Geral

P: O que é Amazon WorkSpaces?

R: Amazon WorkSpaces é um serviço de desktop gerenciado e protegido na cloud. Você pode usar o Amazon WorkSpaces para provisionar desktops Windows ou Linux em apenas alguns minutos e escalar rapidamente para oferecer milhares de desktops a funcionários em todo o mundo. O pagamento pode ser feito mensalmente ou por hora e apenas pelos WorkSpaces executados, ajudando você a economizar dinheiro em comparação aos desktops tradicionais e às soluções de Virtual Desktop Infrastructure (VDI – Infraestrutura de desktop virtual) no local. O Amazon WorkSpaces ajuda a eliminar a complexidade do gerenciamento de inventário, versões e patches de sistema operacional e Virtual Desktop Infrastructure (VDI – Infraestrutura de desktops virtuais), o que permite simplificar a estratégia de entrega de desktops. Com o Amazon WorkSpaces, os usuários obtêm um desktop rápido e responsivo à sua escolha que pode ser acessado em qualquer lugar, a qualquer momento, de qualquer dispositivo compatível.

P: O que é Amazon WorkSpace?

R: Amazon WorkSpace é um desktop virtual na cloud que atua como substituto de um desktop tradicional. Um WorkSpace é disponibilizado na forma de um pacote com sistema operacional, recursos computacionais, espaço de armazenamento e aplicações de software que permitem a um usuário executar tarefas do dia a dia da mesma forma como faria com um desktop tradicional.

P: Como faço para conectar o Amazon WorkSpace?

R: Um usuário pode conectar um WorkSpace de qualquer dispositivo compatível usando a aplicação cliente gratuita do Amazon WorkSpaces em dispositivos compatíveis, incluindo computadores Windows e Mac, Chromebooks, iPads, tablets Fire e Android, bem como usando navegadores Chrome ou Firefox. Os usuários se conectarão usando credenciais configuradas por um administrador ou suas credenciais atuais do Active Directory, caso você tenha escolhido associar seu Amazon WorkSpaces a um domínio do Active Directory atual. Uma vez conectado ao WorkSpace, o usuário pode desempenhar todas as tarefas normais como em um computador desktop.

P: Como posso começar a usar o Amazon WorkSpaces?

R: Para começar a usar o Amazon WorkSpaces, é preciso uma conta da AWS. Essa conta pode ser usada para fazer login no Console de Gerenciamento da AWS. Depois, será possível provisionar rapidamente o Amazon WorkSpaces para você mesmo e qualquer outro usuário da empresa que venha a precisar de um. Para provisionar um Amazon WorkSpace, primeiro selecione um usuário do diretório. Em seguida, selecione um pacote do Amazon WorkSpaces para o usuário. O pacote do Amazon WorkSpaces especifica os recursos necessários, qual sistema operacional de desktop você deseja executar, quanto armazenamento você quer usar e os aplicativos de software que você quer empacotar previamente. Finalmente, escolha um modo de execução para o Amazon WorkSpace. Selecione o AlwaysOn, caso deseje utilizar o faturamento mensal ou o AutoStop, se desejar usar o faturamento por hora. Após o provisionamento do WorkSpace, o usuário receberá um e-mail com instruções sobre a conexão com o WorkSpace. É possível usar este mesmo processo para provisionar vários WorkSpaces ao mesmo tempo.

P: Quais pacotes do Amazon WorkSpaces estão disponíveis?

R: As informações atualizadas sobre os pacotes do Amazon WorkSpaces podem ser consultadas aqui.

P: Quais sistemas operacionais estão disponíveis para uso com o Amazon WorkSpaces?

R: O Amazon WorkSpaces oferece Amazon Linux WorkSpaces criados com base nas experiências de desktop do Amazon Linux 2 LTS ou do Windows 10. As experiências de desktop do Windows 10 são disponibilizadas pelo Windows Server 2016. Se a sua organização estiver qualificada para trazer as próprias licenças do Windows Desktop, você poderá executar o sistema operacional Windows 10 Enterprise no Amazon WorkSpaces.

P: Quais são os volumes-raiz e de usuário mapeados para o Amazon Linux WorkSpaces e o Amazon WorkSpaces com Windows?

R: No Amazon Linux WorkSpaces, o volume-raiz é mapeado para / e o volume de usuário é mapeado para /home

No Windows, o volume-raiz é mapeado para a unidade C: e o volume de usuário é mapeado para a unidade D:

P: É possível migrar usuários de um pacote do Amazon WorkSpaces Windows 7 para um pacote do Windows 10?

R: Sim. A migração do WorkSpaces pode ser feita para um novo pacote ou tipo de computação com os dados do volume do usuário preservados. Você pode executar operações de migração para transferir os usuários para a experiência do Windows 10 Desktop. Para começar, vá até o console do Amazon WorkSpaces, selecione o WorkSpace, clique em “Action > Migrate WorkSpaces” (Ação > Migrar WorkSpaces) e selecione um pacote de destino com a experiência do Windows 10 Desktop.

P: Como um usuário começa a usar seu Amazon WorkSpace após o provisionamento?

R: Quando os Amazon WorkSpaces são provisionados, os usuários recebem um e-mail com instruções sobre onde fazer o download dos clientes dos WorkSpaces necessários e como conectá-los ao WorkSpace. Se você não estiver integrado a um Active Directory atual, o usuário poderá definir uma senha durante sua primeira tentativa de conexão com o WorkSpace. Se o AD Connector do AWS Directory Services tiver sido usado para integrar-se a um domínio do Active Directory atual, os usuários utilizarão suas credenciais habituais do Active Directory para fazer login.

P: O que o usuário precisa para usar um Amazon WorkSpace?

R: Um usuário precisa ter um Amazon WorkSpace provisionado e uma conexão de Internet de banda larga. Para usar uma aplicação cliente do Amazon WorkSpaces para acessar o respectivo WorkSpace, ele precisará de um dispositivo cliente compatível (PC, Mac, Linux, iPad, Kindle Fire ou tablet Android), além de uma conexão de Internet com as portas TCP abertas 443 e 4172 para PCoIP ou 4195 para WSP, e a porta UDP 4172 para PCoIP ou 4195 para WSP.

P: Uma vez conectados ao Amazon WorkSpace, os usuários podem personalizá-lo com suas configurações preferenciais?

R: Um administrador pode controlar o que o usuário pode personalizar no seu WorkSpace. Por padrão, o usuário pode personalizar os WorkSpaces com suas configurações preferidas de itens, como papel de parede, ícones, atalhos etc. Essas configurações serão salvas e persistidas até o usuário alterá-las novamente. Caso o administrador queira controlar o WorkSpace com ferramentas como a Política de Grupo do Windows, a capacidade de personalização dos WorkSpaces pelos usuários será restringida.

P: Os usuários podem instalar aplicações no Amazon WorkSpace?

R: Por padrão, os usuários são configurados como administradores locais dos seus WorkSpaces. Os administradores podem alterar essa configuração e restringir a capacidade de instalação de aplicações dos usuários com uma tecnologia chamada Políticas de Grupo.

P: Os Amazon WorkSpaces são persistentes?

R: Sim. Cada WorkSpace é executado em uma instância individual do usuário atribuído. As aplicações, os documentos e as configurações do usuário são persistentes.

P: O usuário precisa de uma conta da AWS?

R: Não. A conta da AWS só é necessária para fornecer WorkSpaces. Para conectar os WorkSpaces, o usuário precisa apenas das informações disponibilizadas no e-mail de convite que é enviado quando seu WorkSpace é provisionado.

P: Se eu estiver localizado a uma distância significativa da região em que o meu Amazon WorkSpace se encontra, terei uma boa experiência de usuário?

R: Se você estiver localizado a mais de 3.200 km das regiões onde o Amazon WorkSpaces está disponível atualmente, ainda poderá usar o serviço, mas sua experiência poderá ser menos responsiva. A maneira mais fácil de verificar o desempenho é usar o site Connection Health Check do Amazon WorkSpaces. Consulte também a página Produtos e serviços regionais para obter detalhes sobre a disponibilidade do serviço Amazon WorkSpaces por região.

P: O Amazon WorkSpaces oferece um conjunto de APIs públicas?

R: Sim. As APIs públicas estão disponíveis para criar e gerenciar o Amazon WorkSpaces de modo programático. As APIs estão disponíveis via CLI e SDK da AWS. Saiba mais sobre as APIs na documentação.

P: As APIs do Amazon WorkSpaces registram ações no AWS CloudTrail?

R: Sim. As ações no Amazon WorkSpaces executadas via APIs do WorkSpaces serão incluídas em seus logs de auditoria do CloudTrail.

P: Há compatibilidade com a permissão de recursos nas APIs do Amazon WorkSpaces?

R: Sim. Você pode especificar em quais recursos do Amazon WorkSpaces os usuários podem executar ações. Para obter detalhes, consulte a documentação.

P: Preciso usar o Console de Gerenciamento da AWS para começar a usar o Amazon WorkSpaces?

R: Para começar a usar o Amazon WorkSpaces, você precisará registrar um diretório com o serviço do WorkSpaces. Você pode usar as APIs do Console de Gerenciamento da AWS ou do Amazon WorkSpaces para registrar um diretório com o serviço do WorkSpaces, em seguida, criar e gerenciar o WorkSpaces.

P: Posso implantar meu WorkSpaces nas regiões do AWS GovCloud (EUA)?

R: Sim. Você pode implantar o WorkSpaces na região do AWS GovCloud (Oeste dos EUA) para atender aos requisitos locais, estaduais e federais dos Estados Unidos. Acesse aqui para saber mais sobre as regiões da AWS GovCloud (EUA).

Pacotes e imagens personalizadas

P: Quais aplicações estão disponíveis com o Amazon Linux WorkSpaces?

R: O Amazon Linux WorkSpaces é fornecido com uma seleção de aplicações sem custo adicional: LibreOffice, navegador web Firefox, cliente de e-mail Evolution, cliente de mensagens instantâneas Pidgin, GIMP e outros utilitários e ferramentas de desktop. A qualquer momento, você pode adicionar mais software dos repositórios do Amazon Linux usando o yum. Para instalar um pacote disponível dos repositórios do Amazon Linux, basta digitar “yum install [nome-do-pacote]”. Você também pode adicionar software de repositórios Linux públicos e privados baseados em RPM a qualquer momento.
 
P: Quais aplicações estão disponíveis com o Amazon WorkSpaces com o Windows 10 Experience?
 
R: O Amazon WorkSpaces é disponibilizado com um conjunto padrão de aplicações sem custo adicional que inclui o Internet Explorer 11 e o Firefox. Você pode optar por adicionar pacotes de aplicações “Plus” ao Amazon WorkSpaces com Windows 10, que incluem o Microsoft Office Professional 2016 e o Trend Micro Worry-Free Business Security, por uma taxa mensal adicional. 
 
P: É possível criar imagens personalizadas para o Amazon WorkSpaces?
 
R: Sim. Como administrador, você pode criar uma imagem personalizada a partir de um WorkSpace em execução. Após personalizar o WorkSpace com suas aplicações e configurações, selecione-o no console e marque a opção “Criar imagem”. Você criará uma imagem com seus aplicativos e suas configurações. Imagens personalizadas criadas no Amazon WorkSpaces com pacotes habilitados para GPU (Graphics e GraphicsPro) somente podem ser usados com pacotes Graphics. Imagens criadas de pacotes Value, Standard, Performance ou Power ou PowerPro somente podem ser usadas com esses pacotes. A maioria das imagens de WorkSpace é disponibilizada em 45 minutos. Leia a documentação sobre imagens personalizadas para obter mais detalhes.
 
P: Como posso executar um Amazon WorkSpace a partir de uma imagem personalizada?

R: Para executar um Amazon WorkSpace a partir de uma imagem personalizada, primeiro é necessário emparelhar a imagem personalizada com o tipo de hardware desejado para o WorkSpace utilizar, o que resulta em um pacote. Esse pacote pode ser publicado por meio do console e selecionado ao executar o novo WorkSpaces.

P: Qual é a diferença entre pacote e imagem?

R: Uma imagem contém apenas SO, software e configurações. Pacote é uma combinação dessa imagem e do hardware a partir do qual o WorkSpace pode ser executado.

P: Quantas imagens personalizadas posso criar?

R: Como administrador, você pode criar quantas imagens personalizadas desejar. O Amazon WorkSpaces define limites padrão, mas você pode solicitar um aumento desse limites aqui. Para ver os limites padrão do Amazon WorkSpaces, acesse a nossa documentação.

P: Posso atualizar a imagem em um pacote existente?

R: Sim. Você pode atualizar um pacote existente com uma nova imagem que contém o mesmo nível de software (por exemplo, contém o software Plus) da imagem original.

P: Posso copiar minhas imagens do Amazon WorkSpaces para outras regiões da AWS?

R: Sim, é possível usar o console do WorkSpaces, as APIs ou a CLI para copiar suas imagens do WorkSpaces para outras regiões da AWS onde o WorkSpaces está disponível. Faça logon no console do WorkSpaces e navegue para a seção “Imagens” no menu de navegação à esquerda. Basta selecionar a imagem que você deseja copiar, clicar no botão“Ações” e selecionar a opção “Copiar imagem” para começar.

P: Como posso saber se a imagem copiada está disponível para uso?

R: Assim que você iniciar uma operação de cópia, receberá um identificador exclusivo para a nova imagem sendo criada como uma cópia da original. Você pode usar esse identificador para pesquisar o status dessa imagem na região de destino por meio do console do WorkSpaces, das APIs ou da CLI.

P: Posso cancelar uma operação de cópia de imagem pendente?

R: Uma vez iniciada, você não pode cancelar a operação. É possível excluir a imagem na região de destino se a imagem não é necessária.

P: Há alguma taxa de transferência de dados para copiar imagens?

R: Não há taxas adicionais para copiar imagens entre as regiões. Os limites máximos de imagem para sua conta na região da AWS de destino ainda serão aplicados. Quando você atingir esse limite, não poderá copiar mais imagens.

P: Posso copiar várias imagens em massa para outra região?

R: É possível copiar imagens uma por uma para outra região da AWS. Também é possível usar a API CopyWorkspaceImage para copiar imagens programaticamente.

P: Posso copiar uma imagem de BYOL para outra região da AWS?

R: Sim. É possível copiar uma imagem de BYOL do WorkSpace para outra região da AWS se a região AWS de destino está habilitada para BYOL.

P: Posso copiar uma imagem para a mesma região?

R: Sim. É possível usar a operação de cópia da imagem para fazer uma cópia da imagem do WorkSpaces na mesma região.

P: Que tipo de volume do Amazon Elastic Block Store (EBS) é oferecido pelo Amazon WorkSpaces?

R: Todos os Amazon WorkSpaces lançados após 31 de janeiro de 2017 são criados em volumes EBS gerais de unidades de estado sólido (SSD) para volumes-raiz e de usuário. Os Amazon WorkSpaces lançados antes de 31 de janeiro de 2017 são configurados com volumes magnéticos EBS. Você pode alternar seus Amazon WorkSpaces usando volumes EBS magnéticos para volumes SSD EBS recriando-os (mais informações podem ser encontradas aqui). Saiba mais sobre os volumes EBS SSD aqui e sobre os volumes EBS magnéticos aqui.

P: Posso usar imagens personalizadas para executar WorkSpaces com volumes SSD, mesmo se foram criados usando WorkSpaces com volumes EBS magnéticos?

R: Sim. Você pode usar suas imagens personalizadas para executar o WorkSpaces com volumes SSD EBS, mesmo se foram criados usando WorkSpaces com volumes EBS magnéticos.

P: Preciso fornecer uma compilação AMI usando WorkSpaces com volumes SSD EBS ao usar minhas próprias licenças de desktop do Windows (BYOL)?

R: Não. Você pode usar as AMIs criadas como parte do processo BYOL sem alterações adicionais.

P: Como implantar aplicações para meus usuários?

R: Você tem flexibilidade para escolher como implantar o conjunto de aplicações correto para os usuários. Primeiro, você escolhe o tipo de imagem que será a base (básico ou Plus), o que determina as aplicações padrão que estarão nos WorkSpaces. Em seguida, você pode instalar software adicional em um WorkSpace e criar uma imagem personalizada, que pode ser usada para lançar mais WorkSpaces. Para obter mais detalhes, consulte a documentação do pacote.

P: Qual software posso instalar em um Amazon WorkSpace?

R: Para o Amazon Linux, todas as aplicações disponíveis nos repositórios do Amazon Linux são compatíveis e podem ser instaladas usando yum install [nome_pacote].

Para o Windows, todas as aplicações compatíveis com a experiência do Windows 10 oferecida pelo Windows Server 2016 devem ser executadas nos WorkSpaces. Recomendamos testar o software a ser implementado em um WorkSpace de teste antes de entregá-lo aos usuários. É sua responsabilidade garantir a sua conformidade com todas as restrições de licença associadas ao software que pretende instalar em um WorkSpace.
 
P: Como posso começar a usar o compartilhamento de imagens?
 
R: Faça logon no console do Amazon WorkSpaces e navegue até a seção “Imagens” no menu de navegação à esquerda. Basta selecionar a imagem que você deseja compartilhar, clicar no botão “Ações” e selecionar a opção “Ver detalhes” para começar a usar.
 
P: Posso compartilhar imagens com qualquer conta da AWS?
 
R: Você pode compartilhar imagens personalizadas criadas a partir do Windows 7 disponibilizado no Windows Server 2008 R2, uma experiência de desktop do Windows 10 disponibilizada no Windows Server 2016 ou um Linux WorkSpaces com qualquer conta da AWS. As imagens de BYOL somente podem ser compartilhadas com outras contas que têm a mesma ID de conta pagadora da AWS.
 
P: Posso copiar uma imagem compartilhada comigo?
 
R: Sim. É possível copiar imagens compartilhadas com você. As imagens copiadas pertencerão à sua conta da AWS.
 
P: Posso criar um pacote e executar o Amazon WorkSpaces a partir de uma imagem compartilhada comigo?
 
R: É possível copiar uma imagem compartilhada com você e usar tal imagem para criar um pacote personalizado e executar o Amazon WorkSpaces a partir desse pacote personalizado.
 
P: Posso compartilhar uma imagem com outra conta da AWS em uma região da AWS diferente?
 
R: Você pode compartilhar uma imagem com outra conta da AWS na mesma região da AWS. É possível fazer uma cópia da imagem compartilhada na conta de destino e copiar essa imagem para outras regiões.
 
P: Posso interromper o compartilhamento de uma imagem?
 
R: Sim. Você pode interromper o compartilhamento de uma imagem. Depois de interromper o compartilhamento de uma imagem, ela não estará disponível na conta de destino. Todas as cópias de imagens compartilhadas na conta de destino permanecerão como estão.

Pacotes de armazenamento e hardware

P: Posso aumentar o tamanho dos volumes de armazenamento do Amazon WorkSpaces?

R: Sim. Você pode aumentar o tamanho dos volumes-raiz e de usuário associados ao WorkSpaces a qualquer momento. Quando você inicia um novo WorkSpace, pode selecionar configurações de armazenamento empacotadas para volumes raiz e do usuário. Também é possível escolher um tamanho preferido de armazenamento superior às configurações fornecidas. Para configurações de armazenamento com volume raiz de 80 GB, você pode escolher entre 10 GB, 50 GB ou 100 GB para o volume do usuário. Você pode usar configurações de armazenamento com 175 GB a 2.000 GB para o volume raiz e com 100 GB a 2.000 GB para o volume do usuário. Você precisa definir o volume raiz com 175 GB para ampliar o volume do usuário para 100 GB a 1.000 GB. Após iniciar o WorkSpaces, você poderá apenas aumentar o tamanho dos volumes usando as configurações acima até 2.000 GB para cada volume raiz e do usuário.

P: Posso diminuir o tamanho dos volumes de armazenamento?

R: Não. Para garantir a preservação dos dados, os tamanhos de qualquer um dos volumes não pode ser reduzido depois que um WorkSpace é iniciado. Você pode executar um WorkSpace Value, Standard, Performance, Power ou PowerPro com no mínimo 80 GB para o volume-raiz e 10 GB para o volume de usuário. Você pode iniciar um WorkSpace Graphics ou GraphicsPro com no mínimo 100 GB para o volume raiz e 100 GB para o volume do usuário. Para obter mais informações sobre armazenamento configurável, leia a página de modificação de WorkSpaces.

P: Como faço para alterar o tamanho dos volumes de armazenamento do Amazon WorkSpaces?

R: Você pode alterar o tamanho dos volumes de armazenamento por meio do console de gerenciamento ou da API do Amazon WorkSpaces.

Os usuários do WorkSpaces também poderão aumentar o tamanho do volume de armazenamento diretamente no cliente do WorkSpaces se o recurso de gerenciamento de autoatendimento for ativado pelo administrador do WorkSpaces. 

P: A configuração de armazenamento de um WorkSpace é preservada durante sua recriação?

R: Sim. Cada recriação preserva o tamanho de alocação do armazenamento do WorkSpaces ao usar pacotes padrão. Se um WorkSpace tiver seus volumes ampliados e for recriado, os tamanhos de volumes maiores serão preservados, mesmo se os tamanhos de unidade do pacote forem menores.

P: A configuração de armazenamento de um WorkSpace é preservada durante a restauração?

R: Sim. Cada restauração preserva o tamanho atual de alocação do armazenamento ao usar os pacotes padrão do WorkSpaces. Por exemplo, a restauração de um WorkSpace com volumes-raiz de 80 GB e de usuário de 100 GB resultará em um WorkSpace recriado com volumes-raiz de 80 GB e de usuário de 100 GB.

Se a alocação de armazenamento de um pacote personalizado for aumentada e um WorkSpace vinculado for restaurado, os volumes do WorkSpace serão aumentados para corresponder aos novos tamanhos de volume do pacote.

Q: Quais dados posso reter após a migração de um WorkSpaces?

R: Todos os dados do último snapshot do volume do usuário original são retidos. No caso de um WorkSpace do Windows, os dados da unidade D capturados pelo último snapshot serão retidos após a migração e a unidade C será recriada a partir da imagem do pacote de destino. Além disso, a migração tenta mover os dados do antigo perfil de usuário para o novo. Os dados que não puderem ser transferidos para o novo perfil serão preservados em uma pasta .notMigrated. Para obter mais informações, consulte a documentação.

P: Posso mover um WorkSpace de um pacote público para um pacote personalizado?

R: Sim. A função de migração do WorkSpaces permite substituir o volume-raiz do seu WorkSpace por uma imagem base de outro pacote. A migração recriará o WorkSpace usando um novo volume raiz a partir da imagem do pacote de destino, e o volume do usuário a partir do último snapshot do volume do usuário original. Para obter informações detalhadas sobre migração, consulte a documentação.

P: Qual é a diferença entre migrar e recriar?

R: Migrar WorkSpaces permite trocar para um novo pacote e ter o perfil do usuário novamente gerado. Recriar apenas atualiza o WorkSpace com um volume-raiz gerado a partir da imagem base do pacote original.

P: O que acontece quando recrio meu WorkSpace após migrá-lo?

R: A migração associa seu WorkSpace a um novo pacote. E a recriação após uma migração usará o pacote recém-associado para gerar o volume-raiz.

P: Posso ampliar os volumes de armazenamento magnético do Amazon WorkSpaces?

R: Não. Os volumes de armazenamento configuráveis estão disponíveis apenas ao usar unidades de estado sólido (SSD). Qualquer WorkSpaces executado antes de fevereiro de 2017 pode ainda usar volumes de armazenamento magnéticos. Para mudar de unidades magnéticas para SSD, recrie o WorkSpace.

P: Como as imagens personalizadas afetam o tamanho do volume-raiz?

R: O tamanho do volume-raiz do WorkSpaces executado a partir de uma imagem personalizada tem, por padrão, o mesmo tamanho da imagem personalizada. Por exemplo, se a imagem personalizada tiver um volume-raiz de 100 GB, todos os WorkSpaces executados a partir dessa imagem também terão um tamanho de volume-raiz de 100 GB. Você pode aumentar o tamanho do volume raiz ao iniciar o WorkSpace ou a qualquer momento depois disso.

P: Posso alterar o pacote do Amazon WorkSpaces sem migrar o WorkSpaces?

R: Sim. Você pode trocar entre os pacotes Value, Standard, Performance, Power ou PowerPro usando o console de gerenciamento ou a API do Amazon WorkSpaces. Quando você alterna o pacote de hardware, o WorkSpaces reinicializa imediatamente. Após a reinicialização, o sistema operacional, os aplicativos, os dados e o armazenamento alocado nos volumes raiz e do usuário são todos preservados.

Por exemplo, você pode executar um pacote Standard (2 vCPUs, 4 GiB) e ampliar posteriormente o tamanho dos dois volumes para 500 GB. Em seguida, você pode alterar para o pacote Performance (2 vCPUs, 7,5 GiB), preservando o sistema operacional, os aplicativos e os dados no volume ampliado.

Os usuários também podem alterar o pacote do WorkSpaces deles diretamente do cliente do WorkSpaces se esse recurso de gerenciamento de autoatendimento for ativado pelo administrador do WorkSpaces. 

P: Como posso rastrear as solicitações de mudança de armazenamento e pacote?

R: Você pode usar o AWS CloudTrail para rastrear as mudanças solicitadas.

P: No momento, uso minhas próprias licenças do Windows. Posso ampliar os volumes de armazenamento e trocar os pacotes do WorkSpaces?

R: Sim. Você pode usar os dois recursos, mesmo se usar suas próprias licenças de desktop do Windows. Por padrão, somente é possível alternar pacotes do WorkSpaces para até 20% do número total dos seus WorkSpaces em uma semana. Para alternar mais de 20% dos WorkSpaces, entre em contato conosco.

P: Um WorkSpace executado no modo AutoStop precisa estar em execução para fazer uma troca do tipo de pacote?

R: Não. Quando você faz uma alteração, iniciamos um WorkSpace que não está em execução, aplicamos a troca do pacote, reiniciamos o WorkSpace para que as alterações entrem e vigor e o interrompemos novamente.
Por exemplo, você altera o tipo de pacote em um WorkSpace Standard (2 vCPUs, 4 GiB) interrompido para Performance. Iniciamos o WorkSpace Standard, aplicamos a mudança de pacote e reinicializamos o WorkSpace. Após a reinicialização, o WorkSpace terá hardware Performance (2 vCPUs, 7,5 GiB).

P: Como serei cobrado se alterar o tamanho do armazenamento ou o pacote de hardware durante um mês?

R: Em qualquer alteração, será cobrado o preço mensal de AlwaysOn ou a taxa mensal de AutoStop do WorkSpaces, proporcional e por dia.

Por exemplo, se você aumentar o volume de um WorkSpace Power AlwaysOn com volumes-raiz e de usuário de 175 GB e 100 GB, respectivamente, no 10º dia de um mês, serão cobrados 78 USD pelo WorkSpace Power e 11,6 USD pelos 20 dias de 175 GB adicionais com a taxa de 0,1 USD/GB ao mês (na região Leste 1 dos EUA). Da mesma forma, a alteração de um pacote (por exemplo, de Value para Standard) no 15º dia de um mês resulta em 15 dias de cobrança pelo WorkSpaces Value (12,5 USD na região US-East-1) e 15 dias de cobrança pelo WorkSpaces Standard (17,5 USD na região US-East-1).

P: Com que frequência posso aumentar os tamanhos do volume ou alterar o pacote de hardware de um WorkSpace?

R: Você pode aumentar os tamanhos do volume ou alterar um WorkSpace para um pacote de hardware maior uma vez a cada de 6 horas. Você também pode mudar para um pacote de hardware menor uma vez a cada 30 dias. Para um WorkSpace recém-lançado, você deverá esperar 6 horas antes de solicitar um pacote maior.

Por exemplo, se você aumentar o volume raiz e o volume do usuário de um WorkSpace Standard no dia 5 de dezembro às 11h e alterar novamente para WorkSpace Performance ao mesmo tempo, poderá aumentar novamente o volume raiz e o volume do usuário e alterar o pacote de hardware no dia 5 de dezembro às 16h. Se você alterar o WorkSpace Performance para um WorkSpace Standard em 6 de dezembro às 12h e quiser mudar para um pacote ainda menor (Value), poderá fazer isso no dia 6 de janeiro, às 12h.

Pacotes habilitados para GPU

P: O Amazon WorkSpaces oferece desktops de cloud habilitados para GPU?

R: Sim. O Amazon WorkSpaces oferece um pacote Graphics para aplicações gráficas de uso geral, como software CAD/CAM, modelagens comerciais e industriais, preparação de protótipos e desenvolvimento de gráficos convencionais.  O Amazon WorkSpaces também oferece um pacote GraphicsPro para aplicativos gráficos de performance intensiva, como visualizações 3D, processamento de gráficos, codificação de vídeo e jogos de alta qualidade.  Pacotes Graphics e GraphicsPro estão disponíveis em inglês e japonês.

P: O que são pacotes habilitados para GPU do Amazon WorkSpaces?

R: Pacotes habilitados para GPU do Amazon WorkSpaces são desktops na cloud otimizados para cargas de trabalho que se beneficiam da aceleração de hardware de gráficos. Você pode escolher o pacote Graphics ou GraphicsPro, dependendo dos requisitos de performance da sua carga de trabalho com gráficos.

Os pacotes Graphics funcionam bem para cargas de trabalhos com gráficos de objetivos gerais, como design orientado por computador, manufatura e engenharia de software. Cada pacote Graphics é disponibilizado com GPU da NVIDIA de alta performance com 1.536 núcleos CUDA e 4 GB de memória de vídeo. Cada pacote Graphics é disponibilizado com 8 vCPUs, 15 GiB de RAM, 4 GB de memória de vídeo, além de 100 GB de armazenamento no volume do usuário e 100 GB de volume raiz de armazenamento persistente de uso geral. Os pacotes gráficos oferecem uma experiência de desktop do Windows 10 disponibilizada pelo Windows Server 2016.

Os pacotes GraphicsPro são ideais para aplicativos gráficos complexos como visualizações 3D, renderização 3D, processamento de imagens, codificação de vídeo, codificação de mídia, visualização sísmica e mineração de dados. Os pacotes GraphicsPro são disponibilizados com NVIDIA Tesla M60 GPU de alta performance com cores de processamento paralelo 2048, e um codificador de hardware capaz de suportar transmissões de 10 H.265 (HEVC) 1080p30 até transmissões de 18 H.264 1080p30. Cada pacote GraphicsPro contém 16 vCPUs, 122 GiB de RAM, 8 GB de memória de vídeo e um mínimo de 100 GB para o volume raiz e 100 GB para o volume de usuário. Os pacotes GraphicsPro oferecem uma experiência desktop Windows 10 disponibilizada pelo Windows Server 2016. 

P: Em quais regiões da AWS posso executar pacotes do Amazon WorkSpaces habilitados para GPU?

R: Você pode executar pacotes Graphics ou GraphicsPro nas seguintes regiões da AWS: Leste dos EUA (Norte da Virgínia), Oeste dos EUA (Oregon), UE (Irlanda), UE (Frankfurt), Ásia-Pacífico (Sydney), Ásia-Pacífico (Tóquio) e Ásia-Pacífico (Cingapura). 

P: Posso criar uma imagem personalizada para meus pacotes habilitados para GPU?

R: Sim. As imagens personalizadas criadas para o pacote do Amazon WorkSpaces habilitado para GPU somente podem ser usadas com o mesmo tipo de pacote. Por exemplo, você não pode usar uma imagem feita em um pacote Graphics para executar um GraphicsPro WorkSpace.

P: Como posso começar a usar os pacotes do Amazon WorkSpaces habilitados para GPU?

R: Você pode executar os pacotes Graphics ou GraphicsPro usando o console de gerenciamento ou a API do Amazon WorkSpaces. Ao executar um novo WorkSpace, basta selecionar o pacote Graphics ou GraphicsPro.

P: Quanta largura de banda o Amazon WorkSpaces habilitado para GPU consome ?

R: A largura de banda usada por pacotes do Amazon WorkSpaces habilitados para GPU depende das tarefas sendo executadas. Se não houver muitas alterações feitas na tela, em geral a largura de banda usada será menor que 300 kbps. Se o contexto trocar entre várias telas ou os modelos 3D forem manipulados, o uso da largura de banda poderá aumentar para vários megabits por segundo.

P: O Amazon WorkSpaces oferece desktops habilitados para GPU que usam WSP?

R: Não. Atualmente o Amazon WorkSpaces não oferece um pacote WSP habilitado para GPU.

BYOL do Windows

P: Posso trazer minhas próprias licenças de desktop do Windows para o Amazon WorkSpaces?

R: Sim, você poderá trazer suas próprias licenças de desktop do Windows 10 para o WorkSpaces se elas atenderem os requisitos de licenciamento da Microsoft. O WorkSpaces oferece a opção de executar imagens de desktop do Windows 10 em um hardware fisicamente dedicado, o que permite manter a conformidade de licença para os desktops do Windows quando você traz suas próprias licenças para o WorkSpaces.

P: Posso trazer minhas próprias licenças de desktop do Windows para os pacotes Graphics do Amazon WorkSpaces?

R: Sim, pode. Entre em contato conosco se desejar fazer isso.

P: Quais versões de licenças de desktop do Windows posso trazer para o Amazon WorkSpaces?

R: Se sua empresa atender aos requisitos de licença definidos pela Microsoft, você poderá trazer suas licenças Enterprise do Windows 10 para o Amazon WorkSpaces. Não é possível usar licenças OEM do Windows no Amazon WorkSpaces. Consulte a Microsoft caso tenha dúvidas sobre a qualificação para trazer suas próprias licenças do Windows Desktop.

P: Quais benefícios posso obter ao trazer minhas próprias licenças de desktop do Windows para o Amazon WorkSpaces?

R: Ao trazer suas próprias licenças de desktop do Windows para o Amazon WorkSpaces, você economizará 4 USD por Amazon WorkSpace ao mês, quando estiver sendo cobrado mensalmente, e economizará dinheiro na taxa de uso por hora, quando estiver sendo cobrado por hora (consulte a página de definição de preço do Amazon WorkSpaces para ter mais informações). Além disso, agora você pode usar uma única imagem para gerenciar suas implantações de desktop virtual e físico.

P: Quais são os requisitos para trazer minhas licenças de desktop do Windows para o Amazon WorkSpaces?

R: Você precisa de um contrato Volume Licensing (VL) da Microsoft ativo e qualificado com Software Assurance e/ou VDA por licença de usuário para trazer suas próprias licenças de desktop do Windows 10 para o Amazon WorkSpaces. Consulte um representante da Microsoft para confirmar se você está qualificado para trazer suas licenças de desktop do Windows para o Amazon WorkSpaces.

P: Como começo a trazer minhas licenças de desktop do Windows para o Amazon WorkSpaces?

R: Para garantir uma capacidade dedicada adequada e alocada para sua conta, entre em contato com o gerente de contas ou o representante de vendas da AWS para habilitar sua conta para o BYOL. Como alternativa, você pode criar um caso de suporte técnico com o Amazon WorkSpaces para começar a usar o BYOL.

Depois de habilitado em sua conta, será fácil trazer seus SOs de desktop do Windows 10 existentes para o Amazon WorkSpaces. Primeiro, importe os SOs de desktop Windows existentes usando a API VM Import. Em seguida, crie a nova imagem do WorkSpaces com base na VM importada usando a ação Create Image da página Images no console do administrador do WorkSpaces. Por fim, crie um pacote do WorkSpaces personalizado usando a guia Bundles no console do administrador do WorkSpaces. Você pode executar esse pacote do WorkSpaces personalizado recém-criado como novos WorkSpaces para os usuários no console de gerenciamento do WorkSpaces.

Veja mais informações sobre o processo de BYOL em nossa documentação.

P: Como ativo meu sistema operacional desktop do Windows 10 no Amazon WorkSpaces?

R: Você pode ativar seu sistema operacional desktop do Windows 10 usando os servidores de ativação da Microsoft existentes que são hospedados na sua VPC ou que possam ser acessados a partir da VPC na qual o Amazon WorkSpaces é executado.

P: Posso criar uma nova imagem personalizada da imagem de desktop do Windows 10 carregada no Amazon WorkSpaces?

R: Sim. Você pode usar a funcionalidade de gerenciamento de imagens padrão do WorkSpaces para personalizar ainda mais a imagem de desktop do Windows 10 e salvá-la como uma nova imagem do Amazon WorkSpaces em sua conta.

P: Posso executar o novo Amazon WorkSpaces usando um dos pacotes públicos pré-configurados no mesmo diretório dos pacotes personalizados do Windows que eu trouxe para o WorkSpaces?

R: Não. Os WorkSpaces personalizados que oferecem suporte a desktops do Windows 10 como BYOL são executados em um hardware fisicamente dedicado para atender os requisitos de conformidade da Microsoft. Os WorkSpaces executados em um diretório marcado para hardware dedicado só podem ser do pacote personalizado que você criou e que tem sua imagem de desktop do Windows 10.
Se você deseja executar os WorkSpaces de pacotes públicos para usuários no mesmo domínio, poderá criar um novo diretório do AWS AD Connector direcionado para o mesmo Microsoft Active Directory dos WorkSpaces com o Windows 10 Desktop, e executar os WorkSpaces nesse diretório, como normalmente faria, usando o Console de Gerenciamento da AWS ou o SDK e a ILC do WorkSpaces.

P: Preciso me comprometer com certa quantidade de Amazon WorkSpaces, caso queira trazer minha própria licença de desktop do Windows?

R: Sim. É necessário comprometer-se a executar 200 Amazon WorkSpaces em uma região por mês no hardware dedicado. Se você quiser trazer suas próprias licenças de desktop do Windows para casos de uso gráficos, precisará se comprometer com, pelo menos, 4 WorkSpaces mensais ou 20 WorkSpaces horários, ambos habilitados com GPU.

P: Quanto tempo levará para que eu possa executar o Amazon WorkSpaces usando minhas próprias licenças e imagens de desktop do Windows?

R: Pode demorar algumas horas após a execução da operação “Criar Imagem” para que a imagem personalizada de desktop do Windows fique disponível para o uso. Você pode verificar o status da imagem personalizada no console, na API ou na CLI do WorkSpaces.

P: Todos os meus Amazon WorkSpaces dedicados serão executados em uma única AZ?

R: Não. Os Amazon WorkSpaces executados no hardware dedicado serão distribuídos entre duas AZs. Você seleciona as AZs para o Amazon WorkSpaces ao criar o diretório em que os Amazon WorkSpaces serão executados. As execuções posteriores dos Amazon WorkSpaces têm suas cargas balanceadas automaticamente entre as AZs selecionadas durante a criação do diretório.

P: O que acontece quando encerro os Amazon WorkSpaces que são executados no hardware fisicamente dedicado?

R: Você pode encerrar os Amazon WorkSpaces quando não precisar mais deles. Serão cobrados apenas os Amazon WorkSpaces em execução.

P: O que acontece com os Amazon WorkSpaces que são recriados, restaurados ou reiniciados no hardware fisicamente dedicado?

R: Os Amazon WorkSpaces que são recriados, restaurados ou reiniciados podem ser colocados em qualquer servidor físico disponível alocado para sua conta. A reinicialização, restauração ou recriação de um Amazon WorkSpace pode fazer com que essa instância seja colocada em um servidor físico diferente daquele alocado para sua conta.

P: Como assino o Microsoft Office para WorkSpaces com BYOL?

R: Ao importar uma imagem de BYOL, você pode selecionar se deseja incluir o Microsoft Office nela. Se for selecionado, o Office será instalado automaticamente na imagem durante a criação dela. Os WorkSpaces criados a partir dessa imagem recebem automaticamente uma assinatura do Microsoft Office Professional pela AWS.

P: Como o pacote do Office é cobrado no WorkSpace com BYOL?

R: Os WorkSpaces executados a partir de uma imagem de BYOL com o pacote do Office habilitado são cobrados na tarifa listada para o pacote do Office todos os meses, independentemente de você usar esse WorkSpace naquele mês. Você não será cobrado pelas imagens de BYOL com o pacote do Office habilitado, apenas pelos WorkSpaces criados a partir de uma imagem com o pacote do Office habilitado. Para obter mais informações sobre a definição de preço do pacote do Office, acesse a página de preços do Amazon WorkSpaces.

P: Qual software está disponível como parte do pacote do Office para os WorkSpaces com BYOL?

R: Você tem a opção de selecionar o Microsoft Office Professional 2016 ou 2019.

P: Como assino o pacote do Office no meu WorkSpace com BYOL existente?

R: Depois de criar uma imagem de BYOL com o pacote do Office instalado, você pode usar o recurso de migração do Amazon WorkSpaces para migrar seus WorkSpaces com BYOL existentes para aqueles que contêm o pacote do Office. Todos os dados no snapshot mais recente do volume do usuário original serão retidos após a migração e a unidade C será criada novamente a partir da nova imagem. Você pode migrar um WorkSpace criado a partir de um pacote que não tenha o Office fornecido pela AWS para outro WorkSpace criado a partir de um pacote que tenha o Microsoft Office fornecido pela AWS e vice-versa. Os dados nos volumes raiz e de usuário são preservados na migração.

P: Como obtenho atualizações para os aplicativos do pacote do Office?

R: As atualizações do Office são incluídas como parte das atualizações regulares do Windows. Nosso processo de criação de imagens selecionará as atualizações mais recentes durante o processo de criação. Recomendamos que você atualize periodicamente suas imagens base do Windows para se manter atualizado com todos os patches e atualizações de segurança.

Amazon Linux WorkSpaces

P: O que é Amazon Linux WorkSpaces?

R: O Amazon Linux WorkSpaces consiste em desktops corporativos compatíveis com cloud que as organizações podem fornecer a desenvolvedores, engenheiros, estudantes ou funcionários do escritório.

P: O que posso fazer com o Amazon Linux WorkSpaces?

R: Os desenvolvedores podem desenvolver software usando suas aplicações favoritas, como CLI da AWS, ferramentas SDK da AWS, Visual Studio Code, Eclipse e Atom. Os analistas podem fazer simulações usando o MATLAB e o Simulink. Os funcionários de escritório podem usar aplicativos pré-instalados como o Libre Office para editar documentos, planilhas e apresentações, o Evolution para e-mail, o Firefox para navegar pela web, o GIMP para edição de imagens, o Pidgin para mensagens instantâneas e muitos outros. A qualquer momento, você pode instalar mais aplicativos de repositórios do Amazon Linux ou de outros repositórios Linux baseados em RPM.

P: Quais aplicações e ferramentas são fornecidas com o Amazon Linux WorkSpaces?

R: O Amazon Linux WorkSpaces inclui uma seleção de utilitários e ferramentas de desktop, ferramentas de desenvolvimento e aplicações de produtividade gerais. Os desenvolvedores podem começar a usar rapidamente pacotes como OpenJDK 8, Python, C/C++, CLI da AWS e SDK da AWS. Os funcionários de escritório em geral podem usar o Libre Office para edição de documentos, planilhas e apresentações, o Firefox para navegar pela web, o GIMP para edição de fotos, o Pidgin para mensagens instantâneas, o Evolution para e-mails, o Atril para documentos PDF e outras ferramentas para tarefas diárias de produtividade. A qualquer momento, você pode instalar mais aplicações a partir dos repositórios do Amazon Linux ou de outros repositórios Linux baseados em RPM.

P: Como posso começar a usar o Amazon Linux WorkSpaces?

R: Para começar a usar, basta criar ou selecionar usuários no diretório configurado, selecionar os pacotes do Amazon Linux WorkSpaces e executá-los. Os usuários receberão por e-mail instruções de conexão para seus WorkSpaces. Veja aqui a lista de pacotes de hardware disponíveis.

P: Quanto custa usar o Amazon Linux WorkSpaces?

R: O Amazon Linux WorkSpaces está disponível com opções de faturamento por hora ou mensal. Consulte aqui a definição de preço detalhada.

P: Qual gerenciador de pacotes é compatível com o Amazon Linux?

R: O Amazon Linux é baseado em RPM e usa o gerenciador de pacotes yum.

P: Quais repositórios estão disponíveis com o Amazon Linux WorkSpaces?

R: O Amazon Linux WorkSpaces está conectado ao repositório central e aos repositórios extra do Amazon Linux. Você sempre pode adicionar outros repositórios Linux baseados em RPM.

P: Como posso solicitar novos pacotes para os repositórios do Amazon Linux?

R: Você pode solicitar novos pacotes para os repositórios do Amazon Linux usando os fóruns para desenvolvedores da AWS aqui. Os pacotes serão adicionados a critério exclusivo do Amazon Web Services.

P: Como receberei atualizações de pacotes para os Amazon Linux WorkSpaces?

R: Os Amazon Linux WorkSpaces serão corrigidos e atualizados regularmente com base nos repositórios do Amazon Linux.

P: Quais tipos de diretório são compatíveis com o Amazon Linux WorkSpaces?

R: No momento, o Amazon Linux WorkSpaces oferece suporte ao Active Directory, um diretório on-premises disponível via AD Connector e Microsoft Active Directory na AWS.

P: Quais pacotes de hardware estão disponíveis para o Amazon Linux WorkSpaces?

R: O Amazon Linux WorkSpaces está disponível com vários pacotes de hardware em todas as regiões em que o serviço do Amazon WorkSpaces opera. Veja aqui a lista completa.

P: Posso personalizar o Amazon Linux WorkSpaces?

R: Sim. Você pode personalizar as configurações e instalar um software adicional no Amazon Linux WorkSpaces. Você também pode criar imagens personalizadas usando o console ou a API do Amazon WorkSpaces, e usar essas imagens para executar WorkSpaces com essas personalizações para outros usuários na empresa.

P: O acesso ao sudo é habilitado por padrão no Amazon Linux WorkSpaces?

R: Por padrão, os usuários do Amazon Linux WorkSpaces têm acesso ao sudo, ao passo que o usuário-raiz permanece desabilitado. A qualquer momento, você pode modificar as permissões editando o arquivo /etc/sudoers.

P: Existe um pacote Amazon Linux WorkSpaces que usa WSP?

R: Sim. O Amazon WorkSpaces oferece o Linux com WSP na região do AWS GovCloud (Oeste dos EUA) com suporte para cartões inteligentes, entrada de teclado e mouse, e saída de áudio.

Conformidade e segurança

P: O Amazon WorkSpaces está qualificado para a HIPAA?

R: Sim. Se você tiver um acordo de associado comercial (BAA) com a AWS, poderá usar o Amazon WorkSpaces com as contas da AWS associadas ao BAA. Se não tiver um BAA com a AWS, entre em contato conosco para ser atendido por um representante da equipe de vendas da AWS. Para obter mais informações, consulte Conformidade com a HIPAA.

P: O Amazon WorkSpaces é compatível com o PCI?

R: Sim. O Amazon WorkSpaces é compatível com o PCI e cumpre o PCI DSS (padrão de segurança de dados do Setor de cartões de pagamento). O PCI DSS é um padrão proprietário de segurança da informação administrado pelo PCI Security Standards Council, criado pela American Express, pela Discover Financial Services, pela JCB International, pela MasterCard Worldwide e pela Visa Inc. O PCI DSS aplica-se a todas as entidades que armazenam, processam ou transmitem dados do titular do cartão (CHD) e/ou dados confidenciais de autenticação (SAD), como comerciantes, processadores, compradores, emissores e provedores de serviços. O PCI DSS é aplicado pelas bandeiras de cartão de pagamento e administrado pelo Payment Card Industry Security Standards Council. Para obter mais informações, consulte Conformidade com o PCI DSS.

P: Quais credenciais devem ser usadas para fazer login no Amazon WorkSpaces?

R: Os usuários fazem login no WorkSpace com suas credenciais individuais, que podem ser criadas após o WorkSpace ser fornecido a eles. Se o serviço Amazon WorkSpaces estiver integrado a um domínio do Active Directory existente, os usuários farão login com suas credenciais normais do Active Directory. O Amazon WorkSpaces também se integra a servidores RADIUS existentes para permitir a Multi-Factor Authentication (MFA).

P: Posso controlar os dispositivos cliente que acessam o Amazon WorkSpaces?

R: Sim. Você pode restringir o acesso ao Amazon WorkSpaces com base no tipo de SO e usando certificados digitais. Você pode optar por bloquear ou permitir MacOS, Microsoft Windows, Linux, iOS, Android, Chrome OS, zero client e o cliente do WorkSpaces Web Access.

P: O que é certificado digital?

R: Certificado digital é uma forma de identidade digital válida por um período especificado. Ele é usado como credencial e oferece informações sobre a identidade de uma entidade, além de outras informações complementares. Um certificado digital é emitido por uma autoridade de certificação (CA), que garante a validade das informações no certificado.

P: Quais dispositivos usam certificados para controlar o acesso ao Amazon WorkSpaces?

R: Os certificados digitais podem ser usados para bloquear ou permitir acesso ao WorkSpaces a partir de dispositivos cliente macOS e Microsoft Windows.

P: Como posso usar certificados digitais para controlar o acesso ao Amazon WorkSpaces?

R: Para usar certificados digitais para bloquear ou permitir acesso ao Amazon WorkSpaces, você carrega certificados-raiz no console de gerenciamento do WorkSpaces e distribui seus certificados cliente para os dispositivos macOS e Windows que devem ser confiáveis. Para distribuir os certificados cliente, use sua solução preferida, como o Microsoft System Center Configuration Manager (SCCM) ou o software Mobile-Device Management (MDM). Para obter mais informações, consulte Restringir o acesso dos WorkSpaces a dispositivos confiáveis.

P: Quantos certificados-raiz podem ser importados para um diretório do Amazon WorkSpaces?

R: Para cada diretório do Amazon WorkSpaces, você pode importar até dois certificados-raiz para os dispositivos macOS e Microsoft Windows. Se dois certificados-raiz forem importados, o WorkSpaces apresentará os dois ao dispositivo cliente, que usará o primeiro certificado encadeado até um dos dois certificados-raiz.

P: Posso controlar o acesso de dispositivos cliente ao Amazon WorkSpaces sem usar certificados digitais?

R: Sim. Você pode controlar o acesso ao Amazon WorkSpaces usando apenas o tipo do dispositivo.

P: Posso usar certificados digitais para controlar o acesso ao Amazon WorkSpaces a partir de clientes iOS, Android, Chrome OS ou zero clients?

R: No momento, o Amazon WorkSpaces somente pode usar certificados digitais com dispositivos cliente macOS e Microsoft Windows.

P: O que é Multi-Factor Authentication (MFA)?

R: Multi-Factor Authentication acrescenta mais uma camada de segurança durante o processo de autenticação. Os usuários devem validar sua identidade informando algo que saibam (por exemplo, uma senha) e também algo que possuam (por exemplo, uma senha de uso único (OTP) gerada por hardware ou software).

P: Quais métodos de entrega são compatíveis com a MFA?

R: A Amazon aceita senhas de uso único disponibilizadas por tokens de hardware e software. Os tokens fora de banda, como os tokens de SMS, não são aceitos atualmente.

P: Há suporte para o Google Authenticator e outras soluções virtuais de MFA?

R: O Google Authenticator pode ser usado junto com o RADIUS. Se você estiver executando um servidor RADIUS baseado em Linux, poderá configurar sua frota RADIUS para usar o Google Authenticator por meio de uma biblioteca PAM (Pluggable Authentication Module).

P: Quais aplicativos cliente do Amazon WorkSpaces oferecem suporte à Multi-Factor Authentication (MFA)?

R: A MFA está disponível para as aplicações cliente do Amazon WorkSpaces nas seguintes plataformas: Windows, Mac, Linux, Chromebooks, iOS, Fire, Android e zero clients PCoIP. A MFA também tem suporte ao usar o acesso web para acessar o Amazon WorkSpaces nos navegadores Chrome ou Firefox.

P: O que acontece se um usuário esquece sua senha de acesso ao Amazon WorkSpace?

R: Se o AD Connector ou o AWS Microsoft AD for usado para se integrar a um domínio do Active Directory atual, o usuário deverá seguir o processo normal de perda de senha do domínio, como entrar em contato com um helpdesk interno. Caso o usuário esteja usando credenciais armazenadas em um diretório gerenciado pelo serviço WorkSpaces, poderá criar uma nova senha clicando no link “Esqueci a senha” na aplicação cliente do Amazon WorkSpaces.

P: De que forma os Amazon WorkSpaces serão protegidos contra malware e vírus?

R: É possível instalar um antivírus de sua escolha nos WorkSpaces dos usuários. O pacote Plus oferece aos usuários acesso ao software antivírus. Mais detalhes podem ser encontrados aqui. Caso você opte por instalar seu próprio software antivírus, verifique se ele não bloqueia a porta UDP 4172 para PCoIP e a porta UDP 4195 para WSP, o que impedirá os usuários de conectarem seus WorkSpaces.

P: Como posso remover o acesso de um usuário ao seu Amazon WorkSpace?

R: Para remover o acesso de um usuário ao seu WorkSpace, é possível desabilitar a conta dele no diretório gerenciado pelo serviço WorkSpaces ou em um Active Directory atual, que você integrou ao serviço WorkSpaces.

P: O WorkSpaces funciona junto com o AWS Identity and Access Management (IAM)?

R: Sim. Consulte a nossa documentação.

P: Eu posso selecionar a unidade organizacional (UO) onde as contas de computador do meu WorkSpaces serão criadas no Active Directory?

R: Sim. Você pode definir uma unidade organizacional (UO) padrão na qual as contas de computador do seu WorkSpaces serão criadas no Active Directory. Essa UO pode fazer parte do domínio ao qual seus usuários pertencem, fazer parte de um domínio que tenha uma relação de confiança com o domínio ao qual seus usuários pertencem ou fazer parte de um domínio filho em seu diretório. Consulte a nossa documentação para obter mais detalhes.

P: Posso usar grupos de segurança da Amazon VPC para limitar o acesso aos recursos (aplicações, bancos de dados) da minha rede ou da Internet a partir do meu WorkSpaces?

R: Sim. Você pode usar grupos de segurança da Amazon VPC para limitar o acesso aos recursos em sua rede ou na Internet a partir do seu WorkSpaces. É possível selecionar um grupo de segurança padrão da Amazon VPC para as interfaces de rede do WorkSpaces na sua VPC como parte dos detalhes do diretório no console do WorkSpaces. Consulte a nossa documentação para obter mais detalhes.

P: O que é grupo de controle de acesso via IP?

R: Grupo de controle de acesso via IP é um recurso que permite especificar endereços IP confiáveis que podem acessar seus WorkSpaces. Um grupo de controle de acesso é composto por um conjunto de regras, em que cada regra especifica um endereço IP específico permitido ou intervalo de endereços. Você pode criar até 25 grupos de controle de acesso via IP com até dez regras por grupo especificando os endereços IP ou os intervalos de endereços IP que podem acessar seus Amazon WorkSpaces.

P: Posso implementar controles de acesso baseados em endereços IP para o WorkSpaces?

R: Sim. Com esse recurso, você pode criar até 25 grupos de controle de acesso via IP com até 10 regras por grupo especificando os endereços IP ou os intervalos de endereços IP que podem acessar seus Amazon WorkSpaces.

P: Como posso implementar controles de acesso baseados em endereços IP?

R: Você pode fazer isso de duas formas:

  1. No console de gerenciamento do WorkSpaces, na página “Controles de acesso do IP”, você pode criar grupos de controle de acesso selecionando “Criar grupos de controle de acesso via IP” e inserindo o nome e a descrição do grupo. Em seguida, você pode adicionar regras ao grupo de controle de acesso via IP selecionando o grupo e acessando a guia “Rules”, selecionando “Edit” e adicionando até 10 regras, inserindo os endereços IP permitidos e informando uma descrição para cada regra. Você pode aplicar os grupos de controle de acesso via IP aos diretórios do WorkSpaces na página “Update Directory Details”. Consulte Grupos de controle de acesso via IP para obter detalhes.
  2. Na Interface da Linha de Comando da AWS, você pode chamar APIs do Amazon WorkSpaces para criar, excluir e descrever grupos, criar e excluir regras de cada grupo, e adicionar e remover grupos de diretórios. Consulte Referência da API do Amazon WorkSpaces para obter detalhes.

P: Os controles de acesso baseados em endereços IP podem ser usados com todos os clientes do WorkSpaces?

R: Sim. Esse recurso pode ser usado com macOS X, iPad, Windows Desktop, tablets Android, clientes Chromebooks e acesso pela web. Esse recurso também oferece suporte a zero clients usando MFA.

P: Quais configurações zero client são compatíveis com o recurso de controles de acesso baseados em IP?

R: A configuração zero clients que utiliza a MFA pode ser usada com os controles de acesso baseados em IP, bem como com quaisquer zero clients compatíveis que não usam o PCoIP Connection Manager para conectar o WorkSpaces. Se os controles de acesso baseados em IP estiverem habilitados, nenhuma conexão efetuada por meio do PCoIP Connection Manager poderá acessar o WorkSpaces.

P: Há algum cenário em que um endereço IP que não pertence a nenhuma lista de permissões consegue acessar um WorkSpace?

R: Sim. Se o acesso pela web for habilitado, ao acessar o WorkSpaces por meio do cliente de acesso pela web, e o endereço IP mudar de um endereço IP na lista de permissões para um que não pertence a nenhuma lista após a validação das credenciais do usuário e antes de a sessão do WorkSpace começar, o IP que não pertence a nenhuma lista de permissões será permitido. A conexão inicial exigiria um endereço IP na lista branca.

P: Como os endereços IP constam em uma lista de permissões se os usuários acessam o WorkSpaces por meio de Network Address Translation (NAT)?

R: Será necessário incluir os IPs públicos na lista de permissões para usar esse recurso. Portanto, se você tiver uma NAT, deverá permitir o acesso dos IPs que passam pela NAT. Nesse caso, você terá permissão de acessar sempre que um usuário acessa o WorkSpaces por meio de uma NAT.

P: Como os endereços IP são incluídos em uma lista de permissões para VPNs?

R: Se você quiser permitir o acesso a partir de VPNs, será necessário adicionar os IPs públicos da VPN. Nesse caso, você terá permissão de acessar sempre que um usuário acessa o WorkSpaces por meio da VPN com IPs públicos na lista de permissões.

P: Posso personalizar o fluxo de trabalho de login para a experiência de login dos usuários finais?

R: O WorkSpaces suporta o uso do WorkSpaces:// com URI (identificador uniforme de recurso) para abrir o cliente do WorkSpaces e, opcionalmente, inserir o código de registro, o nome de usuário e/ou o código MFA (autenticação multifator), caso a MFA seja usada pela empresa.

P: Como faço para habilitar o URI?

R: Você pode criar links URI únicos seguindo a formatação URI do WorkSpaces URI documentada em Personalizar como os usuários fazem login nos WorkSpaces no Guia de administração do Amazon WorkSpaces. Forneça esses links aos usuários para que eles possam usar o URI em qualquer dispositivo que tenha o cliente do WorkSpaces instalado. Se você optar por incluir o código de registro, o nome do usuário e/ou as informações de MFA, os links de URI poderão conter informações confidenciais legíveis. Portanto, tome cuidado com a forma de compartilhamento das informações do URI e com quem essas informações são compartilhadas.

P: Como posso implementar com segurança um URI para usuários do WorkSpaces?

R: Os URIs do WorkSpaces são ideais para empresas que têm uma página inicial ou um portal de serviços seguro interno onde os usuários acessam as aplicações. Você pode personalizar e compartilhar o URI do WorkSpaces no portal. Dessa forma, os usuários podem acessar facilmente o WorkSpaces sem a necessidade de inserir repetidamente o nome de usuário e a MFA ou rotular o URI para lembrar qual código de registro do WorkSpaces pertence a qual diretório.

Criptografia

P: O Amazon WorkSpaces tem suporte para a criptografia?

R: Sim. O Amazon WorkSpaces oferece suporte à criptografia dos volumes-raiz e de usuário. O Amazon WorkSpaces usa volumes de EBS que podem ser criptografados na criação de um WorkSpace, fornecendo criptografia para dados armazenados no repouso, E/S de disco para volume e snapshots criados do volume. O Amazon WorkSpaces integra-se com o serviço AWS KMS para permitir que você especifique as chaves que deseja usar para criptografar os volumes.

P: Quais tipos de pacotes do Amazon WorkSpaces oferecem suporte à criptografia?

R: A criptografia tem suporte em todos os tipos de pacotes de hardware e software do Amazon WorkSpaces. Isso inclui as experiências de desktop do Windows 10, além dos pacotes Value, Standard, Performance, Power, PowerPro, Graphics e GraphicsPro. Todos os pacotes de aplicativos Plus também estão inclusos. Adicionalmente, qualquer pacote personalizado também oferecerá suporte à criptografia.

P: Como posso criptografar um novo Amazon WorkSpace?

R: Ao criar um novo Amazon WorkSpace por meio do console ou das APIs do Amazon WorkSpaces, você terá a opção de especificar quais volumes deseja criptografar junto com um ARN de chave a partir das suas chaves do KMS para criptografia. Observe que durante a execução de um WorkSpace, você pode especificar se deseja criptografar o volume de usuário, o volume-raiz ou ambos os volumes, e a chave disponibilizada será usada para criptografar os volumes especificados.

P: Posso usar chaves diferentes para criptografar os volumes-raiz e de usuário de um WorkSpace?

R: Os volumes-raiz e de usuário são criptografados usando uma única chave.

P: Preciso fornecer uma nova chave de KMS para cada WorkSpace que desejo criptografar?

R: Você pode usar a mesma chave de KMS para criptografar volumes de até 500 Amazon WorkSpaces.

P: O Amazon WorkSpaces pode criar uma chave de KMS em meu nome?

R: O Amazon WorkSpaces cria uma chave mestre padrão na primeira tentativa de executar um WorkSpace por meio do Console de Gerenciamento da AWS. Você não pode gerenciar o ciclo de vida de chaves mestres padrão. Para controlar o ciclo de vida completo de uma chave, configure o WorkSpaces para usar uma chave mestra de cliente (CMK) personalizada de KMS. Para criar uma CMK personalizada de KMS, acesse o console do KMS ou use as APIs do KMS para criar suas próprias chaves. Observe que você pode usar uma chave padrão gerada pelo KMS para seus WorkSpaces, que serão disponibilizadas para você na primeira tentativa de executar o Amazon WorkSpaces com criptografia por meio do Console de Gerenciamento da AWS.

P: Quais são os pré-requisitos para usar chaves de KMS para criptografar o Amazon WorkSpaces?

R: Para usar chaves de KMS para criptografar o Amazon WorkSpaces, a chave deve estar desabilitada e não pode exceder seus limites (saiba mais sobre limites aqui). Você também precisa ter as permissões e as políticas corretas associadas à chave para usá-la para a criptografia. Para saber mais sobre as permissões e políticas corretas necessárias para as chaves, consulte a nossa documentação.

P: Como serei notificado se minha chave de KMS não atender aos pré-requisitos detalhados acima?

R: Ao executar um novo WorkSpace com a chave especificada, o serviço WorkSpaces verifica se a chave é válida e qualificada para ser usada para a criptografia. Se a chave não for válida, o processo de execução falhará rapidamente e você será notificado sobre o erro com a chave. Observe que se as definições da chave forem alteradas enquanto o WorkSpace estiver sendo criado, haverá uma chance de que o provisionamento falhe. Você será notificado sobre essa falha por meio do Console de Gerenciamento da AWS ou da chamada de API DescribeWorkSpaces.

P: Como poderei afirmar quais Amazon WorkSpaces são criptografados e quais não são?

R: Você será capaz de ver se um WorkSpace está criptografado ou não a partir do Console de Gerenciamento da AWS ou usando a API do Amazon WorkSpaces. Além disso, também será capaz de dizer quais volumes no WorkSpace foram criptografados e o ARN da chave que foi usado para criptografar o WorkSpace. Por exemplo, a chamada da API DescribeWorkSpaces retornará informações sobre quais volumes (usuário e/ou raiz) são criptografados e o ARN da chave que foi usado para criptografar o WorkSpace.

P: Posso habilitar a criptografia de volumes em um Amazon WorkSpace em execução?

R: A criptografia do WorkSpaces é compatível apenas durante a criação e a execução de um WorkSpace.

P: O que acontece com um Amazon WorkSpace em execução quando eu desabilito a chave no console do KMS?

R: Um WorkSpace em execução não será impactado se você desativar a chave do KMS usada para criptografar o volume de usuário do WorkSpace. Os usuários conseguirão fazer login e usar o WorkSpace sem interrupção. No entanto, os reinícios, reconstruções e restaurações de WorkSpaces que estavam criptografados usando uma chave do KMS que foi desativada (ou as permissões/políticas na chave que foram modificadas) falharão. Se a chave for reativada e/ou as permissões/políticas corretas forem restauradas, os reinícios, reconstruções e restaurações do WorkSpace funcionarão novamente.

P: É possível desabilitar a criptografia de um Amazon WorkSpace em execução?

R: O Amazon WorkSpaces não é compatível com a desativação da criptografia de um WorkSpace em execução. Depois que um WorkSpace for executado com a criptografia habilitada, ele permanecerá criptografado.

P: Os snapshots de um volume de usuário criptografado também serão criptografados?

R: Sim. Todos os snapshots do volume de usuário serão criptografados usando a mesma chave utilizada para criptografar o volume de usuário do WorkSpace quando ele foi criado. O volume de usuário, uma vez criptografado, permanecerá criptografada durante todo o seu ciclo de vida. Observe que o Amazon WorkSpaces não tira snapshots do volume raiz de um WorkSpace em execução.

P: Posso recriar um Amazon WorkSpace que tenha sido criptografado?

R: Sim. As reconstruções de um WorkSpace funcionarão desde que a chave usada para a criptografia do WorkSpace ainda seja válida. Os volumes do WorkSpace permanecem criptografados usando a chave original depois da reconstrução.

P: Posso restaurar um Amazon WorkSpace que tenha sido criptografado?

R: Sim. A restauração de um WorkSpace funcionará desde que a chave usada para a criptografia do WorkSpace ainda seja válida. Os volumes do WorkSpace permanecem criptografados usando a chave original depois da restauração.

P: Posso criar uma imagem personalizada a partir de um WorkSpace que foi criptografado?

R: A criação de uma imagem personalizada a partir de um WorkSpace que foi criptografado não é suportada.

P: A criptografia dos volumes causará impacto no desempenho do meu WorkSpace?

R: Você pode esperar um aumento mínimo na latência em IOPS nos volumes criptografados.

P: A criptografia causará impacto durante a execução de um Amazon WorkSpace?

R: O tempo de execução de um WorkSpace que requer apenas a criptografia de volume do usuário é parecido com o de um WorkSpace não criptografado. O tempo de execução de um WorkSpace que requer a criptografia de volume-raiz será de vários minutos.

P: A criptografia terá suporte para WorkSpaces com BYOL?

R: Sim. O Amazon WorkSpaces terá suporte para a criptografia de WorkSpaces com BYOL.

P: Poderei usar a mesma chave do KMS para criptografar Amazon WorkSpaces em uma região diferente?

R: Não. Os recursos criptografados em uma região não podem ser usados em uma região diferente, pois uma chave do KMS pertence à região na qual foi criada.

P: Há cobrança para criptografar volumes no Amazon WorkSpaces?

R: Não há cobrança adicional para criptografar volumes no WorkSpaces. No entanto, você terá que pagar as taxas padrão do AWS KMS para as solicitações de API do KMS e qualquer CMK personalizado usado para criptografar os WorkSpaces. Consulte a definição de preço do AWS KMS aqui. Observe que os serviços do Amazon WorkSpaces fazem, no máximo, cinco chamadas de API na execução, no reinício e na recriação de um único WorkSpace.

P: Posso fazer a rotação das chaves do KMS?

R: Sim. Você pode usar o KMS para fazer a rotação das CMKs personalizadas. Você pode configurar uma CMK personalizada que você criou para rotação anual automática pelo KMS. Não há impacto nos WorkSpaces criptografados antes da rotação da CMK, eles funcionarão como esperado.

Amazon WorkSpaces Application Manager (WAM)

P: O que é Amazon WorkSpaces Application Manager?

R: O Amazon WorkSpaces Application Manager (Amazon WAM) oferece uma maneira rápida, flexível e segura de implantar e gerenciar aplicações para o Amazon WorkSpaces com Windows. O Amazon WAM acelera a implantação, as atualizações, os patches e a desativação do software reunindo aplicações de desktop do Microsoft Windows em contêineres de aplicações virtualizados que são executados como se estivessem instalados nativamente.

P: Como as aplicações do Amazon WAM são entregues aos usuários?

R: O Amazon WAM entrega as aplicações de desktop aos WorkSpaces com Windows dos usuários como contêineres de aplicações virtualizados usando uma tecnologia exclusiva de entrega em cloud. As aplicações são executadas em um WorkSpace de dentro do contêiner virtualizado e oferecem uma performance semelhante às aplicações instaladas nativamente.

P: Como posso começar a usar o Amazon WAM?

R: Para começar a usar o Amazon WAM, selecione o nível da assinatura (Lite ou Standard), crie um catálogo de aplicações no Console de Gerenciamento da AWS e atribua aplicações aos usuários que executam o Amazon WorkSpaces com Windows. Você pode criar um catálogo usando aplicações para as quais possui licenças, aplicações proprietárias criadas internamente e aplicações do AWS Marketplace for Desktop Apps.

Depois que o seu catálogo estiver disponível, você poderá usar o Console de Gerenciamento da AWS para atribuir aplicações do catálogo aos seus usuários do Amazon WorkSpaces. Os aplicativos do catálogo podem ser obrigatórios ou opcionais. Os aplicativos obrigatórios são instalados automaticamente nos WorkSpaces apropriados; aplicativos opcionais são disponibilizados aos usuários para instalação sob demanda.

P: Como faço upload das minhas aplicações para o Amazon WAM?

R: Você pode empacotar as aplicações usando o Amazon WAM Studio, validá-las usando o Amazon WAM Player e fazer upload dessas aplicações para o Amazon WAM. Para obter mais informações, consulte os tópicos sobre empacotamento e validação no Guia do usuário do Amazon WAM.

P: Quais tipos de aplicações podem ser entregues usando o Amazon WAM?

R: Qualquer aplicação compatível com o Microsoft Windows 8, Windows 10, Windows Server 2012 e Windows Server 2016 pode ser entregue para o WorkSpaces usando o Amazon WAM. As aplicações de 32 bits e 64 bits são aceitas.

P: Posso controlar o uso das aplicações com o Amazon WAM?

R: É possível controlar o uso de qualquer aplicação atribuída aos usuários.

P: Em quais regiões da AWS o Amazon WAM está disponível?

R: Para ver uma lista de regiões da AWS em que o Amazon WAM está disponível no momento, acesse a Tabela de regiões.

P: Quais experiências do Amazon WorkSpaces funcionam com o Amazon WAM?

R: Hoje, é possível usar o Amazon WAM para implantar e gerenciar aplicações para o Amazon WorkSpaces que executam a experiência de desktop do Windows 10.

P: O Amazon WAM oferece suporte a quais diretórios do AWS Directory Service?

R: O Amazon WAM pode ser usado com o AD Connector e o Simple AD do AWS Directory Services ou o AWS Managed Microsoft AD. OBSERVAÇÃO: Se você configurou um relacionamento de confiança entre o AWS Managed Microsoft AD no AWS Cloud e seu Microsoft Active Directory on-premises, não poderá atribuir aplicações aos usuários no seu Microsoft Active Directory on-premises.

P: O Amazon WorkSpaces precisa de acesso à Internet para usar o Amazon WAM?

R: Sim. O Amazon WorkSpaces precisa de uma conexão com a Internet para receber aplicações por meio do Amazon WAM.

P: Como coloco o Amazon WAM no Amazon WorkSpaces dos meus usuários?

R: Os usuários podem instalar a aplicação de desktop do Amazon WAM em seus Amazon WorkSpaces por meio de um atalho localizado na área de trabalho por padrão.

P: Como os usuários finais acessam as aplicações que são atribuídas usando o Amazon WAM?

R: Os usuários podem abrir a aplicação de desktop Amazon WAM e ver todas as aplicações disponíveis para eles. Você pode configurar as aplicações como obrigatórias ou opcionais. Os aplicativos obrigatórios são instalados automaticamente no WorkSpace do usuário, e aplicativos opcionais podem ser instalados através do aplicativo de desktop Amazon WAM. Para obter mais informações sobre o aplicativo de desktop Amazon WAM, consulte o Guia do usuário do Amazon WAM.

P: Quantas aplicações posso adicionar ao meu catálogo do Amazon WAM?

R: Não existe um limite para o número de aplicações que você pode adicionar ao seu catálogo do Amazon WAM. No entanto, há cobranças de armazenamento nas aplicações para upload no Amazon WAM, após os primeiros 100 GB de armazenamento utilizados para suas aplicações.

P: Quantas aplicações posso entregar a cada usuário do Amazon WorkSpaces via Amazon WAM?

R: Você pode atribuir até 50 aplicações a cada usuário do Amazon WorkSpaces.

P: Posso usar as tags para categorizar as aplicações em meus catálogos do Amazon WAM?

R: Sim, você pode atribuir tags a aplicações e cobranças relacionadas ao serviço do WAM simplesmente marcando seu Amazon WorkSpaces. Para saber mais sobre a atribuição de tags ao seu Amazon WorkSpaces, siga as etapas indicadas nesta página da web: Como aplicar tags no WorkSpaces.

P: Como serei cobrado pelo Amazon WAM?

R: O plano Lite está disponível gratuitamente e o plano Standard custa 5 USD/usuário/mês para cada usuário inscrito no plano WAM Standard com uma ou mais aplicações atribuídas. Pode haver um custo para as aplicações do AWS Marketplace for Desktop Applications ativadas pelos usuários.

P: Posso ter usuários nos dois planos, Lite e Standard?

R: Não. Você pode assinar o plano Lite ou Standard, e todos os usuários terão o mesmo plano.

P: Posso alterar o plano de assinatura durante o período de faturamento?

R: Sim. Na página “Plano de assinatura” do console do WAM, você pode aumentar ou reduzir o nível do plano e visualizar detalhes dos recursos dos dois planos de assinatura. Você terá a oportunidade de visualizar a utilização atual antes de confirmar a atualização.

P: O que acontecerá às minhas aplicações se eu reduzir o nível do plano Standard para o plano Lite?

R: Os usuários serão migrados para a versão mais atualizada das aplicações do AWS Marketplace for Desktop Apps e perderão o acesso a todas as aplicações que você empacotou e fez upload para o Amazon WAM.

P: Há um limite para o armazenamento de pacotes de aplicações?

R: Os planos Lite e Standard incluem 100 GB de armazenamento para as aplicações. O armazenamento adicional será cobrado de acordo com os encargos do S3.

P: Posso compartilhar um pacote do Amazon WAM com outra conta da AWS?

R: Sim. Os pacotes criados e aprovados por você em sua conta da AWS podem ser compartilhados com outras contas da AWS na mesma região. Você pode configurar o compartilhamento de pacotes por meio da guia Packages no console do Amazon WAM, adicionando permissões à conta da AWS com a qual você deseja compartilhar o pacote.

P: Posso definir limites nos pacotes que compartilho com outras contas da AWS?

R: Não. No momento, não é possível colocar nenhuma restrição nos pacotes que são compartilhados.

P: Como faço para usar um pacote do Amazon WAM que é compartilhado comigo?

R: Você pode usar um pacote do Amazon WAM compartilhado com você criando uma aplicação e atribuindo a aplicação aos seus usuários.

P: Posso fazer alguma alteração em um pacote que foi compartilhado com a minha conta?

R: Não. Um pacote disponibilizado por outra conta da AWS não pode ser modificado.

P: Como sei se posso confiar em um pacote que foi compartilhado com a minha conta?

R: Sempre verifique se o pacote é compartilhado de uma fonte confiável. Verifique a fonte validando a ID de conta da AWS e confira se é uma conta em que você confia.

P: Posso excluir um pacote do Amazon WAM?

R: Sim. Você pode excluir um pacote do Amazon WAM que pertence à sua conta dentro de uma região da AWS executando o Amazon WAM Studio na instância que gerou o pacote. Quando você excluir um pacote, todas as versões do pacote serão excluídas. Além disso, você só poderá excluir pacotes que não tenham aplicativos atribuídos ou que não tenham sido compartilhados com outra conta da AWS. Se você tiver um aplicativo criado, primeiro precisará excluir o aplicativo antes de excluir o pacote. Se tiver compartilhado um pacote com outra conta da AWS, primeiro precisará remover o compartilhamento antes de excluir o pacote.

P: O que acontece com um pacote do Amazon WAM quando ele é excluído?

R: Quando um pacote do Amazon WAM for excluído, ele não ficará mais disponível em sua conta. O pacote será totalmente excluído assim que todas as contas com as quais você compartilhou o pacote excluírem as aplicações que usam o pacote.

AWS Marketplace for Desktop Apps

P: O que é AWS Marketplace for Desktop Apps?

R: AWS Marketplace for Desktop Apps é uma nova categoria do AWS Marketplace que pode implantar aplicações no Amazon WorkSpaces com o Windows por meio do Amazon WAM. O AWS Marketplace for Desktop Apps inclui as aplicações que você pode comprar mensalmente e as aplicações gratuitas. Você pode encontrar aplicativos de desenvolvedores como Microsoft, Corel e Foxit, além de títulos populares de código aberto.

P: Como utilizo as aplicações de desktop do AWS Marketplace?

R: Você pode assinar aplicações do AWS Marketplace for Desktop Apps via console do Amazon WorkSpaces. Comece selecionando o Catálogo de aplicações no console do Amazon WorkSpaces, navegue e adicione aplicações do AWS Marketplace ao seu catálogo de aplicações. Quando os aplicativos estiverem no seu catálogo, você poderá atribuí-los aos seus usuários do WorkSpaces. Então, os aplicativos poderão ser acessados pelos usuários através do aplicativo de desktop Amazon WorkSpaces Application Manager (Amazon WAM).

P: Como serei cobrado pelas aplicações do AWS Marketplace for Desktop Apps?

R: Será cobrado o preço listado no AWS Marketplace for Desktop Apps para cada aplicação com base em uma assinatura mensal. As assinaturas de software são faturadas mensalmente, mesmo que sejam usadas no Amazon WorkSpaces definido para faturar por hora. A assinatura é ativada e cobrada na primeira vez que o usuário inicia o aplicativo e será renovada mensalmente até o acesso ao aplicativo ser removido para esse usuário. As cobranças são calculadas proporcionalmente no restante do primeiro mês em que o usuário inicia o aplicativo. Os meses subsequentes são faturados integralmente. Assinaturas que forem removidas no meio de um mês não receberão um reembolso pelo restante do mês.

P: Como cancelo a assinatura de uma aplicação?

R: Para cancelar a assinatura de uma aplicação, basta remover os usuários e os grupos atribuídos para usar a aplicação. Quando isso for concluído, o aplicativo deixará imediatamente de estar disponível para seus usuários e não haverá novas cobranças para essa aplicação no mês seguinte.

P: Os usuários finais do Amazon WorkSpaces podem acessar o AWS Marketplace for Desktop Apps diretamente?

R: Não, somente o administrador da conta do WorkSpaces verá o AWS Marketplace inteiro no console do WorkSpaces. Os usuários finais verão apenas as aplicações que você provisionou para eles.

P: Onde posso ver as cobranças das minhas assinaturas de aplicações do AWS Marketplace for Desktop Apps?

R: Você pode ver as cobranças das assinaturas de aplicações do AWS Marketplace for Desktop Apps fazendo login no console de faturamento da AWS e visualizando a seção AWS Marketplace na fatura estimada. Você pode ver as aplicações assinadas, o preço mensal e o total da cobrança de cada aplicação.

P: Como faço para obter suporte para as aplicações que uso no AWS Marketplace for Desktop Apps?

R: Após assinar a aplicação no AWS Marketplace for Desktop Apps, você pode selecionar os detalhes dela para visualizar as informações de suporte. Expanda as informações de suporte para ver detalhes sobre como obter suporte.

Acesso de clientes, Web Access e experiência do usuário

P: Onde posso fazer download da aplicação cliente do Amazon WorkSpaces?

R: Você pode fazer o download da aplicação cliente do Amazon WorkSpaces gratuitamente no site de download do cliente.

P: Posso usar qualquer outro cliente (por exemplo, cliente de RDP) com o Amazon WorkSpaces?

R: Não. É possível usar qualquer um dos clientes gratuitos disponibilizados pela AWS, que incluem aplicações cliente para Windows, macOS, Chromebooks, iOS, tablets Fire e Android, navegadores Chrome ou Firefox, para acessar o Amazon WorkSpaces.

P: Quais sistemas operacionais são compatíveis com as aplicações clientes do Amazon WorkSpaces?

R: Os clientes do Amazon WorkSpaces estão disponíveis para os seguintes sistemas operacionais:
• Microsoft Windows 7, Windows 8 e Windows 10
• Apple macOS (10.8.1 e superior)
• Linux (Ubuntu Linux 18.04 e superior)
• Google Chrome OS (45 e superior)
• Apple iOS (8.0 e posterior)
• Google Android (4.4 e posterior)
• Amazon Fire OS 4 e Fire OS 5

P: Quais dispositivos do tipo tablet são compatíveis com a aplicação cliente do Amazon WorkSpaces?

R: Os clientes do Amazon WorkSpaces estão disponíveis para os seguintes dispositivos:
• Apple iPad Pro modelos 12,9" e 9,7"
• Apple iPad Mini 2, 3 e 4
• Apple iPad Air e iPad Air 2
• Tablets Amazon Fire lançados depois de 2012: Fire 7", Fire HD 6/7/8/10, Fire HDX 8,9", Kindle Fire 7" e Kindle Fire HDX 7/8,9
• Tablets Samsung e Nexus
Embora esperemos que outros tablets Android populares executando o Android versão 4.4 funcionem corretamente com o cliente do Amazon WorkSpaces, podem ocorrer alguns casos de incompatibilidade. Se você estiver interessado em obter suporte para um dispositivo específico, entre em contato conosco no fórum do Amazon WorkSpaces.

P: Quais smartphones são compatíveis com as aplicações clientes do Amazon WorkSpaces?

R: Os clientes do Amazon WorkSpaces estão disponíveis para os seguintes dispositivos:
Samsung Galaxy S8 e S8+ com Samsung DeX Station
Se você estiver interessado em obter suporte para um dispositivo específico, entre em contato conosco no fórum do Amazon WorkSpaces.

P: O que é zero client PCoIP?

R: Zero client PC-over-IP (PCoIP) é um dispositivo de hardware específico que pode habilitar o acesso ao Amazon WorkSpaces. Os zero clients incluem uma otimização de hardware específica para o protocolo PCoIP e são projetados para demandar muito pouca administração.

P: Posso usar zero clients PCoIP com o Amazon WorkSpaces?

R: Sim, o Amazon WorkSpaces é compatível com os dispositivos zero client PCoIP que têm o chipset Teradici Tera2. O zero client PCoIP funcionará apenas com o PCoIP WorkSpaces; ele não funcionará com o WSP WorkSpaces. Para obter uma lista completa de zero clients compatíveis com o Amazon WorkSpaces, acesse o site da Teradici.

P: Meu Amazon WorkSpace executado no modo AutoStop preservará o estado das aplicações e dos dados quando for interrompido?

R: O Amazon WorkSpaces preserva os dados e o estado das aplicações quando é interrompido. Na próxima conexão, o Amazon WorkSpace será reiniciado com todos os documentos abertos e os programas em execução intactos. WorkSpaces Graphics com Windows preservam os dados quando interrompidos e todas as sessões de aplicativos em execução são encerradas. Na reconexão, o Amazon WorkSpace manterá os arquivos e pastas no último local em que foram salvos.

P: Como reinicio meu Amazon WorkSpace após sua interrupção?

R: Ao fazer login no Amazon WorkSpace por meio da aplicação cliente do Amazon WorkSpaces, o serviço reinicializará automaticamente seu Amazon WorkSpace. Na sua primeira tentativa de login, a aplicação cliente notificará que o Amazon WorkSpace foi interrompido anteriormente e sua nova sessão começará assim que o WorkSpace for reiniciado.

P: Quanto tempo leva para o meu Amazon WorkSpace ficar disponível após a tentativa de login?

R: Se o Amazon WorkSpace não foi interrompido, sua conexão será praticamente instantânea. Se o Amazon WorkSpace foi interrompido, na maioria dos casos ele ficará disponível entre sessenta e noventa segundos.

P: Quais periféricos podem ser utilizados com as aplicações clientes do Amazon WorkSpaces?

R: Os clientes do Amazon WorkSpaces oferecem suporte a:
• Entrada por teclado, mouse e toque (o toque tem suporte somente nos clientes tablet).  No momento, os Amazon WorkSpaces não oferecem suporte ao mouse 3D.
• Saída de áudio para o dispositivo cliente
• Fones de ouvido analógicos e USB
Para o WSP, há um suporte adicional para cartões inteligentes.
 
O Linux WorkSpaces na região AWS GovCloud (Oeste dos EUA) suporta apenas a entrada, a tela e a saída de áudio.

P: Quais tipos de fones de ouvido podem ser usados para conversas de áudio?

R: A maioria dos fones de ouvido analógicos e USB funcionam para conversas de áudio por meio do WorkSpaces executado no Windows. Para os fones de ouvido USB, você deve garantir que eles sejam exibidos localmente como um dispositivo de reprodução no computador do cliente.

P: Posso usar o microfone e os alto-falantes embutidos para fazer chamadas de áudio?

R: Sim. Para ter a melhor experiência, recomendamos o uso de um fone de ouvido para chamadas de áudio. É possível perceber um eco ao usar o microfone e os alto-falantes embutidos em determinados aplicativos de comunicação.

P: O Audio-in funciona com clientes móveis, como Android, iOS e Chromebooks?

R: O Audio-in é compatível com clientes Windows, OSX e iOS.

P: Como posso habilitar o Audio-in para o meu WorkSpaces?

R: O Audio-in é habilitado para todos os novos WorkSpaces. Para WorkSpaces com Windows, a ativação do recurso Audio-in do WorkSpaces exige um acesso de logon local dentro do seu WorkSpace. Se você tiver uma política de grupo restringindo o logon local do usuário no seu WorkSpace, nós a detectaremos e ela não será aplicada na atualização do Audio-in para o WorkSpace. Você pode remover a política de grupo e o recurso Audio-in será ativado após a próxima reinicialização.

P: O WorkSpaces oferece suporte a dispositivos com telas de alto DPI?

R: Sim. A aplicação cliente de desktop do Amazon WorkSpaces escalará automaticamente a tela da sessão para corresponder às definições de DPI do dispositivo local.

P: Para quantos monitores o Amazon WorkSpaces oferece suporte? Qual resolução de monitor tem suporte?

R: Os pacotes Amazon WorkSpaces Value, Standard, Performance, Power, PowerPro e GraphicsPro dão suporte a, no máximo, quatro telas. O máximo de resolução com suporte depende do número de telas, como exibido na tabela abaixo:

Telas Resolução máxima com suporte
1 3840 x 2160 pixels
2 3840 x 2160 pixels
4 1920 x 1200 pixels

Pacotes Graphics dão suporte a somente um monitor com configuração de resolução máxima de 2560x1600.

P: O consumo de largura de banda aumentará quando eu usar quatro monitores ou a resolução 4k Ultra HD?

R: Sim. Os requisitos de largura de banda do WorkSpaces dependem de dois fatores: (a) o número de telas que devem ser transmitidas e (b) a quantidade de alterações de pixels que ocorre em cada tela.

P: É possível que cada monitor tenha uma orientação diferente?

R: Sim. Você pode ter alguns monitores no modo paisagem e os outros no modo retrato, de acordo com as necessidades de produtividade do seu desktop.

P: O Amazon WorkSpaces lembra das configurações do monitor entre as sessões?

R: A configuração do modo de tela cheia será preservada. Se você encerrar uma sessão do WorkSpaces no modo de tela cheia, poderá fazer login no modo de tela cheia na próxima sessão. No entanto, as configurações de tela não são salvas. A cada vez que você iniciar uma sessão do WorkSpaces, o aplicativo cliente extrairá o EDID da configuração local e o enviará ao host do WorkSpaces para oferecer uma experiência de tela ideal.

P: O que acontece com minhas configurações de tela quando conecto meu WorkSpace a partir de um desktop diferente?

R: Quando você conecta a partir de um computador desktop diferente, as configurações de tela desse computador terão precedência para proporcionar uma experiência de tela ideal.

P: As aplicações para iPad e Android oferecem suporte para a entrada por teclado ou mouse?

R: O cliente do Android oferece suporte a entradas por teclado e mouse. O cliente do iPad oferece suporte a entradas por teclado e mouse (mouse SwiftPoint GT). Esperamos que a maioria dos dispositivos de teclado e mouse populares funcione corretamente, mas podem existir dispositivos não compatíveis. Se você estiver interessado em obter suporte para um dispositivo específico, entre em contato conosco no fórum do Amazon WorkSpaces.

P: Posso acessar meu Amazon WorkSpaces por meio de um navegador da Web?

R: Sim. Você pode usar o acesso ao Amazon WorkSpaces pela web para fazer login em seu Amazon WorkSpace com Windows por meio dos navegadores Chrome ou Firefox. Não é necessário instalar nenhum software e você pode conectar-se a partir de qualquer rede que possa acessar a Internet. Para habilitar o WorkSpaces Web Access, primeiro, se você tiver um WorkSpace existente com o Windows 10, deverá reinicializá-lo. Em seguida, seu administrador do WorkSpaces precisa habilitar o acesso à Web pelo Console AWS na seção Detalhes do diretório do WorkSpaces – Opções de controle de acesso. Quando essas etapas forem concluídas, para acessar seu WorkSpace por meio de um navegador, basta abrir a página de acesso pela Web do Amazon WorkSpaces usando um navegador compatível e inserir seu código de registro do WorkSpaces. Depois, faça login no WorkSpace com seu nome de usuário e senha.

P: O que é acesso ao Amazon WorkSpaces pela web?

R: O acesso ao Amazon WorkSpaces pela web permite acessar seu Amazon WorkSpace com o Windows por meio do Chrome ou do Firefox executado em um computador conectado a qualquer rede que possa acessar a Internet. O acesso pela web não impede que os usuários utilizem as aplicações clientes nativas do Amazon WorkSpaces para conectar o WorkSpaces deles com o Windows; os usuários podem escolher entre o acesso pela web e aplicações clientes nativas. O acesso pela web está disponível aqui.

P: Quais navegadores da web posso usar para acessar o Amazon WorkSpaces pela web?

R: O acesso ao Amazon WorkSpaces pela web funciona com as versões mais recentes do Google Chrome e do Firefox em execução no Windows, no Mac ou no Linux. Atualmente as versões móveis do Chrome e do Firefox não são compatíveis.

P: Posso habilitar o acesso ao Amazon WorkSpaces pela web com base em idiomas diferentes do inglês?

R: Sim. O suporte de acesso pela web atualmente está disponível no WorkSpaces em versões desktop Windows baseadas em inglês (EUA), japonês, coreano e francês (canadense).

P: É necessário instalar algum software adicional para acessar o Amazon WorkSpaces por meio de um navegador da web?

R: Não é necessário instalar nenhum programa, add-in ou plug-ins para acessar o Amazon WorkSpaces por meio de um navegador compatível.

P: Como posso começar a usar o acesso pela web para fazer login em meu Amazon WorkSpaces?

R: Primeiramente, seu Amazon WorkSpace precisa estar habilitado para o acesso pela web. Isso pode ser feito por seu administrador de TI por meio do Console de Gerenciamento da AWS. Após concluir essa etapa, é possível fazer login usando o acesso pela Web, disponível aqui. Em seu primeiro login, você será solicitado a informar o código de registro que foi enviado no e-mail de boas-vindas.

P: Como saberei se meu Amazon WorkSpace foi habilitado para o acesso pela web?

R: Se seu Amazon WorkSpace foi definido para bloquear o acesso pela web, você receberá uma mensagem de erro quando tentar fazer login solicitando que entre em contato com o administrador do sistema para que ele habilite o acesso.

P: Posso usar o acesso pela web para acessar meu Amazon WorkSpaces em qualquer rede?

R: Sim. Você pode usar o acesso pela web em qualquer rede capaz de acessar a Internet. Se for possível navegar na web, você pode conectar-se ao seu Amazon WorkSpace.

P: Quais pacotes do Amazon WorkSpaces dão suporte a acesso pela web?

R: Você pode usar o acesso pela web para conectar os Amazon WorkSpaces Value, Standard, Performance, Power e PowerPro com os sistemas operacionais Windows 10 ou Windows Server 2016. Atualmente, os pacotes Graphics e GraphicsPro e o Amazon Linux WorkSpaces não oferecem suporte ao acesso pela web.

P: Quais dispositivos locais posso usar durante a conexão com o Amazon WorkSpace por meio do Chrome ou do Firefox?

R: Você poderá usar o mouse ou o teclado como dispositivos de entrada. Os dispositivos periféricos locais, como impressoras, unidades USB, câmeras web e microfones, não estarão disponíveis. Embora o redirecionamento da área de transferência não funcione entre o sistema operacional local e seu Amazon WorkSpace, as operações de copiar e colar em seu WorkSpace funcionarão.

P: Em quais regiões o acesso pela web está disponível?

R: O acesso ao Amazon WorkSpaces pela web é disponibilizado em todas as regiões nas quais o Amazon WorkSpaces está disponível.

P: É necessário informar um código de registro para usar o acesso pela web?

R: A primeira vez que você fizer login usando o acesso pela web, será solicitado a informar o código de registro enviado no e-mail de boas-vindas. Atualmente, o acesso pela web não oferece a capacidade de armazenar vários códigos de registro diferentes.

P: Como posso controlar minha sessão ao usar um navegador para acessar meu Amazon WorkSpace?

R: É possível usar a barra de conexão na parte superior da janela do navegador para controlar sua sessão. A barra de conexão permite desconectar, entrar e sair do modo de tela cheia, e enviar uma sequência de teclas “Ctrl-Alt-Del” para o Amazon WorkSpace. Ela pode ser fixa ou definida para ficar oculta automaticamente.

P: Como posso me desconectar do Amazon WorkSpace ao acessá-lo por meio de um navegador?

R: É possível desconectar-se usando o comando “Desconectar” na barra de conexão, fechando a guia do navegador ou encerrando o programa do navegador. O acesso pela web não permite reconectar o Amazon WorkSpace; você deve fazer login novamente para reconectar.

P: O Amazon WorkSpaces fornecerá suporte para outros dispositivos clientes e sistemas operacionais de desktop virtual?

R: Nós analisamos nosso roteiro continuamente para ver quais recursos podemos adicionar a fim de atender aos requisitos dos nossos clientes. Se houver um dispositivo cliente ou sistema operacional de desktop virtual que você gostaria que fosse compatível com o Amazon WorkSpaces, envie-nos um e-mail com detalhes da sua solicitação.

P: Qual é a experiência do usuário final quando a Multi-Factor Authentication (MFA) está habilitada?

R: Os usuários devem fornecer seu nome de usuário e senha do Active Directory, seguidos de sua senha de uso único (OTP). Quando o usuário passar pela validação do Active Directory e do RADIUS, será conectado ao Amazon WorkSpace. Para saber mais, visite nossa documentação.

P: Como posso determinar a melhor região para executar meu Amazon WorkSpaces?

R: O site Connection Health Check do Amazon WorkSpaces compara sua velocidade de conexão com cada região do Amazon WorkSpaces e recomenda a mais rápida.

P: Quais idiomas são oferecidos pelo Amazon WorkSpaces?

R: No momento, os pacotes do Amazon WorkSpaces que disponibilizam a experiência de desktop do Windows 10 oferecem suporte aos idiomas inglês (EUA), francês (Canadá), coreano e japonês. Também é possível fazer download e instalar pacotes de idiomas do Windows diretamente da Microsoft. Para obter mais informações, acesse esta página. No momento, as aplicações clientes do Amazon WorkSpaces oferecem suporte para inglês (EUA), alemão, chinês (simplificado), japonês, francês (canadense), coreano e português.

P: Posso acessar meu WorkSpaces usando um cartão inteligente, ao invés do nome de usuáriol/senha?

R: Sim. O WSP WorkSpaces pode ser acessado com um cartão inteligente, ao invés do nome de usuário/senha. Será possível acessar o WorkSpaces usando um cartão inteligente se você usar um Active Directory Connector e definir a API do diretório para cartão inteligente habilitado. Observação: o PCoIP WorkSpaces não suporta os recursos do cartão inteligente.

P: Quais tipos de cartões inteligentes são suportados oficialmente?

R: O WorkSpaces suporta oficialmente os cartões inteligentes CAC e PIV.

P: Quantos cartões inteligentes podem ser usados na sessão ao mesmo tempo

R: O WorkSpaces pode lidar apenas com um cartão inteligente na sessão ao mesmo tempo

P: O suporte do cartão inteligente está disponível em todas as regiões?

R: O suporte do cartão inteligente na sessão para usar dentro do WorkSpaces está disponível em todas as regiões nas quais o WSP é suportado. O cartão inteligente pré-sessão para o WorkSpaces está disponível apenas para o WSP WorkSpaces na região AWS GovCloud (Oeste dos EUA).

Manutenção e configuração

P: O serviço do Amazon WorkSpaces tem janelas de manutenção?

R: Sim. O Amazon WorkSpaces ativa as janelas de manutenção para os WorkSpaces AlwaysOn e AutoStop por padrão.

Para os WorkSpaces AlwaysOn (mensal), o cronograma de manutenção é controlado pelas configurações do SO no WorkSpace. A janela de manutenção padrão consiste em um período de quatro horas, das 0h às 4h (essa janela horária se baseia nas configurações de fuso horário definidas para os Amazon WorkSpaces) todo domingo de manhã. É possível que durante esse período os WorkSpaces não estejam disponíveis.

Para WorkSpaces AutoStop (por hora) o modo de manutenção a janela de manutenção normalmente é das 0h às 5h, todos os dias, a partir da 3ª segunda-feira do mês no fuso horário da região da AWS dos WorkSpaces. A janela de manutenção pode durar até duas semanas. O WorkSpaces pode ser mantido em qualquer dia da janela de manutenção. Você pode definir o modo de manutenção para WorkSpaces AutoStop no console de gerenciamento do WorkSpaces. Para obter mais informações, consulte Gerenciar o modo de execução do WorkSpace. No momento, a janela de manutenção para AutoStop WorkSpaces não é configurável.

P: Posso parar de usar as janelas de manutenção para meus WorkSpaces?

R: Recomendamos permitir a manutenção dos WorkSpaces regularmente. Se você deseja organizar seu próprio cronograma de manutenção do Workspaces, é possível parar de usar o serviço de janela de manutenção padrão para o WorkSpaces do Windows. 

Para o WorkSpaces AutoStop (por hora), você pode desabilitar o modo de manutenção no console. Para os WorkSpaces AlwaysOn do Windows, a janela de manutenção é controlada pelas configurações do sistema e pode ser configurada por meio das configurações de atualizações automáticas de GPO. No momento, não é possível parar de usar as janelas de manutenção para os WorkSpaces AlwaysOn Amazon Linux.

P: O Amazon WorkSpaces precisará de atualizações de software?

R: O Amazon WorkSpaces fornece aos usuários desktops em cloud do Amazon Linux, a experiência do Windows 10, fornecidos pelo Windows Server 2016. Poderá ser necessário atualizar o SO subjacente e quaisquer aplicações instaladas no WorkSpace.

P: Como meu Amazon WorkSpaces será corrigido com atualizações de software?

R: Por padrão, o Amazon WorkSpaces está configurado para instalar atualizações de software. O Amazon Linux WorkSpaces será atualizado para instalar os mais recentes patches de segurança e software, e o Amazon WorkSpaces com Windows tem as atualizações do Windows ativadas. Você pode personalizar essas configurações ou usar uma abordagem alternativa de gerenciamento de patches. As atualizações são instaladas todo domingo, às 2h.

P: Quais ações preciso tomar para receber atualizações do serviço Amazon WorkSpaces?

R: Não é necessária nenhuma ação da sua parte. As atualizações são entregues automaticamente no Amazon WorkSpaces durante a janela de manutenção. Durante esse período de manutenção, os WorkSpaces podem ficar indisponíveis.

P: Posso desativar as atualizações de software do serviço do Amazon WorkSpaces?

R: Não. O serviço do Amazon WorkSpaces exige que essas atualizações sejam disponibilizadas para garantir a operação normal dos WorkSpaces dos usuários.

P: Não quero que o Windows Update atualize automaticamente o meu Amazon WorkSpaces. Como posso controlar as atualizações e garantir que elas sejam testadas antes?

R: Você tem controle total sobre a configuração do Windows Update no seu WorkSpaces e pode utilizar a política de grupo do Active Directory para configurar isso e atender exatamente suas necessidades. Caso queira obter um aviso prévio dos patches para poder planejar as ações, recomendamos que consulte a Notificação antecipada dos boletins de segurança da Microsoft para ter mais informações.

P: Como são fornecidas as atualizações das aplicações instaladas no WorkSpaces?

R: O Amazon WorkSpaces executando o Amazon Linux é atualizado usando repositório yum pré-configurado do Amazon Linux hospedado em cada região do WorkSpaces. As atualizações são instaladas automaticamente. Os patches e as atualizações que exigem reinicialização são instalados durante nossa janela semanal de manutenção.

Para todos os demais aplicativos, as atualizações podem ser entregues através do serviço de atualizações automáticas de cada aplicativo, caso um esteja disponível. Para os aplicativos sem um serviço de atualização automática, será preciso consultar a abordagem de atualização recomendada pelo fornecedor e segui-la se necessário.

P: Como gerencio meu WorkSpaces?

R: O console de gerenciamento do WorkSpaces permite provisionar, reiniciar, recriar, restaurar e excluir WorkSpaces. Para gerenciar o SO subjacente no WorkSpaces, você pode usar as ferramentas padrão do Microsoft Active Directory, como a política de grupo, ou suas ferramentas de orquestração do Linux preferidas para gerenciar o WorkSpaces. Caso o WorkSpaces tenha sido integrado a um domínio do Active Directory, o WorkSpaces pode ser gerenciado com as mesmas ferramentas e técnicas já utilizadas com os desktops locais. Caso não haja integração com o Active Directory, um WorkSpace de gerenciamento de diretório pode ser configurado para executar as tarefas gerenciais. Consulte a documentação para obter mais informações.

Você também pode oferecer aos usuários do WorkSpaces a capacidade de executar tarefas comuns por conta própria ativando o gerenciamento de autoatendimento. Depois de ativado, os usuários do WorkSpaces podem fazer coisas como reiniciar, recriar, restaurar, aumentar o tamanho do volume, alterar o tipo de computação e alterar o modo de execução diretamente do cliente do WorkSpaces sem intervenção da TI ou do helpdesk.

P: Posso usar tags para categorizar os recursos do meu Amazon WorkSpaces?

R: Sim, você pode atribuir tags aos recursos existentes do Amazon WorkSpaces, incluindo WorkSpaces, diretórios registrados com o WorkSpaces, imagens, pacotes personalizados e grupos de controle de acesso via IP. Você também pode atribuir tags durante a criação de novos Amazon WorkSpaces e novos grupos de controle de acesso via IP. Você pode atribuir até 50 tags (pares de chaves/valores) para cada Amazon WorkSpaces usando o Console de gerenciamento da AWS, a Interface da linha de comando da AWS ou a API do Amazon WorkSpaces. Essas tags são aplicadas automaticamente a todas as aplicações do Amazon WorkSpaces Application Manager (WAM) e as cobranças de serviço relacionadas ao WAM associadas a um WorkSpace. Para saber mais sobre a atribuição de tags aos recursos do seu Amazon WorkSpaces, siga as etapas listadas nesta página da web: Como atribuir tags aos recursos do WorkSpaces.

P: Posso controlar o acesso de meus usuários ao Amazon WorkSpaces pela web?

R: Sim. É possível usar o Console de Gerenciamento da AWS para controlar se o Amazon WorkSpaces em seu diretório pode ser acessado pela web na página de detalhes do diretório. Obs.: essa definição só pode ser aplicada a todos os Amazon WorkSpaces em um diretório, e não a nível de um Amazon WorkSpace individual.

P: Qual a diferença entre reiniciar e recriar um WorkSpace?

R: A reinicialização é o mesmo que a reinicialização normal do sistema operacional (SO). A recriação retém o volume do usuário no WorkSpace, mas retorna o WorkSpace ao seu estado original (todas as mudanças feitas do disco do sistema são perdidas).

P: Qual a diferença entre recriar e restaurar um WorkSpace?

R: A recriação retém o volume do usuário no WorkSpace, mas retorna o WorkSpace ao seu estado original (todas as mudanças feitas do disco de sistema são perdidas). A restauração retém os volumes do usuário e raiz do WorkSpace, mas retorna o WorkSpace ao último estado íntegro, conforme detectado pelo serviço.

P: Como posso remover um Amazon WorkSpace que não utilizo mais?

R: Para remover um WorkSpace não mais necessário, é possível “excluir” o WorkSpace. Essa ação remove a instância subjacente que dá suporte ao WorkSpace e o WorkSpace deixará de existir. A exclusão de um WorkSpace também remove todos os dados armazenados nos volumes montados no WorkSpace, portanto, confirme que salvou todos os dados que precisa guardar antes de excluir um WorkSpace.

P: É possível disponibilizar mais de um Amazon WorkSpace por usuário?

R: Não. Atualmente, é possível fornecer apenas um WorkSpace para cada usuário.

P: Quantos Amazon WorkSpaces posso executar?

R: Você pode executar quantos Amazon WorkSpaces desejar. O Amazon WorkSpaces define limites padrão, mas você pode solicitar um aumento desse limites aqui. Para ver os limites padrão do Amazon WorkSpaces, acesse a nossa documentação.

P: Qual é a largura de banda de rede que preciso ter para usar meu Amazon WorkSpace?

R: A largura de banda necessária para usar seu WorkSpace dependerá do que você está fazendo nele. Para o uso de produtividade em escritórios em geral, recomendamos uma velocidade de download com largura de banda entre 300 Kbps e 1 Mbps. Para trabalhos com uso elevado de gráficos, recomendamos velocidades de download com largura de banda de 3 Mbps.

P: Qual é a latência de rede máxima recomendada para acessar um WorkSpace?

R: Para o PCoIP, a latência máxima de ida e volta recomendada é de 250 ms, mas a melhor experiência do usuário será obtida com até 100 ms. Quando a RTT excede 375ms, a conexão do cliente WorkSpaces é encerrada. Para o WorkSpaces Streaming Protocol (WSP), será conseguida a melhor experiência do usuário com uma latência de ida e volta abaixo de 250ms. Se a RTT ficar entre 250ms e 400ms, o usuário poderá acessar o WorkSpace, mas o desempenho será afetado.

P: Existe um plano de energia ou configurações de energia recomendados para meu WorkSpaces?

R: Sim. Para o WorkSpaces executado no Windows, recomendamos selecionar o plano de energia “Alta performance” no Windows.  Para WorkSpaces executando no Linux, você deve selecionar um plano de energia que otimiza a sua performance.

P: O WorkSpaces requer a atualização de alguma configuração de Qualidade de serviço na minha rede?

R: Para implementar a Qualidade de serviço na sua rede para o tráfego do WorkSpaces, você deve priorizar o stream de vídeo interativo do WorkSpaces, que é composto de tráfego em tempo real na porta UDP 4172 para PCoIP e 4195 para WSP. Se possível, esse tráfego deve ser priorizado logo após o VoIP para fornecer a melhor experiência de usuário.

P: A MFA no Amazon WorkSpaces está disponível na minha região?

R: O suporte à MFA está disponível em todas as regiões da AWS em que o Amazon WorkSpaces é oferecido.

P: Quais são os pré-requisitos para configurar um zero client PCoIP?

Os zero clients devem ser atualizados para o firmware na versão 4.6.0 (ou mais recente). O WorkSpace precisará usar o protocolo PCoIP; o protocolo WSP não suporta os zero clients PCoIP. Será necessário executar o PCoIP Connection Manager para permitir que os clientes conectem com sucesso o Amazon WorkSpaces. Consulte a documentação do Amazon WorkSpaces para obter um guia detalhado sobre como configurar adequadamente o PCoIP Connection Manager e obter ajuda sobre como encontrar e instalar o firmware necessário para zero clients.

P: Como posso obter suporte para o Amazon WorkSpaces?

R: É possível obter ajuda no AWS Support e também publicar no fórum do Amazon WorkSpaces.

Faturamento e definição de preço

P: Como funciona o faturamento do Amazon WorkSpaces?

R: Você pode pagar pelo Amazon WorkSpaces por hora ou mês. Você só paga pelo WorkSpaces que executar. Não há taxas iniciais nem compromissos de permanência. A taxas de uso dos Amazon WorkSpaces incluem o uso da infraestrutura (de computação, armazenamento e largura de banda para o streaming da experiência de desktop para o usuário) e das aplicações de software listadas no pacote.

P: Quanto custa um Amazon WorkSpace?

R: Visite a nossa página de definição de preço para obter as informações mais recentes.

P: Posso pagar pelo meu Amazon WorkSpaces por hora?

R: Sim. Você pode pagar por seu Amazon WorkSpaces por hora. A definição de preço por hora está disponível para todos os pacotes do WorkSpaces, em todas as regiões da AWS em que o Amazon WorkSpaces é oferecido.

P: Como funciona a definição de preço por hora do Amazon WorkSpaces?

R: A definição de preço por hora tem dois componentes: uma taxa de uso por hora e uma pequena taxa mensal para custos fixos de infraestrutura. As taxas de uso por hora incorrem apenas enquanto o Amazon WorkSpaces está sendo usado ativamente ou se passa por uma manutenção de rotina. Quando os Amazon WorkSpaces não estiverem sendo usados, eles serão interrompidos automaticamente após um período de inatividade especificado e o cálculo feito por hora será suspenso. Quando as atividades dos seus Amazon WorkSpaces forem reiniciadas, as cobranças por hora começarão a ser geradas novamente.

P: Como posso começar a usar o faturamento por hora do meu Amazon WorkSpaces?

R: Para que a execução de um Amazon WorkSpace seja faturada por hora, basta selecionar um usuário, escolher um pacote Amazon WorkSpaces (uma configuração de recursos computacionais e um espaço de armazenamento) e especificar o modo de execução AutoStop. Quando o Amazon WorkSpace for criado, ele será faturado por hora.

P: Qual é a diferença entre as definições de preço mensal e por hora do Amazon WorkSpaces?

R: Com a definição de preço mensal, você paga uma taxa fixa mensal para o uso ilimitado e tem acesso instantâneo a um Amazon WorkSpace em execução ininterruptamente. A definição de preço por hora permite pagar pelo Amazon WorkSpaces por hora e economizar dinheiro na fatura da AWS quando os usuários só precisarem de acesso parcial ao seu Amazon WorkSpaces. Quando seus Amazon WorkSpaces faturados por hora não estiverem sendo usados, eles serão interrompidos automaticamente após um período de inatividade especificado e o cáculo feito por hora será suspenso.

P: Como seleciono o faturamento por hora ou mensal para meu Amazon WorkSpaces?

R: Agora, para possibilitar o faturamento por hora, o Amazon WorkSpaces opera em dois modos de execução: AutoStop e AlwaysOn. O modo de execução AutoStop permite pagar por seu Amazon WorkSpaces por hora. O modo de execução AlwaysOn é usado quando a sua opção é o pagamento de uma taxa fixa mensal para uso ilimitado dos Amazon WorkSpaces. Você pode escolher facilmente entre o faturamento mensal e o por hora ao selecionar o modo de execução inicializando os Amazon WorkSpaces por meio do Console de Gerenciamento da AWS, das APIs do Amazon WorkSpaces ou da Interface da Linha de Comando do Amazon WorkSpaces. Você também pode alternar entre os modos de execução dos seus Amazon WorkSpaces a qualquer momento.

P: Quando serão incorridas as cobranças do meu Amazon WorkSpace no pagamento por hora?

R: As taxas de uso por hora começarão a ser geradas assim que a execução do seu Amazon WorkSpace for iniciada. O Amazon WorkSpace poderá reiniciar em resposta a uma solicitação de login de um usuário ou para fazer uma manutenção de rotina.

P: Quando as cobranças do meu Amazon WorkSpaces deixarão de ser incorridas no pagamento por hora?

R: As cobranças de uso por hora serão suspensas quando o Amazon WorkSpaces for interrompido. O modo AutoStop interrompe automaticamente seu WorkSpaces por um período especificado após a desconexão do usuário ou quando uma manutenção agendada é concluída. Como padrão, o período especificado é configurável e definido para 60 minutos. Observe que as horas parciais são faturadas como uma hora inteira. Além disso, a parte mensal da definição de preço por hora não será suspensa quando os Amazon WorkSpaces forem interrompidos.

P: Posso forçar a suspensão antecipada das cobranças por hora?

R: Você pode interromper manualmente o Amazon WorkSpaces usando o Console de Gerenciamento da AWS ou as APIs do Amazon WorkSpaces. Para interromper a taxa mensal associada ao Amazon WorkSpaces cobrado por hora, é necessário remover o Amazon WorkSpaces da sua conta (observação: isso também exclui todos os dados armazenados nesse Amazon WorkSpaces).

P: Posso alternar entre os faturamentos mensal e por hora?

R: Sim. Você pode mudar do faturamento por hora para o mensal do seu Amazon WorkSpaces a qualquer momento, basta alternar o modo de execução para AlwaysOn no Console de Gerenciamento da AWS ou por meio das APIs do Amazon WorkSpaces. Ao alternar, o faturamento muda imediatamente de horário para mensal. Será cobrado um valor proporcional baseado na taxa mensal para o restante do mês para o AlwaysON, junto com a taxa básica mensal e as taxas de uso por hora do AutoStop que já foram cobradas no mês. Seus Amazon WorkSpaces continuarão a ser cobrados mensalmente, a menos que você alterne o modo de execução de volta para AutoStop.

Você pode alternar do faturamento mensal para o por hora ao definir o modo de execução como AutoStop no Console de Gerenciamento da AWS ou por meio das APIs dos Amazon WorkSpaces. A alternância do faturamento mensal para o por hora entrará em vigor no mês seguinte, pois você já terá pago pelos seus Amazon WorkSpaces no mês em questão. Seus Amazon WorkSpaces continuarão a ser cobrados por hora, a menos que você alterne o modo de execução de volta para AlwaysOn. Observe que as renovações de faturamento ocorrem à meia-noite UTC, no primeiro dia de cada mês.

Os usuários do WorkSpaces também podem alternar entre faturamento mensal e por hora diretamente do cliente do WorkSpaces se esse recurso de gerenciamento de autoatendimento for ativado pelo administrador do WorkSpaces.

P: Se eu não usar o meu Amazon WorkSpace durante o mês inteiro, as taxas serão proporcionais?

R: Caso esteja pagando por seu Amazon WorkSpaces mensalmente, você será cobrado pelo uso do mês inteiro. Se estiver pagando por hora (modo de execução AutoStop), será cobrado pelas horas em que seu Amazon WorkSpaces estiver em execução ou manutenção, além de uma taxa mensal para custos fixos de infraestrutura. Em ambos os casos, a taxa mensal será rateada apenas no primeiro mês.

P: A pequena taxa mensal associada ao faturamento por hora será cobrada mesmo se eu não usar meu Amazon WorkSpaces em um determinado mês?

R: Sim. A pequena taxa mensal do pacote Amazon WorkSpaces que você selecionou será cobrada. Caso tenha escolhido o pacote Amazon WorkSpaces Plus, você também será cobrado pela assinatura do software. Você poderá encontrar as taxas mensais de todos os Amazon WorkSpaces na página de definição de preço aqui.

P: Como é feita a cobrança dos pacotes de software Plus quando pago por hora pelo meu Amazon WorkSpaces?

R: Os pacotes Plus são sempre cobrados mensalmente, mesmo se você está pagando pelo Amazon WorkSpaces por hora. Se você selecionou um pacote Plus ao executar seu WorkSpaces, será incorrida a taxa tabelada do pacote de software Plus, mesmo que não use o Amazon WorkSpaces em questão em um determinado mês.

P: Poderei monitorar quantas horas meu Amazon WorkSpaces fica em execução?

R: Sim. Você poderá monitorar o número total de horas em que seu Amazon WorkSpaces está em execução em determinado período por meio da métrica “UserConnected” do Amazon CloudWatch.

P: A definição de preço do Amazon WorkSpaces inclui os custos da largura de banda?

R: A definição de preço do Amazon WorkSpaces inclui o tráfego de rede entre o cliente do usuário e seu WorkSpace. O tráfego da web no WorkSpaces (por exemplo, o acesso à Internet ou o download de arquivos) será cobrado separadamente de acordo com as taxas atuais de transferência de dados do AWS EC2 listadas aqui.

P: Como serei cobrado pelo Amazon WorkSpaces executados com base em uma imagem personalizada?

R: Não há encargos adicionais para o Amazon WorkSpaces criado por meio de imagens personalizadas. Você será cobrado da mesma forma como seria pelos pacotes subjacentes que foram a base das imagens personalizadas.

P: Posso usar imagens personalizadas do Amazon WorkSpaces cobradas por hora?

R: Sim. Você pode executar o Amazon WorkSpaces cobrado por hora por meio de imagens que você cria e faz o upload. Não há encargos adicionais para Amazon WorkSpaces executados por meio de imagens personalizadas. Você será cobrado da mesma forma como seria pelos pacotes subjacentes que foram a base das imagens personalizadas.

P: Existe alguma cobrança para o uso de aplicações clientes do Amazon WorkSpaces?

R: As aplicações clientes do Amazon WorkSpaces são disponibilizadas sem custo adicional e podem ser instaladas em quantos dispositivos for necessário. Você pode acessá-las aqui.

P: Existe alguma cobrança adicional para acessar o Amazon WorkSpaces usando o acesso pela web?

R: Não existe nenhuma cobrança adicional para acessar o Amazon WorkSpaces pela web. Para o Amazon WorkSpaces definido com cobrança por hora, a cobrança permanecerá sendo feita durante o tempo em que você deixar uma guia do navegador aberta com um Amazon WorkSpace ativamente em execução.

P: Posso usar tags para obter os detalhes de uso e custo do Amazon WorkSpaces, do Amazon WorkSpaces Application Manager (WAM) e das aplicações do WAM em meu relatório de cobrança mensal da AWS?

R: Sim. Ao configurar tags para serem exibidas no seu relatório de alocação de custos mensal, essas tags também serão incluídas na fatura mensal da AWS. Dessa forma, você poderá monitorar facilmente os custos de acordo com as suas necessidades. Para fazer isso, primeiro atribua tags ao seu Amazon WorkSpaces seguindo as etapas indicadas nesta página da web: Como aplicar tags no WorkSpaces. Em seguida, selecione as chaves de tag a incluir no seu relatório de alocação de custos seguindo as etapas listadas nesta página da web: Como configurar seu relatório de alocação de custos mensal.

P: Existem custos associados à aplicação de tags no Amazon WorkSpaces?

R: Não há custos adicionais ao usar tags com o Amazon WorkSpaces.

P: Quanto custa o Amazon WorkSpaces Application Manager (Amazon WAM)?

R: O Amazon WAM está disponível em duas versões: Lite ou Standard. A assinatura do Amazon WAM Lite está disponível gratuitamente e a assinatura do Amazon WAM Standard custa 5 USD/usuário/mês. Saiba mais sobre o Amazon WAM aqui.

P: Posso pagar pelo Amazon WAM por hora?

R: O Amazon WAM não está disponível para o faturamento por hora. Você ainda será cobrado mensalmente pelo uso do Amazon WAM, mesmo que o esteja usando para entregar aplicações a um Amazon WorkSpace cobrado por hora.

P: Eu tenho de pagar para usar o Amazon WAM Studio ou o Amazon WAM Player?

R: Não. Não há custo adicional para usar o Studio ou o Player. Você será cobrado pelos recursos da AWS como horas de instância do Amazon EC2, armazenamento do EBS e largura de banda quando usar o Studio para empacotar suas aplicações para o Amazon WAM.

P: Quais são os requisitos para a redução das taxas de licenciamento do WorkSpaces em escolas, universidades e instituições públicas?

R: Escolas, universidades e instituições públicas podem qualificar-se para taxas reduzidas de licenciamento do WorkSpaces. Consulte os Termos e documentos de licenciamento da Microsoft para obter os requisitos de qualificação. Se você acha que pode qualificar-se, crie um caso no Centro de suporte da AWS aqui. Selecione Regarding:<Account and Billing Support>, Service:<Billing>, Category:<Qualify as Educational institution> e digite as informações necessárias. Analisaremos as informações e trabalharemos com você para reduzir suas taxas e seus custos.

P: O que preciso fornecer para a qualificação como escola, universidade ou instituição pública?

R: Será necessário informar à AWS a razão social completa, o endereço do escritório central e a URL do site público da instituição. A AWS usará essas informações para qualificá-lo para as taxas de usuário reduzidas dos WorkSpaces para as instituições de ensino qualificadas. O uso do software da Microsoft está sujeito aos termos da Microsoft. Você é responsável por cumprir os termos do licenciamento da Microsoft. Se tiver dúvidas sobre o licenciamento ou os direitos ao software da Microsoft, consulte sua equipe jurídica, a Microsoft ou seu revendedor da Microsoft. Você concorda que podemos disponibilizar as informações à Microsoft para aplicar a definição de preço de instituição de ensino ao seu uso do Amazon WorkSpaces.

P: A qualificação para as taxas de usuário reduzidas do Amazon WorkSpaces afeta outros serviços de cloud AWS?

R: Não. As taxas de usuário são específicas do Amazon WorkSpaces e não afetarão outros serviços de cloud AWS nem as licenças que você tem.

P: Há alguma taxa para dados de streaming entre meus WorkSpaces e os dispositivos do usuário final?

R: As taxas do serviço incluem o custo dos dados de streaming entre seu WorkSpaces e os dispositivos do usuário final, exceto quando o streaming é feito por VPN. Nesse caso, são cobradas taxas de transferência por VPN, além de quaisquer taxas de transferência de Internet adicionais aplicáveis. A transferência de dados de outro WorkSpace será cobrada usando a definição de preço da transferência de dados do Amazon EC2.

Nível gratuito

P: Estou qualificado para aproveitar a oferta do nível gratuito do Amazon WorkSpaces?

R: A oferta do nível gratuito do Amazon WorkSpaces está disponível para clientes novos ou atuais da AWS que ainda não usaram o WorkSpaces. Os clientes devem ser um novo cliente da Amazon para o WorkSpaces e ter uma conta que não esteja subordinada a uma conta de Parceiro da AWS.

P: Quais pacotes do Amazon WorkSpaces estão disponíveis como parte do nível gratuito?

R: O nível gratuito do Amazon WorkSpaces permite provisionar dois pacotes Standard do WorkSpaces, com volume-raiz de 80 GB e volume de usuário de 50 GB. O pacote Standard do WorkSpace oferece um desktop em cloud com 2 vCPUs, 4 GB de memória, 80 GB para volume-raiz e 50 GB para volume de usuário, ambos baseados em armazenamento SSD. Além disso, você pode optar entre experiências de desktop do Amazon Linux WorkSpaces e do Amazon WorkSpaces com Windows 10, disponibilizadas pelo Windows Server. Da mesma forma que em todos os WorkSpaces, o seu WorkSpace é fornecido com aplicações pré-instaladas e com acesso ao Amazon WorkDocs com 50 GB de armazenamento.

Por tempo limitado, de 1º de fevereiro de 2021 até 31 de julho de 2021, estamos expandindo o nível gratuito do Amazon WorkSpaces para que você possa provisionar até 80 WorkSpaces com o pacote Standard do Windows com volume raiz de 50 GB e volume do usuário de 50 GB. Além disso, o nível gratuito inclui 1 WorkSpace com pacote Performance para Windows com 80 GB de volume raiz e 100 GB de volume do usuário, 1 WorkSpace com pacote Value para Windows com 80 GB de volume raiz e 10 GB de volume do usuário e 2 WorkSpaces com pacote Standard para Linux com 80 GB de volume raiz e 50 GB de volume do usuário.

P: O que está incluído no nível gratuito do Amazon WorkSpaces?

R: O nível gratuito do WorkSpaces inclui dois pacotes Standard do WorkSpaces com volume-raiz de 80 GB e volume de usuário de 50 GB por até 40 horas de uso mensal combinado pelo período de dois meses. Como em todos os pacotes, o seu WorkSpace é fornecido com aplicações pré-instaladas e acesso ao Amazon WorkDocs com 50 GB de armazenamento.

Por um período limitado, de 1º de fevereiro de 2021 até 31 de julho de 2021, o nível gratuito do Amazon WorkSpaces oferecerá:

  • 50 WorkSpaces com pacote Standard para Windows com 80 GB de volume raiz e 50 GB de volume de usuário, em execução no modo AutoStop por até 10.000 horas de uso mensal combinado
  • 1 WorkSpace com pacote Performance para Windows com 80 GB de volume raiz e 100 GB de volume de usuário, em execução no modo AutoStop por até 200 horas de uso mensal combinado
  • 1 WorkSpace com pacote Value para Windows com 80 GB de volume raiz e 10 GB de volume de usuário, em execução no modo AutoStop por até 200 horas de uso mensal combinado e 
  • 2 WorkSpaces com pacote Standard para Linux com 80 GB de volume raiz e 50 GB de volume de usuário, em execução no modo AutoStop por até 400 horas de uso mensal combinado

P: Posso usar outros pacotes do Amazon WorkSpaces como parte do nível gratuito?

R: O nível gratuito do Amazon WorkSpaces inclui apenas o pacote Standard. Por um período limitado, de 1º de fevereiro de 2021 até 31 de julho de 2021, o nível gratuito do Amazon WorkSpaces incluirá os pacotes Value, Standard e Performance.

P: Qual é a duração do nível gratuito do Amazon WorkSpaces?

R: A oferta do nível gratuito começa quando você executa o primeiro Amazon WorkSpace e expira ao final do segundo mês. Por exemplo, se você iniciou o primeiro WorkSpace no dia 15 do mês, a oferta do nível gratuito valerá até o final do próximo mês.

No entanto, por um período limitado, a partir de 1º de fevereiro de 2021, a oferta do nível gratuito começará quando você iniciar o primeiro Amazon WorkSpace e terminará em 31 de julho de 2021.

P: Se eu usar menos de 40 horas no primeiro mês de uso do nível gratuito, as horas restantes serão acumuladas no próximo mês?

R: O nível gratuito do Amazon WorkSpaces permite usar um total combinado de 40 horas por mês. As horas não utilizadas expiram no início do novo mês.

No entanto, por um período limitado, de 1º de fevereiro de 2021 até 31 de julho de 2021, o nível gratuito do Amazon WorkSpaces permitirá que você utilize um total combinado de 10.000 horas no pacote Standard para Windows WorkSpaces, 200 horas no pacote Performance para Windows WorkSpace, 200 horas no pacote Value para Windows WorkSpace e 400 horas no pacote Standard para Linux WorkSpaces por mês.

P: O que acontecerá se eu usar o WorkSpaces por mais de 40 horas em um mês durante o período do nível gratuito?

R: Caso você exceda as 40 horas de uso em um mês durante o período do nível gratuito, será cobrado usando a taxa por hora em vigor para o Amazon WorkSpaces.

No entanto, por um período limitado, a partir de 1º de fevereiro de 2021, se você estiver no nível gratuito, você não será cobrado, a menos que exceda um total combinado de 10.000 horas no pacote Standard para Windows WorkSpaces, 200 horas no pacote Performance para Windows WorkSpace, 200 horas no pacote Value para Windows WorkSpace e 400 horas no pacote Standard para Linux WorkSpaces por mês.

P: O que acontecerá se eu converter o Amazon WorkSpaces de AutoStop (cobrança por hora) para AlwaysOn (cobrança mensal) antes do período do nível gratuito expirar?

R: Para se qualificar para o nível gratuito, o Amazon WorkSpaces deve ser executado no modo AutoStop. Você pode alterar o modo de execução do WorkSpaces para AlwaysOn. No entanto, essa ação converterá o WorkSpaces na cobrança mensal e o período do nível gratuito será encerrado.

P: A cobrança por hora do Amazon WorkSpaces inclui uma taxa pelas horas usadas e um custo mensal da infraestrutura. O custo mensal da infraestrutura não é cobrado durante o nível gratuito do Amazon WorkSpaces?

R: A taxa mensal de infraestrutura do Amazon WorkSpaces não será cobrada no uso do nível gratuito.

P: O que acontecerá ao final do período do nível gratuito do Amazon WorkSpaces?

R: Ao final do período do nível gratuito, o Amazon WorkSpaces será cobrado usando a taxa por hora em vigor. Além disso, a taxa mensal de infraestrutura começará a ser aplicada. Para obter as taxas atuais, consulte Definição de preço do Amazon WorkSpaces.

P: Como posso controlar o uso do nível gratuito do Amazon WorkSpaces?

R: Para controlar o uso do Amazon WorkSpaces, acesse a página Minha conta no Console de Gerenciamento da AWS e veja suas atividades atuais e anteriores por serviço e região. Também é possível fazer o download dos relatórios de uso. Para obter mais informações, consulte Como entender seu uso com relatórios de faturamento.

Conectividade

P: Posso usar um proxy HTTPS para conectar meu Amazon WorkSpaces?

R: Sim, é possível configurar uma aplicação cliente do WorkSpaces para utilizar um proxy HTTPS. Consulte a nossa documentação para obter mais informações.

P: É possível conectar o Amazon WorkSpaces à minha VPC?

R: Sim. É possível escolher um link fácil de “guia inicial” na primeira conexão com o console de gerenciamento do WorkSpaces, que cria uma nova VPC e duas sub-redes associadas, assim como um gateway da Internet e um diretório para comportar os usuários. Caso escolha acessar o console diretamente, é possível escolher com qual das suas VPCs o seu WorkSpaces se conectará. Caso você tenha uma VPC com uma conexão VPN de volta para a sua rede local, o WorkSpaces poderá se comunicar com a sua rede local (você ainda retém o mesmo controle sobre o acesso à rede dentro da VPC, com todas as configurações normais como grupos de segurança, ACLs de rede e tabelas de rota).

P: Posso conectar meu Active Directory com o Amazon WorkSpaces?

R: Sim. É possível usar o AD Connector ou o AWS Microsoft AD para integrar-se ao Active Directory on-premises atual.

P: O Amazon WorkSpaces consegue conectar a Internet para navegar sites e fazer o download de aplicações?

R: Sim. Você tem o controle total sobre como o Amazon WorkSpaces conecta Internet com base na configuração normal da VPC. Dependendo das suas necessidades, é possível implantar uma instância NAT para acesso à Internet, atribuir um endereço IP elástico (EIP) à interface de rede elástica (ENI) associada ao WorkSpace, ou seus WorkSpaces podem acessar a Internet utilizando a conexão de volta à sua rede on-premises.

P: Posso usar endereços IPv6 para meus pacotes Amazon WorkSpaces?

R: Sim. Você pode usar endereços IPv6 para os pacotes Value, Standard, Performance, Power e PowerPro. No momento, os pacotes Graphics ou GraphicsPro não oferecem suporte a endereços IPv6.

P: O Amazon WorkSpaces consegue conectar minhas aplicações em execução no Amazon EC2, como um servidor de arquivos?

R: Sim. O WorkSpace pode conectar as aplicações em execução no Amazon EC2, tais como um servidor de arquivos (em ambientes de rede “Clássico” ou VPC). É necessário apenas garantir que as entradas de tabela de rota, grupos de segurança e ACLs apropriados estejam configurados, de forma que o WorkSpace possa alcançar os recursos do EC2 com os quais se deseja conectar.

P: Quais são os pré-requisitos para usar meus certificados digitais no Amazon WorkSpaces?

R: Para usar seus certificados e gerenciar quais dispositivos clientes podem acessar o Amazon WorkSpaces, é preciso distribuir os certificados de cliente usando sua solução preferida, como o Microsoft System Center Configuration Manager (SCCM) ou uma solução de software de Mobile-Device Management (MDM) para os dispositivos especificados como confiáveis. Os certificados-raiz são importados para o console de gerenciamento do WorkSpaces. Para obter mais informações, consulte Restringir o acesso dos WorkSpaces a dispositivos confiáveis.

P: Quais são os pré-requisitos para habilitar a MFA no Amazon WorkSpaces?

R: Para habilitar a MFA no WorkSpaces, é necessário configurar o AD Connector e ter um ou mais servidores RADIUS on-premises. Sua rede on-premises deve permitir o tráfego de entrada pela porta padrão do servidor RADIUS (1812) a partir dos servidores do AD Connector. Além disso, você deve garantir que os nomes de usuário do Active Directory e do servidor RADIUS coincidam. Para saber mais, visite nossa documentação.

Diretórios

P: É preciso configurar um diretório para utilizar o serviço do Amazon WorkSpaces?

R: Cada usuário que recebe um WorkSpace precisa existir em um diretório, mas não é necessário provisionar um diretório manualmente. O serviço do WorkSpaces pode criar e gerenciar um diretório para você, e criar os usuários nesse diretório quando um WorkSpace é fornecido. Como alternativa, é possível integrar o WorkSpaces a um Active Directory local atual para que os usuários possam continuar usando as credenciais atuais, o que significa que poderão fazer login facilmente nas aplicações de que já dispõem.

P: Caso eu utilize o diretório que o serviço do Amazon WorkSpaces cria para mim, posso configurá-lo ou personalizá-lo?

R: Sim. Consulte a nossa documentação para obter mais detalhes.

P: É possível integrar o Amazon WorkSpaces ao Active Directory on-premises atual?

R: Sim. É possível usar o AD Connector ou o AWS Microsoft AD para integrar-se ao Active Directory on-premises atual.

P: Como integro o Amazon WorkSpaces ao Microsoft Active Directory on-premises?

R: Existem duas maneiras de integrar o Amazon WorkSpaces ao Microsoft Active Directory (AD) on-premises: ao configurar um relacionamento de confiança interforest com o controlador de domínios do AWS Microsoft AD ou ao usar o AD Connector para transformar em proxy as solicitações de autenticação do AD.

Para configurar um relacionamento de confiança interforest entre o Microsoft AD on-premises e o AWS Microsoft AD, consulte a documentação aqui. Para configurar o AD Connector, consulte a documentação aqui.

Depois que a confiança for estabelecida, será possível selecionar o domínio em que as contas do seu usuário residem diretamente no console do Amazon WorkSpaces, e continuar a provisionar o WorkSpaces para os usuários. Observe que os nomes de usuário nos domínios devem ser exclusivos por instância do AWS Microsoft AD.

P: Existem duas opções para integrar o Amazon WorkSpaces com o Microsoft Active Directory local. Qual devo usar?

É possível integrar o Amazon WorkSpaces ao Microsoft Active Directory (AD) on-premises ao configurar um relacionamento de confiança interforest com o controlador de domínios do AWS Microsoft AD ou ao usar o AD Connector para transformar em proxy as solicitações de autenticação do AD.

Ao usar a confiança interforest, será necessário apenas um único relacionamento de confiança entre o AD on-premises e o controlador de domínios do AWS Microsoft AD. É possível atribuir Amazon WorkSpaces a usuários em qualquer um dos domínios locais e o AWS Microsoft AD descobrirá e direcionará automaticamente as solicitações de autenticação para o controlador de domínios correto. Esta opção será indicada quando o ambiente for composto por vários domínios locais do Microsoft AD.

Ao usar o AD Connector, um outro AD Connector será exigido para cada um dos domínios locais do Microsoft AD com usuários que deverão ter WorkSpaces atribuídos a eles. O uso do AD Connector funciona bem para ambientes com um único domínio on-premises ou para projetos de prova de conceito.

Para obter mais informações, acesse esta página.

P: É possível usar as APIs do Amazon WorkSpaces para criar novos WorkSpaces para usuários nos domínios em que tenho um relacionamento de confiança interforest estabelecido com o AWS Microsoft AD?

R: Sim. Ao usar a API do Amazon WorkSpaces para executar WorkSpaces, especifique o nome do domínio como parte do nome de usuário neste formato: “NETBIOS\nome_usuário” ou “empresa.exemplo.com\nome_usuário”. Para obter mais informações, acesse esta página.

P: É possível aplicar as mesmas configurações de objetos da política de grupos do Microsoft Active Directory on-premises no Amazon WorkSpaces?

R: Sim. Caso esteja usando um relacionamento de confiança interforest entre o Microsoft AD on-premises e o controlador de domínios do AWS Microsoft AD, verifique se as configurações do objeto do grupo de políticas (GPO) são replicadas entre os domínios antes que possam ser aplicadas no Amazon WorkSpaces. Se você estiver usando o AD Connector, suas configurações de objeto do grupo de políticas serão aplicadas aos WorkSpaces do mesmo modo como ocorreria em qualquer outro computador do seu domínio.

P: É possível aplicar políticas do Active Directory no Amazon WorkSpaces utilizando o diretório que o serviço WorkSpaces criou para mim?

R: Sim. Consulte a nossa documentação para obter mais detalhes.

P: O que acontece com o diretório quando todos os Amazon WorkSpaces são removidos?

R: É possível manter o diretório da AWS em cloud e usá-lo para fazer o ingresso no domínio de instâncias do EC2 ou disponibilizar aos usuários do diretório acesso ao Console de Gerenciamento da AWS. Também é possível excluir o diretório.

Se não houver WorkSpaces em uso com seu Simple AD ou AD Connector durante 30 dias consecutivos, você será cobrado por esse diretório de acordo com os termos de definição de preço do AWS Directory Service. Se você excluir seu Simple AD ou AD Connector, poderá criar um novo quando quiser voltar a usar o WorkSpaces.

P: Quais AWS Directory Services são compatíveis com o uso de zero clients PCoIP?

R: Os zero clients PCoIP podem ser usados com os serviços de diretório AD Connector e Simple AD da AWS. No momento, não é possível usar zero clients com o AWS Directory Service for Microsoft Active Directory.

Monitoramento do CloudWatch

P: O que o Amazon CloudWatch monitora para o Amazon WorkSpaces?

R: O Amazon WorkSpaces é integrado ao CloudWatch Metrics e ao CloudWatch Events.

Você pode usar o Amazon CloudWatch Metrics com a finalidade de analisar as métricas de integridade e conexão para WorkSpaces individuais e todos os WorkSpaces pertencentes a um diretório. É possível definir CloudWatch Alarms sobre essas métricas para ser notificado a respeito de mudanças na saúde de WorkSpaces ou problemas de conexão com os WorkSpaces enfrentados pelos usuários.

É possível usar o CloudWatch Events para visualizar, pesquisar, fazer download, arquivar, analisar e responder a logins bem-sucedidos em seu WorkSpace. Os aplicativos cliente do Amazon WorkSpaces enviam eventos de WorkSpaces Access aos CloudWatch Events quando um usuário faz login com êxito em um WorkSpace. Todos os aplicativos cliente do Amazon WorkSpaces enviam esses eventos. 

P: Poderei monitorar quantas horas meu Amazon WorkSpaces fica em execução?

R: Sim. Você poderá monitorar o número total de horas em que seu Amazon WorkSpaces está em execução em determinado período por meio da métrica “UsuárioConectado” do Amazon CloudWatch.

P: Em quais regiões é possível usar o Amazon WorkSpaces com o CloudWatch Metrics?

R: O CloudWatch Metrics está disponível com o Amazon WorkSpaces em todas as regiões da AWS em que o WorkSpaces está disponibilizado.

P: Quanto custa o CloudWatch Metrics?

R: Não há custo adicional para usar o CloudWatch Metrics com o WorkSpaces por meio do console do CloudWatch. Podem existir encargos adicionais para a configuração do CloudWatch Alarms e a recuperação do CloudWatch Metrics via APIs. Consulte a definição de preço do CloudWatch para obter mais informações.

P: Como posso começar a usar o CloudWatch Metrics no meu Amazon WorkSpaces?

R: Por padrão, o CloudWatch Metrics está habilitado em todos os WorkSpaces. Acesse o Console de Gerenciamento da AWS para examinar as métricas e definir os alarmes.

P: Quais métricas são compatíveis com a aplicação cliente do Amazon WorkSpaces e zero clients PCOIP?

R: Consulte a documentação para ter mais informações sobre as métricas do Amazon CloudWatch com o Amazon WorkSpaces.

P: Quais métricas são compatíveis com o uso do acesso ao Amazon WorkSpaces pela web?

R: Atualmente, as seguintes métricas são compatíveis com a geração de relatórios durante o uso do acesso ao Amazon WorkSpaces pela web:
• Available
• Unhealthy
• UserConnected
• Maintenance

Consulte a documentação para mais informações sobre as métricas do Amazon CloudWatch com o Amazon WorkSpaces.  

P: Qual CloudWatch Events é gerado pelo Amazon WorkSpaces?

R: Logins bem-sucedidos no WorkSpace. O Amazon WorkSpaces envia informações de eventos de acesso ao CloudWatch Events quando um usuário faz login com sucesso em um WorkSpace utilizando qualquer aplicação cliente do WorkSpaces.

P: Como posso utilizar o CloudWatch Events com o WorkSpaces?

R: É possível usar o CloudWatch Events para visualizar, pesquisar, fazer download, arquivar, analisar e responder com base nas regras configuradas. Você pode usar o Console AWS no CloudWatch para visualizar e interagir com o CloudWatch Events ou usar serviços, como Lambda, ElasticSearch, Splunk e outras soluções de parceiros, usando o Kinesis Streams ou o Firehose para tomar ações com base nos dados do evento. Para armazenamento, o CloudWatch Events recomenda usar o Kinesis para enviar dados para o S3. Para obter mais informações sobre como usar o CloudWatch Events, consulte Amazon CloudWatch Events User Guide (Guia do usuário do Amazon CloudWatch Events).

P: Quais informações estão incluídas no WorkSpaces Access Events?

R: Os eventos são representados como objetos JSON, que incluem o endereço IP da WAN, ID do WorkSpaces, ID do diretório, tipo de ação (por exemplo, login), plataforma do OS, Timestamp e um indicador de sucesso/falha para cada login bem-sucedido no WorkSpaces. Consulte nossa documentação para obter mais detalhes aqui.

P: Quanto custa o CloudWatch Events?

R: Não há custos adicionais para usar o CloudWatch Events com o Amazon WorkSpaces. Você será cobrado por todos os outros serviços utilizados que tomam ações com base no CloudWatch Events, como o Amazon ElasticSearch e o AWS Lambda. Isso também inclui outros serviços do CloudWatch como o CloudWatch Metrics, o CloudWatch Logs e o CloudWatch Alarms se o seu uso ultrapassar os limites do nível gratuito do CloudWatch. Todos esses serviços são integrados e podem ser acionados em CloudWatch Events.

Impressão

P: Posso imprimir usando o Amazon WorkSpace?

R: Sim. O Amazon WorkSpaces com Windows é compatível com impressoras locais, impressoras de rede e serviços de impressão em cloud. O Amazon WorkSpaces com Amazon Linux oferece suporte a impressoras de rede e a serviços de impressão em cloud.

P: Como posso habilitar o redirecionamento automático de impressora para meu Amazon WorkSpace?

R: Por padrão, o redirecionamento automático da impressora local está desabilitado. Você pode usar as configurações da política de grupo para habilitar esse recurso. Isso garantirá que sua impressora local seja definida como padrão toda vez que você se conectar ao WorkSpace.

P: Como posso imprimir em minha impressora local?

R: Se houver uma impressora local configurada, ela será exibida no menu de impressoras do WorkSpaces na próxima vez que você conectar o WorkSpace. Caso contrário, será necessário configurar uma impressora local fora do WorkSpace. Depois que isso for feito, selecione a impressora local no menu de impressão e clique em Imprimir.

P: Por que não posso ver minha impressora local no menu de impressão?

R: A maioria das impressoras já tem suporte no Amazon WorkSpaces. Se sua impressora não for reconhecida, pode ser necessário instalar o driver de dispositivo apropriado no WorkSpace.

P: Como posso imprimir em uma impressora de rede?

R: Toda impressora na mesma rede do seu Amazon WorkSpace e compatível com o Windows Server 2016 pode ser adicionada como impressora de rede. Após ser adicionada, a impressora de rede pode ser selecionada para imprimir de dentro de uma aplicação.

P: Posso usar meu Amazon WorkSpace com um serviço de impressão em cloud?

R: Você pode usar soluções de impressão em cloud em seu WorkSpace como Cortado ThinPrint®, entre outras.

P: Posso imprimir usando um tablet ou Chromebook?

R: Os clientes do Amazon WorkSpaces para tablets e Chromebook são compatíveis com os serviços de impressão em cloud Cortado ThinPrint®, entre outros. No momento, não há suporte para a impressão local e na rede.

Gerenciamento de autoatendimento do usuário

P: Quais recursos de gerenciamento de autoatendimento estão disponíveis para o Amazon WorkSpaces?

R: Você pode optar por permitir que os usuários cumpram tarefas de gerenciamento típicas para o próprio WorkSpace deles, incluindo reiniciar, recriar, alterar o tipo de computação e mudar o tamanho do disco. Também é possível permitir que os usuários alternem entre o faturamento mensal e por hora (e vice-versa). Você pode optar por ativar recursos específicos de gerenciamento de autoatendimento que se adequem às suas necessidades diretamente no WorkSpaces Admin Console.

P: Como começo a usar os recursos de gerenciamento de autoatendimento para meus usuários do WorkSpaces?

R: Os recursos de gerenciamento de autoatendimento são habilitados por padrão quando você registra um diretório no WorkSpaces. Ao registrar um diretório, você pode escolher não ativá-los.

Você pode modificar recursos de autoatendimento específicos pelo console do WorkSpaces. Na página de diretórios, selecione o diretório que você quer modificar para o gerenciamento de autoatendimento. Em seguida, selecione “Atualizar detalhes” no menu “Ações”. Você pode encontrar todas as opções de recursos de gerenciamento de autoatendimento na seção “Permissões de autoatendimento do usuário”. Você também pode usar as APIS do WorkSpaces para modificar recursos de gerenciamento de autoatendimento.

P: Como encerro o acesso de usuários aos recursos de gerenciamento de autoatendimento?

R: Os recursos de gerenciamento de autoatendimento estão disponíveis para usuários por meio do cliente do WorkSpaces em dispositivos Windows e Mac.

P: Preciso fazer login no WorkSpaces para usar os recursos de gerenciamento de autoatendimento?

R: Sim, é necessário se autenticar para usar qualquer recurso de gerenciamento de autoatendimento.

P: Posso continuar a usar meu WorkSpace enquanto ações de gerenciamento de autoatendimento estão sendo realizadas?

R: Você pode continuar a usar seu WorkSpace enquanto o tamanho do disco ou o modo de execução está sendo alterado. Reiniciar, recriar, restaurar e alterar o tipo de computação exigem a desconexão de sua sessão do WorkSpaces.

P: Quanto custa usar os recursos de gerenciamento de autoatendimento?

R: Os recursos de gerenciamento de autoatendimento estão disponíveis sem custo adicional. Você pode ativar o gerenciamento de autoatendimento para tarefas como alteração do tipo de pacote do WorkSpace ou aumento do tamanho do volume. Quando os usuários finais realizam essas tarefas, a taxa de faturamento desses WorkSpaces pode mudar.

Alta disponibilidade e recuperação de desastres

P: Como obtenho alta disponibilidade com o Amazon WorkSpaces?

R: Para reduzir o tempo de indisponibilidade resultante de manutenção e eventos disruptivos, você pode considerar a implantação do WorkSpaces em várias regiões e garantir que as manutenções agendadas no WorkSpaces regional não se sobreponham. Recomendamos o uso do redirecionamento entre regiões para que você possa direcionar os usuários a regiões do WorkSpaces que não estão passando por manutenção. Para obter mais informações sobre o redirecionamento entre regiões do WorkSpaces, consulte a documentação do Amazon WorkSpaces.

P: Como planejo a recuperação de desastres para meu WorkSpaces?

R: Você pode considerar a implantação de WorkSpaces em várias regiões para obter resiliência regional e planejar uma estratégia de failover entre regiões em preparação para eventos disruptivos. O redirecionamento entre regiões do WorkSpaces pode usar recursos de failover e verificação de integridade de DNS para direcionar os usuários para o login no WorkSpaces em uma região de recuperação de desastres quando a região principal do WorkSpaces não está disponível. Para obter mais informações sobre o redirecionamento entre regiões do WorkSpaces, consulte a documentação do Amazon WorkSpaces.

P: Como defino as regiões principal e de backup do WorkSpaces com o redirecionamento entre regiões?

R: Você pode definir a prioridade das regiões configurando políticas de roteamento para o FQDN no DNS. Para obter mais informações, consulte a documentação do Amazon WorkSpaces.

P: Os códigos de registro antigos continuarão funcionando após a habilitação do redirecionamento entre regiões?

R: Sim. Os códigos de registro antigos continuarão a funcionar. Os usuários podem registrar-se com códigos de registro antigos ou nomes de domínio totalmente qualificados (FQDN). O redirecionamento entre regiões somente funciona quando os usuários finais se registram nos FQDNs.

P: Posso usar nomes de domínio internos para o redirecionamento entre regiões?

R: Sim. O redirecionamento entre regiões do WorkSpaces funciona com nomes de domínio públicos e em zonas de DNS privadas. Se os usuários finais usarem FQDNs privados na Internet, os clientes do WorkSpaces retornarão erros relatando códigos de registro inválidos.

P: Quais regiões da AWS oferecem suporte ao redirecionamento entre regiões do WorkSpaces?

R: O redirecionamento entre regiões do WorkSpaces funciona em todas as regiões da AWS em que o Amazon WorkSpaces está disponível, exceto as regiões AWS GovCloud e China.

P: Quais tipos de cliente oferecem suporte ao redirecionamento entre regiões do WorkSpaces?

R: Os clientes Windows, macOS e Linux WorkSpaces oferecem suporte ao redirecionamento entre regiões.

Protocolo

P: Por que existem dois protocolos disponíveis quando escolho meu pacote WorkSpaces?

R: O WorkSpaces deseja oferecer protocolos para permitir flexibilidade e atender as diferentes necessidades do cliente.

P: Posso ter um diretório com usuários PCoIP e WSP?

R: Sim. Ao executar um novo WorkSpace no diretório, você pode habilitar o WorkSpaces WSP ou PCoIP, contanto que o usuário ainda não tenha um WorkSpace nesse diretório.

P: O mesmo usuário pode ter um WorkSpace PCoIP e WSP?

R: Sim, é possível contanto que um diretório separado seja provisionado para esse usuário. Um único usuário não pode ter um WorkSpace PCoIP e WSP no mesmo diretório. Contudo, um diretório pode ter uma combinação de usuários do WorkSpaces baseados em PCoIP e WSP.

P: Posso trocar entre os protocolos PCoIP e WSP em um WorkSpace?

R: Sim. Um protocolo de streaming é selecionado quando um WorkSpace é criado. Para trocar um WorkSpace para o protocolo de streaming diferente após o WorkSpace ser criado, é possível usar a ferramenta de migração de WorkSpaces que requer recriar o WorkSpace, contanto que seu pacote WorkSpaces suporte o WSP.

Saiba mais sobre a definição de preço do Amazon WorkSpaces

Acesse a página de definição de preço
Pronto para criar?
Comece a usar o Amazon WorkSpaces
Tem outras dúvidas?
Entre em contato conosco