Gerais

P: O que é o Amazon Lightsail?

O Amazon Lightsail é a forma mais fácil de começar a usar a AWS para desenvolvedores, pequenas empresas, estudantes e outros usuários que precisam de uma solução simples de servidor privado virtual (VPS). O Lightsail oferece aos desenvolvedores recursos e capacidade de computação, armazenamento e rede para implantar e gerenciar sites e aplicativos web na nuvem. O Lightsail inclui tudo de que você precisa para iniciar rapidamente o seu projeto: uma máquina virtual, armazenamento baseado em SSD, transferência de dados, gerenciamento de DNS e um IP estático. Tudo isso por um preço baixo e previsível.

P: O que posso fazer com o Lightsail?

Você pode obter planos de servidor privado virtual pré-configurado que incluem tudo o que é necessário para implantar e gerenciar facilmente um aplicativo. O Lightsail é adequado a projetos que precisam de alguns servidores privados virtuais e a usuários que preferem uma interface de gerenciamento simples. Entre os casos de uso comuns do Lightsail, estão execução de sites, aplicativos web, blogs, sites de comércio eletrônico e software simples.

P: O que é um plano do Lightsail?

Um plano do Lightsail (também conhecido como pacote) inclui um servidor virtual com uma quantidade fixa de memória (RAM) e computação (vCPUs), armazenamento baseado em SSD (discos) e uma franquia gratuita de transferência de dados. Os planos do Lightsail também oferecem endereços IP estáticos (5 por conta) e gerenciamento de DNS (3 zonas de domínio por conta). Esses planos são cobrados por hora e sob demanda. Portanto, o plano somente é cobrado quando está sendo usado.

P: O que é uma instância do Lightsail?

Uma instância do Lightsail é um servidor privado virtual (VPS) que reside na Nuvem AWS. Use instâncias Lightsail para armazenar dados, executar código e criar aplicativos ou sites baseados na web. Suas instâncias podem se conectar entre si e a outros recursos da AWS por meio de redes públicas (Internet) e privadas (VPC). Você pode criar, gerenciar e conectar instâncias com facilidade diretamente no console do Lightsail.

P: Qual software posso executar em uma instância?

O Lightsail oferece diversos modelos de sistemas operacionais e aplicativos, instalados automaticamente na criação de uma nova instância do Lightsail. Os modelos de aplicativos incluem WordPress, Drupal, Joomla!, Magento, Redmine, LAMP, Nginx (LEMP), MEAN e Node.js, entre outros.

Você pode instalar software adicional nas instâncias usando o SSH do navegador ou o seu próprio cliente SSH.

P: Como criar uma instância do Lightsail?

Após fazer login no Lightsail, você poderá usar o console, a interface da linha de comando (CLI) ou a API do Lightsail para criar e gerenciar instâncias.

No primeiro login no console, escolha Create Instance. A página de criação de instância é onde você pode escolher o software, local e nome para a instância. Após escolher Create, a nova instância será gerada automaticamente em alguns minutos.

P: O Lightsail oferece uma API?

Sim. Tudo o que é feito no console do Lightsail usa uma API disponível publicamente. Saiba como instalar e usar a CLI e a API do Lightsail.

P: Como faço para me cadastrar para o Lightsail?

Para começar a usar o Lightsail, escolha Comece a usar e faça login. Você usa a sua conta da Amazon Web Services para acessar o Lightsail. Se você ainda não tiver essa conta, será solicitado a criar uma.

Recursos do Lightsail

P: Como as instâncias do Lightsail são executadas?

A AWS projetou as instâncias do Lightsail especificamente para servidores web, ambientes de desenvolvimento e casos de uso de banco de dados de pequeno porte. Essas cargas de trabalho não usam toda a CPU de forma frequente ou uniforme, mas precisam ocasionalmente de um pico de desempenho. O Lightsail usa instâncias de desempenho intermitente que oferecem um nível básico de desempenho de CPU com capacidade de intermitência acima da linha de base. Este design permite que você tenha o desempenho de que precisa, quando precisa, e a proteção da variação de desempenho ou outros efeitos colaterais comuns que geralmente podem ocorrer quando há excesso de assinaturas em outros ambientes.

Se você precisa de ambientes e instâncias altamente configuráveis, com alto desempenho uniforme de CPU para aplicativos como codificação de vídeo ou HPC, recomendamos o Amazon EC2.

P: Como faço para estabelecer uma conexão a uma instância do Lightsail?

O Lightsail oferece conexão segura ao terminal de uma instância diretamente do navegador com apenas um clique. Além disso, oferece suporte ao acesso via SSH para instâncias baseadas em Linux/Unix e ao acesso via RDP para instâncias baseadas em Windows. Para usar conexões de 1 clique, inicie suas telas de gerenciamento de instâncias, clique em Conectar usando SSH ou Conectar-se usando RDP, e uma nova janela do navegador será aberta, conectando-se automaticamente à sua instância.

Se você preferir usar seu próprio cliente para estabelecer uma conexão à instância baseada em Linux/Unix, o Lightsail fará o trabalho de gerenciamento e armazenamento da chave de SSH para você, fornecendo uma chave segura para ser usada no cliente SSH.

P: Como uso IPs no Lightsail?

Cada instância do Lightsail obtém automaticamente um endereço IP privado e um endereço IP público, que pode ser acessado da Internet. Você pode usar o IP privado para enviar gratuitamente dados a outras instâncias Lightsail e recursos da AWS de forma privada. Também é possível usar o IP privado como IP estático para substituir o IP público de uma instância do Lightsail.

P: O que é um IP estático?

Um IP estático é um IP público fixo e dedicado à sua conta do Lightsail. Você pode atribuir um IP estático a uma instância, substituindo seu IP público. Se você decidir substituir a instância por outra, poderá reatribuir o IP estático para a nova instância. Dessa forma, não será necessário reconfigurar nenhum sistema externo (como registro de DNS) para apontar para um novo IP sempre que a instância for substituída.

P: O que são registros de DNS?

O DNS é um serviço distribuído globalmente que converte nomes legíveis por humanos, como www.exemplo.com, em endereços IP numéricos, como 192.0.2.1, usados pelos computadores para conexões entre si. Com o Lightsail, você pode mapear facilmente nomes de domínio registrados, como fotos.exemplo.com, para os IPs públicos de instâncias Lightsail. Assim, quando os usuários digitarem em um navegador nomes legíveis por humanos, como exemplo.com, o Lightsail converterá automaticamente o endereço no IP da instância para a qual você quer direcionar os usuários. Cada uma dessas conversões é denominada como consulta de DNS.

É importante saber que, para usar um domínio no Lightsail, é preciso antes registrá-lo. Você pode registrar novos domínios usando o Amazon Route 53 ou o seu registro de DNS preferido.

P: Posso gerenciar as configurações de firewall para minha instância?

Sim. É possível controlar o tráfego de dados para as instâncias usando o firewall do Lightsail. No console do Lightsail, você pode definir regras sobre as portas da instância que podem ser acessadas publicamente para os diferentes tipos de tráfego.

P: Como faço backup de instâncias?

Se você quiser fazer backup dos dados, poderá usar o console ou a API do Lightsail para obter um snapshot da instância. Em caso de falha ou erro de implantação de código, você poderá usar o snapshot da instância para criar uma instância totalmente nova. Recomendamos interromper temporariamente a instância para obter o snapshot. Dessa forma, você garante que os dados estejam completos e sem qualquer tipo de corrupção.

P: Qual é a diferença entre interromper e excluir instâncias?

Quando você interrompe a instância, ela é desligada em seu estado atual e estará disponível para ser iniciada novamente a qualquer momento. A interrupção da instância libera o IP público dela, portanto, é recomendável usar IPs estáticos para instâncias que devem reter o mesmo IP após a interrupção.

Ao excluir a instância, você estará executando uma ação destrutiva. A menos que você tenha obtido um snapshot da instância, todos os dados dela serão perdidos e não poderão ser recuperados novamente. Os endereços IPs públicos e privados da instância também serão liberados. Se você estava usando um IP estático nessa instância, ele será desconectado, mas permanecerá na sua conta.

P: Como atualizo meu plano?

Sim. Você pode obter um snapshot da instância e usar a API para iniciar uma nova instância com tamanho maior. É possível iniciar novas instâncias de um snapshot usando o console ou a CLI do Lightsail. Veja as instruções de uso da CLI aqui.

P: Como conecto instâncias do Lightsail a outros recursos da minha conta da AWS?

Você pode conectar instâncias do Lightsail a recursos de VPCs em sua conta da AWS de forma privada usando o emparelhamento de VPCs. Basta escolher Enable VPC peering na página da sua conta do Lightsail. O Lightsail fará todo o trabalho por você. Após a habilitação do emparelhamento de VPCs, será possível endereçar outros recursos da AWS na VPC padrão da AWS usando seus IPs privados. Encontre as instruções aqui.

Você precisa ter uma VPC padrão configurada na sua conta da AWS para que o emparelhamento de VPCs com o Lightsail funcione. As contas da AWS criadas antes de dezembro de 2013 não têm uma VPC padrão. Para essas contas, será necessário configurar a VPC padrão. Saiba mais sobre a configuração da VPC padrão aqui.

P: Em que região o Lightsail está disponível?

No momento, o Lightsail está disponível em todas as zonas de disponibilidade das seguintes regiões da AWS:

Leste dos EUA (Norte da Virgínia)
Leste dos EUA (Ohio)
Oeste dos EUA (Oregon)
Canadá (Central)
Europa (Frankfurt)
Europa (Irlanda)
Europa (Londres)
Europa (Paris)
Ásia-Pacífico (Mumbai)
Ásia-Pacífico (Cingapura)
Ásia-Pacífico (Sydney)
Ásia-Pacífico (Tóquio)
Ásia-Pacífico (Seul)

P: O que são as zonas de disponibilidade?

As zonas de disponibilidade são coleções de datacenters operados em infraestrutura fisicamente distinta e independente, projetadas para oferecer alta confiabilidade. Os pontos comuns de falhas, como geradores e equipamentos de refrigeração, não são compartilhados entre as zonas de disponibilidade. Além disso, as zonas de disponibilidade são fisicamente separadas, de tal modo que até mesmo desastres extremamente incomuns, como incêndios, tornados ou enchentes, afetem somente uma única zona de disponibilidade.

P: Quais são os limites de serviço do Lightsail?

No momento, você pode criar em uma conta do Lightsail até 20 instâncias do Lightsail, cinco IPs estáticos, três zonas DNS, 20 TB de armazenamento anexado em blocos e cinco load balancers. Você também pode gerar até 20 certificados durante cada ano civil. Se você precisar aumentar os limites da sua conta para instâncias, IPs estáticos, armazenamento em bloco ou certificados, abra um caso no atendimento ao cliente. No momento, não aceitamentos o aumento de limites para zonas DNS nem para load balancers.

P: Como posso obter mais ajuda?

Estamos ao seu lado. O Quick Assist no Lightsail oferece dicas úteis e imediatas sobre as ações do console. No console do Lightsail, você também pode acessar uma biblioteca de guias de conceitos básicos, visões gerais e tópicos detalhados. E se você quiser usar a API ou a CLI, o Lightsail tem uma referência de APIs completa para todas as linguagens de programação permitidas. Também é possível usar os recursos de suporte do Lightsail:

Além disso, o AWS Support oferece uma linha de planos pagos para atender às suas necessidades individuais.

P: Quais sistemas operacionais eu posso usar com o Amazon Lightsail?

No momento, o Lightsail oferece suporte a 6 distribuições do Linux ou semelhantes ao Unix – Amazon Linux, Debian, FreeBSD, OpenSUSE e Ubuntu – e a 2 versões do Windows Server – 2012 R2 e 2016.

P: O que são tags?

Uma tag é um rótulo atribuído a um recurso do Lightsail. Cada tag consiste em uma chave e um valor, ambos definidos por você. O valor da tag é opcional, então você pode escolher criar tags “key-only” (somente chave) para recursos de filtragem no console Lightsail.

P: O que posso fazer com tags no Lightsail?

Tags têm vários casos de uso – elas permitem agrupar e filtrar recursos no console Lightsail e nas APIs, rastrear e organizar custos na sua fatura e regular quem pode visualizar ou modificar os recursos pelas regras de gerenciamento de acesso. Ao usar a marcação com tags nos recursos você pode:

  • Organizar – use o console Lightsail e os filtros de API para visualizar e gerenciar recursos baseado nas tags atribuídas a eles. Isso é útil quando há muitos recursos do mesmo tipo: você pode identificar rapidamente um recurso específico com base nas tags que atribuiu a ele.
  • Alocar custos – rastreie e aloque custos em diferentes projetos e usuários aplicando marcações nos recursos e criando “cost allocation tags” (tags de alocação de custo) no console de faturamento. Para instâncias, você pode dividir a fatura e compreender os custos por projeto e por cliente.
  • Gerenciar acesso – - controle como os usuários com acesso a sua conta da AWS podem editar, criar e excluir recursos do Lightsail usando as políticas do AWS Identity and Access Management. Isso permite colaborar mais facilmente com outros sem precisar fornecer a eles acesso total aos recursos do Lightsail.

Saiba mais sobre como usar tags no Lightsail >>

P: Quais recursos podem ser marcados?

Atualmente, o Lightsail tem suporte para marcação com tags para os seguintes recursos:

  • Instâncias (Linux e Windows)
  • Discos de armazenamento em bloco
  • Load balancers
  • Bancos de dados
  • Zonas de DNS
  • Snapshots de instância, disco e banco de dados

Snapshots também têm suporte para tags, mas recebem automaticamente as mesmas tags que o recurso de origem. Você pode editar essas tags ao usar um snapshot para criar uma nova instância, disco ou banco de dados.

P: Como posso aplicar tags aos meus snapshots do Lightsail?

O console Lightsail automaticamente aplica marcações nos snapshots com as mesmas tags do recurso pai. Se você usa a API do Lightsail para criar um snapshot, é possível escolher as tags para o snapshot.

Importante: As tags de snapshots de banco de dados atualmente não estão inclusas nos relatórios de faturamento (tags de alocação de custos).

P: Qual é a diferença entre tags de chave/valor e tags somente de chaves?

As tags do Lightsail são pares de chave/valor, permitindo a organização de recursos como instâncias em diferentes categorias, por exemplo, project:Blog, project:Game, project:Test. Isso permite controle total em todos os casos de uso como organização de recursos, relatórios de fatura e gerenciamento de acesso. O console Lightsail permite a marcação com tags de recursos com tags somente de chaves para filtragem rápida no console.

Gerenciamento de contas e faturamento

P: Quanto custam os planos do Lightsail?

Os planos do Lightsail são cobrados usando uma taxa sob demanda por hora. Portanto, você paga apenas pelo que usa. Para cada plano do Lightsail usado, cobramos o preço horário fixo, até o custo mensal máximo do plano. A taxa do plano menos cara do Lightsail começa em 0,0047 USD/hora (3,50 USD/mês). Planos do Lightsail que incluem uma licença do Windows Server começam em 0,01075 USD/hora (8 USD/mês).

P: Quando sou cobrado por um plano?

As instâncias do Lightsail são cobradas somente quando estão nos estados de execução ou interrupção. Se você excluir uma instância Lightsail antes do fim do mês, cobraremos apenas um custo pro rata baseado no número total de horas de uso da instância Lightsail. Por exemplo, se você usar o plano mais barato do Lightsail por 100 horas em um mês, cobraremos 47 centavos (100*0,0047).

P: Quanto custam os IPs estáticos do Lightsail?

Os IPs estáticos são gratuitos no Lightsail, desde que sejam usados. Você não paga por um IP estático anexado a uma instância. Os IPs públicos são um recurso escasso e o Lightsail quer ajudar a usá-los de forma eficiente. Portanto, cobramos uma taxa reduzida de 0,005 USD/hora para IPs estáticos não anexados a uma instância por mais de 1 hora.

P: Quanto custa a transferência de dados?

O seu plano inclui uma franquia gratuita de transferência de dados. Tanto a transferência de dados de entrada quanto a de saída da conta estão incluídas na franquia de transferência de dados.

Se você exceder a franquia de transferência de dados, será cobrado apenas pela transferência de dados PARA FORA de uma instância Lightsail para a Internet ou para recursos da AWS por meio do endereço IP público da instância. Se a franquia for excedida, a transferência de dados PARA DENTRO de instâncias do Lightsail e a transferência de dados PARA FORA de uma instância do Lightsail usando o endereço IP privado da instância não serão cobradas.

P: Qual é a franquia do meu plano de transferência de dados?

Cada plano do Lightsail inclui uma quantidade grande de transferência de dados PARA DENTRO e PARA FORA. Por exemplo, no pacote do Lightsail mais barato, você pode enviar e receber até 1 TB de dados de/para a Internet em um mês sem custo adicional.

P: Como funciona a franquia de transferência de dados?

O consumo de qualquer tipo de transferência de dados está coberto pelo plano do Lightsail e é considerado na franquia de transferência de dados. Desde que a transferência de dados da instância não exceda a franquia do plano, você não incorrerá em nenhuma cobrança de transferência de dados. A franquia de transferência de dados é zerada a cada mês, e você pode consumi-la a qualquer momento dentro do mês. Se você excluir a instância antes do fim do mês e criar uma nova instância, a franquia de transferência de dados será compartilhada entre as duas instâncias.

P: E se eu exceder a franquia do plano de transferência de dados?

Definimos os planos de transferência de dados com franquias que atendem à grande maioria dos usuários sem cobranças adicionais. Mesmo se você exceder a franquia de transferência de dados, alguns tipos de transferência de dados serão gratuitos. A transferência de dados PARA DENTRO de instâncias Lightsail é sempre gratuita. A transferência de dados PARA FORA de uma instância do Lightsail para outra instância do Lightsail ou recurso da AWS na mesma região é gratuita, desde que use endereços IP privados.

P: Quais tipos de transferência de dados são cobrados?

Se você exceder a franquia mensal de transferência de dados do plano, será cobrado pela transferência de dados PARA FORA de uma instância do Lightsail para a Internet, para outra região da AWS, ou para recursos da AWS na mesma região por meio de endereços IP públicos. A cobrança desses tipos de transferência de dados acima da franquia gratuita é feita da seguinte forma:

  • Leste dos EUA (Norte da Virgínia): 0,09 USD/GB
  • Leste dos EUA (Ohio): 0,09 USD/GB
  • Oeste dos EUA (Oregon): 0,09 USD/GB
  • Canadá (Central): 0,09 USD/GB
  • Europa (Frankfurt): 0,09 USD/GB
  • Europa (Irlanda): 0,09 USD/GB
  • Europa (Londres): 0,09 USD/GB
  • Europa (Paris): 0,09 USD/GB
  • Ásia-Pacífico (Mumbai): 0,13 USD/GB
  • Ásia-Pacífico (Cingapura): 0,12 USD/GB
  • Ásia-Pacífico (Sydney): 0,17 USD/GB
  • Ásia-Pacífico (Tóquio): 0,14 USD/GB
  • Ásia-Pacífico (Seul): 0,13 USD/GB

Instâncias criadas em zonas de disponibilidade diferentes podem comunicar-se entre zonas de forma privada e gratuita, além de ser muito menos provável que sejam afetadas simultaneamente. As zonas de disponibilidade permitem criar aplicativos e sites altamente disponíveis sem aumentar o custo da transferência de dados nem comprometer a segurança do aplicativo.

P: Qual é a variação das franquias dos planos de transferência de dados por região?

Todas as regiões da AWS têm as mesmas franquias de planos de transferência de dados, como especificado em amazonlightsail.com e amazonlightsail.com/pricing, exceto pelas regiões Ásia-Pacífico (Mumbai) e Ásia-Pacífico (Sydney). Nessas duas regiões da AWS, a franquia do plano de transferência de dados é a seguinte:

  • Plano de 512 MB: 500 GB
  • Plano de 1 GB: 1 TB
  • Plano de 2 GB: 1,5 TB
  • Plano de 4 GB: 2 TB
  • Plano de 8 GB: 2,5 TB
  • Plano de 16 GB: 3 TB
  • Plano de 32 GB: 3,5 TB

P: Como minha permissão para transferência de dados funciona com meus load balancers?

O load balancer não consome sua franquia de transferência de dados. O tráfego entre o load balancer e as instâncias de destino é medido e incluso no cálculo total da permissão para transferência de dados de instâncias, da mesma maneira que o tráfego de entrada e saída da internet também é incluso no cálculo total da permissão para transferência de dados das instâncias do Lightsail que não se encontram atrás de um load balancer. O tráfego de entrada e saída do load balancer para a internet não é incluso no cálculo total da permissão para transferência de dados de instâncias.

P: Qual é o custo do gerenciamento de DNS do Lightsail?

O gerenciamento de DNS é gratuito no Lightsail. Você pode criar até 3 zonas de DNS e um número ilimitado de registros para cada zona de DNS. Você também pode obter uma franquia mensal de 3 milhões de consultas ao DNS por mês para as zonas. As consultas acima do limite de 3 milhões de consultas por mês serão cobradas a 0,40 USD/milhão de consultas de DNS.

P: Quanto custam os snapshots do Lightsail?

Os snapshots de instâncias e de disco do Lightsail custam 0,05 USD/GB-mês. Isso significa que se você obtiver um snapshot de uma instância com SSD de 30 GB e mantiver esse snapshot por um mês, pagará 1,50 USD no fim do mês.

Quando vários snapshots são obtidos da mesma instância, o Lightsail otimiza automaticamente o custo desses snapshots. Para cada novo snapshot, somente a parte da instância que sofreu alterações será cobrada. No exemplo acima, se apenas 2 GB da instância foram alterados, o segundo snapshot da instância custará somente 0,10 USD por mês.

P: Quanto custa o armazenamento de blocos do Lightsail?

O armazenamento em blocos do Lightsail custa 0,10 USD por GB por mês.

P: Quanto custam os load balancers do Lightsail?

Os load balancers do Lightsail custam 18 USD ao mês.

P: Quanto custa o gerenciamento de certificados?

Os certificados e o gerenciamento de certificados do Lightsail são gratuitos com o uso de um load balancer do Lightsail.

P: Posso testar gratuitamente o Lightsail?

Sim. Se você for um cliente existente ou novo da AWS, receberá 750 horas de uso gratuito do plano de 512 MB do Lightsail. Você pode testar os planos do Lightsail que incluem uma licença para Windows Server gratuitamente usando o mesmo tamanho de plano.

Você pode usar essas 750 horas em quantas instâncias quiser. Por exemplo, é possível executar uma única instância Lightsail por um mês completo, ou 10 instâncias Lightsail por 75 horas. A oferta de teste gratuito se aplica apenas ao uso no primeiro mês de calendário após o cadastramento para usar o Lightsail.

P: Como posso gerenciar minha conta da AWS?

O Lightsail é um serviço da AWS executado na infraestrutura de nuvem confiável e comprovada da AWS. Use a mesma conta e credenciais da AWS para fazer login no Lightsail e no Console de Gerenciamento da AWS.

Você pode gerenciar sua conta da AWS, incluindo alteração de senha, nome do usuário, informações de contato e de faturamento, no console de gerenciamento de faturamento e custos da AWS.

P: Quais são os termos de uso legais do Lightsail?

O Lightsail é um serviço web da Amazon. Portanto, antes de usá-lo, é necessário concordar com o Contrato do Cliente e os Termos de Serviço. Ao criar instâncias do Lightsail, você também concorda que o seu uso do software também está sujeito ao contrato de licença de usuário final do vendedor, disponível para consulta na página de criação da instância.

P: Como posso pagar a minha fatura do Lightsail?

Você pode pagar e gerenciar a sua fatura por meio do console de gerenciamento de faturamento e custos da AWS. A AWS aceita a maioria dos principais cartões de crédito. Saiba mais sobre o gerenciamento de métodos de pagamento.

Armazenamento em blocos do Lightsail

P: O que posso fazer com o armazenamento de blocos do Lightsail?

O armazenamento em blocos do Lightsail disponibiliza volumes de armazenamento adicionais (denominados "discos anexados" no Lightsail) que podem ser anexados a uma instância do Lightsail, de forma semelhante a um disco rígido individual. Os discos anexados são úteis para aplicativos ou software que precisam separar dados específicos de seus serviços essenciais e proteger dados de aplicativos em caso de falha ou outro problema com a instância e o disco do sistema. Os discos anexados oferecem a performance consistente e a baixa latência necessárias para aplicativos ou software que acessam frequentemente dados armazenados.

O armazenamento em blocos do Lightsail usa Solid-state drives (SSD – Unidades de estado sólido). Esse tipo de armazenamento em bloco equilibra preço baixo e bom desempenho para oferecer suporte à grande maioria de cargas de trabalho executadas no Lightsail. Para clientes com aplicativos que exigem desempenho de IOPS sustentado e alta taxa de transferência por disco, ou que executam bancos de dados de grande porte como MongoDB, Cassandra, etc., recomendamos o uso do EC2 com armazenamento em SSD GP2 ou IOPS provisionadas em vez do Lightsail.

P: Qual o tamanho máximo de um disco anexado?

Cada disco anexado pode ter até 16 TB.

P: Quantos discos posso anexar por instância do Lightsail?

Você pode anexar até 15 discos por instância do Lightsail.

P: Posso anexar um disco a mais de uma instância?

Não. Os discos somente podem ser anexados a uma instância por vez.

P: O disco precisa estar anexado a uma instância?

Não. Você pode optar por não anexar o disco a uma instância. O disco permanecerá na conta, no estado desanexado. Não há diferença de preço para discos não anexados a uma instância.

P: Posso aumentar o tamanho do disco anexado?

Sim. Você pode aumentar o tamanho de um disco obtendo um snapshot do disco e criando um disco novo e maior com base nesse snapshot.

P: O armazenamento em blocos do Lightsail oferece criptografia?

Sim. Como padrão, para ajudar a manter a segurança dos dados, todos os discos anexados e snapshots de disco do Lightsail são criptografados quando ociosos usando chaves gerenciadas pelo Lightsail em seu nome. Além disso, o Lightsail oferece criptografia de dados em trânsito entre instâncias do Lightsail e discos anexados.

P: Qual disponibilidade posso esperar do armazenamento em blocos do Lightsail?

O armazenamento em blocos do Lightsail foi projetado para ser altamente disponível e confiável. Cada disco anexado é replicado automaticamente em sua zona de disponibilidade para proteger você contra falhas de componentes. Embora o Lightsail não garanta SLAs, os discos do armazenamento em blocos do Lightsail foram projetados para oferecer disponibilidade de 99,99%, além de uma taxa anual de falhas inferior a 0,2%. O Lightsail também oferece suporte a snapshots de disco para possibilitar backups regulares dos dados.

P: Como faço backup do disco anexado?

O backup do disco pode ser feito obtendo um snapshot de disco. Além disso, é possível fazer o backup completo da instância e de todos os discos anexados obtendo um snapshot da instância.

P: Quais as diferenças entre discos anexados e o armazenamento incluído em um plano do Lightsail?

O disco do sistema incluído em um plano do Lightsail é o dispositivo raiz da instância. Se você encerrar a instância, o disco do sistema também será excluído. Se ocorrer falha na instância, o disco do sistema também será afetado. Também não é possível separar o disco do sistema ou fazer o backup dele separadamente da instância. Os dados armazenados em um disco conectado são mantidos independentemente da instância. Os discos anexados podem ser desanexados e movidos entre instâncias. Além disso, permitem executar backup independentemente da instância usando snapshot de disco. Para proteger os dados, recomendamos que você use o disco do sistema da instância do Lightsail apenas para dados temporários. Para dados que exigem um nível mais alto de resiliência, recomendamos o uso de discos anexados e o backup regular desses discos usando snapshots de disco ou instância.

Load balancer do Lightsail

P: O que posso fazer com load balancers do Lightsail?

Os load balancers do Lightsail permitem que você crie sites e aplicativos altamente disponíveis. Ao distribuir o tráfego nas instâncias em zonas de disponibilidade diferentes e direcionar o tráfego apenas para instâncias de destino sem problemas de integridade, os load balancers do Lightsail reduzem o risco de falhas do seu aplicativo causadas por algum defeito na instância ou devido a uma interrupção do datacenter. Com os load balancers do Lightsail e várias instâncias de destino, sites e aplicativos também podem acomodar aumentos no tráfego da web e manter um bom desempenho para os visitantes durante os períodos de pico na carga.

Além disso, você pode usar os load balancers do Lightsail para criar aplicativos seguros e aceitar o tráfego HTTPS. O Lightsail elimina a complexidade da solicitação, do provisionamento e da manutenção de certificados SSL/TLS. O gerenciamento incorporado de certificados solicita e renova certificados para você e os adiciona automaticamente ao seu load balancer.

P: Posso usar load balancers com instâncias executadas em zonas de disponibilidade ou regiões da AWS diferentes?

Não é possível usar load balancers com instâncias em diferentes regiões da AWS. No entanto, é possível usar instâncias de destino em diferentes zonas de disponibilidade com o load balancer. Na verdade, recomendamos que você distribua suas instâncias de destino entre zonas de disponibilidade para maximizar a disponibilidade de aplicativos.

P: Como o load balancer do Lightsail lida com picos de tráfego?

Os load balancers do Lightsail escalam automaticamente para processar picos de tráfego para o aplicativo sem necessidade de ajustes manuais. Se o aplicativo experimentar um pico temporário de tráfego, o load balancer do Lightsail escalará automaticamente e continuará a direcionar tráfego às instâncias do Lightsail com eficiência. Embora o load balancer do Lightsail seja projetado para lidar facilmente com picos de tráfego, os aplicativos que experimentam altos volumes de tráfego de forma contínua podem sofrer degradação ou limitação de desempenho. Se você espera que o aplicativo gerencie mais de 5 GB/hora de dados ou tenha um grande número de conexões (mais de 400 mil novas conexões/hora, mais de 15 mil conexões ativas simultâneas) de forma contínua, recomendamos o uso do Amazon EC2 com Application Load Balancing.

P: Como os load balancers do Lightsail direcionam o tráfego para minhas instâncias de destino?

Os load balancers do Lightsail direcionam o tráfego para suas instâncias de destino sem problemas com base em um algoritmo Round Robin.

P: Como o Lightsail sabe se minhas instâncias de destino não apresentam problemas?

Durante a criação do load balancer, será solicitado que você especifique um caminho (um arquivo comum ou o URL de uma página da web) para que o Lightsail execute o ping. Se a instância de destino puder ser acessada usando esse caminho, o Lightsail direcionará o tráfego para lá. Se uma ou mais instâncias de destino não emitirem resposta, o Lightsail não direcionará o tráfego para elas. Se for necessário, você pode atualizar o caminho de verificação de integridade nas telas de gerenciamento do load balancer.

P: Qual é a diferença entre tags de chave/valor e tags somente de chaves?

As tags do Lightsail são pares de chave/valor, permitindo a organização de recursos como instâncias em diferentes categorias, por exemplo, project:Blog, project:Game, project:Test. Isso permite controle total em todos os casos de uso como organização de recursos, relatórios de fatura e gerenciamento de acesso. O console Lightsail permite a marcação com tags de recursos com tags somente de chaves para filtragem rápida no console.

P: Posso atribuir uma instância a vários load balancers?

Sim. Se você desejar fazer isso, o Lightsail aceita a adição de instâncias como instâncias de destino para mais de um load balancer.

P: O que acontecerá com as instâncias de destino quando o load balancer for excluído?

Se você excluir o load balancer, as instâncias de destino anexadas continuarão em execução normalmente e serão exibidas no console do Lightsail como instâncias normais do Lightsail. Observe que provavelmente será necessário atualizar seus registros de DNS para direcionar o tráfego para uma das suas antigas instâncias de destino depois que você excluir o load balancer.

P: O que é persistência de sessões?

A persistência de sessões permite que o load balancer associe a sessão de um visitante a uma instância de destino específica. Isso garante que todas as solicitações do usuário durante a sessão sejam enviadas para a mesma instância de destino. O Lightsail aceita a persistência de sessões para aplicativos que exigem que os visitantes acessem as mesmas instâncias de destino para manter a uniformidade dos dados. Por exemplo, vários aplicativos que exigem a autenticação do usuário podem se beneficiar do uso da persistência da sessão. Você pode ativar a persistência de sessões para um load balancer específico por meio das telas de gerenciamento do load balancer após a criação.

P: Para quais tipos de conexões os load balancers do Lightsail oferecem suporte?

Os load balancers do Lightsail aceitam conexões HTTP e HTTPS.

Gerenciamento de certificados

P: Como posso usar os certificados provisionados pelo Lightsail?

Os certificados SSL/TLS são usados para estabelecer a identidade de sites e aplicativos, e também para proteger conexões entre navegadores e o seu site. O Lightsail disponibiliza um certificado assinado para usar com o load balancer, e o load balancer disponibiliza o encerramento de SSL/TLS antes de direcionar o tráfego verificado para instâncias de destino por meio de uma rede segura da AWS. Os certificados do Lightsail só podem ser usados com load balancers do Lightsail, não com instâncias individuais do serviço.

P: Como posso validar meu certificado?

Os certificados do Lightsail são validados pelo domínio, o que significa que é necessário disponibilizar uma comprovação da sua identidade ao validar que você é proprietário ou tem acesso ao domínio do seu site antes que o certificado possa ser provisionado pela autoridade de certificação. Ao solicitar um novo certificado, o Lightsail solicitará que você adicione um CNAME às zonas DNS do domínio ou dos domínios que você estiver validando. Você adicionará esse CNAME onde quer que esteja gerenciando no momento suas zonas DNS, seja usando o gerenciamento de DNS do Lightsail ou um provedor externo de hospedagem de DNS (ex.: Route 53, GoDaddy, Namecheap, etc.). Depois de validar seu certificado, você poderá remover o registro CNAME da zona DNS, se desejar.

P: O que acontecerá se eu não puder validar meu domínio?

É necessário que você tenha condições de validar que é proprietário de um domínio para fins de segurança. Isso significa que se você ou alguém na sua empresa não puder adicionar um registro DNS para validar o certificado por algum motivo, não será possível usar um load balancer habilitado para HTTPS com o Lightsail.

P: Quantos domínios e subdomínios posso adicionar ao meu certificado?

Você pode adicionar até dez domínios ou subdomínios por certificado. No momento, o Lightsail não aceita domínios curingas.

P: Como posso alterar os domínios associados ao meu certificado?

Para alterar (adicionar/excluir) os domínios associados a um certificado, é necessário reenviá-lo e revalidar sua propriedade dos domínios. Siga as etapas nas telas de gerenciamento de certificados para gerar novamente seu certificado e adicionar ou remover domínios quando for solicitado.

P: Como posso renovar meu certificado?

O Lightsail disponibiliza renovação gerenciada para certificados SSL/TLS. Isso significa que o Lightsail tenta renovar os certificados automaticamente antes que eles expirem, sem que você precise fazer nada. O certificado do Lightsail deve estar ativamente associado ao load balancer antes que ele possa ser renovado automaticamente.

P: O que acontecerá com o meu certificado quando eu excluir meu load balancer?

Se o seu load balancer for excluído, seu certificado também será excluído. Se for necessário usar um certificado para os mesmos domínios no futuro, você deverá solicitar e validar um novo certificado.

P: Posso fazer download do certificado disponibilizado pelo Lightsail?

Não. Os certificados do Lightsail são associados à sua conta do serviço e não podem ser removidos e usados fora dele.

Upgrade to EC2

P: O que é o Upgrade to EC2?

Upgrade to EC2 é um recurso que permite a criação de uma cópia de sua instância do Lightsail no Amazon EC2. Ao atualizar o EC2, você pode escolher entre o amplo conjunto de tipos de instâncias, configurações e modelos de definição de preço que o EC2 oferece e ter um controle ainda mais preciso sobre seu ambiente de rede, armazenamento e computação.

P: Qual seria a minha vantagem ao atualizar para o EC2?

O Lightsail oferece uma maneira fácil de executar e escalar um amplo conjunto de aplicativos baseados em nuvem, a um preço de pacote, previsível e baixo. Ele também define automaticamente as configurações do ambiente da nuvem, como redes e gerenciamento de acesso.

Atualizar para o EC2 permite a execução do seu aplicativo em um conjunto mais amplo de tipos de instâncias, variando de máquinas virtuais com mais capacidade de CPU, memória e capacidade de rede a instâncias especializadas ou aceleradas com FPGAs e GPUs. Além disso, o EC2 executa menos gerenciamento e configuração automáticos, permitindo maior controle sobre como você configura seu ambiente de nuvem, como a VPC.

P: Como funciona?

Para começar, é necessário exportar o snapshot da instância do Lightsail. Em seguida, use o assistente Upgrade to EC2 para criar uma instância no EC2.

Clientes confortáveis com o EC2 podem usar o assistente de criação do EC2 ou a API para criar uma nova instância do EC2 como fariam de uma AMI do EC2 existente. Alternativamente, o Lightsail também fornece uma experiência de console guiada para ajudá-lo a criar facilmente uma nova instância do EC2.

P: Como sou cobrado?

O uso do recurso Upgrade to EC2 é gratuito. Depois de exportar seus snapshots para o EC2, você será cobrado pela imagem do EC2 separadamente, além do snapshot do Lightsail. Todas as novas instâncias do EC2 que você iniciar também serão faturadas pelo EC2, incluindo os volumes de armazenamento do EBS e a transferência de dados. Consulte a página de definição de preço do EC2 para obter detalhes de preço para sua nova instância e os recursos. Os recursos do Lightsail que continuam a ser executados na sua conta do Lightsail continuarão sendo faturados nas taxas normais até serem excluídos.

P: Posso exportar snapshots de banco de dados gerenciado ou de disco?

O recurso de atualização permite exportar snapshots de disco do Lightsail, mas, atualmente, não oferece suporte para snapshots de bancos de dados gerenciados. Os snapshots de disco podem ser reidratados como volumes de EBS do console do EC2 ou da API.

P:Quais recursos do Lightsail eu posso atualizar?

O recurso Upgrade to EC2 do Lightsail foi projetado para oferecer suporte para a exportação de instâncias do Linux e do Windows e seu armazenamento em bloco anexado (se aplicável) ao EC2. Oferece suporte também para a exportação de discos de armazenamento em bloco não anexados ao EBS. Atualmente, não oferece suporte para a exportação de load balancer, bancos de dados, IPs estáticos ou registros de DNS.

Bancos de dados gerenciados

P: O que são bancos de dados gerenciados do Lightsail?

Os bancos de dados gerenciados do Lightsail são instâncias que são dedicadas a execução de banco de dados, ao invés de outras cargas de trabalho como servidor Web, servidor de e-mail etc. Um banco de dados do Lightsail pode conter vários bancos de dados criados pelo usuário e é possível acessá-lo usando as mesmas ferramentas e aplicativos usados com um banco de dados independente. O Lightsail mantém a segurança e a integridade da infraestrutura e do sistema operacional subjacentes do banco de dados, para que você possa executar um banco de dados sem um nível de especialização elevado em gerenciamento de infraestrutura.

Como as instâncias comuns do Lightsail, os bancos de dados do Lightsail vêm com uma quantidade fixa de memória, capacidade de computação e armazenamento baseado em SSD em seus planos que você pode escalar com o tempo. O Lightsail instalará e configurará automaticamente o banco de dados escolhido para você na criação.

P: O que eu posso fazer com os bancos de dados gerenciados do Lightsail?

Os bancos de dados gerenciados do Lightsail fornecem uma maneira fácil e de baixa manutenção para armazenar seus dados na nuvem. Você pode executar bancos de dados do Lightsail como novos bancos de dados ou migrando de um banco de dados local ou hospedado para o Lightsail.

Eles também permitem que você escale o aplicativo para aceitar grandes quantidades de tráfego e cargas mais intensivas, separando seu banco de dados em uma instância dedicada. Os bancos de dados do Lightsail são especialmente úteis para aplicativos com estado, como o WordPress e os CMSs mais comuns, que precisam que os dados sejam mantidos em sincronia quando você ultrapassa uma única instância. Os bancos de dados do Lightsail podem ser emparelhados com um load balancer do Lightsail e duas ou mais instâncias do Lightsail para criar um aplicativo poderoso e escalável. Ao usar os planos High Availability (Alta disponibilidade) do Lightsail, você também pode criar redundância no banco de dados, ajudando a garantir um maior tempo de atividade para o seu aplicativo.

P: O que o Lightsail gerencia para mim no banco de dados gerenciado?

O Lightsail gerencia uma variedade de atividades de manutenção e segurança para seu banco de dados e infraestrutura subjacente. O Lightsail faz o backup automático do banco de dados e permite a restauração pontual a partir dos últimos sete dias, usando a ferramenta de restauração do banco de dados, para ajudar na proteção contra perda de dados ou falha de componentes. O Lightsail também criptografa automaticamente seus dados em repouso e em movimento para aumentar a segurança e armazena a senha do banco de dados para conexões fáceis e seguras. No lado da manutenção, o Lightsail executa a manutenção no banco de dados durante a janela de manutenção definida. Essa manutenção inclui atualizações automáticas para a versão secundária mais recente do banco de dados e todo o gerenciamento da infraestrutura subjacente e do sistema operacional.

P: Quais planos de banco de dados gerenciados o Lightsail oferece?

O Lightsail oferece quatro tamanhos de bancos de dados nos planos Standard e High Availability. Cada plano vem com uma quantidade fixa de armazenamento e uma franquia mensal de transferência de dados. Você também pode escalar para planos maiores ao longo do tempo, conforme necessário, e alternar entre os planos Standard e High Availability. Os planos High Availability espelham os mesmos recursos dos planos Standard e, além disso, incluem um banco de dados em espera executado em zonas de disponibilidade separadas do banco de dados principal para redundância.

P: O que é um plano de High Availability?

Os bancos de dados gerenciados estão disponíveis nos planos Standard e High Availability. Os planos Standard e High Availability têm recursos de plano idênticos, incluindo memória, armazenamento e franquia de transferência de dados. Os planos High Availability adicionam redundância e durabilidade ao banco de dados, criando automaticamente o banco de dados em espera em uma zona de disponibilidade separada do banco de dados principal, replicando dados de forma síncrona no banco de dados em espera e provisionando failover para o banco de dados em espera em caso de falha da infraestrutura para garantir o tempo de atividade mesmo quando os bancos de dados estão sendo atualizados/mantidos automaticamente pelo Lightsail. Use planos High Availability para executar aplicativos de produção ou software em que o maior tempo de atividade é necessário.

P: Como faço para ampliar ou reduzir a escala do banco de dados gerenciado?

Você pode ampliar a escala do banco de dados criando um snapshot do seu banco de dados e um novo plano de banco de dados maior a partir do snapshot ou criando um novo banco de dados maior usando o recurso de restauração de emergência. Você também pode alternar dos planos Standard para High Availability e vice-versa usando qualquer um dos métodos. Não é possível reduzir a escala do banco de dados. Para saber mais, consulte Criando um banco de dados a partir de um snapshot no Amazon Lightsail.

P: Como posso fazer backup do meu banco de dados gerenciado?

O Lightsail faz backup de seus dados automaticamente e permite restaurar esses dados de um momento determinado para um novo banco de dados. O backup automático é um serviço gratuito para o banco de dados, mas salva somente os últimos 7 dias de dados. Se você excluir o banco de dados, todos os registros de backup automáticos serão excluídos e a restauração pontual não será mais possível. Para reter backups de dados após excluir o banco de dados ou reter um backup por mais de 7 dias, use os snapshots manuais.

Você pode obter snapshots manuais dos bancos de dados gerenciados do Lightsail nas páginas de gerenciamento de banco de dados. Os snapshots manuais contêm todos os dados do banco de dados e podem ser usados como backups de dados que você deseja armazenar permanentemente. Também é possível usar snapshots manuais para criar um novo banco de dados maior ou para alternar entre os planos Standard e High Availability. Os snapshots manuais são armazenados até serem excluídos e faturados a 0,05 USD/GB por mês.

P: O que acontecerá com os dados se eu excluir meu banco de dados gerenciado?

Se você excluir o banco de dados gerenciado, tanto o banco de dados como todos os backups automáticos serão excluídos. Não há como recuperar esses dados, a menos que você crie um snapshot manual antes de excluir o banco de dados. Durante a exclusão do banco de dados, o Lightsail provisiona uma opção de um clique para criar um snapshot manual, se desejado, para ajudar a proteger contra perda acidental de dados. Criar um snapshot manual antes da exclusão é opcional, mas altamente recomendado. Você pode excluir o snapshot manual futuramente quando não mais precisar dos dados armazenados.

P: Como os bancos de dados gerenciados funcionam com as instâncias do Lightsail?

Depois de criar o banco de dados gerenciado, você pode começar a usá-lo com seu aplicativo imediatamente, usando as instâncias do Lightsail como servidores Web ou outras cargas de trabalho dedicadas ao aplicativo. Para conectar a instância do Lightsail a um banco de dados, use o endpoint do banco de dados e faça referência à senha armazenada com segurança para configurar o banco de dados como o armazenamento de dados no código do aplicativo. Você pode encontrar dados de conexão nas telas de gerenciamento do banco de dados. O nome do arquivo e a localização do arquivo de configuração do banco de dados variam de acordo com o aplicativo. Observe que é possível conectar muitas instâncias a um banco de dados, usando as mesmas tabelas ou diferentes.

Teste o Lightsail gratuitamente por um mês!