AWS Partner Network (APN) Blog – Brasil

Como funciona a migração de dados para a Nuvem AWS

by Aline Vazzoler | on | Permalink | Comments |  Share

Os dados são o alicerce das implantações bem sucedidas de aplicativos em nuvem. Por isso, antes de realizar essa mudança, é importante avaliar e planejar para compreender as limitações físicas inerentes à migração de dados de locais físicos para a nuvem. Conheça os desafios, as ferramentas e os recursos disponíveis na AWS.

O desafio da migração de dados para a nuvem

Migrar para a nuvem requer a superação de alguns desafios – e, geralmente, as dificuldades são as mesmas para a maioria dos casos. Como mudar tranquilamente para a nuvem com o mínimo de interrupções, de custo e de tempo? Qual é a maneira mais inteligente de mover seus GB, TB ou PB de dados? Qual a quantidade de dados que pode ser movida e a que velocidade? Essas são algumas das perguntas mais básicas. Para respondê-las e obter o melhor cenário, use essa fórmula:

Número de dias = (Total de bytes)/(Megabits por segundo * 125 * 1000 * Utilização da rede * 60 segundos * 60 minutos * 24 horas)

Em relação às ferramentas que devem ser usadas. Preste atenção nessa regra geral:

Conexão abaixo de 10Mbps: usar as ferramentas não-gerenciadas;

Conexão acima de 10Mbps: usar as ferramentas gerenciadas.

Ferramentas de migração de dados para a nuvem AWS: não-gerenciadas

Existem três métodos fáceis para mover dados em pequena escala do seu local para o armazenamento na nuvem da Amazon. São eles:

Rsync. Os clientes usam essa ferramenta de código aberto com ferramentas de sistema de arquivos terceirizadas para copiar dados diretamente nos buckets do S3.

Interface da linha de comando do S3. Os clientes usam a ILC do Amazon S3 para escrever comandos e transferir dados diretamente para buckets do S3.

Interface da linha de comando do Glacier. Os clientes usam a CLI do Glacier para mover dados para os cofres do Glacier.

Ferramentas de migração de dados para a nuvem AWS: gerenciadas

O conjunto de serviços de migração criado pela Amazon inclui vários métodos diferentes que ajudam você a gerenciar esta tarefa com maior eficiência. Pense neles em duas categorias:

Otimizando ou substituindo a internetDirect Connect, AWS Snowball, AWS Snowmobile e Amazon S3 Transfer Acceleration: esses métodos são ideais para mover grandes arquivos ou em situações em que a largura de banda e os volumes de dados são, simplesmente, irreais.

Interfaces fáceis de usar do S3. Gateways de armazenamento, AWS Snowball Edge, Parcerias de tecnologia e Kinesis Firehose: esses métodos facilitam o uso do S3 com seus aplicativos nativos existentes. Em vez de carregar e transportar grandes conjuntos de dados de uma vez, esses métodos ajudam você a integrar fluxos de processos existentes, como backup e recuperação ou streams contínuos da Internet das Coisas diretamente com o armazenamento na nuvem.

Saiba mais sobre cada um desses métodos e encontre o ideal para você.