O AWS CloudFormation oferece aos desenvolvedores e administradores de sistemas uma maneira fácil de criar e gerenciar um grupo de recursos relacionados à AWS, e fornecê-los e atualizá-los de uma forma organizada e previsível.

É possível usar os modelos de exemplo do AWS CloudFormation ou criar seus próprios modelos para descrever os recursos da AWS e quaisquer dependências associadas ou parâmetros de tempo de execução exigidos para executar seu aplicativo.  Você não precisa saber a ordem de provisionamento dos serviços da AWS ou os detalhes para as dependências funcionarem. O CloudFormation cuida disso para você. Após a implementação dos recursos AWS, você pode modificá-los e atualizá-los de uma forma controlada e previsível, efetivamente aplicando o controle de versão à sua infraestrutura na AWS da mesma forma que faz com o seu software.

Você pode implementar e atualizar um modelo e o conjunto de recursos associados (chamado de pilha) usando o AWS Management Console, a interface de linha de comando da AWS ou as APIs. O CloudFormation está disponível gratuitamente e você paga apenas pelos recursos da AWS necessários para a execução dos seus aplicativos.

Comece a usar a AWS gratuitamente

Crie uma conta gratuita
Ou faça login no console

Receba doze meses de acesso ao nível de uso gratuito da AWS e aproveite os recursos do AWS Basic Support incluindo atendimento ao cliente 24 horas por dia, todos os dias do ano, e fóruns de suporte, entre outros recursos.

O AWS CloudFormation é compatível com muitos recursos da AWS, permitindo que você crie uma infraestrutura na AWS altamente disponível, confiável e escalável para as necessidades do seu aplicativo. No momento, o AWS CloudFormation é compatível com recursos nos seguintes serviços da AWS:

  • Auto Scaling
  • Amazon CloudFront
  • AWS CloudWatch
  • Amazon DynamoDB
  • Amazon EC2
  • Amazon ElastiCache
  • AWS Elastic Beanstalk
  • AWS Elastic Load Balancing
  • AWS Identity and Access Management
  • Amazon RDS
  • Amazon Redshift
  • Amazon Route 53
  • Amazon S3
  • Amazon SimpleDB
  • Amazon SNS
  • Amazon SQS
  • Amazon VPC

O CloudFormation torna fácil organizar e implementar uma coleção de recursos da AWS e permite descrever qualquer dependência ou parâmetro especial para passagem em tempo de execução. É possível usar um dos muitos modelos de exemplo do CloudFormation – seja verbatim ou como um ponto de partida – ou criar o seu próprio.

Hoje o AWS CloudFormation é fornecido com os seguintes modelos de exemplo prontos para execução:

  • WordPress (blog)
  • Tracks (acompanhamento do projeto)
  • Gollum (wiki usado por GitHub)
  • Microsoft SharePoint®
  • Microsoft Windows Server®
  • Drupal (gerenciamento de conteúdo)
  • Joomla (gerenciamento de conteúdo)
  • Insoshi (aplicativos sociais)
  • Redmine (gerenciamento de projeto)
  • Muitos modelos simples para demonstrar o uso de recursos e características individuais da AWS

Um modelo pode ser usado repetidamente para criar cópias idênticas da mesma pilha (ou como base para iniciar uma nova pilha). Você pode capturar e controlar variações da infraestrutura específicas da região, como AMIs do Amazon EC2, assim como os nomes de snapshots do Amazon Elastic Block Store (EBS) e do Amazon RDS.

Os modelos são arquivos de texto simples em formato JSON que podem ser dispostos nos mecanismos comuns de controle de versão, armazenados em localizações privadas ou públicas, como o Amazon S3, e trocados por e-mail. Com o AWS CloudFormation, você pode "abrir o capô" para conferir exatamente quais recursos da AWS compõem uma pilha. Você mantém o controle total e tem a capacidade de modificar qualquer um dos recursos da AWS criados como parte de uma pilha.

Para criar a infraestrutura desejada, enumere quais recursos, valores de configuração e interconexões da AWS são necessários em um modelo e deixe que o AWS CloudFormation faça o resto com apenas alguns cliques no AWS Management Console, por meio da interface de linha de comando ou de requisições individuais chamando as APIs. Você não precisará lembrar os detalhes de como criar e interconectar os respectivos recursos da AWS por meio de suas APIs de serviço; o AWS CloudFormation faz isso por você. Também não é necessário criar um modelo do zero se você preferir começar com um dos muitos modelos de exemplo fornecidos com o AWS CloudFormation.

Você pode usar parâmetros para personalizar aspectos do seu modelo em tempo de execução, quando a pilha é criada. Por exemplo, você pode passar o tamanho do banco de dados RDS, tipos de instância do EC2 e números de portas de bancos de dados e servidores web para o AWS CloudFormation ao criar uma pilha. Também é possível usar um modelo parametrizado para criar várias pilhas que poderão diferir de uma forma controlada. Por exemplo, os tipos de instância do EC2, os limites de alerta do Amazon CloudWatch e as definições de réplica de leitura do Amazon RDS poderão diferir entre as regiões da AWS se você receber mais tráfego de clientes nos EUA do que na Europa. Você pode usar parâmetros do modelo para aprimorar as definições e os limites em cada região separadamente e ainda verificar se o aplicativo está implementado de forma consistente nas regiões.

É possível integrar o AWS CloudFormation às ferramentas de desenvolvimento e gerenciamento de sua escolha.

O AWS CloudFormation publica os eventos em andamento por meio do Amazon Simple Notification Service (SNS). Com o SNS, você pode acompanhar a evolução da criação ou exclusão de pilhas por e-mail e integrar com outros processos de modo programático.

O AWS CloudFormation está disponível sem custos adicionais. Você será cobrado apenas pelas taxas normais dos recursos que o AWS CloudFormation cria e o seu aplicativo utiliza.