Comece a usar a AWS gratuitamente

Crie uma conta gratuita

O nível gratuito da AWS inclui 5 GB de armazenamento, 20.000 requisições GET e 2.000 requisições PUT para o Amazon S3.

Consulte os detalhes do nível gratuito da AWS »



P: O que é o Amazon S3?

O Amazon S3 é o armazenamento para a Internet. É um serviço de armazenamento simples que oferece aos desenvolvedores de software uma infraestrutura de armazenamento de dados altamente escalável, confiável e de baixa latência a custos muito baixos.

P: O que posso fazer com o Amazon S3?

O Amazon S3 fornece uma interface simples de serviço web que pode ser usada para armazenar e recuperar qualquer quantidade de dados, a qualquer momento, de qualquer lugar na web. Com o uso deste serviço web, os desenvolvedores podem facilmente construir aplicativos que fazem uso do armazenamento de Internet. Visto que o Amazon S3 é altamente escalável e você só paga pelo que você utiliza, os desenvolvedores podem começar com um sistema reduzido e ir expandindo seus aplicativos como quiserem, sem comprometer o desempenho ou a confiabilidade. Ele é projetado para ser altamente flexível: armazene qualquer tipo ou volume de dados que você necessite; leia a mesma porção de dados um milhão de vezes ou apenas para recuperação de desastres de emergência; construa um aplicativo de FTP simples, ou um aplicativo web sofisticado semelhante ao site de vendas da Amazon.com. O Amazon S3 permite que os desenvolvedores se concentrem na inovação e não em descobrir como armazenar seus dados.

P: Como posso começar a usar o Amazon S3?

Para solicitar o Amazon S3, clique no botão "Solicitar este serviço Web" na página de detalhes do Amazon S3. É necessário ter uma conta da Amazon Web Services para acessar este serviço. Caso você não possua uma conta, será preciso criar uma ao iniciar o processo de solicitação do Amazon S3. Após a inscrição, consulte a documentação do Amazon S3 e o código de amostra na Central de recursos para começar a utilizar o Amazon S3.

P: Quais são os benefícios técnicos do Amazon S3?

O Amazon S3 foi cuidadosamente projetado para atender aos requisitos de escalabilidade, confiabilidade, velocidade, baixo custo e simplicidade que devem ser atendidos pelos desenvolvedores internos da Amazon. O Amazon S3 oferece esses mesmos benefícios para qualquer desenvolvedor externo. Mais informações sobre os requisitos do Amazon S3 estão disponíveis na página detalhada do Amazon S3.

P: O que os desenvolvedores podem fazer agora que não era possível fazer antes?

Até agora, uma infraestrutura de armazenamento de dados sofisticada e escalável como a da Amazon estava fora do alcance de pequenos desenvolvedores. O Amazon S3 permite que qualquer desenvolvedor aproveite os próprios benefícios de grande dimensionamento da Amazon sem investimentos ou compromissos de desempenho iniciais. Os desenvolvedores agora têm a liberdade de se concentrar em inovar, sabendo que, não importa a dimensão do sucesso que seus negócios atingirem, será econômico e simples garantir que seus dados estejam rapidamente acessíveis, sempre disponíveis e seguros.

P: Que tipos de dados posso armazenar?

Você pode armazenar virtualmente quaisquer tipos de dados em qualquer formato. Consulte o Acordo de licenciamento da Amazon Web Services para obter mais detalhes.

P: Qual o volume de dados que posso armazenar?

O volume total de dados e o número de objetos que você pode armazenar são ilimitados. Objetos individuais do Amazon S3 podem variar em tamanho de 1 byte até 5 terabytes. O maior objeto que pode ser carregado em um único PUT é o de 5 gigabytes. Para objetos maiores do que 100 megabytes, os clientes devem considerar utilizar o recurso de Upload de partes múltiplas.

P: Como posso usar a política de ciclo de vida do Amazon S3 para reduzir meus custos de armazenamento do Amazon S3?

Com as políticas de ciclo de vida do Amazon S3, você poderá configurar seus objetos para serem arquivados no Amazon Glacier ou excluídos após um período de tempo específico. Você poderá usar essa automação orientada por políticas para reduzir, de forma rápida e fácil, custos de armazenamento e poupar tempo. Em cada regra, você pode especificar um prefixo, um período de tempo, uma transição para o Amazon Glacier e/ou uma expiração. Por exemplo, você pode criar uma regra que arquive todos os objetos com o prefixo comum “logs/” 30 dias a partir da criação e expira esses objetos após 365 dias da criação. Você também pode criar uma regra separada que expira apenas todos os objetos com o prefixo “backups/” 90 dias a partir da criação. As políticas de ciclo de vida se aplicam a objetos novos e existentes do S3, garantindo que você possa otimizar o armazenamento e maximizar economias de custos para todos os dados atuais, bem como quaisquer novos dados posicionados no S3, sem revisão e migração manual e demorada de dados. Em uma regra de ciclo de vida, o campo de prefixo identifica os objetos sujeitos à regra. Para aplicar a regra a um objeto individual, especifique o nome da chave. Para aplicar a regra para um conjunto de objetos, especifique o prefixo em comum (por exemplo, "logs/"). Você pode especificar uma ação de transição para ter seus objetos arquivados e uma ação de expiração para que seus objetos sejam removidos. Para o período de tempo, forneça a data (p. ex., 31 de janeiro de 2013) ou o número de dias a partir da data de criação (p. ex., 30 dias) depois do qual você deseja que seus objetos sejam arquivados ou removidos. É possível criar várias regras para diferentes prefixos. Para obter mais informações, consulte o tópico Gerenciamento do ciclo de vida no guia do desenvolvedor do Amazon S3.

P: Como posso excluir um grande número de objetos?

Você pode utilizar a função Exclusão de vários objetos para excluir um grande número de objetos do Amazon S3. Esse recurso permite que você envie várias chaves de objeto em uma única solicitação para acelerar suas exclusões. A Amazon não cobra pela utilização da Exclusão de vários objetos.

P: Como posso configurar meus objetos para serem excluídos após um período específico?

Você pode usar o recurso Expiração de objeto para remover objetos dos seus buckets após um número de dias especificado. É possível definir regras de expiração para um conjunto de objetos em seu bucket por meio da política de Configuração do ciclo de vida que é aplicada ao bucket. Cada regra de Expiração de objeto permite especificar um prefixo e um período de expiração. O campo do prefixo identifica os objetos sujeitos à regra. Para aplicar a regra a um objeto individual, especifique o nome da chave. Para aplicar a regra para um conjunto de objetos, especifique o prefixo em comum (por exemplo, "logs/"). Para o período de expiração, forneça o número de dias desde a data da criação (p.ex., idade) após os quais você quer que seus objetos sejam removidos. É possível criar várias regras para diferentes prefixos. Por exemplo, é possível criar uma regra que remove todos os objetos com o prefixo "logs/" 30 dias após a criação e uma regra separada que remove todos os objetos com um prefixo "backups/" 90 dias após a criação.

Depois que a regra de Expiração de objeto é adicionada, ela é aplicada a objetos que já existem no bucket e a novos objetos. Uma vez que os objetos tenham passado da data de expiração, eles são identificados e colocados na fila para serem removidos. Você não será cobrado pelo armazenamento de objetos após a data de expiração, embora ainda consiga acessá-los enquanto estão na fila aguardando a remoção. Assim como ocorre em solicitações de exclusão padrão, o Amazon S3 não cobra pela remoção de objetos usando a expiração de objeto. Você também pode definir regras de expiração para buckets com versionamento ativado ou suspenso.

Para obter mais informações sobre o uso do recurso de expiração, consulte o tópico Object Expiration no Amazon S3 Developer Guide.

P: O que a Amazon faz com meus dados no Amazon S3?

A Amazon armazenará os dados e controlará o uso associado para efeitos de faturamento. A Amazon não acessará seus dados para nenhuma outra finalidade, fora da oferta do Amazon S3, exceto quando exigido por lei. Consulte o Acordo de licenciamento da Amazon Web Services para obter mais detalhes.

P: A Amazon armazena seus próprios dados no Amazon S3?

Sim. Os desenvolvedores internos da Amazon usam o Amazon S3 em uma ampla variedade de projetos. Muitos desses projetos utilizam o Amazon S3 como seu armazenamento principal de dados e de consulta e contam com ele para operações essenciais aos negócios.

P: Como os dados do Amazon S3 são organizados?

O Amazon S3 é um simples armazenamento de objetos baseados em chave. Ao armazenar os dados, você atribui uma chave de objeto exclusiva que posteriormente pode ser usada para recuperar os dados. As chaves podem ser qualquer sequência de caracteres e podem ser construídas para imitar atributos hierárquicos.

P: Que interface se utiliza com o Amazon S3?

O Amazon S3 fornece interfaces de serviços web REST e SOAP fáceis de usar e que são projetadas para trabalhar com qualquer kit de ferramentas de desenvolvimento de Internet. As operações são intencionalmente simples para facilitarem a adição de novos protocolos de distribuição e camadas funcionais.

P: O Amazon S3 é confiável?

O Amazon S3 concede acesso a todos os desenvolvedores para a mesma infraestrutura altamente escalável, confiável, segura, rápida e econômica que a Amazon utiliza para executar sua própria rede global de sites da web. O serviço foi concebido para ter 99,99% de disponibilidade e carrega um acordo de nível de serviço oferecendo créditos de serviço se a disponibilidade do cliente ficar abaixo de 99,9%.

P: Que modelo de consistência de dados o Amazon S3 emprega?

Os buckets do Amazon S3 na região Padrão dos EUA fornecem consistência eventual. Os buckets do Amazon S3 em todas as outras regiões oferecem consistência de leitura após gravação para PUTS de objetos novos e consistência eventual para PUTS de substituição e DELETES.

P: O que acontece em caso de picos de tráfego gerados pelos meus aplicativos?

O Amazon S3 foi projetado desde o início para que pudesse lidar com o tráfego para qualquer aplicação de Internet. O pagamento progressivo e a capacidade ilimitada garantem que seus custos adicionais não mudem e que seu serviço não seja interrompido. O dimensionamento do Amazon S3 nos permite distribuir a carga uniformemente, para que nenhum aplicativo individual seja afetado por repiques de tráfego.

P: O que é um protocolo BitTorrent™ e como o utilizo com o Amazon S3?

BitTorrent é um protocolo de distribuição de Internet de código aberto. As tarifas de largura de banda do Amazon S3 são econômicas, mas o BitTorrent permite que os desenvolvedores economizem ainda mais com os custos de largura de banda para uma porção popular de dados, permitindo que os usuários façam download a partir da Amazon e de outros usuários simultaneamente. É possível fazer o download de quaisquer dados publicamente disponíveis no Amazon S3 através do protocolo BitTorrent, para complementar o mecanismo de distribuição padrão de cliente/servidor. Basta adicionar o parâmetro ?torrent no final da sua solicitação GET na API REST.

P: O Amazon S3 oferece um Acordo de Nível de Serviço (SLA)?

Sim. O Contrato de Nível de Serviço do Amazon S3 disponibiliza um serviço de crédito se a porcentagem mensal de atividade do cliente ficar abaixo de nosso compromisso de serviço em qualquer ciclo de faturamento. Mais informações podem ser encontradas aqui


P: Onde meus dados são armazenados?

Você especifica uma região ao criar seu bucket do Amazon S3. Dentro dessa região, seus objetos são armazenados de modo redundante em vários dispositivos e em várias instalações. Consulte Regional Products and Services para obter detalhes sobre a disponibilidade de serviços do Amazon S3 por região

P: Como posso escolher em que região armazenar meus dados?

Há vários fatores a serem considerados com base em seu aplicativo específico. Você pode desejar armazenar os dados em uma região que...

  • ... esteja próxima aos seus clientes, seus Datacenters ou outros recursos da AWS para reduzir latências de acesso de dados.
  • ... seja afastada de suas outras operações para fins de recuperação de desastres e redundância geográfica.
  • ... permita que requisitos específicos, legais e normativos, sejam atendidos.
  • ... permita que você reduza custos de armazenamento. Você pode optar por uma região de custo mais acessível para economizar. Observe a seção de preços na página de detalhes do Amazon S3.

P: Não estou nos EUA ou na Europa; posso utilizar o Amazon S3?

Qualquer um pode usar o Amazon S3. Você apenas tem de decidir em que região deseja que o Amazon S3 armazene seus dados.


P: Qual é o custo do Amazon S3?

Com o Amazon S3, pague somente pelo que for usado. Não há taxa mínima. Você pode estimar sua conta mensal utilizando a Calculadora Mensal da AWS.

Cobramos menos onde nossos custos são menores. Alguns preços variam entre regiões do Amazon S3 e baseiam-se na localização do seu bucket. Não há taxa de transferência de dados para dados transferidos dentro de uma região do Amazon S3, por meio de uma solicitação COPY. Os dados transferidos por solicitação COPY entre as regiões são cobrados de acordo com as taxas especificadas na seção de definição de preço na página de detalhes do S3. Não há cobrança de transferência de dados para dados transferidos entre o Amazon EC2 e o Amazon S3 dentro da mesma região ou dados transferidos entre a região do Amazon EC2 do Norte da Virginia e a região padrão do Amazon S3 dos EUA. Os dados transferidos entre o Amazon EC2 e o Amazon S3 em todas as outras regiões (ou seja, entre as regiões Norte da Califórnia do Amazon EC2 e as regiões padrão do Amazon S3 nos EUA) são cobrados de acordo com as taxas especificadas na seção de definição de preços da página de detalhes do S3.

Para obter informações sobre a definição de preço do S3, visite a seção de definição de preço na página de detalhes do S3.

P: Por que os preços variam dependendo da região do Amazon S3 que escolho?

Cobramos menos onde nossos custos são menores. Por exemplo, nossos custos são mais baixos na região Padrão dos EUA do que na região do Oeste dos EUA (Norte da Califórnia).

P: Como serei cobrado pela utilização do Amazon S3?

Não há taxas de instalação ou compromissos para começar a usar o serviço. No final do mês, o uso daquele mês será cobrado automaticamente do seu cartão de crédito. Você pode visualizar suas despesas para o período de cobrança a qualquer momento através do site da Amazon Web Services. Para isso faça o logon em sua conta da Amazon Web Services e, em seguida, clique em ''Account Activity” em ''Your Web Services Account''.

Com a Nível de uso gratuito da AWS*, você pode começar a usar o Amazon S3 gratuitamente em todas as regiões, exceto na região do AWS GovCloud. Após a inscrição, novos clientes AWS recebem 5 GB de armazenamento padrão do Amazon S3, 20.000 solicitações GET, 2.000 solicitações PUT, 15 GB de transferência de dados para dentro e 15 GB de transferência de dados para fora todo o mês por um ano.

O Amazon S3 cobra pelos seguintes tipos de uso:
Observação: os cálculos abaixo presumem que não há nenhum Nível gratuito AWS em vigor.

Armazenamento utilizado:

A definição de preço do armazenamento Amazon S3 está descrita resumidamente no Gráfico de preços do Amazon S3.

O volume de armazenamento faturado em um mês baseia-se no armazenamento médio usado durante todo o mês. Isso inclui todos os dados do objeto e metadata armazenados em buckets que você criou em sua conta AWS. Medimos o uso do armazenamento em "TimedStorage-ByteHrs," que são somados no final do mês para gerar seus custos mensais.

Exemplo de armazenamento:
Suponha que você armazene 100 GB (107.374.182.400 bytes) de dados de armazenamento padrão do Amazon S3 em seu bucket durante 15 dias em março e 100 TB (109.951.162.777.600 bytes) de dados de armazenamento padrão do Amazon S3 nos últimos 16 dias de março.

Ao término do mês de março, você teria o seguinte uso em Byte-horas:
Utilização total byte-hora
= [107.374.182.400 bytes x 15 dias x (24 horas/dia)] + [109.951.162.777.600 bytes x 16 dias x (24 horas/dia)] = 42.259.901.212.262.400 Byte-horas.

Convertamos isso para GB-mês
42.259.901.212.262.400 Byte-Horas x (1 GB/1.073.741.824 bytes) x (1 mês/ 744 horas) = 52.900 GB-Mês

Este volume de utilização alcança três níveis diferentes de volume. O preço de armazenamento mensal é calculado abaixo, presumindo que os dados são armazenados na região Padrão dos EUA:
Nível de 1 TB: 1.024 GB x 0,0300 USD = 30,72 USD
Nível de 1 TB até 50 TB: 50.176 GB (49×1.024) x 0,0295 USD = 1.480,19 USD
Nível de 50 TB até 450 TB: 1.700 GB (restante) x 0,0290 USD = 49,30 USD

Taxa de armazenamento total = 30,72 USD + 1.480,19 USD + 49,30 USD = 1.560,21 USD

Dados de rede transferidos para dentro:

A definição de preço da transferência de dados para dentro do Amazon S3 está descrita resumidamente noGráfico de preços do Amazon S3.

Isso representa a quantidade de dados enviados para seus buckets do Amazon S3. A transferência de dados custa 0,000 USD por GB para buckets nas regiões Padrão dos EUA, Oeste dos EUA (Oregon), Oeste dos EUA (Norte da Califórnia), UE (Irlanda), UE (Frankfurt), Ásia-Pacífico (Cingapura), Ásia-Pacífico (Tóquio), Ásia-Pacífico (Sydney), América do Sul (São Paulo) e AWS GovCloud (EUA).

Dados de rede transferidos para fora:

A definição de preços da transferência de dados para fora do Amazon S3 está descrita resumidamente no Gráfico de preços do Amazon S3. Para o Amazon S3, essa cobrança se aplica sempre que houver leitura dos dados de qualquer um dos seus buckets de um local fora de uma determinada região do Amazon S3.

Os níveis de taxa para definição de preços de transferência de dados para fora levam em conta sua transferência agregada de dados para fora do Amazon EC2, Amazon S3, Amazon RDS, Amazon SimpleDB, Amazon SQS, Amazon SNS e Amazon VPC de uma determinada região para a Internet. Esses níveis não se aplicam à transferência de dados para fora do Amazon S3 em uma região da AWS para outra região da AWS.

Exemplo de transferência de dados para fora:
Suponha que você transfira 1 TB de dados do Amazon S3 da região Padrão dos EUA para a Internet todos os dias em um determinado mês de 31 dias. Suponha também que você transfira 1 TB de dados de uma instância do Amazon EC2 a da mesma região para a Internet durante o mesmo mês de 31 dias.

A sua transferência de dados agregados seria de 62 TB (31 TB do Amazon S3 e 31 TB do Amazon EC2). Isso totaliza 63.488 GB (62 TB * 1.024 GB/TB).

Este volume de utilização perpassa três níveis diferentes de volume. A taxa de transferência de dados mensal é calculada abaixo supondo que a transferência dos dados ocorre na região Padrão dos EUA:
Nível de 10 TB: 10.240 GB (10×1.024 GB/TB) x 0,120 USD = 1.228,80 USD
Nível de 10 TB até 50 TB: 40.960 GB (40×1.024) x 0,090 USD = 3.686,40 USD
Nível de 50 TB até 150 TB: 12.288 GB (restante) x 0,070 USD = 860,16 USD

Taxa de transferência para fora total = 1.228,80 USD + 3.686,40 USD + 860,16 USD = 5.775,36 USD

Solicitações

A definição de preço de solicitações do Amazon S3 está resumida no Gráfico de definição de preços do Amazon S3.

Exemplo de solicitação:
Suponha que você transfira 10.000 arquivos para o Amazon S3 e transfira 20.000 arquivos para fora do Amazon S3 diariamente durante o mês de março. Logo, você exclui 5.000 arquivos no dia 31 de março.
Total de solicitações PUT = 10.000 solicitações x 31 dias = 310.000 solicitações
Total de solicitações GET = 20.000 solicitações x 31 dias = 620.000 solicitações
Total de solicitações DELETE = 5.000 solicitações x 1 dia = 5.000 solicitações

Supondo que seu bucket esteja na região Padrão dos EUA, as taxas de Solicitações são calculadas conforme as definições abaixo:
310.000 solicitações PUT: 310.000 solicitações x 0,005/1.000 USD = 1,55 USD
620.000 solicitações GET: 620.000 solicitações x 0,004/10.000 USD = 0,25 USD
5.000 solicitações DELETE = 5.000 solicitações x 0,00 USD (sem custo) = 0,00 USD

Consulte aqui para obter detalhes sobre a cobrança de objetos arquivados no Amazon Glacier.

* * Seu uso do nível gratuito é calculado a cada mês em todas as regiões, exceto na região AWS GovCloud e é automaticamente aplicado à sua fatura – uso mensal não utilizado não é acumulado. Há restrições; consulte os termos da oferta para obter mais detalhes.

P: Como sou cobrado pelo acesso ao Amazon S3 através do AWS Management Console?

A definição de preço normal do Amazon S3 se aplica ao acessar o serviço por meio do AWS Management Console. Para fornecer uma experiência otimizada, o AWS Management Console pode executar solicitações de maneira proativa. Além disso, algumas operações interativas resultam em mais de uma solicitação para o serviço.

P: Os preços incluem impostos?

Exceto onde informado de outra forma, nossos preços não incluem impostos e taxas (inclusive ICMS e imposto sobre vendas) aplicáveis. Para clientes com endereço de cobrança no Japão, o uso da região Ásia-Pacífico (Tóquio) está sujeito ao imposto sobre consumo japonês. Saiba mais.


P: Meus dados estão seguros?

O Amazon S3 é seguro por padrão. Só os proprietários de balde e de objeto originalmente têm acesso aos recursos do Amazon S3 que criam. O Amazon S3 oferece suporte à autenticação de usuário para controlar o acesso aos dados. Você pode usar mecanismos de controle de acesso, como políticas de balde e Access Control Lists (ACLs) para conceder seletivamente permissões para usuários e grupos de usuários. Você pode seguramente fazer o upload/download de dados para Amazon S3 por meio de pontos de extremidade SSL usando o protocolo HTTPS. Se você precisar de segurança extra, pode usar a opção Server Side Encryption (SSE) ou a opção Server Side Encryption with Customer-Provided Keys (SSE-C) para criptografar dados armazenados em repouso. O Amazon S3 fornece a tecnologia de criptografia para SSE e SSE-C. Como alternativa, você pode usar suas próprias bibliotecas de criptografia para criptografar dados antes de armazená-los no Amazon S3.

P: Como posso controlar o acesso aos meus dados armazenados no Amazon S3?

Os clientes podem usar quatro mecanismos para controlar o acesso aos recursos do Amazon S3: políticas de Identity and Access Management (IAM), políticas de balde, Access Control Lists (ACLs) e autenticação de sequência de caracteres de consulta. O IAM permite que organizações com vários funcionários criem e gerenciem vários usuários em uma única conta da AWS. Com políticas IAM, as empresas podem conceder aos usuários IAM controle refinado para seus objetos ou baldes do Amazon S3, mantendo também o controle total sobre tudo o que os usuários fazem. Com as políticas de balde, as empresas podem definir regras que se aplicam, em geral, a todas as solicitações para seus recursos do Amazon S3, tais como a concessão de privilégios de gravação para um subconjunto dos recursos do Amazon S3. Os clientes também podem restringir o acesso com base em aspectos da solicitação, tais como indicador HTTP e endereço IP. Com as ACLs, os clientes podem conceder permissões específicas (ou seja, READ, WRITE, FULL_CONTROL) a usuários específicos para um bucket individual ou para um objeto. Com a autenticação de sequência de caracteres de consulta, os clientes podem criar uma URL para um objeto do Amazon S3 que só é válida por um tempo limitado. Para obter mais informações sobre as diversas políticas de controle de acesso disponíveis no Amazon S3, consulte o tópicoControle de Acesso no Amazon S3 Guia do desenvolvedor.

P: O Amazon S3 oferece suporte à auditoria de acesso a dados?

Sim, os clientes podem, opcionalmente, configurar os baldes do Amazon S3 para criar acesso a registros de log para todas as solicitações feitas a ele. Esses registros de log de acesso podem ser usados para fins de auditoria e contêm detalhes sobre a solicitação, tais como o tipo, os recursos especificados na solicitação e a hora e data em que foi processada.

P: Quais são as opções que tenho para criptografar os dados armazenados no Amazon S3?

Você pode optar por criptografar dados usando SSE-S3, SSE-C, SSE-KMS ou uma biblioteca de cliente, como o Amazon S3 Encryption Client. As quatro opções permitem que você armazene dados confidenciais criptografados ociosos no Amazon S3.

O SSE-S3 oferece uma solução integrada onde a Amazon trata o gerenciamento e a proteção de chaves usando várias camadas de segurança. Você deve escolher o SSE-S3 se preferir que a Amazon gerencie suas chaves.

O SSE-C permite que você aproveite o Amazon S3 para criptografar e descriptografar objetos mantendo o controle das chaves usadas para criptografá-los. Com o SSE-C, você não precisa implementar nem usar uma biblioteca de cliente para criptografar e descriptografar objetos armazenados no Amazon S3, mas precisa gerenciar as chaves enviadas ao Amazon S3 para criptografar e descriptografar objetos. Use o SSE-C se quiser manter suas próprias chaves de criptografia, mas não quiser implementar ou aproveitar uma biblioteca de criptografia de cliente.

O SSE-KMS permite usar o AWS Key Management Service (AWS KMS) para gerenciar as chaves de criptografia. O uso do AWS KMS para gerenciar suas chaves oferece vários benefícios adicionais.  Com o AWS KMS, existem permissões separadas para o uso da chave mestra, oferecendo uma camada de controle adicional e proteção contra acesso autorizado aos seus objetos armazenados no Amazon S3. O AWS KMS fornece uma trilha de auditoria, permitindo visualizar quem usou sua chave para acessar o objeto, qual objeto foi acessado e quando ocorreu esse acesso. Também é possível visualizar tentativas malsucedidas de acesso por usuários sem permissão para descriptografar os dados. Além disso, o AWS KMS oferece controles de segurança adicionais para apoiar os esforços dos clientes no cumprimento dos requisitos setoriais PCI-DSS, HIPAA/HITECH e FedRAMP.

Usando uma biblioteca cliente de criptografia, como o Amazon S3 Encryption Client, você pode manter o controle das chaves e concluir a criptografia e descriptografia dos objetos no cliente usando sua biblioteca de criptografia preferida. Alguns clientes preferem ter controle completo da criptografia e descriptografia de objetos; assim, apenas objetos criptografados são transmitidos para o Amazon S3 pela Internet. Use uma biblioteca de cliente se quiser manter o controle de suas chaves de criptografia, se puder implementar ou usar uma biblioteca de criptografia de cliente e se precisar ter seus objetos criptografados antes de enviá-los para armazenamento no Amazon S3.

Para obter mais informações sobre o uso de SSE-S3, do SSE-C ou SSE-KMS no Amazon S3, consulte o tópico Using Encryption no Amazon S3 Developer Guide.

P: Como a Amazon protege chaves de criptografia SSE?

Com SSE, cada objeto protegido é criptografado com uma chave exclusiva. A própria chave de objeto é criptografada por uma chave mestra separada. Uma nova chave mestra é emitida pelo menos mensalmente. Dados criptografados, chaves de criptografia e chaves mestras são armazenadas e protegidas em hosts separados por várias camadas de proteção.

P: Consigo atender aos requisitos de conformidade de privacidade de dados dos EUA com o Amazon S3?

Os clientes podem optar por armazenar todos os dados na UE usando as regiões UE (Irlanda) ou UE (Frankfurt). É sua responsabilidade garantir que você esteja em conformidade com a legislação de privacidade da UE.

P: Onde posso localizar mais informações sobre a segurança na AWS?

Para obter mais informações sobre segurança na AWS, consulte o documento Amazon Web Services: visão geral dos processos de segurança.



P: Qual a durabilidade do Amazon S3?

O Amazon S3 é projetado para fornecer uma durabilidade de 99,999999999% de objetos durante um ano determinado. Este nível de durabilidade corresponde a uma média de perda anual esperada de 0,000000001% de objetos. Por exemplo, se você armazenar 10.000 objetos com o Amazon S3, você pode esperar que em média ocorrerá a perda de somente um objeto a cada 10.000.000 anos. Além disso, o Amazon S3 é projetado para sustentar a perda simultânea de dados em duas instalações.

P: Como o Amazon S3 é projetado para alcançar uma durabilidade de 99,999999999%?

O Amazon S3 armazena de modoredundante seus objetos em múltiplos dispositivos em várias instalações em uma região do Amazon S3. O serviço foi criado para suportar falhas simultâneas de dispositivos ao detectar rapidamente e reparar qualquer redundância perdida. Ao processar uma solicitação para armazenar dados, o serviço armazenará de modo redundante seu objeto em várias instalações antes de retornar o status de SUCESSO. O Amazon S3 também verifica regularmente a integridade dos seus dados usando as somas de verificação.

P: Que somas de verificação o Amazon S3 utiliza para detectar corrupção de dados?

O Amazon S3 usa uma combinação de soma de verificação de conteúdo-MD5 e verificações de redundância cíclica (CRCs) para detectar a corrupção de dados. O Amazon S3 executa essas somas de verificação nos dados em repouso e repara qualquer corrupção usando dados redundantes. Além disso, o serviço calcula as somas de verificação em todo o tráfego de rede para detectar corrupção de pacotes de dados ao armazenar ou recuperar dados.

P: O que é versionamento?

O controle de versão permite preservar, recuperar e restaurar todas as versões de cada objeto armazenado em um balde do Amazon S3. Depois de habilitar o controle de versão para um bucket, o Amazon S3 preserva objetos existentes sempre que você realizar uma operação PUT, POST, COPY ou DELETE. Por padrão, solicitações GET irão recuperar a versão mais recentemente gravada. Versões mais antigas de um objeto substituído ou excluído podem ser recuperadas, ao se especificar a versão na solicitação.

P: Por que devo utilizar o versionamento?

O Amazon S3 oferece aos clientes uma infraestrutura de armazenamento altamente durável. O controle de versão oferece um nível adicional de proteção, fornecendo um meio de recuperação caso os clientes substituírem ou excluírem objetos acidentalmente. Isso permite que você se recupere facilmente de ações não intencionais de usuário e de falhas do aplicativo. Você também pode usar o controle de versão para arquivamento e retenção de dados.

P: Como começo a utilizar o versionamento?

Para começar a utilizar o controle de versão, basta ativar uma configuração no seu bucket do Amazon S3. Para obter mais informações sobre como ativar o versionamento, consulte a documentação técnica do Amazon S3.

P: Como o versionamento pode me proteger contra exclusão acidental de meus objetos?

Quando um usuário executa uma operação DELETE em um objeto, as solicitações simples (não versionadas) subsequentes não poderão mais recuperar o objeto. No entanto, todas as versões do objeto continuarão a ser preservadas em seu bucket do Amazon S3 e podem ser recuperadas ou restauradas. Somente o proprietário de um bucket do Amazon S3 pode excluir uma versão permanentemente. Você pode definir regras de ciclo de vida para gerenciar o ciclo de vida e o custo de armazenamento de várias versões dos seus objetos.

P: Posso configurar uma lixeira ou janela de reversão nos meus objetos do Amazon S3 para recuperar exclusões e sobrescritas?

Você pode usar as regras de ciclo de vida juntamente com o versionamento para implementar uma janela de reversão para seus objetos do Amazon S3. Por exemplo, no seu bucket com versionamento ativado, você pode definir uma regra que arquiva todas as versões anteriores para a classe de armazenamento de menor custo Glacier e as exclui depois de 100 dias, proporcionando uma janela de 100 dias para reverter qualquer alteração nos seus dados e reduzindo os custos de armazenamento.

P: Como posso garantir a máxima proteção de minhas versões preservadas?

O recurso MFA Delete, que utiliza autenticação multifatores, pode ser usada para fornecer uma camada adicional de segurança. Por padrão, todas as solicitações para seu bucket do Amazon S3 exigem suas credenciais de conta AWS. Se você habilitar o controle de versão com o MFA Delete em seu bucket do Amazon S3, duas formas de autenticação são necessárias para excluir permanentemente uma versão de um objeto: suas credencias de conta AWS e um código de seis dígitos válido e número de série de um dispositivo de autenticação em sua posse física. Para saber mais sobre como habilitar o versionamento com o MFA Delete, incluindo como comprar e ativar um dispositivo de autenticação, consulte a documentação técnica do Amazon S3.

P: Como sou cobrado pela utilização do versionamento?

 Taxas normais do Amazon S3 se aplicam a todas as versões de um objeto armazenado ou solicitado. Por exemplo, observemos o cenário a seguir para ilustrar os custos de armazenamento ao usar o controle de versão (vamos supor que o mês atual é de 31 dias):

1) Dia 1º do mês: você realiza uma operação PUT de 4 GB (4.294.967.296 bytes) em seu bucket.
2) Dia 16 do mês: você realiza uma operação PUT de 5 GB (5.368.709.120 bytes) dentro do mesmo bucket usando a mesma chave que a da operação PUT original no Dia 1º.

Ao analisar os custos de armazenamento das operações acima, observe que o objeto de 4 GB do Dia 1º não foi excluído do bucket quando o objeto de 5 GB foi gravado no Dia 15. Em vez disso, o objeto de 4 GB é preservado como uma versão mais antiga e o objeto de 5 GB se torna a versão mais recentemente gravada do objeto dentro de seu bucket. Ao final do mês:

Utilização total byte-hora
[4.294.967.296 bytes x 31 dias x (24 horas/dia)] + [5.368.709.120 bytes x 16 dias x (24 horas/dia)] = 5.257.039.970.304 Byte-hora.


Conversão para total de GB-mês
5.257.039.970.304 byte-horas x (1 GB / 1.073.741.824 bytes) x (1 mês / 744 horas) = 6,581 GB-mês

A taxa de armazenamento é calculada abaixo, presumindo que os dados são armazenados na região Padrão dos EUA:
Nível de 0 até 1 TB: 6,581 GB x 0,0300 USD = 0,20 USD


P1: O que são as notificações de eventos do Amazon S3?

As notificações de eventos do Amazon S3 podem ser enviadas como resposta a ações no Amazon S3, como PUTs ou COPYs. Mensagens de notificação podem ser enviadas por meio do Amazon SNS, do Amazon SQS ou diretamente ao AWS Lambda.

P2: O que posso fazer com as notificações de eventos do Amazon S3?

As notificações de eventos do Amazon S3 permitem acionar fluxos de trabalho, alertas ou outras ações como resposta a alterações nos objetos armazenados no Amazon S3. Alguns exemplos incluem a transcodificação de arquivos de mídia após serem carregados, o processamento de arquivos de dados quando são disponibilizados ou a sincronização de objetos do Amazon S3 com outros armazenamentos de dados.

P3: O que é incluído em uma notificação de eventos do Amazon S3?

Para obter uma descrição detalhada das informações incluídas nas mensagens de notificações de eventos do Amazon S3, consulte o tópico Configuring Amazon S3 event notifications no Amazon S3 Developer Guide.

P4: Como configurar notificações de eventos do Amazon S3?

Para obter uma descrição detalhada sobre como configurar notificações de eventos, consulte o tópico Configuring Amazon S3 event notifications no Amazon S3 Developer Guide. Você pode saber mais sobre os serviços de sistemas de mensagens da AWS na documentação do Amazon SNS e na documentação do Amazon SQS.

P5: Quanto custa usar as notificações de eventos do Amazon S3?

Não há cobrança adicional do Amazon S3 para as notificações de eventos. Você paga apenas pelo uso do Amazon SNS ou do Amazon SQS para entregar as notificações de eventos, ou pelo custo de execução da função do AWS Lambda. Visite as páginas de definição de preço do Amazon SNS, Amazon SQS ou AWS Lambda para visualizar os detalhes de definição de preço desses serviços.



P: O que é RRS?

Reduced Redundancy Storage (RRS) é uma nova opção de armazenamento no Amazon S3 que permite aos clientes reduzirem seus custos, armazenando dados reprodutíveis, não críticos, a níveis de redundância mais baixos do que o armazenamento padrão do Amazon S3. O RRS fornece uma opção de armazenamento altamente disponível, menos durável e a um custo mais baixo, projetada para sustentar a perda de dados em uma única instalação.

P: Por que devo escolher usar o RRS?

O RRS é ideal para dados não críticos ou reprodutíveis. Por exemplo, RRS é uma solução econômica para compartilhar conteúdo de mídia armazenado de forma durável em outro lugar. RRS também é a melhor escolha se você estiver armazenando miniaturas e outras imagens redimensionadas que podem ser facilmente reproduzidas a partir de uma imagem original.

P: Qual é a durabilidade do Amazon S3 ao utilizar o RRS?

O RSS é projetado para fornecer uma durabilidade de 99,99% de objetos durante um ano determinado. Este nível de durabilidade corresponde a uma média de perda anual esperada de 0,01% de objetos. Por exemplo, se você armazenar 10.000 objetos com a opção RRS, você pode esperar que em média ocorrerá a perda anual de somente um objeto (i.e. 0,01% de 10.000 objetos). Esta perda anual representa uma média esperada e não garante a perda de 0,01% de objetos em um determinado ano.

A opção RRS armazena objetos em múltiplos dispositivos em várias instalações, fornecendo 400 vezes a durabilidade de uma típica unidade de disco, mas não replica objetos tantas vezes quanto o armazenamento padrão do Amazon S3 e, portanto, é ainda mais rentável. Além disso, o RRS destina-se a sustentar a perda de dados em uma única instalação.

P: Como fico sabendo se perdi um objeto RRS?

Se um objeto RRS foi perdido, o Amazon S3 retornará um erro 405 nas solicitações feitas para esse objeto. O Amazon S3 também oferece notificações para a perda de objeto do Reduced Redundancy Storage (RRS). Os clientes podem configurar seu bucket para que quando o Amazon S3 detectar a perda de um objeto RRS, uma notificação seja enviada através do Amazon Simple Notification Service (SNS). Isso permite que os clientes substituam objetos RRS perdidos.

P: Como posso especificar que desejo armazenar meus dados usando o RRS?

Todos os objetos no Amazon S3 têm uma configuração de classe de armazenamento. A configuração padrão é a STANDARD. Você pode usar um cabeçalho opcional em uma solicitação PUT para especificar a configuração REDUCED_REDUNDANCY.

P: Meus objetos RRS estão amparados pelo Acordo de Nível de Serviço do Amazon S3?

Sim, você pode utilizar o RRS sem sacrificar a disponibilidade dos seus dados. O RRS é amparado pelo Acordo de Nível de Serviço do Amazon S3, oferecendo sanções financeiras se a disponibilidade for inferior a 99,9% em um mês.

P: Como meu desempenho será afetado devido à utilização do RRS?

Você deve esperar a mesma latência e a mesma taxa de transferência do armazenamento padrão do Amazon S3 ao utilizar o RRS.

P: Como sou cobrado pela utilização do RRS?

A definição de preços de armazenamento para o RRS pode ser encontrada na seção de definição de preços da página de detalhes do Amazon S3. Taxas padrão do Amazon S3 se aplicam à largura de banda e às solicitações.



P: O Amazon S3 fornece capacidades para arquivamento de objetos, a fim de reduzir o custo de opções de armazenamento?

Sim, o Amazon S3 permite que você utilize o serviço de armazenamento de custo extremamente baixo do Amazon Glacier como armazenamento para arquivamento de dados. O Amazon Glacier armazena dados por apenas 0,01 USD por gigabyte por mês. Além disso, é otimizado para dados que são raramente acessados e para os quais os tempos de recuperação de várias horas são adequados. Entre os exemplos estão arquivos de mídia digital, registros financeiros e de saúde, dados não processados de sequência genômica, backups de banco de dados a longo prazo e dados que devem ser retidos para conformidade normativa.

P: Como posso armazenar meus dados usando a opção Amazon Glacier?

Você pode usar regras de ciclo de vida para arquivar automaticamente conjuntos de objetos do Amazon S3 no Amazon Glacier com base na vida útil. Use o Amazon S3 Management Console, os AWS SDKs ou as APIs do Amazon S3 para definir regras para arquivamento. As regras especificam um prefixo e período de tempo. O prefixo (p. ex., “logs/”) identifica os objetos sujeitos à regra. O período de tempo específica o número de dias a partir da data de criação do objeto (p. ex., 180 dias) ou da data especificada após a qual os objetos devem ser arquivados. Quaisquer objetos de armazenamento de redundância reduzida ou padrão do Amazon S3, que tiverem nomes iniciando com o prefixo especificado e que tiverem passado do período de tempo especificado serão arquivados no Amazon Glacier. Para recuperar dados do Amazon S3 armazenados no Amazon Glacier, inicie um trabalho de restauração via APIs do Amazon S3 ou do Management Console. Os trabalhos de restauração geralmente são concluídos em 3 a 5 horas. Assim que o trabalho for concluído, você poderá acessar seus dados através de uma solicitação de objeto GET do Amazon S3.

Você pode usar regras de ciclo de vida em qualquer dos seus buckets, incluindo os buckets versionados. É possível arquivar facilmente as versões dos seus objetos após um período decorrido (número de dias a partir da sobrescrita/expiração).

Para obter mais informações sobre o uso de regras de ciclo de vida, consulte o tópico Object Archival no Amazon S3 Developer Guide.

P: Posso usar as APIs do Amazon S3 ou Management Console para relacionar objetos que arquivei no Amazon Glacier?

Sim, assim como outras opções de armazenamento do Amazon S3 (armazenamento de redundância reduzida ou padrão), os objetos do Amazon Glacier armazenados usando APIs do Amazon S3 ou o Management Console têm um nome definido pelo usuário associado. Você pode obter uma lista em tempo real de todos os seus nomes de objeto do Amazon S3, incluindo os armazenados usando a opção Amazon Glacier, usando a API LIST do Amazon S3.

P: Posso usar APIs do Amazon Glacier para acessar objetos que arquivei no Amazon Glacier?

Como o Amazon S3 mantém o mapeamento entre o identificador definido pelo sistema do Amazon Glacier e o nome do objeto definido pelo usuário, os objetos do Amazon S3 que são armazenados usando a opção Amazon Glacier estão acessíveis somente através das APIs do Amazon S3 ou do Amazon S3 Management Console.

P: Como posso restaurar meus objetos que arquivei no Amazon Glacier?

Para restaurar os dados do Amazon S3 armazenados no Amazon Glacier, inicie uma solicitação de restauração usando as APIs do Amazon S3 ou o Amazon S3 Management Console. As solicitações de restauração geralmente são concluídas em 3 a 5 horas. A solicitação de restauração cria uma cópia temporária de seus dados em RRS, mantendo os dados arquivados intactos no Amazon Glacier. Você pode especificar a quantidade de tempo em dias para os quais uma cópia temporária é armazenada em RRS. Você poderá então acessar sua cópia temporária de RRS através de uma solicitação GET do Amazon S3 no objeto arquivado..

P: Quanto tempo levará a restauração de meus objetos arquivados no Amazon Glacier?

Ao processar um trabalho de restauração, o Amazon S3 primeiro recupera os dados solicitados do Amazon Glacier (que geralmente leva 3 a 5 horas) e então cria uma cópia temporária dos dados solicitados em RRS (que geralmente leva alguns minutos). Você pode esperar que a maioria dos trabalhos de restauração sejam iniciados via APIs do Amazon S3 ou Management Console e concluídos em 3 a 5 horas.

P: Por quanto serei cobrado para arquivar objetos no Amazon Glacier?

O preço de armazenamento do Amazon Glacier inicia em 0,01 USD por gigabyte por mês. O preço das solicitações de arquivamento e restauração iniciam em 0,05 USD por 1.000 solicitações. Para restaurações grandes, há também uma tarifa de restauração a partir de 0,01 USD por gigabyte. Quando um objeto arquivado for restaurado, ele residirá no RRS e no Glacier. Você será cobrado pelo uso de armazenamento do RRS e Glacier pela duração na qual o objeto permanecer restaurado, sendo que depois disso você será cobrado somente pelo armazenamento do Glacier do objeto. Há uma cobrança rateada de 0,03 USD por gigabyte para itens excluídos antes de 90 dias. Como o Amazon Glacier foi projetado para armazenar dados com pouco acesso e longa duração, essas cobranças de restauração e exclusão antecipada provavelmente não serão aplicadas para a maioria dos usuários. Taxas padrão do Amazon S3 se aplicam à largura de banda. Para saber mais, visite a página de detalhes do Amazon S3.

P: Como é calculada a cobrança do meu armazenamento para objetos do Amazon S3 arquivados no Amazon Glacier?

O volume de armazenamento faturado em um mês baseia-se no armazenamento médio usado durante todo o mês, medido em gigabites por mês (GB-mês). O Amazon S3 calcula o tamanho do objeto como a quantidade de dados que você armazenou, mais 32 kilobytes adicionais de dados do Glacier, mais um adicional de 8 KB de dados de armazenamento padrão do S3. O Amazon Glacier requer um adicional de 32 kilobytes de dados por objeto para os metadados e índice do Glacier para que você possa identificar e recuperar seus dados. O Amazon S3 requer 8 KB para armazenar e manter os metadados e nome definido pelo usuário para objetos arquivados no Amazon Glacier. Isso permite que você obtenha uma lista em tempo real de todos os seus objetos do Amazon S3, incluindo os armazenados usando a opção Amazon Glacier, usando a API LIST do Amazon S3. Por exemplo, se você arquivou 100.000 objetos com 1 GB cada, seu armazenamento cobrável seria:

1,000032 gigabytes por cada objeto x 100.000 objetos = 100.003,2 gigabytes de armazenamento do Amazon Glacier.
0,000008 gigabytes para cada objeto x 100.000 objetos = 0,8 gigabytes de armazenamento padrão do Amazon S3.

Se você arquivar os objetos por um mês na região Padrão dos EUA, será cobrado da seguinte forma:
(100.003,20 GB-meses x 0,0100 USD) + (0,8 GB-meses x 0,0300 USD) = 1.000,056 USD

P: Quantos dados posso restaurar gratuitamente?

Você poderá restaurar até 5% dos dados do Amazon S3 armazenados no Amazon Glacier gratuitamente a cada mês. Normalmente, isso será suficiente para as necessidades de backup e arquivamento. A sua franquia gratuita mensal de restauração de 5% é calculada e medida de forma rateada por dia. Por exemplo, se em um determinado dia você tiver 12 terabytes de dados arquivados no Amazon S3, poderá recuperar até 20,5 gigabytes de dados gratuitamente nesse dia (12 terabytes x 5%/30 dias = 20,5 gigabytes, assumindo um mês de 30 dias).

P: Como será a cobrança da restauração de grandes quantidades de dados do Amazon Glacier?

Você pode recuperar até 5% de seus dados arquivados (rateados diariamente) para cada mês gratuito. Por exemplo, se em um determinado dia você tiver 75 terabytes de dados do S3 arquivados no Amazon Glacier, poderá recuperar até 128 gigabytes de dados gratuitamente nesse dia (75 terabytes x 5%/30 dias = 128 gigabytes, assumindo um mês de 30 dias). Neste exemplo, 128 GB é sua franquia de restauração diária gratuita. Será cobrada uma taxa de restauração de dados somente se você exceder sua franquia de restauração diária. Vejamos agora como é calculada essa taxa de restauração – que é baseada em sua taxa de restauração cobrável de pico por mês.

Vamos supor que você tenha 75 TB de dados arquivados no Amazon Glacier e gostaria de restaurar 140 GB. A taxa de restauração de dados que você pagar será determinada por o quão rápido você deseja restaurar os dados. Por exemplo, você pode solicitar todos os dados de uma vez e pagar 21,60 USD ou restaurá-los uniformemente em oito horas e pagar 10,80 USD. Se você distribuir ainda mais suas restaurações uniformemente em 28 horas, suas restaurações seriam gratuitas, pois estaria restaurando menos de 128 GB por dia. Quanto mais você distribuir suas solicitações de restauração, menor será o seu uso de pico e menor será o seu custo.

A seguir, mostramos como calcular taxas de restauração se você tiver arquivado 75 TB de dados e restaurado 140 GB em 4 horas, 8 horas e 28 horas, respectivamente.

Exemplo 1: arquivamento de 75 TB de dados no Amazon Glacier e restauração de 140 GB em 4 horas.
Primeiro, calculamos sua taxa de restauração de pico. Sua taxa de restauração de pico por hora, a cada mês, é igual à maior quantidade de dados que você restaura em qualquer hora ao longo do mês. Se você iniciar várias restaurações na mesma hora, esses serão adicionados juntos para determinar sua taxa de restauração por hora. Sempre pressupomos que uma solicitação de restauração é concluída em 4 horas para a finalidade de cálculo de sua taxa de restauração de pico. Nesse caso, sua taxa de pico é de 140 GB/4 horas, o que equivale a 35 GB por hora.

Em seguida, calculamos sua taxa de restauração cobrável de pico ao subtrair a quantidade de dados que você obtém gratuitamente de sua taxa de pico. Para calcular seus dados gratuitos, verificamos sua franquia diariamente e a dividimos pelo número de horas no dia em que você recuperou dados. Então, nesse caso, seus dados gratuitos são 128 GB/4 horas ou 32 GB gratuitos por hora. Isso torna sua taxa de restauração de pico cobrável 35 GB/hora – 32 GB por hora, o que equivale a 3 GB por hora.

Para calcular quanto você paga no mês, multiplicamos a sua taxa de restauração de pico faturável (3 GB por hora) pela tarifa de restauração de dados (0,01 USD/GB) pelo número de horas em um mês (720). Então, nesse caso, você pagaria 3 GB/hora * 0,01 USD * 720 horas, o que equivale a 21,60 USD para restaurar 140 GB em 3 a 5 horas.

Exemplo 2: arquivamento de 75 TB de dados no Amazon Glacier e restauração de 140 GB em 8 horas.
Primeiro, calculamos sua taxa de restauração de pico. Novamente, para a finalidade de calcular sua taxa de restauração, sempre pressupomos que as restaurações são concluídas em 4 horas. Se você enviar solicitações para restaurar 140 GB de dados em um período de 8 horas, sua taxa de restauração de pico seria então de 140 GB/8 horas = 17,50 GB por hora. (Isso pressupõe que suas restaurações iniciam e terminam no mesmo dia.)

Em seguida, calculamos sua taxa de restauração cobrável de pico ao subtrair a quantidade de dados que você obtém gratuitamente de sua taxa de pico. Para calcular seus dados gratuitos, verificamos sua franquia diariamente e a dividimos pelo número de horas no dia em que você recuperou dados. Então, nesse caso, seus dados gratuitos são 128 GB/8 horas ou 16 GB gratuitos por hora. Isso torna sua taxa cobrável 17,5 GB/hora – 16 GB por hora, o que equivale a 1,5 GB por hora. Para calcular quanto você paga para o mês, multiplicamos a sua utilização de pico em uma única hora (1,5 GB por hora) pela tarifa de restauração (0,01 USD/GB) pelo número de horas em um mês (720). Então, nesse caso, você pagaria 1,5 GB/hora * 0,01 USD * 720 horas, o que equivale a 10,80 USD para restaurar 140 GB.

Exemplo 3: arquivamento de 75 TB de dados no Amazon Glacier e restauração de 140 GB em 28 horas.
Se você distribuir suas restaurações em 28 horas, não excederia mais sua franquia de recuperação gratuita diária e, portanto, não seria cobrada uma taxa de restauração de dados.

P: Como sou cobrado pela exclusão de objetos do Amazon Glacier com menos de 3 meses de arquivamento?

O Amazon Glacier foi projetado para casos de uso em que os dados são retidos por meses, anos ou décadas. A exclusão de dados que são arquivados no Amazon Glacier será gratuita se os objetos sendo excluídos tiverem sido arquivados no Amazon Glacier por três meses ou mais. Se um objeto arquivado no Amazon Glacier for excluído ou substituído em três meses a partir de seu arquivamento, então haverá uma taxa de exclusão antecipada. Essa taxa é rateada. Se você excluir 1 GB de dados 1 mês após carregá-los, será cobrada uma taxa de exclusão antecipada por 2 meses de armazenamento no Amazon Glacier. Se você excluir 1 GB após 2 meses, será cobrado por 1 mês de armazenamento do Amazon Glacier.



P: Posso hospedar meu site estático no Amazon S3?

Sim, você pode hospedar seu site estático inteiro no Amazon S3 para uma solução de hospedagem extremamente disponível e econômica, que pode ser escalável automaticamente para atender a demandas de tráfego. O Amazon S3 concede a você acesso à mesma infraestrutura extremamente escalável, confiável, segura, rápida e econômica que a Amazon utiliza para executar sua própria rede global de sites da web. O serviço foi concebido para ter 99,99% de disponibilidade e carrega um acordo de nível de serviço oferecendo créditos de serviço se a disponibilidade do cliente ficar abaixo de 99,9%. Para saber mais sobre a hospedagem de seu site no Amazon S3, consulte nossas instruções sobre como configurar um site hospedado no Amazon S3.

P: Que tipos de sites devo hospedar usando a hospedagem de site estático no Amazon S3?

O Amazon S3 é ideal para a hospedagem de sites que tenham somente conteúdo estático, incluindo arquivos html, imagens, vídeos e scripts por parte do cliente, como JavaScript. O Amazon EC2 é recomendado para sites com scripts por parte do servidor e interação com banco de dados.

P: Posso usar meu próprio nome de host com meu site hospedado no Amazon S3?

Sim, você pode armazenar com facilidade e por um longo período seu conteúdo em um bucket do Amazon S3, bem como mapear seu nome de domínio (p. ex., “example.com”) para esse bucket. Os visitantes do seu site poderão então acessar esse conteúdo digitando o URL do seu site (p. ex. “http://example.com”) no navegador.

P: O Amazon S3 é compatível com redirecionamentos de site?

Sim, o Amazon S3 fornece várias formas de permitir o redirecionamento de conteúdo da web para seus sites estáticos. Os redirecionamentos permitem que você altere o URL (Uniform Resource Locator) de uma página da web em seu site hospedado no Amazon S3 (p. ex., de www.example.com/oldpage para www.example.com/newpage) sem romper links ou favoritos indicando para o antigo URL. Você pode definir regras em seu bucket para habilitar o direcionamento automático. Você também pode configurar um redirecionamento para um objeto individual do S3.

P: Há uma cobrança adicional pela hospedagem de sites estáticos no Amazon S3?

Não há cobrança adicional pela hospedagem de sites estáticos no Amazon S3. As mesmas dimensões de preço de armazenamento, solicitações e transferência de dados se aplicam aos objetos do seu site. Para obter informações sobre a definição de preço do S3, acesse a seção de definição de preço na página de detalhes do S3.

Para informações sobre as definições de preço do S3, visite a seção definição de preços na página de detalhes do S3.