Comece a usar a AWS gratuitamente

Crie uma conta gratuita

Receba doze meses de acesso ao nível gratuito da AWS e aproveite os recursos do AWS Basic Support, como atendimento ao cliente 24x7x365 e fóruns de suporte, entre outros recursos.

Veja os detalhes do nível gratuito da AWS »

P. O que é o Snowball Edge?

Snowball Edge é um dispositivo de 100 TB para transferência de dados com armazenamento on-board e poder computacional para determinados recursos da AWS. Além de transferir dados para a AWS, o Snowball Edge consegue assumir cargas de trabalho de processamento local e de Edge Computing. Entre os recursos estão um endpoint compatível com S3 no dispositivo, uma interface de arquivos com suporte a NFS, um modo de cluster no qual vários dispositivos com Snowball Edge conseguem agir como um único grupo de armazenamento (escalável) e maior durabilidade, bem como capacidade de executar funções do Lambda conforme os dados são copiados para o dispositivo.

P. Como funciona o Snowball Edge?

Para começar, você deve solicitar um ou mais dispositivos Snowball Edge no Console de Gerenciamento da AWS, dependendo de quantos dados você precisa transferir ou processar. Os buckets e as funções do Lambda selecionados são automaticamente configurados, criptografados e pré-instalados nos dispositivos antes de lhe serem enviados. Assim que o dispositivo chegar, conecte-o à rede local e defina o endereço IP manual ou automaticamente com DHCP. Em seguida, use o software cliente Snowball Edge, o manifesto de trabalho e o código de desbloqueio para verificar a integridade do dispositivo Snowball Edge e desbloqueá-lo para uso. O manifesto e o código de desbloqueio são únicos e estão vinculados criptológica e logicamente a um Snowball Edge designado para ajudar a garantir que ele não possa ser usado com nenhum outro dispositivo. Dados copiados para o Snowball Edge são automaticamente criptografados e armazenados nos buckets especificados.

Toda a logística e o transporte são feitos pela Amazon. Por isso, quando a cópia estiver concluída e o dispositivo estiver pronto para ser devolvido, a etiqueta de transporte da E Ink atualizará automaticamente o endereço de devolução para ajudar a garantir que o dispositivo Snowball Edge seja entregue à unidade correta da AWS. Depois de o dispositivo ser enviado, você poderá receber o status de rastreamento via mensagens enviadas pelo Amazon Simple Notification Service (Amazon SNS), textos e e-mails gerados ou diretamente do console.

Todo o gerenciamento para seus recursos do Snowball Edge pode ser executado no Console de Gerenciamento da AWS, e essas operações não exigem engenheiros de sistema no local.

P. Quem deve usar o Snowball Edge?

O Snowball Edge é a escolha ideal para transferência de dados caso você precise transferir com segurança e rapidez de terabytes a petabytes de dados para a AWS. Você pode usar o Snowball Edge se tiver um grande acúmulo de dados para transferir ou se coletar com frequência dados que precisam ser transferidos para a AWS e seu armazenamento estiver em uma área na qual não houver disponibilidade de conexão à Internet de banda larga ou quando o custo for proibitivo. Você também pode usar o Snowball Edge para executar cargas de trabalho de Edge Computing, como análise local dos seus dados usando funções Lambda respaldadas por um cluster do Snowball Edge com durabilidade aumentada e um endpoint compatível com S3. É possível simplificar o processo nos fluxos de trabalho existentes aproveitando recursos incorporados, como interface do arquivo NFS, e migrar arquivos para o dispositivo enquanto mantém os metadados do arquivo. O Snowball Edge funciona em locais remotos ou ambientes operacionais difíceis, como chão de fábrica, moinhos de vento, navios e hospitais. Como o dispositivo é pré-configurado e não precisa ser conectado à Internet, o processamento e a coleta de dados podem ocorrer dentro de ambientes operacionais isolados. O Snowball Edge lhe permite executar o mesmo software no Edge e acessar determinados recursos da AWS, como ocorre quando você tem total conectividade com a AWS.

P: Posso usar o Snowball Edge para migrar dados de uma região da AWS para outra?

Não. O Snowball Edge foi criado como solução de transporte de dados para mover grandes volumes de dados de e para uma região da AWS específica. Para casos de uso que precisam transferir dados entre regiões da AWS, recomendamos usara a replicação entre regiões do S3 como alternativa.

P. Quantos dados posso transferir usando o Snowball Edge?

Você pode transferir praticamente qualquer quantidade de dados com o Snowball Edge, desde alguns terabytes até vários petabytes. É possível transferir até 100 TB com um único Snowball Edge e transferir datasets maiores usando vários dispositivos, em modo paralelo ou sequencial. Por exemplo: você pode transferir 1 PB de dados com 10 dispositivos Snowball Edge.

P: Quanto tempo demora para que meus dados sejam transferidos?

A velocidade de transferência de dados é afetada por vários fatores, como a rapidez da rede local, o tamanho do arquivo e a agilidade com que os dados podem ser lidos por meio dos servidores locais. O tempo de ponta a ponta para transferir 100 TB de dados para a AWS com o Snowball Edge é de aproximadamente uma semana, incluindo o tempo normal de expedição e manuseio nos datacenters da AWS.

P: Por quanto tempo posso ter um Snowball Edge para um trabalho específico?

Os dispositivos do Snowball Edge devem ser devolvidos em até 360 dias a partir da preparação do Snowball Edge.

P: Quais são as especificações do Snowball Edge?

O Snowball Edge fornece 100 TB de armazenamento em um form factor reforçado, montável em rack e feito para transporte. Além disso, ele prevê recurso computacional local que seja aproximadamente equivalente a uma instância m4.4xlarge do EC2, que dá suporte a diversas funções adicionais. Confira a página de documentação do Snowball Edge para ver uma lista completa de especificações de hardware, incluindo conexões de rede, requisitos térmicos e energéticos, emissão de decibéis e dimensões.

P. Quais interfaces de rede são suportadas pelo Snowball Edge?

O Snowball Edge inclui uma conexão de rede 10GBase-T, cabeamento em cobre SFP28 de 10/25 GB e QSFP+ de 40 GB e rede óptica para alta velocidade de transferência de dados.  

P. Qual é a opção de transporte padrão do Snowball Edge? Eu posso escolher o envio rápido?

Como padrão, o Snowball Edge usa envio em dois dias pela UPS. Você poderá optar por envio expresso se seus trabalhos forem urgentes.


P. Em quais regiões o Snowball Edge está disponível?

Consulte as páginas de disponibilidade de serviços regional para obter as informações mais recentes.

Infelizmente não conseguimos prestar o serviço atualmente em todos os estados dos EUA.

P: Um Snowball Edge pode ser enviado a uma região AWS alternativa?

Não. Os dispositivos Snowball Edge são feitos para serem solicitados e usados dentro de uma única região da AWS. Não é possível solicitá-los em uma região e devolvê-los em outra. Os dispositivos Snowball Edge usados para importações ou exportações de uma região da AWS na União Europeia podem ser usados com qualquer um dos 28 países da União Europeia.


P. O Snowball Edge criptografa meus dados?

O Snowball Edge criptografa todos os dados com criptografia de 256 bits. Você pode gerenciar as chaves de criptografia usando o AWS Key Management Service (AWS KMS). Suas chaves nunca são armazenadas no dispositivo e toda a memória do Snowball Edge é apagada quando ele é desconectado e devolvido à AWS.

P. Como o Snowball Edge protege fisicamente meus dados?

Além de usar um gabinete resistente a adulteração, o Snowball Edge usa módulos de plataforma confiáveis (TPM, Trusted Platform Modules), padrão do setor, feitos para detectar modificações não autorizadas ao hardware, firmware ou software. A AWS inspeciona visual e criptograficamente todos os dispositivos quanto a sinais de adulteração e verifica se nenhuma alteração foi detectada pelo TPM.

P. Como o Snowball Edge ajuda a proteger digitalmente meus dados?

O Snowball Edge foi projetado com segurança em mente para os dados mais confidenciais. Todos os dados são criptografados por chaves fornecidas a você pelo AWS Key Management Service (KMS). As chaves não são armazenadas permanentemente no dispositivo, e são apagadas após perda de energia. As aplicações e funções do Lambda são executadas em um ambiente fisicamente isolado e não têm acesso ao armazenamento. Por fim, depois de seus dados serem transferidos para a AWS, eles serão apagados do dispositivo usando os padrões definidos pelo National Institute of Standards and Technology. Os dispositivos Snowball Edge são protegidos contra ataques e todos os arquivos de configuração são criptografados e assinados com chaves jamais presentes no dispositivo.

P: É possível rastrear facilmente meus trabalhos de transferência de dados?

O Snowball Edge usa uma etiqueta de transporte inovadora, da E Ink, feita para garantir que o dispositivo seja automaticamente enviado à unidade correta da AWS. Ao concluir o trabalho de transferência de dados, você pode rastreá-lo usando as mensagens de texto ou e-mails gerados pelo Amazon SNS, e o console.


P: Como faço para transferir meus dados para o Snowball Edge?

Depois de conectar e ativar o Snowball Edge, você pode transferir os dados de fontes locais para o dispositivo por meio do endpoint compatível com S3 ou a interface do arquivo NFS, ambas disponíveis no dispositivo. Você também pode usar o cliente Snowball para copiar dados. Para saber mais, consulte a documentação do Snowball Edge.

P: O que eu faço quando os dados tiverem sido transferidos para o Snowball Edge?

Quando o trabalho de transferência de dados estiver concluído, a tela da E Ink no Snowball Edge automaticamente atualizará a etiqueta de devolução para indicar a instalação correta da AWS à qual o envio será feito. Basta deixar o Snowball Edge na UPS mais próxima e pronto. Você pode acompanhar o status do seu trabalho de transferência via mensagens de texto ou e-mails gerados pelo Amazon SNS ou diretamente no Console de Gerenciamento da AWS.


P: Quanto custa a exportação dos dados?

Além das taxas do trabalho de exportação do Snowball detalhadas na nossa página de preços, de você também serão cobradas todas as taxas devidas para recuperar seus dados do Amazon S3.


P: O que é o endpoint compatível com S3 no Snowball Edge?

O endpoint compatível com S3 no Snowball Edge lhe permite ler e gravar dados no dispositivo usando operações selecionadas do S3 e ferramentas de clientes com suporte ao S3.

P: Quais operações do S3 têm suporte do endpoint compatível com S3 no Snowball Edge?

O endpoint compatível com S3 suporta as operações Get, Head, Put, Delete, List e MultipartUpload do Amazon S3. Você pode executar essas operações no Snowball Edge como se estivesse acessando um endpoint de serviço web do S3. Além disso, você pode indicar ferramentas de clientes compatíveis com o Snowball Edge para ler e gravar dados.

P. Por que eu usaria o endpoint compatível com S3?

O endpoint compatível com S3 lhe permite transferir dados programaticamente usando as operações de S3 com suporte nativo pelo Snowball Edge. Você também pode integrar perfeitamente o Snowball Edge às aplicações existentes e aos fluxos de trabalho construídos para o Amazon S3.

P. De que forma meus dados estão protegidos quando eu uso o endpoint compatível com S3?

Os dados transferidos via endpoint compatível com S3 são protegidos pelo mesmo mecanismo de segurança avançada do Snowball Edge, que criptografa todos os dados com criptografia de 256 bits. Você gerencia as chaves de criptografia usando o AWS Key Management Service (AWS KMS). Suas chaves nunca são armazenadas no dispositivo e toda a memória do Snowball Edge é apagada quando ele for desconectado.

P. Quais linguagens de programação têm suporte pelo endpoint compatível com S3?

O endpoint compatível com S3 dá suporte à interface REST, que é agnóstica de linguagem.


P: O que é a interface de arquivos no Snowball Edge?

A interface de arquivos permite armazenar e recuperar objetos no Snowball Edge por meio de protocolos padrão de armazenamento de arquivos. Quando o Snowball Edge for enviado de volta à AWS para a importação de dados, os objetos serão consumidos pelo Amazon S3 e poderão ser acessados diretamente pelo S3 como habitual. Você também pode acessar os objetos como arquivos, incluindo os metadados do sistema de arquivos originais, por meio do AWS Storage Gateway.

P: Como faço para usar a interface de arquivos no Snowball Edge?

Depois que o Snowball Edge chegar ao seu local e for desbloqueado, todos os buckets do S3 serão disponibilizados aos aplicativos como uma exportação de NFS, visível na rede à qual o Snowball Edge estiver conectado. Você pode usar a tela LCD local do Snowball Edge para habilitar/desabilitar a interface de arquivos. É possível montar essas exportações do NFS em seu servidor, e os aplicativos podem ler e gravar arquivos como fariam em qualquer outro sistema de arquivos compartilhados em rede. Você pode monitorar o status da interface de arquivos e abrir um canal de suporte usando a tela LCD.

P: Quais são os casos de uso permitidos pela interface de arquivos no Snowball Edge?

A interface de arquivos permite três casos de uso. Ela permite consumir arquivos atuais para o Amazon S3 como objetos, usando um protocolo de arquivos comum (NFS) e preserva os metadados dos arquivos como metadados de objetos. Essa transferência de dados em massa offline permite fazer a carga inicial de dados no S3 e usá-la para cargas de trabalho na nuvem, como processamento de big data. Como alternativa, os dados de arquivos transferidos podem ser acessados localmente para aplicativos ou fluxos de trabalho híbridos usando o AWS Storage Gateway.

P: Quais são os benefícios da interface de arquivos no Snowball Edge?

A interface de arquivos no Snowball Edge permite que aplicativos, dispositivos e fluxos de trabalho atuais baseados em arquivos gravem dados usando protocolos padrão de arquivos, preservando os metadados.

P: Para quais protocolos de arquivo é oferecido suporte?

O Snowball Edge oferece suporte a clientes que se conectam usando NFS v3 e v4.1. Clientes do Microsoft Windows que oferecem suporte ao NFS v3 podem se conectar ao Snowball Edge.

P: Como os arquivos são armazenados no Snowball Edge?

Os arquivos são armazenados como objetos em buckets em um dispositivo do AWS Snowball Edge. Os metadados do sistema de arquivos, como permissões, propriedade e carimbos de data e hora, são armazenados em cabeçalhos de objeto definidos pelo usuário. Todos os dados e metadados são criptografados quando armazenados no Snowball Edge.

P: Como faço para configurar a interface de arquivo no Snowball Edge?

Você pode usar a tela LCD do Snowball Edge para desabilitar/habilitar a interface de arquivos, monitorar o status dela e abrir um canal de suporte.

P: Posso usar a interface de arquivos e o Amazon S3 Adapter for Snowball para gravar em um bucket de um dispositivo do AWS Snowball Edge?

Não recomendamos a gravação em buckets em um dispositivo do AWS Snowball Edge, tanto diretamente quanto por meio da interface de arquivos. A sobrescrita ou a atualização direta de um objeto gravado anteriormente pela interface de arquivos resulta em um comportamento indefinido quando o objeto é acessado por meio da interface de arquivos. A modificação simultânea do mesmo objeto (por exemplo, pela interface de arquivos e pelo Amazon S3 Adapter for Snowball) gerará resultados imprevisíveis.

P: Posso usar a interface de arquivos e o Amazon S3 Adapter for Snowball para ler o mesmo bucket de um dispositivo do AWS Snowball Edge?

Não recomendamos o uso da interface de arquivos e do Amazon S3 Adapter for Snowball para ler o mesmo bucket de um dispositivo o AWS Snowball Edge. Isso pode gerar comportamentos indefinidos.

P: Devo usar a interface de arquivos para carregar dados no Snowball Edge ou no Amazon S3 Adapter for Snowball?

Você pode usar a interface de arquivos quando o fluxo de trabalho atual é baseado em arquivos ou quando você quer acessar objetos no S3 como arquivos usando operações padrão do sistema de arquivos. É possível usar o Amazon S3 Adapter for Snowball quando o aplicativo não exige operações de sistema de arquivos e pode gerenciar diretamente a transferência de dados.

P: Como a interface de arquivos no Snowball Edge se compara ao AWS Storage Gateway?

A interface de arquivos no Snowball Edge permite que o S3 consuma facilmente dados no modo "offline". Isso será útil quando for necessário importar conjuntos de arquivos que não precisem ser disponibilizados imediatamente no S3 ou quando os arquivos estiverem em locais com largura de banda insuficiente para transferi-los pela rede.

O AWS Storage Gateway permite colocar dados de arquivos no S3 pela Internet ou pelo AWS Direct Connect, disponibilizando os arquivos instantaneamente após o upload.

P: Posso acessar os arquivos migrados via interface de arquivos no Snowball Edge pelo Amazon EFS?

Não. Os arquivos migrados via interface de arquivo no Snowball Edge podem ser acessados diretamente como objetos no S3 ou como arquivos pelo AWS Storage Gateway.


P: Como funciona o recurso de clustering do Snowball Edge?

Ele permite que você agregue vários dispositivos Snowball Edge para criar um grupo de armazenamento lógico com durabilidade e capacidade maiores.

P: Por que devo usar o recurso de clustering do Snowball Edge?

O armazenamento em clusters de dispositivos Snowball Edge cria um grupo de armazenamento local mais durável e escalável. Os clusters do Snowball Edge permitem acessar grandes quantidades de capacidade de armazenamento local usando vários dispositivos Snowball Edge.

P: Posso usar o Snowball Edge com uma configuração em clusters para aumentar ou substituir minha solução local de armazenamento físico de dados?

Sim. O armazenamento escalável disponibilizado com o Snowball Edge foi projetado para armazenar seus dados de modo seguro e durável.

P: Quais são alguns dos cenários de uso do recurso de clustering do Snowball Edge?

Você pode usar esse recurso quando precisar de armazenamento durável para suas unidades locais. Eventualmente, alguns clientes passam por situações em que precisam de armazenamento durável em locais remotos onde é difícil manter grandes quantidades de armazenamento físico de dados. Por exemplo, no setor de fabricação, existem empresas que desejam ter um grupo de armazenamento para cada local de fábrica. Já nas forças armadas há divisões com requisitos dinâmicos de armazenamento físico de dados e, por isso, precisam de flexibilidade para aumentar e diminuir a capacidade de armazenamento para seus navios.

P: Como posso começar a usar um cluster do Snowball Edge?

Você pode solicitar um cluster do Snowball Edge usando a API do AWS Snowball, o Console da AWS, o AWS SDK ou a AWS CLI. Depois de criar um cluster, você receberá um ID de cluster (que começa com o CID) que será usado para consultar qualquer operação neste trabalho de cluster específico.

P: Existe um tamanho mínimo para o cluster do Snowball Edge?

Sim. O tamanho mínimo de um cluster do Snowball Edge é de cinco nós.

P: Existe um tamanho máximo para o cluster do Snowball Edge?

Sim. O tamanho máximo de um cluster do Snowball Edge é de 10 nós.

P: Qual é o espaço utilizável em um cluster do Snowball Edge?

O tamanho total de um cluster do Snowball Edge baseia-se no número de nós e na capacidade utilizável por nó, que é de 45 TB. Por exemplo: em um cluster com cinco dispositivos e 500 TB de capacidade física, você terá efetivamente um espaço utilizável de 225 TB. Você poderá obter o espaço total utilizado e o espaço total disponível do seu cluster ao digitar o comando abaixo:

snowballEdge status –i IP_PrimaryNode -m Path/to/manifest/file –u unlock_code

P: Posso criar um cluster por meio de dispositivos Snowball Edge provisionados individualmente?

Não. A única maneira de começar a usar um cluster é criar um trabalho do tipo "cluster do AWS Snowball Edge".

P: Depois que os dispositivos Snowball Edge forem recebidos na minha instalação, como poderei configurar o cluster?

Depois que os dispositivos Snowball Edge forem recebidos na sua instalação, será necessário ativá-los, conectá-los à mesma rede, fazer o download do arquivo de manifesto e desbloquear o código, fazer o download do cliente do Snowball e desbloquear o cluster.

P: Vou interagir com algum nó específico que funcione como um ponto de entrada para o cluster do Snowball Edge?

Sim. Cada cluster do Snowball Edge tem um nó principal e vários nós secundários. É possível escolher qual dispositivo você deseja como o nó principal. Todas as gravações são feitas por meio do nó principal e as leituras são feitas por meio de qualquer nó.

P: Como posso desbloquear meu cluster do Snowball Edge?

Veja o endereço IP de qualquer um dos dispositivos Snowball Edge na tela de LCD. Esse dispositivo funcionará como o nó principal. Para desbloquear o cluster do Snowball Edge você conectará o nó principal usando o software cliente e digitará o comando de desbloqueio, conforme está exibido abaixo. O desbloqueio do nó principal desbloqueará o cluster:

snowballEdge unlock –i Primary_IP_Address –s Secondary_1_IPAddress Secondary_2_IPAddress Secondary_3_IPAddress Secondary_4_IPAddress -m Path/to/manifest/file –u unlock_code

P: Devo desbloquear cada nó do cluster do Snowball Edge?

Não. Cada cluster do Snowball Edge tem um único arquivo de manifesto e um código de desbloqueio. Use o arquivo de manifesto e o código de desbloqueio para desbloquear o nó principal que, em seguida, desbloqueará os nós secundários automaticamente.

P: Posso desbloquear determinados nós do meu cluster do Snowball Edge antes de receber todas as unidades ou preciso esperar até que todas elas estejam comigo?

Não recomendamos que você comece a usar o cluster do Snowball Edge com uma quantidade inferior ao número de nós necessário para provisionar o trabalho, pois você poderá ou não ler e/ou gravar de modo durável no cluster, dependendo do número de nós.

P: Como posso saber qual o número total de nós no meu cluster do Snowball Edge?

A qualquer momento, você poderá executar o comando abaixo para saber mais sobre o número de nós disponíveis no cluster do Snowball Edge:

snowballEdge status –i Primary_IP_Address -m Path/to/manifest/file –u unlock_code

P: Como posso saber em que nível de durabilidade de dados o cluster do Snowball Edge está operando?

O cluster do Snowball Edge reporta o nível de durabilidade de dados usando o comando "snowballEdge status". Você pode obter o status do cluster o usando o comando abaixo:

snowballEdge status –i Primary_IP_Address -m Path/to/manifest/file –u unlock_code

 

Veja aqui uma breve descrição dos níveis de durabilidade diferentes de um cluster do Snowball Edge:

HEALTHY: este nível significa que o cluster do Snowball Edge está operando na capacidade máxima.

REDUCED: este nível significa que o cluster do Snowball Edge está operando em uma capacidade reduzida, o que significa que um ou mais equipamentos não estão disponíveis. O cluster ainda pode ler e gravar dados normalmente. No entanto, recomendamos verificar o status de consumo de energia e rede de todos os seus equipamentos Snowball Edge para garantir que eles estejam operando corretamente. Se algum equipamento Snowball Edge continuar sem resposta, solicite sua substituição.

AT RISK: este nível significa que o cluster do Snowball Edge está operando em uma capacidade drasticamente reduzida, o que significa que um ou mais equipamentos Snowball Edge não estão disponíveis. Você não poderá gravar dados no cluster enquanto ele estiver nesse estado. No entanto, poderá ler dados normalmente. Recomendamos verificar o status de consumo de energia e rede de todos os equipamentos Snowball Edge para garantir que estejam operando corretamente. Se algum equipamento Snowball Edge continuar sem resposta, solicite sua substituição e entre em contato com o AWS Support.

DATA UNAVAILABLE: este nível significa que o cluster do Snowball Edge não está operando corretamente e alguns dados não estarão disponíveis. Não será possível ler nem gravar dados enquanto o cluster estiver nesse estado. Recomendamos verificar o status de consumo de energia e rede de todos os equipamentos Snowball Edge para garantir que estejam operando corretamente. Se algum equipamento Snowball Edge continuar sem resposta, entre em contato com o AWS Support imediatamente.

P: Quais são os tipos diferentes de status que um dispositivo específico de um cluster do Snowball Edge pode apresentar?

Veja aqui uma breve descrição dos tipos diferentes de estados que um dispositivo específico do cluster do Snowball Edge pode apresentar:

AVAILABLE: este estado significa que o dispositivo está disponível para uso no cluster.

REMOVED: este estado significa que o dispositivo foi removido do cluster.

Você pode obter o status de um nó específico de um cluster do Snowball Edge usando o comando abaixo:

snowballEdge status –i Node_IP_Address -m Path/to/manifest/file –u unlock_code

P: O cluster do Snowball Edge pode aumentar de tamanho durante a adição de nós?

Você pode adicionar um novo nó ao cluster do Snowball Edge se tiver removido um nó com falha do cluster ou se desejar aumentar o armazenamento local. Para adicionar um novo nó, você deverá solicitar uma substituição. A solicitação de um nó de substituição pode ser feita no Console, por meio da AWS CLI ou dos AWS SDKs.

P: Posso remover um nó do cluster do Snowball Edge?

Você pode remover um nó do cluster do Snowball Edge se desejar substituí-lo. Recomendamos que isso seja feito, caso um dos nós esteja com problemas, não possa ser ativado ou apresente algum defeito. Para remover um nó, desative-o e use o comando "snowballEdge removenode".

P: Como posso substituir um nó secundário do cluster do Snowball Edge?

Para solicitar um nó de substituição do cluster do Snowball Edge, acesse a página do Console da AWS e solicite um dispositivo de substituição. Depois que receber o dispositivo, você deverá seguir as seguintes etapas:

  • Remova o dispositivo com problemas do cluster, desative-o e use o comando "removenode":

snowballEdge removenode –i IP_Primary –n Job_Id_of_Node_to_remove -m Path/to/manifest/file –u unlock_code

  • Conecte o dispositivo Snowball Edge de substituição e espere cerca de 10 minutos para que ele seja inicializado. Se o DHCP estiver sendo usado, o dispositivo obterá o endereço IP automaticamente. Se você estiver usando um endereço IP estático, será necessário atribuir manualmente um endereço IP.
  • Adicione o dispositivo Snowball Edge de substituição usando o seguinte comando:

snowballEdge addnode –i IP_Primary –a IP_node_to_be_added -m Path/to/manifest/file –u unlock_code

P: Como posso substituir um nó principal com problemas no cluster do Snowball Edge?

Se o nó principal parar de funcionar, você poderá substituí-lo usando as instruções abaixo:

  • Desative o nó principal atual
  • Reinicie todos os nós secundários atuais e espere cerca de dez minutos para que todos sejam inicializados
  • Execute o comando de desbloqueio com um novo nó principal:

snowballEdge unlock –i Primary_IP_Address –s Secondary_1_IPAddress –s Secondary_2_IPAddress –s Secondary_3_IPAddress –s Secondary_4_IPAddress -m Path/to/manifest/file –u unlock_code

  • Solicite um novo nó de substituição no Console da AWS para repor seu nó principal.
  • Após receber o dispositivo Snowball Edge, conecte-o e espere cerca de dez minutos para que seja inicializado. Se o DHCP estiver sendo usado, o dispositivo obterá o endereço IP automaticamente. Se você estiver usando um endereço IP estático, será necessário atribuir manualmente um endereço IP.
  • Adicione o dispositivo Snowball Edge de substituição usando o seguinte comando:

snowballEdge addnode –i IP_Primary –a IP_node_to_be_added -m Path/to/manifest/file –u unlock_code

P: O que acontecerá se eu remover mais de um dispositivo Snowball Edge do cluster do Snowball Edge?

Em momento algum será possível remover mais de um dispositivo Snowball Edge de um cluster do Snowball Edge.

P: Posso continuar a usar o cluster do Snowball Edge enquanto substituo um dispositivo Snowball Edge secundário?

Sim. Você poderá continuar usando o cluster do Snowball Edge mesmo quando estiver substituindo um dispositivo Snowball Edge. Até que todos os nós exibam o estado AVAILABLE, o cluster será executado em um modo de durabilidade reduzida.  

P: Posso continuar a usar o cluster do Snowball Edge enquanto substituo um dispositivo Snowball Edge principal?

Sim. Se o nó principal não estiver disponível, você poderá fazer leituras por meio de qualquer outro nó do cluster. No entanto, não será possível fazer gravações no cluster do Snowball Edge até que o nó principal seja restaurado. Recomendamos reiniciar imediatamente o cluster e selecionar um novo nó principal ou solicitar um nó de substituição, caso o dispositivo não esteja operante.

P: O que acontecerá com os dados armazenados depois da substituição de um nó do cluster do Snowball Edge?

Depois da substituição de um nó, o cluster do Snowball Edge reparticionará os dados entre os nós restantes para que ainda possam ser usados como armazenamento durável.

P: Posso escolher configurações de trabalho (endereço, velocidade de envio, funções do Lambda, roles do IAM, chaves KMS, notificações do SNS) no meu nó de substituição diferentes das que foram definidas quando solicitei o cluster do Snowball Edge?

Não. Cada nó de substituição é preconfigurado para usar as mesmas configurações de trabalho disponibilizadas com o cluster do Snowball Edge.

P: Posso escolher uma função do Lambda diferente no nó de substituição?

Sim. Você pode escolher uma função do Lambda diferente, contanto que ela use o mesmo bucket do S3 configurado originalmente junto com o cluster do Snowball Edge.

P: Posso usar a mesma chave de manifesto e o mesmo código de desbloqueio do cluster do Snowball Edge usado anteriormente depois de solicitar um nó de substituição?

Não. Uma chave de manifesto e um código de desbloqueio novos do cluster serão criados depois que você solicitar um dispositivo de substituição, que deverão ser usados durante qualquer futura operação do cluster do Snowball Edge.

P: O que acontece se um dos meus nós não estiver disponível?

Você poderá continuar usando o cluster do Snowball Edge, mesmo se ele estiver sendo executado em um nível de durabilidade reduzido. Solicite imediatamente um dispositivo Snowball Edge de substituição para repor esse nó com um novo dispositivo.

P: O que acontece se dois dos meus nós não estiverem disponíveis?

Você pode continuar usando o cluster do Snowball Edge, mas observe que ele será executado no modo somente leitura e os dados atuais no cluster estarão em risco. Solicite imediatamente dois dispositivos de substituição para repor esses nós com novos dispositivos Snowball Edge.

P: O que acontece se três ou mais dos meus nós não estiverem disponíveis?

Você não poderá mais usar o cluster do Snowball Edge e os dados atuais no cluster estarão em risco. Entre em contato com o AWS Support imediatamente se três ou mais dispositivos Snowball Edge não estiverem operantes.

P: Por quanto tempo posso manter um cluster do Snowball Edge nas minhas instalações locais?

A duração máxima em que um cluster do Snowball Edge pode ser mantido localmente é de 360 dias, a partir do dia em que a solicitação for criada. Depois desse período, os certificados no cluster expirarão e ofereceremos duas opções: todos os dispositivos Snowball Edge no cluster deverão ser devolvidos ou será necessário solicitar novos dispositivos.

P: Posso fazer a solicitação prévia de dispositivos de substituição para o cluster do Snowball Edge?

Sim. Para fazer a solicitação prévia dos dispositivos de substituição, será necessário criar um trabalho de cluster do Snowball Edge e depois gerar um trabalho para solicitar os dispositivos de substituição. Não será necessário conectar esses dispositivos ao cluster original do Snowball Edge até que um deles apresente problemas. Se um dispositivo Snowball Edge apresentar problemas, você poderá removê-lo e adicionar o dispositivo de substituição.

P: É possível disponibilizar um cluster do Snowball Edge pré-carregado com dados de um bucket do S3 atual?

Não. No entanto, você poderá solicitar dois trabalhos do Snowball: um trabalho de cluster e um trabalho de exportação. O cluster do Snowball Edge será disponibilizado vazio pela AWS, mas o trabalho de exportação poderá ser um dispositivo Snowball (ou Snowball Edge) usado para importar dados para o cluster do Snowball Edge.

P: Posso fazer a ingestão de dados do cluster do Snowball Edge inteiro e importá-los de volta para a AWS usando nós individuais do meu cluster?

Não. Um cluster do Snowball Edge só pode ser usado para armazenamento e computação locais. Ele não pode ser usado para importar dados para a AWS. Para importar dados do seu cluster, será necessário solicitar dispositivos AWS Snowball (ou AWS Snowball Edge) adicionais e conectá-los à mesma rede do cluster do Snowball Edge. Você pode usar o Adaptador S3 no dispositivo de importação (Snowball ou Snowball Edge) e o cluster para transferir dados entre eles. Dependendo da quantidade total de dados usados no cluster, poderá ser necessário solicitar vários dispositivos de importação para enviar os dados de volta para a AWS.

P: Existe um único endpoint compatível com o S3 para fazer a conexão com o cluster do Snowball Edge?

Não. Cada nó tem um único endpoint do S3 para operações de leitura. No entanto, para operações de gravação, você poderá usar apenas o endpoint do S3 do nó principal.

P: O endpoint compatível com o S3 será alterado se o nó em que estiver em execução for desconectado?

Sim. Se o nó principal for desconectado, o endereço IP será alterado. O endpoint será o endereço IP do novo nó principal que você escolheu.

P: O endpoint do NFS será alterado se o nó em que estiver em execução for desconectado?

Sim. Se o nó principal for desconectado, o endereço do NFS será alterado. O endpoint será o endereço IP do nó principal que você escolheu.

P: Ao fazer a ingestão de dados para um cluster, o throughput de rede da transferência de dados aumenta, dependendo do número de nós?

Não. Todas as operações de leitura devem passar pelo nó principal para que o throughput de ingestão seja limitado ao throughput do nó único. No entanto, o throughput de operações de leitura poderá ser mais elevado, caso você faça leituras usando vários dispositivos em paralelo.

P: A escala da capacidade computacional é ajustada linearmente quando o clustering é habilitado?

Não. O clustering só aumenta a quantidade de armazenamento durável disponível para você. A quantidade total de capacidade computacional disponível em um cluster é limitada a apenas um nó.

P: Onde a computação é executada no cluster do Snowball Edge?

Cada cluster tem um nó principal em que a computação é executada. Para identificar qual nó é o principal no cluster, digite o comando abaixo:

snowballEdge status –i IP_of_any_node -m Path/to/manifest/file –u unlock_code

P: Quando um nó diferente for escolhido como o nó principal, o estado da minha aplicação personalizada será mantido nas instâncias?

Não. Recomendamos criar uma aplicação stateless ou salvar todo o estado no armazenamento do NFS/S3 para que os dados possam fazer leituras por meio do armazenamento persistente, caso o nó principal deva ser reiniciado.

P: Posso atualizar minha função do Lambda no cluster do Snowball Edge enquanto estiver nas minhas instalações?

Não. Não é possível atualizar a função do Lambda localmente.


P: O que é o AWS Greengrass?

O Snowball Edge vem com uma versão incorporada do AWS Greengrass, que lhe permite executar funções do AWS Lambda em linguagem Python em resposta a eventos de objeto PUT do S3.

P: Que recursos do AWS Greengrass estão disponíveis no Snowball Edge?

O Greengrass Core executado no Snowball Edge permite implantar funções do Lambda baseadas em Python em dispositivos do Snowball Edge e acionar essas funções por meio de mensagens MQTT. Quando você cria um trabalho para o Snowball Edge com pelo menos uma função do Lambda incorporada, o Snowball Edge é provisionado como dispositivo Greengrass Core por padrão. Sempre que o Snowball Edge for conectado à Internet, você poderá atualizar, adicionar ou remover funções do Lambda no dispositivo por meio do console do Greengrass. Você pode até hospedar funções do Lambda acionadas por mensagens MQTT diferentes de um PUT do S3. Além disso, é possível atualizar o grupo do Greengrass associado no console do Greengrass e usar o dispositivo em seu grupo como qualquer outro dispositivo do Greengrass Core.

P: Quais são alguns possíveis casos de uso do Greengrass no Snowball Edge?

O uso do Greengrass Core no Snowball Edge permite criar funções do Lambda personalizadas para oferecer processamento local ou pré-processamento de dados assim que são gravados no dispositivo do Snowball Edge por meio de operações PUT do S3 ou dos endpoints compatíveis com S3 disponíveis. Também é possível usar o Snowball Edge como o core do seu grupo de coisas da IoT no Greengrass. Isso lhe permite fazer coisas como coletar e analisar fluxos de dados do sensor ou comprimir imagens em tempo real.

P: Como usar o Greengrass no Snowball Edge?

Usando o AWS Snowball Management Console ou a Job Management API, você pode mapear funções do Lambda novas ou atuais a buckets do S3 pré-configurados em um dispositivo do Snowball Edge antes que ele seja enviado a você. Uma vez recebido, desbloqueie e conecte o dispositivo à Internet para que o Greengrass na nuvem possa enviar ao Snowball Edge os certificados necessários para a operação como o core do grupo do Greengrass.

P: O que acontecerá se eu usar o AWS Greengrass em um cluster do Snowball Edge?

Você pode usar o Greengrass em um cluster do Snowball Edge da mesma forma que faria com um único Snowball Edge, com cada nó do cluster sendo seu próprio dispositivo core exclusivo do AWS Greengrass.

P: Quantas funções de Lambda podem existir para cada trabalho?

Na criação do trabalho, cada função do Lambda pode estar associada a um único bucket do S3 no Snowball Edge. Assim que o dispositivo for recebido, desbloqueado e conectado à Internet, você poderá adicionar, remover ou atualizar funções do Lambda conforme a necessidade. Se você alocou 128 MB de memória para cada função, poderá ter até sete funções do Lambda por vez.

P: Posso usar o Greengrass no Snowball Edge de qualquer região da AWS?

No momento, é necessário usar o Greengrass em um Snowball Edge nas regiões onde há suporte ao serviço Greengrass. Para obter uma lista com as regiões que oferecem suporte ao Greengrass, consulte a tabela de regiões. Nas regiões que oferecem suporte ao AWS Snowball Edge, mas não oferecem suporte ao AWS Greengrass, ainda será possível criar trabalhos para dispositivos do Snowball Edge, mas eles não terão acesso à funcionalidade computacional.


P. Quanto custa usar o Snowball Edge?

Cada trabalho no Snowball Edge custa uma taxa fixa de 300 USD por manuseio de dispositivo e operações nos datacenters da AWS. A taxa de 300 USD por trabalho inclui 10 dias de uso no seu local. O dia em que o dispositivo é recebido e o dia em que o dispositivo é enviado não são contabilizados nesse prazo de 10 dias. Além disso, um Snowball Edge custa 30 USD/dia para cada dia extra que estiver no seu local. Os dados transferidos para a AWS não têm nenhuma taxa de transferência de dados, e o preço padrão do Amazon S3 é aplicado aos dados armazenados. A exportação dos dados começa em 0,03 USD/GB. Além disso, as cobranças de frete são calculadas com base nas taxas padrão da transportadora para o local de expedição e a opção de frete (por exemplo, 2 dias, 1 dia) selecionada. A opção de envio padrão é a opção de 2 dias.

Exemplo de definição de preço:

O exemplo de preço abaixo ilustra o que você pode esperar pagar para uma transferência de dados de 90 TB para a AWS usando um único dispositivo Snowball Edge de 100 TB, no qual você mantém o dispositivo por um total de 15 dias (recebeu o dispositivo no dia 1 e o devolveu no dia 15).

O dia em que o dispositivo é recebido e o dia em que o dispositivo é enviado de volta à AWS são considerados dias de frete e não são contados nos 10 dias livres, neste caso. Isso significa que você ficou com o dispositivo no seu local por um total de 13 dias, e que 10 desses dias são gratuitos. Portanto, você usou 3 dias para transferir os seus dados.

Taxa de serviço:                                       300 USD

Cobrança diária (3 dias x 30 USD/dia):     90 USD

Cobrança de frete:                             Varia de acordo com a distância

Custo de transferência de dados:             0 USD

P. Serei cobrado pelo uso do Amazon S3 se eu usar o endpoint compatível com S3 do Snowball Edge?

Não, não há cobranças adicionais para usar o endpoint compatível com S3 do Snowball Edge. Se seu Snowball Edge transferir dados para o Amazon S3, serão aplicáveis cobranças padrão de requisição e armazenamento S3.

P. Posso comprar um dispositivo Snowball Edge?

Não. Os dispositivos Snowball Edge só estão disponíveis por trabalho e com pagamento mediante o uso, sem estarem disponíveis para compra.