloudFront, e ficaram contentes quando o recurso de invalidação do Amazon CloudFront foi lançado logo após eles precisarem do recurso."

Hoje, o PBS Interactive distribui praticamente toda a sua transmissão de vídeo usando o Amazon CloudFront. Isso equivale a mais de um petabyte de conteúdo de vídeo transmitido todo mês. Além disso, o PBS Interactive usa vários provedores de terceiros para transcodificar e segmentar recursos móveis de vídeo, que são, então, disponibilizados por meio do Amazon CloudFront para as aplicações da PBS compatíveis com o iPhone e o iPad da Apple. Engelson diz, "Como ocorre com todos os serviços da AWS que utilizamos, o uso do Amazon CloudFront é tão simples e confiável que a equipe não precisa se preocupar com ele. As coisas simplesmente funcionam, permitindo que nosso foco se volte para a criação de aplicativos legais." Ele conclui, "Nós estamos muito contentes com o desempenho e a facilidade de uso que o CloudFront oferece para a transmissão de vídeos para dispositivos diferentes. Com menos erros, o CloudFront proporciona uma excelente experiência para o nosso público, o que é muito importante para o sucesso da empresa."

Para saber mais sobre como a AWS pode atender às necessidades de aplicações web, acesse nossa página de detalhes das aplicações web: http://aws.amazon.com/web-mobile-social.