• Caso de estudo da AWS: July Systems

    Para oferecer suporte aos seus numerosos clientes de mídia, esportes, negócios e de entretenimento e distribuir conteúdo em tempo real, o July Systems migrou para a AWS. Agora todos os seus sistemas funcionam no Amazon EC2.

  • Estudo de caso da 2U

    A 2U trabalha com as melhores universidades para transformar programas presenciais (no campus) em campi online. Com execução na AWS, a 2U é capaz de armazenar dados em cache sem esforço para obter uma rápida interação social e voltar seus recursos para a inovação em vez de para a infraestrutura.

  • Estudo de caso da AWS: 99Designs

    A enorme loja de design do 99designs recebeu mais de 3,1 milhões de designs exclusivos enviados por mais de 53.000 designers de todo o mundo e é executada inteiramente na AWS.

  • Estudo de caso da AWS: A Instructure inova usando o AWS Support

    A Instructure disponibiliza um sistema de gestão que permite que professores criem e ministrem o conteúdo de cursos pela Internet. O uso do AWS Enterprise Support permitiu que a Instructure transformasse sua equipe de operações em um centro de inovação, em vez de apenas uma unidade reativa de resposta a problemas.

  • Estudo de caso da AWS: A League of Women Voters

    The League of Women Voters (LWV), uma organização política apartidária, cuja base fica nos EUA, que oferece educação e apoio para eleitores, precisava de uma solução de hospedagem para seu site que pudesse aumentar a escala vertical para atender à grande demanda durante as eleições federais. A LWV usa a AWS para oferecer disponibilidade contínua, aumentando a escala de 3 instâncias de servidor para 60 no dia das eleições.

  • Estudo de caso da AWS: AdRoll

    A AdRoll, uma plataforma de publicidade on-line, distribui 50 bilhões de impressões por dia em todo o mundo com suas plataformas globais de redirecionamento. Ao aproveitar a escalabilidade e a flexibilidade oferecidas pela AWS, a AdRoll conseguiu crescer mais de 15.000% em relação ao ano passado.

  • Estudo de caso da AWS: aeroporto Albrecht Dürer em Nuremberg

    O Airport Nuremberg precisava de um site flexível e escalável para atender à demanda durante os períodos de pico. A Infopark GA, um parceiro da AWS, contou conosco para disponibilizar um site extremamente disponível e seguro para o Airport Nuremberg. O aeroporto estima uma economia de 60 a 70% em comparação aos custos anteriores de hospedagem na web.

  • Estudo de caso da AWS: Agência Espacial Europeia

    A ESA usa satélites para coletar dados importantes sobre o estado atual do planeta por meio do programa Data User Elements (DUE). A AWS ajuda o DUE a disponibilizar imagens e outros produtos para mais de 50 mil usuários em todo o mundo, o que pode chegar a 30 TB de informações.

  • Estudo de caso da AWS: Alexa

    Alexa oferece serviços de pesquisa e de informação de alto volume, armazena mais de 12 milhões de objetos no Amazon SimpleDB e realiza mais de 5 milhões de consultas diariamente.

  • Estudo de caso da AWS: Amazon.com

    A Amazon.com é a maior varejista on-line do mundo. Em 2011, a Amazon.com passou do backup em fita para a utilização do Amazon S3 com base em nuvem para fazer o backup da maior parte de seus bancos de dados Oracle. A utilização da AWS permitiu que a Amazon.com eliminasse o software de backup e experimentasse um ganho de desempenho de 12 vezes, reduzindo o tempo de restauração de cerca de 15 horas para 2,5 horas em cenários selecionados.

  • Estudo de caso da AWS: Anhanguera

    A Anhanguera é uma das maiores universidades do Brasil e um dos maiores usuários do Moodle, uma plataforma de aprendizado eletrônico para aprendizado colaborativo. Quando a Anhanguera precisou escalar a plataforma para atender à demanda de usuários, utilizou a AWS para criar uma solução que disponibilizasse aplicações de modo confiável e crescesse de acordo com a quantidade de usuários.

  • Estudo de caso da AWS: Azim Premji

    A Azim Premji Foundation trabalha para melhorar a educação na Índia. A organização sem fins lucrativos trabalha em 45 dos distritos menos desenvolvidos da Índia. A organização usa a Nuvem AWS para executar todas as operações, inclusive de banco de dados, software de aplicação, computação e redes. Ao usar a AWS, a Azim Premji Foundation está certa de que poderá dobrar sua base de usuários, atingindo um número de 10 mil pessoas nos próximos anos.

  • Estudo de caso da AWS: BgmRodotec

    A BgmRodotec fornece soluções de software para um crescente número de empresas de transporte brasileiras. A organização migrou sua solução Globus ERP para a nuvem da AWS. Agora, a BgmRodotec pode expandir a plataforma Globus para atender ao crescimento dos negócios e atender às necessidades dos usuários de comunicações móveis e seus clientes podem implantar o aplicativo em cinco dias, ao invés de semanas.

  • Estudo de caso da AWS: Big Data Corp

    A BigDataCorp é uma empresa que trabalha com captura, armazenamento e estruturação de informação. Sediada no Rio de Janeiro, ela lida com todas as etapas de projetos e serviços orientados a BigData e Cloud Computing.

  • Estudo de caso da AWS: Casa & Video

    A Casa & Video é um dos maiores fornecedores de produtos eletrônicos e domésticos do Brasil, sua infraestrutura deve ser versátil o suficiente para administrar grandes picos de tráfego durante a temporada de compras de fim de ano, além de sustentar um imenso inventário e sua cadeia de fornecimento. Hoje, a plataforma de e-commerce da Casa & Video incorpora o Amazon EC2, o Amazon EBS, o Amazon S3, os endereços IP elásticos do Amazon EC2 e o Amazon CloudWatch para otimizar o desempenho. 

  • Estudo de caso da AWS: Claritas Genomics

    Depois de derivar de sua empresa principal, a Claritas Genomics precisava de um ambiente de TI de baixo custo para seu laboratório de diagnóstico clínico. A empresa utilizou a segurança e a conformidade da AWS para criar uma plataforma genética que atendesse aos requisitos da HIPAA. Ao usar a AWS, a Claritas diminuiu seus custos de TI em 30% ao mês, o que possibilitou que ela investisse seus recursos limitados na empresa em vez de na TI.

  • Estudo de caso da AWS: CNA

    A CNA é uma rede de escolas de idiomas que utiliza a AWS para hospedar suas principais aplicações web - site institucional, estrutura interna da empresa, além do portal do aluno - e otimiza sua relação online com fraqueados, professores e alunos por todo o Brasil.

     

  • Estudo de caso da AWS: Comitê Nacional Democrata

    O Comitê Nacional Democrata (DNC) auxilia candidatos democratas locais, estaduais e federais. A organização migrou de uma infraestrutura de TI tradicional para a AWS para executar seu site, bem como para reunir, armazenar e disponibilizar dados dos eleitores para outras entidades políticas. Ao usar a AWS, o DNC reduziu o espaço do setor de TI, cortou custos e escalou seu site facilmente para administrar os picos no tráfego.

  • Estudo de caso da AWS: ContaAzul

    Criada em 2011, a ContaAzul oferece uma solução completa de gestão online para micro e pequenas empresas. Com mais de dez mil empresas clientes, a companhia foi uma das startups selecionadas, no ano de sua criação, pela 500Startups, um dos principais programas de aceleração de negócios do Vale do Silício (EUA). A empresa já nasceu na nuvem e, desde sua fundação, tem toda a sua infraestrutura baseada nos serviços da Amazon Web Services (AWS).

  • Estudo de caso da AWS: ContaAzul

    Criada em 2011, a ContaAzul oferece uma solução completa de gestão online para micro e pequenas empresas. Com mais de dez mil empresas clientes, a companhia foi uma das startups selecionadas, no ano de sua criação, pela 500Startups, um dos principais programas de aceleração de negócios do Vale do Silício (EUA). A empresa já nasceu na nuvem e, desde sua fundação, tem toda a sua infraestrutura baseada nos serviços da Amazon Web Services (AWS).

  • Estudo de caso da AWS: Coursera

    A Coursera, uma empresa educacional com sede em Mountain View, CA, forma parcerias com universidades proeminentes em todo o mundo para oferecer cursos on-line gratuitos. Ao executar seu site na AWS, a Coursera pode administrar meio petabyte de tráfego a cada mês e alterar a escala para oferecer cursos a mais de 21 milhões de alunos em todo o mundo.

  • Estudo de caso da AWS: CrossKnowledge

    A CrossKnowledge, uma empresa global de aprendizado digital, disponibiliza soluções de aprendizado à distância que permite que as empresas treinem funcionários. A empresa usa a AWS para expandir internacionalmente e ter acesso a clientes aos quais antes não poderiam acessar com suas infraestruturas locais. Graças à escalabilidade, ao alcance global e ao baixo custo da AWS, a base de usuários da empresa cresceu 10 vezes mais, passando de 500 mil usuários para 5 milhões.

  • Estudo de caso da AWS: Dedalus

    A Dedalus necessitava quebrar paradigmas a respeito da maneira tradicional referente aos modelos de contratos de grande duração e implantação lenta de tecnologia e a parceria com a AWS viabilizou toda essa mudança.

  • Estudo de caso da AWS: Departamento de estado dos EUA

    O departamento de estado dos Estados Unidos e seu principal prestador de serviços, a MetroStar Systems, construíram uma plataforma de concursos de vídeo online para incentivar a discussão e a participação em torno de temas culturais e promover a associação à sua rede ExchangesConnect. O concurso atraiu participantes de mais de 160 países e aproveitou a escalabilidade da AWS usando os serviços Amazon EC2, Amazon S3, Amazon EBS e ELB. 

  • Estudo de caso da AWS: Desert Research and Training Studies da NASA/JPL

    O Jet Propulsion Laboratory (JPL) da NASA usa o Amazon EC2 para processar imagens de satélite de alta resolução que disponibilizam orientações e reconhecimento da situação para os seus robôs. Para facilitar o processamento, o JPL conta com as instâncias do Amazon Cluster Compute Cloud e com o Amazon SQS para implantar cálculos enormes com menos esforço.

  • Estudo de caso da AWS: Diebold GAS

    Líder brasileira em segurança contra fraudes digitais e com forte atuação no mercado bancário, a GAS (Global Antifraud Solution) atua há mais de 20 anos buscando tranquilizar pessoas e organizações ao realizarem suas transações em meios eletrônicos. Com a AWS, a empresa pôde expandir sua solução para transações bancárias com total segurança.

  • Estudo de caso da AWS: EasyTaxi

    A plataforma móvel do EasyTaxi permite a seus usuários encontrarem táxis rapidamente em mais de 30 países. A startup recorreu à AWS para hospedar seu aplicativo móvel e armazenar a documentação dos motoristas de táxi. Com a AWS, a empresa passou a comportar mais de 300.000 solicitações por minuto em sua API e conduzir pesquisas de texto em bilhões de documentos indexados.

  • Estudo de caso da AWS: Echo360

    A Echo360 disponibiliza uma plataforma de aprendizado ativo que escolas e alunos podem usar presencialmente (no campus) ou como uma aplicação de ensino à distância. A empresa usa a AWS para armazenar, gerenciar, entregar e arquivar o conteúdo na sua plataforma. A execução na AWS permite que a empresa escale globalmente e de modo confiável, conforme a plataforma é usada por dois milhões de alunos distribuídos em 650 escolas de 30 países. O uso da escalabilidade dinâmica e de outros recursos da AWS permitem que a Echo360 disponibilize a plataforma de aprendizado para escolas a um custo 30% menor do que o oferecido por soluções locais.

  • Estudo de caso da AWS: Editora Globo

    Na nuvem da AWS, a Editora Globo amplia sua capacidade de armazenamento interno com o Amazon Glacier, além de desenvolver aplicativos móveis através do Amazon Cognito para criar uma experiência homogênea entre as diferentes telas e acompanhar as novas demandas do mercado editorial com o incremento da cultura digital.

  • Estudo de caso da AWS: Edmodo

    A Edmodo é uma rede social segura para educação usada por mais de 8 milhões de professores e estudantes. A Edmodo confia na AWS com Amazon RDS para gerenciar seus bancos de dados, que comportam mais de 500 conexões por segundo durante horários de pico e hospedam mais de 200 mil solicitações de site por minuto.

  • Estudo de caso da AWS: EducaPX

    A EducaPX, uma plataforma autoral de desenvolvimento de sites voltada para o sistema de ensino brasileiro, utiliza os serviços da AWS para possibilitar a instrução e cooperatividade entre professores e alunos da rede pública.

  • Estudo de caso da AWS: Eniac

    A Eniac investe há 30 anos em um modelo de ensino diferente. Com mais de 12 mil alunos, o grupo educacional é uma das principais referências nas áreas de Engenharia, Informática e Gestão. Ao migrar para a AWS, a empresa reduziu em 30% seus custos e atingiu a escalabilidade necessária para crescer seu negócio. Os serviços da AWS agilizam a entrega de material de alunos e professores, como as aulas em vídeo, com cinco bases de dados totalmente integradas na nuvem, que já atingem hoje quase 10TB de utilização.

  • Estudo de caso da AWS: estado do Arizona

    O estado do Arizona está localizado no sudoeste dos Estados Unidos e sua população é de mais de 6 milhões de residentes. O estado iniciou a migração de parte da infraestrutura de TI para a AWS, começando pela solução de DNS que contava com uma infraestrutura obsoleta. Como resultado, o estado do Arizona economiza mais de 75% em custos operacionais anuais da sua solução de DNS em comparação à solução no local anterior.

  • Estudo de caso da AWS: Expresso Guanabara

    A Expresso Guanabara atua no mercado de transporte rodoviário, que busca sempre aumentar a produtividade, diminuir custos e garantir maior agilidade no atendimento ao usuário. Com sede em Fortaleza, Ceará, a empresa atua em 12 estados e no Distrito Federal, com 2.500 funcionários e uma frota de 400 veículos. O uso da nuvem permitiu a sua equipe se concentrar totalmente no negócio, sem se preocupar com o desempenho da infraestrutura de seu sistema de vendas.

  • Estudo de caso da AWS: Federal Home Loan Bank of Chicago

    O Federal Home Loan Bank of Chicago foi fundado em 1932 para aprimorar a disponibilidade de capital no mercado imobiliário por meio de empréstimos a outros bancos. A empresa migrou todas as cargas de produção internas para a AWS, incluindo a plataforma de análises, a solução de recuperação de desastres e outras aplicações internas. Com a mudança para a AWS, a organização reduziu os custos gerais de infraestrutura de TI em 30%.

  • Estudo de caso da AWS: Futbol Club Barcelona

    O Futbol Club Barcelona (FCBarcelona) é uma equipe de futebol muito popular com sede em Barcelona, Espanha. Para manter o site do FCBarcelona – que ostenta mais de 6.000 páginas e mais de 12.000 fotos digitalizadas, além de estar disponível em seis idiomas – a Gnuine, o parceiro do FCBarcelona, usa uma série de produtos da Amazon Web Services para hospedar o Ubiquo Sports, um CMS SaaS especializado: Amazon Route 53, Amazon CloudFront, Amazon S3, Amazon EC2, Elastic Load Balancing, Amazon CloudWatch, Amazon SNS, Amazon RDS e AWS CloudFormation.

  • Estudo de caso da AWS: Gibraltar Area School District, Wisconsin

    A Gibraltar Area Schools em Fish Creek, Wisconsin, estava equilibrando as despesas de servidores antigos com as realidades de um orçamento estadual limitado. O distrito decidiu abrir mão da infraestrutura local em favor de um ambiente escalável da AWS, com uma economia estimada de 25% em custos de hardware nos próximos cinco anos. O distrito está usando essa economia comprando laptops para alunos e criando uma rede sem fio no campus.

  • Estudo de caso da AWS: Global Fashion Group (Dafiti/Kanui/Tricae)

    O GFG (Global Fashion Group) é um grande varejista online de itens de moda que atua na América Latina com sedes na Argentina, Chile, Colômbia e Brasil, onde possui três grandes marcas de e-commerce: a Kanui, a Dafiti e Tricae, com mais de 50 milhões de usuários visitando suas lojas todos os meses. Com a AWS, o GFG unifica a operação de seus três maiores sites de e-commerce e melhora a experiência dos usuários.

  • Estudo de caso da AWS: GOL Linhas Aéreas

    A GOL Linhas Aéreas desenvolveu um sistema de intranet que pode oferecer várias opções de entretenimento para os passageiros durante o voo. Combinando um conceito inovador com a especialização técnica da AWS, a companhia aérea ganhou agilidade e diminuiu o tempo de introdução no mercado sem necessidade de investir em equipamento local.

  • Estudo de caso da AWS: GranBio

    GranBio is a Brazilian industrial biotech company that produces biofuel and second-generation biochemicals like paints and resins. Granbio is using AWS to run nearly all of its development and production workloads including its SAP Business One application. By launching on AWS, GranBio estimates that it saves 20% on OPEX.

  • Estudo de caso da AWS: Grupo Santillana

    O Grupo Santillana, uma das principais editoras do setor de educação na Espanha e na América Latina, lançou recentemente o Sistema Uno Internacional para aproveitar o uso de seu conteúdo educacional nas escolas. A equipe de desenvolvimento usou a AWS para realizar o lançamento dentro de um cronograma apertado, garantir a escalabilidade conforme o crescimento do projeto e permanecer dentro de um orçamento definido.

  • Estudo de caso da AWS: Grupo SHC / JacMotors

    Representante da montadora JAC Motors no Brasil, o Grupo SHC atua no ramo de concessionárias de veículos leves e importação de veículos, através de 63 concessionárias de várias bandeiras, como JAC Motors, Citröen, VW, Jaguar/Land Rover e Aston Martin.

  • Estudo de caso da AWS: GuiaBolso

    O GuiaBolso é um serviço criado com o objetivo de ajudar os usuários finais a mudar sua relação com o dinheiro, ajudando-o a simplificar seu controle financeiro. Para manter-se disponível e conseguir analisar milhares de dados financeiros por minuto, o GuiaBolso utiliza a estrutura em nuvem da Amazon Web Services, que lhe garante flexibilidade para acompanhar seu crescimento, além de robustez e segurança para os dados financeiros de quase 1 milhão de usuários.

  • Estudo de caso da AWS: GuiaBolso

    Primeira startup de serviços financeiros do Brasil, o GuiaBolso é um aplicativo de finanças pessoais lançado em 2014, com funções para quem quer ficar de olho em gastos excessivos e estipular metas de economia. O aplicativo tem hoje 2 milhões de usuários e é o app de finanças mais baixado no país. Com o Amazon SWF, a empresa monitora facilmente seu ambiente em produção, e garante agilidade no processamento de milhões de operações por dia, com total segurança.

  • Estudo de caso da AWS: GuiaBolso

    Primeira startup de serviços financeiros do Brasil, o GuiaBolso é um aplicativo de finanças pessoais lançado em 2014, com funções para quem quer ficar de olho em gastos excessivos e estipular metas de economia. O aplicativo tem hoje 2 milhões de usuários e é o app de finanças mais baixado no país. Com o Amazon SWF, a empresa monitora facilmente seu ambiente em produção, e garante agilidade no processamento de milhões de operações por dia, com total segurança.

  • Estudo de caso da AWS: Hess Corporation

    Quando a Hess Corporation anunciou planos de se desfazer dos negócios de refinação e processamento em março de 2013, o departamento de TI decidiu migrar a infraestrutura associada para eliminar totalmente a dependência do datacenter no local. Trabalhando com a Nimbo, uma parceira da APN, a Hess aproveitou a AWS para preparar seu negócio de marketing de energia para aquisição em apenas seis meses, um processo que tomaria o dobro de tempo em um ambiente no local.

  • Estudo de caso da AWS: Hidrovias do Brasil

    A Hidrovias necessitava de uma infraestrutura de servidores e armazenamento de dados que comportasse o crescimento do seu negócio na América Latina. Com a utilização da AWS, foi evidente a diminuição do custo, a agilidade gerada para a Tecnologia da Informação e a redução do tempo entre a demanda e oferta de serviços.

  • Estudo de caso da AWS: Hospital Sírio-Libanês

    O Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa (IEP) tem mais de dez anos de atuação com a missão de gerar e disseminar conhecimento e buscar soluções inovadoras e eficientes para os desafios da prática médica diária. Dentro da área de pesquisa, o grupo de computação tem foco na compreensão de dados que venham de outros grupos e sua transformação em informação relevante. Para isso, desde 2014 o grupo vem utilizando os serviços da AWS para acelerar o acesso a dados externos e seu processamento em tempo real.


  • Estudo de caso da AWS: IE Business School

    A IE University, localizada em Madri, é uma das melhores escolas internacionais de pós-graduação em negócios e incorpora um importante componente on-line. Ao usar uma solução da AWS, a escola melhorou o acesso, oferecendo mais de 99,9% de tempo de atividade para alunos e professores localizados em todo o mundo.

  • Estudo de caso da AWS: Igreja Universal

    A Igreja Universal, uma organização cristã pentecostal fundada no Brasil, sofria com interrupções durante o streaming de eventos especiais via televisão e rádio. Trabalhando com o parceiro Dedalus, da APN, a igreja migrou para a AWS, melhorando a disponibilidade e economizando cerca de 1,25 milhão de dólares em custos.

  • Estudo de caso da AWS: Ilog

    A Ilog procurava uma solução para suportar os períodos de tráfego intenso que não comprometesse a disponibilidade do serviço e a experiência do usuário.

  • Estudo de caso da AWS: Instituto Nacional Democrata (NDI)

    O NDI trabalha para apoiar instituições democráticas em todo o mundo. A organização migrou para a AWS para fortalecer a segurança do seu site e fazer melhorias com um custo acessível. Ao migrar para a AWS, a organização protegeu seus dados, melhorou a disponibilidade e reduziu custos em 90%.

  • Estudo de caso da AWS: International Centre for Radio Astronomy Research (ICRAR)

    O International Centre for Radio Astronomy Research (ICRAR) faz parte de uma grande equipe internacional que no momento está desenvolvendo o Square Kilometre Array (SKA), um rádio telescópio que faz o mapeamento do universo com tamanho e sensibilidade sem precedentes. Ao usar a AWS para gerenciar ciclos de CPU colaborativos (crowdsourced), o ICRAR obtém a capacidade computacional necessária para analisar entre 400 e 500 galáxias simultaneamente.

  • Estudo de caso da AWS: International Civil Aviation Organization (ICAO)

    A International Civil Aviation Organization (ICAO) é uma agência da ONU que desenvolve e monitora padrões internacionais para regulamentações da aviação civil. A ICAO usa a AWS para conduzir análise preditiva de necessidades futuras da aviação, desenvolver e testar novas soluções com base nestas descobertas e disponibilizar dados de aeroportos para usuários. Ao usar a AWS, a ICAO obteve maiores estabilidade e confiabilidade, além de um desempenho superior, em comparação com sua infraestrutura de TI anterior, permitindo que a equipe da organização voltasse a atenção para o desenvolvimento de serviços.

  • Estudo de caso da AWS: ionatec

    A ionatec é um desenvolvedor de web e software que cria soluções de TI inovadoras para empresas iniciantes brasileiras e usa a AWS para migrar clientes de ambientes locais para ambientes baseados em nuvem.

  • Estudo de caso da AWS: Itaú Cultural

    Criado em 1986, o Instituto Itaú Cultural atua no terceiro setor, voltado para a cultura brasileira. O principal produto da instituição hoje é a Enciclopédia de Artes e Cultura Brasileiras, que tem cerca de 1 milhão de acessos por mês. Todo o sistema do Itaú Cultura está na nuvem, solução encontrada pela empresa para oferecer um acesso ágil ao banco de dados, além de permitir a simplicidade da gestão de sua infraestrutura, com maior controle e eficiência da equipe de TI.

  • Estudo de caso da AWS: itsNOON e Santander

    ItsNOON, uma rede social para desenvolvimento de projetos criativos remunerados, em parceria com o banco Santander, desenvolveu o portal Conta Pra Mim: Um espaço onde pessoas de todo o Brasil possam contar histórias, dicas e aprendizados da sua relação com o dinheiro e compartilhar estas experiências com outras pessoas. Com o suporte da Nuvem da AWS, a itsNoon conseguiu baixar os custos de entrada, alcançou facilidade de uso e flexibilidade no armazenamento para hospedar o projeto baseado na geração de conteúdo criativo.

  • Estudo de caso da AWS: Ivy Tech Community College of Indiana

    A Ivy Tech Community College of Indiana é a maior faculdade comunitária dos Estados Unidos. A faculdade usa o Amazon Redshift e o Amazon Simple Storage Service (S3) para executar ferramentas de análise para obter informações de mais de 1,7 milhão de registros de alunos e arquiva os dados no Amazon Glacier. Com a solução da AWS, a Ivy Tech pode atender às suas necessidades de dados na escala de petabytes, além de evitar despesas desnecessárias de TI.

  • Estudo de caso da AWS: JustGiving

    O JustGiving é um dos maiores sites do mundo no apoio a causas beneficentes. A organização escolheu a AWS para executar seus ambientes de teste e produção, bem como para hospedar uma nova plataforma de análise de big data. Com a AWS, o JustGiving tem melhor acesso a mais pontos de dados e usa apenas a capacidade computacional de que precisa, o que ajuda a essa organização frugal a economizar dinheiro.

  • Estudo de caso da AWS: Kanui

    Com a AWS, a Kanui ganha escalabilidade para seus serviços durante o “Black Friday”, o que demanda 10 vezes mais que sua capacidade regular de TI.

  • Estudo de caso da AWS: Kaplan

    A Kaplan é um provedor global de serviços educacionais para pessoas, escolas e empresas. Depois do furacão Sandy em 2012, a Kaplan migrou o datacenter que hospedava aplicações e bancos de dados da divisão Kaplan Test Prep para a Nuvem AWS. Como resultado, a Kaplan reduziu seu datacenter e melhorou a experiência do usuário ao utilizar várias regiões da AWS para disponibilizar conteúdo mais rapidamente para clientes em todo o mundo.

  • Estudo de caso da AWS: Kekanto

    A Kekanto procurava uma solução para a sua arquitetura com fácil manutenção, alta disponibilidade e sem a necessidade de um administrador de sistemas.

  • Estudo de caso da AWS: Knewton

    A Knewton, uma empresa de tecnologia educacional, possibilita a personalização de aplicativos de aprendizagem para melhorar as conquistas dos alunos do ensino fundamental, médio e superior. A empresa usa a AWS para gerenciar e distribuir conteúdo para milhões de alunos, como também para desenvolver sua plataforma de dados analíticos para adaptar o conteúdo de acordo com cada usuário. Ao usar a AWS, a Knewton pode colaborar com parceiros do mundo inteiro, além de aumentar/diminuir sua escala para gerenciar os picos de tráfego durante os ciclos escolares tradicionais.

  • Estudo de caso da AWS: Kroton

    Maior empresa do setor de educação do mundo, a Kroton é pioneira no uso da tecnologia para conectar sua rede de cerca de 1,4 milhão de alunos em diversas modalidades de ensino, nos 170 campis próprios ou em um dos cerca de 900 pólos de educação à distância credenciados. Com a migração do banco de dados de sua plataforma de e-learning para o Amazon Aurora, a companhia obteve um ganho de performance imediato de 35% a 40%, e aumentou a capacidade de processamento de 100% a 120%.

  • Estudo de caso da AWS: Lafarge

    A Lafarge, líder mundial em materiais de construção, precisava de alto desempenho para o seu site corporativo ativo e 22 de países. Usando a AWS, a Lafarge obteve a elasticidade para adicionar ou remover instâncias imediatamente para gerenciar a carga dos sites durante períodos de pico.

  • Estudo de caso da AWS: LiveMocha

    O Livemocha é um site de aprendizado de idiomas on-line com cursos gratuitos de mais de 25 idiomas e 3 milhões de usuários em todo o mundo. A AWS foi escolhida para ajudar a armazenar, processar e consultar grandes conjuntos de dados, economizando mais de 10.000 USD por mês. 

  • Estudo de caso da AWS: Localytics

    A Localytics disponibiliza softwares de marketing e análise que ajudam as grandes marcas a entender a eficácia de seus aplicativos móveis e da web. A Localytics usa o AWS Lambda para criar microsserviços que consomem arquivos do Amazon Simple Storage Service e streams de dados do Kinesis, que abrangem cerca de 100 bilhões de pontos de dados a cada mês. Com o uso do AWS Lambda, sua equipe de engenharia pode acessar streams de dados sem envolver a equipe de plataforma, de modo que novos serviços são disponibilizados aos clientes mais rapidamente.

  • Estudo de caso da AWS: Logon

    A Log On atende a centenas de milhares de consumidores em todo o mundo com uma solução de distribuição de conteúdos educacionais, culturais e de entretenimento baseada na nuvem da Amazon Web Services e suas aplicações.

  • Estudo de caso da AWS: M4U

    A M4U desenvolve soluções digitais que utilizam celulares como interface entre o usuário final e os serviços/produtos do setor financeiro. Entre seus principais serviços estão operações de recarga e com cartões de crédito para grandes clientes do Brasil, como todas as operadoras de telefonia e bancos. Com o F5 BIG-IP, disponível no AWS Marketplace, a empresa otimizou o trabalho de seus desenvolvedores e tornou mais simples e rápida a migração de seus códigos on-premise.

  • Estudo de caso da AWS: Macmillan India

    A Macmillan India precisava migrar seu sistema SAP do datacenter local para melhorar a distribuição de livros didádicos para alunos. Ao migrar para a AWS, a Macmillan India aumentou a disponibilidade do sistema SAP em quase 100% e espera obter reduções de 30% em OPEX a cada ano.

  • Estudo de caso da AWS: Makewaves

    A Makewaves disponibiliza uma plataforma de entrega de insígnias via redes sociais usada por mais de 5 mil escolas e 70 mil alunos na Inglaterra. A pequena empresa enfrentou problemas de escalabilidade e confiabilidade usando uma infraestrutura de servidor local. Ela escolheu a AWS para executar sua plataforma, atingindo uma confiabilidade de 99,99% e obtendo a capacidade de escalar sob demanda conforme o crescimento da empresa, com um modelo de pagamento conforme o uso que custa 50% a menos do que o sistema antigo.

  • Estudo de caso da AWS: Manipal Global

    Com sede na Índia, a Manipal Global Education Services (MaGE) é um dos maiores provedores internacionais de serviços de alta qualidade de ensino superior. A empresa executa 70% de suas cargas de trabalho, inclusive a gestão de campanhas e o marketing digital, a gestão de alunos, a gestão de aprendizado, as avaliações e os sites, na AWS. Isso permitiu que a empresa administrasse picos sazonais e melhorasse a disponibilidade e o desempenho de seus sites e, ao mesmo tempo, reduzisse custos operacionais entre 20% e 25%.

  • Estudo de caso da AWS: Medscheme

    A Medscheme estabeleceu um modelo de prestação de atendimento médico revolucionário usando um sistema de registro de saúde baseado na Amazon Web Services. A empresa oferece soluções de gestão de risco do setor de saúde premiadas para prestadoras e pacientes de atendimento médico. A plataforma da Medscheme permite que as prestadoras compartilhem e acessem informações relacionadas a toda a jornada de tratamento de saúde de um paciente para um atendimento melhor e mais coordenado.

  • Estudo de caso da AWS: MedStar Health

    A MedStar Health, o maior sistema de atendimento médico sem fins lucrativos de Maryland e da região de Washington (D.C.), desejava oferecer aos pacientes uma maneira fácil de pesquisar por médicos, serviços clínicos e localizações, além de marcar consultas. Para disponibilizar uma experiência que prioriza o paciente, o sistema de atendimento médico decidiu combinar seus sites distintos em um único portal pesquisável usando a AWS. Ao criar um portal de engajamento de pacientes centralizado na AWS, a MedStar aumentou drasticamente a disponibilidade do site e as velocidades de download de página e, ao mesmo tempo, diminuiu os custos operacionais mensais do portal em mais de 40%.

  • Estudo de caso da AWS: Migração da SmugMug para a nuvem

    A SmugMug, um serviço premium de compartilhamento de fotos e vídeo on-line, migrou para a nuvem começando com o armazenamento no Amazon S3 e agora é praticamente 100% executado na AWS. Ao ser executado na Nuvem da AWS, a SmugMug pode oferecer um serviço com desempenho melhor aos seus milhões de clientes.

  • Estudo de caso da AWS: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão

    O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão atua como órgão central de alguns sistemas estruturadores, como o SISP, que cuida da governança de TI da administração pública do país. Ao descartar a adoção de uma infraestrutura física, cujo ciclo de vida e custos eram incompatíveis com as necessidades do ministério, a pasta optou pela nuvem pública quando precisava de agilidade máxima.

  • Estudo de caso da AWS: Movile

    A Movile é uma empresa brasileira de desenvolvimento de plataformas e conteúdo móvel, com atuação em toda a América Latina e Estados Unidos. Líder de mercado, com destaque para o Play Kids - app infantil mais rentável do mundo -, a empresa conta com 300 colaboradores que entregam produtos em dispositivos móveis como aplicativos de entretenimento para adultos e crianças, jogos para celular, distribuição de conteúdo, educação online e M-commerce. Atualmente, todos seus aplicativos para smartphones e tablets são desenvolvidos no Amazon Redshift, que ajudou a empresa a lidar com 5 bilhões de linhas por mês com escalabilidade e segurança, em um projeto de BI.

     

  • Estudo de caso da AWS: movinary

    Os clientes usam o serviço de desenvolvimento de vídeo da movinary para criar, compartilhar e armazenar vídeos aprimorados com texto de fotos. O uso da AWS permitiu que a movinary iniciasse devagar e ampliasse rapidamente, indo de um ambiente local para produção em um mês.

  • Estudo de caso da AWS: MPAC

    A MPAC executa seu principal mecanismo de avaliação de propriedade 5.000% mais rápido a um décimo do custo usando a AWS em vez da sua antiga arquitetura de TI. A MPAC, Municipal Property Assessment Corporation, é uma organização pública responsável por fazer avaliações de mais de 5 milhões de propriedades em todo o Canadá. A empresa mudou sua arquitetura tradicional de TI para ser mais responsiva e ágil ao atender seus clientes.

  • Estudo de caso da AWS: Nanowrimo

    O NaNoWriMo, uma organização cultural sem fins lucrativos, cuja base fica na Califórnia, usa a AWS para garantir disponibilidade contínua e baixa latência para o seu famoso site. Ao usar a AWS, a empresa pode escalar até 100 vezes seu tráfego normal à medida que centenas de milhares de usuários visitarem o site no primeiro dia de novembro, quando começa o National Novel Writing Month (em tradução livre, o mês nacional de escrever um livro).

  • Estudo de caso da AWS: National Rail Enquiries

    A NRE é uma fonte on-line de informações ferroviárias no Reino Unido, acessada por viajantes de todo o país. Ao usar a AWS, a NRE reduziu custos em 20% e eliminou infraestrutura desnecessária e, ao mesmo tempo, disponibilizou um serviço estável para os usuários, mesmo diante de cargas 60% acima do normal.

  • Estudo de caso da AWS: National Trust

    A maior organização para associados do Reino Unido, o National Trust protege e preserva casas, paisagens e jardins históricos. Ele executa o data warehouse de Single Supporter View (SSV) nas tecnologias da AWS, o que possibilita uma visualização completa sobre todos os relacionamentos e todas as interações dos seus apoiadores. Ao usar a AWS para o SSV, o National Trust manteve o custo total de propriedade a um terço do custo de um data warehouse tradicional, além de obter informações significativas sobre hábitos de acesso para maximizar os esforços de marketing e impulsionar a organização para que siga em frente.

  • Estudo de caso da AWS: Netflix

    A Netflix é um dos maiores provedores de conteúdo de transmissão de mídia on demand via Internet, atualmente com mais de 80 milhões de assinantes. A parceira com a AWS possibilita que seus usuários assistam a programas e filmes sem interrupção em qualquer lugar, de qualquer dispositivo.

  • Estudo de caso da AWS: Netflix e AWS Lambda

    A Netflix é um dos maiores provedores de conteúdo de transmissão de mídia on demand via Internet. A empresa está planejando utilizar o AWS Lambda para substituir sistemas processuais ineficientes em seus aplicativos usando acionadores baseados em eventos. Com o uso do AWS Lambda, a empresa oferecerá a seus desenvolvedores uma nova camada de abstração entre seus aplicativos e o gerenciamento do hardware que os executa.

  • Estudo de caso da AWS: Neurotech

    A Neurotech é uma empresa pioneira no Brasil no desenvolvimento de soluções avançadas para automação de todo o ciclo de decisão em operações de crédito, cobrança, risco e fraude, com mais de cem clientes em todo o país. Arquitetura flexível na AWS permite à Neurotech criar novos produtos com economia de tempo e recursos e expandir seu negócio.

  • Estudo de caso da AWS: Nubank

    O Nubank está modernizando o setor de serviços financeiros com uma nova solução de cartão de crédito para o mercado Brasileiro. A startup recorreu à AWS para hospedar e gerenciar seu aplicativo móvel e sua plataforma de processamento de cartões. Ao utilizar a AWS, o Nubank pôde adicionar recursos sem falhas e disponibilizar aos clientes uma plataforma de rastreamento de compras.

  • Estudo de caso da AWS: O Fundo Global da Diversidade Agrícola (Global Crop Diversity Trust)

    O Fundo Global da Diversidade Agrícola trabalha para garantir a conservação e a disponibilidade da diversidade agrícola em todo o mundo. A organização executa o site principal, o banco de dados cultural, a ferramenta de geração de relatórios on-line e o sistema de gestão de documentos na AWS. Ao usar a AWS, o Fundo consolidou seus diferentes sites, escalou o site principal para manter o ritmo de acordo com as demandas do tráfego, aumentou o desempenho para disponibilizar conteúdo da web mais rapidamente para clientes globais e, agora, pode provisionar novos recursos de TI em minutos.

  • Estudo de caso da AWS: o Seattle Times

    O Seattle Times é o maior jornal diário no estado de Washington, com um site que recebe 32 milhões de visualizações de página por mês. A empresa migrou o site do jornal para a AWS para melhorar seus recursos de escalabilidade automática e a capacidade de solucionar problemas rapidamente. Agora, após migrar para a AWS, o Seattle Times tem a capacidade de aumentar e reduzir a escala vertical para atender aos picos de leitura, além de poder disponibilizar rapidamente as notícias mais recentes aos seus leitores.

  • Estudo de caso da AWS: Open Universities Australia

    A Open Universities Australia (OUA) fornece educação à distância e cursos online para estudantes na Austrália e outros países. O datacenter instalado da OUA não podia fornecer a escalabilidade para dar suporte ao crescimento planejado e à diversificação com a eficiência de custos necessária, então a empresa migrou seus sites e aplicativos para a AWS. Isso permitiu que a OUA reduzisse o tempo necessário para realizar mudanças no ambiente de produção de três meses para menos de duas horas, cortasse custos em até 1 milhão de dólares australianos (726.850 USD) em dois anos e melhorasse o desempenho de sites em até 20%.

  • Estudo de caso da AWS: Operador Nacional do Sistema Elétrico

    O ONS lida com sitações inesperadas e, para isso, conta com a tecnologia da Nuvem da AWS para planejar e estudar sobre essas situações desconhecidas.

  • Estudo de caso da AWS: Overseas Vote Foundation

    A Overseas Vote Foundation (OVF) é uma organização norte-americana dedicada a ajudar cidadãos dos EUA a votar enquanto estiverem fora do país. Quando a OVF decidiu expandir seus serviços para eleitores que moram nos EUA, a empresa lançou a US Vote Foundation, que oferece serviços que incluem registros de eleitores e solicitações de cédulas de voto à distância. A OVF procurou a AWS para melhorar o desempenho, administrar um aumento de 20% na demanda de pico de usuários e reduzir os custos.

  • Estudo de caso da AWS: PBS

    A PBS, uma empresa privada, sem fins lucrativos, disponibiliza conteúdo por meio da televisão, da web e de aplicações móveis. O PBS Interactive, o departamento responsável pela presença móvel e on-line da PBS, melhorou seu desempenho de transmissão de vídeos migrando para a AWS para utilizar o serviço de distribuição de conteúdo do Amazon CloudFront e aumentar o seu uso atual do Amazon S3.

  • Estudo de caso da AWS: Peixe Urbano

    Em 2010, o website de ofertas diárias Peixe Urbano foi lançado no Amazon EC2. Com sua infraestrutura AWS, o negócio recém-aberto pôde começar suas operações livre de custos de investimento diretos, embora ainda se posicionasse dentro de um ambiente altamente escalável, capaz de suportar um crescimento rápido. Esse planejamento deus bons frutos, já que o Peixe Urbano é, atualmente, o maior website de descontos coletivos do Brasil.

  • Estudo de caso da AWS: Penn State

    O departamento de engenharia biológica da Penn State desejava disponibilizar amplamente para os cientistas os seus resultados de pesquisa. A Penn State usa a AWS para hospedar e distribuir seus métodos de projeto de pesquisa, algoritmos de otimização e resultados para 6.000 cientistas em todo o mundo. Ao usar a AWS, a Penn State permitiu que pesquisadores projetassem mais de 50.000 sequências de DNA sintético.

  • Estudo de caso da AWS: Philips uses Redshift for Big Data

    A Philips é uma empresa holandesa de tecnologia diversificada, com vendas e serviços disponíveis em mais de 100 países. A divisão de cuidados de saúde dos EUA usou o Attunity CloudBeam, disponível no AWS Marketplace, para carregar 37 milhões de registros de um banco de dados local para a Nuvem AWS em apenas 90 minutos. Ao hospedar dados na AWS, a Philips consegue otimizar conjuntos de dados de qualquer tamanho em até duas horas, permitindo que seus consultores e analistas ofereçam soluções rapidamente aos clientes.

  • Estudo de caso da AWS: Portal OpenEI.org do National Renewable Energy Laboratory

    O National Renewable Energy Laboratory (NREL) é o principal laboratório de pesquisa sobre energia renovável dos Estados Unidos. O NREL está executando um ambiente de aplicações, que hospeda vários repositórios de dados sobre energia renovável, na AWS. Como resultado, a organização pode executar novos sites em dias em vez de semanas, além de compartilhar dados de energia com milhares de pesquisadores em todo o mundo e, ao mesmo tempo, reduzir os custos de compilação de dados em praticamente 30%.

  • Estudo de caso da AWS: Precision Exams

    A Precision Exams disponibiliza online testes acadêmicos, com foco no ensino médio nos Estados Unidos. O provedor de software como serviço precisava escalar para atender às demandas da execução de até 50 mil testes simultaneamente e da disponibilização de resultados instantâneos com dados recebidos de todos os 50 estados. Depois de migrar para o Amazon DynamoDB vindo de um banco de dados MySQL personalizado, a Precision Exams pode escalar drasticamente o seu banco de dados para atender às necessidades dos clientes e está economizando até 30% nos custos de operações de banco de dados.

  • Estudo de caso da AWS: Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul

    A Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul (PMSC) é o órgão público que gerencia o município de Santa Cruz do Sul, Brasil. A PMSC precisa fornecer serviços críticos altamente disponíveis para os cidadãos, mas a infraestrutura de TI instável do órgão tornava isso difícil. Para enfrentar esse desafio, o órgão migrou todos os aplicativos de relacionamento com os clientes para a nuvem da AWS. Agora a PMSC pode oferecer serviços melhores e mais confiáveis aos moradores e está economizando milhares de reais a cada mês em seus custos operacionais de TI.

  • Estudo de caso da AWS: Projeto Carat do AMP Lab da Universidade da Califórnia em Berkeley

    O Algorithms, Machine, and People (AMP) Lab da Universidade da Califórnia em Berkeley é um esforço de pesquisa multidisciplinar desenvolvido para a criação de uma tecnologia escalável de aprendizado de máquina e análise de dados. Com a ajuda da AWS, a equipe do AMP Lab tem condições de aumentar a escala vertical de experimentos e testar novos softwares em configurações reais em milhares de computadores. A Nuvem AWS disponibiliza ao AMP Lab acesso a recursos de computação sob demanda e de infraestrutura de baixo custo, que são compatíveis com projetos de big data, que incluem o Carat, uma aplicação criada para ajudar a avaliar a produtividade da energia e melhorar a vida útil das baterias de celular.

  • Estudo de caso da AWS: QEdu

    O QEdu é um portal aberto e gratuito, com todas as informações públicas sobre a qualidade do aprendizado em cada escola, município e estado do Brasil. A plataforma nasceu da crença de que apenas munidos de evidências os gestores educacionais poderão planejar melhorias na educação. O portal trafega mais de três vezes o volume de dados com a escalabilidade da AWS.

  • Estudo de caso da AWS: Rede Globo

    A Rede Globo necessitava evitar a compra desnecessária de hardware e software para uso pontual e dimensionado pela demanda de pico, aliada à possibilidade de confiabilidade e redundância proporcionada pela nuvem.

  • Estudo de caso da AWS: Remind

    A Remind é uma aplicação web e móvel que permite que professores escolares dos EUA enviem mensagens de texto para alunos e mantenham contato com os pais. A Remind criou a plataforma como serviço no Amazon EC2 Container Service (Amazon ECS) e executa toda a infraestrutura da sua aplicação de sistema de mensagens na AWS. O uso do Amazon ECS melhorou significativamente o desempenho da aplicação e permitiu que os engenheiros da Remind voltassem o foco para o desenvolvimento e a implantação de aplicações.

  • Estudo de caso da AWS: Royal Opera House

    A The Royal Opera House (ROH), sede da Royal Opera e do Royal Ballet de Londres, é uma das casas de ópera mais requisitadas do mundo. A ROH enfrentou desafios de infraestrutura de TI por não ser capaz de escalar para atender à demanda dos clientes que desejavam comprar conteúdo e ingressos on-line. Usando a AWS, a Royal Opera House é capaz de escalar para atender à demanda de compra de ingressos em períodos de pico, melhorar a experiência do cliente e reduzir o tempo de espera de quatro horas para alguns minutos.

  • Estudo de caso da AWS: Sebrae

    O Sebrae/SC – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Santa Catarina, é uma entidade civil sem fins lucrativos que trabalha desde 1972 pelo desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios. Para isso, a entidade promove cursos de capacitação, facilita o acesso a serviços financeiros, estimula a cooperação entre as empresas, organiza feiras e rodadas de negócios e incentiva o desenvolvimento de atividades que contribuem para a geração de emprego e renda.

    Somente em 2014 a entidade realizou mais de mil cursos e cerca de 526 mil horas de consultoria no estado.

    Em pleno processo de modernização, a entidade decidiu hospedar na nuvem da Amazon Web Services o seu site de contingência.


  • Estudo de caso da AWS: Senior

    Referência nacional no desenvolvimento de softwares de gestão, a Senior conta com um dos mais completos portfolios para empresas de todos os portes e segmentos. Um exemplo é o Ronda de Vigilantes, sistema criado por colaboradores da companhia com o objetivo de automatizar e simplificar, com o uso de celulares, o processo de ronda vigiada. O Ronda de Vigilantes foi desenvolvido na estrutura da Amazon Web Services, o que vem garantindo sua estabilidade e disponibilidade.

  • Estudo de caso da AWS: Sete Brasil

    A Sete Brasil é uma empresa brasileira responsável pela fabricação de 29 sondas para a exploração de petróleo no pré-sal. Criada em 2011 por um grupo de investidores com atuações no mercado financeiro e em fundos de pensões, tornou-se a maior construtora de sondas de águas ultra profundas do mundo e líder do setor. Com a AWS, a empresa conseguiu sustentar a complexidade de seus negócios e reduzir seus custos de TI em 67%. Para tal êxito, contribuíram a disponibilização remota do Amazon WorkSpaces para outros escritórios e estaleiros com conexões lentas de internet, além do desenvolvimento de um DRP (Disaster Recovery Plan) nativo e da a migração de ERPs críticos da empresa para a nuvem.

     

  • Estudo de caso da AWS: Seton Hall

    O Teaching, Learning, and Technology (TLT) Center na Universidade Seton Hall usa a AWS para facilitar o streaming de vídeo para a cobertura de eventos, além de rapidamente ativar projetos piloto para professores e pesquisadores. A utilização da AWS economiza 30 mil USD anualmente em custos de equipe e infraestrutura para a TLT.

  • Estudo de caso da AWS: Shazam

    Durante o Super Bowl de 2012, o Shazam App foi executado no Amazon DynamoDB, Amazon EMR e Instâncias Quádruplas Extragrande do Amazon EC2 com Elastic Load Balancing. Essa infraestrutura ajudou a oferecer suporte ao processamento de milhões de transações durante esse evento de alto tráfego.

  • Estudo de caso da AWS: Singapore Post

    O Singapore Post começou como transportadora de correio convencional em Cingapura e se diversificou para se tornar um grande provedor de soluções de comércio eletrônico por meio da divisão SP eCommerce. A empresa escolheu a AWS para criar a plataforma e o site de comércio eletrônico para seus clientes na Ásia. Usando a AWS, a solução cresceu rapidamente para comportar mais de 1.000 marcas de consumidor e poder gerenciar eficazmente demandas flutuantes durante os principais períodos de varejo.

  • Estudo de caso da AWS: SitePX

    O SitePX tinha a necessidade de permitir um crescimento seguro e controlado de sua estrutura conforme a demanda de seus clientes.

  • Estudo de caso da AWS: Smiles

    O Smiles, um dos maiores programas de multifidelização do Brasil, implementa sua estratégia de inovação e lança sua palataforma em tempo recorde ao migrar para a AWS. O Smiles conta hoje com mais de 10 milhões de membros e possui, além da GOL, multiplas parcerias que juntas voam para mais de 160 países. Possui também mais de 200 parceiros no varejo e encontraram na AWS a estrutura necessária para construir suas aplicações com maior rapidez e praticidade.

  • Estudo de caso da AWS: Sogeti

    A AWS é a base do plano de recuperação de desastres (RD) econômico da Sogeti. A infraestrutura de RD da empresa de consultoria integra o Oracle Data Guard com o Amazon EC2, o Amazon EBS e o Amazon Elastic IP, permitindo que a Sogeti e seus clientes distribuam uma maior parte dos seus orçamentos de TI para as principais atividades de bancos de dados e reduzam as despesas com requisitos de backup e recuperação.

  • Estudo de caso da AWS: Sprinkl / Scup

    Há seis anos a ferramenta Scup é líder no Brasil com 60% do mercado e possui operações comerciais em três continentes. Com mais de 900 clientes, entre eles grandes bancos como Bradesco e Itaú, empresas de varejo e telecomunicações e companhias aéreas como a LATAM e mais de 35 mil usuários cadastrados é a única tecnologia na América Latina certificada, ao mesmo tempo, pelo Twitter e pelo Facebook.

  • Estudo de caso da AWS: St Luke's Anglican School

    A St Luke's Anglican School estava sendo assolada por quedas frequentes no fornecimento de energia, largura de banda limitada e desastres naturais que afetavam o site e o sistema administrativo da escola. A escola precisava de uma solução para melhorar a latência e a disponibilidade. Ao migrar para a AWS, a St Luke's obteve uma disponibilidade de praticamente 100% e reduziu a latência do site de 160 milisegundos para 20 milisegundos.

  • Estudo de caso da AWS: Stanford Archaeology Center

    O Archaeology Center da Stanford University é um centro de pesquisas interdisciplinares onde alunos e corpo docente executam pesquisas arqueológicas e de patrimônio histórico em escala global. O laboratório Çatalhöyük do Archaeology Center usa o Amazon EC2 para processar dados do ArcGIS Server a fim de realizar análise espacial de informações coletadas em um sítio arqueológico neolítico na região centro-sul da Turquia. Usando a AWS, os pesquisadores acessam os dados mais rapidamente, os conflitos de versões de dados são reduzidos e pelo menos 20 horas do tempo semanal da equipe, gasto anteriormente na atualização manual de informações, foram redirecionadas para projetos mais importantes.

  • Estudo de caso da AWS: Swisstopo

    A agência de mapeamento nacional da Suíça, a Swisstopo, gerencia projetos de sistemas de informações geográficas (GIS) para agências federais da Suíça e outros clientes. Migrar de uma infraestrutura local para a AWS permitiu que a Swisstopo tivesse capacidade para até 50 mil visitantes individuais por dia, o que equivale a aproximadamente 20 TB de dados transferidos por mês e 1.300 blocos imagens de mapas disponibilizados por segundo.

  • Estudo de caso da AWS: UCAS

    A UCAS disponibiliza serviços de aplicativos para faculdades e universidades no Reino Unido. Uma vez ao ano, a UCAS enfrenta grandes picos de tráfego quando os resultados de cursos de nível A são divulgados e o alunos efetuam log-in para ver seu desempenho. Ao usar a AWS para o seu site, a UCAS pode administrar picos de carga de 200 log-ins de alunos por segundo.

  • Estudo de caso da AWS: Unbabel

    A Unbabel reduziu a sua despesa com infraestruturas em 50% ao usar a AWS, ao mesmo tempo que estimulou o seu desempenho e eliminou o tempo de inatividade. A startup usa uma combinação de inteligência artificial com tradução humana para oferecer serviços de tradução rápidos, economicamente viáveis e de elevada qualidade a nível global. A Unbabel transferiu toda a sua infraestrutura, incluindo a plataforma de tradução automática, para a AWS, usando serviços como o Amazon EC2, Amazon S3 e o AWS Elasticsearch Service.

  • Estudo de caso da AWS: Universidade da Austrália Ocidental

    O Centre for Software Practice da Universidade da Austrália Ocidental pretendia criar uma plataforma para um curso online de ciências da computação. Trabalhando com um orçamento limitado, o CSP usou a AWS para lançar a plataforma online Class2Go gastando menos de 10% do custo de projetos anteriores de mesmo porte.

  • Estudo de caso da AWS: Universidade da Pensilvânia

    O departamento de ciências da computação e da informação da Universidade da Pensilvânia oferece uma ampla variedade de cursos de TI para alunos de graduação e pós-graduação. A universidade utiliza recursos disponibilizados pelo AWS Educate para oferecer aos alunos acesso a recursos de computação de alto desempenho para cursos, como sistemas web, criação de jogos para celular e computação em nuvem. Ao acessar os Serviços da AWS, os alunos podem obter experiência criando e implantando grandes sistemas de nuvem avançados, o que proporciona a eles experiência para a obtenção de empregos reais.

  • Estudo de caso da AWS: Universidade Nacional de Taiwan

    O Fast Crypto Lab é um grupo de pesquisa da Universidade Nacional de Taiwan, cujas atividades concentram-se na criação e na análise de algoritmos eficientes para solucionar problemas matemáticos relevantes, como também no desenvolvimento e na implementação desses algoritmos em computadores massivamente paralelos. Para atender às suas necessidades computacionais, o grupo utiliza o Amazon EC2 com instâncias de GPU de cluster, o Amazon EMR e o Amazon CloudWatch.

  • Estudo de caso da AWS: University of Maryland University College

    A University of Maryland University College (UMUC) é uma universidade de acesso livre voltada para alunos adultos que trabalham em busca de um diploma do ensino superior por meio de cursos presenciais e on-line. Quando chegou o momento de renovar suas aplicações antigas, a UMUC recorreu à AWS para criar sua nova plataforma de análise e várias cargas de trabalho administrativas. Ao usar o Amazon Redshift, a UMUC melhorou seu desempenho de extração, transformação e carregamento (ETL) em 20 vezes, o que permitiu a criação de modelos preditivos mais precisos.

  • Estudo de caso da AWS: University of Notre Dame

    A University of Notre Dame (UND), um instituto de educação superior católico privado, mantém diversos serviços para apoiar sua população de alunos, corpo docente e funcionários administrativos, incluindo o site.  A universidade precisava de uma infraestrutura de TI escalável para comportar o site em eventos futuros de larga escala, incluindo competições esportivas. Ela migrou o site e os repositórios de autenticação global de alunos e corpo docente para a AWS e planeja mudar 80% das cargas de trabalho para a AWS nos próximos três anos.

  • Estudo de caso da AWS: US Centers for Disease Control and Prevention (CDC)

    O programa BioSense do US Centers for Disease Control and Prevention (CDC) rastreia problemas de saúde pública com o objetivo de aprimorar a preparação e a coordenação de respostas para proteger o bem-estar do povo americano. Recentemente, o CDC relançou o BioSense 2.0 na região AWS GovCloud (US) e em outras regiões da Nuvem AWS. Com a AWS, o CDC pode compartilhar melhor informações importantes de saúde pública entre profissionais de saúde pública e parceiros nos governos estaduais e locais, evitando ao mesmo tempo investimentos dispendiosos em hardware.

  • Estudo de caso da AWS: US Food and Drug Administration (FDA)

    Anualmente, a FDA recebe mais de 100.000 relatórios manuscritos sobre reações adversas a medicamentos. Em busca da redução de custos e da simplificação da inserção de dados, a agência recorreu à AWS. Agora a FDA e a Captricity, uma parceira da APN, podem transformar relatórios manuais em informações de leitura óptica com 99,7% de precisão, reduzindo os custos de 29 USD por página para 0,25 USD por página.

  • Estudo de caso da AWS: USDA Food and Nutrition Service

    O Serviço de Alimentação e Nutrição (FNS) administra os programas de assistência em nutrição do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA). Com o uso do Amazon EC2, o FNS lançou um aplicativo dinâmico com base na web chamado Supplemental Nutrition Assistance Program (SNAP) Retailer Locator para ajudar os beneficiários do SNAP a encontrar as lojas autorizadas do SNAP mais próximas.

  • Estudo de caso da AWS: VidRoll

    A VidRoll é uma plataforma de tecnologia de vídeo e monetização para editoras de conteúdo. A VidRoll usa o AWS Lambda para alimentar a lógica de negócios para fazer ofertas de anúncio em tempo real. Ao usar o Lambda, os desenvolvedores da VidRoll podem concentrar-se nas inovações de produtos, o que torna possível que a empresa aumente sua receita em dez vezes sem precisar contratar recursos técnicos adicionais.

  • Estudo de caso da AWS: VivaReal

    O portal imobiliário VivaReal se diferencia por oferecer buscas altamente personalizadas para sua base de 5 milhões de usuários através de Big Data, monitorando e extraindo informações de cerca de 25 milhões de eventos gerados por uma média de 300 mil acessos por dia. O Amazon Redshift permite à startup gerar inteligência de negócio ao cruzar informações dos dados relacionais gerados pelas ações dos usuários, a partir de eventos ocorridos durante a navegação.  

  • Estudo de caso da AWS: Voyages-sncf.com

    A VSC Technologies é uma subsidiária da French National Railway Corporation (SNCF) empresa ferroviária nacional francesa sob a Agência de viagens on-line SNCF, Voyages-sncf.com, que controla os serviços de passageiros de alta velocidade e de longa distância. Com base próxima à Paris e empregando mais de 170 pessoas, a VSC oferece soluções completas de tecnologia e serviços para as necessidades de distribuição ferroviária de seus clientes, além de hospedar aplicações essenciais para reservas de transporte ferroviário.

  • Estudo de caso da AWS: VTEX

    A VTEX é uma empresa brasileira de tecnologia desenvolvedora da plataforma para desenvolvimento e gestão de lojas virtuais de algumas das maiores marcas nacionais e multinacionais como Walmart, Whirlpool, Havaianas e C&A. Com cerca de 200 funcionários no Brasil, a VTEX já se expandiu para o Canadá, para os EUA, para a América Latina, e Europa, com escritórios em Londres e Madri. Com o Amazon CloudFront, a VTEX passou a entregar com mais agilidade, estabilidade e segurança o conteúdo dinâmico dos sites de seus clientes.

  • Estudo de caso da AWS: Webmotors

    A WebMotors, sediada em São Paulo, no Brasil, hospeda um site em que os usuários podem publicar e navegar por anúncios classificados para comprar e vender veículos. A empresa migrou seu site para a AWS e obteve uma melhoria de 45% no seu desempenho, uma economia de 100.000 USD, além de permitir a expansão para atender às necessidades de mais de 20 milhões de visitantes únicos por mês.

  • Estudo de caso da AWS: Worldreader

    A Worldreader, uma organização sem fins lucrativos dedicada a levar livros a crianças em países em desenvolvimento, formou uma parceria com o time de futebol FC Barcelona para enviar 1 milhão de livros para meninos e meninas da África. A organização precisava de um site da mais alta qualidade para aceitar doações e administrar picos no tráfego. Trabalhando com a AWS e a Transcend Computing, a Worldreader colocou seu site em execução em apenas três dias, sem sacrificar doações valiosas para investir em uma infraestrutura dispendiosa.

  • Estudo de caso da AWS: Xignite

    A Xignite utiliza o Amazon EC2 e o Amazon S3 para distribuir dados do mercado financeiro para sites, portais e aplicativos corporativos para clientes como Forbes, Citi, ING, kaChing e Starbucks.

  • Estudo de caso da AWS: ZAP

    O ZAP, uma empresa do grupo Globo, é um dos portais de classificados líderes da internet brasileira. Sediado em São Paulo, o ZAP conta com mais de 400 funcionários dedicados a auxiliar o usuário a encontrar o imóvel ideal através de uma solução online de alta tecnologia, com recursos avançados de buscas e filtros de pesquisa. Com isso, o portal pode ser acessado via website e aplicativos móveis (celulares e tablets) em Android e iOS, com a qualidade de navegação garantida. Com o Amazon EC2 e S3, a empresa conseguiu dar estabilidade ao picos de tráfego em seu site móvel, principalmente durante campanhas de marketing na TV. O ZAP também está desenvolvendo sua estratégia de Big Data no AWS Pipeline e Amazon EMR, além de projetos em DevOps para entrega contínua de códigos, o que confere ao seu negócio agilidade e flexibilidade.

  • Estudo de caso da AWS: Zazcar

    A Zazcar é uma empresa de carsharing que já nasceu, em 2010, inserida na tendência de economia compartilhada e se antecipando às mudanças trazidas por uma geração mais aberta ao conceito de compartilhar bens ao invés de comprar. Após seis anos de operação com um sistema fornecido por empresas estrangeiras, os sócios da startup decidiram desenvolver seu próprio sistema para ganhar mais flexibilidade, independência e reduzir custos. Desde julho de 2016, a Zazcar migrou para a nuvem e já começou a investir nas ferramentas de IoT da Amazon Web Services para monitorar o uso de sua frota e obter informações valiosas para seu negócio.

  • Estudo de caso da AWS: Zillow

    A Zillow é o portal de aluguel e compra de imóveis líder no setor, usado por dezenas de milhões de compradores, vendedores e locatários de imóveis. A Zillow migrou seu sistema de processamento e entrega de imagens para a AWS para solucionar problemas de desempenho e obter escalabilidade. Como resultado, a empresa melhorou a experiência do usuário em seus sites de imagens pesadas, reduziu pela metade seus custos de rede de entrega de conteúdo e, agora, pode processar mais de 3 milhões de imagens por dia e distribuir até 150.000 imagens por segundo.

  • Estudo de caso da Baylor

    A Baylor College of Medicine é um grande colaborador do projeto CHARGE, um grupo composto por mais de 200 cientistas que trabalham para identificar genes que contribuem para o envelhecimento e doenças cardíacas. A colaboração da Baylor com os pesquisadores do CHARGE exige uma plataforma de análise genômica segura e escalável. Ao usar a AWS, o CHARGE pode analisar sequências genômicas 5 vezes mais rápido do que usando uma infraestrutura tradicional, além de armazenar 430 TB de dados.

  • Estudo de caso da Bazaarvoice

    A Bazaarvoice tem a arquitetura elástica para ativar recursos sob demanda e pode apoiar facilmente o rápido crescimento de dados ao usar a AWS. A empresa oferece uma plataforma de tecnologia e serviços que ajuda os clientes a coletar e analisar conteúdo do cliente, usando esses dados para aumentar as vendas e melhorar seus produtos e serviços. A Bazaarvoice hospeda prioritariamente seu serviço na AWS e apoia bancos de dados essenciais usando o Amazon EBS.

  • Estudo de caso da Biblioteca de Catalunya

    Com a AWS, a Biblioteca de Catalunya reduziu custos em quatro vezes em comparação com o armazenamento local que usava antes para os seus 26 TB de dados. A Biblioteca de Catalunya é uma biblioteca nacional que fica em Barcelona, na Espanha. Como parte do seu projeto de digitalização multianual, a entidade migrou para a AWS usando uma abordagem híbrida, integrando seus recursos locais a recursos na nuvem. A Biblioteca de Catalunya escolheu o Amazon Glacier como um serviço confiável, seguro e de baixo custo para o arquivamento de dados e o backup em longo prazo dos mais de quatro milhões de itens da biblioteca.

  • Estudo de caso da Change.org

    Ao usar a AWS, a Change.org pode desenvolver e implantar novos recursos mais rapidamente. Ela também reduziu o tempo de criação de testes de uma hora para 15 minutos, além de poder escalar facilmente para sustentar os períodos de pico de tráfego no site. O Change.org é a maior plataforma de transformação social e a que cresce mais rapidamente, com mais de 125 milhões de usuários em 196 países iniciando campanhas e angariando suporte para causas locais e assuntos globais. A organização gerencia seu site e grupo de inteligência de negócios na AWS, além de conduzir sua integração contínua e testes no Solano CI, uma solução baseada na AWS de Solano Labs, parceiro de tecnologia Advanced da AWS Partner Network (APN).  

  • Estudo de caso da Cleveland Clinic

    A Cleveland Clinic executa sua Healthy Brains Initiative na AWS, reduzindo os custos operacionais e voltando a atenção para a agregação de valor aos pacientes. A Cleveland Clinic é um hospital acadêmico com diversas especialidades, cuja base fica em Cleveland, Ohio. A clínica trabalhou com a ClearDATA, um parceiro certificado da AWS, para garantir que a Healthy Brains Initiative, que oferece a pacientes e neurologistas uma maneira de inserir e analisar informações sobre condições e atividades que afetam a saúde do cérebro, atendesse aos padrões da clínica de proteção da privacidade dos pacientes.  

  • Estudo de caso da Clever

    A Clever disponibiliza software educacional para 65 mil escolas, quase a metade de todas as escolas públicas dos EUA, atende a requisitos de segurança de dados abrangentes e cumpre as regulamentações de proteção de dados usando a AWS. A empresa disponibiliza softwares usados pelas escolas para manter aplicações educacionais listadas e atualizadas. A Clever executa seu software na AWS e utiliza os Serviços da AWS para atender aos requisitos mais elevados de segurança e conformidade. 

  • Estudo de caso da Corte dei conti

    Ao usar a AWS, a Corte dei conti (Tribunal de Contas da Itália) está transformando o modo como os funcionários trabalham, disponibilizando acesso flexível e seguro a aplicações de qualquer lugar e em qualquer dispositivo. A entidade tem responsabilidade jurídica e administrativa sobre as contas e os orçamentos de todas as instituições públicas da Itália. Ela está disponibilizando desktops virtuais em sua plataforma baseada na Citrix por meio da AWS, usando o Amazon WorkSpaces e o Amazon EC2. 

  • Estudo de caso da CSRA

    A CSRA migrou mais de 40 aplicações empresariais essenciais para a nuvem em apenas quatro meses como resultado de um processo de cisão e fusão, atendeu aos requisitos de proteção de dados e conformidade regulatória de seus clientes, além de obter flexibilidade e agilidade usando a região AWS GovCloud (US). A CSRA é um dos maiores provedores de serviços de TI de próxima geração para agências do governo dos EUA. A empresa foi formada por meio da fusão das empresas de prestação de serviços ao governo dos EUA, a CSC e SRA, em novembro de 2015. No momento, ela administra um número crescente de aplicações internas e voltadas para o cliente na região AWS GovCloud (US).

  • Estudo de caso da Desire2Learn

    A D2L conta com a AWS para garantir alta disponibilidade para aplicações educacionais usadas por milhões de alunos para proteger dados de alunos e ativar ambientes de desenvolvimento e teste em minutos. Com base no Canadá, a D2L disponibiliza os melhores sistemas de gestão de aprendizado do setor para escolas em todo o mundo. A empresa executa o Brightspace Learning Environment e outras aplicações na AWS.

  • Estudo de caso da DigitalGlobe

    Ao usar o AWS Snowmobile, a DigitalGlobe consegue disponibilizar petabytes de dados em semanas em vez de meses, além de reduzir os custos, permitindo que a empresa disponibilize dados aos seus clientes no menor espaço de tempo possível. A DigitalGlobe é um dos maiores provedores de imagens, dados e análise terrestres em alta resolução do mundo. A empresa usa o AWS Snowmobile para migrar até 70 petabytes de dados de arquivamento para a nuvem, o que possibilita evitar grandes protocolos de transferências de arquivos e fluxos de trabalho de entrega.

  • Estudo de caso da Dr. Consulta

    Com um modelo de negócios inovador na área da saúde, a Dr. Consulta aposta na tendência cada vez maior de simplificar serviços básicos, dentro da perspectiva da economia criativa e compartilhada. Com uma rede crescente de centros médicos que oferece consultas, exames e outros procedimentos a preços acessíveis, a empresa, que atua em São Paulo, já cresceu 57% só no primeiro trimestre de 2017, e segue planejando sua expansão para todo o país já em 2018. A migração para a Amazon Web Services está no centro dessa estratégia, implementando uma nova cultura dentro da Dr. Consulta. A nuvem otimiza processos, poupa tempo e dinheiro, e garante à empresa tranquilidade para crescer exponencialmente.

  • Estudo de caso da Ellucian

    A Ellucian usa a AWS para obter uma plataforma global, escalável, altamente segura e inovadora para hospedar suas aplicações e atender melhor a clientes do setor de ensino superior em mais de 20 países em todo o mundo. A Ellucian disponibiliza aplicações para instituições de ensino superior. O relacionamento da Ellucian com a AWS, a ampla presença das aplicações e sua grande base de usuários permitem que as universidades aumentem a escala vertical durante os períodos de matrículas e, depois, a reduzam para economizar custos e recursos, além de disponibilizar uma melhor experiência do cliente.

  • Estudo de caso da Europol

    Ao usar a AWS, a Europol disponibilizou seu site anti-ransomware em três dias, ofereceu suporte a 2,6 milhões de visitantes no primeiro dia e a mais 12 milhões de visitantes desde o lançamento do site. A Europol, órgão encarregado de assegurar o cumprimento da lei da União Europeia, auxilia estados membros da UE em sua luta contra o crime e o terrorismo internacional. Um esforço conjunto entre a AWS, a Intel Security e o revendedor do AWS Marketplace, Barracuda Networks, ajudou a disponibilizar a solução do site da Europol.

  • Estudo de caso da FINRA

    Com a migração para a AWS, a FINRA criou uma plataforma flexível capaz de adaptar-se à dinâmica de mercado em constante mudança e disponibilizou aos seus analistas as ferramentas certas para consultar de modo interativo conjuntos de dados de vários petabytes. A FINRA dedica-se à proteção do investidor e à integridade de mercado. Ela regulamenta uma parte fundamental do setor de títulos: empresas de corretagem que fazem negócios com o público nos Estados Unidos. Para responder à dinâmica de mercado em constante mudança, a FINRA transferiu cerca de 90% de seus volumes de dados para a Amazon Web Services, usando a AWS para capturar, analisar e armazenar um influxo diário de 37 bilhões de registros.

  • Estudo de caso da Foursquare

    A Foursquare usa a AWS para analisar milhões de check-ins diários, economizando taxas de licenciamento e permitindo que a empresa realoque suas equipes de desenvolvimento e operações para atividades mais estratégicas. A Foursquare é uma empresa de tecnologia que embasa suas decisões empresariais com o respaldo de um profundo entendimento sobre a inteligência de localização. A Foursquare usa o Amazon Redshift, o Amazon Simple Storage Service (S3), o AWS Direct Connect e o Amazon Elastic Compute Cloud para apoiar e analisar centenas de milhões de logs de aplicações diariamente.

  • Estudo de caso da GivenGain

    Ao usar a AWS, a GivenGain aumentou o número de organizações sem fins lucrativos usando seu sistema de 378 para 2 mil, disponibilizando um serviço confiável e escalável para seus clientes, além de reduzir os custos e a sobrecarga operacional. A GivenGain permite que organizações sem fins lucrativos executem operações melhores de angariação de fundos e aumentem a receita usando ferramentas que permitem construir e gerenciar relacionamentos, além de obter apoio para as ideias que elas defendem. A GivenGain usa o Elastic Load Balancing, o Auto Scaling e o Amazon EFS para gerenciar sua plataforma de ativismo.

  • Estudo de caso da Gujarat Technological University

    Ao usar a AWS, a Gujarat Technological University (GTU), na Índia, eliminou interrupções e estabeleceu uma infraestrutura altamente disponível para apoiar 30.000 usuários simultâneos do site. A GTU oferece cursos nas áreas comerciais, de engenharia, farmacêutica e de desenvolvimento de software a cerca de 500.000 alunos por ano, com cerca de 500 unidades em toda a Índia. A GTU usa o Amazon EC2 para site, aplicações e serviços enquanto o Amazon S3 e o Amazon EBS disponibilizam armazenamento e o Amazon Glacier é usado para arquivamento e backup de longa duração.  

  • Estudo de caso da Harvard Medical School

    O Laboratory for Personalized Medicine (LPM) do Centro de Informática Biomédica da Harvard Medical School usou o poder das tecnologias de sequenciamento e coleta de dados biomédicos com alto throughput, bem como a flexibilidade da AWS, para desenvolver modelos de teste completos e inovadores para a análise de genomas em tempo recorde.

  • Estudo de caso da Healthcare.gov

    O Centers for Medicare and Medicaid Services (CMS) faz parte do Departamento da Saúde e Serviços Humanos dos EUA e é responsável pelo Healthcare.gov, o portal que permite que os consumidores encontrem informações e se inscrevam em planos de seguro nos termos da Lei dos Cuidados Acessíveis (Affordable Care Act). O CMS escolheu a Amazon Web Services para lançar três novos recursos para o site, incluindo um sistema de gerenciamento de identidades, um recurso para comparação de planos de seguro e uma ferramenta para determinar a qualificação para planos específicos de acordo com a renda e outras variáveis do consumidor. Usando a AWS, o CMS conseguiu oferecer um conjunto de recursos estável e altamente escalável, capaz de processar centenas de milhares de usuários simultâneos durante os períodos de pico de inscrição de seguros.

  • Estudo de caso da Icahn School of Medicine no Mount Sinai

    A Icahn School of Medicine no Mount Sinai está em busca de pistas para as causas genéticas dos cânceres de mama e ovário. A equipe usa a AWS para pesquisar e analisar mais de 100 TB de dados genômicos para investigar as causas destas formas agressivas de câncer.

  • Estudo de caso da Intermountain Healthcare

    A Intermountain Healthcare, usando a Amazon Web Services e trabalhando em conjunto com a Syapse, parceiro da APN, pode oferecer serviços de nuvem rápidos para oncologistas nos Estados Unidos para que eles possam disponibilizar medicina de precisão a pacientes com câncer. A Intermountain Healthcare, um grande sistema de saúde, cuja base fica em Utah, usa uma plataforma baseada na nuvem da Syapse em funcionamento na AWS e oferece uma plataforma que combina informações sobre genômica para disponibilizar informações práticas aos médicos.  

  • Estudo de caso da Jour de la Terre

    Usando a AWS para hospedar seu site e seu software essencial, a Jour de la Terre aumentou a eficiência dos funcionários em 15% e reduziu os custos de infraestrutura de TI em 20%. A organização ambiental sem fins lucrativos projeta e implementa programas e sistemas que respaldam a adoção de pequenas reduções de impacto ambiental por indivíduos, empresas, escolas e outras organizações. A Jour de la Terre usa produtos da AWS, como Amazon EC2 e Amazon S3, para hospedar três sites estáticos e seu software empresarial essencial.

  • Estudo de caso da Kik Interactive

    A Kik usa a AWS para fornecer serviços de sistema de mensagens altamente disponíveis, rápidos e com alta capacidade de resposta. A principal aplicação do sistema de mensagens da Kik é usada por mais de 275 milhões de jovens. Para fornecer os melhores serviços aos clientes, a Kik complementa uma infraestrutura de servidores interna com recursos hospedados na nuvem da Amazon Web Services. Além disso, a empresa criou uma arquitetura sofisticada de análise de dados no Amazon Redshift, obtendo novas informações sobre as necessidades e as preferências dos assinantes a uma fração do custo e com o dobro do desempenho de soluções de armazém de dados da concorrência.  

  • Estudo de caso da Mars Curiosity Mission da NASA/JPL

    O JPL, uma divisão do Instituto de Tecnologia da Califórnia em Pasadena, gerencia o programa de exploração de Marte da diretoria de missões científicas da NASA em Washington, DC. O Jet Propulsion Laboratory (JPL) da NASA conseguiu utilizar a Nuvem AWS para provisionar rapidamente a capacidade e para proporcionar rapidamente as experiências fascinantes das missões em Marte aos fãs em todo o mundo.

  • Estudo de caso da MLB Advanced Media

    A Major League Baseball Advanced Media (MLBAM) é a divisão de produtos e serviços digitais da Major League Baseball. A MLBAM consultou a AWS para uma solução de big data que consome e analisa 17 petabytes de jogadas individuais durante uma temporada. Ao usar a AWS, a MLBAM disponibiliza novas informações que ajudam transmissoras, equipes e fãs a compreender melhor a dinâmica e a destreza atlética do jogo.

  • Estudo de caso da New York Public Library

    A New York Public Library (NYPL) renovou seu ambiente fragmentado de TI, que tinha uma tecnologia antiga e um sistema legado, para uma plataforma modernizada na AWS. A New York Public Library fornece anualmente livros gratuitos, informações, ideias e educação para mais de 17 milhões de usuários. Ao usar o Amazon EC2, o Elastic Load Balancing, o Amazon RDS e o Auto Scaling, a NYPL pode criar sistemas escaláveis e replicáveis rapidamente por um custo muito mais baixo.

  • Estudo de caso da PetaJakarta

    Ao usar a AWS, a PetaJakarta pode escalar para atender à demanda de uso dos 28 milhões de cidadãos de Jacarta durante eventos de inundações e, ao mesmo tempo, gerenciar custos durante os períodos de baixo movimento. A PetaJakarta.org se beneficia do poder das redes sociais para reunir, classificar e exibir informações sobre inundações para residentes de Jacarta em tempo real. A execução de um conjunto dinâmico de serviços em uma plataforma de hardware em bom estado permite que a PetaJakarta disponibilize serviços resilientes e flexíveis que respondam a fenômenos meteorológicos extremos.

  • Estudo de caso da Raizen

    A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, lançou o aplicativo Shell Box, que vai revolucionar a forma como a marca se comunica com seus consumidores, oferecendo uma nova experiência nos postos Shell, com promoções exclusivas, rapidez e facilidades. Em linha com o pilar de Inovação da Cultura da Raízen, o desenvolvimento do aplicativo Shell Box foi feito dentro de casa, capitaneado pelo time de Tecnologia da Informação, que teve todo o apoio do IEM (Enterprise Support) da Amazon Web Services para seguir as melhores práticas na nuvem e atingir ganhos de performance. Por meio de uma interface simples, o app proporciona comodidade e segurança nas transações de pagamento e permite a participação dos clientes em promoções, tudo via celular. Essa possibilidade, atualmente, está em expansão nas cidades do Rio de Janeiro, Goiânia e interior de São Paulo. Em breve, também estará disponível em outras cidades.

  • Estudo de caso da San Francisco State University

    A San Francisco State University, em colaboração com o Stanford Helix Group, precisava acelerar a computação do seu projeto de pesquisa, o FEATURE. Usando técnicas de aprendizado de máquina e o Amazon EC2, as equipes conseguiram concluir a pesquisa, que normalmente demoraria semanas, em apenas algumas horas, ao mesmo tempo em que reduziram o custo da computação.

  • Estudo de caso da Scotia Gas Network

    Ao migrar para a AWS, a SGN tornou-se mais segura e ágil, bem como reduziu custos. A SGN é uma empresa de distribuição de gás do Reino Unido que gerencia a rede de distribuição de gás natural e verde para mais de seis milhões de casas e empresas em toda a Escócia e no sul da Inglaterra. A empresa executa várias cargas de trabalho na AWS, inclusive plataformas de análise e aplicações móveis essenciais.

     

  • Estudo de caso da Universidade de Chicago

    O Computation Institute da Universidade de Chicago cria soluções para disponibilizar "ciência como serviço" para pesquisadores. O instituto usa a AWS para hospedar os serviços Globus Transfer e Globus Genomics e oferecer mais de 99% de disponibilidade aos seus clientes.

  • Estudo de caso da Webmotors

    A inteligência obtida por meio das novas tecnologias de Big Data influencia diretamente a tomada de decisões nas empresas, e tem ajudado a remodelar processos e até a redefinir modelos de negócio. Para a Webmotors, ampliar e reestruturar totalmente a arquitetura de Business Intelligence foi crucial na nova estratégia do portal pioneiro e líder no mercado de classificado online de veículos. Com as soluções da Amazon Web Service, em apenas dois meses a empresa inaugurou uma nova fase, ampliando o portfólio com novos produtos de informação. Com os dados gerados pelos usuários do portal, ingeridos e processados em real time por um sistema inovador, a Webmotors consegue cruzar informações valiosas para o setor em que é referência. A experiência com o projeto do portal demonstra o poder transformador do Big Data, uma grande tendência em todos os setores da indústria.

  • Estudo de caso do Departamento Penal da Louisiana

    O Departamento de Segurança Pública e Penal da Louisiana oferece treinamento educacional e vocacional com base em laboratórios usando o sistema da ATLO Software para milhares de detentos em quatro unidades prisionais usando a AWS. O departamento gerencia nove unidades prisionais em todo o estado. Ele usa o Amazon WorkSpaces em um ambiente do Amazon Virtual Private Cloud para oferecer um ambiente de aprendizagem seguro para os detentos.

  • Estudo de caso do Endemol Shine

    O Endemol Shine Group usa o Amazon WorkSpaces para reduzir os custos de operação de desktops em 30% e as despesas de capital em 70%. O Endemol Shine Group é um líder mundial na criação, produção e distribuição de entretenimento multiplataforma. Seu portfólio inclui American Idol, Big Brother, MasterChef, Man vs. Food, The Biggest Loser e Wipeout. Saiba mais sobre como o Endemol Shine Group se beneficia com o Amazon WorkSpaces.

  • Estudo de caso do Guttman Lab do Caltech

    O Guttman Lab, do California Institute of Technology, usa um cluster de computação de alta performance (HPC) baseado na AWS para adicionar rapidamente nós computacionais, analisar dados de sequenciamento genômico em dias, em vez de semanas, e gerenciar facilmente credenciais de acesso ao cluster. Administrado pelo Dr. Mitch Guttman, o Guttman Lab é um laboratório de pesquisa baseado em Pasadena, na Califórnia, especializado no estudo de genes RNA longos não codificantes. O laboratório executa seu cluster HPC cada vez maior na AWS, usando a Amazon Virtual Private Cloud para executar recursos em uma rede definida, como também o Amazon WorkSpaces e o Simple AD para gerenciar o acesso.

  • Estudo de caso do Met Office

    Ao adotar a AWS, o Met Office aumentou sua capacidade de disponibilizar informações meteorológicas sob medida para os usuários (agora, ele pode fazer implantações com uma frequência 30 vezes maior), além de manter a integridade de seu ambiente local de supercomputação. Um líder mundial em serviços climáticos e meteorológicos, o Met Office disponibiliza previsões precisas e acessíveis, avisos meteorológicos de tempo severo, bem como serviços meteorológicos para vários usuários em todo o mundo. A organização utiliza a plataforma da AWS para reduzir custos, acessar opções de arquitetura rapidamente e ajustar a escala do armazenamento físico de dados em até dez vezes. 

  • Estudo de caso do Ministério da Justiça do Reino Unido

    Após migrar para a Nuvem AWS, o Ministério da Justiça do Reino Unido agora pode usar a tecnologia para aumentar a eficiência e a imparcialidade dos serviços que presta aos cidadãos britânicos. O MoJ é um departamento ministerial do governo do Reino Unido. Ele tinha seu próprio datacenter local, mas não tinha a habilidade de mudar e adaptar-se rapidamente às necessidades dos cidadãos. Conforme criava mais serviços digitais, o MoJ recorreu à AWS para automatizar, consolidar e oferecer serviços aos cidadãos. Ao usar Serviços da AWS, como o Amazon EC2, o Amazon S3 e o Route 53, o MoJ pôde transformar a tecnologia em um viabilizador para a obtenção de um sistema judicial mais justo e eficiente.

  • Estudo de caso do National Cerebral and Cardiovascular Center

    O National Cerebral and Cardiovascular Center, que executava as próprias instalações de datacenter, bem como servidores, decidiu migrar para a Nuvem AWS depois de considerar os benefícios de segurança. Como resultado, eles melhoraram a segurança e reduziram a carga operacional.

  • Estudo de caso do New York University Langone Medical Center

    A High Performance Computing Facility do Center for Health Informatics and Bioinformatics da Universidade de Nova York (NYU) foi fundada em 2009 para disponibilizar recursos de computação de vanguarda para pesquisadores no NYU Langone Medical Center. A instalação usa o Globus Online, um serviço de transferência de arquivos gratuito, hospedado e otimizado pelo Amazon EC2, assim como pelo Amazon S3, para permitir que pesquisadores de bioinformática e informática médica compartilhem dados e atendam a necessidades de computação que excedam os limites de capacidade local.

  • Estudo de caso do projeto de pesquisa genômica do AMP Lab da Universidade da Califórnia em Berkeley

    O Algorithms, Machine, and People (AMP) Lab da Universidade da Califórnia em Berkeley, é um esforço de pesquisa multidisciplinar desenvolvido para a criação de uma tecnologia escalável de aprendizado de máquina e análise de dados. Com a ajuda da AWS, a equipe do AMP Lab tem condições de expandir experimentos e testar novos softwares em configurações reais em milhares de computadores. A Nuvem AWS disponibiliza ao AMP Lab acesso aos recursos de baixo custo de computação sob demanda e de infraestrutura que apoiam projetos que incluem a análise de dados de sequenciamento genômico para obter avanços nas pesquisas sobre o câncer.

  • Estudo de caso do Super Nosso

    O Super Nosso em Casa é o e-commerce da rede de supermercados mineira que é referência em qualidade e atendimento, e oferece aos seus clientes de Belo Horizonte e região uma forma inovadora e muito mais prática, segura e confortável de fazer compras. Porém, fazer supermercado online é uma realidade nova para estes consumidores, os quais nem todos estão culturalmente habituados. Para que a experiência atingisse o mesmo nível de excelência que o grupo oferece há 18 anos em suas lojas físicas, toda a infraestrutura do site foi reformulada na nuvem da Amazon Web Services. Com a arquitetura na nuvem, o e-commerce alcançou total disponibilidade e segurança, aumentando a satisfação dos clientes e, consequentemente, estimulando muito mais pessoas a fazerem suas compras pela internet.

  • Estudo de caso We Feel

    O Black Dog Institute (BDI) é um órgão australiano de pesquisa sem fins lucrativos dedicado a aprimorar o diagnóstico, o tratamento e a prevenção de vários transtornos do humor. O instituto formou uma parceria com a CSIRO, a agência nacional de ciências da Austrália, para conduzir o estudo We Feel, que usa a AWS para analisar tweets de todo o mundo e medir como as emoções são impactadas por elementos ambientais. Ao usar a AWS, o BDI pode analisar mais de 27 milhões de tweets ao dia em tempo real e escalar seus recursos para administrar até 28 mil visitantes do site diariamente.

  • International Rice Research Institute

    O uso da AWS permitiu que o International Rice Research Institute e outros parceiros reduzissem custos de infraestrutura de tecnologia em 30%, atingissem disponibilidade de 99,999% e entregassem ambientes de teste especializados em duas horas. O International Rice Research Institute desenvolve variedades de arroz que podem suportar secas, enchentes, doenças e outros eventos potencialmente danosos. A organização já colaborou com outros nove membros do grupo de consulta para pesquisa internacional de agricultura para executar um sistema integrado de planejamento de recursos corporativos na AWS.