coca-cola-freestyle-logo-2x

Coca-Cola Freestyle lança experiência de fornecimento de bebida acionado sem contato em 100 dias usando o AWS Lambda

2020

À medida que a pandemia da COVID-19 continua transformando o mundo e mudando o comportamento do consumidor, a Coca-Cola Company desenvolveu uma nova opção para atender às necessidades do consumidor com sua mais recente inovação em tecnologia, a Coca-Cola Freestyle, um serviço que permite servir bebidas sem contato por smartphone.

“Todos os dispensers de bebidas da Coca-Cola são seguros com os cuidados e limpeza recomendados”, afirmou Thomas Stubbs, VP de engenharia e inovação do Coca-Cola Freestyle Equipment Innovation Center. “Mas, nestes tempos incertos, a Coca-Cola está oferecendo aos consumidores uma nova opção, uma experiência de fornecimento de bebida sem contato. Tem sido empolgante ver nossa equipe continuar inovando, principalmente em casa, para atender às crescentes necessidades de clientes e consumidores. Nossos parceiros de serviços alimentícios estão fazendo tudo o que podem para manter os restaurantes seguros e higiênicos, e estamos fazendo tudo o que podemos para fornecer opções para que seus clientes continuem adquirindo as bebidas que desejam em sua plataforma preferida.”

Driving Innovation in Consumer Packaged Goods with Coca-Cola Freestyle
kr_quotemark

A baixa latência é essencial para a experiência do usuário, e é por isso que estamos comprometidos com uma solução sem servidor na AWS.”

Michael Connor
Arquiteto-chefe, Coca-Cola Freestyle Equipment Innovation Center

Desenvolvida com base na arquitetura sem servidor da Amazon Web Services (AWS) existente da Coca-Cola, a nova solução Coca-Cola Freestyle sem contato permite que os consumidores escolham bebidas em apenas alguns segundos usando seus celulares, sem ter que criar uma conta ou baixar uma aplicação. A experiência móvel está atualmente sendo implantada em todos os dispensers Coca-Cola Freestyle nos Estados Unidos.

“Colocar sua câmera em frente à tela fará com que seja escaneado automaticamente um código QR que se conectará à nuvem e exibirá a interface do usuário Coca-Cola Freestyle em seu celular”, explica Stubbs. “Você então fará sua seleção no menu completo de marcas e sabores e escolherá a bebida pressionando a opção em seu celular. A ideia é que isso seja seguro, fácil e divertido.”

A equipe Freestyle criou uma aplicação Web sem servidor, enquanto trabalhava remotamente, que se integra às máquinas Coca-Cola Freestyle para oferecer uma experiência de usuário sem contato. A Coca-Cola Freestyle implantou a solução simples, quase em tempo real, menos de quatro meses após a ideia inicial.

Desenvolvimento de um protótipo em uma semana na arquitetura AWS sem servidor

Lançada em 2009, a máquina Freestyle é uma pequena fábrica de bebidas do tamanho de um caixa eletrônico (63,5 cm de largura, 1 m de profundidade e 1,90 m de altura) que oferece aos usuários 200 opções de marcas de até oito categorias diferentes de bebidas, que podem ser escolhidas com alguns toques. As 36 bombas da máquina têm todos os ingredientes para misturar centenas de bebidas sob demanda. Para implantar rapidamente uma solução sem toque, a Coca-Cola Freestyle recorreu à AWS, com a qual a Coca-Cola Freestyle começou a desenvolver em 2013.

Para esse projeto, a velocidade da inovação foi crucial, assim como um tempo de resposta quase instantâneo. “A baixa latência é essencial para a experiência do usuário, e é por isso que estamos comprometidos com uma solução sem servidor na AWS”, explica Michael Connor, arquiteto-chefe da Coca-Cola Freestyle. Mesmo um atraso de dois ou três segundos pode fazer com que as bebidas transbordem e desperdice o produto, o que também irrita o consumidor.

A Coca-Cola Freestyle decidiu analisar a ideia criando um protótipo. Como a empresa tem uma arquitetura totalmente sem servidor na AWS, e tudo o que foi construído em tempo real foi totalmente gerenciado pela AWS, ela foi capaz de lançar um protótipo em uma semana em vez de em meses. A equipe trouxe toda a infraestrutura da AWS, colocou o software no dispenser, desenvolveu a experiência móvel e foi ao laboratório para testá-la. “Isso não só funcionou rapidamente como também foi incrível não ter que tocar no dispenser”, diz Connor. A empresa então compartilhou o produto mínimo viável entre clientes, partes interessadas e parceiros.

Escalabilidade da aplicação Web do protótipo a 10.000 máquinas em 150 dias

Depois de desenvolver o protótipo bem-sucedido em abril de 2020, a Coca-Cola Freestyle passou por uma revisão do AWS Well-Architected para determinar se o projeto funcionaria bem e com segurança em uma escala maior. Ela apresentou o protótipo aos locais de teste do cliente no início de junho e lançou publicamente a aplicação Web um mês depois. De meados ao final de julho, 100 dias após a concepção, 500 máquinas estavam em funcionamento com a nova aplicação Web e 10.000 estavam em funcionamento no final de agosto. Até o final de 2020, espera-se que todas as 52.000 máquinas Freestyle nos Estados Unidos estejam operacionais, seguidas pelas 8.000 restantes em todo o mundo.

Para oferecer uma experiência de usuário quase instantânea, a equipe Freestyle criou um backend no AWS Lambda, que fornece computação sem servidor, e no Amazon API Gateway, um serviço totalmente gerenciado que torna mais fácil para os desenvolvedores criar, manter e proteger APIs em qualquer escala. Por exemplo, com cada transação, a aplicação Web deve fazer rapidamente um inventário completo dos ingredientes em cada máquina. “Ao se conectar, você deve saber imediatamente as bebidas disponíveis naquele dispenser”, diz Daisy Teoh, diretora de inovação da Coca-Cola Freestyle, explicando que um cartucho vazio significa que os usuários podem não conseguir preparar as bebidas que desejam. As APIs do WebSocket no Amazon API Gateway fornecem uma conexão sem servidor, bidirecional e em tempo real entre as máquinas Freestyle e os celulares dos usuários, com uma latência de milissegundos em vez de segundos. Sem esse recurso da AWS, os clientes teriam que esperar por atualizações de inventário no dispenser, o despejo seria lento e filas se formariam.

A aplicação Web precisava ser igualmente rápida para os clientes de costa a costa. “Não tínhamos ideia de como seria a experiência quando os usuários pressionassem o botão de despejo, já que o sinal precisa viajar por todo o país e descer por nossa infraestrutura e pilha de segurança”, diz Teoh. A pilha de segurança inclui o AWS WAF, um firewall que protege aplicações Web e APIs contra exploits comuns da Web que podem afetar a disponibilidade, comprometer a segurança ou consumir recursos em excesso. “O sinal tem que chegar ao dispenser, que então mistura e despeja a bebida.” Para permitir velocidades rápidas, a equipe da Coca-Cola Freestyle hospedou a experiência móvel pequena e simplificada no Amazon CloudFront, um serviço de rede de entrega rápida de conteúdo que fornece dados, vídeos, aplicações e APIs com segurança para clientes em todo o mundo, com baixa latência e altas velocidades de transferência. Isso permite que as pessoas se conectem rapidamente aos servidores onde quer que estejam. “Agora, quando alguém chega e escaneia o código QR, a interface do usuário aparece em 800 milissegundos e se conecta ao dispenser, que responde às solicitações de despejo em outros 100 ou 200 milissegundos”, diz Teoh. Em outras palavras, um cliente pode ir da leitura de um código QR a ter sua bebida servida em menos de um segundo.

A rede de entrega de conteúdo do Amazon CloudFront oferece um cache multicamadas por padrão, com caches de borda regionais que melhoram a latência e reduzem a carga nos servidores de origem da empresa quando o objeto ainda não está armazenado em cache na borda. Quando foi necessário expandir a aplicação Web Coca-Cola Freestyle pela Europa, Teoh afirmou: “Achamos que os consumidores europeus usuários da tecnologia sem contato passam por longos atrasos devido à distância de volta ao nosso datacenter hospedado nos Estados Unidos. Mas o teste inicial mostra que a combinação da conexão de fibra de alta velocidade de volta aos Estados Unidos e o cache de borda do Amazon CloudFront oferece uma boa experiência do usuário, apesar da distância da conexão.” Quando a aplicação Web for lançada na Europa até o final de 2020, a equipe da Coca-Cola Freestyle monitorará de perto a velocidade de conexão em cada país e a necessidade de hospedagem regional.

Fornecimento de uma experiência do cliente segura em uma arquitetura sem servidor da AWS

A Coca-Cola Freestyle pretende explorar o uso da aplicação Web para buscar um maior envolvimento com os clientes, como fornecer conteúdo no idioma nativo do usuário ou criar recursos de acessibilidade, ou para incluir outras opções, como doações para cada bebida servida.

No geral, a aplicação Web atendeu a um propósito muito maior do que simplesmente fornecer uma solução funcional durante a pandemia da COVID-19. “A aplicação Web é consistente com o que a Coca-Cola Freestyle está tentando fazer como marca: permitir que as pessoas escolham bebidas de forma divertida”, diz Teoh. Na AWS, a Coca-Cola Freestyle transformou um desafio sem precedentes em inspiração para uma experiência do usuário ainda melhor.

Para obter mais informações sobre como a Coca-Cola Freestyle lançou e comercializou essa nova solução para escolha de bebidas sem toque, leia aqui.


Sobre a Coca-Cola Freestyle

A Coca-Cola Freestyle reinventou a experiência de servir bebida em 2009, oferecendo uma quantidade incomparável de opções, mais de 200 opções de marca, incluindo 100 variedades que não são encontradas em nenhum outro lugar, em uma plataforma divertida e interativa.

Benefícios da AWS

  • Lançamento do protótipo da aplicação móvel de fornecimento de bebida em uma semana
  • Escalabilidade para 10.000 máquinas em 150 dias
  • Sem coleta de dados dos consumidores
  • Permite que dispositivos móveis se conectem ao dispenser em milissegundos 
  • Prevê quando os ingredientes precisam ser recolocados, usando dados do dispenser e inteligência artificial
  • Ajuda os clientes a identificar bebidas famosas e tendências, usando dados do dispenser
  • Usa dados do dispenser para identificar e resolver problemas operacionais rapidamente


Serviços da AWS usados

Amazon API Gateway

O Amazon API Gateway é um serviço totalmente gerenciado que permite que desenvolvedores criem, publiquem, mantenham, monitorem e protejam APIs em qualquer escala com facilidade. As APIs atuam como a “porta de entrada” para que aplicações acessem dados, lógica de negócios ou funcionalidade de seus serviços de backend.

Saiba mais »

AWS Lambda

O AWS Lambda permite que você execute código sem provisionar ou gerenciar servidores. Você paga apenas pelo tempo de computação consumido.

Saiba mais »

Amazon CloudFront

O Amazon CloudFront é um serviço de rede de entrega de conteúdo (CDN) rápida que fornece dados, vídeos, aplicações e APIs com segurança para um público global com transferência de alta velocidade e baixa latência e um ambiente acessível para desenvolvedores.

Saiba mais »

AWS WAF

O AWS WAF é um firewall de aplicação Web que ajuda a proteger suas aplicações Web ou APIs contra exploits comuns da Web que podem afetar a disponibilidade, comprometer a segurança ou consumir recursos em excesso.

Saiba mais »


Comece a usar

Empresas de todos os portes em todos os setores estão transformando seus negócios diariamente usando a AWS. Entre em contato com nossos especialistas e comece sua própria jornada para a Nuvem AWS hoje mesmo.