Entre em contato com a equipe de vendas
Novidades para os clientes da AWS
    GE_Healthcare

    A GE Healthcare usa o Amazon SageMaker para criar modelos de aprendizado de máquina que ajudam os provedores de assistência médica a identificar problemas de saúde enfrentados por pessoas em todo o mundo. A empresa executa o seu recurso GE Health Cloud - que se conecta a 500.000 dispositivos de imagem - na AWS e usa o Amazon SageMaker para ingerir dados não identificados, armazenar esses dados em conformidade, orquestrar o trabalho entre equipes e construir algoritmos de aprendizagem profunda para identificar condições críticas de saúde.

    Saiba mais >>

    A Peloton usa a AWS como base para seu placar ao vivo sob demanda. Saiba mais>>

    A Cerner escolheu a AWS como base para suas iniciativas de Machine Learning e a inteligência artificial. Saiba mais>>

    A Expedia adotou integralmente a AWS e pretende migrar 80% dos seus aplicativos de missão crítica. Saiba mais »

    A Atlassian usa a AWS para ajustar a escala de aplicações de software de rastreamento de problemas, além de melhorar a recuperação de desastres e a disponibilidade. Saiba mais »

    • Big data

      Colete e processe volumes colossais de dados com rapidez e economia.

      Financial Industry Regulatory Authority

      A FINRA usa a AWS para capturar, analisar e armazenar um fluxo diário de 75 bilhões de registros.

      Unilever

      A Unilever usa a AWS para lançar e analisar campanhas de marketing digital com mais agilidade.

      The Kellogg Company

      A Kellogg usa a AWS para disponibilizar análises de gastos e simulações de dados em minutos.

    • Migração de datacenters

      Migre suas cargas de trabalho locais para a AWS.

      AOL

      Ao usar a AWS, a AOL conseguiu transferir cargas de trabalho de missão crítica para a nuvem, estender seu alcance global e economizar milhões dólares em recursos energéticos.

      Condé Nast

      Em apenas três meses, a Condé Nast conseguiu migrar mais de 500 servidores, 1 petabyte de armazenamento, várias aplicações de missão crítica, além de mais de 100 servidores de banco de dados para a Nuvem AWS.

      InfoSpace

      Ao usar a AWS, a InfoSpace migrou seu datacenter completo em seis meses e agora pode gerenciar facilmente sua pilha da Microsoft na AWS.

    • Soluções empresariais

      Execute aplicativos empresariais comuns e personalizados com segurança e confiabilidade.

      General Electric

      A GE está migrando mais de 9.000 cargas de trabalho, incluindo 300 sistemas de ERP heterogêneos, para a AWS e, ao mesmo tempo, está reduzindo o tamanho de seus datacenters.

      Brooks Brothers

      A Brooks Brothers executa suas soluções de SAP e CRM na AWS, obtendo agilidade e economia.

      Intuit

      A Intuit economiza dinheiro com a mudança das aplicações de negócios para a AWS.

    • Serviços financeiros

      Acelere a agilidade, possibilite a inovação e proteja dados confidenciais.

      Pacific Life Insurance

      A Pacific Life usa a AWS como parte de um ambiente de computação híbrido para controlar custos de TI.

      NASDAQ OMX

      A Nasdaq disponibiliza dados sob demanda de modo econômico usando a AWS.

      Robinhood

      A Robinhood criou sua plataforma de comercialização e corretagem e uma aplicação de negociação de títulos com escalabilidade massiva na AWS.

    • Saúde e ciências biológicas

      Possibilite pesquisas, colaboração, desenvolvimento de produtos e vendas ágeis.

      Centers for Disease Control

      Usando a AWS, a CDC compartilha amplamente informações de saúde sem necessidade de investimentos em hardware.

      Siemens Healthcare Diagnostics

      A Siemens criou uma plataforma segura, escalável e compatível com a HIPAA na AWS.

      Bristol-Myers Squibb

      A BMS usou a AWS para criar um portal de pesquisas simples, seguro e com autoprovisionamento.

    • Internet das Coisas (IoT)

      Conecte dispositivos à nuvem de forma fácil e segura.

      Enel

      A Enel está economizando custos de computação e armazenamento, além de ter reduzido o tempo de provisionamento e transformado sua empresa.

      Rachio

      A Rachio processa milhões de mensagens da IoT diariamente e reduziu os custos de desenvolvimento em 40% usando a AWS. 

      iRobot

      A iRobot usa a AWS para apoiar suas perspectivas com relação a produtos usados em casas conectadas, inclusive seus famosos aspiradores de pó Roomba.

    • Machine Learning (ML) e inteligência artificial (IA)

      Machine Learning (ML) nas mãos de todos os desenvolvedores e cientistas de dados.

      Capital One

      Usando a AWS, a Capital One transforma os dados em insights por meio machine de learning, permitindo que a empresa inove rapidamente em nome de seus clientes.

      Intuit

      A Intuit usa o Amazon SageMaker para treinar rapidamente modelos de machine learning em grande escala, reduzindo o tempo necessário para implantar os modelos em 90%.

      Formula 1

      A Fórmula 1 usa o Amazon SageMaker para analisar dados da corrida em tempo real e depois compartilha os insights com os telespectadores.

       

    • Aplicativos web e móveis

      Crie e altere a escala de sites e aplicativos móveis de alta performance.

      Pinterest

      A Pinterest usa a AWS para gerenciar vários petabytes de dados e executar atualizações diárias em seu índice de pesquisas gigante.

      Airbnb

      As aplicações web e os aplicativos móveis da Airbnb executam na AWS, com escalabilidade automática para atender à demanda.

      PhotoVogue

      A PhotoVogue usa Amazon API Gateway para impulsionar a experiência do usuário e deixá-la até 90% mais rápida.

    Discover what customers are doing with AWS today

    • Estudo de caso da AOL

      Usando a AWS, a AOL conseguiu fechar datacenters e desativar cerca de 14.000 servidores internos e de co-location, mudar cargas de trabalho de missão crítica para a nuvem, ampliar seu alcance global e economizar milhões de dólares em recursos de energia. A AOL é uma das primeiras empresas da Internet e conta hoje com várias linhas de negócios, incluindo publicidade digital, várias propriedades web e serviços de assinatura. A empresa usa uma grande variedade de serviços da AWS, como o AWS Lambda para criar arquiteturas sem servidor, e várias instâncias do Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2), baseadas em processadores Intel Xeon, para gerenciar criteriosamente os custos. Além disso, a AOL usa a AWS para cenários híbridos de cargas de trabalho específicas.

    • Estudo de caso da Unilever

      A Unilever é uma corporação global de bens de consumo com presença em mais de 190 países. Ao usar a AWS, a Unilever conseguiu migrar 500 propriedades da web em menos de 5 meses para uma plataforma de marketing digital padronizada capaz de sustentar campanhas globais e reduzir o tempo de lançamento de novos projetos em 75%.

    • Estudo de caso da ClickSoftware

      A ClickSoftware migrou cargas de trabalho essenciais da Microsoft para a AWS, assegurando a alta disponibilidade de seu software de gerenciamento de força de trabalho e acelerando a inovação. Sediada em Burlington, Massachusetts, a empresa fornece soluções automatizadas de gerenciamento de força de trabalho móvel e otimização de serviços para empresas de grande e pequeno porte. A ClickSoftware executa suas soluções de gerenciamento de força de trabalho baseadas no Windows no modelo SaaS na AWS.  

    • Estudo de caso da Thomas Publishing

      A Thomas Publishing usa a AWS para economizar centenas de milhares de dólares em custos de datacenter, lançar rapidamente novos sites com recursos gerados em um dia em vez de várias semanas, e migrar rapidamente aplicativos críticos da Oracle para a nuvem. A empresa vincula compradores e fornecedores industriais, oferecendo uma série de informações e serviços online e impressos. A Thomas executa seu site principal na AWS e trabalhou com a Apps Associates, uma parceira da AWS, para migrar os principais aplicativos de gerenciamento de conteúdo para o Amazon Aurora no RDS.

    • Estudo de caso AWS: INPE

      O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) está rastreando o perfil da floresta amazônica obtido a partir dos dados do LiDAR com AWS. Para extrapolar a biomassa coletada de toda a Amazônia, foram utilizados dados de satélites de vários tipos, como RADAR, spectrum visível e infravermelho. Cerca de 500 milhões de registros de dados foram processados na geração do mapa. O esforço computacional seria muito maior do que a capacidade de processamento do servidor adquirido para o projeto, então a equipe optou por utilizar a nuvem AWS. Assista ao vídeo com entrevista de Mauro Assis, pesquisador responsável pelo projeto. 

    • Estudo de caso AWS: Piracanjuba

      A Laticínios Bela Vista, dona da marca Piracanjuba, é uma das maiores produtoras de laticínios do Brasil e exerce um importante papel de influenciador na transformação do agronegócio no Brasil. A empresa migrou seus principais sistemas para a Amazon Web Services, rodando atualmente 90% de toda a sua operação na nuvem. Com a migração de seu sistema SAP, a Piracanjuba estima ter economizado aproximadamente R$ 1 milhão.

    • Estudo de caso da AWS: Lady Driver

      A Lady Driver é um aplicativo de transporte somente para mulheres, que conecta passageiras a motoristas, e já é o maior app de transporte feminino da América Latina, em pouco mais de um ano de operação. Utilizando os recursos do AWS Activate para o início de suas operação, a startup conta com mais de 26 mil motoristas atuando em toda a região metropolitana de São Paulo e faz planos para a expansão de suas operações.

       

    • Estudo de caso de Machine Learning do Capital One

      Usando a AWS, o Capital One transforma dados em insights por meio de Machine Learning, permitindo que a empresa inove rapidamente para beneficiar seus clientes. O Capital One é um dos maiores bancos dos Estados Unidos e oferece cartões de crédito, contas correntes e de poupança, empréstimos automáticos, prêmios e serviços bancários online para consumidores e empresas. O Capital One usa serviços da AWS, incluindo o Amazon S3, como base para a inovação usando Machine Learning.

    • Estudo de caso da AWS: Zoop

      Fundada em 2013, a Zoop desenvolveu uma plataforma tecnológica whitelabel na nuvem para meios de pagamento e serviços financeiros que possibilita negócios B2B a se tornarem fintechs. A companhia já nasceu praticamente na nuvem da AWS e recebeu, em sua fundação, US$ 100 mil de incentivo em serviços para serem utilizados entre 2017 e 2018. O investimento ajudou a Zoop a crescer mais de 4000% no último ano.

    Pronto para começar a criar e a ampliar sua startup na AWS?

    Entre em contato com a equipe de vendas da AWS | Crie uma conta da AWS