Nós queremos liderar o mercado de Smart Home no Brasil. Quando eu falo em IoT, falo de estar dentro da casa das pessoas. Portanto, um dos grandes pilares para a adoção desta tecnologia é a segurança. E a AWS conta com uma camada de segurança robusta que nos dá um conforto muito grande”
Rafael Tobara Head de Negócios Digitais da Duratex

Com sede em São Paulo, a Duratex conta com cerca de 11 mil funcionários, sete unidades florestais e 17 industriais no Brasil. O grupo atua ainda na Colômbia, onde possui três fábricas.

Em 2017, a Duratex inaugurou a área de negócios digitais. Desde então, as marcas ficaram ainda mais próximas dos clientes e consumidores com o desenvolvimento de aplicativos e campanhas que facilitam a escolha dos produtos para diferentes ambientes residenciais e corporativos. Atualmente, o núcleo de digital já conta com mais de 80 funcionários.

A empresa é líder em diversos setores de construção em que atua, no Brasil e América Latina, e faz parte do dia a dia das cidades e da vida das pessoas por meio das marcas Deca, Hydra, Ceusa e Durafloor. Com a Amazon Web Services, a Duratex tem sido pioneira na aplicação de IoT (Internet das Coisas) em seu extenso portfólio de produtos. Não à toa, ficou em 1º lugar no Ranking Inovação Brasil 2017, do jornal Valor Econômico. 

De olho em um dos mercados que mais cresce no mundo, o das Smart Homes, a Duratex encarou o desafio tecnológico de desenvolver um dispositivo de IoT que transformasse produtos tradicionais de toda casa, como chuveiros e torneiras, em produtos inteligentes que pudessem ser monitorados e até mesmo controlados remotamente. Com a novidade, poderiam oferecer ao mercado a possibilidade de melhorar a gestão do consumo de água, reduzindo custos e ajudando a contribuir com a preservação do ambiente.

Como uma de suas ações de inovação, a empresa desenvolveu um dispositivo de IoT voltado para instalação em chuveiros inteligentes, o Deca Smart Link. O produto possibilita o monitoramento do consumo de água, além de eliminar os riscos de estragos feitos por grandes vazamentos. O aparelho, instalado na saída do ponto de água de qualquer ambiente, residencial ou comercial, identifica o consumo e fornece informações através de uma plataforma on-line, acessada pelo celular do usuário. Ao detectar problemas, até mesmo pequenos vazamentos, o dispositivo emite um alarme e permite ao usuário interromper o fluxo de água imediatamente, mesmo de forma remota.

“Um grande problema do mercado hoje é a falta de controle do consumo de água em locais como hotéis e hospitais. Hoje já há controle de energia, mas não de água. O que nós vamos oferecer é uma gestão online, podendo esse controle ser feito tanto por unidade como por andar, ou de todo o edifício. E nós vamos escalar isso em novas construções”, explica o Head de Negócios Digitais da Duratex, Rafael Tobara.

Ao buscar um parceiro de tecnologia, a Amazon Web Services ofereceu à Duratex todos os requisitos necessários para a criação de produtos de IoT inovadores. “Nós somos pioneiros no Brasil. Já existem alguns casos no mundo de dispositivos de IoT para controle de água, como na Alemanha e nos Estados Unidos. Porém, na maioria dos casos, eles são utilizados por seguradoras. Oferecer essa tecnologia para a casa das pessoas é inovador”.

 

Deca Smart Link

A busca por um parceiro para apoiar a nova estratégia da área de negócios digitais passou por uma ampla pesquisa de mercado. Segundo Tobara, somente a Amazon Web Services ofereceu a segurança e a tecnologia necessárias para o desenvolvimento dos novos produtos de Internet das Coisas da Duratex.

“Nos reunimos com executivos de outros concorrentes do mercado - Google e Microsoft - e vimos que, para IoT, a tecnologia da Amazon Web Services está muito mais consolidada, e nós comprovamos ser segura e altamente escalável”, explica.

Desde o início a empresa teve o apoio dos especialistas AWS. “Foi um projeto desenvolvido internamente pelo nosso time de digital e a AWS disponibilizou um arquiteto para nos acompanhar em todas as etapas deste processo. Toda a arquitetura foi construída a quatro mãos”, conta Rafael.

Para desenvolver o Deca Smart Link a Duratex usou uma gama de serviços AWS, como AWS Elastic Beanstalk e Amazon S3 para armazenamento, e Amazon CloudFront para distribuição de conteúdo do PWA (Progressive Web App).

Para conectar os dispositivos à nuvem a Duratex utiliza o AWS IoT Core e os dados enviados são armazenados com Amazon DynamoDB, integrado ao Amazon Relational Database Service, que guarda dados de usuários e informações pré processadas. Usando AWS Lambda a empresa reduz custos ao processar, sob demanda, as mensagens recebidas pelo dispositivo IoT.

A arquitetura inclui ainda o Amazon Route 53, Elastic Load Balancing e Amazon CloudWatch. Para a plataforma multicanal a Duratex utiliza AWS Elastic Beanstalk e Amazon S3 para armazenamento, Amazon CloudFront conectado ao Amazon API Gateway e AWS Lambda, que processa dados sob demanda, e Amazon Route 53.

A segurança é reforçada com o AWS WAF (Web Application Firewall) e a arquitetura inclui ainda Amazon Elasticsearch Service, banco de dados otimizado para pesquisas, e Amazon CloudWatch. A plataforma tem ainda um graylog rodando em Amazon EC2.

O Deca Smart Link é apenas o primeiro passo para a Duratex consolidar ainda mais sua posição no mercado de Smart Homes. Em breve cinco grandes redes de hotéis passarão a ter total controle sob a gestão de água utilizando o dispositivo desenvolvido com a tecnologia AWS.

Rafael Tobara avalia ainda que o suporte técnico da Amazon Web Services foi essencial para o desenvolvimento de projetos inovadores da Duratex. “A Amazon Web Services apoia muito o cliente. Sempre tivemos uma relação muito próxima, treinamentos, e acompanhamos casos de outros clientes para nos guiar. Essa comunicação é muito transparente e nos ajudou a buscar a melhor solução para nós. Outra vantagem muito positiva é o suporte que tivemos. Fizemos uma série de treinamentos para utilizar as ferramentas da plataforma de IoT da melhor maneira possível”, conclui Tobara. 

SmartLink3

A experiência com a Amazon Web Services está apenas começando na Duratex. Novos projetos já estão em desenvolvimento pela empresa e a migração de sistemas vitais do grupo, como o ERP/SAP, já está sendo planejada. “Outros produtos com o uso da tecnologia em nuvem também estão em desenvolvimento”, adianta.

“Hoje, todas as vendas são realizadas por vendedores ou representantes. Estamos desenvolvendo uma plataforma digital onde iremos conectar diretamente com as lojas e ajudar, utilizando inteligência artificial, quais são as melhores combinações de produtos para nossos clientes. Assim, todas as vendas passarão a ser feitas por meio dessa plataforma, que será um marketplace totalmente virtual”, conclui Tobara.