Execute aplicações Microsoft SQL Server no PostgreSQL com poucas alterações no código

O Babelfish for Aurora PostgreSQL é um novo recurso do Amazon Aurora edição compatível com PostgreSQL que permite que o Aurora entenda comandos de aplicações escritas para o Microsoft SQL Server.

A migração de bancos de dados herdados SQL Server pode demorar e exigir muitos recursos. Na migração de bancos de dados, é possível usar o AWS Database Migration Service (DMS) para automatizar a migração do esquema e dos dados do banco, mas geralmente a migração da aplicação em si exige muito mais trabalho, inclusive a reescrita do código que interage com o banco de dados.

Agora, com o Babelfish, o Aurora PostgreSQL entende T-SQL, o dialeto SQL exclusivo do Microsoft SQL Server, e oferece suporte ao mesmo protocolo de comunicações. Assim, as aplicações escritas originalmente para o SQL Server funcionarão com o Aurora após poucas alterações no código. Dessa forma, o esforço necessário para modificar e migrar aplicações executadas no SQL Server 2005 ou em uma versão mais recente para o Aurora diminui, possibilitando migrações mais rápidas, menos arriscadas e mais econômicas.

O Babelfish é um recurso integrado do Amazon Aurora e não exige nenhum custo adicional. É possível habilitá-lo no cluster do Amazon Aurora com apenas alguns cliques na console de gerenciamento do RDS.

Acelere sua migração do SQL Server com o Babelfish para Amazon Aurora PostgreSQL | Amazon Web Services (1:32)

Benefícios

Redução do tempo e do risco da migração

Com o Babelfish, o Amazon Aurora PostgreSQL oferece suporte à linguagem e semântica comum T-SQL, o que reduz o número de alterações no código relacionadas a chamadas do banco de dados nas aplicações. Assim, o volume do código da aplicação que você precisa escrever diminui, reduzindo o risco de novos erros na aplicação.

Migração no seu próprio ritmo

Com o Babelfish, você pode executar o código do SQL Server com novas funcionalidades criadas usando APIs nativas do PostgreSQL. O Babelfish permite que o Aurora PostgreSQL funcione com ferramentas, comandos e drivers comuns de consulta do SQL Server. Assim, você pode continuar desenvolvendo com as ferramentas que já conhece.

O projeto de código aberto do Babelfish for PostgreSQL já está disponível

O código-fonte do Babelfish já está disponível no GitHub sob a licença do Apache 2.0 e do PostgreSQL. O Babelfish pode ser usado sob qualquer uma dessas licenças.

Saiba mais »

Como funciona

O Babelfish implementa suporte para a linguagem e semântica comum do SQL Server (T-SQL), permitindo que suas aplicações herdadas se comuniquem com o Aurora sem exigir a reescrita significativa do código.

HIW-Diagram_Babelfish-for-PostgreSQL@2x(V2)_product-page-diagram_CN-Babel_rev

Como começar a usar

O Babelfish for Aurora PostgreSQL está disponível para Amazon Aurora edição compatível com PostgreSQL. Leia a documentação e comece a usar com apenas alguns cliques no Console de Gerenciamento do Amazon Aurora.

Saiba mais sobre os recursos do Amazon Aurora

Acesse a página de recursos