2U-logo

A 2U, Inc., está revolucionando o ensino superior colaborando com as principais universidades para tornar suas graduações online. Para apoiar a colaboração e o aprendizado, a plataforma de tecnologia da empresa deve ser capaz de armazenar dados em cache, que cresce exponencialmente à medida que os alunos se comunicam com os instrutores e entre si. Usando a AWS e executando o Amazon ElastiCache e outros serviços da AWS, a 2U pode armazenar dados em cache facilmente para proporcionar uma interação social rápida entre os usuários e concentrar seus recursos na inovação em vez de na infraestrutura.


Saiba mais e ouça James Kenigsberg da 2U.

BCM logo

A Baylor precisava de uma solução econômica e de fácil manutenção para possibilitar o fornecimento de colaboração global segura e eficaz sem os atrasos causados pela configuração de uma infraestrutura física. “Não tínhamos meses para configurar uma infraestrutura, e precisávamos compartilhar os dados de forma eficiente, interativa e segura”, disse Veeraraghavan.

Além disso, a solução devia ter flexibilidade suficiente para cumprir os requisitos de padrões clínicos e da HIPAA. “Quando colocamos todas as informações na mesa, tendemos naturalmente para a DNAnexus e a Nuvem AWS.”

Saiba mais sobre como a Baylor usa a Nuvem AWS.

CarnegieMellonlogo

“O Project Olympus é uma nova iniciativa desenvolvida para criar e manter as inovações da computação de última geração para o oeste da Pensilvânia. Nosso mecanismo de pesquisa vertical spider é um aplicativo orientado pelo tempo que requer uma capacidade de computação muito abrangente. A Amazon Web Services nos ajudou a aproveitar rapidamente os recursos da computação em nuvem para atender às demandas do nosso projeto.”

– David E. Chen, estudante universitário do curso de Sistemas da Informação e Interação Humano-Computador na Universidade Carnegie Mellon

Saiba mais sobre o Projeto Olympus

code.org-logo

Executando na AWS, a Code.org conseguiu lançar a campanha Hour of Code durante a CSEdWeek conforme o planejado. “Nossa meta era 10 milhões de alunos, e tínhamos 20 milhões de participantes”, disse Elliott. “A execução na Nuvem AWS nos proporcionou a elasticidade para manter o site operando quando o tráfego saltou de zero para 20 milhões de codificadores durante a semana da campanha, e depois reduzir a escala com eficiência. A AWS foi fantástica.”

Saiba mais como a Code.org usou a AWS para se concentrar nas metas e não na infraestrutura.

logo-coursera-150

Usando a Amazon Web Services, a Coursera pode lidar com meio petabyte de tráfego a cada mês e alterar a escala para oferecer cursos a mais de 3 milhões de alunos a cada ano.

Assista ao vídeo para saber mais.

echo360-logo

A plataforma de aprendizagem ativa da Echo360 ajuda os professores a gerenciar o processo de educação em ambientes de ensino fundamental, médio e superior, contando com o EC2, o S3, o Glacier, o ELB e o DynamoDB da AWS para alterar a escala e gerenciar seu conteúdo de forma confiável.

Ouça Tony Abate da echo360.

edx_logo_200x200

A edX está transformando a forma de aprendizagem dos alunos com seus MOOCs (Massive Open Online Courses) e a AWS está apoiando essa transformação.  Ouça o que Anant Agarwal, CEO da empresa, declarou em nosso simpósio anual.

Clique aqui para saber mais

“No primeiro semestre de 2008, migramos o curso de Introdução à Ciência da Computação de Harvard, o CS 50, para a nuvem. Em vez de continuarmos utilizando nossa infraestrutura de computação educativa do campus, criamos um cluster com balanceamento de carga de máquinas virtuais para nossos 330 estudantes no Amazon EC2. Nossos objetivos eram técnicos e pedagógicos. Como cientistas da computação, queríamos ter mais controle sobre a infraestrutura do curso (por exemplo, o acesso à raiz), para podermos instalar nós mesmos o software quando desejássemos e solucionar problemas a qualquer momento. Como professores, queríamos facilitar o acesso aos trabalhos de nossos alunos e ter a capacidade de ampliar e reduzir nossa infraestrutura, à medida que os requisitos computacionais exigirem. Mas também queríamos integrar ao resumo do curso discussões sobre escalabilidade, virtualização, processamento de vários núcleos e computação em nuvem. Não existe forma melhor de ensinar tópicos como esses do que permitir que os estudantes os experimentem na prática.”

– David J. Malan, professor assistente, Ciência da Computação, Universidade de Harvard

Conheça o curso de Harvard

logo_harvard

“A ciência de transferência é uma atividade de ritmo rápido que abrange todo o sequenciamento do genoma para interpretação clínica de SNPs individuais com o objetivo principal de validar e assimilar os mais recentes conhecimentos de descobertas genéticas e moleculares e de exames para instituições clínicas. Meu laboratório (lpm.hms.harvard.edu) e nossos colaboradores aproveitam a flexibilidade da Amazon Web Services para realizar uma ampla gama de ‘experiências’ de ciência de transferência hospedadas por Dennis Wall e por mim no Centro de Informática Biomédica da Faculdade de Medicina de Harvard.”

– Peter J. Tonellato, Ph.D., Centro de Informática Biomédica, Faculdade de Medicina de Harvard

Saiba mais sobre o trabalho do Dr. Tonellato em Harvard

Mt Sinai

A obtenção de informações com base em terabytes de dados de genômica, e a garantia de que as informações estão seguras, exige uma plataforma flexível e de alto desempenho com armazenamento de big data e um rigoroso controle de acesso. Com certeza, é um trabalho para a computação em nuvem.

A Amazon Web Services (AWS) é a base da plataforma de genômica GenePool, da Station X, que pode alterar dinamicamente a escala para analisar dezenas de milhares de genomas em minutos. “A AWS é o local natural para criar ambientes de software”, afirmou Sandeep Sanga, vice-presidente da Station X. “Criamos o GenePool na AWS para oferecer aos pesquisadores um lugar para gerenciar e analisar grandes quantidades de dados. E escolhemos a AWS porque o número de serviços oferecido é muito competitivo.” O uso da AWS permitiu que a Station X se concentrasse no projeto da plataforma GenePool para ajudar pesquisadores a compreender dados sequenciados com rapidez e segurança.

Saiba mais sobre como os pesquisadores do Mount Sinai usam a Nuvem AWS.

ND_monogram_blue_L

Com a mudança para a AWS, a universidade conseguiu usar várias zonas de disponibilidade para obter resiliência em caso de desastres naturais, bem como oferecer a escalabilidade sob demanda que a escola precisava durante picos de tráfego no site.

Saiba como a Notre Dame usa três zonas de disponibilidade diferentes.

ucas-logo

A UCAS é o único serviço do Reino Unido onde os alunos podem se inscrever para o ensino superior. Uma vez por ano, quando libera os resultados de qualificação do ensino médio, a empresa experimenta picos enormes no número de usuários fazendo login no site. Com a capacidade flexível proporcionada pela AWS, a empresa pode alterar a escala dos servidores para acomodar a demanda e depois reduzi-la para as cargas de trabalho normais, pagando apenas pelo que precisa.

Saiba mais como a UCAS gerencia grandes picos de tráfego da web usando a AWS.

University of California Berkeley logo

“Usar a AWS em nossos cursos de desenvolvimento de aplicativos web 2.0 tem sido um recurso fenomenal. A administração era tão simples que os estudantes puderam desenvolver seus projetos rapidamente, e os investidores que assistiram às demonstrações dos projetos finais ficaram impressionados com o nível de refinamento e criatividade que um pequeno grupo de estudantes conseguiu obter em apenas algumas semanas.”

– Armando Fox, professor adjunto associado, Universidade da Califórnia em Berkeley

Conheça o laboratório de radiação de Berkeley e o trabalho do professor Fox com a AWS

UC San Diego Logo

“A concessão generosa que recebemos do programa AWS na Educação aumentará significativamente a extensão da colaboração do meu grupo de estudantes com a Federação Nacional de Cegos dos EUA (NFB) para desenvolver uma tecnologia de visão auxiliada por computador e distribuí-la aos deficientes visuais.”

– Serge Belongie, professor associado, Universidade da Califórnia, San Diego

Saiba mais sobre a iniciativa UC San Diego TIES

university-of-maryland-logo

“Graças ao generoso suporte da Amazon Web Services, os estudantes puderam utilizar a AWS por meio da minha concessão de professor e a aplicaram aos trabalhos do curso. A capacidade de provisionar clusters do Hadoop sob demanda permitiu que os estudantes tivessem uma experiência prática de computação utilitária e forneceu um veículo para concluir o trabalho do curso e o projeto final.”

– Jimmy Lin, professor associado, Universidade de Maryland, College Park

Conheça o curso do professor Jimmy Lin

University of Oxford jpg

“O Projeto Atlas da Malária é uma colaboração ambiciosa entre os pesquisadores internacionais da malária com um objetivo específico: criar mapas globais detalhados da manifestação da malária para ajudar a combater a doença. A equipe do Projeto Atlas da Malária já definiu os limites de transmissão (os limites da extensão geográfica da malária) e publicou recentemente os mapas globais de riscos mais detalhados já produzidos. O próximo objetivo é mapear como a consequência do risco de morte por malária e da doença variam em todo o mundo. Os conhecimentos atuais são muito irregulares e isso dificulta os esforços para obter fundos e recursos para as pessoas que mais precisam. "Todos os modelos usam estatísticas espaciais de ponta, e isso não sai barato quando se mapeia 5 × 5 km de pixels do mundo inteiro. Até agora, a computação e o armazenamento têm sido as maiores restrições, impondo limitações aos modelos que podemos executar. A concessão da Amazon Web Services para nossa pesquisa agora nos permite ter acesso ao tipo de processamento sério em paralelo de que precisamos para implementar o modelo executado em escalas de tempo possíveis e armazenamento para lidar com a saída pesada do modelo.”

– Dr. Pete Gething, Departamento de Zoologia, Universidade de Oxford.

Saiba mais sobre o Projeto Atlas da Malária

logo-USF_stacked

“A AWS oferece aos nossos alunos de mestrado em análise e ciência da computação acesso a recursos que seriam difíceis para uma instituição do nosso porte financiar. Além disso, o console de gerenciamento permite que os instrutores gerenciem com facilidade os recursos para os estudantes. Por fim, o DynamoDB permite que criemos bancos de dados NoSQL que não poderiam ser executados no computador de um estudante e o Elastic MapReduce facilita a instalação do Hadoop.”

– Prof. Terence Parr, diretor do programa de graduação em ciência da computação

Saiba mais sobre a utilização da AWS pela USF nos cursos de graduação

University of Texas - Austin lgo

“A AWS é uma excelente ferramenta para o 3 Day Startup, um evento no qual 40 estudantes empreendedores colocam em prática um projeto de startup web elaborando um protótipo executado em 60 horas intensas. Com a tecnologia do EC2 e do S3 da Amazon do nosso lado, podemos colocar um projeto no ar em minutos sem nos preocupar com configuração, confiabilidade e, o mais importante, escalabilidade.”

– Thomas Finsterbusch, candidato a PhD, Universidade do Texas em Austin

Conheça o site do "3 Day Start Up"