AWS Storage Gateway

Armazenamento em nuvem híbrida com cache local

O AWS Storage Gateway é um serviço de armazenamento híbrido que permite que aplicativos locais usem sem problemas o armazenamento na Nuvem AWS. Você pode usar o serviço para backup e arquivamento, recuperação de desastres, processamento de dados na nuvem, camadas de armazenamento e migração. Os aplicativos se conectam ao serviço por meio de uma máquina virtual ou um dispositivo de gateway de hardware usando protocolos de armazenamento padrão, como NFS, SMB e iSCSI. O gateway é conectado a serviços de armazenamento da AWS, como o Amazon S3, o Amazon Glacier e o Amazon EBS, o que disponibiliza armazenamento para arquivos, volumes e fitas virtuais na AWS. O serviço inclui um mecanismo de transferência de dados altamente otimizado, com gerenciamento de largura de banda, resiliência de rede automática e transferência de dados eficiente, juntamente com um cache local que oferece acesso de baixa latência no local para os dados mais ativos.

Armazenamento em nuvem híbrido com o AWS Storage Gateway e o Amazon S3

Benefícios

Integrado

Armazenamento em nuvem híbrido significa que seus dados podem ser usados no local e armazenados de forma durável nos serviços de armazenamento na nuvem AWS. Depois que os dados são movidos para a AWS, você pode aplicar serviços de computação da AWS, machine learning e análise de big data. Além disso, você pode aproveitar o portfólio completo de serviços de segurança e gerenciamento da AWS, incluindo AWS KMS, AWS Identity and Access Management (IAM), fluxos de trabalho do SNS, Amazon CloudWatch e AWS CloudTrail.

Desempenho

O AWS Storage Gateway armazena em cache dados na máquina virtual local ou no dispositivo de gateway de hardware, disponibilizando desempenho de disco e rede de baixa latência para seus dados mais ativos, com transferências otimizadas de dados nas camadas da Nuvem AWS realizadas em segundo plano. Os usuários e as aplicações continuam a operar usando um modelo de armazenamento local enquanto você utiliza um back-end em nuvem.

Transferências otimizadas

A compactação, a criptografia e o gerenciamento de largura de banda são integrados. O Storage Gateway gerencia descargas de cache locais para a nuvem com base nos parâmetros de desempenho desejados para que você possa ajustar o equilíbrio entre a latência e a escala das cargas de trabalho. Apenas os dados alterados serão transferidos para que você possa otimizar a largura de banda da sua rede.

Simples

Não será necessária nenhuma interrupção. Faça download e instale a máquina virtual ou o dispositivo de hardware dedicado, selecione uma interface e atribua capacidade de cache local. A compatibilidade com redes e protocolos avançados está inclusa, o que significa nenhum cliente para instalar e zero definições de rede ou firewall para ajustar. E o dispositivo virtual pode executar tanto no local como no Amazon EC2 para servir aos seus aplicativos na nuvem.

Escala de nuvem

O armazenamento na nuvem é disponibilizado e cobrado sob demanda para que você sempre tenha o volume certo. As cargas de trabalho podem ser ampliadas e reduzidas. O armazenamento de backup e arquivamento pode ser ampliado sem custos de mídia adiantados e é possível provisionar capacidade adicional de armazenamento sem acrescentar hardware.

Durável e seguro

Os dados armazenados usando o AWS Storage Gateway se beneficiam da durabilidade e da segurança incoporadas nos serviços de armazenamento na Nuvem AWS. As ferramentas de gerenciamento de armazenamento, como versionamento, replicação entre regiões e políticas de gerenciamento de ciclo de vida podem reduzir o custo do arquivamento de longo prazo, simplificar requisitos de auditoria e conformidade e proteger todos os dados, não apenas as partes mantidas localmente. Todos os dados que o Storage Gateway transfere para a AWS são criptografados em trânsito e criptografados em repouso na AWS.

Casos de uso

Cargas de trabalho na nuvem híbrida

As cargas de trabalho de análise de big data, processamento de dados, machine learning ou migração de dados para a nuvem com aplicativos ou fontes de dados locais exigem arquiteturas que requerem ambos acesso local e uma conexão a um repositório de armazenamento central de objetos na nuvem -- Amazon S3. O File Gateway ajuda você a gerenciar cargas de trabalho de arquivos e objetos híbridos que são executados na sua organização e na Nuvem AWS.

Saiba mais sobre o File Gateway >>

Backup e restauração

A configuração do Tape Gateway é uma biblioteca de fitas virtuais (Virtual Tape Library, VTL) baseada em nuvem que serve como substituta direta dos sistemas de backup em fita e integra-se às principais ferramentas de software de backup do setor. Obtenha o desempenho de backups de disco locais e de backups de nuvem de baixo custo, altamente escaláveis e duráveis sem interferir nos processos atuais baseados em fita.

Saiba mais sobre a VTL >>

Recuperação de desastres na AWS

Com uma configuração do Volume Gateway, você pode capturar snapshots de seus volumes locais e armazenar esses snapshots no Amazon EBS. Esses snapshots podem ser o ponto inicial de um volume do Amazon EBS, que depois pode ser anexado a uma instância do Amazon EC2. No caso de um desastre local, basta configurar suas aplicações na nuvem, ou em um datacenter diferente, e restaurar seu snapshot para continuar em execução.

Veja como a recuperação funciona com o Volume Gateway >>

Armazenamento em camadas para arquivos e volumes

A expansão de matrizes de armazenamento local NAS e SAN consome tempo, capital e espaço em rack. Configurar o serviço como um File Gateway ou Volume oferece um buffer flexível para dados de arquivos de aplicativos ou armazenamento de volumes em blocos que podem crescer conforme necessário, aumentando a vida útil de seus investimentos e ajudando sua organização a gerenciar com facilidade as flutuações de capacidade.

Saiba mais neste webinar >>

Publicações e artigos de blog

Conceitos básicos da AWS

Saiba mais sobre o AWS Storage Gateway

Acesse a página de recursos