O AWS Wavelength estende a Nuvem AWS a uma rede global de pontos de presença 5G para permitir que os desenvolvedores inovem e criem uma nova classe de aplicativos que exige latência ultrabaixa. As Zonas do Wavelength fornecem uma conexão segura e de alta largura de banda com a Região da AWS primária, permitindo que os desenvolvedores se conectem perfeitamente a toda a gama de serviços dessa Região da AWS por meio das mesmas APIs e conjuntos de ferramentas. 

Você pode criar instâncias do Amazon EC2, volumes do Amazon EBS e sub-redes e gateways de operadora da Amazon VPC em Zonas do Wavelength. Você também pode usar serviços que orquestram ou funcionam com o EC2, o EBS e a VPC, como o Amazon EC2 Auto Scaling, clusters do Amazon EKS, clusters do Amazon ECS, Amazon EC2 Systems Manager, Amazon CloudWatch, AWS CloudTrail e AWS CloudFormation. Os serviços no Wavelength são parte de uma VPC conectada por meio de uma conexão confiável de alta largura de banda a uma Região da AWS para facilitar o acesso a serviços, incluindo o Amazon DynamoDB e o Amazon RDS.

Computação

Computação de uso geral: atualmente, as Zonas do Wavelength oferecem suporte para instâncias t3.medium, t3.xlarge e r5.2xlarge para aplicativos que precisam de computação de uso geral econômica.

Computação acelerada: as Zonas do Wavelength oferecem suporte a instâncias g4dn.2xlarge para aplicativos como streaming de jogos e inferência por ML na borda que exigem GPUs.

Armazenamento

O Wavelength oferece volumes gp2 do Elastic Block Store (EBS) para o armazenamento de blocos persistente. Você pode usar volumes gp2 do EBS para volumes de inicialização ou dados e conectar ou desconectar volumes do EBS a instâncias do EC2. Ele fornece recursos de instantâneos e restauração, como também permite aumentar o tamanho do volume sem nenhum impacto na performance. Todos os volumes e snapshots do EBS são totalmente criptografados por padrão. Todos os snapshots do EBS serão armazenados usando o Amazon S3 na Região associada à Zona do Wavelength.

Redes

VPC: Amazon VPCs em uma conta podem ser estendidos para abranger várias Zonas de disponibilidade, incluindo Zonas do Wavelength. As instâncias do Amazon EC2 e os serviços relacionados aparecerão como parte da VPC regional do usuário.

Gateway de operadora: o Wavelength também introduz um novo componente na configuração da rede – o Gateway de operadora. O Gateway de operadora permite conectividade da sub-rede do usuário na Zona do Wavelength com a rede do Provedor de serviços de comunicação (CSP), a Internet ou a Região da AWS por meio da rede do CSP. O gateway de operadora tem duas finalidades. Ele permite o tráfego de entrada de uma rede de CSP em um local específico e o tráfego de saída para a rede de telecomunicações e a Internet.

Gerenciamento e monitoramento

As ferramentas da AWS, como AWS CloudFormation, Amazon CloudWatch, AWS CloudTrail e outras, podem ser usadas para executar e gerenciar cargas de trabalho em Zonas do Wavelength tão bem quanto nas cargas de trabalho na Nuvem. Você pode usar o AWS Cost Explorer para monitorar os custos.

Localidades

Localidade Provedor de serviços de comunicações Região da AWS ID da Zona do Wavelength
Boston, EUA Verizon Leste dos EUA (Virgínia do Norte) us-east-1-wl1-bos-wlz-1
Área da baía de São Francisco, EUA Verizon Oeste dos EUA (Oregon) us-west-2-wl1-sfo-wlz-1

Atlanta, EUA

Verizon

Leste dos EUA (Norte da Virgínia)

us-east-1-wl1-atl-wlz-1

Washington DC, EUA

Verizon

Leste dos EUA (Norte da Virgínia)

us-east-1-wl1-was-wlz-1

Nova York, EUA

Verizon

Leste dos EUA (Norte da Virgínia)

us-east-1-wl1-nyc-wlz-1

Product-Page_Standard-Icons_01_Product-Features_SqInk
Confira a definição de preço do produto
Saiba mais 
Product-Page_Standard-Icons_02_Sign-Up_SqInk
Cadastre-se para saber mais
Cadastre-se 
Product-Page_Standard-Icons_03_Start-Building_SqInk
Confira as perguntas frequentes
Saiba mais