A Movile é uma empresa brasileira de desenvolvimento de plataformas e conteúdo móvel, com atuação em toda a América Latina e Estados Unidos. Líder de mercado, a empresa conta com 300 colaboradores que entregam produtos em dispositivos móveis como aplicativos de entretenimento para adultos e crianças, jogos para celular, distribuição de conteúdo, educação online e M-commerce.

Atualmente, todos seus aplicativos para smartphones e tablets são desenvolvidos no Amazon Redshift, com destaque para o Play Kids, o app infantil mais rentável do mundo.

Caso da Movile (3:17)

movile-thumb

Sua antiga infraestrutura, composta por um ambiente espalhado por quatro servidores em bancos de dados relacionais, não comportaram o aumento de volume de dados a serem processados devido ao sucesso de um de seus principais produtos, o PlayKids.

Nesse cenário, a empresa ficou suscetível a erros de cargas de dados, à validação de cargas de dados e, principalmente, ao tempo de resposta aos questionamentos executados. Dessa forma, a empresa passou a enfrentar sérios problemas com escalabilidade e segurança das informações que sustentam seu produto.

No início do projeto de BI, a Movile analisou ofertas de duas empresas líderes de mercado em data appliances, além de uma solução open source e o Amazon Redshift. Esse, por sua vez, foi adotado pela empresa devido ao baixo risco e custo envolvidos em sua implementação.

“Para a adoção dos appliances, teríamos que ter um aporte de 1 milhão de dólares. Já para o Amazon Redshift, esse investimento inicial poderia ser dosado. E se amanhã ou depois temos um aumento repentino de volume de dados em algum de nossos produtos, a solução do Redshift me permite escalar rapidamente”, explica Wanderley Paiva, Especialista em Bancos de Dados da Movile.

Com a ajuda do Amazon Redshift, a empresa de desenvolvimento de aplicativos pôde lidar com um volume de dados de 5 bilhões de linhas por mês. Somado a essa solução, a Movile também utiliza os recursos do Amazon Relational Database Service (Amazon RDS) e adiciona novas tecnologias ao Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2).

“Com a AWS, eu não tenho que me preocupar com meus dados, se o hard disk vai falhar. Eu me ocupo com minha plataforma e não com o hardware que suporta a plataforma da AWS”, Wanderley Paiva.

Segurança e otimização dos custos de TI (pagamento por recursos de acordo com sua demanda de uso) foram apontados como os carros-chefes para a adoção dos serviços em nuvem da AWS.

Wanderley Paiva afirma ainda que a constante busca por inovação da AWS, com lançamentos periódicos de produtos desenvolvidos segundo as necessidades reais do mercado, são um dos grandes diferenciais de seus serviços.

Saiba como a Amazon Redshift pode ajudar seu negócio em projetos de BI, no link: http://aws.amazon.com/pt/redshift/. Sobre aplicações mobile, acesse nossa página de aplicativos móveis.