Instâncias A1 do Amazon EC2

Custo e performance otimizados para cargas de trabalho com escalabilidade horizontal

As instâncias A1 do Amazon EC2 oferecem economia substancial para aplicativos com escalabilidade horizontal baseados em Arm como servidores web, microsserviços conteinerizados, frotas de armazenamento em cache e datastores distribuídos com suporte do amplo ecossistema do Arm. As instâncias A1 são as primeiras instâncias do EC2 baseadas em processadores AWS Graviton, que oferecem núcleos Arm Neoverse de 64 bits e silício personalizado desenvolvido pela AWS. Essas instâncias também são indicadas para desenvolvedores, entusiastas e educadores em toda a comunidade de desenvolvedores do Arm. A maioria dos aplicativos independentes de arquitetura que podem executar no Arm também podem se beneficiar com as instâncias A1. 

SiteMerch-EC2-A1-Instances_390x150

Benefícios

Flexibilidade e opções

As instâncias A1 complementam a mais ampla e especializada seleção de instâncias do EC2. Agora, os desenvolvedores podem acessar instâncias com o conjunto de instruções do Arm e experimentar a flexibilidade, a segurança, a confiabilidade e a escalabilidade da execução no EC2. Recursos conhecidos da AWS e do Amazon EC2, como EBS, redes e AMIs funcionam de forma transparente nas instâncias A1.

Redução de custos

As instâncias A1 oferecem economias substanciais para cargas de trabalho compatíveis com o amplo ecossistema do Arm. Entre os exemplo, cargas de trabalho de uso geral como servidores web, microsserviços conteinerizados, frotas de armazenamento em cache e datastores distribuídos que podem ser espalhados entre vários núcleos e serem comportados pelos recursos de memória disponíveis na instância A1.

Maximize a eficiência de recursos

As instâncias A1 são baseadas no AWS Nitro System, uma combinação de hardware dedicado e hipervisor leve, que fornece praticamente todos os recursos de computação e memória do hardware host às suas instâncias para proporcionar um nível mais alto de performance e segurança gerais.


Principais recursos

Baseadas nos processadores AWS Graviton

Os processadores AWS Graviton oferecem núcleos Arm Neoverse de 64 bits e silício com projeto personalizado pela AWS para fornecer performance e custos otimizados. Os processadores AWS Graviton são criados exclusivamente para a nuvem e utilizam a especialização da AWS e da Annapuma Labs para executar plataformas e aplicativos de nuvem em hiperescala.

Redes e armazenamento de alta performance

A tecnologia de próxima geração do adaptador de rede elástica (ENA) e do NVM Express (NVMe) proporciona instâncias A1 com alto throughput de dados e interfaces de largura de banda de baixa latência para redes e para o Amazon Elastic Block Store (Amazon EBS).

Baseadas no AWS Nitro System

O AWS Nitro System é uma coleção sofisticada de componentes básicos que transferem muitas das funções tradicionais de virtualização para hardware e software dedicados para fornecer altos níveis de performance, disponibilidade e segurança, além de reduzir a sobrecarga da virtualização.

Detalhes do produto

Modelo vCPUs Memória (GiB)
Armazenamento de instâncias   Largura de banda de rede (Gbps)
Largura de banda do EBS (Mbps)
a1.medium 1 2 Somente EBS Até 10 Até 3.500
a1.large 2 4 Somente EBS Até 10 Até 3.500
a1.xlarge 4 8 Somente EBS Até 10 Até 3.500
a1.2xlarge 8 16 Somente EBS Até 10 Até 3.500
a1.4xlarge 16 32 Somente EBS Até 10 3.500

Histórias de sucesso de clientes

Smugmug

SmugMug é um serviço que permite aos usuários carregar, armazenar e compartilhar fotos e vídeos. A empresa alcançou uma redução de custos de 40% migrando o nível de veiculação de fotos para as instâncias A1 do EC2. O SmugMug conseguiu mover sua pilha de software (PHP, Nginx, HAProxy) para instâncias A1 com o mínimo de esforço. E colocar em operação as instâncias A1 não foi diferente de começar a usar qualquer outra instância do EC2 para o SmugMug.

geodata2

A Geodata processa logs de atividade do servidor tanto para fins em tempo quase real como para finalidades de longo prazo. O processamento é realizado usando software personalizado escrito em Python com várias bibliotecas de código aberto, e veicula no EC2 ao lado de outras tecnologias AWS, como Lambda e CloudWatch Logs. A Geodata considerou simples a migração dos componentes do EC2 para as instâncias A1 do EC2, entendendo como otimizadas as instâncias A1.

reamp2

Reamp, um provedor de soluções de mídia e consultoria, coleta e processa dados por meio de diversas APIs de terceiros para veicular informações de marketing significativas para os clientes. A empresa fez facilmente a transição do aplicativo Java interno usando o mesmo ambiente de software Ubuntu + OpenJDK e constatou que as instâncias A1 oferecem o custo e a performance ideais para as suas cargas de trabalho de processamento de dados. Com base nesta experiência positiva com as instâncias A1, a empresa está analisando cargas de trabalho adicionais para migração.

Rancher

Quando introduzimos o k3s, uma distribuição leve do Kubernetes criada para a borda, precisávamos executar a nossa infraestrutura de CI em servidores ARM. As instâncias A1 do Amazon EC2 fizeram uma grande diferença em nosso processo de desenvolvimento e teste e garantiram o desenvolvimento, a criação e o lançamento eficientes do k3s inteiramente no ambiente ARM, sem necessidade de compilação cruzada e emulação.

Blogs e artigos

Blog
Processador AWS Graviton
 

James Hamilton
27 de novembro de 2018

Blog
Blog: Red Hat Enterprise Linux para ARM: compatível com a AWS

Scott Herold e Jon Masters
27 de novembro de 2018

Notícias recentes

Vídeos

Vídeo de lançamento: Introdução às instâncias A1 do Amazon EC2
Executando o Android na Nuvem com o instâncias A1 do Amazon EC2
Kubernetes no RHEL7.6 Executado pela Amazon AWS A1 Instâncias Arm