A capacidade de processamento dos serviços AWS é imensa. Podemos ter projetos grandes e estamos seguros de que a infraestrutura suporta. A presença global também é uma vantagem. Eu posso garantir a clientes em todo o mundo que seus dados serão tratados remotamente e não deixarão o país de origem, criando um mecanismo de garantia de privacidade de dados que nos facilita muito a ficar em compliance com a GDPR (General Data Protection Regulation), ou qualquer outra norma que aparecer.
Paulo Nascimento Chief Technology Officer da Rocketmat

A utilização de inteligência artificial tem se tornado cada vez mais comum por todos os tipos de organizações e indústrias. Seja em operações mais simples, como recomendações personalizadas de produtos ou serviços, ou tarefas que envolvem análises de uma grande quantidade de dados, a inteligência artificial tornou-se um caminho sem volta para grande parte do mercado atualmente. Neste cenário, a Rocketmat criou uma solução de machine learning voltada para a área de Recursos Humanos, e descobriu como utilizar o potencial da computação em nuvem para processar informações sobre comportamentos humanos e propor decisões assertivas para a aquisição de novos talentos.

A jornada da Rocketmat começou em 2017, quando o engenheiro Paulo Nascimento se uniu a Tiago Machado, profissional com amplo conhecimento em processos de RH. A pesquisa de doutorado de Paulo investigava a tecnologia dos sistemas de recomendação usando machine learning, a base para o desenvolvimento do produto da Rocketmat.

Com mais dois sócios nos Estados Unidos, Jason Gillespie e Pedro Lombardo, a startup lançou o Matthew® - um algoritmo de inteligência artificial totalmente desenvolvido na nuvem da AWS, capaz de gerar análises precisas de perfis de profissionais com base em psicometria, para descobrir o que é preciso para ter sucesso em uma empresa, e prever com precisão o desempenho futuro de candidatos.

Em pouco menos de um ano, a Rocketmat tornou-se também Advanced Partner da Amazon Web Services, e já está revolucionando a maneira como seus clientes recrutam pessoas.

RocketMar_Crew_JC_LOW

Fundadores da Rocketmat (da esquerda para a direita): Jason Gillespie, Pedro Lombardo, Paulo Nascimento e Tiago Machado.

 

A solução da Rocketmat depende de computação de alto desempenho para processar grandes volumes de dados sobre o comportamento humano e a cultura da empresa.

“Nosso trabalho é baseado inicialmente em treinar o algoritmo do Matthew com as características dos atuais funcionários de nossos clientes, como perfil e desempenho. Essa operação para aquisição de dados e treinar a máquina é um grande desafio, principalmente em organizações maiores”, explica o CTO, Paulo Nascimento.

O algoritmo continua aprendendo com o tempo, ficando mais inteligente e rápido todos os dias. O Matthew, através de complexas equações matemáticas, analisa as características que determinam todos os perfis de alto desempenho dentro da organização.

Após a coleta e processamento desses dados, a Rocketmat é capaz de apontar com precisão quais candidatos em determinado processo de seleção têm maior probabilidade de adaptação à cultura da empresa a longo prazo, para além da análise das capacidades técnicas exigidas para a função.

“Da perspectiva de negócio, nós tínhamos um problema muito latente para resolver. Precisávamos transformar comportamentos humanos em dados numa escala muito precisa, muito científica, para que não houvesse critérios subjetivos”, conta Tiago Machado, Chief Product Officer e co-fundador da Rocketmat e especialista da área de Recursos Humanos.

A AWS ajudou a desenvolver a topologia da solução da Rocketmat de inteligência artificial, de forma a garantir a segurança das informações de terceiros.

Com a ajuda de arquitetos da Amazon Web Services, a Rocketmat desenvolveu sua infraestrutura na nuvem no início de 2018, utilizando mais de 30 produtos para lidar com os maiores desafios tecnológicos da startup: alta performance, privacidade de dados e a facilidade de uso, para permitir análises simples por parte dos cientistas de dados.

Entre as principais soluções adotadas estão as de machine learning. A Rocketmat utiliza o Amazon SageMaker, que torna o processo de treinamento de dados mais simples e fácil de ser executado. Para processar altos volumes de informação, a startup conta com a alta capacidade do Amazon EMR. O armazenamento de dados se concentra no Amazon Simple Storage Service e no banco de dados altamente escalável Amazon DynamoDB. Para captura de dados, a empresa usa o Amazon API Gateway e AWS Lambda.

Ter nascido na nuvem da AWS permite que a Rocketmat responda às regras fundamentais de compliance e segurança e esteja pronta para se adaptar às novas leis de privacidade de dados, em qualquer região do mundo.

“A estrutura global da AWS nos ajuda a garantir que os dados processados não vão sair do país onde está a empresa, e que serão processados localmente. Quando atendemos clientes nos EUA, eu utilizo uma zona de disponibilidade local, por exemplo. Eu posso garantir o mesmo para um cliente na Ásia, na Alemanha, ou em qualquer outro país”, explica Paulo.

A alta capacidade tecnológica a baixo custo da AWS potencializa o desempenho da solução da Rocketmat. A startup consegue atender de forma rápida a clientes de grande porte como a Embraer, cujos dados de mais de 25 mil funcionários foram processados em questão de minutos, de forma totalmente segura, para fazer o match entre os perfis de alto desempenho dentro da organização com os de potenciais novos candidatos.

“Nós temos um altíssimo poder de processamento a baixo custo e conseguimos passar isso ao cliente, tornando nosso negócio sustentável”, enfatiza Tiago Machado. “Essa capacidade trouxe potenciais competitivos muito grandes, em escala global. Apesar da sede estar nos Estados Unidos, o mercado brasileiro está bastante aquecido. Já temos parcerias firmadas no México, na Ásia, na Coréia do Sul e bem encaminhadas na Europa. E nós não temos barreira geográfica para atuar”, conta Tiago Machado.

Como Advanced Partner, a Rocketmat atua como parceira da AWS em todo o mundo, oferecendo sua solução inovadora para diversos os clientes.

A automatização oferecida pelos serviços da AWS também solucionou um desafio de recursos humanos da própria Rocketmat, que consegue escalar sua equipe tecnológica e recrutar cientistas de dados que não precisem se preocupar com tarefas de TI.

“Nós usamos toda a topologia e a interconexão dos produtos AWS para poder montar uma infraestrutura em que eu tenha a menor necessidade possível de um cientista de dados entender de TI. Então nós conseguimos automatizar a parte tecnológica para que estes cientistas possam se concentrar no que eles mais gostam de fazer”, explica Paulo.

A Rocketmat já tem planos para expandir a utilização de novas tecnologias e seguir inovando no mercado de Recursos Humanos.

“Nós vamos precisar de novas soluções tecnológicas, e temos certeza que a Amazon Web Services vai atender às nossas necessidades”, adianta o CTO. “A empresa tem um ano e meio de existência, e logo nos tornamos Advanced Partners. Nós esperamos ter muitos negócios em conjunto com a AWS. E queremos estar muito próximos da equipe de arquitetos não só para usar novas tecnologias, como para deixar a nossa infraestrutura ainda melhor”, diz Paulo Nascimento.

Para o CPO, Tiago Machado, a parceria com a AWS é base da estratégia de crescimento sem fronteiras que a startup quer alcançar. 

Obtenha mais informações sobre machine learning e o serviço AWS Sagemaker.