O uso do FreeRTOS não é cobrado. O FreeRTOS é lançado com a licença de código aberto do MIT, uma licença permissiva com restrições limitadas sobre reutilização. Para saber mais sobre a licença de código aberto do MIT, clique aqui. Para saber mais sobre a comunidade do FreeRTOS, clique aqui.

Poderão ser geradas cobranças adicionais para o FreeRTOS se os aplicativos usarem outros serviços da AWS ou transferirem dados. Por exemplo, se um dispositivo que executa o FreeRTOS se conectar ao AWS IoT Core, você será cobrado pelo uso desse serviço.

Para obter mais detalhes sobre a definição de preço do serviço da AWS, consulte as seções de definição de preço das páginas de detalhes dos serviços da AWS relevantes. Os links da definição de preço para alguns serviços usados normalmente estão listados a seguir.

Cobranças adicionais

AWS IoT Core (se um dispositivo com FreeRTOS se conectar ao AWS IoT Core)

AWS IoT Device Management (se um dispositivo com FreeRTOS receber atualizações OTA)

AWS IoT Greengrass (se um dispositivo com FreeRTOS se conectar ao AWS IoT Greengrass Core)

Transferência de dados (se um dispositivo com FreeRTOS iniciar transferências de dados externas para a AWS, elas serão cobradas usando a taxa de transferência de dados do EC2)

Amazon S3 (se um dispositivo com FreeRTOS usar o S3 para armazenamento, solicitações e transferência de dados)

Amazon DynamoDB (se um dispositivo com FreeRTOS usar o DynamoDB para armazenamento físico de dados, capacidade de throughput e transferência de dados)

Recursos adicionais de definição de preço

Calculadora de definição de preço da AWS

Calcule facilmente os custos mensais na AWS

Centro de recursos de fatores econômicos

Recursos adicionais para mudar para a AWS

Saiba mais sobre como começar a usar o FreeRTOS

Acesse a página de visão geral
Pronto para começar?
Cadastre-se
Tem outras dúvidas?
Entre em contato conosco