O blogue da AWS

#AWS Summit Insights: Introdução à Internet das Coisas com AWS IoT


Cada vez mais surgem eletrodomésticos, meios de transporte e até mesmo tênis, roupas e maçanetas conectadas à Internet e a outros dispositivos, como computadores e smartphones, unindo o mundo físico e o digital. A chamada Internet das Coisas (do inglês IoT, Internet of Things) é apontada como uma revolução tecnológica, que deve mudar a forma como nos relacionamos com objetos. Diversas empresas já se dedicam a desenvolver dispositivos conectados, desde os mais simples gadgets de uso diário, a projetos ousados para tornar cidades inteiras mais “inteligentes”, as chamadas smart cities. Em 2020, estima-se que cerca de 25 bilhões de objetos já estarão conectados à internet.

A AWS fornece serviços, segurança e apoio para essa conexão em escala global, com o AWS IoT, que permite dispositivos conectados a interagirem com aplicações na nuvem ou outros dispositivos de maneira simples e segura. Em uma sessão do AWS Summit 2016, o arquiteto de soluções David Reis e o gerente de arquitetura de soluções AWS, Eduardo Horai, apresentaram como estes dispositivos podem aproveitá-lo para enviar dados para a nuvem e reagir a eventos, além de detalhar as principais funcionalidades e as últimas melhorias lançadas com este serviço inovador.

Como funciona o AWS IoT?

O AWS IoT consegue suportar bilhões de dispositivos e trilhões de mensagens, e pode processar e direcionar estas mensagens seguramente para outras localidades dentro da nuvem e para outros dispositivos. Suas aplicações podem manter o controle e se comunicar com todos os seus dispositivos e, em cenarios com conexão intermitente, sincronizar o estado desejado quando a conectividade for restabelecida através do mecanismo de Device Shadow.

O AWS IoT ainda facilita o uso de outros serviços, como AWS Lambda, Amazon Kinesis, Amazon S3, Amazon Machine Learning e Amazon DynamoDB. Assim, é possível construir aplicações de Internet das Coisas que coletam, processam, analisam e agem sobre os dados gerados por dispositivos conectados em escala global sem ter que gerenciar qualquer infraestrutura.

Você pode consumir, filtrar, migrar e rotear continuamente dados transferidos de dispositivos conectados, além de intervir com base nos dados, e roteá-los para obter processamento e dados analíticos adicionais. O serviço AWS IoT acelera o desenvolvimento de aplicativos de IoT. Ele funciona como uma interface fácil de usar para aplicativos executados na nuvem e em dispositivos móveis para acessar dados enviados de dispositivos conectados e enviar dados e comandos de volta para os dispositivos.

Novidades do uso do AWS IoT

Entre as novidades do AWS IoT apresentadas na sessão do Summit estão novas funcionalidades do Motor de Regra na integração com o Amazon ElasticSearch, permitindo direcionar mensagens para o mecanismo de pesquisa e análise, e com o Amazon Machine Learning, que facilita o uso de tecnologia de aprendizagem de máquina por desenvolvedores, e a obtenção de previsões para sua aplicação usando APIs, de maneira simplificada sem gerenciar qualquer infraestrutura.