SADA_Logo1

Backup na nuvem AWS garante continuidade de negócios de todas as empresas do Grupo SADA

2020

Com mais de 40 anos de atuação, o Grupo SADA é formado por concessionárias de veículos, empresas de biocombustível, siderurgia, reflorestamento, geração de energia, indústria, agricultura, autopeças, comércio, prestação de serviços e outras atividades espalhadas por 52 municípios brasileiros e três cidades na Argentina. Hoje são mais de 30 empresas, cerca de 7 mil colaboradores e um faturamento anual de mais de R$ 3 bilhões. Em pleno processo de transformação digital, em 2017 o grupo passou a utilizar a nuvem da AWS para seus workloads de backup, garantindo seus processos de continuidade de negócio e o atendimento a picos de demanda.

start a python tutorial
kr_quotemark

Hoje sabemos que a cloud é madura e estamos em uma jornada. O último grande investimento em hardware foi em 2018 e a ideia é que não se repita."

Ricardo Mendes
gerente de TI do Grupo SADA

O desafio

Já há alguns anos o Grupo SADA iniciou o seu processo de transformação digital, buscando modernizar processos e tirar o melhor proveito da tecnologia para ganhar competitividade e trazer mais resultados para os negócios da companhia. Um dos caminhos escolhidos foi o uso da cloud computing, possibilitando o uso de sistemas escaláveis e de alta disponibilidade pagos de acordo com o consumo, aumentando a agilidade, o tempo de resposta e o volume de entregas da área de TI.

“Passamos a avaliar o uso de nuvem para diversas de nossas demandas. Tínhamos vários tipos de workloads que exigiam que agíssemos rapidamente e, para isso, o que melhor se apresentava era o uso de cloud computing”, afirma Ricardo Mendes, gerente de TI do Grupo SADA.

Com a decisão de migrar workloads e aplicativos para a nuvem, o passo seguinte da equipe de TI do grupo foi buscar um fornecedor de infraestrutura em nuvem que oferecesse a robustez e a flexibilidade exigidas pelo Grupo.

Por que Amazon Web Services

Depois de um período de estudo dos fornecedores existentes no mercado, o Grupo SADA optou pelas soluções oferecidas pela Amazon Web Services. “Como pioneira no mercado, a AWS sempre teve melhor capacidade de atendimento e produtos mais maduros. Os fatores preponderantes na escolha foram a maturidade e a robustez das soluções”, afirma Mendes.

De acordo com o executivo, os primeiros passos do grupo em direção ao uso de nuvem foram dados com o apoio da AWS e da NPO Sistemas, parceira de negócios da Amazon Partner Network, que avaliaram os workloads existentes dentro da companhia, identificando quais poderiam ser migrados de imediato, processo que envolveu todas as empresas do grupo.

Um dos primeiros workloads identificados foi o de backup. “Decidimos subir todos os workloads de backup do grupo para a nuvem”, lembra Mendes. Para isso, foi utilizado o serviço AWS Storage Gateway, onde foi criada uma Tape Library virtual para trabalhar como mídia para o software de backup, o que permitiu a possibilidade de trabalhar com uma cópia de segurança na nuvem.

Utilizando a funcionalidade Lifecycle da solução Amazon Simple Storage Service (S3), foi possível especificar e identificar quais os arquivos que possuem mais de 30 dias de armazenamento. “Estes arquivos são automaticamente migrados para o Amazon Simple Storage Service Glacier otimizando ainda mais o custo da solução”, ressalta Mendes.

Outro exemplo é a hospedagem da plataforma online do jornal O Tempo, também parte do grupo. O ambiente de hospedagem foi desenvolvido sobre a plataforma Amazon Route 53, permitindo um DNS gerenciado, escalável e com alta disponibilidade para a hospedagem do domínio do jornal. Para o processamento, foram utilizadas as instâncias Amazon EC2 Auto Scaling com as AMIs (Amazon Machine Image - AMI), armazenadas no serviço do S3. A solução Amazon CloudWatch é utilizada para permitir a tomada de ações de notificação e correção automáticas. Além disso, a equipe de desenvolvimento também utiliza o AWS CodeCommit como repositório para hospedagem do código para atualizações do ambiente.

Na Deva, concessionária de veículos do grupo, 100% da estrutura foi migrada para a nuvem da AWS. Com uma aplicação cliente-servidor e utilizando uma solução de mercado para acesso remoto, a migração foi realizada de forma rápida e segura para a AWS. “Com uma estratégia de backups de banco de dados e snapshots, garantimos a recuperabilidade do ambiente, utilizando as soluções AWS Lambda e Amazon CloudWatch para orquestrar a execução serverless de código para automatizar a criação de snapshots do ambiente”, explica Mendes.

Mais recentemente, o grupo utilizou a infraestrutura da AWS para aprimorar a comunicação com os funcionários do chão de fábrica durante a pandemia. Segundo o executivo, era preciso atingir os cerca de 3,7 mil funcionários do chão de fábrica com mais rapidez. “Nosso meio tradicional era o e-mail e esse pessoal, sem acesso a essa ferramenta, só era atingido em longo prazo”, ressalta. O meio mais efetivo de comunicação com esse público eram os murais, mas, com a pandemia, era preciso mais agilidade.

Como quase todos têm celular, foi desenvolvida uma solução de comunicação via SMS. Com o apoio da AWS, a solução foi colocada em operação em apenas uma semana. Mendes ressalta a velocidade com que a solução foi desenvolvida: no segundo dia a partir da requisição o Grupo SADA já estava realizando testes. “Conseguimos testar todos os limites e, em uma semana, tudo estava operacional”, ressalta.

O novo canal de comunicação foi utilizado para enviar questionários aos funcionários sobre a saúde deles, com as respostas sendo processadas e analisadas na AWS. A partir destas análises, o departamento de saúde da companhia pôde organizar campanhas informativas sobre o Covid-19. “Tudo isso feito via Amazon Pinpoint”, lembra.

“A velocidade de implementação do serviço ajudou a prevenir a falta de informação dos funcionários e reduzir os riscos de infecção. Os resultados foram tão bons que a plataforma de comunicação entrou no roadmap de nossa área de comunicação corporativa. Havia um gap para atingir este público. Já está no catálogo deles”, diz Mendes, ressaltando que a execução do projeto só foi possível graças ao apoio conquistado pelo diretor de TI, Ricardo Del Razo, junto a alta direção do grupo.  

Os benefícios

O uso de cloud computing em diversas frentes permitiu ao Grupo SADA trabalhar nos ajustes contínuos do ambiente visando melhores práticas de segurança e disponibilidade. Além disso, a garantia da durabilidade dos volumes armazenados é de 99,999999999% com o uso do Amazon S3 e do Amazon Simple Storage Service Glacier, além de apresentar baixo custo.

“O valor do investimento necessário para realizar o backup na nuvem foi menor que o valor necessário para uma solução de armazenamento on-premise, levando em consideração os custos de posse e manutenção do equipamento necessário, bem como a redução do overhead de administração do ambiente”, destaca o executivo, ressaltando também a facilidade de escalar recursos no ambiente em nuvem, pagando exatamente pelo tempo utilizado do recurso e mantendo a performance do ambiente de acordo com a necessidade do negócio.

Próximos passos

Com os resultados apresentados até aqui, a área de TI do Grupo SADA planeja não fazer mais nenhum investimento em soluções on-premise. “Hoje sabemos que a cloud é madura e estamos em uma jornada. O último investimento em hardware foi em 2018 e a ideia é que não se repita”, afirma Mendes.

Para isso, o plano é que os sistemas legados existentes que se esgotem em ambientes on-premise, enquanto os novos já nasçam em nuvem, já na AWS. “Queremos levar nosso ERP para a AWS. Estamos avaliando tecnologias de ponta, como a AWS Outposts, para utilização futura”, diz.


Sobre o Grupo SADA

A SADA Transportes e Armazenagens S.A. é uma empresa brasileira, criada a partir da necessidade de se acompanhar o padrão de produtividade e qualidade inerentes à atividade da produção automobilística no País, para atuar, tanto na administração de materiais, quanto na distribuição do produto acabado. A SADA foi fundada em 04 de agosto de 1976, inicialmente com sede em Contagem. A partir de 1983 mudou-se definitivamente para Betim, em uma área de 31.280 m2 (hoje 743.829 m2). Em 1996, tornou-se a empresa brasileira pioneira no desenvolvimento do Modal Marítimo para transporte de veículos “0 KM”, através da Cabotagem. O trabalho realizado pela SADATransportes tem sido sempre desempenhado em coerência com os mais altos padrões de qualidade.

Benefícios com AWS

  • Eliminação da necessidade de novos investimentos em hardware;
  • Garantia da durabilidade dos volumes armazenados é de 99,999999999%;
  • 100% dos workloads de backup em nuvem AWS;
  • 100% dos portais da companhia hospedados na AWS;
  • Eliminação da indisponibilidade no portal do jornal O Tempo;
  • 3,7 mil colaboradores atingidos pela nova solução de comunicação via SMS.

Serviços AWS utilizados

Amazon Pinpoint

O Amazon Pinpoint é um serviço escalável e flexível de comunicações de marketing tradicional e de atração. Você pode se conectar a clientes usando canais como e-mail, SMS, push ou voz.

Saiba mais »

AWS Storage Gateway

O AWS Storage Gateway é um serviço de armazenamento na nuvem híbrida que oferece acesso local a armazenamento na nuvem praticamente ilimitado.  

Saiba mais »

Amazon Route 53

O Amazon Route 53 é um web service Domain Name System (DNS) na nuvem altamente disponível e escalável.

Saiba mais »

AWS Lambda

O AWS Lambda permite que você execute código sem provisionar ou gerenciar servidores. Você paga apenas pelo tempo de computação consumido.

Saiba mais »


Comece agora

Empresas de todos os tamanhos e setores estão transformando seus negócios todos os dias usando a AWS. Entre em contato com nossos especialistas e comece hoje sua jornada na nuvem.