A IE é uma escola de pós-graduação internacional em Madri, na Espanha. A escola é dedicada a educar líderes empresariais com base em foco global, espírito empreendedor e abordagem humanística. A IE apresenta um corpo docente e discente internacional que conta com 600 professores e alunos de mais de 90 nacionalidades. Mais de 45 mil ex-alunos ocupam cargos de gestão em 100 países. A IE dá ênfase a programas educacionais multidisciplinares e de pesquisa de alta qualidade e integradores. Os processos de aprendizado inovadores da escola misturam formatos on-line e locais, o que a torna uma pioneira no setor de educação internacional. A IE foi classificada a escola de negócios número um da Europa pelo Financial Times e pela BusinessWeek.

A IE usa o Blackboard e o Adobe Connect para disponibilizar aos alunos um ambiente de sala de aula on-line. Cerca de metade dos alunos da escola têm empregos em turno integral e necessitam de disponibilidade constante, considerando que eles têm uma quantidade de tempo limitada para dedicar aos trabalhos escolares. A escola, que usava um datacenter local, enfrentou desafios ao organizar a comunicação e a coordenação entre fornecedores de telecom diferentes. A infraestrutura de hardware demorou bastante para ser atualizada e exigiu recursos em excesso para a manutenção do sistema.

A escola também enfrentou problemas de largura de banda, visto que 2 mil alunos usavam Wi-Fi no campus e, ao mesmo tempo, os alunos virtuais que participavam das aulas precisavam de recursos de rede adicionais. Os alunos e o corpo docente, em várias localizações em todo o mundo, enfrentaram problemas com navegação, conectividade e desempenho. A IE precisava de acesso confiável rápido para todos os usuários, independentemente de onde eles estivessem. Luis Moliner, Diretor de tecnologias de aprendizado, diz: "Tentamos garantir que a plataforma esteja em funcionamento com alto desempenho o dia inteiro. Nossos alunos não têm um tempo ilimitado para dedicar ao nosso sistema, eles podem ter apenas uma hora por dia para dispensar aos trabalhos escolares". Para atender aos desafios de uma base de alunos remota cada vez maior, a IE começou a investigar suas opções.

A IE desejava obter um serviço que permitisse criar plataformas facilmente, disponibilizar um serviço confiável, facilitar a personalização e trabalhar em sua base de clientes internacional. A Amazon Web Services (AWS) atendia a todos estes critérios. A escola começou a usar a AWS em novembro de 2012 ao implementar a solução Adobe Connect em um mês e o Blackboard em cerca de cinco meses, devido a restrições do provedor e à sua complexa infraestrutura. A IE espelhou as informações entre dois servidores de banco de dados de modo que, enquanto um trabalhava, a equipe instalava atualizações de software ou pacotes de serviços no outro.

A solução da AWS da IE inclui oito servidores, inclusive dois bancos de dados SQL em execução no modo espelhado, um Quorum, três servidores web, um servidor de arquivos e outro servidor para carregar informações do CRM. Dois ou mais servidores executam videoconferências em tempo real e administram atividades acadêmicas e comerciais.

A IE também usa a AWS como parte de seu site. Os serviços locais são conectados à AWS, como aplicações, comunicação entre bancos de dados, bancos de dados computacionais e bancos de dados locais de CRM. Os Serviços da AWS usados incluem: Amazon Route 53 para compartilhar nomes de domínio de transferência, bancos de dados RDA, Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2), Amazon Simple Storage Service (Amazon S3), Amazon Elastic Block Store (Amazon EBS), Amazon Virtual Private Cloud (Amazon VPC) e Elastic Load Balancing. Tecnologias adicionais incluem MySQL e Apache com HP e Lab Service. Veja a Figura 1 abaixo para obter uma ilustração da arquitetura da IE.

ie-busines-school-arch-diagram

Figura 1. Arquitetura da IE

Ao usar a AWS, a IE tornou seus serviços on-line mais acessíveis para os alunos e o corpo docente. Luis Moliner, Diretor da área de tecnologias de aprendizado, comenta: "Antes de começarmos a usar a AWS, a implementação de uma nova infraestrutura durava um mês. Agora, conseguimos fazer isso em cerca de dois dias". A atualização de software também tornou-se bem mais rápida. O processo usado antes durava seis meses, agora, fazemos atualizações em apenas dois meses.

A escola também tornou-se mais precisa ao avaliar suas necessidades. Carlos González, Gestor da equipe operacional, explica: "É muito difícil prever como a maioria dos usuários se conectarão a um determinado serviço e, como resultado, provavelmente acabaremos adquirindo hardware em excesso. O uso da AWS elimina este problema".

Angel Ripa, administrador de sistemas, acrescenta: "Agora, temos mais tempo para testar novos softwares e novas configurações, pois não é mais necessário cuidar de todos os servidores".

Atualmente, a IE está atingindo uma disponibilidade de 99,9%, uma melhoria em comparação com a porcentagem de disponibilidade de 99,5% anterior da arquitetura. Além disso, a latência diminuiu em cerca de 60%. O tempo de acesso diminuiu em 30% e, como resultado, as reclamações de usuários diminuíram para quase zero. Raúl Castillo, Gestor da área de tecnologia de aprendizado, diz: "Nós não tivemos problemas de largura de banda. Ao usar a AWS, conseguimos responder rapidamente às necessidades empresariais. Isso não era possível usando nossa arquitetura anterior".

Para saber mais sobre como a AWS pode ajudá-lo com aplicações web, consulte a página de detalhes sobre aplicações web: http://aws.amazon.com/web-mobile-social/.