O blogue da AWS

#AWS Summit Insights: Como fazer Content Delivery Network em Todo o Mundo Com Mais Qualidade, Estabilidade e Rapidez – caso Esporte Interativo


aws-summit-insights

A complexidade da internet hoje faz de uma rede de entrega de conteúdo uma tecnologia essencial para que sites grandes e acessados de diferentes localidades possam garantir agilidade e estabilidade na entrega do seu produto. As chamadas CDNs (Content Delivery Network) hospedam um determinado conteúdo em servidores espalhados em várias partes, permitindo a distribuição de forma eficaz para larga audiência, independentemente do local de acesso.

O Amazon CloudFront é um serviço de Content Delivery Network global que acelera a distribuição do conteúdo de sites, APIs, vídeo ou outros recursos da web. Ele se integra a outros produtos da Amazon Web Services para oferecer aos desenvolvedores e às empresas uma maneira fácil de acelerar a entrega aos usuários finais, sem compromisso mínimo de utilização.

Durante o AWS Summit, o arquiteto de soluções para Enterprise Ricardo Geh fez uma apresentação detalhada sobre esse serviço, mostrando como funciona e como obter suas vantagens. O produto é usado para aumentar a performance, a disponibilidade e o cachê de aplicações de empresas como o Esporte Interativo, que produz e distribui conteúdo esportivo em múltiplas plataformas, com alcance mensal de 33 milhões de espectadores. A empresa ainda oferece um serviço por assinatura a um preço acessível, com conteúdo ao vivo e on demand, o premiado EI Plus, aplicativo móvel de conteúdo esportivo ao vivo mais acessado do país.

Quais as vantagens de uma Content Delivery Network?

Uma rede Content Delivery Network melhora a performance, o alcance e a funcionalidade, com viabilidade financeira. A Content Delivery Network alcança uma grande audiência de maneira otimizada: promove menor latência de entrega de conteúdo, maior taxa de transferência, redução de processamento e mais segurança na origem, menor custo e maior gerenciamento da distribuição de conteúdo.

Com uma rede global de distribuição, o Amazon CloudFront permite o alcance dos cinco continentes, em 19 países, recentemente incluindo a Índia na extensa lista de pontos de presença no mundo, o que ajuda a melhorar o desempenho e disponibilidade para os usuários finais de sua aplicação. Sob demanda, o pagamento é de acordo com o uso, e os preços são os mesmos para conteúdos estáticos e dinâmicos, otimizando os custos. Os servidores de origem em sua rede podem ser outros Amazon Web Services – um bucket do Amazon S3, uma instância do Amazon EC2 ou um Elastic Load Balancer, por exemplo.

Vários mercados já se beneficiam da rede: mídia e entretenimento, com alta capacidade para vídeos on demand, streaming e transmissões ao vivo, jogos, e-commerce, digital advertising, download de softwares, websites dinâmicos com atualizações constantes como os de notícias, e todos os tipos de aplicações. Além do Esporte Interativo, grandes empresas como Vevo, Spotify, Samsung e Discovery Channel usam CloudFront.

Como o Esporte Interativo se beneficia do CloudFront?

Esporte na hora e onde você quiser. Com esse lema, é prioridade do Esporte Interativo estar sempre disponível e oferecer a melhor experiência possível aos fãs das mais de 70 modalidades esportivas oferecidas pelo canal. A empresa se diversificou e foi pioneira em ultrapassar barreiras e oferecer conteúdo de campeonatos estrangeiros como a Champion League.

“A Amazon Web Services nos ajuda a conectar, entreter e transformar a vida das pessoas através do esporte”, ressalta o Diretor de Tecnologia e Operações do EI, Flavio Menna. Antes da nuvem, os desafios do canal eram muitos: era preciso suportar eventos ao vivo para uma base de usuários em larga expansão, em múltiplas plataformas e garantindo a melhor relação de custo a usuário. Também era crucial para o negócio gerar métricas para otimizar a gestão. Nesse contexto, Marcelo Portela, VP de Mídias Digitais explica o protagonismo do CloudFront na distribuição de conteúdo do Esporte Interativo: “Utilizamos o CloudFront para distribuir nosso conteúdo de forma segura, confiável e com relação custo-benefício adequado”.