Estudo de caso da InfoSpace

2014

A InfoSpace, uma subsidiária da Blucora, é uma fornecedora líder de soluções de metabusca e monetização para clientes e parceiros em todo o mundo. Fundada em 1996, a InfoSpace oferece soluções de monetização de pesquisa para uma rede global de mais de 100 parceiros. A empresa combina os principais resultados de pesquisa do Google, Yahoo! e outros mecanismos de pesquisa populares para fornecer resultados relevantes para os clientes, como Publishers Clearing House, Info.com e Iminent, bem como para seus próprios sites de pesquisa de marcas, que incluem o Dogpile, o MetaCrawler e o WebCrawler. A InfoSpace está sediada em Bellevue, WA, e tem aproximadamente 120 funcionários, dos quais 52% são engenheiros.

inicie um tutorial de python
kr_quotemark

Ao trabalhar com a AWS, romper os limites internos e permanecer próximo de nossos parceiros, conseguimos fazer algo incrível para nossos negócios.”

Wayson Vannatta
Diretor sênior de TI e operações, InfoSpace

O desafio

Antes da AWS, a InfoSpace utilizava instalações de colocalização em Washington e Virgínia para gerenciar sua infraestrutura. Os contratos com ambas as instalações deveriam expirar em meados de 2013, e problemas de energia, distribuição e manutenção levaram a organização de TI a avaliar a viabilidade de permanecer com esses datacenters. Também era o momento de atualizar o servidor e os equipamentos de rede, além de que continuar a usar os datacenters significaria investir mais de USD 1,3 milhão em investimentos de capital em um ano.

A InfoSpace processa cerca de 128 milhões de consultas por dia e coleta diariamente entre 75 e 80 GB de dados de log. Além disso, a presença internacional da empresa estava em expansão. “Operamos uma grande rede global de parceiros e tráfego, por isso queríamos poder localizar a infraestrutura próxima aos parceiros para melhorar os tempos de resposta das pesquisas”, diz Wayson Vannatta, diretor sênior de TI e operações. “Depois de analisarmos nossas opções, decidimos migrar para uma solução em nuvem.”

Por que a Amazon Web Services?

Após considerar diversos provedores de serviços em nuvem, a InfoSpace escolheu a Amazon Web Services (AWS) devido à maturidade da plataforma e à disponibilidade de APIs e ferramentas que os engenheiros poderiam usar para automatizar processos. Além disso, como explica Paul Kearney, arquiteto-chefe da Infospace, “a AWS tem uma abundância de conhecimentos e práticas recomendadas que queríamos aproveitar para administrar uma infraestrutura altamente disponível”. Após finalizar uma prova de conceito, a InfoSpace iniciou o processo de migração em janeiro de 2013, com o objetivo de mover todo o tráfego para a nuvem até junho.

Funcionamento de uma pilha da Microsoft na AWS

Para manter os negócios em funcionamento e cumprir um prazo curto, a organização de TI criou um plano mestre para migrar o tráfego de seus datacenters para a AWS e reestruturou os engenheiros e a equipe de operações da organização de TI em equipes funcionais para a transição. Uma equipe ficou responsável por preparar a pilha de aplicações de pesquisa para a nuvem, enquanto a outra desenvolveu ferramentas para dar suporte ao ambiente de nuvem. A InfoSpace também reestruturou uma equipe para preservar a infraestrutura atual e manter os parceiros informados sobre a mudança para a AWS.

A aplicação de busca foi criada utilizando o framework Microsoft.NET e funciona exclusivamente no Microsoft Windows Server 2008 R2. O back-end da aplicação consiste em um conjunto de APIs que aceitam solicitações de consultas. Quando uma solicitação de pesquisa chega de um site de parceiro, a aplicação realiza uma busca e recupera as informações de configuração para identificar como o parceiro deseja que os resultados da pesquisa sejam exibidos. Após recuperar as informações de configuração, a aplicação de pesquisa efetua chamadas para fontes de conteúdo (por exemplo, Google ou Yahoo) para recuperar os resultados. Em seguida, um algoritmo é aplicado para desduplicar e ordenar os resultados de uma maneira que seja útil para o parceiro. Se a solicitação de pesquisa for de um site da InfoSpace, a aplicação transformará os dados dos resultados da pesquisa, que estão em XML, para HTML. Os sites parceiros são responsáveis por exibir os resultados em XML em uma página HTML para seus clientes.

A equipe de TI provisionou a Amazon Virtual Private Cloud (Amazon VPC) para criar uma seção privada da Nuvem AWS para a aplicação. “Parceiros de conteúdo como Google e Yahoo realizam uma listagem (registro) de permissões de endereços IP com base na origem da solicitação”, explica Kearney. “Ao usar a tecnologia da Amazon VPC, podemos manter facilmente uma lista gerenciável de endereços IP que são aceitos por nossos provedores.” O ambiente inclui servidores Microsoft com imagens de máquina da Amazon (AMIs) funcionando em instâncias do Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) em diversas zonas de disponibilidade nas regiões Leste dos EUA (Norte da Virgínia), Oeste dos EUA (Norte da Califórnia) e Europa (Irlanda).

A InfoSpace usa o Amazon CloudFront como sua rede de entrega de conteúdo, o Amazon Route 53 para serviços DNS e conta com o Amazon Simple Storage Service (Amazon S3) para armazenar ativos e arquivos de log. O Amazon S3 também é um ponto de transferência intermediário para mover arquivos de log do Amazon EC2 para seu data warehouse on-premises para geração de relatórios e análises. 

Antes de migrar para a AWS, a equipe de engenharia criou uma ferramenta de teste chamada “fire and forget” (dispare e esqueça) que enviava solicitações para a AWS sempre que a aplicação recebia uma solicitação no ambiente de datacenter da InfoSpace. A solicitação do datacenter era processada e devolvida ao usuário. Uma duplicata da solicitação era processada na Nuvem AWS, o que permitia à InfoSpace testar cargas de nível de produção que correspondiam aos padrões de tráfego reais. Ao usar essa ferramenta, os engenheiros puderam identificar os requisitos de capacidade para um determinado nível de tráfego e identificar o tamanho e o número de instâncias necessárias em cada região. Atualmente, a InfoSpace usa o Elastic Load Balancing para distribuir tráfego em 490 instâncias do Amazon EC2.

Otimização de um ambiente Windows na Nuvem AWS

Em maio de 2013, a InfoSpace iniciou uma migração incremental com diversas datas de implantação. A empresa segmentou seus negócios em dois grupos: tráfego hospedado para sites da marca InfoSpace e tráfego de distribuição para parceiros. Após alguns testes pilotos, a InfoSpace transferiu a maior parte de seu tráfego para a AWS em um período de duas semanas e meia.

Após uma migração bem-sucedida, a equipe da InfoSpace começou a estabilizar o ambiente, o que incluiu um aprimoramento do processo de lançamento e uma movimentação dos registros DNS para o endereço adequado. A InfoSpace usa o Sumo Logic para gerenciar mais de 200 GB de dados diariamente e o Chef para automatizar os processos de implantação e configuração. “Costumava levar duas semanas para criar, configurar e implantar uma nova máquina em nossos centros de colocalização. Não havia muita automação, embora o ambiente fosse virtualizado”, diz Kearney. “Agora podemos usar uma AMI genérica do Windows Server pré-configurada pela AWS e utilizar o Chef no momento da inicialização para instalar o .NET, o Internet Information Services (IIS) e nossa aplicação em uma instância em 20 minutos. Em vez de implantar novas versões da aplicação em máquinas existentes, apenas criamos novas instâncias.”

Os benefícios

Com um planejamento cuidadoso e trabalhando em estreita colaboração com os arquitetos de soluções da AWS, a InfoSpace conseguiu concluir uma migração completa do datacenter, incluindo sua pilha da Microsoft Windows, em seis meses, suportando um aumento de mais de 30% no tráfego. Com a AWS, a InfoSpace tornou-se capaz de criar uma infraestrutura global para oferecer suporte aos clientes internacionais. “O uso da AWS torna nossa abordagem para resolver problemas mais simples e rápida”, diz Vannatta. “Há muitas considerações de custo e impostos ao abrir instalações no exterior. A AWS oferece um caminho facilitado para uma presença internacional.”

Os tempos de resposta das pesquisas melhoraram para clientes internacionais e domésticos. Vannatta estima que os tempos de resposta para o tráfego internacional melhoraram em 20% e para o tráfego doméstico, em 10%. “Além disso, estimamos que a mudança para a AWS reduziu nosso orçamento de capital para o ano de 2013 em 72%”, ele afirma. “Conseguimos eliminar a necessidade de funcionários 24 horas por dia, 7 dias por semana, ao automatizar nosso processo de monitoramento, alerta e resposta, e tendemos a sofrer uma redução de 32% nas despesas operacionais em 2014. Quando a unidade de negócios nos informou que o tráfego na América do Sul e na Ásia estava aumentando, sabíamos que seria possível implantar nossa pilha de aplicações nessas regiões rapidamente.”
A organização de TI não tinha experiência em serviços em nuvem antes de migrar para a AWS. “Ao trabalhar com a AWS, romper os limites internos e permanecer próximo de nossos parceiros, conseguimos fazer algo incrível para nossos negócios”, diz Vannatta. “Nossos funcionários ganharam experiência na nuvem e agora somos vistos como uma organização de valor agregado em vez de um centro de custo. É uma organização técnica muito mais rigorosa e acredito que a AWS nos permite ser uma equipe ainda mais próxima e talentosa.”


Sobre a InfoSpace

A InfoSpace, uma subsidiária da Blucora, é uma fornecedora líder de soluções de metabusca e monetização para clientes e parceiros em todo o mundo.

Benefícios da AWS

  • Migração completa do datacenter concluída em seis meses
  • Suporte do aumento de 30% no tráfego
  • Redução do orçamento de capital em 72%

Produtos da AWS usados

Amazon S3

O Amazon Simple Storage Service (Amazon S3) é um serviço de armazenamento de objetos que oferece escalabilidade, disponibilidade de dados, segurança e performance líder do setor. 

Saiba mais »

Amazon VPC

A Amazon Virtual Private Cloud (Amazon VPC) permite provisionar uma seção da Nuvem AWS isolada logicamente na qual é possível executar recursos da AWS em uma rede virtual que você mesmo define.

Saiba mais >>

Amazon EC2

O Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) é um web service que disponibiliza capacidade computacional segura e redimensionável na nuvem.

Saiba mais >>

Aplicações Web e móveis

A AWS fornece acesso sob demanda a servidores de aplicações e Web escaláveis, armazenamento, bancos de dados, entrega de conteúdo, cache e pesquisa.

Saiba mais >>


Comece a usar

Empresas de todos os portes em todos os setores estão transformando seus negócios diariamente usando a AWS. Entre em contato com nossos especialistas e comece sua própria jornada para a Nuvem AWS hoje mesmo.