Logo-Quero-Institucional-Colorido-Tela-RGB (1)

Com suporte da AWS, Quero Educação conecta estudantes a mais de 6 mil instituições de ensino

2020

A Quero Educação lançou em 2012 o Quero Bolsa, marketplace de bolsas de graduação que rapidamente conquistou espaço no mercado, ajudando alunos a definir e trilhar seus percursos educacionais da melhor maneira. Com o sucesso do Quero Bolsa, a instituição decidiu utilizar diretamente a infraestrutura da Amazon Web Services para outros serviços, garantindo a flexibilidade, a segurança e a escalabilidade necessárias ao negócio.

start a python tutorial
CustomerReferences_QuoteMark

Hoje nos beneficiamos dos serviços da AWS em diversos sentidos, tais como frequência de lançamentos de novas funcionalidades e produtos, anúncios acompanhados de exemplo concreto de uso, estabilidade, performance, diferentes opções de organização da infraestrutura, segurança baseada no princípio de Least Privilege, reduções de custo periódicas e o acompanhamento próximo feito por arquitetos e gerente de conta."

Ney Pimenta
gerente de engenharia da Quero Educação

Independência

Com cerca de dez anos de atuação no mercado, a Quero Educação sempre utilizou a infraestrutura da Amazon Web Services, mas inicialmente por meio de um parceiro. Em 2016, a instituição passou a operar diretamente com a AWS, colocando no ar uma série de novos serviços, como o OPA, uma plataforma personalizada de atendimento, e o Quero Pago, serviço de gestão de mensalidades, todos agora operados diretamente pela equipe de Tecnologia da Informação da companhia.

O desafio

A Quero Educação nasceu em 2010 com o nome de Rede Alumni e com foco na oferta de um serviço online para que ex-alunos do ITA mantivessem vínculo entre si e suas antigas instituições de ensino. Dois anos depois, a empresa lançou o Quero Bolsa, um marketplace de bolsas de graduação. Com o crescimento do novo serviço, em 2016 a empresa adotou o nome de Quero Educação, agora com foco em ajudar as pessoas a trilhar seus percursos educacionais da melhor maneira.

O Group Engineering Manager da Quero Educação, Ney Pimenta, lembra que, no lançamento da empresa, a equipe não tinha know-how para cuidar da infraestrutura. “Por isso adotamos a plataforma como serviço da Engine Yard, que funcionava sobre AWS e facilitava a manutenção de nossa parte”, lembra. O modelo funcionou de 2012 a 2016, mas, com o tempo, foi ficando mais complexo suportar o crescimento de alunos e desenvolvedores, principalmente em relação ao Quero Bolsa.

“O Quero Bolsa era o nosso maior produto e tinha gargalos de desempenho na aplicação e, principalmente, no banco de dados. Ele se tornou uma aplicação monolítica com alto número de acessos e alto volume de dados, além de uma suíte de testes muito pesada”, explica.

A solução encontrada naquele momento foi passar a trabalhar diretamente com o fornecedor de nuvem, ganhando agilidade. “Nosso time foi melhorando e estávamos nos sentindo limitados pela cadência de atualizações e falta de customização do parceiro. Além disso, surgiram necessidades naturais do crescimento do produto e da audiência”, explica.

Por que Amazon Web Services

Com a decisão de trabalhar diretamente com o fornecedor da plataforma, Pimenta lembra que a escolha da AWS foi natural. “Na época, era a empresa com a nuvem mais consolidada. Avaliamos outros concorrentes, mas eles não demonstravam a mesma capacidade de escala e o potencial de crescimento da AWS”, diz.

Ele lembra que o processo de transição foi gradual. Em novembro de 2016, a Engine Yard compartilhou a conta da AWS com a equipe da Quero. Em junho de 2017, os aplicativos da Quero foram totalmente desvinculados do parceiro e foi iniciado o deploy independente via Jenkins. “No segundo semestre daquele ano, começamos a subir alguns projetos no Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) e no AWS Elastic Beanstalk e, no final de 2018, migramos nossa plataforma de BI, que era on-premises, para o ambiente da AWS”, revela.

E a migração continuou nos meses seguintes. Em janeiro de 2019, todo o banco de dados Quero Bolsa foi migrado para o Amazon Relational Database Service (Amazon RDS). No mesmo ano, o time da Quero intensificou o uso do AWS Lambda, criando um cluster no Amazon Elastic Container Service (Amazon ECS) com AWS Fargate e um cluster no Amazon Elastic Container Services for Kubernetes utilizando kops contendo alguns serviços. Já em 2020, foi criado um cluster oficial e global de homologação no Amazon Elastic Kubernetes Service (Amazon EKS).

“Hoje, quase todas as nossas aplicações de tecnologia estão na AWS, incluindo os sites públicos, nossas ferramentas internas e as plataformas de análise de dados”, diz. Com isso, a Quero Educação utiliza hoje serviços AWS como o Amazon Simple Storage Service (S3), Amazon Cloudfront, Amazon EC2 Auto Scaling, Amazon Lightsail (para testes rápidos), Amazon Elastic Container Registry (ECR), Amazon ElastiCache, Amazon Aurora, Amazon Route 53, AWS Secrets Manager, AWS VPN e Amazon Database Migration Service (DMS). Na gestão de dados, por exemplo, as soluções trabalham como no diagrama abaixo:

Diagrama Arquitetura QUERO_REDUX

O uso da infraestrutura AWS permite que a Quero Educação ofereça hoje serviços como resenhas, matrícula digital, parcelamento, gestão de mensalidades, bolsas de estudo e atendimento personalizado, para os alunos e consultoria estratégica para os parceiros, sempre com foco em simplicidade, transparência e redução da burocracia.

“Hoje temos mais de seis mil instituições de ensino parceiras entre ensino superior, básico, idiomas e técnico. Além disso, nosso quadro de colaboradores já atingiu 700 pessoas, com sede em São José dos Campos e escritório em São Paulo”, afirma Pimenta.

Os benefícios

Com a administração direta da infraestrutura na AWS, a Quero Educação conquistou vantagens como melhor SEO (Search Engine Optimization), maior frequência de lançamentos, redução no downtime e maior produtividade. Além disso, a empresa apresenta números como:

● Pico de 47 mil usuários simultâneos no dia do resultado do ENEM (2020). Quase 12 milhões de usuários em janeiro;

● 256 instâncias em uso;

● Média de 30 pipelines diárias rodando suíte de testes em paralelo via Gitlab para o Quero Bolsa, com duração média de 29 minutos;

● Savings plan, contrato de desconto por volume no Amazon Cloudfront;

● Estabilidade com o uso do Amazon RDS;

● Facilidade de restauração em casos de drop do banco de dados (que infelizmente tiveram que usar por causa de um erro humano).

“Hoje nos beneficiamos dos serviços da AWS em diversos sentidos, tais como frequência de lançamentos de novas funcionalidades e produtos, anúncios acompanhados de exemplo concreto de uso, estabilidade, performance, diferentes opções de organização da infraestrutura, segurança baseada no princípio de Least Privilege, reduções de custo de serviços periódicas e o acompanhamento próximo feito por arquitetos e gerente de conta”, diz Pimenta.

Próximos passos

Ney Pimenta revela que a Quero deve continuar ampliando a utilização dos serviços da Amazon Web Services. A empresa já planeja para breve o lançamento de um cluster em Amazon EKS para produção. “Estamos passando a utilizar mais orquestração agora. A tendência é uniformizar as infraestruturas, melhorando a comunicação. Mais à frente vamos tornar o cluster híbrido, com alguns serviços usando o AWS Fargate ”. Também devem intensificar o uso do AWS Codepipeline e de ferramentas de governança, como AWS Config e Systems Manager.

Ainda em 2020 a Quero vai migrar para a AWS as estruturas da Melhor Escola e da operação brasileira em educação da Quinstreet, ambas adquiridas em 2019.

Saiba mais

Obtenha mais informações sobre as soluções AWS para o mercado de educação.


Sobre a Quero Educação

A Quero nasceu em 2010 com o nome do próprio produto, Rede Alumni. Na época, era um serviço online para que ex-alunos do ITA mantivessem vínculo entre si e com a instituição formadora. Em 2012, o Quero Bolsa foi lançado como um marketplace de bolsas de graduação e teve uma penetração muito rápida no mercado. Em 2016, a empresa adotou o nome Quero Educação, mirando em ajudar as pessoas a trilhar seus percursos educacionais da melhor maneira.

Para isso, oferece resenhas de alunos, matrícula digital, parcelamento, gestão de mensalidades, bolsas de estudo e atendimento personalizado, com foco em simplicidade, transparência e falta de burocracia. Para os parceiros, oferece consultoria estratégica. A Quero Educação tem mais de seis mil instituições de ensino parceiras entre ensino superior, básico, idiomas e técnico. Com sede em São José dos Campos e escritório em São Paulo, a companhia tem cerca de 700 colaboradores.

Benefícios com AWS

● Pico de 47 mil usuários simultâneos no dia do resultado do ENEM (2020). Quase 12 milhões de usuários em janeiro;
● 256 instâncias em uso;
● Média de 30 pipelines diárias rodando suíte de testes em paralelo via Gitlab para o Quero Bolsa, com duração média de 29 minutos;
● Savings plan, contrato de desconto por volume no Amazon Cloudfront;
● Estabilidade com o uso do Amazon RDS;
● Facilidade de restauração em casos de drop do banco de dados.

Serviços AWS utilizados

Amazon ECS

O Amazon Elastic Container Service (Amazon ECS) é um serviço de orquestração de contêineres totalmente gerenciado

Saiba mais »

AWS Lambda

O AWS Lambda permite que você execute código sem provisionar ou gerenciar servidores. Você paga apenas pelo tempo de computação consumido.

Learn more »

Amazon CloudFront

O Amazon CloudFront é um serviço rápido de rede de entrega de conteúdo (CDN) que entrega dados, vídeos, aplicativos e APIs a clientes em todo o mundo, com segurança, baixa latência e altas velocidades de transferência em um ambiente fácil para o desenvolvedor.

Learn more »

Amazon Aurora

O Amazon Aurora é um banco de dados relacional compatível com MySQL e PostgreSQL e criado para a nuvem que combina a performance e a disponibilidade de bancos de dados comerciais avançados com a simplicidade e a economia de bancos de dados de código aberto.

Learn more »


Comece agora

Empresas de todos os tamanhos e setores estão transformando seus negócios todos os dias usando a AWS. Entre em contato com nossos especialistas e comece hoje sua jornada na nuvem.