O Amazon Aurora é um serviço de banco de dados relacional moderno que oferece performance e alta disponibilidade em escala, edições compatíveis com MySQL e PostgreSQL totalmente em código aberto e uma variedade de ferramentas de desenvolvedor para criar aplicações sem servidor e baseadas em machine learning. 

Para o Aurora provisionado, é possível escolher instâncias sob demanda e pagar seu banco de dados por hora, sem compromissos de longo prazo ou custos iniciais, ou escolher instâncias reservadas para economizar ainda mais. Se preferir, o Aurora Serverless inicia, encerra e escala a capacidade automaticamente de acordo com as necessidades de sua aplicação, e você paga apenas pela capacidade consumida. 

O armazenamento do Aurora é cobrado em incrementos de GB por mês, enquanto a E/S consumida é cobrada em incrementos de um milhão de solicitações. Não é necessário provisionar armazenamento ou E/S antecipadamente. Ambos escalam automaticamente, e você paga apenas pelo armazenamento e pela E/S que seu banco de dados do Amazon Aurora consumir. 

Aplicam-se cobranças adicionais a recursos específicos, como Global Database, Backtrack e Snapshot Export, bem como para transferência de dados para fora do Aurora. Os preços abaixo se aplicam às edições compatíveis com MySQL e PostgreSQL do Amazon Aurora, exceto onde indicado.

Instâncias de banco de dados

Selecione “Aurora MySQL-Compatible Edition” (Aurora edição compatível com MySQL) ou “Aurora PostgreSQL-Compatible Edition” (Aurora edição compatível com PostgreSQL) para ver o preço da instância de banco de dados.

Armazenamento de banco de dados e E/S

O consumo do armazenamento de seu banco de dados do Amazon Aurora é faturado em incrementos por GB/mês, e as E/S consumidas são faturadas em incrementos por milhão de solicitações. Você paga apenas pelo armazenamento e pela E/S que seu banco de dados do Amazon Aurora consumir e não precisa provisionar com antecedência. As cobranças de E/S podem variar significativamente dependendo da workload e do mecanismo de banco de dados. Para saber mais, acesse as Perguntas frequentes sobre o Aurora, “P: O que são E/Ss no Amazon Aurora e como são calculadas?”.

Para fornecer um exemplo simplificado, vamos supor que você tenha um banco de dados do Aurora e comece com um banco de dados de 1000 GB no início do mês (período de 30 dias) que está crescendo 2% ou 20 GB diariamente. Você será cobrado a uma taxa pro rata com base nos dias restantes do mês. Então a cobrança será de 1.000 GB por 30 dias. No dia seguinte, você será cobrado pelos 20 GB adicionais por 29 dias. No dia seguinte, você receberá uma cobrança pelos 20 GB adicionais por 28 dias, e assim por diante. Portanto, no final de um período de 30 dias, você teria o seguinte uso em GB-mês: (1.000 GB * 30 dias + 20 GB * 29 dias + 20 GB * 28 dias + ... + 20 GB * 1 dia) / 30 dias= 1.290 GB-mês. Assuma que os dados sejam armazenados na região Leste dos EUA (Norte da Virgínia) e o preço da unidade seja USD 0,10 por GB-mês. Em seguida, o custo total seria 1.290 GB-mês * USD 0,10 por GB-mês = USD 129 (observe a diferença entre GB e GB-mês).

Para cobranças de E/S, vamos assumir que o mesmo banco de dados leia 100 páginas de dados do armazenamento por segundo para atender às consultas em execução nele. Isso resultaria em 262,8 milhões de E/Ss lidas por mês (100 páginas por segundo x 730 horas x 60 minutos x 60 segundos). Da mesma forma, vamos supor que sua aplicação faça alterações no banco de dados que afetem uma média de dez páginas de dados por segundo. O Aurora cobrará uma operação de E/S por até 4 KB de alterações em cada página de dados. Se o volume de dados alterados por página for inferior a 4 KB, isso resultará em 10 E/Ss de gravação por segundo. Isso equivale a 26,2 milhões de E/Ss por mês (10 E/Ss de gravação por segundo * 730 horas * 60 minutos * 60 segundos).

O número de operações de gravação pode ser menor, sujeito às otimizações de E/S de gravação do Aurora que podem combinar operações de gravação com menos de 4 KB em determinadas circunstâncias. Combinado, seu custo máximo mensal de E/S para essa workload será de USD 57,80 (USD 0,20 por um milhão de solicitações x 289 milhões de solicitações). No entanto, se o volume de alterações por página de dados for maior que 4 KB, o Aurora consumirá mais de uma operação de E/S para persistir as alterações em uma página de dados, resultando em um número maior de E/Ss de gravação para persistir as alterações de dados.

Global Database

O Amazon Aurora Global Database é um recurso opcional que oferece leituras globais de baixa latência e recuperação de desastres de interrupções regionais. Você paga por E/S de gravação replicada entre a região primária e cada região secundária. O número de E/Ss de gravação replicadas para cada região secundária é igual ao número de E/Ss de gravação dentro da região realizadas pela região primária. Além de E/Ss de gravação replicadas, você paga taxas do Aurora padrão por instâncias, armazenamento, transferência de dados entre regiões, armazenamento de backup e Backtrack, um recurso que permite migrar rapidamente um banco de dados para um ponto anterior no tempo sem a necessidade de restaurar dados de um backup.

Armazenamento de backup

O armazenamento de backup do Amazon Aurora é o armazenamento associado aos seus backups automáticos de banco de dados e a qualquer snapshot de cluster de banco de dados iniciado pelo cliente. Estender o período de retenção de backups ou criar snapshots de clusters de bancos de dados aumenta o armazenamento de backup utilizado.

  • O armazenamento de backup é alocado por região. O espaço total do armazenamento de backup é equivalente à soma do armazenamento de todos os backups na região em questão. 
  • A transferência de um snapshot de cluster de DB para outra região aumenta o armazenamento alocado de backup na região de destino. 
  • Não há custo adicional para o armazenamento de backup, que engloba até 100% do seu armazenamento total de banco de dados Aurora para cada cluster de DB do Aurora. Também não haverá cobrança adicional pelo armazenamento de backup se o período de retenção de backup for de um dia e você não tiver snapshots além do período de retenção. 
  • O armazenamento de backup, bem como os snapshots que você armazena depois que seu cluster de banco de dados é excluído, serão cobrados com as seguintes taxas:

Voltar no tempo

A opção de voltar no tempo permite que você transfira rapidamente um banco de dados do Aurora para um momento anterior sem a necessidade de restaurar dados de um backup. Com esse recurso, você pode se recuperar rapidamente de erros de usuário, como excluir a tabela errada ou a linha errada. No momento, esse recurso está disponível para o Aurora edição compatível com MySQL. 

É necessário especificar quanto deseja voltar com o Backtrack (por exemplo, “até 24 horas”). O Aurora manterá os logs, chamados de registros de alterações, durante o período especificado para a opção de voltar no tempo. Você paga uma simples taxa por hora para armazenar registros de alterações.

Por exemplo, suponha que o seu banco de dados do Aurora esteja gerando 10.000 registros de alterações por hora, que podem ser vistos consultando as métricas do CloudWatch, e você deseja usar o Backtrack para voltar até 10 horas no tempo. Para apoiar isso, o Aurora precisaria armazenar 10.000 registros de alterações/hora x 10 horas = 100.000 registros de alterações. Digamos que o custo na região Leste dos EUA (Norte da Virgínia) seja de USD 0,012/hora por 1 milhão de registros de alterações. A habilitação do recurso que permite voltar no tempo aumentaria seus custos em USD 0,012 x (100.000/1.000.000) = USD 0,0012/hora. 

Usando o Backtrack, você pode analisar métricas do Amazon CloudWatch no Console da AWS para ver quantos registros de alterações o banco de dados está gerando por hora.

Exportação de snapshot ou clusters

A exportação de snapshot do Amazon Relational Database Service (RDS) fornece um método automatizado para exportar dados em um snapshot do RDS ou Aurora para o Amazon Simple Storage Service (Amazon S3) no formato Parquet. A exportação de clusters fornece um método automatizado para exportar dados de um cluster do banco de dados Aurora para o Amazon Simple Storage Service (Amazon S3) no formato Parquet. O formato Parquet é até duas vezes mais rápido para descarregar e consome até seis vezes menos armazenamento no Amazon S3 em comparação a formatos de texto. Você pode analisar os dados exportados usando outros produtos da AWS, como o Amazon Athena, Amazon EMR e Amazon SageMaker.

Transferência de dados

O preço abaixo é baseado nos dados importados para o Amazon Aurora, bem como nos dados exportados dele.

  • Como parte do Nível gratuito da AWS, os clientes da AWS recebem 100 GB de transferência de dados gratuita para a Internet todos os meses, agregados em todos os Serviços e Regiões da AWS (exceto China e GovCloud).
  • Os dados transferidos entre instâncias do Amazon Aurora e do Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) na mesma zona de disponibilidade são gratuitos. 
  • A transferência de dados entre as zonas de disponibilidade para replicação de clusters de DB é gratuita. 
  • Para dados transferidos entre uma instância do Amazon EC2 e uma instância de DB do Amazon Aurora em zonas de disponibilidades diferentes na mesma região, aplicam-se as taxas regionais de transferência de dados do Amazon EC2.

Exceto se informado ao contrário, nossos preços excluem impostos e taxas aplicáveis, incluindo ICMS e imposto sobre vendas aplicável. Para clientes com endereço de faturamento no Japão, o uso da AWS está sujeito ao Imposto sobre o consumo japonês. Saiba mais.

Calculadora de Preços da AWS

Calculadora de preços da AWS

Calcule o custo do seu Amazon Aurora e da arquitetura em uma única estimativa.

Recursos adicionais de preço

Calculadora de preços da AWS

Calcule facilmente os custos mensais na AWS

Obtenha assistência de preços

Entre em contato com os especialistas da AWS para obter um orçamento personalizado

Saiba como começar a usar o Amazon Aurora

Encontre recursos para começar a usar