votorantim-energia-logo@2x

Votorantim Energia desenvolve programa de transformação digital baseado na nuvem e serviços AWS

2021

Uma das maiores empresas de energia do País, a Votorantim Energia atua na comercialização e gestão de 19 usinas hidrelétricas, 21 parques eólicos e tem participação em 9 consórcios. A companhia iniciou, em 2019, uma nova jornada de transformação, que culminou na criação do programa Vértice, que prevê a substituição de sistemas legados e digitalização de processos de sua Comercializadora por uma nova plataforma analítica baseada na nuvem AWS.

distribution electric substation with power lines and transformers
kr_quotemark

Tínhamos um desafio de desenvolver uma arquitetura eficiente e escalável que
atendesse nossa visão estratégica e jornada de Dados e Analytics. A AWS
compreendeu nossas dores, nossos legados e desenvolveram junto conosco uma solução aderente ao que buscávamos.” 

Cesar Heidi Ischida
head de TI e Digital da Votorantim Energia

Desafio

A Votorantim Energia é hoje uma das três maiores comercializadoras de energia do Brasil. Somente nos últimos cinco anos, o crescimento da carteira foi de mais de 400%. Mais que isso, o negócio de comercialização e gestão de ativos registrou uma receita líquida de R$ 3,6 bilhões em 2020. O crescimento vem sendo permeado por inovação e pelo uso da tecnologia da informação.

 Mas além das demandas dos consumidores, a companhia também deve acompanhar a dinâmica de um mercado que, assim como diversos outros setores, tem apresentado características e disrupções habilitadas pela transformação digital dos negócios. Mudanças regulatórias e a abertura do mercado livre estão exigindo que as empresas do setor respondam mais rapidamente às demandas atuais e futuras com soluções digitais inovadoras para os clientes.

O head de TI e Digital da Votorantim Energia, Cesar Ischida, lembra que toda a cadeia de valor do setor elétrico está sofrendo disrupções. “Atualmente temos agentes com papeis e responsabilidades bem delimitados e um setor altamente regulado. Porém quando associamos a digitalização e o uso intensivo de dados passamos a transformar a experiência desses agentes e novas exigências do próprio consumidor de energia surgem”, afirma, lembrando que o dado passa a ser o novo ativo do setor. Mais que isso, a Votorantim Energia enxerga o dado como elemento fundamental de suas estratégias.

Neste contexto, desde 2019 a companhia vem trabalhado em melhorias de sistemas e aplicação de métodos ágeis em squads desenvolvendo MVPs utilizando diversas tecnologias. Após um ano de aprendizagem e resultados nesse modelo, a empresa optou por escalar a agilidade em toda unidade de negócio de Comercialização e Soluções de Energia por meio de um novo modelo operacional e uma nova arquitetura tecnológica já orientada em produtos e value streams. Para esse desafio, foi criado um time multidisciplinar envolvendo áreas de negócio, TI, Inovação, Portfolio e Melhoria Contínua e RH para definir e implementar o Programa Vértice.

Ischida lembra que um dos desafios iniciais do programa Vértice era o desenvolvimento interno. “Passamos a ter uma demanda interna de desenvolvimento de novas soluções. Até ali, nossa TI só adquiria pacotes de mercado e os customizava. Para trabalhar mais intensivamente com dados, precisávamos de uma plataforma tecnológica de desenvolvimento dos nossos próprios produtos”, diz, lembrando que esta plataforma deveria suportar altos volumes de dados, conectar diversos sistemas internos e integrar ao ecossistema externo.

Por que AWS

De acordo com Ischida, a nuvem seria o catalisador desse processo, abrigando não apenas a plataforma de dados, mas também a estrutura de desenvolvimento de aplicações. “A AWS já era parceira nossa, mas no uso de infraestrutura. Passamos a enxergar o potencial da nuvem para outros serviços. A área de Professional Services nos ajudou a criar uma arquitetura de referência com esses drivers, o que foi feito ao longo de 2019, que foi o ano estruturante”, revela.

Nesse contexto, a AWS tornou-se um viabilizador para a implantação do programa Vértice, levando também a uma transformação dos processos. Desenvolvida a quatro mãos, a nova plataforma foi desenvolvida para ser flexível e escalável, pronta para suportar novos produtos atendendo regras de negócio, processos e operações. Para isso, ela tem como principais características o uso intensivo de dados e machine learning.

Com isso, em 2020 a companhia iniciou as primeiras migrações para a nova plataforma, começando pelo que Ischida chama de serviços core da Comercializadora. O primeiro grande projeto foi a substituição do sistema de faturamento pela nova plataforma, utilizando o Amazon Relational Database Service (Amazon RDS). “Em paralelo desenvolvemos internamente o Balanço Energético, que usa utiliza dados de nosso sistema de faturamento e várias fontes externas e atua como o cérebro da Comercializadora. Com ele começamos a prática de desenvolvimento interno, já com uma arquitetura de microsserviços, utilizando o AWS Lambda”, afirma.

No suporte a estas iniciativas há uma grande demanda pelo uso de dados, muitos deles vindos de fontes externas. Por esse motivo, o time de TI da Votorantim Energia decidiu reconstruir seu ambiente de dados. Em construção, a nova plataforma de dados tem todos os seus repositórios estruturados em serviços AWS, tais como o Amazon Redshift; o Amazon Simple Storage Service (Amazon S3), que abriga o data lake; e o banco de dados Amazon Aurora.

Essa nova estrutura de dados foi fundamental para o desenvolvimento do novo Balanço Energético, que originalmente estava engessado em um aplicativo de BI, precisava de intervenções humanas e não era escalável. “Com a nova arquitetura trouxemos uma flexibilidade maior para ele e resolvemos problemas de desempenho e confiabilidade de informação. Saímos de um dashboard para uma aplicação que utiliza os dados da melhor forma possível. Hoje podemos incrementar o que já foi desenvolvido, porque não estou preso a um dashboard. Temos uma aplicação de negócio que pode evoluir e escalar”, explica Ischida.

Hoje a Votorantim Energia está alavancando o uso de Data Analytics e fomentado adicionalmente o BI self service. “Aqui há uma camada em que a AWS é parceira, nos ajudando a dar autonomia para os cientistas de dados e para as áreas de negócios”, revela. 

Benefícios

A nova plataforma trouxe para a Votorantim Energia uma dinâmica no uso dos dados, além de maior flexibilidade e agilidade. O Head de Arquitetura da companhia, Robert Siqueira, cita como o exemplo a colocação de novos ambientes em produção. “Antes tínhamos dificuldade e demora grande para colocar um ambiente no ar. Hoje isso é muito rápido”, afirma.

Outro ponto destacado por Siqueira é a facilidade e rapidez na consolidação de dados. Ele lembra que, no Tableau, contava com uma base de dados e regras com processamento engessado, o que resultava em uma espera de cinco a seis minutos para ter um dado consolidado. Na nova plataforma, reestruturada e trabalhando com informações mais complexas, esse tempo caiu pela metade. “Hoje temos um volume maior de informações, mais regras de negócios e um desempenho melhor”, comemora.

Próximos passos

Com a evolução da nova plataforma, a Votorantim Energia deve prosseguir em sua jornada digital com o objetivo de se tornar um empresa totalmente data-driven. Para isso, ela deve ampliar cada vez mais o uso de ferramentas de análise de dados sobre toda a camada de informações que está em construção. “Temos grandes oportunidades para análises preditivas e essa arquitetura de referência de dados será essencial para esse movimento. Novas aplicações vão surgir, então será fundamental evoluir em nossa estratégia DevSecOps e certamente contaremos com os serviços da AWS para esse movimento”, revela Ischida.


Sobre a Votorantim Energia

A Votorantim Energia atua na geração, soluções e comercialização de energia. É responsável pela gestão de 19 usinas hidrelétricas, participação em 9 consórcios e 21 parques eólicos, totalizando 2,6 GW de potência instalada. A empresa figura entre as três maiores comercializadoras de energia do País, com volume transacionado de 2,2 GW médios. Somente nos últimos cinco anos, sua carteira passou de 93 para mais de 400 clientes. O negócio de Comercialização e Gestão de Ativos registrou uma receita líquida de R$ 3,6 bilhões em 2020.Tudo isso permeado por inovação, tecnologia e a adoção de melhores práticas ambientais, sociais e de governança, assegurando valor compartilhado para os diferentes stakeholders. Para mais informações acesse: http://www.venergia.com.br/ 

Benefícios com AWS

  • Maior agilidade na criação de novos ambientes;
  • Processamento 50% mais rápido com maior volume de informações e regras mais complexas;
  • Ambiente mais confiável e resiliente.

Serviços AWS utilizados

Amazon RDS

O Amazon RDS facilita a configuração, a operação e a escalabilidade de bancos de dados relacionais na nuvem.

Saiba mais »

AWS Lambda

O AWS Lambda é um serviço de computação sem servidor que permite executar código sem provisionar ou gerenciar servidores, criando lógica de dimensionamento de cluster com reconhecimento de workloads, mantendo integrações de eventos ou gerenciando tempos de execução.

Saiba mais »

Amazon Redshift

Com o Redshift, você pode consultar e combinar exabytes de dados estruturados e semiestruturados em data warehouses, bancos de dados operacionais e seu data lake usando o SQL padrão.

Saiba mais »

Amazon Aurora

O Amazon Aurora é um banco de dados relacional compatível com MySQL e PostgreSQL criado para a nuvem e que combina a performance e a disponibilidade de bancos de dados empresariais tradicionais com a simplicidade e a economia de bancos de dados de código aberto.

Saiba mais »


Comece agora

Empresas de todos os tamanhos e setores estão transformando seus negócios todos os dias usando a AWS. Entre em contato com nossos especialistas e comece hoje sua jornada na nuvem.