Implantação e gerenciamento

Instalação e configuração: é fácil começar a trabalhar com o Amazon OpenSearch Service. Você pode instalar e configurar seu cluster do Amazon OpenSearch Service usando o Console de Gerenciamento da AWS ou uma única chamada de API por meio da interface da linha de comando (CLI) da AWS. Você pode especificar o número de instâncias, os tipos de instância, as opções de armazenamento e modificar ou excluir clusters existentes a qualquer momento.

Upgrades no local: usando upgrades de versão no local, o Amazon OpenSearch Service facilita o upgrade dos seus clusters do OpenSearch e Elasticsearch (até a versão 7.10) para versões mais recentes sem tempo de inatividade. Os upgrades no local eliminam o incômodo de obter um snapshot manual, restaurá-lo em um cluster executando a versão mais recente e atualizar todas as referências de endpoint.

Monitoramento e alertas de eventos: o Amazon OpenSearch Service fornece monitoramento e alertas de eventos internos, permitindo que você monitore os dados armazenados no seu cluster e envie notificações automaticamente com base em limites pré-configurados. Desenvolvido com o uso do plugin de alertas do OpenSearch, esse recurso permite configurar e gerenciar alertas usando a interface do Kibana ou do OpenSearch Dashboards e a API REST. Você pode receber notificações por meio de webhooks personalizados, do Slack, do Amazon Simple Notification Service (SNS) e do Amazon Chime. Também pode visualizar métricas de integridade do cluster, incluindo número de instâncias, integridade do cluster, documentos pesquisáveis, CPU e memória, bem como utilização de disco para dados e nós principais por meio do Amazon CloudWatch, sem custo adicional.

Suporte para várias linguagens de consulta: com o Amazon OpenSearch Service, não é necessário ter proficiência na linguagem específica de domínio (DSL) de consultas OpenSearch. Escreva consultas SQL com o OpenSearch SQL ou use a OpenSearch Piped Processing Language (PPL), uma linguagem de consulta que permite usar a sintaxe de barra vertical (|) para explorar, descobrir e consultar seus dados. O OpenSearch Dashboards também inclui um workbench PPL e SQL.

Integração com ferramentas de código aberto: o Amazon OpenSearch Service oferece o OpenSearch Dashboards e o Kibana integrados (Elasticsearch versão 7.10 e anteriores) e integra-se ao Logstash, para que você possa ingerir e visualizar seus dados usando suas ferramentas de código aberto preferidas. Faça análises de rastreamento com o suporte do Amazon OpenSearch Service para a norma OpenTelemetry de código aberto e continue usando seu código existente com acesso direto a APIs e plugins do Elasticsearch, como Kuromoji, Phonetic Analysis, Ingest Processor Attachment, Ingest User Agent Processor e Mapper Murmur3.

Segurança e conformidade: com o Amazon OpenSearch Service, você pode conectar suas aplicações com segurança ao ambiente gerenciado Elasticsearch (versão 7.10 e anteriores) ou OpenSearch a partir da Amazon Virtual Private Cloud (VPC) ou na Internet pública, configurando o acesso à rede com o uso de grupos de segurança de VPC ou políticas de acesso baseadas em IP. Você também pode autenticar com segurança seus usuários e controlar o acesso usando o Amazon Cognito, o AWS Identity and Access Management (IAM) ou a autenticação básica com um nome de usuário e uma senha. O Amazon OpenSearch Service aproveita o plugin de segurança do OpenSearch, permitindo que você defina permissões detalhadas para índices, documentos ou campos. Você também pode estender o Kibana com exibições somente leitura e suporte seguro a vários locatários. O Amazon OpenSearch Service também oferece suporte à criptografia integrada de dados em repouso ou em trânsito, para que você possa proteger seus dados quando eles estiverem armazenados no seu domínio ou em snapshots automáticos e quando eles forem transferidos entre nós no domínio. O Amazon OpenSearch Service é elegível para a HIPAA e compatível com as normas PCI DSS, SOC, ISO e FedRAMP, facilitando a criação de aplicações que atendem aos requisitos de compatibilidade.

Níveis de armazenamento

UltraWarm

O armazenamento ativo permite a recuperação rápida de dados acessados com frequência. O UltraWarm é um nível de armazenamento moderado que complementa o nível de armazenamento ativo do Amazon OpenSearch Service, fornecendo armazenamento mais econômico para dados mais antigos e acessados com menos frequência, sem deixar de proporcionar uma experiência interativa de consultas. O UltraWarm armazena dados no Amazon S3 e usa nós personalizados, altamente otimizados e de uso específico no AWS Nitro System para atividades rápidas de armazenamento em cache, pré-recuperação e consulta desses dados.

Com o UltraWarm, você pode reter até 3 PB de dados em um único cluster do Amazon OpenSearch Service, reduzindo os custos por GB em quase 90% em comparação com o nível de armazenamento ativo. Você também pode consultar e visualizar facilmente os dados na interface do OpenSearch Dashboards ou Kibana (versão 7.10 e anteriores). Analise os dados de log recentes (semanas) e históricos (meses ou anos) sem perder horas ou dias restaurando logs arquivados.

Armazenamento inativo

O armazenamento inativo é a opção de armazenamento com o mais baixo custo para o Amazon OpenSearch Service, que permite reter no Amazon S3 os dados acessados com pouca frequência e pagar por computação apenas quando necessário. O armazenamento inativo é baseado no UltraWarm, que fornece nós especializados que armazenam dados no Amazon S3 e usa uma solução de cache sofisticada para oferecer uma experiência interativa. Ao desacoplar recursos de computação do armazenamento, o armazenamento inativo permite que você retenha qualquer quantidade de dados no seu domínio do Amazon OpenSearch Service e, ao mesmo tempo, reduz os custos por GB para preços de armazenamento semelhantes aos do Amazon S3. Desvincule dados moderados históricos ou acessados com pouca frequência que não estão em uso e libere computação para ajudar a reduzir os custos. Descubra e anexe seletivamente seus dados inativos aos nós UltraWarm do seu domínio em segundos com a sua escolha de uma interface Kibana (versão 7.10 e anterior) ou OpenSearch Dashboards e APIs de fácil uso. Com o armazenamento inativo, você pode consultar os dados inativos anexados com uma experiência e performance interativas semelhantes à dos seus dados ativos.

Saiba mais sobre os preços do Amazon OpenSearch Service

Acesse a página de preços