• Apresentação do Amazon Linux 2

    Publicado: Dec 13, 2017

    O Amazon Linux 2 é o sistema operacional Amazon Linux de próxima geração. Proporciona ambiente d alto desempenho, estável e seguro para aplicativos empresariais e na nuvem. O Amazon Linux 2 oferecerá disponibilidade avançada de atualizações de software para o sistema operacional principal através do suporte de longo prazo por 5 anos, proporcionando acesso aos últimos pacotes de software através do repositório de extras do Amazon Linux.

  • Implante o SAP NetWeaver na Nuvem AWS com o novo Quick Start

    Publicado: Dec 13, 2017

    Este novo new Quick Start configura automaticamente um ambiente SAP na nuvem da Amazon Web Services (AWS) com o SAP NetWeaver e o SAP HANA.  

  • Instâncias P3 do Amazon EC2, as instâncias mais poderosas de computação de GPU na nuvem, disponíveis agora em regiões adicionais da AWS

    Publicado: Dec 13, 2017

    As instâncias P3 do Amazon EC2 já estão disponíveis nas regiões do Leste dos EUA (Ohio), Ásia-Pacífico (Seul) e AWS GovCloud (US) da AWS. 

  • EFS File Sync já está disponível em todas as regiões do Amazon EFS

    Publicado: Dec 13, 2017

    O EFS File Sync para o Amazon Elastic File System (Amazon EFS)está disponível agora em duas regiões adicionais da AWS: Ásia-Pacífico (Sydney) e UE (Frankfurt). 

  • AWS Direct Connect leva a rede da Amazon até a Cidade do Cabo e Johanesburgo na África do Sul

    Publicado: Dec 12, 2017

    A AWS Direct Connect pousou hoje pela primeira vez no continente africano com dois sites novos na Cidade do Cabo e em Johanesburgo na África do Sul. Na Cidade do Cabo, o AWS Direct Connect está no data center Teraco CT1, e em Johanesburgo no data center Teraco JB1. Esses dois sites do AWS Direct Connect podem ser encontrados no AWS Management Console na região da UE Oeste (Irlanda) da AWS. Com o acesso global habilitado para o AWS Direct Connect, esses sites podem ter acesso aos recursos da AWS em qualquer região global da AWS. 

  • AWS Direct Connect adicionou quatro novas localizações: Miami, Rio de Janeiro, Tóquio e Londres

    Publicado: Dec 12, 2017

    Hoje, o AWS Direct Connect implantou sites em quatro cidades: Miami, Rio de Janeiro, Tóquio e Londres. Com o acesso global habilitado para o AWS Direct Connect, esses sites podem ter acesso aos recursos da AWS em qualquer região global da AWS. Nos EUA, Equinix MI1, Miami aumenta o número total de sites do AWS Direct Connect no país para 29. No AWS Management Console, Miami pode ser encontrada na sua região de origem no Leste dos EUA (Norte da Virgínia). Na América do Sul, Equinix RJ2, o Rio de Janeiro, marca o primeiro site do AWS Direct Connect no Brasil fora de São Paulo. O site AT Tokyo Chuo Data Center é o segundo site do AWS Direct Connect em Tóquio e o terceiro no Japão. No Reino Unido, Telehouse North Two é o terceiro site na área de Londres que poderá ser encontrado no console na região da UE Oeste (Londres).

  • AWS CloudTrail aperfeiçoa a visualização e pesquisa de histórico de eventos

    Publicado: Dec 12, 2017

    Agora você pode usar a página de histórico de eventos do console do AWS CloudTrail para visualizar, pesquisar e fazer download dos últimos 90 dias de atividade da sua conta. Também pode personalizar a exibição de colunas, para aperfeiçoar a visualização de eventos do CloudTrail.  

  • Amazon WorkMail lança um SDK administrativo e ativa a integração com o AWS CloudTrail

    Publicado: Dec 12, 2017

    Hoje, o Amazon WorkMail lançou dois novos recursos: um SDK administrativo e a integração com o AWS CloudTrail.

  • AWS CodePipeline adiciona suporte para Amazon ECS e AWS Fargate

    Publicado: Dec 12, 2017

    AWS CodePipeline oferece agora suporte para implementações no Amazon Elastic Container Service (Amazon ECS) e no AWS Fargate. Isto facilita a criação de um pipeline de entrega contínua para aplicativos baseados em contêiner.

  • Atualizações automáticas de migração para o AWS Migration Hub

    Publicado: Dec 12, 2017

    O AWS Migration Hub envia agora as atualizações dos status de migração automaticamente para uma página de detalhes do aplicativo. Com este novo recurso, é possível ver sempre o último status de migração de todos os servidores e bancos de dados na migração do aplicativo, sem precisar atualizar a página todas as vezes. Isto poupa tempo e problemas para exibir o último status de migração em tempo hábil e com precisão. 

  • Amazon Aurora com compatibilidade com o MySQL acelera o processamento de consultas com verificações de hash conjuntas e em lote

    Publicado: Dec 11, 2017

    Agora, o Amazon Aurora com compatibilidade com o MySQL é compatível com junções de hash para acelerar consultas de junção equivalente. O otimizador baseado em custo do Aurora pode decidir automaticamente quando usar junções de hash. Você pode forçar o uso em um plano de consultas. Em nossos testes internos, o uso de junções de hash melhorou a latência das consultas em uma comparação de suporte a decisões ao usar um grupo de buffers ociosos em até 8,2x em uma instância R3.8xlarge.

  • O Amazon Aurora com compatibilidade com o MySQL oferece suporte nativo à invocação síncrona de funções do AWS Lambda

    Publicado: Dec 11, 2017

    No ano passado, anunciamos o suporte para a invocação assíncrona de funções do AWS Lambda a partir do Amazon Aurora com compatibilidade com o MySQL por meio de um procedimento armazenado integrado. A partir da versão 1.16, estamos ampliando esse recurso para permitir a invocação síncrona de funções do Lambda. Além disso, implementamos as versões síncrona e assíncrona do recurso usando funções nativas, permitindo que as funções do Lambda sejam invocadas em consultas. 

  • Implante o Couchbase na nuvem AWS com o novo Quick Start

    Publicado: Dec 11, 2017

    Este novo Quick Start implanta automaticamente a plataforma de dados Couchbase, na nuvem da Amazon Web Services (AWS). O Quick Start foi criado pela Couchbase e ClearScale em parceria com a AWS.

  • AMIs de AWS Deep Learning atualizadas: novas versões de TensorFlow, Apache MXNet, Keras e PyTorch

    Publicado: Dec 11, 2017

    Esta versão das AMIs de AWS Deep Learning tem suporte para Apache MXNet 1.0, inclusive um novo recurso de entrega de modelos para MXNet que empacota, executa e entrega modelos de aprendizado profundo com apenas algumas poucas linhas de código. Também inclui um novo recurso de compactação gradativa e um novo conversor de modelos, que converte o código de rede neural criado com a estrutura Caffe para o código MXNet, para que os desenvolvedores tenham mais facilidade de aproveitar a escalabilidade e o desempenho do MXNet.  

  • Anúncio da pré-visualização aberta do Amazon Aurora com compatibilidade com o MySQL 5.7

    Publicado: Dec 11, 2017

    O Amazon Aurora com compatibilidade com MySQL 5.7 oferece várias melhorias, como suporte para JSON support, índices espaciais, colunas geradas e aperfeiçoamento do desempenho 5x maior que o MySQL 5.7, e até 10x maior para conjuntos de dados espaciais.

  • Amazon CloudWatch tem suporte agora para duas novas opções de visualização em métricas e painéis

    Publicado: Dec 11, 2017

    Temos a satisfação de anunciar as opções de visualização de gráficos de zoom e panorâmica e placar no console de métricas do CloudWatch e nos painéis do CloudWatch. O console do CloudWatch pode ser usado para traçar gráficos de métricas de dados gerados pelos serviços da AWS e seus aplicativos. Agora é possível aplicar zoom em um período de tempo menor, como um minuto ou cinco minutos, durante a visualização do gráfico de métricas em um intervalo mais longo. Para aplicar o zoom em um gráfico de métrica, clique e arraste o mouse pelo gráfico dentro do período necessário. Depois de o zoom ser aplicado, também é possível obter a panorâmica do gráfico de métrica no intervalo selecionado, mas em um nível de detalhes com zoom. Para redefinir o zoom, basta clicar no botão de cancelar o zoom na parte de cima. Além disso, passando o cursor do mouse sobre o gráfico, também é possível visualizar um placar de todas as métricas em forma de gráfico. O placar mostra uma lista de métrica e de valores na ordem em que aparecem no horário selecionado. As opções de visualização de zoom e panorâmica e de placar também estão disponíveis nos painéis do CloudWatch.  

  • Amazon CloudWatch Logs oferece agora suporte à criptografia de KMS

    Publicado: Dec 8, 2017

    O Amazon CloudWatch anunciou hoje o suporte do KMS para CloudWatch Logs. Agora você pode criptografar seus logs utilizando chaves gerenciadas através do AWS Key Management Service (KMS) e da chave mestra do cliente (CMK).

  • Acordo de Nível de Serviço de computação da Amazon expandido para Amazon ECS e AWS Fargate

    Publicado: Dec 8, 2017

    O Amazon Elastic Container Service (Amazon ECS) e o AWS Fargate estão incluídos agora no Acordo de Nível de Serviço (SLA) de computação para 99,99% de tempo de atividade e disponibilidade.

  • Alarmes do Amazon CloudWatch alertam você quando o limite for excedido por M de N pontos de dados da métrica

    Publicado: Dec 8, 2017

    Temos o prazer de anunciar que os alarmes do Amazon CloudWatch têm suporte agora para alertar quando qualquer M de N pontos de dados ultrapassarem o limite de alarme. Ponto de dados é o valor de uma métrica durante um determinado período de agregação de métrica, ou seja, se você usar um minuto como período de agregação de uma métrica, haverá um ponto de dados por minuto. Com este lançamento, agora você pode criar um alarme do CloudWatch para alertá-lo quando M de N pontos de dados de uma métrica estiverem acima do limite predefinido, por exemplo, três de cinco vezes em um intervalo de cinco minutos ou dois de seis vezes em um intervalo de trinta minutos. Quando qualquer M de N pontos de dados estiverem abaixo do limite em um intervalo, o alarme terá o status de OK. Observe que os M pontos de dados de N pontos de dados em um intervalo podem estar em qualquer ordem, não precisam ser consecutivos. Portanto, agora você pode ser alertado mesmo quando os picos nas suas métricas forem intermitentes durante um intervalo. 

  • Anúncio do AWS Single Sign-On (SSO)

    Publicado: Dec 7, 2017

    O AWS Single Sign-On (SSO) é um serviço de SSO na nuvem que facilita o gerenciamento centralizado do acesso de SSO a várias contas da AWS e aplicativos comerciais. Ele permite que os usuários façam login no portal de usuário com credenciais da empresa e acessem todas as contas e aplicativos alocados em um mesmo lugar. 

  • Amazon SES apresenta a verificação com e-mails personalizados

    Publicado: Dec 7, 2017

    Agora você pode personalizar os e-mails que o Amazon SES envia ao verificar novas identidades. Este recurso é útil para desenvolvedores cujos aplicativos enviam e-mails pelo Amazon SES em nome dos seus clientes. Você pode reduzir a confusão de clientes e aperfeiçoar a velocidade com que os novos clientes realizam o processo de inclusão alterando o e-mail de verificação para fazer com que coincida com o estilo e a imagem de marca do seu aplicativo. 

  • AWS Service Catalog está disponível agora em 14 regiões

    Publicado: Dec 7, 2017

    O AWS Service Catalog anuncia que está disponível agora em novas regiões: Ásia-Pacífico (Mumbai, Seul), Oeste dos EUA (Norte da Califórnia) e América do Sul (São Paulo). Com a última versão, o AWS Service Catalog está disponível agora em 14 regiões, incluindo o Leste dos EUA (Norte da Virgínia, Ohio), Oeste dos EUA (Norte da Califórnia, Oregon), Canadá (Central), Europa (Irlanda, Frankfurt e Londres), América do Sul (São Paulo) e Ásia-Pacífico (Mumbai, Seul, Cingapura, Sydney, Tóquio). 

  • Criptografia em repouso disponível agora no Amazon Elasticsearch Service

    Publicado: Dec 7, 2017

    Temos a satisfação de anunciar que o Amazon Elasticsearch Service permite agora criptografar dados utilizando chaves gerenciadas por meio do AWS Key Management Service (KMS). O Elasticsearch é um mecanismo de pesquisa e análise de open-source popular para análise de logs, pesquisa de texto completo, monitoramento de aplicativos, e outros. O Amazon Elasticsearch Service fornece APIs e recursos em tempo real fáceis de usar do Elasticsearch, juntamente com a disponibilidade, escalabilidade e segurança exigidas pelas cargas de trabalho de produção. 

  • Agora você pode automatizar as atualizações do agente do Amazon AppStream 2.0 nas suas instâncias de streaming

    Publicado: Dec 7, 2017
  • Use as opções avançadas de filtragem do AWS Budgets para ampliar seus recursos de monitoramento de custos

    Publicado: Dec 7, 2017

    O AWS Budgets permite que você tenha a capacidade de criar orçamentos personalizados que o alertarão quando os custos e o uso ultrapassarem (ou estiver previsto que ultrapassarão) os limites definidos por você. Ao usar o AWS Budgets, você pode monitorar seus custos mensais totais ou refinar seus orçamentos para monitorar custos associados com dimensões de uso específicas (por ex., custos de recursos do Amazon EC2 marcados como projeto: secretProject para um conjunto de contas vinculadas). 

  • Novo Início rápido implanta ambientes padronizados e focados na segurança conforme a CJIS Security Policy 5.6

    Publicado: Dec 6, 2017

    Esse novo Início rápido implanta um ambiente que tem suporte para os requisitos dos Serviços de Informação da Justiça Criminal (CJIS), a Security Policy versão 5.6. Normalmente, esses requisitos são aplicáveis a sistemas que devem ser submetidos a um processo de avaliação e autorização oficiais para garantir proteção suficiente de confidencialidade, integridade e disponibilidade de informações e de sistemas da informação, com base na categoria de segurança e no nível de impacto do sistema (baixo, moderado ou alto) e na determinação de risco. Observe que esse Início rápido irá ajudar as organizações a começar a usar, porém, para um alinhamento completo com a CJIS Security Policy, será necessário um esforço adicional. 

  • Elasticsearch 6.0 está disponível agora no Amazon Elasticsearch Service

    Publicado: Dec 6, 2017

    Temos a satisfação de anunciar a disponibilidade imediata do Elasticsearch 6.0 e do Kibana 6.0 no Amazon Elasticsearch Service. O Elasticsearch é um mecanismo de análise e pesquisa popular de open-source para análise de log, pesquisa de texto completo, monitoramento de aplicativos, e outros. O Amazon Elasticsearch Service fornece APIs e recursos em tempo real fáceis de usar do Elasticsearch, juntamente com a disponibilidade, escalabilidade e segurança exigidas pelas cargas de trabalho de produção. 

  • Volumes de SSD (io1) de IOPS provisionadas do Amazon EBS têm suporte agora para 32.000 IOPS e 500 MB/s por volume.

    Publicado: Dec 6, 2017

    Hoje estamos anunciando uma melhoria no desempenho de volumes de SSD (io1) de IOPS provisionadas de 20.000 IOPS para 32.000 IOPS, e de 320 MB/s para 500 MB/s de taxa de transferência por volume.

  • Alertas de utilização de nível gratuito da AWS notificam você automaticamente quando houver previsão de que seus limites de uso de serviços da AWS serão ultrapassados

    Publicado: Dec 6, 2017

    O nível gratuito da AWS permite que você consiga experiência prática gratuita com a plataforma, produtos e serviços da AWS. Os Orçamentos da AWS permitem que você gerencie sua utilização e custos da AWS criando orçamentos personalizados para avisá-lo se seus limites personalizados forem ultrapassados. 

  • Aplique com facilidade alterações de esquema de diretório na nuvem da Amazon com atualizações de esquemas no local

    Publicado: Dec 6, 2017

    Agora o diretório na nuvem da Amazon faz com que seja mais fácil aplicar alterações de esquema em seus diretórios com atualizações de esquemas no local. Seu diretórios continuam disponíveis durante a aplicação de alterações de esquemas compatíveis retroativamente, como adicionar novos campos. Isto significa que é possível atualizar seus esquemas sem fazer a migração de dados entre diretórios ou aplicar alterações de códigos aos seus aplicativos. Também é possível visualizar o histórico das alterações de esquemas no diretório na nuvem utilizando identificadores de versões principais e secundárias, o que pode ajudar a monitorar e auditar versões de esquemas em diretórios.  

  • Amazon Inspector anuncia suporte para AWS CloudFormation, uma nova AMI pré-instalada com o agente do Inspector, e para a utilização de funções vinculadas a serviço

    Publicado: Dec 5, 2017

    A AWS está anunciando três novas melhorias que tornam mais fácil começar a usar o Amazon Inspector e executar avaliações de segurança. Agora, você pode configurar as avaliações automaticamente através do AWS CloudFormation conforme as instância de Amazon EC2 são implantadas. A seguir, agora você pode selecionar uma Imagem de máquina da Amazon (AMI) do Amazon Linux pré-instalada com o agente do Inspector e executar avaliações de segurança sem ter que instalar o agente manualmente. Por último, o Inspector usa agora funções de AWS Identity and Access Management (IAM) vinculadas a serviço, o que significa que você pode deixar o registro e o gerenciamento de funções do IAM para o Inspector por nossa conta.

  • Mecanismo de regras de IoT da Amazon oferece agora suporte para ações de erros

    Publicado: Dec 5, 2017

    Agora você pode fortalecer seus aplicativos de IoT configurando uma ação de backup a ser realizada caso a ação ou as ações da regra primária falharem. O mecanismo de regras de IoT da Amazon também anexa informações de erro à carga da mensagem afetada. Esse recurso pode ser usado para garantir que os dados da mensagem são tratados no contexto do erro ou roteados de volta para um recurso de backup. As ações de erros podem ser usadas para tratar diversas condições de serviço e de usuário, tais como serviços de downstream não provisionados o suficiente ou falta de disponibilidade de serviços.

  • Amazon Route 53 disponibiliza API de nomenclatura automática para o gerenciamento e descoberta de nomes de serviços

    Publicado: Dec 5, 2017

    A partir de hoje, você pode usar a API de nomenclatura automática do Amazon Route 53 para automatizar o registro de microsserviços em DNSs. A nova API simplifica o gerenciamento de nomes de DNSs e as verificações de integridade dos microsserviços que são executados com base na AWS quando eles se expandem ou reduzem.

  • Suporte do Amazon ECS para contêineres do Windows Server disponível para o público geral

    Publicado: Dec 5, 2017

    O Amazon Elastic Container Service (Amazon ECS) oferece agora suporte para a execução de contêineres do Windows Server para cargas de trabalho de produção. 

  • Amazon Kinesis Data Firehose anuncia a disponibilidade geral do Splunk como destino

    Publicado: Dec 5, 2017

    O Amazon Kinesis Data Firehose, a forma mais fácil de carregar dados de streaming em armazenamento de dados e ferramentas de análise, tem suporte agora para o Splunk como destino de entrega. O Splunk é uma ferramenta de inteligência operacional para análise de dados gerados por máquina em tempo real. Agora você pode usar o Kinesis Data Firehose para fazer o streaming de dados para o seu cluster do Splunk em tempo real em qualquer escala. Essa integração tem suporte para versões do Splunk com HTTP Event Collector (HEC), incluindo o Splunk Enterprise e o Splunk Cloud. 

  • AWS contribui para a importante versão 1.0 do Apache MXNet e adiciona capacidade de serviço de modelo

    Publicado: Dec 4, 2017

    Hoje, a AWS anunciou contribuições para a importante versão 1.0 da estrutura de aprendizagem profunda Apache MXNet, bem como a introdução de uma nova capacidade de serviço de modelo. 

  • Novo Quick Start implementa configurações de segurança compatíveis com referência do CIS de bases da AWS

    Publicado: Dec 4, 2017

    Este novo Quick Start implanta um ambiente padronizado que suporta conformidade com a referência do Centro Segurança de Internet (CIS) para bases da AWS. O Quick Start foi desenvolvido pelos arquitetos de soluções da AWS e especialistas em conformidade em colaboração com a Accenture, um parceiro de consultoria da Premier da AWS. 

  • O AWS CloudTrail adiciona o registro da atividade de execução das funções do AWS Lambda

    Publicado: Nov 30, 2017

    Agora você pode registrar a atividade de execução das funções do AWS Lambda com os eventos de dados do Lambda do AWS CloudTrail. Antigamente, só era possível registrar os eventos de gerenciamento do Lambda, que fornecem informações sobre quando e por quem uma função foi criada, modificada ou excluída. Agora, você também pode gravar eventos de dados do Lambda e obter detalhes adicionais sobre quando e por quem uma chamada de API Invoke foi feita e qual função do Lambda foi executada. Todos os eventos de dados do Lambda são fornecidos em um bucket do Amazon S3 e no Amazon CloudWatch Events, que permite a você responder aos eventos registrados pelo CloudTrail. Por exemplo, você pode determinar rapidamente quais funções do Lambda foram executadas nos últimos três dias e identificar a origem das chamadas de API Invoke. Você pode tomar medidas imediatas para restringir as chamadas de API Invoke para usuários ou funções conhecidas se detectar alguma atividade do Lambda inapropriada.

  • O AWS Lambda duplica a capacidade máxima de memória para funções do Lambda

    Publicado: Nov 30, 2017

    Agora você pode alocar 3008 MB de memória para as funções do AWS Lambda. Antigamente, a quantidade máxima de memória disponível para as funções era 1536 MB. Agora, é mais fácil processar cargas de trabalho com mais memória ou requisitos de computação mais rigorosos, como análise de big data, processamento de arquivos grandes e cálculos estatísticos.

  • Migre VMs do Hyper-V para a AWS usando o AWS Server Migration Service

    Publicado: Nov 30, 2017

    Agora o AWS Server Migration Service oferece suporte à migração de VMs do Hyper-V para a AWS. Com este lançamento, agora você pode realizar a migração das máquinas virtuais executadas em pilhas de virtualização no local dos ambientes Microsoft Hyper-V e VMware ESX/ESXi. O AWS Server Migration Service é um serviço sem agente que facilita a migração de milhares de cargas de trabalho no local para a AWS. Ele permite que você automatize, programe e rastreie replicações incrementais de volumes ativos do servidor, o que facilita a coordenação de migrações de servidores em larga escala. Com a automatização da replicação incremental, o Server Migration Service acelera o processo de migração e reduz o custo operacional da migração. É fácil começar a usar o AWS Server Migration Service, por meio do Console da AWS ou da CLI; ele está disponível gratuitamente para você nas seguintes regiões da AWS. Para saber mais sobre o suporte ao Hyper-V no AWS Server Migration Service, clique aqui

  • O AWS Lambda incorpora aprimoramentos na experiência do console

    Publicado: Nov 30, 2017

    O console do AWS Lambda foi atualizado com aprimoramentos e novos recursos que melhoram a experiência de criação, configuração, teste e monitoramento das funções do Lambda. 

  • Definir limites de simultaneidade nas funções individuais do AWS Lambda

    Publicado: Nov 30, 2017

    Agora você pode definir limites de simultaneidade nas funções individuais do AWS Lambda. O limite de concorrência definido reservará uma parte do limite de concorrência no nível da conta para uma função específica. Esse recurso permite acelerar uma determinada função caso ela atinja um número máximo de execuções simultâneas permitidas, que você pode optar por definir. Isso será útil quando você quiser limitar taxas de tráfego para recursos downstream chamados pelo Lambda (por exemplo, bancos de dados) ou se quiser controlar o consumo de interfaces de rede elástica (ENIs) e endereços IP para funções que acessam uma VPC privada. 

  • O Amazon API Gateway oferece suporte às integrações de endpoint com VPCs privadas

    Publicado: Nov 30, 2017

    Agora você pode fornecer acesso aos recursos HTTP(S) na Amazon Virtual Private Cloud (VPC), sem expô-los diretamente à Internet pública. Você também pode usar o API Gateway para criar um endpoint de API integrado à sua VPC. Você cria um endpoint para sua VPC configurando um link de VPC entre a VPC e um load balancer de rede (NLB), que é fornecido pelo Elastic Load Balancing. O NLB envia solicitações a vários destinos na VPC, como instâncias do Amazon EC2, grupos de Auto Scaling ou serviços do Amazon ECS. Os NLBs também oferecem suporte à conectividade privada no AWS Direct Connect, para que aplicativos em seus próprios datacenters possam se conectar à VPC por meio da rede privada da Amazon.

  • O repositório de aplicativos sem servidor da AWS permite que os clientes descubram, implantem e publiquem aplicativos sem servidor.

    Publicado: Nov 30, 2017

    O repositório de aplicativos sem servidor da AWS é uma coleção de aplicativos sem servidor publicados por desenvolvedores, empresas e parceiros na comunidade sem servidor.

  • O Alexa for Business já está disponível para o público geral

    Publicado: Nov 30, 2017

    O Alexa for Business já está disponível para todos os clientes. Com o Alexa for Business, você pode incorporar facilmente o Alexa na sua organização, fornecendo as ferramentas necessárias para configurar e gerenciar dispositivos habilitados para Alexa, inscrever usuários e atribuir habilidades em escala.

  • Introdução ao AWS Cloud9

    Publicado: Nov 30, 2017

    O AWS Cloud9 é um IDE baseado na nuvem usado para escrever, executar e depurar o código.

  • Apresentação do Amazon Time Sync Service

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon Time Sync Service fornece uma referência de tempo altamente confiável e que pode ser acessada nativamente nas instâncias do Amazon EC2.

  • Anúncio do Amazon EC2 T2 Unlimited para alto desempenho constante da CPU

    Publicado: Nov 29, 2017

    As instâncias T2 do Amazon EC2 agora podem oferecer alto desempenho de CPU pelo tempo que seja necessário para uma carga de trabalho. As instâncias T2 permitiam anteriormente que clientes otimizassem custos das suas cargas de trabalho com um desempenho generoso da linha da CPU e a capacidade de intermitência acima da linha de base por períodos curtos. Com o T2 Unlimited, agora as cargas de trabalho podem ser intermitentes além da linha de base pelo tempo que seja necessário. Isto permite que os clientes desfrutem de preço por hora baixo da instância T2 para uma grande variedade de aplicativos de finalidades genéricas, e garante que suas instâncias nunca sejam limitadas à linha de base. Cargas de trabalho comuns de finalidade geral em instâncias T2 incluem microsserviços, aplicativos interativos de baixa latência, bancos de dados pequenos e médios, desktops virtuais, desenvolvimento, ambientes de compilação e estágio, repositórios de código e protótipos de produtos.

  • Apresentação dos grupos de distribuição de posicionamento do Amazon EC2

    Publicado: Nov 29, 2017
  • Amazon Lightsail adiciona load balancers com gerenciamento integrado de certificados

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon Lightsail adicionou load balancers à sua plataforma fácil de usar na nuvem, permitindo que desenvolvedores criem websites e aplicativos escaláveis e alteração disponíveis com rapidez e facilidade. Os load balancers podem ser iniciados em poucos minutos, totalmente configurados e preparados para rotear o tráfego para instâncias do Lightsail por um preço módico e previsível de 18 USD por mês. Os load balancers do Lightsail também permitem que os clientes criem e mantenham com facilidade aplicativos seguros que aceitam o tráfego de HTTPS com certificados de SSL/TLS livres e gerenciamento de certificados intuitivo e integrado. 

  • Apresentação dos modelos de lançamento das instâncias do Amazon EC2

    Publicado: Nov 29, 2017

    Os modelos de lançamento são um novo recurso que oferece uma forma nova de aplicar modelos às solicitações de lançamento. Os modelos de lançamento racionalizam e simplificam o processo de lançamento de Auto Scaling, frota spot, Spot e instâncias sob demanda.

  • AWS Greengrass adiciona recurso para Machine Learning Inference

    Publicado: Nov 29, 2017

    O AWS Greengrass Machine Learning (ML) Inference facilita a inferência de aprendizagem de máquina localmente nos dispositivos do AWS Greengrass usando modelos criados e treinados na nuvem.  Até agora, criar e treinar modelos de aprendizagem de máquina (ML) bem como executar a inferência de aprendizagem de máquina eram tarefas realizadas quase que exclusivamente na nuvem.  O treinamento de modelos de aprendizagem de máquina requer recursos maciços de computação. Portanto, é natural que ele seja feito na nuvem.  Com o AWS Greengrass ML Inference, seus dispositivos do AWS Greengrass podem tomar decisões inteligentes de forma rápida já que os dados estão sendo gerados mesmo quando estão desconectados.

    O recurso simplifica cada etapa de implantação do ML, incluindo o acesso a modelos de ML, a implantação de modelos nos dispositivos, a criação e implantação de frameworks de ML, a criação de aplicativos de inferência e o uso em aceleradores de dispositivos, como GPUs e FPGAs.  Por exemplo, você pode acessar um modelo de aprendizado profundo criado e treinado no Amazon SageMaker diretamente do console AWS Greengrass e depois fazer download desse modelo para o seu dispositivo como parte de um grupo do AWS Greengrass.  O AWS Greengrass ML Inference inclui um framework pré-criado do Apache MXNet para instalar nos dispositivos do AWS Greengrass a fim de que você não precise criar isso do zero.  É possível fazer download de um pacote pré-criado do Apache MXNet para dispositivos NVIDIA Jetson, Intel Apollo Lake e Raspberry Pi diretamente da nuvem. Ele também pode ser incluído como parte do software no seu grupo do AWS Greengrass.

    O AWS Greengrass ML Inference também inclui modelos pré-criados do AWS Lambda que você usa para criar um aplicativo de inferência rapidamente.  O esquema Lambda fornecido mostra tarefas comuns, como carregar modelos, importar o Apache MXNet e tomar ações com base em previsões.

    Em muitos aplicativos, o seu modelo de ML funcionará melhor quando você usar integralmente todos os recursos de hardware disponíveis no dispositivo, e o AWS Greengrass ML Inference ajuda com isso. Para permitir que o seu aplicativo acesse os recursos de hardware no dispositivo, declare-os como recursos locais no seu grupo do AWS Greengrass no console do AWS Greengrass.

    Para usar esses recursos, cadastre-se para a prévia.

  • Anúncio do suporte para o emparelhamento de VPC entre regiões

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon EC2 permite agora estabelecer relações de emparelhamento entre Virtual Private Clouds (VPCs) em diversas regiões da AWS. O emparelhamento de VPC entre regiões faz com que recursos de VPC, como instâncias EC2, bancos de dados RDS e funções Lambda em execução em diferentes regiões da AWS, se comuniquem entre eles utilizando endereços IP privados, sem exigir gateways, conexões VPN ou equipamentos de rede separados.

  • Regras gerenciadas prontas para uso já estão disponíveis no AWS WAF

    Publicado: Nov 29, 2017

    As regras gerenciadas para AWS WAF, disponíveis hoje, permitem proteger com facilidade aplicativos e APIs na web de ameaças da Internet. Escolha entre os RuleGroups pré-configurados disponibilizados no AWS Marketplace pelos especialistas em segurança líderes do setor: Alert Logic, Fortinet, Imperva, Trend Micro e TrustWave. As regras são atualizadas automaticamente conforme as novas ameaças vão surgindo, e oferecem uma grande variedade de proteções, entre elas mitigações de OWASP Top 10, defesas de bad-bot e patches virtuais em relação a CVEs recentes. Outros RuleGroups gerenciados mais especializados protegem plataformas de aplicativos, entre outros, sistemas de gerenciamento de conteúdo como o WordPress ou o Drupal. Cada RuleGroup é produto da experiência exclusiva de um vendedor, disponibilizada a você por um preço acessível pago de acordo com o uso. As regras gerenciadas para AWS WAF foram criadas para ajudar você a passar menos tempo escrevendo regras de segurança e fazendo a manutenção de servidores, e mais tempo criando aplicativos para os seus clientes.

  • Apresentação do AWS Systems Manager

    Publicado: Nov 29, 2017

    O AWS Systems Manager fornece uma interface de usuário unificada com a qual você pode exibir dados operacionais de vários serviço da AWS e automatizar tarefas operacionais em seus recursos da AWS.

  • Introdução ao Amazon MQ

    Publicado: Nov 28, 2017

    O Amazon MQ é um serviço gerenciado de operador de mensagem para Apache ActiveMQ que facilita a configuração e a operação de operadores de mensagem na nuvem. Os operadores de mensagem permitem diferentes sistemas de software, geralmente usando várias linguagens de programação, diferentes plataformas, para comunicar e trocar informações. O sistema de mensagens é o backbone de comunicação que conecta e integra os componentes de aplicativos distribuídos, como processamento de pedidos, gerenciamento de estoque e atendimento de comércio eletrônico. O Amazon MQ gerencia a administração e a manutenção do ActiveMQ, um operador de mensagem de código aberto popular. Ele se encarrega de tarefas demoradas, como o provisionamento da infraestrutura, a configuração do operador, a atualização do software e o gerenciamento da segurança. O Amazon MQ foi projetado para suportar falhas, portanto, suas mensagens estão altamente disponíveis. Com o Amazon MQ, você tem acesso direto ao console do ActiveMQ e aos protocolos e às APIs padrão do setor para mensagens, incluindo JMS, NMS, AMQP, STOMP, MQTT e WebSocket. Você pode migrar facilmente de qualquer operador de mensagem que use esses padrões para o Amazon MQ, pois não é necessário reescrever nenhum código de mensagem nos aplicativos.

  • O AWS IoT Core adiciona recursos de autenticação aprimorados

    Publicado: Nov 29, 2017

    A partir de hoje, o AWS IoT Core passa a fornecer novos mecanismos de autenticação que permitem conectar seus dispositivos ao AWS. Com o recurso de autenticação personalizado, os clientes podem usar estratégias de autenticação de token de portador, como o OAuth, para se conectar ao AWS sem usar um certificado X.509 em seus dispositivos. Com isso, os clientes podem reutilizar os mecanismos de autenticação existentes no quais eles já investiram.

  • Apresentação do Amazon Translate, disponível para prévia

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon Translate é um serviço de tradução de máquina neural que oferece tradução de idiomas rápida, de alta qualidade e acessível. A tradução de máquina neural usa o aprendizado profundo para fornecer uma tradução mais precisa e mais natural do que os algoritmos de tradução mais antigos baseados em regras e estatísticas. O Amazon Translate permite a tradução em escala de modo que você possa converter com facilidade grandes volumes de texto de forma eficiente para lidar com tarefas como localizar conteúdo para usuários internacionais e facilitar a comunicação entre idiomas em tempo real.

  • Amazon FreeRTOS: sistema operacional IoT para microcontroladores

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon FreeRTOS é um sistema operacional IoT para microcontroladores que facilita a programação, implantação, segurança, conexão e manutenção de dispositivos de borda pequenos e de baixa potência. O Amazon FreeRTOS amplia o kernel FreeRTOS, um sistema operacional popular de código aberto em tempo real para microcontroladores, e inclui bibliotecas de software para segurança, conectividade e capacidade de atualização. Com o Amazon FreeRTOS você tem tudo o que precisa para programar com facilidade dispositivos baseados em microcontroladores conectados e coletar dados deles para aplicativos IoT. O Amazon FreeRTOS ajuda você a dimensionar esses aplicativos em milhões de dispositivos. O Amazon FreeRTOS é gratuito, tem código aberto e está disponível para todos a partir de hoje. Para saber mais e começar a usar, clique aqui.

  • Apresentação do Amazon Kinesis Video Streams

    Publicado: Nov 29, 2017

    Os clientes usam o Amazon Kinesis para realizar análise em tempo real utilizando streamings de dados. Hoje estamos adicionando streamings de vídeo ao Kinesis. Apresentamos o Amazon Kinesis Video Streams, um serviço totalmente gerenciado de inclusão e armazenamento de vídeos. O Kinesis Video Streams facilita o streaming de vídeos com segurança de dispositivos conectados à AWS para aprendizagem de máquina, análise e processamento. Também é possível fazer o streaming de outros dados codificados por tempo, como sinais de RADAR e LIDAR utilizando Kinesis Video Streams.

  • Anúncio do AWS IoT Analytics

    Publicado: Nov 29, 2017

    Agora você pode usar o AWS IoT Analytics para limpar, processar, enriquecer, armazenar e analisar dados de IoT em grande escala. Esta é a forma mais fácil de executar análises em dados de IoT e obter insights que ajudam a tomar decisões melhores e mais exatas sobre aplicações de IoT e casos de uso de aprendizagem de máquina.  

  • Amazon Glacier Select possibilita a análise de big data de dados de arquivos

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon Glacier Select é a nova maneira de consultar dados arquivados no Amazon Glacier. O Glacier Select permite realizar consultar para execução direta em dados armazenados no Amazon Glacier, recuperando apenas os dados que são necessários dos seus arquivos para serem usados para análises. Isto permite reduzir o custo total de propriedade, expandindo amplamente o data lake em armazenamento de arquivos rentável.

  • A AWS lança as tabelas globais do Amazon DynamoDB

    Publicado: Nov 29, 2017

    As tabelas globais aproveitam a presença global do DynamoDB para oferecer a você um banco de dados totalmente gerenciado com vários mestres e várias regiões que fornece desempenho rápido e local de leitura e gravação para aplicativos globais com escalabilidade muito alta. As tabelas globais replicam as tabelas do Amazon DynamoDB automaticamente nas regiões da AWS de sua escolha.

    Elas eliminam a tarefa difícil de replicar dados entre regiões e resolver conflitos de atualização, permitindo que você se concentre na lógica de negócios de seu aplicativo. Além disso, as tabelas globais habilitam seus aplicativos a ficarem altamente disponíveis caso ocorra, inesperadamente, o isolamento ou a extinção de uma região inteira.

  • Amazon Neptune: banco de dados de gráfico rápido e confiável desenvolvido para a nuvem

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon Neptune é um serviço de banco de dados de gráfico rápido e confiável totalmente gerenciado que facilita a criação e execução de aplicativos que trabalham com conjuntos de dados altamente conectados. O núcleo do Amazon Neptune é um mecanismo de banco de dados de alto desempenho projetado especificamente e otimizado para armazenar bilhões de relacionamentos e consultar os gráficos com latência de milissegundos. O Amazon Neptune oferece suporte a modelos de gráficos populares do Apache TinkerPop e RDF do W3C e às linguagens de consulta associadas a eles, TinkerPop Gremlin e RDF SPARQL, permitindo que você crie com facilidade consultas que naveguem pelos conjuntos de dados altamente conectados de modo eficiente. O Neptune atende a casos de uso de gráficos, como mecanismos de recomendação, detecção de fraudes, gráficos de conhecimento, descobertas de medicamentos e segurança de rede.

  • A AWS executa o backup e a restauração do Amazon DynamoDB

    Publicado: Nov 29, 2017

    O backup sob demanda permite que você crie backups completos dos dados das tabelas DynamoDB para arquivamento de dados, o que ajudará você a atender as requisitos regulamentares da sua corporação e do governo. Você pode fazer backup de tabelas de alguns megabytes para centenas de terabytes de dados, sem impactar o desempenho e a disponibilidade dos aplicativos de produção.

    O backup sob demanda processa solicitações de backup em segundos, independentemente do tamanho das tabelas; portanto, você não precisa se preocupar com as programações de backup ou os processos demorados. Todos os backups são automaticamente criptografados, catalogados, detectados e retidos até que você os exclua explicitamente. É possível executar operações de backup e restauração com um único clique no Console de Gerenciamento da AWS ou em uma única chamada de API.

  • AWS IoT Device Defender ajuda a gerenciar a segurança dos dispositivos

    Publicado: Nov 29, 2017

    A AWS tem a satisfação de anunciar o AWS IoT Device Defender, um serviço totalmente gerenciado que permite proteger sua frota de dispositivos de IoT de forma contínua. O AWS IoT Device Defender faz a auditoria da sua frota para garantir que ela adere às melhores práticas de segurança, detecta comportamento anormal do dispositivo, avisa você sobre problemas de segurança e recomenda ações de mitigação para essas questões de segurança. Atualmente, o AWS IoT Device Defender não está disponível de modo geral. Para poder saber mais sobre o AWS IoT Device Defender e expressar seu interesse no serviço, cadastre-se aqui.  

  • Apresentação do Amazon Rekognition para vídeo

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon Rekognition para vídeo é um serviço de análise de vídeo com aprendizado profundo que rastreia pessoas, detecta atividades e reconhece objetos, celebridades e conteúdo inapropriado. O Amazon Rekognition para vídeo pode detectar e reconhecer faces em streamings ao vivo. O Rekognition para vídeo também pode analisar vídeos existentes armazenados no Amazon S3. Ele retorna rótulos específicos de atividades, pessoas, faces e objetos com time stamps para que você possa localizar facilmente a cena. No caso de pessoas e faces, ele também retorna a caixa delimitadora, que é a localização específica da pessoa ou rosto no quadro. As APIs do Rekognition para vídeo são fáceis de usar e ideais para resposta imediata para clientes de segurança pública, gerar um índice de pesquisa para clientes de mídia e entretenimento e oferecer monitoramento para casas inteligentes.

  • Apresentação do Amazon Elastic Container Service para Kubernetes (prévia)

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon Elastic Container Service para Kubernetes (Amazon EKS) é um serviço gerenciado que facilita a execução do Kubernetes na AWS eliminando a necessidade de instalar, operar e manter seus próprios clusters do Kubernetes.

  • Anúncio do AWS IoT Device Management

    Publicado: Nov 29, 2017

    Agora você pode usar o AWS IoT Device Management para incluir, organizar, monitorar e gerenciar remotamente seus dispositivos de IoT em grande escala durante todo o ciclo de vida deles. Com o IoT Device Management, você pode carregar informações e configuração de dispositivos, organizar seu inventário de dispositivos, monitorar sua frota de dispositivos e gerenciar remotamente dispositivos implantados em vários locais, e também atualizar software de dispositivos na nuvem. Isto ajuda a escalar suas frotas de dispositivos e reduzir os custos e esforços de gerenciamento de grandes implantações de dispositivos de IoT.

  • AWS IoT One Click, agora disponível para prévia

    Publicado: Nov 29, 2017

    O AWS IoT 1-Click é um serviço que torna fácil para dispositivos simples ativarem funções do AWS Lambda que executam uma ação específica. Com o AWS IoT 1-Click, dispositivos simples, como o botão AWS IoT Enterprise e o botão AT&T LTE-M, estão prontos para se conectar com segurança ao AWS IoT imediatamente, facilitando a implantação desses dispositivos. Você pode ativar dispositivos associando-os a ações, como funções do Lambda, com um clique.

  • Apresentação do AWS Fargate

    Publicado: Nov 29, 2017

    O AWS Fargate é uma tecnologia para implantação e gerenciamento de contêineres sem a necessidade de gerenciar qualquer infraestrutura subjacente. Com o Fargate, fica mais fácil escalar seus aplicativos. Você não precisa mais se preocupar com o provisionamento de recursos de computação suficientes para seus aplicativos de contêiner. Você pode executar dezenas ou dezenas de milhares de contêineres em segundos.

  • Apresentação do Amazon Comprehend – descubra informações a partir do texto

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon Comprehend é um serviço de processamento de linguagem natural (NLP) que usa aprendizagem de máquina para analisar seu texto. Ele identifica o idioma do texto, extrai as frases principais, lugares, pessoas, marcas ou eventos, entende o sentimento em relação a produtos ou serviços e identifica os tópicos principais a partir de uma biblioteca de documentos. O serviço aprende com uma variedade de fontes de informação, incluindo descrições de produtos da Amazon.com e opiniões de clientes, e se recicla constantemente com novos dados para acompanhar o ritmo da evolução da linguagem. Por causa da abrangência dessa nova abordagem, ele pode fornecer cobertura precisa para uma grande variedade de cenários, como análise de feedback de clientes, pesquisa inteligente de documentos e organização automática de conteúdo.

  • Cadastre-se para a prévia do Amazon Aurora Multi-Master

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon Aurora Multi-Master permite criar várias instâncias principais de gravação/leitura em várias zonas de disponibilidade. Isso habilita os aplicativos a ler e gravar dados em várias instâncias de banco de dados em um cluster, da mesma forma como você pode ler em várias réplicas de leitura atualmente.

  • Apresentação do Amazon Transcribe, disponível para visualização prévia

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon Transcribe é um serviços de reconhecimento automático da fala (ASR) por meio do qual os desenvolvedores podem adicionar fala aos recursos de texto dos seus aplicativos. O Amazon Transcribe pode analisar arquivos de áudio armazenados o Amazon S3 e devolver um arquivo de texto da fala transcrita com os time stamps para cada palavra, de forma que você possa localizar com facilidade o áudio na fonte original procurando o texto.

  • O Amazon S3 Select está disponível para prévia

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon S3 Select está disponível para prévia. O S3 Select é um novo recurso do Amazon S3 desenvolvido para extrair apenas os dados de um objeto de que você precisa, o que melhora drasticamente o desempenho e reduz o custo de aplicativos que precisam acessar dados no S3.

  • Apresentação da AWS DeepLens, a primeira câmera de vídeo do mundo com recursos de aprendizado profundo para desenvolvedores

    Publicado: Nov 29, 2017

    A AWS DeepLens é uma câmera de vídeo sem fio habilitada para aprendizado profundo projetada especificamente para ajudar os desenvolvedores de todos os níveis de habilidades a ampliar suas habilidades de aprendizagem de máquina por meio de tutoriais práticos sobre visão computacional, código de exemplo e modelos pré-criados. A DeepCam inclui uma câmera de vídeo de alta definição com computação interna otimizada para aprendizado profundo que é totalmente programável com o AWS Lambda. Os desenvolvedores ficam livres para se concentrar nas habilidades de aprendizagem de máquina enquanto a DeepCam automaticamente otimiza e implanta modelos no dispositivo e se conecta à nuvem para obter recursos ainda mais avançados. A DeepCam se integra ao Amazon SageMaker, oferecendo aos desenvolvedores uma solução completa para aprender, desenvolver e testar aplicativos de aprendizagem de máquina tanto na nuvem quanto localmente pela primeira vez.

     


  • Cadastrar-se na visualização do Amazon Aurora Serverless

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon Aurora Serverless é uma configuração com escalabilidade automática sob demanda para Amazon Aurora, na qual o banco de dados será iniciado, desligado e aumentado/diminuído automaticamente com base nas necessidades do seu aplicativo. O Aurora Serverless permite que você execute seu banco de dados relacional na nuvem sem gerenciar nenhuma instância ou cluster de banco de dados.

  • A CLI do Amazon ECS versão 1.1.0 inclui suporte ao AWS Fargate

    Publicado: Nov 29, 2017

    A interface da linha de comando (CLI) do Amazon Elastic Container Service (ECS) agora está disponível na versão 1.1.0.

  • Atualizações em tempo real, acesso a recursos locais e adaptador de protocolo industrial OPC-UA agora disponíveis no AWS Greengrass

    Publicado: Nov 29, 2017

    O AWS Greengrass é um software que permite executar computação local, transmissão de mensagens, armazenamento de dados em cache e sincronização de dispositivos conectados de modo seguro. O AWS Greengrass tem três novos recursos. Primeiro, as funções do AWS Lambda em execução nos dispositivos Greengrass Core podem interagir de modo nativo com os recursos do dispositivo host subjacente, como câmera, barramento serial ou GPU, para que os dispositivos Greengrass possam interagir mais facilmente com seus ambientes físicos. Segundo, agora o Greengrass pode usar o protocolo popular de mensagens industrial OPC-UA para comunicar-se com outros equipamentos, e os clientes podem criar facilmente seus próprios adaptadores de protocolo. Terceiro, agora você pode atualizar remotamente o software Greengrass Core para aproveitar os novos recursos, correções de erros e aprimoramentos de segurança.

  • Apresentação do Amazon SageMaker

    Publicado: Nov 29, 2017

    O Amazon SageMaker é um serviço totalmente gerenciado que permite que cientistas de dados e desenvolvedores criem, treinem e implantem modelos de aprendizagem de máquina de forma rápida e fácil em qualquer escala. O Amazon SageMaker inclui módulos que podem ser usados juntos ou separadamente para criar, treinar e implantar seus modelos de aprendizagem de máquina.

    Crie
    O Amazon SageMaker facilita a criação e preparação de modelos ML para treinamento, fornecendo tudo o que você precisa para se conectar com rapidez aos dados de treinamento, além de selecionar e otimizar o melhor algoritmo e estrutura para o seu aplicativo. O Amazon SageMaker inclui notebooks Jupyter hospedados que facilitam a exploração e visualização dos dados de treinamento armazenados no Amazon S3. Você pode se conectar diretamente aos dados no S3 ou usar o AWS Glue para mover dados do Amazon RDS, Amazon DynamoDB e Amazon Redshift para o S3 para análise no seu notebook.

    Para ajudar você a selecionar seu algoritmo, o Amazon SageMaker inclui os 10 algoritmos de aprendizagem de máquina mais comuns que foram pré-instalados e otimizados para oferecer até 10 vezes o desempenho que você encontrará ao executar esses algoritmos em qualquer outro lugar. O Amazon SageMaker também vem pré-configurado para executar o TensorFlow e o Apache MXNet, dois dos frameworks de código aberto mais populares. Se desejar, você também pode usar o seu próprio framework.

    Treine
    Para começar a treinar seu modelo, basta um único clique no console do Amazon SageMaker. O Amazon SageMaker gerencia toda a infraestrutura subjacente para você e pode escalar facilmente para treinar modelos na escala de petabytes. Para que o processo de treinamento seja ainda mais rápido e fácil, o Amazon SageMaker pode ajustar seu modelo de forma automática para alcançar a maior precisão possível.

    Implante
    Depois que o modelo estiver treinado e ajustado, o Amazon SageMaker facilita a implantação na produção para que você possa começar a gerar previsões sobre novos dados (um processo chamado inferência). O Amazon SageMaker implanta seu modelo em um cluster de escalabilidade automática de instâncias do Amazon EC2 espalhadas por várias zonas de disponibilidade para oferecer alto desempenho e alta disponibilidade. O Amazon SageMaker também inclui recursos integrados de teste A/B para ajudar você a testar seu modelo e experimentar versões diferentes a fim de atingir os melhores resultados.

    Com o Amazon SageMaker você elimina o trabalho pesado da aprendizagem de máquina e pode se concentrar em criar, treinar e implantar os modelos de aprendizagem de máquina de forma rápida e fácil.

  • AWS Partner Network lança nova competência, soluções de parceiros de AWS Machine Learning

    Publicado: Nov 28, 2017

    A AWS Partner Network (APN) tem a satisfação de anunciar o lançamento da nova competência de AWS Machine Learning. O programa AWS Competency foi projetado para destacar parceiros do APN que demonstraram proficiência técnica e sucesso comprovado junto aos clientes em áreas e categorias especializadas de soluções.

  • Amazon EC2 Spot lança novo modelo de definição de preço e a capacidade de iniciar instâncias spot pela API de RunInstances

    Publicado: Nov 28, 2017

    O Amazon EC2 simplificou a definição de preço da instância spot do Amazon EC2 passando para um modelo que fornece preços baixos e previsíveis e se ajustam gradativamente com base em tendências de longo prazo de fornecimento e demanda. Você continuará economizando até 90% do preço de instância sob demanda e pagando o preço do spot real no início de cada hora/instância para a instância que estiver em execução.

  • Introdução às instâncias M5 do Amazon EC2

    Publicado: Nov 28, 2017

    As instâncias M5 são a última geração das instâncias de computação de uso geral do Amazon EC2, com processadores Intel® Xeon Platinum 8175 de 2,5 GHz (o antigo Skylake) e o mais recente conjunto de instruções de processamento vetorial, o Advanced Vector Extension 512 (AVX-512). As instâncias M5 baseiam-se no sistema Nitro, uma combinação de hardware dedicado e hipervisor leve, que fornece praticamente todos os recursos de computação e memória do hardware host às suas instâncias. Elas oferecem até 14% de melhoria em preço/desempenho em comparação às instâncias M4 com o processador atualizado. A adição do novo AVX-512 fornece duas vezes maior desempenho por núcleo em cargas de trabalho com muitos vetores e pontos flutuantes, como processamento de imagem e vídeo, compactação de dados, criptografia e atendimento de alto desempenho na web.

  • Anúncio das instâncias bare metal do Amazon EC2 (visualização)

    Publicado: Nov 28, 2017

    As instâncias sem sistema operacional do Amazon EC2 oferecem aos aplicativos acesso direto ao processador e à memória do servidor subjacente. Essas instâncias são ideais para cargas de trabalho que exigem acesso a conjuntos de recursos de hardware (como Intel VT-x) ou para aplicativos que precisam ser executados em ambientes não virtualizados para cumprir requisitos de licenciamento ou suporte.

  • Amazon EC2 Spot permite pausar e retomar cargas de trabalho

    Publicado: Nov 28, 2017

    Agora, o Amazon EC2 Spot pode hibernar instâncias do Amazon EBS em caso de interrupções. O Spot pode atender às suas solicitações reiniciando instâncias em hibernação quando houver capacidade disponível. A hibernação é semelhante a fechar e abrir a tampa do laptop. O aplicativo reinicia no ponto exato em que estava quando entrou em hibernação.

  • Apresentação das instâncias de H1 do Amazon EC2, instâncias de última geração otimizadas para armazenamento para cargas de trabalho de big data de alto desempenho

    Publicado: Nov 28, 2017

    As instâncias de H1 do Amazon EC2 são a última geração de instâncias de armazenamento otimizado do Amazon EC2, com processadores de 2,3 GHz Intel® Xeon® E5 2686 v4 (denominados Broadwell), e oferecem mais vCPUs e mais memória por terabyte de armazenamento magnético local em comparação com instâncias D2. A instância de maior tamanho, h1.16xlarge, oferece 64 vCPUs e 16 TB de armazenamento de instâncias baseada em HDD. As instâncias de H1 foram projetadas para aplicativos que precisam de armazenamento de baixo custo, alta transferência de disco e acesso de E/S altamente sequencial a grandes conjuntos de dados. As instâncias de H1 são ideais para cargas de trabalho com muitos dados, como as cargas de trabalho baseadas em MapReduce, sistemas de arquivos distribuídos, como HDFS e MapR-FS, sistemas de arquivos de rede, aplicativos de processamento dados ou logs, como o Apache Kafka, e clusters de carga de trabalho de big data.

  • O AWS Batch adiciona suporte para envios de trabalhos em grande escala com trabalhos de matriz

    Publicado: Nov 28, 2017

    Agora o AWS Batch oferece suporte ao envio de matrizes de trabalhos com uma única chamada de API. Com ArrayJobs, os usuários podem enviar facilmente, com uma única chamada SubmitJob, até 10.000 cópias de um trabalho. Os usuários também podem expressar dependências nos trabalhos de matriz, incluindo dependências 'N-to-N' entre elementos relacionados nos vários trabalhos de matriz. Os trabalhos de matriz simplificam o envio e o gerenciamento de simulações de Monte Carlo em larga escala, varreduras de parâmetros e trabalhos que precisam realizar a mesma operação em milhares de objetos ou arquivos de entrada. O AWS Batch provisiona dinamicamente a quantidade ideal e o tipo de recursos computacionais (por exemplo, CPU ou instâncias otimizadas de memória) com base nos requisitos de volume e recursos específicos dos trabalhos em lote enviados. Com o AWS Batch, não é necessário instalar e gerenciar o software de computação em lote ou clusters de servidor.

  • Anúncio dos recursos avançados de segurança (beta) para Amazon Cognito

    Publicado: Nov 28, 2017

    Agora você pode usar os recursos avançados de segurança (beta) para Amazon Cognito a fim de proteger o acesso às contas de usuário nos aplicativos. Esses recursos avançados de segurança oferecem autenticação adaptável baseada em riscos e proteção contra o uso de credenciais comprometidas.

  • O AWS Lambda oferece suporte a mudanças no tráfego e implantações do AWS CodeDeploy

    Publicado: Nov 28, 2017

    Agora, você pode deslocar o tráfego recebido entre duas versões de funções do AWS Lambda com base em ponderações pré-definidas. Assim, você pode deslocar gradualmente o tráfego entre as duas versões, o que ajuda a reduzir o risco e a limitar a área afetada por novas implantações do Lambda. Agora você também pode usar o AWS CodeDeploy para gerenciar automaticamente a implantação de novas versões de função. O CodeDeploy é um serviço que automatiza as implantações de software em vários serviços de computação como o Lambda e o Amazon EC2. O CodeDeploy facilita a implantação gradativa e segura da atualização para o Lambda e é compatível com o AWS Serverless Application Model.  

  • O Amazon API Gateway oferece suporte a implantações do lançamento da versão canary

    Publicado: Nov 28, 2017

    Agora, você pode usar as implantações da versão canary para disponibilizar gradualmente novas APIs no Amazon API Gateway. Assim, você pode implantar mudanças de APIs com maior segurança e limitar a área afetada por novas implantações.

  • Anúncio do Amazon GuardDuty – Detecção inteligente de ameaças

    Publicado: Nov 28, 2017

    O Amazon GuardDuty é um serviço de detecção de ameaças que fornece uma maneira precisa e fácil de monitorar e proteger continuamente suas contas da AWS e os aplicativos e serviços executados dentro delas. Com alguns cliques no Console de Gerenciamento da AWS, o GuardDuty começa a analisar imediatamente bilhões de eventos do AWS CloudTrail, do VPC Flow Logs e de outras fontes de dados da AWS.

  • Apresentação do AWS AppSync, um serviço gerenciado do GraphQL com dados em tempo real e programação offline

    Publicado: Nov 28, 2017

    O AWS AppSync é um novo serviço na Prévia pública que permite que você gerencie e atualize dados de um aplicativo móvel em tempo real entre dispositivos e a nuvem. Ele também permite que os aplicativos interajam com os dados no dispositivo móvel quando ele está offline. Com o AWS AppSync, os aplicativos podem acessar facilmente os serviços da AWS usando uma linguagem de dados chamada GraphQL e um SDK que é otimizado para aplicativos móveis e web. O GraphQL é um padrão aberto que permite que você solicite, altere e se inscreva exatamente nos dados que precisa em uma única solicitação de rede. Isso torna a criação de protótipos e o desenvolvimento de aplicativos com muitos dados em algo tão simples quanto escrever algumas linhas de código.

  • O AWS PrivateLink já está disponível para serviços de clientes e parceiros

    Publicado: Nov 28, 2017

    No começo deste mês, apresentamos o AWS PrivateLink, um novo serviço que permite que clientes acessem, de forma privada, serviços selecionados da AWS na sua Virtual Private Cloud e localmente, pelo AWS Direct Connect. Agora estamos expandindo esse recurso para serviços de clientes e parceiros hospedados na AWS.

  • AWS PrivateLink no AWS Marketplace já está disponível

    Publicado: Nov 28, 2017

    O AWS Marketplace tem a satisfação de anunciar que os clientes agora podem descobrir aplicativos de Software como Serviço (SaaS) que estão disponíveis no AWS PrivateLink, e se conectar a esses aplicativos usando nomes de DNS verificados nos endpoints do serviço. O AWS PrivateLink permite que os clientes acessem os serviços hospedados na AWS de maneira altamente disponível e escalável, mantendo ao mesmo tempo todo o tráfego de rede na rede da AWS.

  • AWS Partner Network lança nova competência de rede

    Publicado: Nov 28, 2017

    A AWS Partner Network (APN) tem a satisfação de anunciar o lançamento da nova competência de rede da AWS. O programa AWS Competency foi projetado para destacar parceiros da APN que demonstraram conhecimento do setor, implementaram prontamente soluções que estão alinhadas com as melhores práticas de arquitetura da AWS e contam com pessoal com certificações da AWS.

  • AWS Alexa Skill já está disponível

    Publicado: Nov 27, 2017

    Agora você pode ouvir os últimos anúncios de lançamento da AWS no seu dispositivo habilitado para Alexa com a nova habilidade da AWS Alexa. A habilidade da AWS aumenta o número de canais existentes (posts de blog e de novidades) com uma opção mãos-livres para informações de consumo referentes a novos serviços e recursos da AWS. A habilidade no seu dispositivo habilitado para Alexa pode ser ativada filtrando os resultados da pesquisa para Alexa Skills no site amazon.com e procurando “AWS”. Depois que a habilidade estiver habilitada, você pode personalizá-la para ouvir apenas seus serviços (por ex., EC2) ou categorias preferidos (por ex., Computação) da AWS.

  • Apresentação do AWS Elemental MediaLive

    Publicado: Nov 26, 2017

    Anunciamos hoje a disponibilidade geral do AWS Elemental MediaLive, um serviço de processamento de vídeo ao vivo que permite que provedores de vídeo codifiquem streaming de vídeo ao vivo de alta qualidade para transmissão na televisão e dispositivos com várias telas. Ele executa todo o serviço pesado por trás dos panos de provisão de recursos, orquestração de serviços, escalabilidade, recuperação, failover de resiliência, monitoramento e relatórios. Com a implantação do botão de pressão, os clientes podem subir canais ao vivo em questão de minutos com recursos que expandem e reduzem o escalonamento com base na carga e no número de canais. Obter o mesmo resultado com soluções locais exige planejamento, compras, instalação, provisão, configuração, preparação, testes e resolução de problemas que pode demorar semanas, meses ou inclusive anos antes de passar para a produção. O serviço baseado em canais de pagar por uso simplifica a complexidade operacional, melhora a rentabilidade e minimiza o risco financeiro. O AWS Elemental MediaLive permite que os clientes criem fluxos de trabalho ao vivo flexíveis, 24x7, ou forneçam streaming ao vivo baseado em eventos com controle total de parâmetros de codificação utilizando o melhor serviço do seu tipo com suporte para reprodutores de vídeo padrão e CDNs.

  • Apresentação do AWS Elemental MediaConvert

    Publicado: Nov 26, 2017

    Anunciamos hoje a disponibilidade geral do AWS Elemental MediaConvert, um serviço de processamento de vídeo baseado em arquivo que permite que provedores de vídeo com biblioteca de conteúdo de qualquer tamanho transcodifiquem de forma fácil e confiável o conteúdo sob demanda para transmissão e entrega em várias telas. Você pode criar fluxos de trabalho para gerar saídas de vídeo de alta qualidade em poucos minutos, em vez de em semanas ou meses. Com o acesso a um conjunto abrangente de recursos de transcodificação, fluxos de trabalho que no passado somente podia ser instalado localmente agora podem ser compilados na nuvem. Agora você pode focar em fornecer experiências de mídia interessantes para gerenciar a complexidade da compilação e operação da infraestrutura de processamento de vídeo com nível de transmissão. O AWS Elemental MediaConvert é fácil de usar com um modelo de definição de preço de pagar por uso. Oferece alto nível de disponibilidade confiabilidade e escalabilidade com integração estreita com outros serviços da AWS.

  • Apresentação do AWS Elemental MediaStore

    Publicado: Nov 26, 2017

    Anunciamos hoje a disponibilidade geral do AWS Elemental MediaStore, um serviço de originação e armazenamento de vídeo que oferece o alto desempenho, a latência baixa previsível e a consistência imediata exigidos para mídia ao vivo e sob demanda combinadas com a segurança e durabilidade do Amazon Simple Storage Service (S3). O serviço proporciona um método acessível de entrega de conteúdo de passagem simples, com definição de preço previsível para pagamento conforme o uso.

  • Anúncio do Amazon Sumerian (prévia)

    Publicado: Nov 26, 2017

    O Amazon Sumerian permite que você crie e execute aplicativos de realidade virtual (VR), realidade aumentada (AR) e 3D de forma rápida e fácil, sem a necessidade de qualquer programação especializada ou experiência em gráficos 3D. Com o Sumerian, você pode criar cenas altamente imersivas e interativas que funcionam em hardware popular, como o Oculus Rift, HTC Vive e dispositivos móveis iOS (o suporte para Android ARCore chegará em breve). Por exemplo, você pode criar uma sala de aula virtual que lhe permite treinar novos funcionários em todo o mundo ou pode criar um ambiente virtual onde seja possível fazer um tour em um prédio remotamente. O Sumerian facilita a criação de todos os blocos de construção necessários para criar experiências 3D altamente imersivas e interativas, incluindo a adição de objetos (por exemplo, personagens, móveis e paisagem) e ambientes de design, animação e scripts. O Sumerian não requer nenhum conhecimento especializado e você pode projetar cenas diretamente do seu navegador.

  • Apresentação do AWS Elemental MediaTailor

    Publicado: Nov 26, 2017

    Anunciamos hoje a disponibilidade geral do AWS Elemental MediaTailor, um serviço de personalização e monetização de conteúdo que permite que provedores de vídeo forneçam vídeos com anúncios direcionados aos usuários finais, enquanto mantêm a qualidade do serviço da transmissão em aplicativos de vídeo em várias telas. A publicidade é inserida upstream antes da entrega, do lado do servidor; então, um fluxo contínuo chega ao dispositivo do consumidor, eliminando qualquer possibilidade de diferenciação entre o conteúdo e os comerciais. Os anúncios são melhor monetizados, mantêm qualidade de vídeo consistentemente compatível com o conteúdo principal e são mais fáceis de gerenciar em ambientes de várias plataformas. O AWS Elemental MediaTailor oferece transcodificação gerenciada de conteúdo de anúncio para fornecer ao usuário final a melhor experiência, ao mesmo tempo que permite a geração de relatórios de anúncios baseados no lado do cliente e do servidor dentro de um único serviço. Os clientes têm controle total sobre o reprodutor, a origem e o CDN, ao mesmo tempo em que fornecem a experiência de visualizador de melhor qualidade.

  • Apresentação do AWS Elemental MediaPackage

    Publicado: Nov 26, 2017

    Anunciamos hoje a disponibilidade geral do AWS Elemental MediaPackage, um serviço de empacotamento just-in-time e fornecimento de vídeo que permite que distribuidores de vídeo forneçam de forma segura e confiável conteúdo em streaming em escala. O serviço oferece empacotamento just-in-time para uma distribuição de vídeo econômica usando vários padrões de entrega e proteção de conteúdo. Ele também enriquece a experiência da audiência com a função time-shifted TV e outros recursos avançados. Com o AWS Elemental MediaPackage, os clientes podem reduzir a complexidade do fluxo de trabalho, aumentar a resiliência da origem e proteger melhor o conteúdo de telas múltiplas sem o risco de prover muita ou pouca infraestrutura para uma solução fornecer conteúdo a um ecossistema crescente de dispositivos conectados e experiências de visualização dinâmicas.

  • Amazon EC2 agora oferece o SQL Server 2017 com Red Hat Enterprise Linux 7.4

    Publicado: Nov 22, 2017

    Agora o SQL Server 2017 está disponível para instâncias do Amazon EC2 que excutam o Red Hat Enterprise Linux (RHEL) 7.4 como uma Imagem de máquina da Amazon (AMI) do AWS Marketplace. Com esta versão, agora você pode iniciar instâncias RHEL sob demanda usando as AMIs de licença inclusa do SQL Server 2017 Enterprise sem precisar usar sua própria licença. O SQL Server 2017 na AMI do RHEL 7.4 está disponível em todas as regiões públicas da AWS a partir de hoje.

  • Amazon CloudFront adiciona seis pontos de presença e alcança quatro novas cidades

    Publicado: Nov 22, 2017

    Hoje, o Amazon CloudFront anuncia a inclusão de seis novos pontos de presença à sua rede de entrega de conteúdo global. Os novos pontos de presença estão localizados em: Helsinki, Finlândia; Madri, Espanha; Manchester, Inglaterra; Denver, Colorado; Newark, Nova Jersey e Phoenix, Arizona. 

  • Amazon RDS agora oferece suporte ao tamanho de armazenamento de banco de dados de até 16 TB e escalabilidade mais rápida para mecanismos MySQL, MariaDB, Oracle e PostgreSQL

    Publicado: Nov 22, 2017

    A partir de hoje, você pode criar instâncias de banco de dados Amazon RDS para mecanismos de banco de dados MySQL, MariaDB, Oracle e PostgreSQL com até 16 TB de armazenamento. As instâncias de banco de dados atuais também podem ser escaladas para até 16 TB de armazenamento sem tempo de inatividade.

  • Amazon RDS para SQL Server oferece suporte aos novos tipos de instâncias R4 e M4

    Publicado: Nov 22, 2017

    Agora você pode executar os tipos de instância R4 e db.M4.16xlarge ao usar o Amazon Relational Database Service (RDS) para SQL Server. 

  • Amazon RDS para SQL Server oferece suporte à escalabilidade do tamanho do armazenamento

    Publicado: Nov 22, 2017

    Agora você pode escalar o armazenamento de suas instâncias de banco de dados Amazon RDS para SQL Server para até 16 TB. Uma instância deve usar os tipos de armazenamento de IOPS provisionadas ou de uso geral (SSD) para serem qualificadas. Algumas instâncias com configurações de armazenamento mais antigas não são qualificadas.

  • Amazon Simple Notification Service (SNS) introduz a filtragem de mensagens

    Publicado: Nov 22, 2017

    Agora você pode usar filtragem de mensagens no Amazon Simple Notification Service (SNS) para criar arquiteturas pub/ass mais simples. A filtragem de mensagens permite que assinantes de tópicos do Amazon SNS recebam seletivamente um subconjunto das mensagens de interesse, em vez de receberem todas as mensagens publicadas em um tópico. Essa nova abordagem remove a complexidade de design presente na implementação da lógica de filtragem de mensagens em seus assinantes ou na lógica de roteamento de mensagens em seus sistemas de edição.  

  • Expansão da região do Amazon Aurora compatível com o PostgreSQL

    Publicado: Nov 22, 2017

    A edição compatível com PostgreSQL do Amazon Aurora agora está disponível em quatro regiões adicionais da AWS: Canadá (Central), UE (Frankfurt), Ásia-Pacífico (Sydney) e Ásia-Pacífico (Mumbai). Isso aumenta o número de regiões disponíveis para oito, já que o serviço foi lançado em 24 de outubro de 2017 no Leste dos EUA (Norte da Virgínia), Leste dos EUA (Ohio), Oeste dos EUA (Oregon) e UE (Irlanda).

  • AWS Certificate Manager: validação de certificado mais fácil com o DNS

    Publicado: Nov 22, 2017

    Agora você pode usar a validação DNS do AWS Certificate Manager para estabelecer que você tem ou controla um nome de domínio ao solicitar certificados com o ACM. Os certificados são usados para proteger comunicações de rede e para estabelecer a identidade dos websites na Internet. Antes de emitir um certificado para o seu site, a Amazon deve confirmar que você tem ou controla o nome de domínio do seu site. Anteriormente, o ACM oferecia suporte apenas à validação por e-mail, que exigia que o proprietário do domínio recebesse um e-mail para cada solicitação de certificado e validasse as informações na solicitação antes de aprová-la. Com a validação DNS, basta gravar um registro CNAME em sua configuração DNS para estabelecer a propriedade ou o controle de seu nome de domínio. O console de gerenciamento do ACM poderá configurar os registros DNS se você gerenciar seus registros DNS com o Amazon Route 53. Dessa forma, é fácil validar seu domínio com alguns cliques do mouse. Depois de configurar o registro CNAME, o ACM poderá renovar automaticamente os certificados validados por DNS que estiverem sendo usados (associados a outros recursos da AWS) antes de expirarem, desde que o registro DNS permaneça no local. As renovações são completamente automáticas e sem intervenções. 

  • O AWS Mobile introduz uma nova CLI e um console reformulado para simplificar a criação de aplicativos web e React Native

    Publicado: Nov 21, 2017

    A partir de hoje, o AWS Mobile acrescenta suporte de primeira classe para a web e o React Native, permitindo que os desenvolvedores de JavaScript (JS) criem facilmente seus aplicativos habilitados para a nuvem. Até agora, os desenvolvedores da web e do React Native precisavam configurar manualmente os serviços no console da AWS, fazer download dos SDKs básicos e ler a documentação para que pudessem começar a interagir com a plataforma. Com o lançamento de hoje, os desenvolvedores JS poderão configurar com muita facilidade os recursos principais dos aplicativos como login de usuário, o armazenamento e as APIs sem servidor usando o console reformulado e a nova CLI do AWS Mobile.

  • Introdução à AWS Amplify, uma biblioteca de JavaScript declarativa para o desenvolvimento na nuvem com aplicativos web ou móveis

    Publicado: Nov 21, 2017

    Estamos lançando a AWS Amplify, uma biblioteca de código-fonte aberto no Apache 2.0 para os desenvolvedores que desejam criar aplicativos conectados à nuvem com JavaScript em plataformas web ou móveis. A AWS Amplify foi projetada para oferecer uma interface declarativa aos desenvolvedores de clientes que desejam realizar ações comuns usando os serviços na nuvem de forma segura e escalável. Os novos recursos permitem aos desenvolvedores que escrevem aplicativos em JavaScript aplicar as práticas recomendadas programaticamente, usando abstrações comuns, o que resulta em ciclos mais rápidos de desenvolvimento. Além do lançamento da AWS Amplify, também estamos lançando uma experiência mais abrangente da CLI que está totalmente integrada com o AWS Mobile Hub. A nova experiência da CLI foi projetada para os desenvolvedores que estão criando aplicativos a partir do zero ou melhorando projetos existentes com recursos da nuvem AWS. 

  • O AWS CloudFormation é compatível com configurações de parametrização com substituições de parâmetros do StackSets e armazenamento de parâmetros do EC2 Systems Manager

    Publicado: Nov 21, 2017

    Agora, o AWS CloudFormation permite substituir valores de parâmetros por conta e região nas instâncias de pilha. Antes, só era possível fazer alterações no StackSets pelos modelos originais do CloudFormation. Agora, é possível substituir valores de parâmetros do modelo ao criar as instâncias de pilha pela primeira vez e para instâncias de pilha existentes, permitindo especificá-las e personalizá-las com base nos seus requisitos.  

  • O Amazon API Gateway é compatível com o registro de acesso em logs

    Publicado: Nov 21, 2017

    Agora, é possível gerar logs de acesso no Amazon API Gateway. Essa é uma adição aos logs detalhados de execução já fornecidos pelo Amazon CloudWatch para solicitações às suas APIs. O recurso de registro de acesso em logs permite gerar logs de acesso em diferentes formatos, como CLF (Common Log Format), JSON, XML e CSV. Os logs de acesso podem ser alimentados nas análises existentes ou em ferramentas de processamento de logs para realizar uma análise mais detalhada ou agir em resposta aos dados do log. Qualquer variável de contexto pode ser usada no formato do log de acesso.

  • Customizar tempos limite de integração no Amazon API Gateway

    Publicado: Nov 21, 2017

    Agora, é possível customizar o valor do tempo limite de integrações de API no Amazon API Gateway. É possível definir o valor máximo de tempo de execução de uma integração antes de ela retornar sem resposta. Isso proporciona flexibilidade para criar estratégias melhores de gerenciamento de erros para suas APIs, como o uso de novas tentativas automáticas. É possível definir um valor de tempo limite de 50 milissegundos a 29 segundos. Acesse a documentação para obter mais informações sobre as integrações da API Gateway. 

  • Anúncio de melhorias ao console do Amazon Kinesis

    Publicado: Nov 21, 2017

    O novo console de gerenciamento do Amazon Kinesis (veja a captura de tela abaixo) facilita a compreensão de análises em tempo real e simplifica a experiência do usuário do console. É possível usar as novas ferramentas de aprendizagem visual no console para entender como o Kinesis Streams, Kinesis Firehose e Kinesis Analytics podem ajudar a transmitir dados em tempo real de várias fontes para a AWS e, em seguida, processá-los, analisá-los e carregá-los nos armazenamentos de dados. A nova experiência do console também inclui um painel que mostra todos os recursos do Kinesis em uma tela ao fazer login. Para começar, acesse o console de gerenciamento do Amazon Kinesis

  • O Amazon Chime permite agora que os aplicativos postem mensagens em salas de chat usando webhooks recebidos

    Publicado: Nov 21, 2017

    A partir de hoje, o Amazon Chime, um serviço que simplifica vídeo-conferências, reuniões online, chamadas e chats, tem suporte para webhooks recebidos. Os desenvolvedores podem configurar seus aplicativos para usar webhooks recebidos para postar mensagens nas salas de chat assim que houver atualizações. Isto faz com que as salas de chat do Amazon Chime se tornem um hub central de colaboração de equipes em tempo real, onde os participantes podem ser mais receptivos a mensagens de aplicativos importantes e também responder mensagens entre eles. 

  • O Amazon Lex agora está disponível na região da Europa (Irlanda) da AWS

    Publicado: Nov 21, 2017

    O Amazon Lex está disponível na região UE (Irlanda) da AWS. 

  • Anúncio de novo plano de preços de AWS IoT

    Publicado: Nov 21, 2017

    Temos a satisfação de anunciar uma importante mudança na definição de preço do AWS IoT que entrará em vigor no dia 1º de janeiro de 2018. Anteriormente, o AWS IoT cobrava pela utilização de conectividade, sistema de mensagens, sombra de dispositivo, registro e mecanismo de regras dentro de um plano de preços agrupado. O novo plano desagrupa os preços cobrando por esses componentes de forma independente. Isto permite que você personalize seus custos em relação à sua carga específica de trabalho, e garante que só paga pelo que usar.

  • Novo Quick Start: Crie seu ambiente de segurança e análise na AWS com o Palo Alto Networks VM-Series Firewall e o Splunk Enterprise

    Publicado: Nov 21, 2017

    Este Quick Start cria um ambiente de análise e segurança corporativas na Nuvem Amazon Web Services (AWS) usando o firewall Palo Alto Networks VM-Series da próxima geração, o Splunk Enterprise e o aplicativo Palo Alto Networks para Splunk em conjunto com serviços complementares da AWS. 

  • Agora o Lambda@Edge fornece suporte à seleção de origem dinâmica com base em conteúdo, chamadas de rede dos eventos do visualizador e geração de resposta avançada

    Publicado: Nov 21, 2017

    A partir de hoje, use três novos recursos com o Lambda@Edge que podem ajudar você ainda mais a criar conteúdos personalizados para seus visualizadores ao mesmo tempo que você aumenta a latência e simplifica sua infraestrutura de origem. Primeiro, a seleção de origem baseada em conteúdo permite que você roteie solicitações para servidores de origem de back-end diferentes com base em atributos de solicitação como a localização e o tipo de dispositivo do visualizador, cabeçalhos HTTP, caminho de URL, strings de consulta ou cookies. O segundo recurso permite que você faça chamadas de rede remotas a partir de eventos voltados para o visualizador do Amazon CloudFront. Com o terceiro recurso você pode gerar dados binários a partir das suas funções do Lambda@Edge. Isso possibilitará a entrega de conteúdos mais ricos e personalizados usando o Amazon CloudFront. Também aumentamos os limites das funções do Lambda@Edge. Você pode escolher até 1536 MB de memória, implantar pacotes maiores de até 50 MB e implementar funções do Lambda@Edge com tempos limite maiores (até 30 segundos).  

  • Amazon Redshift apresenta o armazenamento em cache de resultados para respostas rápidas (inferiores a um segundo) a consultas repetidas

    Publicado: Nov 21, 2017

    O Amazon Redshift melhora o desempenho de consultas repetidas armazenando os resultados em cache e retornando-os quando as consultas voltarem a ser executadas. 

  • O Amazon Rekognition anuncia reconhecimento facial em tempo real, reconhecimento de texto em imagem e melhora na detecção facial

    Publicado: Nov 21, 2017

    O Amazon Rekognition adicionou três novos recursos hoje: detecção e reconhecimento de texto em imagens; reconhecimento facial em tempo real de dezenas de milhões de faces; e detecção de até 100 faces em desafiadoras fotos repletas de pessoas. Os clientes que já estão usando o Amazon Rekognition para verificação e identificação de faces terão uma melhora de precisão de até 10%, na maioria dos casos. 

  • AWS Shield traz proteção DDoS avançada para EC2 e load balancer de rede

    Publicado: Nov 21, 2017

    Começando hoje, você já pode usar o AWS Shield Advanced para obter níveis mais elevados de proteção dos seus aplicativos executados no Amazon Elastic Compute Cloud (EC2) ou no Network Load Balancer (NLB) contra ataques DDoS (Distributed Denial of Service). Basta habilitar o AWS Shield Advanced em um endereço IP elástico da AWS conectado a uma instância do EC2 voltada para internet ou NLB. O AWS Shield Advanced detectará automaticamente o tipo de recurso da AWS por trás do endereço IP elástico e aplicará as proteções pertinentes contra DDoS.

  • O Amazon RDS oferece agora suporte para as versões secundárias 10.1.26 e 10.0.32 do MariaDB

    Publicado: Nov 21, 2017

    Amazon RDS para MariaDB oferece agora suporte para as versões secundárias 10.1.26 e 10.0.32 do MariaDB em todas as regiões da AWS. Essas novas versões incluem várias correções e melhorias de funcionalidade para o mecanismo de banco de dados do MariaDB.

  • O AWS CodeBuild inclui novas capacidades para oferecer suporte aos recursos da Amazon Virtual Private Cloud e ao armazenamento em cache de dependências

    Publicado: Nov 21, 2017

    Agora, o AWS CodeBuild é compatível com os recursos da Amazon Virtual Private Cloud (Amazon VPC). A nova capacidade permite que o CodeBuild acesse os recursos da VPC sem ficar exposto à Internet pública. Isso possibilita usar o CodeBuild para compilar o código do seu software na VPC e acessar os recursos, como o Amazon Relational Database Service (Amazon RDS), o Amazon ElastiCache, o Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2), o Amazon EC2 Container Service (Amazon ECS) e qualquer endpoint de serviço que só é acessível por uma VPC específica. Para saber mais, acesse nosso blog aqui.

  • Habilite agora a autenticação do Kerberos e a autorização do EMRFS no Amazon EMR

    Publicado: Nov 21, 2017

    Agora, é possível habilitar a autenticação com o Kerberos e a autorização granular do EMRFS para acesso do Amazon S3 nos clusters do Amazon EMR. É possível usar o Kerberos para autenticar solicitações entre serviços em execução no seu cluster, além de ações de usuários, e solicitações de clientes externos de serviços remotos. O Amazon EMR cria um MIT KDC no nó principal do cluster e usa as configurações de autenticação de código aberto do Kerberos para determinados componentes de aplicativos no cluster. Além disso, também é possível habilitar de forma simples a confiabilidade entre domínios com um Microsoft Active Directory, a fim de permitir que os usuários do diretório autentiquem de maneira simplificada usando o Kerberos para acessar e executar cargas de trabalho em um cluster. 

  • O AWS X-Ray agora é compatível com controles de zoom e panorâmica

    Publicado: Nov 21, 2017

    Agora, o AWS X-Ray é compatível com a capacidade de aplicar zoom e panorâmica no seu mapa de serviços. Isso possibilita focar em um serviço específico de interesse e visualizar os mapas com um grande número de nós de serviço em uma única tela. 

  • O Amazon QuickSight agora comporta visualizações geoespaciais, relatórios tabulares, acesso a VPC privadas, cálculos para conjuntos de dados em análise do SPICE e cargas de trabalho em conformidade com a HIPAA.

    Publicado: Nov 20, 2017

    Como parte de nosso aniversário de um ano, temos o prazer de trazer inúmeros recursos novos para o QuickSight. A parti de hoje, você pode visualizar dados geoespaciais por meio de mapas, criar relatórios tabulares por meio de tabelas simples em seus painéis e realizar cálculos em tempo real de conjuntos de dados em análise do SPICE. Em relação a dados de alta cardinalidade, adicionamos o recurso de bucket “Outros” para que você possa associar longas sequências de valores em uma única categoria. Agora, você pode também criar conjuntos de dados com até 1.000 colunas para comportar casos de uso com tabelas amplas.

  • Anúncio da integração do Amazon Lex com a plataforma de mensagens Kik

    Publicado: Nov 20, 2017

    O Amazon Lex agora pode se integrar à plataforma de mensagens Kik.

  • O Amazon EC2 agora oferece snapshots de aplicativo consistentes com o Microsoft VSS

    Publicado: Nov 20, 2017

    O Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) agora comporta snapshots do EBS habilitados para o Microsoft Volume Shadow Copy Services (VSS) para AMIs do Windows Server. O VSS é uma tecnologia da Microsoft que permite que os dados de um aplicativo sejam submetidos a backup enquanto os aplicativos estão em execução. Para isso, é necessário coordenar os aplicativos do usuário que atualizam dados no disco e aqueles que fazem backup dos aplicativos. Com esse lançamento, agora você pode tirar snapshots do EBS habilitados para VSS de suas instâncias Windows em execução sem precisar criar scripts personalizados nem encerrar as instâncias. Para ler mais sobre esse recurso, acesse a documentação da AWS.

  • O AWS CodeCommit comporta solicitações pull

    Publicado: Nov 20, 2017

    O AWS CodeCommit agora comporta solicitações pull, que consistem em um mecanismo para solicitar revisões de código e falar sobre código com os colaboradores. Anteriormente, era necessário usar ferramentas externas ao CodeCommit para solicitar revisões de código. Por esse motivo, era difícil acompanhar as entradas e confirmar se todas as atualizações haviam sido incorporadas Agora, você pode usar solicitações pull para possibilitar um fluxo de trabalho em que é possível solicitar revisões de código, os revisores podem visualizar confirmações e fazer comentários sobre o código e você pode mesclar o código assim que obtiver aprovação final.

  • O Amazon Connect adiciona o Automated Outbound Calling, agora disponível em Pré-visualização limitada

    Publicado: Nov 20, 2017

    O Amazon Connect agora permite que você faça chamadas automáticas para os clientes por meio da API de contato de saída. Você pode programar chamadas automatizadas para lembretes de compromisso ou chamadas de notificação em resposta a eventos de negócio, como fraude de cartões e crédito. Aplicativos empresariais como os sistemas CRM podem usar a API de contato de saída quando acionada por um evento, como interrupções de serviço, para iniciar uma chamada de saída usando um fluxo de contato predeterminado. O fluxo de contato determinará se a interação com um agente é necessária ou se a chamada é encaminhada a um é necessária do Amazon Lex. 

  • O Amazon Redshift Spectrum agora está disponível em quatro regiões adicionais da AWS e o Enhances Query Performance está disponível em todas as regiões da AWS

    Publicado: Nov 20, 2017

    O Amazon Redshift Spectrum agora está disponível em quatro regiões adicionais da AWS: UE (Frankfurt), Ásia-Pacífico (Sydney), Ásia-Pacífico (Cingapura) e Ásia-Pacífico (Seul). Adicionalmente, os arquivos bzip2 grandes compactados e os arquivos ORC são divididos automaticamente para melhorar o desempenho de consulta em todas as regiões disponíveis da AWS. 

  • O AWS Trusted Advisor adiciona o Painel do Service Limits e Métricas do CloudWatch

    Publicado: Nov 20, 2017

    Com o novo Painel do Service Limits do Trusted Advisor, agora você pode visualizar, atualizar e exportar dados sobre utilização e limite, com base no limite, para poder monitorar proativamente e planejar mais eficientemente o uso de recursos da AWS.

  • Identifique oportunidades de economia de custo usando as novas recomendações de compra de instância reservada do Amazon EC2 do AWS Cost Explorer

    Publicado: Nov 20, 2017

    A partir de hoje, você pode acessar as recomendações de compra de instância reservada (IR) do Amazon EC2 por meio do AWS Cost Explorer. Essas recomendações são calculadas com base no uso anterior e indicam oportunidades de economia de custo. 

  • Introdução à solução AWS Connected Vehicle

    Publicado: Nov 20, 2017

    Os fabricantes e fornecedores automotivos podem desenvolver e implantar com maior facilidade uma ampla variedade de serviços inovadores de veículo conectado na Nuvem AWS.  

  • O Amazon Redshift usa aprendizagem automática para acelerar painéis e análises interativas

    Publicado: Nov 20, 2017

    O Amazon Redshift introduz o Short Query Acceleration para agilizar a execução de consultas breves. O Short Query Acceleration oferece maior desempenho, resultados mais rápidos e melhor previsibilidade do tempo de execução das consultas. 

  • Amazon Redshift permite que os usuários regulares tenham acesso a todas as linhas em todas as tabelas do sistema selecionadas

    Publicado: Nov 17, 2017

    A partir de hoje, o Amazon Redshift permite que superusuários concedam a usuários regulares acesso a todas as linhas em tabelas do sistema e visualizações selecionadas. 

  • Amazon Redshift aperfeiçoa o desempenho saltando consultas automaticamente sem reinicializações

    Publicado: Nov 17, 2017

    A partir de hoje, o Amazon Redshift aperfeiçoa o desempenho de consultas movendo automaticamente consultas de leitura e gravação de forma automática para a próxima fila correspondente sem reiniciar as consultas movidas. Este aperfeiçoamento do gerenciamento da carga de trabalho permite utilizar recursos de modo mais eficiente para aprimorar o desempenho das consultas. 

  • Amazon WorkDocs adiciona recursos adicionais para gerenciamento de feedbacks

    Publicado: Nov 17, 2017

    Agora você pode resolver comentários, organizar comentários com filtros e desabilitar notificações por e-mail para arquivos. Isto faz com que seja mais fácil acompanhar feedbacks, desabilitar notificações que não sejam relevantes para você e focar nos feedbacks que realmente importam.

  • Inventário do S3 adiciona formato de saída Apache ORC e integração do Amazon Athena

    Publicado: Nov 17, 2017

    Agora os clientes podem consultar o inventário do Amazon S3 com linguagem SQL padrão utilizando o Amazon Athena, o Amazon Redshift Spectrum e outras ferramentas, como Presto, Hive e Spark. Com poucos cliques, você pode começar com facilidade direcionando o Amazon Athena ao relatório do S3 em formato ORC ou CSV, executar consultas ad hoc e obter resultados em segundos. Isto está disponível em todas as regiões da AWS em que o Athena estiver à disposição. Saiba mais acessando nosso guia para desenvolvedores

  • Agora o Amazon Aurora tem suporte para Auto Scaling de réplicas do Aurora

    Publicado: Nov 17, 2017

    A partir de hoje, você pode usar o Auto Scaling do Aurora para adicionar ou remover automaticamente réplicas do Aurora em resposta a mudanças nas métricas de desempenho que tiver especificado. As réplicas do Aurora compartilham o mesmo volume subjacente que a instância primária, e são ideais para escalabilidade de leitura. Com o Auto Scaling do Aurora, você pode especificar um valor desejado para métricas predefinidas das suas réplicas do Aurora, como a média de utilização da CPU ou a média das conexões ativas. Também pode criar uma métrica personalizada para réplicas do Aurora, para serem usadas com Auto Scaling do Aurora. O Auto Scaling do Aurora ajusta o número de réplicas do Aurora, a fim de manter a métrica selecionada o mais perto possível do valor que você especificou. Por exemplo, um aumento do tráfego poderia fazer com que a média de utilização da CPU pelas réplicas do Aurora aumentem e fiquem além do valor especificado por você As novas réplicas do Aurora são adicionadas automaticamente pelo Auto Scaling do Aurora, como suporte para esse aumento de tráfego. Do mesmo modo, quando a utilização da CPU ficar abaixo do valor definido, as réplicas do Aurora são encerradas, de forma que você não paga por instâncias de banco de dados que não tiver usado. 

  • AWS Database Migration Service adiciona suporte para AWS Snowball

    Publicado: Nov 17, 2017

    Agora o AWS Database Migration Service (DMS) suporta a instalação de um agente de replicação local e pode fazer a migração de dados para a nuvem AWS com o AWS Snowball, uma solução de transporte de dados em escala de petabytes. O Snowball emprega dispositivos físicos para transferir grandes quantidades de dados para e da nuvem AWS.  

  • Anúncio do AWS OpsWorks para Puppet Enterprise

    Publicado: Nov 16, 2017

    O AWS OpsWorks agora oferece suporte ao Puppet Enterprise, fornecendo um serviço de gerenciamento de configuração totalmente gerenciado que hospeda o Puppet Enterprise e mantém servidores master Puppet. 

  • Alertas de utilização de reservas do Amazon Redshift, do Amazon RDS e do Amazon ElastiCache

    Publicado: Nov 16, 2017

    O AWS Budgets agora permite definir alertas de utilização de RI para suas reservas do Amazon Redshift, do Amazon RDS e do Amazon ElastiCache, além de definir alertas em suas instâncias reservadas do Amazon EC2.

    Os alertas de utilização de RI permitem definir um destino de utilização personalizado para uma ou mais reservas relativas ao mesmo serviço da AWS e o avisam quando a utilização de suas reservas fica abaixo desse limite. A utilização de reservas monitora a porcentagem de horas reservadas que foram usadas por instâncias correspondentes e podem ser monitoradas pelo AWS Budgets no nível diário, mensal, trimestral ou anual. Você pode monitorar a utilização de suas reservas em um nível agregado (por exemplo, utilização mensal de sua frota do Amazon RDS) ou em um nível granular de detalhes (por exemplo, utilização diária de instâncias db.m4.2xlarge em execução em uma região específica). A partir daí, é possível definir até cinco notificações. Cada notificação pode ser enviada para no máximo 10 assinantes de e-mail e pode ser transmitida para um tópico do Amazon Simple Notification Service (Amazon SNS).

    Para começar a usar alertas de utilização, acesse o painel AWS Budgets ou consulte o guia do usuário de Gerenciamento de custos com o Budgets.

     

  • Implante o Informatica Secure@Source na nuvem da AWS com o novo Quick Start

    Publicado: Nov 16, 2017

    Este novo Quick Start implanta automaticamente o Secure@Source, uma ferramenta de análise e inteligência de segurança de dados da Informatica, na nuvem da Amazon Web Services (AWS). 

  • Novas unidades normalizadas, família de instâncias e informações de região no relatório de uso e custos da AWS

    Publicado: Nov 15, 2017

    O relatório de uso e custos da AWS contém o conjunto mais abrangente de dados de custo e uso da AWS disponíveis, incluindo metadados sobre serviços da AWS, definição de preço e reservas. A partir de hoje, você pode visualizar informações sobre uso normalizado e fator de normalização para o uso da instância sob demanda do Amazon EC2 e do Amazon RDS, bem como para uso da instância abrangido por instâncias reservadas regionais e zonais. Essas colunas permitem calcular com facilidade o uso em unidades normalizadas, o que pode ajudar você a identificar oportunidades de economia.

    Além disso, agora é possível acessar informações relacionadas a região e família de instâncias associadas aos itens de linha de uso. Essas colunas permitem agrupar custo e uso por uma região (por exemplo, Leste dos EUA (Ohio)) ou família de instâncias (por exemplo, m4) específica para ajudar você a entender melhor os fatores de custo subjacentes e as tendências de uso.

    Para saber mais, consulte o guia do usuário Noções básicas sobre o uso com relatórios de faturamento ou acesse a página da Web Relatórios de uso e custos da AWS.

  • Agora disponível em 14 regiões da AWS - Amazon Polly recebe novo suporte no idioma coreano e por voz em inglês indiano

    Publicado: Nov 15, 2017

    Para atender melhor uma audiência global, a Amazon Polly anuncia a expansão para nove regiões da AWS adicionais, a versão do suporte no idioma coreano e por voz em inglês indiano para o nosso portfólio de texto para fala. Ouça as apresentações de voz de Seoyeon, uma nova voz feminina coreana, e Aditi, uma nova voz feminina em inglês indiano.

  • O Amazon WorkSpaces agora suporta quatro monitores

    Publicado: Nov 15, 2017

    Agora você pode usar até quatro monitores com o Amazon WorkSpaces ao acessar seu WorkSpace a partir de um computador Windows ou Apple Mac. Trabalhar com quatro monitores oferece espaço de tela adicional, facilitando a realização de várias tarefas e permitindo que você mantenha as informações relevantes sempre visíveis. O Amazon WorkSpaces agora também suporta resolução 4K Ultra HD em até dois monitores. Assim, você pode ver mais informações em ambas as telas e com mais detalhes. 

  • Novas AWS Deep Learning AMIs para profissionais de machine learning

    Publicado: Nov 15, 2017

    Temos o prazer de anunciar a disponibilidade de duas novas versões das AWS Deep Learning AMIs. A primeira, AMI baseada em Conda, disponível nas versões Amazon Linux e Ubuntu, é para desenvolvedores que precisam de ambientes de aprendizado profundo prontos para execução com suporte para Python. A AMI baseada em Conda vem com os últimos lançamentos oficiais das seguintes estruturas de aprendizado profundo: Apache MXNet 0.12 com Gluon, TensorFlow 1.4, Caffe2 0.8.1, PyTorch 0.2, CNTK 2.2, Theano 0.9, Keras 1.2.2 e Keras 2.0.9.

  • AWS Config adiciona suporte para AWS WAF e Amazon CloudFront

    Publicado: Nov 15, 2017

    O AWS Config adiciona suporte para os seguintes tipos de recurso: 

  • AWS Step Functions adiciona suporte para atualizar máquinas de estado

    Publicado: Nov 15, 2017

    AWS Step Functions agora suporta atualizações de máquinas de estado, permitindo que você altere facilmente as definições e configurações da sua máquina de estado. O AWS Step Functions facilita coordenar componentes de aplicações distribuídas e microsserviços usando cargas de trabalho visuais. A criação de aplicações por meio de componentes individuais (cada um deles cria uma função diferente) permite escalar e alterar aplicações rapidamente. O Step Functions é uma forma confiável de coordenar componentes e percorrer as funções de um aplicativo. 

  • As instâncias F1 do Amazon EC2 agora estão disponíveis no AWS GovCloud (US)

    Publicado: Nov 15, 2017

    As instâncias F1 do Amazon EC2 agora estão disponíveis na região AWS GovCloud (US).  

  • A criptografia em trânsito e em repouso do Amazon ElastiCache para Redis já está disponível em mais regiões

    Publicado: Nov 15, 2017

    A criptografia em trânsito e em repouso do Amazon ElastiCache para Redis já está disponível nas regiões AWS GovCloud (EUA), UE (Frankfurt), UE (Londres), Ásia-Pacífico (Cingapura), Ásia-Pacífico (Tóquio), Ásia-Pacífico (Sydney), Ásia-Pacífico (Seul) e Ásia-Pacífico (Mumbai). Este anúncio traz o suporte à criptografia do ElastiCache para Redis para todas as regiões da AWS, exceto a região Ásia-Pacífico (Pequim). 

  • Introdução de armazenamento em bloco adicional para o Amazon Lightsail

    Publicado: Nov 14, 2017

    Temos o prazer de anunciar a disponibilidade do armazenamento em bloco do Amazon Lightsail que permite aos clientes estender suas instâncias do Lightsail com discos de armazenamento baseados em unidades de estado sólido (SSD) adicionais por US$ 0,10 por GB-mês. Com armazenamento em bloco, os clientes podem anexar discos de armazenamento seguros e eficientes às suas instâncias do Lightsail com apenas alguns cliques. Com o armazenamento em bloco do Lightsail, os usuários podem personalizar ainda mais suas instâncias e dimensionar seus aplicativos a um preço baixo e previsível.

  • O Amazon WorkDocs Drive agora está disponível para o Microsoft Windows em pré-visualização limitada

    Publicado: Nov 14, 2017

    O Amazon WorkDocs Drive agora está disponível para o Microsoft Windows em pré-visualização limitada. Com o Amazon WorkDocs Drive, todos os seus arquivos estão disponíveis no Windows File Explorer sob demanda e não são armazenados localmente. Você pode usar o Amazon WorkDocs Drive como sua unidade inicial pessoal sem precisar mais usar compartilhamentos de arquivos de rede para a unidade inicial de sua equipe.

  • Novo assistente de migração de uma etapa para migrar um Classic Load Balancer

    Publicado: Nov 14, 2017

    Hoje, a AWS anunciou a capacidade de fazer a migração de um Classic Load Balancer para um Application Load Balancer ou um Network Load Balancer em uma etapa usando um assistente de migração com base no console. Com o assistente de migração, é muito fácil criar um Application Load Balancer ou um Network Load Balancer com uma configuração equivalente ao seu Classic Load Balancer. Com ele, não há necessidade de uma configuração etapa por etapa, e ele permite testar seu aplicativo com um novo tipo de load balancer. Ele também fornece uma visualização de tela única da nova configuração com flexibilidade para modificá-la antes de criar o novo load balancer. Após a migração, você pode configurar os recursos avançados oferecidos pelo novo load balancer. É possível acessar o assistente de migração pela guia Migração no console de um Classic Load Balancer. 

  • Exibir e filtrar os serviços do Amazon ECS

    Publicado: Nov 14, 2017

    O Amazon EC2 Container Service (Amazon ECS) agora permite visualizar e filtrar serviços no Console de Gerenciamento da AWS. 

  • O Amazon Athena adiciona suporte para consulta de dados utilizando um driver ODBC

    Publicado: Nov 13, 2017

    Anunciamos hoje o suporte para um driver ODBC para o Amazon Athena.

  • As GPUs elásticas do Amazon EC2 agora oferecem suporte ao OpenGL 4.2 e estão disponíveis em quatro regiões adicionais

    Publicado: Nov 13, 2017

    Estamos anunciando o suporte das GPUs elásticas do Amazon EC2 ao OpenGL 4.2 e a disponibilidade nas regiões UE (Frankfurt), Ásia-Pacífico (Cingapura), Ásia-Pacífico (Sydney) e Ásia-Pacífico (Tóquio). Para ativar o suporte do OpenGL 4.2 a GPUs elásticas existentes, apenas pare e inicie suas instâncias e um novo driver será automaticamente instalado em sua instância para dar suporte ao OpenGL 4.2.

  • O Amazon WorkDocs facilita a colaboração com terceiros

    Publicado: Nov 13, 2017

    A partir de hoje, o Amazon WorkDocs facilita o compartilhamento de arquivos com fornecedores, prestadores de serviço e outros terceiros de modo fácil e seguro. Os usuários do WorkDocs agora podem colaborar com terceiros selecionando "Compartilhar por convite" no menu suspenso do arquivo e inserindo um endereço de e-mail válido.

  • Agora a frota spot pode anexar instâncias automaticamente aos seus load balancers e reduzir a capacidade de destino a até 0

    Publicado: Nov 10, 2017

    Agora a Frota spot está integrada com o Elastic Load Balancing para permitir anexar um ou mais load balancers a uma Frota spot. Quando um load balancer é anexado, a frota spot registra automaticamente as instâncias iniciadas com o load balancer ou os grupos de destino, e o load balancer distribui então o tráfego de entrada nas suas instâncias.  

  • Monitore suas reservas de Amazon Redshift, Amazon RDS e Amazon ElastiCache com o relatório de Utilização de RI do AWS Cost Explorer

    Publicado: Nov 10, 2017

    A partir de agora, é possível monitorar reservas de Amazon Redshift, Amazon RDS e Amazon ElastiCache, além de instâncias reservadas (RI) do Amazon EC2 utilizando o relatório de Utilização de RI disponível no Explorador de custos da AWS.

  • Nova integração do Amazon Connect oferece soluções populares de central de contatos da SpiceCSM, Pindrop, DialogTech e Aria Solutions

    Publicado: Nov 9, 2017

    A equipe e os arquitetos de soluções do AWS Quick Start, em colaboração com os parceiros da AWS, têm o prazer de anunciar as integrações do Amazon Connect: implantações automatizadas que estendem a funcionalidade da central de contatos baseada em nuvem fornecida pelo Amazon Connect com serviços populares de parceiros da AWS.

  • O Amazon ElastiCache para Redis apresenta a adição e remoção dinâmicas de estilhaços enquanto continua a atender as cargas de trabalho

    Publicado: Nov 9, 2017

    O Amazon ElastiCache for Redis apresenta o redimensionamento de clusters online para adicionar e remover estilhaços de um cluster em execução. Você também pode aumentar e reduzir a escala dinamicamente de suas cargas de trabalho do cluster do Redis para se adaptar às mudanças na demanda. O ElastiCache redimensionará o cluster e redistribuirá os slots de hash uniformemente na nova configuração de estilhaços, tudo isso enquanto o cluster continua online e atende solicitações. Além disso, para o processamento otimizado, você também pode rebalancear um cluster e distribuir o espaço do slot de maneira uniforme, sem alterar o número de estilhaços.

  • O Amazon Polly disponibiliza novo efeito de timbre

    Publicado: Nov 9, 2017

    Controle a qualidade do tom de saída de voz do Amazon Polly com a nova tag de extensão do trato vocal, Speech Synthesis Markup Language (SSML). Ajustar a "extensão do trato vocal" modificará a qualidade do tom, chamado de timbre, para tornar o som da voz caracteristicamente diferente sem ajustar a velocidade e a altura. Essa tag pode ser usada com qualquer voz no portfólio de texto para fala do Amazon Polly para produzir muitas variações de uma única voz. 

  • O Amazon Inspector inclui melhorias nos dados de descobertas de segurança e suporte a sistema operacional

    Publicado: Nov 9, 2017

    O Amazon Inspector tem prazer em anunciar a inclusão de dados de severidade nativos para os pacotes de regras de Vulnerabilidades e exposições comuns (CVE) e de Referências da CIS, juntamente com o suporte a avaliações de segurança no CentOS Enterprise Linux 7.4 com o Amazon EC2.  

  • O AWS Direct Connect incluiu hoje cinco novos locais: Denver, Phoenix, Madrid, Helsinki e Chennai

    Publicado: Nov 9, 2017

    Hoje, o AWS Direct Connect lançou sites em cinco cidades: Denver, Phoenix, Madrid, Helsinki e Chennai. Nos EUA, o CoreSite DE1, em Denver e o phoenixNAP, em Phoenix, levam o total de sites do AWS Direct Connect no país para 28. Com o acesso global habilitado para o AWS Direct Connect, esses sites podem ter acesso aos recursos da AWS em qualquer região global da AWS. No Console de Gerenciamento da AWS, Denver estará em sua região de origem, Oeste dos EUA (Oregon), e Phoenix estará na região Oeste dos EUA (Norte da Califórnia). Na Europa, o ITConic Madrid 2, agora um datacenter da Equinix, é o segundo site do AWS Direct Connect em Madri e o Equinix HE6, em Helsinki, é a primeira presença do AWS Direct Connect na Finlândia. Ambos os sites, em Madrid e Helsinki, poderão ser encontrados na região da AWS UE Central (Frankfurt) no console. Na Ásia, a Índia ganha seu primeiro site fora de Mumbai com o STT GDC Chennai VSB, em Chennai, que pode ser encontrado em sua região de origem, Ásia-Pacífico (Mumbai).  

  • A escalabilidade programada já está disponível para o aplicativo Auto Scaling

    Publicado: Nov 8, 2017

    Temos prazer em anunciar que o aplicativo Auto Scaling agora oferece suporte à escalabilidade programada, que possibilita escalar recursos em horários ou intervalos específicos predeterminados. O aplicativo Auto Scaling permite que você escale recursos automaticamente para outros serviços da AWS além do Amazon EC2, entre eles o Amazon ECS, as frotas spot do Amazon EC2, os clusters do Amazon EMR, as frotas do AppStream 2.0 e o Amazon DynamoDB. 

  • Apresentação do AWS PrivateLink para os serviços da AWS

    Publicado: Nov 8, 2017

    Os clientes agora podem acessar os serviços da AWS de forma privada da Amazon Virtual Private Cloud (VPC), sem usar IPs públicos e sem precisar que o tráfego passe pela Internet.  

  • As chamadas de API do AWS Glue agora estão registradas e disponíveis no AWS CloudTrail

    Publicado: Nov 7, 2017

    A partir de hoje, as chamadas de API do AWS Glue estão registradas e disponíveis no AWS CloudTrail. O AWS CloudTrail é um serviço que possibilita governança, conformidade, auditoria operacional e auditoria de riscos em sua conta da AWS.  

  • Novo Quick Start: Crie um data lake na nuvem da AWS com a plataforma de big data da Talend e os serviços da AWS

    Publicado: Nov 7, 2017

    Este Quick Start automatiza o design, a instalação e a configuração de hardware e software para implantar o data lake na nuvem da Amazon Web Services (AWS). O Quick Start provisiona componentes da plataforma de big data da Talend e serviços da AWS, como o Amazon EMR, o Amazon Redshift, o Amazon Simple Storage Service (Amazon S3) e o Amazon Relational Database Service (Amazon RDS) para criar um data lake. Ele também fornece um exemplo de dataset opcional e trabalhos da Talend desenvolvidos pela Cognizant Technology Solutions para ilustrar as práticas de big data para a integração das tecnologias do Apache Spark, do Apache Hadoop, do Amazon EMR, do Amazon Redshift e do Amazon S3 em uma implementação de data lake. 

  • AWS Batch adiciona suporte a instâncias P3 em ambientes de computação gerenciados

    Publicado: Nov 7, 2017

    Os usuários do AWS Batch podem agora criar ambientes computacionais gerenciados que iniciam instâncias P3 do Amazon EC2. Isso permite que os desenvolvedores enviem trabalhos acelerados baseados em GPU sem precisarem se preocupar com o gerenciamento de recursos de computação.  

  • CLI do Amazon ECS, versão 1.0.0

    Publicado: Nov 7, 2017

    A interface da linha de comando (CLI) do Amazon EC2 Container Service (ECS) agora está disponível na versão 1.0.0. 

  • Acesse informações detalhadas sobre definição de preços de produtos usando a API de tabela de preços da AWS

    Publicado: Nov 6, 2017

    A API de tabela de preços da AWS permite acessar informações detalhadas sobre definição de preços de serviços da AWS no formato JSON. Há também a opção de receber atualizações quando os preços forem alterados assinando os tópicos do Amazon Simple Notification Service (Amazon SNS).  

  • O Amazon EC2 Systems Manager inclui novos tipos de inventário

    Publicado: Nov 6, 2017

    O Amazon EC2 Systems Manager agora oferece suporte à coleta de inventário do Registro do Windows, dos serviços do Windows, das funções e recursos habilitados no Windows Server e dos metadados de arquivos do Windows e do Linux, como quando um arquivo é criado, modificado ou acessado. 

  • O Amazon S3 acrescenta novos recursos de segurança e conformidade de dados

    Publicado: Nov 6, 2017

    Agora você tem vários recursos novos do Amazon S3 para aumentar a proteção de dados e simplificar a conformidade.

  • RIs conversíveis do Amazon EC2 - agora disponíveis durante 1 ano, com suporte para divisões e mesclagens

    Publicado: Nov 6, 2017

    Em setembro de 2016 apresentamos as RIs conversíveis, que proporcionam flexibilidade aos clientes para alterar o tipo de instância, o sistema operacional, a locação ou a opção de pagamento da RI durante sua vigência. Estamos anunciando hoje alguns aperfeiçoamentos nas RIs conversíveis.

  • O AWS CloudFormation aumenta os limites de instâncias de pilha para os StackSets

    Publicado: Nov 6, 2017

    O AWS CloudFormation tem um número maior de instâncias de pilha que você pode criar por StackSet para gerenciar seus recursos da AWS. Anteriormente, 50 era o número máximo de instâncias de pilha que você podia criar por StackSet. Agora, você pode criar um máximo de 500 instâncias de pilha por StackSet, permitindo que você provisione mais instâncias de pilha nas contas e nas regiões de um único modelo com uma única operação. 

  • O Amazon CloudFront abre seu 101º ponto de presença lançando seu primeiro ponto de presença em Palermo, Itália.

    Publicado: Nov 6, 2017

    Na semana passada, anunciamos nosso 100º ponto de presença, hoje o Amazon CloudFront introduz uma nova cidade em sua rede com o lançamento de seu primeiro ponto de presença em Palermo, Itália. Agora temos dois pontos de presença na Itália. O outro é em Milão. Nossa rede agora tem 101 pontos de presença e é composta por 90 pontos de presença e 11 caches de pontos de presença regionais. A inclusão de Palermo, na Itália, como uma nova cidade é a primeira de muitas novas extensões da rede que serão anunciadas nos próximos meses. 

  • Personalize o crédito da AWS e o compartilhamento do desconto em Instância Reservada (RI) de sua organização usando novas preferências de faturamento

    Publicado: Nov 6, 2017

    A AWS lança novas preferências de faturamento que permitem controlar como os créditos da AWS e os descontos de RI são compartilhados entre as contas em sua organização. 

  • Apresentação das instâncias do C5 do Amazon EC2, a próxima geração de instâncias otimizadas para computação

    Publicado: Nov 6, 2017

    As instâncias do C5 do Amazon EC2 são a próxima geração de instâncias otimizadas de computação do Amazon EC2 e contam com processadores escaláveis Intel® Xeon® de 3,0 GHz (Skylake). As instâncias do C5 são criadas usando um novo hipervisor leve, que proporciona praticamente todos os recursos de computação e memória para as instâncias dos clientes. Como resultado, as instâncias do C5 geram o melhor preço/desempenho de computação na família de produtos do EC2, com um aprimoramento de 25% no preço/desempenho em comparação com as instâncias do C4 e alguns aplicativos que oferecem melhora maior que 50%. As instâncias do C5 são ideais para executar cargas de trabalho de computação pesada como o processamento de lotes, análise distribuída, computação de alto desempenho (HPC), inferência de aprendizado de máquina/profundo, veiculação de anúncios, jogos multijogador altamente escaláveis e codificação de vídeo.

  • Marque os painéis do CloudWatch como favoritos para ter acesso mais rápido

    Publicado: Nov 3, 2017

    O Amazon CloudWatch tem a satisfação de anunciar que agora você pode marcar seus principais painéis do CloudWatch e visualizá-los rapidamente quando precisar. Com este lançamento, a nova seção de “Favoritos” foi adicionada à barra lateral do console do CloudWatch. Você pode adicionar qualquer painel do CloudWatch aos Favoritos e acessá-los com rapidez de qualquer outra região da AWS. Se você renomear um dos seus painéis com marcador, o novo nome será mostrado automaticamente nos Favoritos. A utilização dos Favoritos não é paga.  

  • Implante o Pivotal Cloud Foundry na nuvem da AWS com o novo Início rápido

    Publicado: Nov 3, 2017

    Este novo Início rápido implanta automaticamente o Pivotal Cloud Foundry (PCF), uma plataforma nativa da nuvem para implementação e operação de aplicativos empresariais modernos, na nuvem da Amazon Web Services (AWS). 

  • O Oracle Patch Set Update (PSU) de julho de 2017 está disponível para o Amazon RDS for Oracle

    Publicado: Nov 3, 2017

    Agora, o Oracle Patch Set Update (PSU) de julho de 2017 está disponível para o Amazon RDS for Oracle. Para saber mais sobre os PSUs da Oracle com suporte no Amazon RDS, consulte a documentação de atualização de patches do Amazon RDS

  • Oculte os alarmes de CloudWatch que você usa para ações de Auto Scaling

    Publicado: Nov 3, 2017

    O Amazon CloudWatch tem a satisfação de anunciar que agora você pode ocultar seus alarmes de Auto Scaling no console do CloudWatch. Os alarmes de Auto Scaling são aqueles alarmes do CloudWatch que usam ações para escalonar dinamicamente seus grupos de Auto Scaling para processar a carga do seu aplicação. Para saber mais do o Auto Scaling dinâmico, acesse aqui. Agora, com um único clique, você pode ocultar todos os alarmes de Auto Scaling para que não sejam exibidos no console do CloudWatch junto com outros alarmes do CloudWatch. Além disso, o contador de alarmes na barra lateral, que mostra o número de alarmes em cada estado, também irá exibir sua seleção. Observe que os alarmes ocultos continuarão executando ações de Auto Scaling como antes. 

  • O AWS Marketplace anuncia a disponibilidade de ofertas privadas de vendedores

    Publicado: Nov 3, 2017

    O AWS Marketplace, que oferece mais de 4.000 listagens de software de mais de 1.250 conhecidos fornecedores de software em 35 categorias de produtos, anunciou que, agora, os clientes podem receber definição de preço e os termos de licença de usuário final com propostas de vendedores privados. Com este recurso, os vendedores de software que participam do programa de compartilhamento avançado de dados, o Enhanced Data Sharing (EDS), podem ampliar, para qualquer conta, uma versão do seu produto, permitindo obter descontos por volume através do AWS Marketplace. Isto significa que os clientes da AWS pode aproveitar todos os mesmos benefícios de faturamento consolidado, análise de custos e gerenciamento de assinaturas do AWS Marketplace pagando, ao mesmo tempo, um preço mais baixo, negociado em particular, visível apenas para aquele cliente e o vendedor.  

  • Amazon ECS adiciona suporte para as flags de init e dispositivo de Docker nas definições das tarefas de contêiner

    Publicado: Nov 2, 2017

    As flags de init e dispositivo podem agora ser especificadas nas definições da tarefa para contêineres Docker gerenciados pelo Amazon EC2 Container Service (Amazon ECS). 

  • Amazon ECS permite que contêineres acessem diretamente os metadados de ambiente

    Publicado: Nov 2, 2017

    O Amazon EC2 Container Service (Amazon ECS) agora permite que aplicativos em execução em contêineres acessem diretamente os metadados sobre os seus ambientes.

  • Amazon RDS for SQL Server pode reconfigurar o tipo de armazenamento na restauração snapshot

    Publicado: Nov 2, 2017

    O Amazon RDS for SQL Server agora permite a reconfiguração do tipo de volume e IOPS provisionadas (PIOPS) após a restauração do snapshot. É possível restaurar ou restaurar para um ponto específico (PiTR) em um tipo de armazenamento diferente em relação à instância de origem. Ao restaurar a instância do banco de dados, altere facilmente o tipo de armazenamento e as PIOPS no Amazon RDS Console.

  • Amazon ElastiCache for Redis agora é qualificado pela HIPAA para ajudar a alimentar aplicativos de saúde seguros com latências inferiores a milissegundos

    Publicado: Nov 2, 2017

    O Amazon ElastiCache for Redis agora é um serviço qualificado pela HIPAA e incluso no AWS Business Associate Addendum (BAA). Esse anúncio indica que é possível usar o ElastiCache for Redis para armazenar, processar e acessar informações de saúde protegidas (PHI) e alimentar aplicativos de saúde seguros.  

  • Obter explicações para pontuações de anomalias com a detecção de anomalia do Amazon Kinesis Analytics

    Publicado: Nov 2, 2017

    O Amazon Kinesis Analytics permite a detecção de anomalias em streaming de dados em tempo real. Hoje, lançamos dois novos recursos que oferecem explicações sobre as anomalias, facilitando a execução da análise de causa raiz. Saiba quais campos dos seus dados resultam em altas pontuações de anomalias e identifique tendências associadas à anomalia.

  • O Amazon API Gateway oferece suporte aos endpoints regionais da API

    Publicado: Nov 2, 2017

    Agora é possível escolher entre dois tipos de endpoints de API ao criar APIs REST e domínios personalizados com o Amazon API Gateway. Um endpoint da API regional é um novo tipo de endpoint acessado a partir da mesma região da AWS em que a API REST é implantada. Isso ajuda a reduzir a latência da solicitação quando as solicitações da API se originam na mesma região que a API REST. Além disso, agora é possível escolher associar a sua própria distribuição do Amazon CloudFront ao endpoint da API regional. O segundo tipo de endpoint da API é a API otimizada para bordas. As APIs otimizadas para bordas são endpoints acessados por meio de uma distribuição do CloudFront criada e gerenciada pelo API Gateway. Antes, as APIs otimizadas para bordas eram a opção padrão para a criação de APIs com o API Gateway.

  • Amazon RDS for Oracle oferece suporte ao Oracle Enterprise Manager Cloud Control 13c

    Publicado: Nov 1, 2017

    Agora o Amazon RDS for Oracle dá suporte ao Oracle Management Agent (OMA) para Oracle Enterprise Manager (OEM) Cloud Control 13c1 e 13c2. O OEM 13c oferece ferramentas baseadas na web para monitorar e gerenciar os bancos de dados Oracle. O Amazon RDS for Oracle instala o OMA, que se comunica com o Oracle Management Service (OMS) para fornecer informações sobre o monitoramento.

  • AWS OpsWorks oferece suporte ao Chef Automate com compatibilidade integrada

    Publicado: Nov 1, 2017

    O AWS OpsWorks for Chef Automate oferece suporte ao Chef Automate versão 1.6.x, o que inclui o Chef Automate com compatibilidade integrada.

  • Versão do Apache MXNet oferece suporte para novas GPUs NVIDIA Volta e Sparse Tensor

    Publicado: Nov 1, 2017

    O Apache MXNet versão 0.12 já está disponível com dois novos recursos importantes: suporte para GPUs NVIDIA Volta e suporte para Sparse Tensors. 

  • Painel do ambiente de ameaças global: exibir tendências de ataques DDoS na AWS

    Publicado: Nov 1, 2017

    O AWS Shield Advanced, um serviço de proteção contra Distributed Denial of Service (DDoS – Negação de serviço distribuída), agora fornece um painel do ambiente de ameaças global que mostra tendências e métricas de DDoS no Amazon CloudFront, no Elastic Load Balancing e no Amazon Route 53.

  • O Amazon Athena adiciona suporte para consultar dados geoespaciais e já está disponível nas regiões Ásia-Pacífico (Seul), Ásia-Pacífico (Mumbai) e UE (Londres).

    Publicado: Nov 1, 2017

    Com a versão mais recente do Amazon Athena, você já pode executar consultas SQL em dados geoespaciais. Para usar as funções geoespaciais no Amazon Athena, os dados devem estar em formatos Well-known Text (WKT – Texto bem conhecido) ou Well-known Binary (WKB – Binário bem conhecido). Você pode usar tipos de dados especializados, como ponto, linha, polígono, multilinha e multipolígono, e calcular relações, como distância, cruzamentos, toques, sobreposições e desconexões entre figuras geométricas. Uma lista completa das funções está disponível na documentação do Athena.  

  • Amazon Connect adiciona novo relatório de login/logout

    Publicado: Nov 1, 2017

    Você já pode visualizar os time stamps e a duração de login e logout dos agentes do Amazon Connect com o novo relatório de login/logout. Esse relatório fornece as informações das quais você precisa a fim de gerar cartões de ponto do agente para a folha de pagamento. 

  • Amazon AppStream 2.0 reduz taxas do usuário em 89% para usuários educacionais qualificados

    Publicado: Nov 1, 2017

    A partir de hoje, os clientes educacionais qualificados podem reduzir a taxa de usuário do Amazon AppStream 2.0 em 89%, de 4,19 USD por usuário por mês para 0,44 USD. A taxa de usuário é obrigatória para todos os usuários do AppStream 2.0 como parte da taxa do Microsoft Remote Desktop Services Subscription Access License (RDS SAL). 

  • AWS Direct Connect permite acesso global

    Publicado: Nov 1, 2017

    O AWS Direct Connect oferece alta conectividade de largura de banda privada entre as redes do cliente e a nuvem da AWS. O tráfego enviado pela conexão do AWS Direct Connect permanece dentro da rede privada da AWS, em vez de atravessar a Internet pública.

  • O Amazon RDS for PostgreSQL oferece suporte a novas versões secundárias 9.6.5, 9.5.9, 9.4.14 e 9.3.19 em regiões comerciais da AWS e na AWS GovCloud (EUA)

    Publicado: Nov 1, 2017

    Seguindo o anúncio recente das atualizações feitas no banco de dados PostgreSQL, atualizamos o Amazon RDS for PostgreSQL para ser compatível com as versões secundárias 9.6.5, 9.5.9, 9.4.14 e 9.3.19 do PostgreSQL. Essa versão corrige três vulnerabilidades de segurança do PostgreSQL e contém outras correções de bugs e melhorias.

  • O Amazon CloudFront agora tem 100 pontos de presença com o lançamento do quinto ponto de presença em Tóquio, Japão.

    Publicado: Oct 31, 2017

    Há aproximadamente nove anos, a Amazon Web Services (AWS) anunciou o lançamento do Amazon CloudFront, sua Rede de entrega de conteúdo (CDN) global. Começando como uma rede de presença inovadora de alto desempenho com 14 pontos de presença, o serviço cresceu e oferece suporte a milhões de visualizadores em todo o mundo. Hoje, temos o prazer de anunciar o nosso 100º ponto de presença (89 pontos de presença normais e 11 pontos de presença de caches regionais) em uma das áreas de maior crescimento do Amazon CloudFront, o Japão. Nosso 100º Point of Presence (POP – Ponto de presença) é também o quinto ponto de presença em Tóquio e o sexto do Japão. 

  • O AWS Storage Gateway agora está qualificado pelo HIPAA

    Publicado: Oct 31, 2017

    O AWS Storage Gateway agora está qualificado pelo HIPAA. Se você tiver um Acordo de associado comercial (BAA) com a AWS, agora pode usar o Storage Gateway para armazenar, fazer backup e arquivar PHI (informações de saúde protegidas) em serviços de armazenamento da AWS seguros, escaláveis e econômicos, incluindo o Amazon S3, o Amazon Glacier e o Amazon EBS, que também estão qualificados pelo HIPAA.

  • O Amazon CloudWatch adiciona suporte para a retenção de métricas estendida, estatísticas de percentil e métricas personalizadas e alarmes de alta-resolução na região AWS GovCloud (EUA)

    Publicado: Oct 30, 2017

    Temos muito prazer em anunciar que o CloudWatch adicionou suporte para retenção de métricas estendida, estatística de percentil e métricas personalizadas e alarmes de alta-resolução na região AWS GovCloud (EUA). 

  • O Amazon CloudFront anuncia seu 99º ponto de presença com o segundo ponto de presença em Miami, FL.

    Publicado: Oct 30, 2017

    A equipe do Amazon CloudFront tem o prazer de anunciar seu 99º ponto de presença com a adição do segundo ponto de presença em Miami, Flórida. Os 99 pontos de presença do Amazon CloudFront incluem 88 pontos de presença normais e 11 pontos de presença de caches regionais. Nossa rede abrange 50 cidades em 23 países de todo o mundo. Para saber mais sobre o Amazon CloudFront e como começar a usar, acesse a nossa página para ver nossos próximos webinars

  • Apresentação da AMI AWS Deep Learning para instâncias P3 do Amazon EC2

    Publicado: Oct 27, 2017

    Temos prazer em anunciar um novo conjunto de AMIs AWS Deep Learning, que vêm pré-instaladas com estruturas de aprendizado profundo otimizadas para GPUs NVIDIA Volta V100 GPUs na nova família da instância P3 do Amazon EC2.  

  • Marque os ambientes de computação gerenciados pelo Spot no AWS Batch

    Publicado: Oct 26, 2017

    O AWS Batch agora oferece suporte a tags de usuário que se propagam automaticamente em instâncias Spot executadas por seus ambientes de computação gerenciados. Isso torna mais fácil aos clientes do AWS Batch rastrear uma propriedade, administrar seus processos de contabilidade de custos, implementar protocolos de conformidade e controlar o acesso a instâncias Spot através das políticas do IAM. 

  • O Amazon WorkDocs facilita a edição de arquivos usando o cliente web

    Publicado: Oct 26, 2017

    A partir de agora, você pode abrir arquivos do Microsoft Office, .pdf e .txt diretamente do cliente web do Amazon WorkDocs usando o aplicativo padrão instalado em seu computador. Quando suas alterações são salvas, o arquivo é automaticamente atualizado no Amazon WorkDocs. Com esse recurso, você não precisa mais fazer download, salvar e fazer upload de arquivos manualmente quando estiver usando o cliente web.

  • Amazon EC2 Systems Manager Parameter Store adiciona suporte ao versionamento

    Publicado: Oct 26, 2017

    Amazon EC2 Systems Manager Parameter Store agora oferece suporte ao versionamento para cada parâmetro.

  • O Amazon EC2 Systems Manager já está integrado com o GitHub

    Publicado: Oct 26, 2017

    O Amazon EC2 Systems Manager agora oferece suporte à execução de qualquer script ou documento do Systems Manager armazenado no GitHub ou no Amazon Simple Storage Service (Amazon S3).

  • O Amazon Kinesis Analytics agora oferece suporte à configuração de vários destinos no console

    Publicado: Oct 25, 2017

    Agora, você pode configurar seus aplicativos do Amazon Kinesis Analytics para enviar análises em tempo real para até três destinos no Console de Gerenciamento da AWS. Você pode usar esse recurso para enviar notificações em resposta a altas pontuações de anomalias em aplicativos, atualizar um placar dinâmico de uma classificação de grupo dos dados de um aplicativo móvel e muito mais no mesmo aplicativo. 

  • Apresentação das novas instâncias P3 do Amazon EC2

    Publicado: Oct 25, 2017

    Estamos felizes em anunciar a disponibilidade de instâncias P3 do Amazon EC2, a próxima geração de instâncias de GPU otimizadas para computação do EC2. As instâncias P3 são capacitadas com até 8 GPUs Tesla V100 de última geração da NVIDIA e são ideais para cargas de trabalho avançadas computacionalmente, como aprendizagem de máquina (ML), computação de alta performance (HPC), compactação de dados e criptografia. Elas também são ideais para aplicativos específicos do setor para computação e simulações científicas, análises financeiras e processamento de imagens e vídeos.

  • O Amazon ElastiCache para Redis agora oferece suporte à criptografia em trânsito e em repouso para auxiliar na proteção de informações confidenciais

    Publicado: Oct 25, 2017

    O Amazon ElastiCache para Redis agora oferece suporte à criptografia em trânsito e em repouso para prover comunicação protegida entre nós e auxiliar na segurança das informações de identificação pessoal (PII). O novo recurso de criptografia em trânsito permite que você criptografe todas as comunicações entre os clientes e o servidor Redis, bem como entre os servidores Redis (nós principal e de réplica de leitura). O recurso de criptografia em repouso permite que você criptografe seus backups no disco e no Amazon S3. Além disso, você pode usar o comando Redis AUTH para implementar um nível adicional de autenticação. 

  • O Amazon Pinpoint adiciona várias melhorias das notificações por push

    Publicado: Oct 25, 2017

    O Amazon Pinpoint agora oferece suporte à estrutura Apple PushKit e inclui suporte expandido a collapse keys, prioridade de mensagens e tempo de vida (TTL) para o Firebase Cloud Messaging (FCM) e o Apple Push Notification Service (APNs).

  • O AWS Glue agora pode ser configurado usando os modelos do AWS CloudFormation

    Publicado: Oct 24, 2017

    Agora você pode criar entidades do AWS Glue, como trabalhos, triggers, endpoints de desenvolvimento e crawlers usando modelos do CloudFormation. Você também pode criar objetos do catálogo de dados do AWS Glue, como tabelas e partições com os modelos do CloudFormation. Para saber mais, acesse a documentação do CloudFormation.

  • Anúncio da pré-visualização aberta das Informações de desempenho

    Publicado: Oct 24, 2017

    Informações de desempenho é um novo recurso do Amazon Relational Database Service (RDS) que ajuda você a detectar rapidamente problemas de desempenho do banco de dados e tomar as providências para corrigi-los. As Informações de desempenho agora foram liberadas na pré-visualização aberta.

  • Anúncio da disponibilidade geral do Amazon Aurora com compatibilidade PostgreSQL

    Publicado: Oct 24, 2017

    O Amazon Aurora é um banco de dados relacional totalmente gerenciado que combina o desempenho e a disponibilidade de bancos de dados comerciais com a simplicidade e a economia de bancos de dados de código aberto. Em abril de 2017, anunciamos uma pré-visualização aberta da edição do Amazon Aurora com compatibilidade PostgreSQL. O serviço já está disponível para todos os clientes.

  • Apresentação do AWS Directory Service para o Microsoft Active Directory (Standard Edition)

    Publicado: Oct 24, 2017

    O AWS Directory Service para o Microsoft Active Directory (Standard Edition), também conhecido como AWS Microsoft AD (Standard Edition), é um Microsoft Active Directory (AD) gerenciado otimizado para SMBs (pequenas e médias empresas). Agora, os clientes executando típicas cargas de trabalho de SMB podem usar o AWS Microsoft AD (Standard Edition) para criar um Microsoft AD gerenciado econômico e altamente disponível na Nuvem AWS.

  • O AWS Batch agora envia alterações do estado do trabalho para eventos do CloudWatch

    Publicado: Oct 24, 2017

    O AWS Batch agora emite eventos do CloudWatch conforme seus trabalhos fazem a transição de um estado para outro. Anteriormente, para obter atualizações do estado de um trabalho do AWS Batch, os clientes tinham que confiar na sondagem periódica do estado de cada trabalho usando a CLI da AWS ou um SDK. Com o novo recurso de stream de eventos do AWS Batch, agora é possível recuperar, quase que em tempo real, as atualizações orientadas a eventos no estado dos trabalhos do AWS Batch. Os eventos são fornecidos pelo Amazon CloudWatch Events e podem ser direcionados para qualquer destino válido do CloudWatch Events, como uma função do AWS Lambda ou um tópico do Amazon SNS.

  • O Amazon RDS para Oracle oferece suporte aos novos tipos de instâncias R4, T2 e M4

    Publicado: Oct 23, 2017

    Agora você pode executar os tipos de instância R4, db.t2.xlarge, db.t2.2xlarge e db.m4.16xlarge ao usar o Amazon Relational Database Service (RDS) para Oracle.

  • AWS Config inclui suporte ao AWS CodeBuild

    Publicado: Oct 20, 2017

    Agora é possível registrar as alterações nas configurações dos projetos do AWS CodeBuild com o AWS Config. O CodeBuild é um serviço totalmente gerenciado que compila o código-fonte, executa testes e produz pacotes de software prontos para implantação. Com o Config, agora é possível visualizar uma lista dos seus projetos do CodeBuild e rastrear as alterações nas configurações dos projetos, como alterações na fonte de configuração, na função de serviço, na imagem do ambiente, nas tags, nas configurações do tempo limite e nos artefatos. Também é possível exibir a configuração do seu projeto para qualquer data usando a página de linha do tempo do Config. Para obter mais informações, consulte a documentação do CodeBuild aqui.  

  • Amazon QuickSight adiciona suporte a gráficos combinados e segurança no nível da linha

    Publicado: Oct 20, 2017

    Os usuários do Amazon QuickSight agora podem adicionar gráficos combinados às suas análises e painéis. Os gráficos combinados são úteis para visualizar dados de escalas diferentes, como faturamento do produto (USD) e unidades vendidas (#), em uma única exibição. Os dados podem ser exibidos como barras ou linhas, com dois eixos que exibem escalas diferentes para cada um. Os gráficos combinados estão disponíveis nas edições Standard e Enterprise do Amazon QuickSight.

  • O Amazon EC2 Spot agora pode criptografar seus volumes do EBS no momento da inicialização

    Publicado: Oct 18, 2017

    O Amazon EC2 Spot agora oferece suporte à criptografia de volumes do EBS. O Ec2 Spot criará volumes do EBS criptografados na inicialização para que você não precise mais inicializar de um snapshot criptografado ou de uma AMI criptografada. Para usar esse nove recurso, especifique "Encrypted: true" como o comportamento de criptografia no mapeamento de dispositivos de blocos ao enviar uma solicitação spot. Quando você especifica "Encryption:true", o Spot criptografará o volume do EBS no momento da inicialização e criará volumes criptografados. Se você já tiver um volume do EBS criptografado em uso, especifique o ID do snapshot sem o sinalizador "Encrypted" e o Spot continuará a criar volumes criptografados em seu snapshot criptografado do EBS existente. 

  • A Deep Learning AMI da AWS agora oferece suporte a PyTorch, Keras 2 e às estruturas mais recentes de aprendizado profundo

    Publicado: Oct 18, 2017

    Hoje, estamos felizes em anunciar uma atualização para a Deep Learning AMI da AWS.

  • Amazon Redshift anuncia nós de computação densa (DC2) com o dobro do desempenho e o mesmo preço do DC1

    Publicado: Oct 17, 2017

    Agora você pode iniciar os clusters do Amazon Redshift em seus nós de computação densa (DC2) de segunda geração. O DC2 foi projetado para cargas de trabalho de armazenamento de dados exigentes que requerem baixa latência e altas taxas de transferência. Ele tem CPUS Intel E5-2686 v4 (Broadwell) potentes, memória DDR4 rápida e discos de estado sólido baseados em NVMe (SSDs). Nós ajustamos o Amazon Redshift para potencializar CPU, rede e disco melhor em nós de computação densa DC2, fornecendo um desempenho até duas maior que o DC1 com o mesmo preço. Nossas instâncias DC2.8xlarge agora fornecem duas vezes mais memória por fatia de dados e um layout de armazenamento otimizado com utilização de armazenamento 30% melhor. 

  • AWS Marketplace: anúncio da disponibilidade de soluções de múltiplas AMIs.

    Publicado: Oct 18, 2017

    Os clientes do AWS Marketplace agora podem assinar e comprar soluções de software de fornecedores populares de software, que contêm múltiplas AMIs (Imagens de máquina da Amazon) do mesmo fornecedor. Além disso, os fornecedores de software agora podem criar listagens que combinem várias funções de servidor ou ofertas de produtos em soluções predefinidas que sejam criadas especificamente para melhorar a segurança, a disponibilidade e o desempenho. Os clientes podem procurar por essas listagens de soluções e assiná-las com um único clique. 

  • Amazon Elasticsearch Service anuncia suporte a Amazon Virtual Private Cloud (VPC)

    Publicado: Oct 17, 2017

    Agora você pode configurar o acesso ao Amazon Elasticsearch Service da sua VPC sem precisar configurar e manter as regras de firewall e as políticas de acesso com base em IP para cada domínio. Esse novo recurso permite manter todo o tráfego entre a Amazon VPC e o Amazon Elasticsearch Service dentro da rede AWS em vez de passar pela internet pública. O suporte a VPC para o Amazon Elasticsearch Service aumenta a segurança, simplifica a administração de rede e está disponível hoje sem custo adicional.

  • AWS CloudHSM agora está disponível nas regiões Oeste dos EUA (Norte da Califórnia), Canadá (Central), UE (Frankfurt), Ásia-Pacífico (Mumbai), Ásia-Pacífico (Cingapura), Ásia-Pacífico (Sydney) e Ásia-Pacífico (Tóquio).

    Publicado: Oct 17, 2017

    O CloudHSM é um HSM de nuvem que permite gerar e usar de modo fácil suas próprias chaves de criptografia na Nuvem AWS. Com o CloudHSM, você pode gerenciar suas próprias chaves de criptografia usando HSMs validados do FIPS 140-2 nível 3. O CloudHSM oferece a flexibilidade para integrar com seus aplicativos usando as APIs padrão da indústria, como PKCS#11 e Java Cryptography Extensions (JCE). O CloudHSM também é compatível com as normas do setor e permite exportar todas as chaves para a maioria dos outros HSMs disponíveis no mercado. Ele é um serviço totalmente gerenciado que automatiza para você tarefas administrativas demoradas, como provisionamento de hardware, aplicação de patches de software, alta disponibilidade e backups. O CloudHSM também permite que você ajuste a escala rapidamente ao adicionar e remover capacidade HSM sob demanda, sem custos antecipados. 

  • Apresentação do Windows Server para o Amazon Lightsail

    Publicado: Oct 16, 2017

    A partir de hoje, os clientes do Amazon Lightsail podem iniciar servidores virtuais Windows com facilidade e a um preço baixo e previsível. O Lightsail simplifica o começo com o Windows na AWS permitindo que os clientes executem instâncias Windows pré-configuradas com poucos cliques e se conectem diretamente a elas via RDP por meio do console da Web intuitivo do Lightsail. Os clientes também podem rastrear métricas, criar snapshots e gerenciar registros de DNS e IPs estáticos associados às suas instâncias Windows. 

  • Amazon Device Farm lança o acesso direto de dispositivos para dispositivos privados

    Publicado: Oct 16, 2017

    Fornecer aplicativos de alta qualidade é uma prioridade fundamental para os desenvolvedores de aplicativos móveis. Como parte do processo de desenvolvimento e de garantia de qualidade, os desenvolvedores podem trabalhar com emuladores que vêm com seus IDEs e/ou conectar um dispositivo real às suas máquinas. No entanto, manter um grande conjunto de dispositivos locais não é prático para os desenvolvedores. O Amazon Device Farm permite que os desenvolvedores testem e depurem seus aplicativos em relação a um grande conjunto de dispositivos reais na nuvem.

  • Alternar a locação de sua VPC de Dedicada para Padrão instantaneamente

    Publicado: Oct 16, 2017

    O Amazon EC2 agora permite que os clientes alternem a locação de VPCs existentes de dedicada para padrão instantaneamente, usando a AWS CLI/o AWS SDK. A locação dedicada garante que todas as instâncias do EC2 que são executadas em uma VPC sejam executadas em hardware dedicado a um único cliente. 

  • AWS Elastic Beanstalk oferece suporte à atualização de tags

    Publicado: Oct 13, 2017

    Elastic Beanstalk possibilita que você adicione, exclua ou atualize tags definidas pelo usuário aproveitando API, SDK, Management console, AWS Command Line Interface (CLI) ou Elastic Beanstalk Command Line Interface (CLI).

  • Amazon EMR agora oferece suporte a instâncias do I3

    Publicado: Oct 12, 2017

    Agora, você pode criar clusters do Amazon EMR com instâncias de I3, a próxima geração de instâncias de armazenamento otimizado do Amazon EC2. Essa opção está disponível para clusters do Amazon EMR com a versão 5.9.0 e posteriores. Para informações sobre definição de preço, visite: https://aws.amazon.com/emr/pricing/

  • Amazon Polly disponibiliza duas vozes novas e está disponível na região Ásia-Pacífico (Tóquio)

    Publicado: Oct 12, 2017

    Apresentando Matthew e Takumi – as mais recentes adições ao portfólio de texto para fala do Amazon Polly.

  • Implante o Sophos Outbound Web Proxy na nuvem da AWS com o novo Quick Start

    Publicado: Oct 12, 2017

    Esse novo Início rápido automaticamente implanta um proxy de filtragem web de saída na Nuvem Amazon Web Services (AWS), usando o dispositivo virtual Sophos Unified Threat Management (UTM). Além disso, ele usa Sophos Outbound Gateway para estender a segurança a várias nuvens privadas virtuais (VPCs). 

  • A AWS e a Microsoft anunciam o Gluon para simplificar o aprendizado profundo para desenvolvedores

    Publicado: Oct 12, 2017

    Hoje, a Amazon Web Services e a Microsoft anunciaram uma nova biblioteca de aprendizado profundo, chamada Gluon, que possibilita que desenvolvedores de todos os níveis de habilidades façam protótipos, criem, treinem e implantem modelos sofisticados de aprendizagem de máquina para nuvem, dispositivos de ponta e aplicativos móveis.

  • Instâncias reservadas do Amazon RDS oferecem flexibilidade de tamanho de instância

    Publicado: Oct 11, 2017

    Hoje, estamos anunciando melhorias às Amazon RDS Reserved Instances (RIs) que as tornam mais flexíveis e fáceis de usar, ajudando você a obter o máximo de seu desconto de RI. RIs dão a você a opção de reservar uma instância de banco de dados para um termo de um ou três anos e, por sua vez, receber um desconto significativo comparado à definição de preço de instâncias sob demanda.

  • Apresentação das políticas de ciclo de vida do Amazon EC2 Container Registry

    Publicado: Oct 11, 2017

    Amazon EC2 Container Registry (Amazon ECR) agora possibilita criar regras para automatizar a limpeza de imagens em seus repositórios do Amazon ECR.

  • Amazon Redshift anuncia suporte a nomes de colunas em letras maiúsculas

    Publicado: Oct 11, 2017

    Agora, você pode especificar se os nomes de colunas retornados pelas instruções SELECT estão em maiúsculas ou minúsculas. Com esse recurso, agora você pode definir um parâmetro baseado em sessão para habilitar seus aplicativos que reconhecem maiúsculas para facilmente consultar o Amazon Redshift. Para obter mais informações, consulte describe_field_name_in_uppercase no Guia do desenvolvedor de banco de dados do Amazon Redshift. 

  • Amazon Redshift anuncia suporte a LISTAGG DISTINCT

    Publicado: Oct 11, 2017

    A função agregada LISTAGG ordena as linhas para cada grupo em uma consulta, de acordo com a expressão ORDER BY e, depois, concatena os valores em uma única string. Com o novo argumento DISTINCT, agora você pode eliminar valores duplicados da expressão especificada antes de concatenar valores em uma única string. Para obter mais informações, consulte função LISTAGG no Guia do desenvolvedor de banco de dados do Amazon Redshift.

  • Amazon SES apresenta modelos de e-mail para o envio de e-mails personalizados

    Publicado: Oct 11, 2017

    E-mail é um dos canais mais eficientes para engajamento de clientes, mas e-mail genéricos e impessoais geralmente têm menores taxas de engajamento. Amazon SES agora inclui a capacidade de criar modelos e e-mail, que você pode usar para enviar e-mails personalizados a seus clientes. 

  • Anúncio da integração do AWS CodeStar com o GitHub

    Publicado: Oct 11, 2017

    O AWS CodeStar, que possibilita que você desenvolva, crie e implante rapidamente aplicativos na AWS, agora está integrado ao GitHub. Começando agora, cada modelo de projeto do AWS CodeStar fornecerá a você uma opção de usar o GitHub como seu sistema de controle de versão para os projetos de software que você cria com a AWS.

  • Execuções do AWS CodePipeline oferecem suporte ao envio de eventos do AWS CodeCommit

    Publicado: Oct 11, 2017

    AWS CodePipeline agora pode executar dados em resposta a triggers baseados em push do AWS CodeCommit. Anteriormente, o CodePipeline verificava o CodeCommit periodicamente para ver se havia alteração. Agora, o CodeCommit enviará um evento do Amazon CloudWatch quando houver uma alteração confirmada para acionar uma execução de dados no CodePipeline.  

  • O Amazon CloudFront continua a adicionar capacidade aos Países Nórdicos, à Europa Ocidental e ao Oeste dos Estados Unidos com novos locais em Estocolmo, Londres e Dallas!

    Publicado: Oct 11, 2017

    A equipe do Amazon CloudFront está feliz em anunciar três pontos de presença adicionais situados em Estocolmo, Londres e Dalas. Agora, Estocolmo tem três pontos de presença, Londres tem cinco e Dallas tem quatro. Essas três adições à rede continuam a expandir a capacidade do Amazon CloudFront em cada região, garantindo que a experiência de cada usuário final seja confiável, segura e rápida.

  • Agentes do Amazon Inspector agora podem ser instalados por Run Command, e Amazon Inspector agora é compatível com Amazon Linux 2017.09

    Publicado: Oct 11, 2017

    Estamos felizes em anunciar outra maneira para os clientes instalarem o agente do Amazon Inspector em suas instâncias do EC2. Os clientes agora podem usar o comando de execução do Amazon EC2 Systems Manager (SSM) para instalar o agente do Inspector em uma única instância ou em grupos de instâncias. Anteriormente, clientes que quisessem instalar o agente do Amazon Inspector em uma frota precisavam instalar manualmente ou criar seu próprio script de instalação. Com esse lançamento, os clientes podem usar o AmazonInspector-ManageAWSAgent Systems Manager Document no comando de execução. Você pode mirar nas instâncias em que deseja instalá-lo usando tags ou fornecendo IDs de instância. Como exemplo, se você quisesse instalar o agente em todas as instâncias em um destino de avaliação do Inspector, você poderia especificar as mesmas tags usadas para a criação desse destino de avaliação.  

  • Agora, o Lambda@Edge oferece acesso a parâmetros de string de consulta e cabeçalhos de país e tipo de dispositivo

    Publicado: Oct 10, 2017

    Lambda@Edge possibilita que você personalize conteúdo com pouca latência, sem ter que gerenciar servidores de origem. A partir de hoje, o Lambda@Edge facilita ainda mais uma maior personalização do conteúdo por meio de acesso a atributos adicionais da solicitação. Agora, você pode acessar parâmetros de string de pesquisa e cabeçalhos de país e tipo de dispositivo em funções do AWS Lambda. Com esse recurso, por exemplo, é possível redirecionar usuários finais a versões do site específicas para países ou idiomas de acordo com a localização do usuário final de onde a solicitação foi enviada.  

  • Amazon ECR já disponível na região Ásia-Pacífico (Seul)

    Publicado: Oct 10, 2017

    Amazon EC2 Container Registry (Amazon ECR) agora está disponível na região da Ásia-Pacífico (Seul). 

  • Agora você pode configurar o Número de sistema autônomo privado do lado da Amazon para seu gateway privado virtual

    Publicado: Oct 10, 2017

    Estamos felizes em anunciar suporte para Autonomous System Number (ASN) configurável para seu AWS Direct Connect (DX) e serviços de VPN para aprimorar o uso de sua nuvem privada virtual (VPC)

  • Elastic Load Balancing: Application Load Balancers agora dão suporte a vários certificados SSL e a seleção inteligente de certificados usando Server Name Indication (SNI)

    Publicado: Oct 10, 2017

    Estamos felizes em anunciar suporte a vários certificados SSL e no Application Load Balancers, usando Server Name Indication (SNI). Agora, você pode hospedar vários aplicativos seguros (HTTPS), cada um com seu próprio certificado SSL, atrás de um load balancer. Isso simplifica muito o gerenciamento de aplicativos, pois muitos aplicativos seguros ou aplicativos SaaS multiusuário podem executar atrás do mesmo load balancer. 

  • Anúncio da integração do ATADATA ATAmotion Migration Module com o AWS Migration Hub

    Publicado: Oct 10, 2017

    Hoje, estamos adicionando ATADATA ATAmotion como uma ferramenta de migração parceira e integrada para oferecer mais opções, para que você possa usar as ferramentas de migração que funcionam melhor para sua organização. Por exemplo, você pode acompanhar migrações de servidores do ATADATA ATAmotion junto com a migração de bancos de dados do AWS Database Migration Service, tudo isso em um local central no Migration Hub.  

  • O Amazon EC2 Elastic GPUs agora dá suporte a OpenGL 4.0 e está disponível em duas regiões adicionais

    Publicado: Oct 9, 2017

    Estamos felizes e anunciar que o Amazon EC2 Elastic GPUs agora dá suporte a OpenGL 4.0 e está disponível nas regiões Oeste dos EUA (Oregon) e UE (Irlanda). Para ativar o suporte do OpenGL 4.0 a Amazon EC2 Elastic GPUs existentes, apenas pare e inicie suas instâncias e um novo driver será automaticamente instalado em sua instância para dar suporte ao OpenGL 4.0. 

  • Atualização do Início rápido: implante Magento na Nuvem AWS com Amazon Aurora

    Publicado: Oct 6, 2017

    A AWS tem o prazer de lançar uma atualização importante à implantação de referência do Início rápido do Magento. Esta atualização adiciona suporte ao Amazon Aurora como uma opção de banco de dados relacional, implantada usando Amazon Relational Database System (Amazon RDS), além de Amazon RDS MySQL. O Início Rápido também inclui melhorias à infraestrutura de rede por meio da implantação de bastion hosts do Linux.

  • O AWS Database Migration Service agrega Amazon S3 e Azure SQL Database como fontes

    Publicado: Oct 5, 2017

    AWS Database Migration Service (DMS) adicionou Amazon Simple Storage Service (S3) e Azure SQL Database como fontes de migração. O Amazon S3 é um armazenamento de objetos com uma interface simples da web para armazenar e recuperar qualquer quantidade de dados. Agora que o S3 é compatível como fonte e destino, você pode facilmente mover seus dados entre buckets do S3 e qualquer banco de dados compatível com DMS.

  • Suporte para Apache Livy, Hue 4.0.1 e Presto 0.184 no Amazon EMR versão 5.9.0

    Publicado: Oct 5, 2017

    Agora, você pode usar Apache Livy (0.4) e as novas versões do Hue (4.0.1), Presto (0.184), Flink (1.3.2) e Apache Pig (0.17) no Amazon EMR versão 5.9.0. Apache Livy é um aplicativo que possibilita que você envie, interaja e gerencie aplicativos do Apache Spark em uma interface REST. Hue 4.0.1 inclui uma interface redesenhada e novo editor SQL, bloco de anotação interativo Spark e UI melhorada do buscador de trabalho. Além disso, o Apache Spark na versão 5.9.0 agora usa SSL em vez de 3DES para criptografia em trânsito para o serviço de transferência de bloco, oferecendo melhorias de desempenho ao usar tipos de instância do Amazon EC2 com AES-NI. Além disso, adicionamos várias melhorias ao Spark para melhorar a resiliência e o desempenho durante Auto Scaling.

  • Amazon DynamoDB Accelerator (DAX) lança SDK para Node.js, suporte a instâncias R4 e disponibilidade geral nas regiões da Ásia-Pacífico (Mumbai) e América do Sul (São Paulo)

    Publicado: Oct 5, 2017

    Amazon DynamoDB Accelerator (DAX) anunciou hoje o lançamento do seguinte:

    • SDK para Node.js.
    • Disponibilidade geral em duas novas regiões, Ásia-Pacífico (Mumbai) e América do Sul (São Paulo). DAX já está disponível em Leste dos EUA (Norte da Virgínia), UE (Irlanda), Oeste dos EUA (Oregon), Ásia-Pacífico (Tóquio) e Oeste dos EUA (Norte da Califórnia).
    • Suporte para novas instâncias do R4 em Leste dos EUA (Norte da Virgínia), UE (Irlanda), Oeste dos EUA (Oregon), Ásia-Pacífico (Mumbai) e América do Sul (São Paulo). R4 é a nova geração de instâncias de memória otimizada do Amazon EC2, com 2X os tamanhos de cache das instâncias atuais do R3, adequado para cargas de trabalho sensíveis à latência e com alto consumo de memória, como DAX.
  • Anunciando a redução acelerada dos ambientes de computação gerenciados do AWS Batch

    Publicado: Oct 5, 2017

    Amazon EC2 recentemente passou de faturamento por hora a faturamento por segundo. Antes, quando seus trabalhos eram concluídos, o AWS Batch manterias recursos de computação ociosos para a maioria da hora de faturamento para evitar o custo associado a iniciações adicionais de instância dentro da hora. Com o faturamento por segundo, o clientes da AWS podem focar em seus aplicativos em vez de maximizar o uso para completar a hora. Como resultado, o AWS Batch agora avalia recursos de computação com mais frequência e imediatamente reduz instâncias ociosas quando não há mais trabalhos para execução em suas filas.

  • O Amazon Kinesis Analytics agora pode pré-processar dados antes de executar consultas SQL

    Publicado: Oct 5, 2017

    Agora, você pode configurar seus aplicativos de Amazon Kinesis Analytics para transformarem dados antes de serem processados por seu código SQL. Esse novo recurso permite que você use AWS Lambda para converter formatos, enriquecer dados e mais. Quando os dados são transformados por sua função, o Kinesis Analytics envia os dados para o código SQL de seu aplicativo para analítica em tempo real.

  • Amazon EMR agora dá suporte a faturamento por segundo

    Publicado: Oct 5, 2017

    O Amazon EMR agora é faturado em incrementos de um segundo em todas as regiões da AWS. Há uma cobrança mínima de 1 minuto por instância em seu cluster do Amazon EMR, e o faturamento por segundo é aplicável diretamente a clusters que são recém-iniciados ou já estão em execução. As instâncias do Amazon EC2 em seu cluster, incluindo instâncias Sob demanda, Spot e Reservada, e volumes do Amazon EBS anexados a essas instâncias são faturados em incrementos de 1 segundo, válido a partir de 2 de outubro. Definição de preço ainda está listada em uma base por hora, mas agora são calculadas em segundos e mostram o tempo no formato decimal. Visite a página de definição de preços do Amazon EMR para obter mais informações sobre faturamento por segundo.

  • Use o novo Início rápido para implantar uma identidade SaaS e uma Solução de isolamento com o Amazon Cognito na Nuvem AWS

    Publicado: Oct 4, 2017

    Este Início rápido oferece os fundamentos para a implementação de software multiusuário de identidade e isolamento como ambientes de serviço (SaaS), usando o Amazon Cognito como o provedor de identidade subjacente. 

  • Amazon ECS já disponível na região Ásia-Pacífico (Seul)

    Publicado: Oct 4, 2017

    Amazon EC2 Container Service (ECS) agora está disponível na região da Ásia-Pacífico (Seul).

  • O Amazon Kinesis Analytics agora pode descobrir esquemas de dados a partir de objetos de amostra do S3

    Publicado: Oct 4, 2017

    Agora, você pode configurar seus aplicativos do Amazon Kinesis Analytics para descobrirem automaticamente o esquema de um objeto do Amazon S3. Esse novo recurso permite que você infira o esquema para seu aplicativo de streaming especificando dados de amostra armazenados no S3. O Kinesis Analytics infere nomes de colunas, tipos de dados e posição dos elementos de dados na amostra. Com esse novo recurso, você pode predefinir seu esquema antes de enviar registros para seu Kinesis Firehose ou Kinesis Streams. Isso fortalece a funcionalidade atual, que infere o esquema com base em uma amostra de registros de seu stream de dados. 

  • Instâncias do Amazon EC2 agora dão suporte a Microsoft SQL Server 2017

    Publicado: Oct 4, 2017

    Amazon EC2 agora dá suporte a Microsoft SQL Server 2017, a mais recente versão do Microsoft SQL Server. Com esta versão, as cargas de trabalho do seu Microsoft SQL Server 2017 podem aproveitar a escala, o desempenho e a elasticidade da Nuvem AWS. Você pode implantar Grupos de disponibilidade sempre ativa do SQL Server 2017 em várias zonas de disponibilidade ("AZs") da AWS para melhor durabilidade e disponibilidade de dados. Quando você implanta seus bancos de dados SQL Server na AWS, eles se beneficiam de todos os recursos de segurança da AWS, como Amazon VPC, criptografia de dados e integração com AWS Microsoft AD para controle de acesso com base em função, enquanto também aproveitam melhorias de segurança fornecidas no SQL Server 2017, como Sempre criptografado, mascaramento de dados dinâmicos e segurança de nível de função. Você pode integrar sua implantação do SQL Server com outros serviços da AWS, como AWS CloudFormation, Amazon EC2 Systems Manager e AWS CloudWatch para fornecer implantação, gerenciamento e monitoramento fáceis e outras tarefas administrativas. Esses recursos ajudam a garantir que suas implantações do SQL Server atendem seus requisitos de desempenho, gerenciamento, segurança e disponibilidade, enquanto beneficiam da escala e da agilidade da Nuvem AWS. Além disso, quando você executa o SQL Server 2017 em instâncias do Amazon EC2, pode aproveitar todos os recursos mais recentes disponíveis no Microsoft SQL Server 2017, como suporte de contêiner para cenários DevOps, bancos de dados gráficos, ajuste automático de banco de dados, além de analítica R e Python.

  • AD Connector, parte do AWS Directory Service, agora está disponível na região da UE (Londres)

    Publicado: Oct 4, 2017

    O AD Connector possibilita usar suas identidades locais do Microsoft Active Directory (AD) para acessar o Console de Gerenciamento da AWS e aplicativos compatíveis da AWS, como Amazon WorkSpaces, Amazon Connect e Amazon Chime. Com o AD Connector, você pode ativar multi-factor authentication (MFA) para usuários dos aplicativos da AWS e usar sua infraestrutura existente baseada em Remote Authentication Dial-In User Service (RADIUS) para uma camada adicional de segurança. Você também pode juntar instâncias do Amazon EC2 a seu domínio de AD no local e gerenciar as instâncias usando objetos de política de grupo.

  • O Amazon Glacier é lançado na região da Ásia-Pacífico (Cingapura)

    Publicado: Oct 3, 2017

    O Amazon Glacier já está geralmente disponível na região Ásia-Pacífico (Cingapura). 

  • O Amazon EC2 Systems Manager Agent agora vem pré-instalado no Amazon Linux AMIs

    Publicado: Oct 3, 2017

    O Amazon EC2 Systems Manager Agent agora está instalado por padrão no Amazon Linux AMIs, versão 2017.09 e posterior, e está disponível no repositório de pacote do Amazon Linux. 

  • Atualização de VPN da AWS – PSK personalizado, túnel IP interno e atualização de SDK

    Publicado: Oct 3, 2017

    Estamos felizes em anunciar duas novas adições ao serviço de VPN da AWS. Começando hoje, o serviço de VPN da AWS dá suporte a Pre-Shared Keys (PSKs) personalizados e blocos CIDR de IP de túnel interno para sua conexão VPN. Esses novos recursos permitem que os clientes autogerenciem melhor suas VPNs, eliminando conflitos de endereço IP de túnel interno, e habilitam suporte para dispositivos adicionais.

  • Tipo de slot embutido do Amazon Lex para porcentagem agora disponível na visualização; tipo de slot de numero agora dá suporte a decimais

    Publicado: Oct 2, 2017

    Agora você pode usar Percentage como um tipo de slot embutido nos chatbots do Amazon Lex. Tipos de slot embutidos possibilitam que você defina slots rápida e facilmente em seu chatbot para ativar resolução precisa das respostas de usuários. O tipo de slot AMAZON.Percentage possibilita a resolução para valores de porcentagem. Você também pode usar números decimais com o tipo de slot AMAZON.Number. A adição do tipo de slot AMAZON.Percentage expande mais a biblioteca de slots embutidos do Amazon Lex, totalizando 97.

  • O Amazon RDS para Oracle dá suporte a Oracle SQLT Diagnostics Tool

    Publicado: Oct 2, 2017

    O Amazon RDS for Oracle agora dá suporte ao Oracle SQLTXPLAIN (SQLT) com o uso da opção SQLT. Você pode melhorar o desempenho da consulta SQL usando a declaração Oracle EXPLAIN PLAN e procurando por informações de diagnóstico no plano de execução de uma declaração SQL. 

  • Anúncio do faturamento por segundo do Amazon EC2

    Publicado: Oct 2, 2017

    Estamos felizes em anunciar que o uso de instâncias baseadas em Linux do Amazon EC2 que são iniciadas nas formas Sob demanda, Reservada e Pontual será cobrado em incrementos de um segundo, com um mínimo de 60 segundos.

  • Anunciando melhorias ao console AWS Lambda

    Publicado: Oct 2, 2017

    Hoje, estamos lançando melhorias ao console AWS Lambda que facilitam criar, configurar e testar funções do Lambda. Agora, você pode salvar até dez eventos de teste para cada função do Lambda. Você pode acessar esses eventos de teste salvos de qualquer máquina ou navegador usando o console. Antes, você tinha um limite de somente um evento de teste salvo por conta e precisava usar o mesmo navegador na mesma máquina para poder acessar o evento de teste salvo.

  • Amazon Virtual Private Cloud (VPC) agora permite que clientes expandam suas VPCs existentes em AWS GovCloud (EUA)

    Publicado: Oct 2, 2017

    Amazon Virtual Private Cloud (VPC) agora permite que clientes expandam suas VPCs ao adicionar intervalos de endereços IPv4 secundários (CIDRs) a suas VPCs. Os clientes podem adicionar os blocos CIDR secundários à VPC diretamente do console ou usando CLI após terem criado a VPC com o bloco CIDR principal. Semelhantes ao bloco CIDR principal, os blocos CIDR secundários também são compatíveis com todos os serviços da AWS, incluindo Elastic Load Balancing e NAT Gateway.