O blogue da AWS

#AWS Summit Insights: Utilizando a nuvem para proteger o mercado financeiro – a solução da Diebold Gas


Todo mercado está vulnerável às mudanças trazidas por tecnologias disruptivas, que desafiam e reconstroem as práticas tradicionais e introduzem novos processos para agregar cada vez mais valor ao negócio. Toda empresa deve buscar uma estratégia para se antecipar às vantagens oferecidas pela evolução tecnológica da nuvem, como ocorre hoje no mercado financeiro digital, mais conhecido como FinTech.

Uma das sessões do AWS Summit 2016 foi apresentada por Rafael Leandro Junior, Cloud Solutions Architect & Manager da GAS – Global Antifraud Solution. Rafael é responsável pelo desenvolvimento de arquiteturas em nuvem usando Amazon Web Services. A GAS, uma empresa do grupo Diebold, é referência em prevenção e combate a fraudes em meios digitais. Seus serviços oferecem alta proteção contra fraudes na internet, maior segurança e tranquilidade para usuários de bancos, empresas e órgãos públicos.

A companhia tem experiência em proteção de imagem, processos de autenticação e identificação, proteção contra perdas financeiras e contra roubo de informações. Atende clientes como Itaú, Banco do Brasil, Caixa, ANTT, Banco Safra, Banco Mercantil, Banco do Nordeste, Banco de Venezuela, entre outros. Através das soluções da Diebold GAS, alguns dos maiores bancos do país utilizam os serviços AWS para entregar segurança aos seus usuários com maior agilidade e escalabilidade. Durante a sessão, Rafael Leandro Junior abordou a solução Warsaw da Diebold GAS.

Qual a vantagem da arquitetura voltada para a segurança na AWS?

Além da abrangência global, a solução da nuvem se destaca frente à uma arquitetura on-premise porque elimina limitações de infraestrutura e processos, reduz o custo operacional e agiliza a atuação, respeitando os requisitos de segurança.

Os maiores bancos do país usam a solução Diebold GAS alinhada aos serviços Amazon S3, Amazon CloudFront, Amazon SQS, Amazon Simple Notification Service (SNS), Amazon API Gateway, e Amazon Lambda para atingir resultados como eliminar problemas com timeout no processo de instalação, cujo processo atinge redução no tempo de até cinco vezes, suporte a mais de 300 milhões de requisições por dia, entre quatro e seis Terabytes entregues diariamente, e até três vezes mais publicações diárias.

Rafael também adiantou novas soluções na nuvem AWS, que serão lançadas em breve. Uma delas é de Business Analytics, e vai integrar os serviços Amazon LambdaAmazon SQS, Amazon Kinesis Firehouse, Amazon RDS Aurora, Amazon Elastic MapReduce, Amazon Redshift, Amazon S3, Amazon API Gateway e Amazon CloudWatch.

Uma outra novidade é a solução voltada para o serviço de identificação sem instalação usando Amazon S3, Amazon DynamoDB, Amazon API Gateway, Amazon CloudWatch, Amazon Lambda e Amazon Cognito.