O blogue da AWS

#Summit Insights: Ministério do Planejamento: Como criar um aplicativo de alta capacidade e flexibilidade em 24h: o desafio do Zika Vírus

Organizações governamentais do mundo todo enfrentam desafios únicos para realizar missões complexas com recursos limitados. Para o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, o desafio era enorme: desenvolver e disponibilizar, em 24h, uma aplicação de alta capacidade de monitoramento, acessível para todos os mais de 400 órgãos federais, para engajar milhares de servidores públicos nas ações de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor do vírus da dengue, zika e chikungunya.

Para o Coordenador de Sistemas da pasta, só havia uma saída: a nuvem. “Era um desafio de muita agilidade e criatividade”, explicou Vinicius Silva no Keynote de abertura do AWS Summit São Paulo 2016. “Nós sabíamos que precisávamos migrar para a nuvem, mas não sabíamos como. Com a ajuda da OutSystems, parceiro de tecnologia, fomos para a AWS de forma quase instantânea.”

Por que a AWS?
Vinicius Silva explica que “diante de um desafio tão grande, a AWS foi a única capaz de oferecer pontos cruciais para o projeto: baixo custo total de propriedade e desenvolvimento, escalabilidade, segurança e maturidade dos serviços”.

A AWS atende organizações governamentais?

Os líderes do setor público engajados em projetos de computação em nuvem buscam majoritariamente o potencial e a velocidade da Amazon Web Services quando precisam atender aos cidadãos de modo mais eficaz, realizar avanços científicos, alcançar mais eleitores e investir mais tempo e recursos em suas missões de maior importância.

Seja por meio de iniciativas de dados abertos, modernização de segurança pública, reforma educacional, melhoria nos serviços para os cidadãos ou programas de infraestrutura, cada vez mais governos locais estão se voltando para a Amazon Web Services para disponibilizar a infraestrutura de baixo custo, escalável, segura e flexível necessária para fazer a diferença.

aplicativo do Zika Vírus foi um marco para o governo brasileiro e representa o início de uma jornada que está apenas começando. “Nós tínhamos que quebrar os paradigmas de segurança dentro do governo. Os próximos passos incluem a ampliação da iniciativa para outros projetos”, adiantou Silva. O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão acaba de regularizar a contratação de serviços na nuvem, com a exigência de que os dados sejam hospedados somente no Brasil. Única nuvem com duas zona de armazenamento em São Paulo, a AWS permite criar arquiteturas híbridas de TI que cumprem os mais rigorosos requisitos de segurança.