Geral

P: Em quais regiões da AWS o AWS Transit Gateway está disponível?

R: O AWS Transit Gateway está disponível nas regiões da AWS no Leste dos EUA (Norte da Virgínia), Leste dos EUA (Ohio), Oeste dos EUA (Oregon), Oeste dos EUA (Norte da Califórnia), AWS GovCloud (Leste dos EUA), AWS GovCloud (Oeste dos EUA), Canadá (Central), América do Sul (São Paulo), África (Cidade do Cabo), UE (Irlanda), UE (Estocolmo), UE (Londres), UE (Frankfurt), UE (Paris), UE (Milão), Oriente Médio (Bahrein), Ásia-Pacífico (Hong Kong), Ásia-Pacífico (Mumbai), Ásia-Pacífico (Tóquio), Ásia-Pacífico (Singapura), Ásia-Pacífico (Seul), Ásia-Pacífico (Sydney), Ásia-Pacífico (Pequim) e Ásia-Pacífico (Ningxia), com suporte em outras regiões a ser anunciado em breve.

O suporte para emparelhamento entre regiões do Transit Gateway está disponível nas regiões da AWS no Leste dos EUA (Norte da Virgínia), Leste dos EUA (Ohio), Oeste dos EUA (Oregon), Oeste dos EUA (Norte da Califórnia), AWS GovCloud (Leste dos EUA), AWS GovCloud (Oeste dos EUA), Canadá (Central), UE (Irlanda), UE (Frankfurt), UE (Paris), UE (Londres), UE (Estocolmo), UE (Milão), Oriente Médio (Bahrein), África (Cidade do Cabo), Ásia-Pacífico (Hong Kong), Ásia-Pacífico (Mumbai), Ásia-Pacífico (Tóquio), Ásia-Pacífico (Seul), Ásia-Pacífico (Cingapura), Ásia-Pacífico (Sydney) e América do Sul (São Paulo).

O suporte multicast do Transit Gateway está disponível nas regiões da AWS no Leste dos EUA (Virgínia), Leste dos EUA (Ohio), Oeste dos EUA (Oregon), Oeste dos EUA (Norte da Califórnia), AWS GovCloud (Leste dos EUA), AWS GovCloud (Oeste dos EUA), Canadá (Central), UE (Irlanda), UE (Londres), UE (Frankfurt), UE (Estocolmo), UE (Paris), UE (Milão), América do Sul (São Paulo), África do Sul (Cidade do Cabo), Ásia-Pacífico (Tóquio), Ásia-Pacífico (Sydney), Ásia-Pacífico (Mumbai), Ásia-Pacífico (Hong Kong), Ásia-Pacífico (Seul), Ásia-Pacífico (Cingapura) e Oriente Médio (Bahrein), Ásia-Pacífico (Pequim) e Ásia-Pacífico (Ningxia).

O suporte IGMP do multicast do Transit Gateway está disponível nas regiões da AWS no Leste dos EUA (Norte da Virgínia), Oeste dos EUA (Oregon), Oeste dos EUA (Norte da Califórnia) e UE (Irlanda) com suporte para outras regiões a ser anunciado em breve.

O Transit Gateway Connect está disponível nas regiões da AWS no Leste dos EUA (Norte da Virgínia), Oeste dos EUA (Norte da Carolina, Oregon) e Europa (Irlanda) com suporte para outras regiões a ser anunciado em breve.

P: Como controlo quais Amazon VPCs podem comunicar-se entre si?

R: Você pode segmentar a rede criando várias tabelas de rotas em um AWS Transit Gateway e associar Amazon VPCs e VPNs a elas. Isso permitirá a criação de redes isoladas dentro de um AWS Transit Gateway, de forma semelhante ao Virtual Routing and Forwarding (VRF — Roteamento e encaminhamento virtuais) em redes tradicionais. O AWS Transit Gateway terá uma tabela de rotas padrão. O uso de várias tabelas de rotas é opcional.

P: Como funciona o roteamento no AWS Transit Gateway?

R: O AWS Transit Gateway oferece suporte aos roteamentos dinâmico e estático entre as Amazon VPCs e as VPNs associadas. Por padrão, as Amazon VPCs, as VPNs, os gateways do Direct Connect e os Transit Gateways emparelhados são associados à tabela de roteamento padrão. Você pode criar tabelas de roteamento adicionais e associar as Amazon VPCs, os gateways do Direct Connect, as VPNs, o Transit Gateway Connect e os Transit Gateways emparelhados.

As rotas decidem o próximo trecho, dependendo do endereço IP de destino do pacote. As rotas podem apontar para uma conexão Amazon VPC ou VPN, um gateway do Direct Connect, um Transit Gateway Connect ou um Transit Gateway emparelhado.

P: Como as rotas são propagadas para o AWS Transit Gateway?

R: As rotas são propagadas de duas formas no AWS Transit Gateway:

  1. Rotas propagadas de/para redes on-premises: quando você conectar uma VPN ou um gateway do Direct Connect, as rotas serão propagadas entre o AWS Transit Gateway e o roteador on-premises usando o Border Gateway Protocol (BGP).
  2. Rotas propagadas de/para Amazon VPCs: quando você associar uma Amazon VPC a um AWS Transit Gateway ou redimensionar uma Amazon VPC associada, o CIDR (Classless Inter-Domain Routing) da Amazon VPC será propagado para a tabela de roteamento do AWS Transit Gateway usando as APIs internas (não o BGP). O CIDR é um método para alocar endereços IP e o roteamento IP para retardar o crescimento das tabelas de roteamento em roteadores da Internet, e ajudar a retardar o rápido esgotamento dos endereços IPv4. As rotas da tabela de rotas do AWS Transit Gateway não serão propagadas para a tabela de rotas da Amazon VPC. O proprietário da Amazon VPC deve criar uma rota estática para enviar o tráfego para o AWS Transit Gateway.

As associações de emparelhamento nas regiões entre os Transit Gateways não oferecem suporte à propagação da rota.

P: Posso conectar as Amazon VPCs a CIDRs idênticos?

R: O AWS Transit Gateway não oferece suporte ao roteamento entre Amazon VPCs com CIDRs idênticos. Se você associar uma nova Amazon VPC com um CIDR idêntico a uma Amazon VPC já associada, o AWS Transit Gateway não propagará a nova rota da Amazon VPC na tabela de roteamento do AWS Transit Gateway.

P: O que é AWS Transit Gateway?

R: O AWS Transit Gateway Connect é um recurso do AWS Transit Gateway. Ele simplifica a conectividade de ramificação por meio da integração nativa dos dispositivos virtuais da rede SD-WAN (Software-Defined Wide Area Network) no AWS Transit Gateway. O AWS Transit Gateway Connect oferece um novo tipo de associação lógica chamado associação Connect que utiliza a Amazon VPC ou as associações do AWS Direct Connect como transporte de rede subjacente. Ele suporta protocolos padrão, como Generic Routing Encapsulation (GRE) e Border Gateway Protocol (BGP), na associação Connect.

P: Como os parceiros da AWS oferecem suporte ao AWS Transit Gateway Connect?

R: O AWS Transit Gateway Connect é suportado por vários parceiros principais da SD-WAN e de Networking. Acesse nossa página Parceiros para ter mais informações.

P: Quais tipos de dispositivos funcionam com o AWS Transit Gateway Connect?

R: Qualquer dispositivo de rede de terceiros que suporta protocolos padrão, como GRE e BGP, funcionará com o AWS Transit Gateway Connect.

P: Posso criar associações Connect com um AWS Transit Gateway existente?

R: Sim, é possível criar uma associação Connect em um AWS Transit Gateway existente.

P: O Connect do AWS Transit Gateway suporta rotas estáticas?

R: Não, ele não suporta tais rotas. O BGP é um requisito mínimo.

P: As sessões BGP são estabelecidas no túnel GRE?

R: Sim, as sessões BGP são estabelecidas no túnel GRE.

P: Posso associar uma tabela de roteamento à associação Connect?

R: Sim, parecido com qualquer outra associação do Transit Gateway, é possível associar a tabela de roteamento à associação Connect. Essa tabela de roteamento pode ser igual/diferente da tabela de roteamento associada da VPC ou do AWS Direct Connect (mecanismo de transporte subjacente).


Performance e limites

P: Quais são os limites de serviço que preciso considerar ao usar AWS Transit Gateways?

R: A tabela abaixo mostra os diferentes limites de serviço:

Limite Padrão
Número de associações do AWS Transit Gateway
5.000
Largura de banda máxima por conexão VPN* 1,25 Gbps
Largura de banda máxima (burst) por VPC, Direct Connect Gateway ou conexão do Transit Gateway emparelhado 50 Gbps
Número de AWS Transit Gateways por região por conta
5
Número de associações de AWS Transit Gateway por VPC
5
Número de rotas 10.000
Número de gateways do Direct Connect por AWS Transit Gateway 20
Número de pares do Transit Gateway Connect (túneis GRE) por associação do Transit Gateway Connect 4
Largura de banda máxima (pico) por par do Transit Gateway Connect (túnel GRE) 5 Gbps (até 20 Gbps no total por associação Connect)
Rotas dinâmicas anunciadas por um dispositivo do roteador virtual para um par do Transit Gateway Connect 100
Rotas anunciadas por um par Connect em um Transit Gateway para um dispositivo do roteador virtual 1.000

*Cada conexão VPN tem dois túneis e cada túnel suporta uma taxa de transferência máxima de 1,25 Gbps. Você pode usar o roteamento ECMP (Equal-Cost Multi-Path) para obter uma largura de banda de VPN mais alta agregando vários túneis VPN em diversas conexões de VPN.

*Cada par do Transit Gateway Connect (túnel GRE) suporta uma taxa de transferência máxima de 5 Gbps. É possível criar até 4 pares Connect por associação Connect (até 20 Gbps de largura de banda total por associação Connect), contanto que a associação de transporte subjacente (VPC ou Direct Connect) suporte a largura de banda requerida. Você pode usar o roteamento ECMP (equal-cost multi-path) para obter uma largura de banda maior com escalamento horizontal em vários pares Connect da mesma associação Connect ou em várias associações Connect no mesmo gateway de trânsito. O gateway de trânsito não pode usar o ECMP entre os emparelhamentos BGP do mesmo par Connect.

Segurança e conformidade

P: Quais programas de conformidade são cumpridos pelo AWS Transit Gateway?

R: O AWS Transit Gateway herda a conformidade do Amazon Virtual Private Cloud (Amazon VPC) e cumpre os padrões PCI DSS Level 1, ISO 9001, ISO 27001, ISO 27017, ISO 27018, SOC 1, SOC 2, SOC 3, FedRAMP Moderate, FedRAMP High e qualificação pela HIPAA.

Para obter mais informações, acesse a nossa página de conformidade.

Interoperabilidade de recursos

P: O AWS Transit Gateway oferece suporte ao IPv6?

R: Sim. O AWS Transit Gateway oferece suporte à associação de Amazon VPCs com CIDRs de IPv6.

P: Quais recursos da Amazon VPC não têm suporte na primeira versão?

R: No lançamento, não há suporte a referências de grupos de segurança na Amazon VPC. Amazon VPCs spoke não podem fazer referência a grupos de segurança em outros spokes conectados ao mesmo AWS Transit Gateway.

P: Posso associar um AWS Transit Gateway a um gateway do Direct Connect em uma conta diferente?

R: Sim. Você pode associar o AWS Transit Gateway com um gateway do AWS Direct Connect de uma conta da AWS diferente. Somente o proprietário do AWS Transit Gateway pode criar uma associação a um gateway do Direct Connect. Você não pode usar o Resource Access Manager para associar um AWS Transit Gateway a um gateway do Direct Connect. Para obter mais informações, consulte a seção de suporte do AWS Transit Gateway nas perguntas frequentes sobre o Direct Connect.

P: Quero associar um Transit Gateway a um gateway do Direct Connect. Posso usar o mesmo Autonomous System Number (ASN – Número de sistema autônomo) para o gateway do Direct Connect e o Transit Gateway?

R: Não. Você não pode usar o mesmo ASN para o Transit Gateway e o Direct Connect Gateway.

P: Quais tipos de anexo posso usar para rotear o tráfego multicast?

R: Você pode rotear o tráfego multicast nos anexos de VPC e entre eles para um Transit Gateway. O roteamento multicast não é suportado no AWS Direct Connect, no AWS Site-to-Site VPN e nas associações de emparelhamento.

P: O AWS Transit Gateway Connect suporta o IPv6?

R: Sim, o AWS Transit Gateway Connect suporta o IPv6. Você pode configurar o túnel GRE e os endereços Border Gateway Protocol (BGP) com os endereços IPv6.

P: Posso usar famílias de endereços diferentes para o túnel GRE e os endereços BGP?

R: Sim, é possível configurar o túnel GRE e os endereços BGP como sendo de famílias de endereços iguais ou diferentes. Por exemplo, você pode configurar o túnel GRE com um intervalo de endereços do IPv4 e os endereços BGP com um intervalo de endereços do IPv6, e vice-versa.

P: O AWS Transit Gateway suporta o IGMP para multicast?

R: Sim, o AWS Transit Gateway suporta o IGMPv2 (Internet Group Management Protocol versão 2) para o tráfego multicast.

P: Posso ter membros IGMP e estáticos no mesmo domínio multicast?

R: Sim, é possível ter membros IGMP e estáticos no mesmo domínio multicast. Os membros com capacidade de IGMP podem entrar ou sair dinamicamente de um grupo multicast enviando mensagens IGMPv2. Você pode adicionar ou remover membros estáticos a um grupo multicast usando o console, a CLI ou o SDK.

P: Posso compartilhar um Transit Gateway para o multicast?

R: Sim, você pode usar o RAM (Resource Access Manager) da AWS para compartilhar um domínio multicast do gateway de trânsito para as associações de sub-rede VPC entre contas ou em sua empresa no AWS Organizations.

 

Gerenciador de rede

Q: O que é Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway?

R: Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway é um recurso do AWS Transit Gateway. Ele centraliza o gerenciamento e o monitoramento dos recursos de rede e das conexões para os locais de ramificação remotos.

P: Como configuro o Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway?

R: Use as seguintes etapas para configurar e gerenciar o gerenciador de rede do Transit Gateway:

  • Crie uma nova “rede global”, inicialmente um objeto vazio.
  • Registre seus AWS Transit Gateways em qualquer região da AWS.
  • Adicione recursos on-premises/cloud: insira informações sobre seus dispositivos on-premises/cloud, sites, links locais, conexões, pares Connect e conexões de Site-to-Site VPN às quais eles estão associados.
  • Monitore sua rede global: por meio de visualizações, eventos e métricas do Gerenciador de rede.

Q: Quais parceiros da AWS suportam o Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway?

R: O Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway é suportado por vários parceiros principais da SD-WAN. Acesse nossa página Parceiros para ter mais informações. A integração do Gerenciador de rede em suas soluções SD-WAN permite automatizar a conectividade entre a cloud e a ramificação, e fornece monitoramento completo da rede global a partir de um único painel.

P: O que é rede global?

R: “Rede Global” é um objeto no serviço do Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway que representa sua rede global privada na AWS. Inclui os hubs do AWS Transit Gateway, associações, dispositivos virtuais da rede SD-WAN do parceiro da AWS, dispositivos on-premises, sites, links e conexões.

P: Quais recursos são incluídos automaticamente na rede global quando eu registro um AWS Transit Gateway?

R: Para os AWS Transit Gateways registrados, todas as associações são incluídas automaticamente. As associações incluem VPCs, VPNs, gateways do Direct Connect, AWS Transit Gateway Connect e o emparelhamento do AWS Transit Gateway.

 

topology

P: Como posso visualizar os recursos e as conexões na minha rede global?

R: O painel do Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway mostra seus AWS Transit Gateways em todas as regiões da AWS e on-premises. Ele oferece visões lógica e geográfica dos recursos e conexões da sua rede, além do status da conexão.

gorgraphic

P: Como o Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway me ajuda a monitorar minha rede global?

R: O painel do Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway também mostra esses eventos e métricas, como entrada/saída de bytes, entrada/saída de pacotes e pacotes descartados. O status da conexão é incorporado à topologia e às visualizações geográficas da sua rede global. O Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway também oferece eventos e métricas de rede em tempo real para sua rede global por meio do AWS CloudWatch. Esses eventos, métricas e visualizações ajudam a monitorar sua rede e tomar ações conforme necessário.

dashboard overview

P: Quais métricas estão disponíveis no Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway?

R: No painel do gerenciador de rede, é possível visualizar as métricas de disponibilidade e performance do Transit Gateway, como entrada/saída de bytes, entrada/saída de pacotes e pacotes descartados. As métricas para cima/baixo do AWS Site-to-Site VPN também estão disponíveis para visualização dos seus dispositivos e links on-premises.

P: Quais eventos de rede estão disponíveis no Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway?

R: O Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway oferece notificações de eventos integradas para as alterações na topologia da rede, atualizações do roteamento e do status da conexão. Esses eventos são entregues através do CloudWatch Events.

P: Como os parceiros da AWS oferecem suporte ao Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway?

R: Os provedores de SD-WAN oferecem integração com o Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway. A integração do Gerenciador de rede em suas soluções SD-WAN permite automatizar a conectividade entre a cloud e a ramificação, e fornece monitoramento completo da rede global a partir de um único painel: o painel do Gerenciador de rede.

P: Como conecto automaticamente usando um dispositivo SD-WAN de parceiro?

R: Sua solução SD-WAN do parceiro usa as APIs (interfaces de programação de aplicativos) da AWS em seu nome para registrar automaticamente o dispositivo da ramificação, criar uma conexão VPN e aplicar as configurações da VPN ao dispositivo da ramificação para estabelecer a conexão.

P: O que é Route Analyzer?

R: Route Analyzer é um recurso do Gerenciador de rede do AWS Transit Gateway. Ele ajuda a verificar as configurações de roteamento dos Transit Gateways em toda sua rede global.

P: O Route Analyzer envia pacotes de dados para analisar a rota?

R: Não, o Route Analyzer não envia pacotes de dados, mas verifica a configuração da tabela de roteamento do Transit Gateway associada entre a origem e o destino dados.

P: Posso usar o Route Analyzer nos Transit Gateways existentes?

R: Sim, você poderá se o Transit Gateway estiver registrado em sua rede global. Se você tiver diversos Transit Gateways no caminho para o destino, todos eles precisarão ser registrados na rede global.

P: Posso usar o Route Analyzer para analisar as rotas nas tabelas de roteamento da VPC?

R: Não, o Route Analyzer só verifica as tabelas de roteamento do Transit Gateway. As tabelas de roteamento da VPC e os dispositivos de gateway do cliente não fazem parte da análise.

P: Posso usar o Route Analyzer para analisar as regras dos grupos de segurança e as regras de ACL da rede na VPC?

R: Não, o Route Analyzer só verifica as tabelas de roteamento do Transit Gateway. As regras dos grupos de segurança e de ACL da rede não fazem parte da análise.

P: Tenho um dispositivo middlebox associado ao meu Transit Gateway; esse recurso funcionará com esse tipo de arquitetura de rede?

R: Sim, você pode usar esse recurso com uma arquitetura de dispositivo middlebox configurada em seu Transit Gateway. Quando você executar a análise, o Route Analyzer pedirá para confirmar se existe um dispositivo middlebox entre a origem e o destino.

Saiba mais sobre a definição de preço
Saiba mais sobre a definição de preço

Definição de preço simples com base na quantidade de dados.

Saiba mais 
Cadastre-se para obter uma conta gratuita
Cadastre-se para obter uma conta gratuita

Obtenha acesso instantâneo ao nível gratuito da AWS. 

Cadastre-se 
Comece a criar no console
Comece a criar no console

Comece a criar com o AWS Transit Gateway no Console AWS.

Faça login