Publicado: Nov 17, 2020

Agora, você pode hibernar instâncias T3 e T3a do Amazon EC2 com suporte para EBS recém-lançadas. A hibernação fornece a conveniência de pausar suas cargas de trabalho e retomá-las mais tarde a partir do estado salvo. A hibernação é semelhante a fechar e abrir a tela de seu laptop: o aplicativo será retomado no ponto exato em que estava quando entrou em hibernação. 

A hibernação economiza esforços na hora de configurar aplicativos do zero, poupa tempo ao reduzir o tempo de bootstrapping necessário pelos aplicativos e economiza custos ao pausar as instâncias do EC2 quando elas não são necessárias. Usando a hibernação, você pode manter uma frota de instâncias pré-inicializadas para entrar em um estado produtivo mais rápido sem modificar os aplicativos existentes.  

A hibernação está disponível para instâncias sob demanda em execução em instâncias C3, C4, C5, I3, M3, M4, M5, M5a, M5ad, R3, R4, R5, R5a, R5ad, T2, T3 e T3a com o Amazon Linux, Amazon Linux 2, Ubuntu 16.04 e 18.04 LTS e Windows Server 2012, 2012R2, 2016 e 2019. No Windows, a hibernação é suportada para instâncias de até 16 GB de RAM. Em outros sistemas operacionais, a hibernação tem suporte para instâncias com menos de 150 GB de RAM. 

Esse recurso está disponível por meio do AWS CloudFormation, do Console de Gerenciamento da AWS, dos SDKs da AWS, do AWS Tools for Powershell ou da Interface de linha de comando da (CLI) da AWS. Para saber mais sobre a hibernação, acesse este blog. Para obter informações sobre como habilitar a hibernação das instâncias do EC2, consulte as Perguntas frequentes ou a documentação técnica.