Desde que os grupos de TI começaram a executar aplicativos importantes, sempre foi necessário fazer o backup dos dados dos seus principais aplicativos. Infelizmente, muitas empresas ainda são prejudicadas por tecnologias de backup físico muito ultrapassadas que as fazem perder capital, flexibilidade e tempo operacional valiosos. O AWS Storage Gateway oferece aos departamentos de TI uma maneira muito simples de transferir trabalhos de backup armazenados em fitas ou sistemas de VTL para a nuvem, sem deixar de manter instalados processos e ferramentas de backup de confiança.

Evite os problemas do hardware de fitas físico

  • Processos de gerenciamento manual de fitas
  • Preocupações sobre a durabilidade e a validade dos dados
  • Atualizações dispendiosas de hardware CapEx
  • Contratos de serviço de baixo valor
  • Recuperação lenta de fitas
  • Incapacidade de acessar dados offline
Demonstração de configuração da VTL de Gateway de fita (10:50)

Por que usar o AWS Storage Gateway como uma VTL de backup na nuvem

Milhares de clientes já enfrentaram os desafios descritos do backup em fita e consideraram suas necessidades durante a migração para um método de backup na nuvem. Veja alguns motivos comuns que os levaram a escolher o AWS Storage Gateway como um meio de migrar dos backups de fitas atuais para o backup na nuvem.

  • Migração sem interrupção e com pouco esforço para backup de nuvem; mantenha o software de backup confiável como está
  • Modelo de compra OpEx para eliminar picos de custo; retenção a longo prazo de arquivos de baixo custo
  • Planta de infraestrutura de datacenter reduzida e contratos de serviços de arquivamento
  • Processos de backup otimizados, esforço manual reduzido e tempos de recuperação previsíveis obtidos
  • Durabilidade de dados: o armazenamento na nuvem do Amazon S3 e do Amazon Glacier foi criado para oferecer uma durabilidade de 99,999999999%

Como a Southern Oregon University substituiu as fitas com o backup para a AWS

Como a Southern Oregon University substitui as fitas com o backup na nuvem
200x100_southern-oregon-university_Logo
"Fitas são um problema. Elas são propensas a falhas de hardware, custos de armazenamento externo e necessidades constantes de manutenção. O AWS Storage Gateway disponibilizou a alternativa mais simples e econômica. Contamos até mesmo com a recuperação de desastres usando um datacenter em duas regiões costeiras."

– Jesse Martinich, gerente de serviços de infraestrutura, Southern Oregon University

Leia o estudo de caso completo >>

Como ele funciona

Simple Tape Gateway Overview Pic

O serviço AWS Storage Gateway pode ser configurado para agir como uma VTL que abrange do ambiente local, onde estão armazenados os aplicativos de produção, aos serviços de armazenamento altamente escaláveis, redundantes e duradouros da Nuvem AWS: o Amazon S3 e o Amazon Glacier.

O gateway de fitas apresenta o Storage Gateway ao aplicativo de backup atual como uma VTL padrão do setor baseada em iSCSI, composta por um conversor de mídia virtual e unidades de fita virtual. É possível continuar a usar seus fluxos de trabalho e aplicativos atuais de backup, bem como gravar em um conjunto de fitas virtuais armazenado no Amazon S3, um serviço altamente escalável. Quando não for mais necessário o acesso imediato ou frequente a dados contidos em uma fita virtual, o aplicativo de backup poderá arquivá-los os transferindo da VTL para o Amazon Glacier, o que reduzirá ainda mais os custos de armazenamento.

O Storage Gateway é compatível com muitos aplicativos comuns de backup. A interface de VTL elimina grandes despesas antecipadas de capital relacionadas à automação de fitas, compromissos com contratos de manutenção multianual e custos de mídia contínuos. Pague apenas pela quantidade de dados gravada em fitas e ajuste a escala conforme o crescimento das suas necessidades. A necessidade de transportar mídia de armazenamento para instalações externas e processar mídia armazenada em fitas manualmente é eliminada e seus arquivos se beneficiam do design e da durabilidade da plataforma da Nuvem AWS.

Principais recursos

Tech Talk: Replacing tape backups with AWS Storage Gateway (26:34)
Get Rid of Tape and Modernize Backup with AWS (re:Invent 2017 – STG203) (47:50)

Projeto da AWS: Substituir backup em fita pelo armazenamento na nuvem

Você quer um plano? Confira o projeto da AWS para ver as etapas para começar a usar o Tape Gateway for AWS e substituir a fita sem afetar processos de backup confiáveis.

Veja o projeto simples »

Software de backup aceito

O AWS Storage Gateway permite direcionar facilmente um software de backup confiável para um gateway de armazenamento no local que, por sua vez, estabelece uma conexão ao Amazon S3 e ao Amazon Glacier para oferecer a escala e a resiliência da nuvem para retenção segura de longo prazo sem interferir com investimentos ou processos existentes. Muitos clientes já usaram o AWS Storage Gateway em uma configuração de VTL com as principais ferramentas de software de backup disponíveis no mercado.

Para obter uma lista completa das versões de produtos de backup e dos tipos de trocadores de mídia com suporte, consulte o guia do usuário.

Para testar a configuração de gateway de VTL com um produto de backup, consulte esta documentação.

Visão geral: como fazer

  1. Faça download da máquina virtual do AWS Storage Gateway acessando o Console de Gerenciamento da AWS e implante-a onde o seu servidor de backup estiver localizado, no VMware ESXi, no Microsoft Hyper-V ou até mesmo no Amazon EC2.
  2. Instale o gateway e provisione localmente o armazenamento (DAS, NAS ou SAN) para o gateway de fitas. Esse armazenamento atuará como um "buffer de upload" duradouro para os dados que estiverem sendo carregados na AWS, e como um cache para dados de fital virtual lidos recentemente. Esse espaço de armazenamento em cache pode ser usado para reter o backup mais recente para recuperações locais rápidas.
  3. Configure o gateway local como uma VTL usando o Console de Gerenciamento da AWS, associe o endereço IP dele à conta da AWS e selecione uma região da AWS para que o gateway armazene os dados carregados.
  4. Monte o trocador de mídia virtual e as unidades de fita virtual do AWS Storage Gateway em seu servidor de backup atual para permitir que o software de backup descubra a biblioteca de fitas virtuais e as fitas virtuais.
  5. Mude seus trabalhos de backup para o gateway e os dados serão gravados primeiro localmente no gateway, depois armazenados em cache e em buffer para que sejam carregados na VTL, que reside no S3. De modo semelhante aos sistemas de automação de fitas, as fitas virtuais podem ser arquivadas no Amazon Glacier para retenção de baixo custo, o que as remove da VTL online.
  6. Recupere fitas do arquivamento no Amazon Glacier por meio do Console de Gerenciamento da AWS e gerencie seu processo de recuperação com o software de backup.
  7. É possível implantar gateways adicionais em outras localizações, bem como no EC2, para fazer o backup de dados por meio desses locais e também para executar recuperações remotas de outras localizações.

Saiba mais sobre os conceitos básicos aqui.

Gateway-VTL-Architecture2-diagram

Saiba mais sobre a definição de preço do AWS Storage Gateway

Acesse a página de definição de preço