O uso de software da Microsoft está sujeito aos termos da Microsoft. Você é responsável por cumprir os termos do licenciamento da Microsoft. Este documento é apenas um guia para sua conveniência e você não tem o direito de recorrer a suas descrições e ele não representa uma orientação jurídica. Se tiver dúvidas sobre o licenciamento ou os direitos ao software da Microsoft, consulte sua equipe jurídica, a Microsoft ou seu revendedor da Microsoft. Esta página está atualizada com os termos de produtos da Microsoft.

Quais são minhas opções de licenciamento para o software da Microsoft no Amazon EC2?

O que é BYOL?

O que é a Mobilidade de Licenças?

Como posso saber se um produto específico da Microsoft é qualificado para Mobilidade de Licenças?

Preciso de benefícios do Software Assurance ativo e da Mobilidade de licenças para usar minhas licenças da Microsoft na AWS?

Se eu trouxer minha própria licença, posso renovar a licença de mídia da Microsoft da AWS ou preciso trazer a minha própria mídia (também conhecida como "bits")?

Depois de importar minha mídia da Microsoft, preciso ativá-la no meu próprio servidor de gerenciamento de chaves (KMS)?

Como eu sei que tipo de oferta usar se estou trazendo minha própria licença?

Como faço para importar minha própria imagem de máquina licenciada na AWS?

Eu li nos termos do meu licenciamento que determinadas licenças devem ser usadas em infraestruturas dedicadas ao meu uso. Como o Amazon EC2 permite que eu acate este requisito se estou usando minhas próprias licenças?

Eu li nos termos do meu licenciamento que uma licença não pode mudar para outra região ou máquina física por, pelo menos, 90 dias. Como o Amazon EC2 me ajuda a acatar este requisito se estou usando minhas próprias licenças?

Quando posso trazer minha própria licença usando instâncias do EC2 com locação padrão?

O que é o VM Import/Export?

O que é locação padrão do EC2?

O que é infraestrutura dedicada?

O que são hosts dedicados do Amazon EC2?

O que são instâncias dedicadas do Amazon EC2?

Qual é a diferença entre hosts dedicados e instâncias dedicadas?

A AWS recomenda uma opção de compra do EC2 se pretendo usar minhas próprias licenças?

Quais são as minhas opções para trazer licenças de desenvolvimento para a AWS?

 

Qual é a relação entre a Microsoft e a Amazon Web Services?

A Amazon Web Services e a Microsoft trabalham juntas há vários anos. Desde 2008, a AWS executa instâncias baseadas no Windows Server. A AWS é um membro com certificação Gold na Microsoft Partner Network e tem licença para vender software da Microsoft de acordo com o Services Provider License Agreement (SPLA – Contrato de licenciamento do provedor de serviços). Além disso, a AWS é um parceiro autorizado de mobilidade de licenças. Ao longo dos anos, a AWS e a Microsoft colaboraram para tornar disponíveis o Windows e suas cargas de trabalho associadas na Nuvem AWS. A Microsoft e a AWS têm clientes comuns, executando cargas de trabalho do Windows na AWS no momento, incluindo Dole Foods, Hess Corporation e Lionsgate. Além disso, a AWS lançou tecnologias específicas da Microsoft para permitir aos usuários gerenciar e otimizar aplicativos do Windows na AWS, como ferramentas da AWS para Windows PowerShell e EC2Rescue para Windows do EC2


A AWS oferece suporte ao software da Microsoft?

Sim. O AWS Support oferece suporte completo aos clientes que executam instâncias do EC2 baseadas no Microsoft Windows na Nuvem AWS desde 2008, quando lançamos pela primeira vez o Windows Server no EC2. Nossos engenheiros de suporte têm profunda experiência com tecnologias da Microsoft na AWS, incluindo Amazon EC2, Amazon ECS, Amazon RDS, Amazon Workspaces e outros. Agora, a AWS aprimorou ainda mais os recursos de suporte com um novo envolvimento direto entre o AWS Support e o suporte da Microsoft para ajudar a garantir a alta qualidade do suporte e da resolução de problemas para nossos clientes. Para obter mais informações sobre o fim do suporte (EOS) para produtos da Microsoft, acesse aqui.


A AWS é um membro da Microsoft Partner Network, é licenciada para revender software da Microsoft por meio de um contrato de licença de provedor de serviços (SPLA) e é um Microsoft Gold Certified Hosting Partner. A AWS é um parceiro de mobilidade de licenças da Microsoft e tem um contrato de Premier Support ativo com a Microsoft.

 

O que é o acordo ampliado de suporte entre a Amazon e a Microsoft, e como esse acordo me beneficia?

Para clientes que compraram o AWS Support nos níveis Business ou empresarial, o AWS Support pode trabalhar diretamente com os engenheiros de suporte da Microsoft para resolver problemas relacionados a clientes que executam o Microsoft Windows Server, o SQL Server ou o Windows Desktop (por meio do Amazon Workspaces) na AWS. Como resultado desse acordo ampliado de suporte, a AWS pode interagir diretamente com a AWS para criar a melhor experiência de suporte possível. Se necessário, o AWS Support pode escalar problemas diretamente para a Microsoft e trabalhar com engenheiros de suporte dedicados da Microsoft para ajudar a garantir a abordagem e a resolução dos problemas.

 

A AWS pode abrir um caso de suporte com a Microsoft a respeito de problemas que ocorrem comigo?
Sim. O AWS Support pode trabalhar diretamente com engenheiros de suporte da Microsoft para escalar um caso de suporte caso isso seja necessário para resolver problemas encontrados por clientes do AWS Support nos níveis Business ou empresarial. A AWS não compartilhará informações ou detalhes específicos do cliente sem permissão.

Como a AWS trabalha com a Microsoft para resolver problemas dos clientes?

Os clientes que assinam o AWS Support nos níveis Business ou empresarial podem enviar problemas por meio do console do AWS Support Center. Se o engenheiro do AWS Support constatar que o problema é causado por um produto ou driver da Microsoft, poderá registrar um caso com a Microsoft e prosseguir com a resolução do problema em conjunto. Antes que a AWS compartilhe quaisquer informações ou detalhes específicos com a Microsoft, o cliente poderá ser solicitado a documentar sua autorização e permissão para a interação conjunta e direta com a Microsoft.

 

O acordo ampliado de suporte entre a AWS e a Microsoft cobre todos os problemas de suporte relacionados a aplicativos executados no Windows Server ou no Windows Desktop?
Problemas relacionados a produtos da Microsoft incluídos com a compra de um serviço da AWS (por exemplo, Windows Server ou SQL Server com os serviços Amazon EC2, Amazon RDS, Amazon Elastic Container Service ou Amazon Workspaces) são cobertos pelo acordo de AWS Support com o cliente. Para software não adquirido por meio da AWS, o AWS Support pode ajudar a identificar e resolver problemas relacionados aos serviços da AWS e, com sua permissão, trabalhar com a Microsoft conforme a necessidade para resolver o problema relacionado aos serviços da AWS.

Os produtos da Microsoft que excedem as datas de fim do suporte da Microsoft estão excluídos desta oferta de suporte ampliado.


O acordo ampliado de suporte entre a AWS e a Microsoft substitui o meu acordo de suporte com a Microsoft?
Não. Esta oferta de suporte ampliado não substitui um acordo direto de suporte com a Microsoft. Este serviço garante que os possíveis problemas entre um serviço da AWS e um produto da Microsoft (Windows Server, SQL Server ou Windows) serão investigados e corrigidos com o suporte das duas empresas. No entanto, os clientes podem encontrar outros problemas com aplicativos da Microsoft que não dizem respeito aos serviços da AWS. Neste caso, os clientes devem trabalhar diretamente com seu relacionamento de suporte com a Microsoft.


Há restrições regionais para obter os benefícios do acordo ampliado de suporte com a Microsoft?

Não. Não há restrições regionais para obter esses benefícios.

 

Quais tipos de software da Microsoft posso executar na AWS?

Você pode executar muitos tipos de software da Microsoft na AWS, incluindo, sem limitação, Microsoft Office, Windows Server, SQL Server, Exchange, SharePoint, Skype for Business, Microsoft Dynamics Products, System Center, BizTalk e Remote Desktop Services. Você pode usar as instâncias de licença inclusa, que incluem a licença do Windows Server e do SQL Server no Amazon EC2 ou no Amazon RDS. Os clientes da AWS têm a flexibilidade de trazer licenças de volume no local da Microsoft e implantá-las nas instâncias do Amazon EC2. As licenças qualificadas para a Mobilidade de Licenças e cobertas por um Software Assurance ativo podem ser implantadas em ambientes de locatário (padrão) da AWS. As licenças que não são elegíveis para Mobilidade de Licenças ou que não têm Software Assurance ativo podem ser implantadas em hosts dedicados do Amazon EC2 ou instâncias dedicadas do Amazon EC2, desde que sejam adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não sejam atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019.

P. O que é Fim do suporte (EOS) da Microsoft?

A Política de ciclo de vida da Microsoft oferece 10 anos de suporte (5 anos para suporte base e 5 anos para suporte estendido) para produtos empresariais e para desenvolvedores (como SQL Server e Windows Server). De acordo com a política, após o término do período de suporte estendido, não haverá atualizações de patches ou de segurança.

P. Como o EOS afeta instâncias existentes na Amazon Web Services (AWS)?

Não existe impacto direto em instâncias existentes. Os clientes podem continuar a iniciar, executar e interromper instâncias.

A Microsoft não fornecerá patches para produtos EOS, a menos que os clientes comprem Atualizações de segurança estendida.

P. Posso iniciar novas instâncias que incluam software EOS a partir de minhas Imagens de máquina da Amazon (AMIs)?

Sim.

P. Posso importar imagens que contêm software EOS para a AWS usando ferramentas da AWS?

Sim, os clientes podem continuar a importar imagens para a AWS usando VM Import/Export (VMIE), Server Migration Service (SMS) ou CloudEndure.

P. Como o EOS afeta AMIs gerenciadas do Windows na AWS?

Não existe impacto direto em AMIs existentes registradas em contas de clientes.

A AWS não publicará ou distribuirá AMIs gerenciadas do Windows na AWS que contenham software EOS para o Console de gerenciamento da AWS, Quick Start ou AWS Marketplace.

Clientes com dependências em AMIs gerenciadas do Windows na AWS afetadas pelo EOS devem considerar suas opções, incluindo a criação de AMIs personalizadas nas suas contas da AWS para permitir o início de novas instâncias. Saiba mais sobre a criação de AMIs personalizadas aqui.

P. Posso criar AMIs personalizadas adicionais a partir de AMIs personalizadas existentes que contêm software EOS?

Sim.

P. Quais minhas opções para executar software Microsoft que esteja se aproximando do EOS?

Os clientes da AWS que estiverem executando software EOS em instâncias do EC2 têm várias opções:

Ficar com software EOS: os clientes podem decidir ficar com software EOS. Não haverá impacto nas instâncias existentes ou nas AMIs personalizadas.

Upgrade automático: para clientes com SQL Server 2008 R2 e Windows Server 2008 R2, o AWS Systems Manager automatiza a execução de upgrades não destrutivos no local. Clientes do SQL Server 2008 R2 podem fazer upgrade para o SQL Server 2012 R2 e, também para o SQL Server 2016 (somente BYOL). Clientes do Windows Server 2008 R2 podem fazer upgrade para o Windows Server 2012 R2. Para clientes com uma versão com Licença incluída (LI) do Windows Server ou SQL Server, não existem custos de licenciamento adicionais para o upgrade. Para obter mais informações, clique aqui.

Upgrade manual no local para o Microsoft Windows Server:

Licença incluída: clientes que usarem uma Licença incluída da Amazon para Windows Server podem executar upgrades no local para suas instâncias do Windows. Para obter mais informações, clique aqui.

BYOL: clientes que usarem o modelo BYOL podem executar um upgrade manual no local para o Windows Server seguindo as etapas indicadas na opção de Licença incluída acima, usando sua própria mídia.

Upgrade manual no local para o Microsoft SQL Server:

Licença incluída: clientes da AWS que usarem o SQL Server com Licença incluída podem executar upgrades no local nas instâncias em execução. Entre em contato com o suporte da AWS para obter ajuda e detalhes adicionais sobre caminhos para upgrade.

BYOL: clientes que usarem o modelo BYOL podem executar um upgrade manual no local para o SQL Server usando sua própria mídia. Para obter mais informações, clique aqui.

Explore outras opções de plataforma. A AWS se compromete a oferecer a seus clientes a máxima flexibilidade na nuvem. Clientes da AWS interessados nos benefícios de migrar determinadas cargas de trabalho do SQL Server ou Windows para uma plataforma diferente podem entrar em contato com as equipes das suas contas para obter mais informações.

Para obter informações sobre todos os produtos e serviços da Amazon, clique aqui.

P. Posso comprar Atualizações de segurança estendida para abranger instâncias executadas na AWS usando software EOS da Microsoft?

Sim, Atualizações de segurança estendida estão disponíveis diretamente na Microsoft ou em um parceiro de licenciamento da Microsoft. Leia mais sobre as Atualizações de segurança estendida da Microsoft aqui.

Os clientes devem considerar todas as suas opções para EOS. Consulte “Quais minhas opções para executar software Microsoft que esteja se aproximando do EOS?” para obter mais informações.

Windows Server 2003

Atualizações de segurança estendida disponíveis para Licença incluída da Amazon? Não.

Atualizações de segurança estendida disponíveis para Traga sua própria licença (BYOL)? Não.

Windows Server 2008/2008 R2

Atualizações de segurança estendida disponíveis para Licença incluída da Amazon? Sim.

Atualizações de segurança estendida disponíveis para Traga sua própria licença (BYOL)? Sim, é necessário Software Assurance (SA) ativo.

SQL Server 2005

Atualizações de segurança estendida disponíveis para Licença incluída da Amazon? Não.

Atualizações de segurança estendida disponíveis para Traga sua própria licença (BYOL)? Não.

SQL Server 2008/2008 R2

Atualizações de segurança estendida disponíveis para Licença incluída da Amazon? Não.

Atualizações de segurança estendida disponíveis para Traga sua própria licença (BYOL)? Sim, é necessário Software Assurance (SA) ativo.

P. Que produtos Microsoft vendidos pela Amazon estão se aproximando do EOS, e quando a Microsoft parará de dar suporte?

Observação: as informações refletem datas de EOS da Microsoft publicamente disponíveis a partir de 4 de abril de 2019.

Microsoft Windows Server:

  • Windows Server 2003 - 14 de julho de 2015 (EOS já atingido)
  • Windows Server 2008 - 14 de janeiro de 2020
  • Windows Server 2008 R2 – 14 de janeiro de 2020


Microsoft SQL Server:

  • SQL Server 2005 – 12 de abril de 2016 (EOS já atingido)
  • SQL Server 2008 – 9 de julho de 2019
  • SQL Server 2008 R2 – 9 de julho de 2019

Podem ser encontradas mais informações sobre o ciclo de vida de aplicativos da Microsoft aqui.

P. Que produtos e serviços da Amazon são afetados pelo EOS e quando serão feitas modificações?

A partir de 1º de julho de 2019, a Microsoft solicitará à AWS para não mais publicar e distribuir AMIs gerenciadas do Windows na AWS com Licença incluída (disponíveis no Console de gerenciamento da AWS e no Quick Start), mídia e serviços que incluam ou contenham produtos EOS Microsoft. Os produtos que tiverem atingido o fim do suporte nos anos anteriores também estarão sujeitos a essas restrições. Os seguintes produtos e serviços serão afetados:

AMIs gerenciadas do Windows na AWS:

A AWS não mais publicará e distribuirá AMIs gerenciadas do Windows na AWS que contenham software EOS para o Console de gerenciamento da AWS, Quick Start ou AWS Marketplace.

Microsoft Windows Server:

  • Windows Server 2003 - 1º de julho de 2019
  • Windows Server 2008 - 14 de janeiro de 2020
  • Windows Server 2008 R2 - 14 de janeiro de 2020

Microsoft SQL Server:

  • SQL Server 2005 – 1º de julho de 2019
  • SQL Server 2008 - 9 de julho de 2019
  • SQL Server 2008 R2 - 9 de julho de 2019

Amazon Relational Database Service (RDS):

O RDS automaticamente fará upgrade dos bancos de dados personalizados que permanecerem no SQL Server 2008 para o SQL Server 2012 a partir de 1º de junho de 2019. Recomendamos que os clientes testes esse upgrade antes dessa data para garantir a compatibilidade.

Cientes do RDS podem fazer upgrade da sua versão do banco de dados a qualquer momento. Saiba mais sobre como fazer upgrade do banco de dados do SQL Server 2008 R2 no RDS aqui.

Amazon WorkSpaces:

Os WorkSpaces pararão de oferecer pacotes públicos com Licença incluída do Windows 7 Experience ativado pelo Windows Server 2008 R2 depois de 14 de janeiro de 2020.

WorkSpaces iniciados a partir de pacotes públicos com Licença incluída com o Windows 7 Desktop Experience não estarão mais disponíveis para ser iniciados ou recriados depois de 14 de janeiro de 2020.

Não existirá impacto nos WorkSpaces criados a partir de pacotes BYOL. Os clientes poderão continuar a iniciar/recriar essas instâncias.

Clientes que tiverem criado pacotes personalizados com licença incluída ativados pelo Windows Server 2008 R2 poderão usar seus pacotes personalizados para iniciar ou recriar WorkSpaces após o EOS.

A Microsoft não fornecerá patches para produtos EOS, a menos que os clientes comprem Atualizações de segurança estendida.

P. A mudança na política de distribuição de software EOS da Microsoft se aplica somente à AWS?

A Microsoft informou que essa mudança será aplicada a todos os provedores de nuvem de hiperescala.

P. Quais minhas opções para executar software Microsoft que esteja se aproximando do EOS?

Os clientes da AWS que estiverem executando software EOS em instâncias do EC2 têm várias opções:

Ficar com software EOS: os clientes podem decidir ficar com software EOS. Não haverá impacto nas instâncias existentes ou nas AMIs personalizadas. Os clientes que estiverem interessados em comprar Atualizações de segurança estendida da Microsoft devem analisar a resposta à pergunta “Posso comprar Atualizações de segurança estendida da Microsoft para abranger instâncias executadas na AWS”?

Upgrade automático: para clientes com SQL Server 2008 R2 e Windows Server 2008 R2, o AWS Systems Manager automatiza a execução de upgrades não destrutivos no local. Clientes do SQL Server 2008 R2 podem fazer upgrade para o SQL Server 2012 R2 e, também para o SQL Server 2016 (somente BYOL). Clientes do Windows Server 2008 R2 podem fazer upgrade para o Windows Server 2012 R2. Para clientes com uma versão com Licença incluída (LI) do Windows Server ou SQL Server, não existem custos de licenciamento adicionais para o upgrade. Para obter mais informações, clique aqui.

Upgrade manual no local para o Microsoft Windows Server:

Licença incluída: clientes que usarem uma Licença incluída da Amazon para Windows Server podem executar upgrades no local para suas instâncias do Windows. Para obter mais informações, clique aqui.

BYOL: clientes que usarem o modelo BYOL podem executar um upgrade manual no local para o Windows Server seguindo as etapas indicadas na opção de Licença incluída acima, usando sua própria mídia.

Upgrade manual no local para o Microsoft SQL Server:

Licença incluída: clientes da AWS que usarem o SQL Server com Licença incluída podem executar upgrades no local nas instâncias em execução. Entre em contato com o suporte da AWS para obter ajuda e detalhes adicionais sobre caminhos para upgrade.

BYOL: clientes que usarem o modelo BYOL podem executar um upgrade manual no local para o SQL Server usando sua própria mídia. Para obter mais informações, clique aqui.

Explore outras opções de plataforma. A AWS se compromete a oferecer a seus clientes a máxima flexibilidade na nuvem. Clientes da AWS interessados nos benefícios de migrar determinadas cargas de trabalho do SQL Server ou Windows para uma plataforma diferente podem entrar em contato com as equipes das suas contas para obter mais informações.

Para obter informações sobre todos os produtos e serviços da Amazon, clique aqui.

P. O que outros clientes da AWS estão fazendo?

Clientes da AWS, como Sysco, Hess, Ancestry e Expedia migraram e modernizaram suas cargas de trabalho na AWS com sucesso. Leia mais sobre o que os clientes da AWS estão fazendo aqui.

P. Quais as implicações de custo de migrar para uma versão compatível de um Sistema operacional da Microsoft Operating ou do SQL Server?

Licença incluída: não há custos de licenciamento adicionais para migrar para uma versão mais recente do software quando forem usadas as opções de Licença incluída da Amazon, como:

  • O Microsoft Windows Server 2019 tem o mesmo preço que o Microsoft Windows Server 2003/2008/2008 R2.
  • O Microsoft SQL Server 2017 (por edição) tem o mesmo preço que o Microsoft SQL Server 2005/2008/2008 R2 (por edição).

BYOL: clientes com Software Assurance (SA) ativo podem fazer upgrade para uma versão mais recente sem custo. Clientes sem SA podem comprar uma nova licença da Microsoft.

P. Se eu tiver um problema técnico ao executar um produto que tenha chegado ao EOS da Microsoft EOS, o AWS Support me dará assistência?

Sim, clientes com planos do AWS Support poderão usar o AWS Support para solucionar problemas técnicos.

OBSERVAÇÃO: de acordo com a política da Microsoft, após o término do suporte estendido, a Microsoft não fornecerá mais atualizações de patches ou de segurança, a menos que tenham sido compradas atualizações de segurança estendida.

Encontre mais informações sobre os planos do AWS Support aqui.

P. Se eu tiver dúvidas adicionais sobre o uso do EOS da Microsoft na AWS, a quem deverei recorrer?

Envie um e-mail para aws.EOS.Microsoft@amazon.com.

P. Especificamente, que AMIs gerenciadas do Windows na AWS com Licença inclusa serão afetadas e a partir de quando?

1º de julho de 2019

  • Windows_Server-2003-R2_SP2-English-32Bit-Base-*
  • Windows_Server-2003-R2_SP2-English-64Bit-Base-*
  • Windows_Server-2003-R2_SP2-English-64Bit-SQL_2005_SP4_Express-*
  • Windows_Server-2003-R2_SP2-English-64Bit-SQL_2005_SP4_Standard-*
  • Windows_Server-2003-R2_SP2-Language_Packs-32Bit-Base-*
  • Windows_Server-2003-R2_SP2-Language_Packs-64Bit-Base-*
  • Windows_Server-2003-R2_SP2-Language_Packs-64Bit-SQL_2005_SP4_Express-*
  • Windows_Server-2003-R2_SP2-Language_Packs-64Bit-SQL_2005_SP4_Standard-*

9 de julho de 2019

  • Windows_Server-2008-R2_SP1-English-64Bit-SQL_2008_R2_SP3_Express-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-English-64Bit-SQL_2008_R2_SP3_Standard-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-English-64Bit-SQL_2008_R2_SP3_Web-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-Japanese-64Bit-SQL_2008_R2_SP3_Express-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-Japanese-64Bit-SQL_2008_R2_SP3_Standard-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-Japanese-64Bit-SQL_2008_R2_SP3_Web-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-Language_Packs-64Bit-SQL_2008_R2_SP3_Express-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-Language_Packs-64Bit-SQL_2008_R2_SP3_Standard-*
  • Windows_Server-2008-SP2-English-64Bit-SQL_2008_SP4_Express-*
  • Windows_Server-2008-SP2-English-64Bit-SQL_2008_SP4_Standard-*
  • Windows_Server-2012-RTM-English-64Bit-SQL_2008_R2_SP3_Express-*
  • Windows_Server-2012-RTM-English-64Bit-SQL_2008_R2_SP3_Standard-*
  • Windows_Server-2012-RTM-English-64Bit-SQL_2008_R2_SP3_Web-*
  • Windows_Server-2012-RTM-Japanese-64Bit-SQL_2008_R2_SP3_Express-*
  • Windows_Server-2012-RTM-Japanese-64Bit-SQL_2008_R2_SP3_Standard-*

14 de janeiro de 2020

  • Windows_Server-2008-R2_SP1-Chinese_Hong_Kong_SAR-64Bit-Base-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-Chinese_PRC-64Bit-Base-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-English-64Bit-Base-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-English-64Bit-Core-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-English-64Bit
  • Core_SQL_2012_SP4_Standard-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-English-64Bit-SharePoint_2010_SP2_Foundation-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-English-64Bit-SQL_2012_RTM_SP2_Enterprise-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-English-64Bit-SQL_2012_SP4_Enterprise-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-English-64Bit-SQL_2012_SP4_Express-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-English-64Bit-SQL_2012_SP4_Standard-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-English-64Bit-SQL_2012_SP4_Web-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-Japanese-64Bit-Base-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-Japanese-64Bit-SQL_2012_SP4_Express-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-Japanese-64Bit-SQL_2012_SP4_Standard-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-Korean-64Bit-Base-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-Language_Packs-64Bit-Base-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-Portuguese_Brazil-64Bit-Base-*
  • Windows_Server-2008-R2_SP1-Portuguese_Brazil-64Bit-Core-*
  • Windows_Server-2008-SP2-English-32Bit-Base-*
  • Windows_Server-2008-SP2-English-64Bit-Base-*
  • Windows_Server-2008-SP2-Portuguese_Brazil-32Bit-Base-*
  • Windows_Server-2008-SP2-Portuguese_Brazil-64Bit-Base-*

Glossário

AMI (Amazon Machine Image): é um modelo para o volume raiz da instância (por exemplo, um sistema operacional, um servidor de aplicativo e aplicativos), gerencia permissões de execução que controlam quais contas da AWS podem usar a AMI para iniciar instâncias. Contém um mapeamento de dispositivo de blocos que especifica os volumes que serão associados à instância quando ela for executada.

AWS (Amazon Web Services): oferece um conjunto amplo de serviços globais de computação, armazenamento, banco de dados, análise, aplicativos e implantações que ajudam as organizações a se moverem mais rapidamente, baixarem custos de TI e escalarem aplicativos.

Console de Gerenciamento da AWS: acesse e gerencie o Amazon Web Services por meio de uma interface de usuário simples e intuitiva baseada na web.

BYOL (Bring Your Own License (Traga sua própria licença)): é um processo que permite implantar software já licenciado no hardware fisicamente dedicado da AWS. Se você trouxer sua própria licença, você não pagará por instâncias com licenciamento incluído no custo. Em vez disso, você pagará a mesma taxa que a das instâncias do EC2 com definição de preço do Amazon Linux. Ao trazer sua própria licença, você é responsável por gerenciar suas próprias licenças.

CloudEndure: oferece soluções confiáveis de continuidade de negócios que minimizam perdas de dados e períodos de inatividade decorrentes de erros humanos, falhas na rede, ameaças externas ou quaisquer outras interrupções. Nossas soluções de Recuperação de desastres e de migração possuem uma tecnologia inovadora de mobilidade de carga de trabalho que continuamente replica aplicativos de qualquer infraestrutura física, virtual ou baseada na nuvem para a Amazon Web Services (AWS). Portanto, o CloudEndure provavelmente é qualificado para dar suporte a ambientes heterogêneos de grande escala com aplicativos e infraestruturas diversas.

AMI personalizada: é uma AMI criada na sua conta com base em uma imagem importada ou capturada de uma instância existente. Por exemplo, você pode executar uma instância a partir de uma AMI existente, personalizá-la e depois salvar essa configuração atualizada como uma AMI personalizada. Instâncias executadas a partir dessa nova AMI personalizada incluem as personalizações que você fez ao criar a AMI.

EC2 (Amazon Elastic Compute Cloud): fornece capacidade de computação escalável na nuvem da Amazon Web Services (AWS).

EOS (Fim do suporte): termo usado para fazer referência ao final do suporte da Microsoft para um produto, de acordo com sua política de Ciclo de vida do produto.

Hiperescala: refere-se às instalações e ao provisionamento necessário em ambientes de computação distribuídos para aumentar, com eficiência, de alguns servidores para milhares de servidores. A computação de hiperescala geralmente é usada em ambientes, como big data e computação em nuvem.

Upgrade no local: faz o upgrade de arquivos do sistema operacional mantendo as configurações e arquivos pessoais intactos.

Instância (Instância do EC2): servidor virtual na nuvem AWS. Sua configuração na execução é uma cópia da AMI que você especificou ao executar a instância.

LI (Licença inclusa): refere-se ao uso do Contrato de licença da Microsoft com a AWS para o Windows Server e o SQL Server.

VMIE (VM Import/Export da AWS): serviço da AWS usado para importar Imagens de sistema operacional para o AWS EC2 em modo off-line.

RDS (Amazon Relational Database Service): serviço da Web que facilita a configuração, a operação e a escalabilidade de um banco de dados relacional na nuvem. O serviço fornece capacidade econômica e redimensionável para um banco de dados relacional padrão do setor e gerencia tarefas comuns de administração de banco de dados.

SA (Software Assurance): programa abrangente oferecido pela Microsoft para ajudar na implantação, gerenciamento e uso dos produtos Microsoft com eficiência.

SMS (AWS Server Migration Service): produto da AWS usado para importar Imagens de sistema operacional para o AWS EC2 em modo online.

WorkSpaces (Amazon Workspaces): serviço gerenciado e seguro de desktops na nuvem. Você pode usar o Amazon WorkSpaces para provisionar desktops Windows ou Linux em apenas alguns minutos e escalar rapidamente para oferecer milhares de desktops a trabalhadores em todo o mundo.

Quais são minhas opções de licenciamento para o software da Microsoft no Amazon EC2?

No Amazon EC2, você pode optar por executar instâncias que incluem as taxas de licença relevantes em seu custo ("licença inclusa") ou usar licenças que você já adquiriu da Microsoft. Para o software da Microsoft, o EC2 permite a você pagar por instâncias que incluam licenças do Windows Server e do SQL Server. Para todos os outros software da Microsoft, os clientes podem trazer sua própria licença, sujeita aos termos da Microsoft.

O que é BYOL?

BYOL, ou “traga sua própria licença” é o processo de trazer licenças locais para a AWS. A AWS tem opções de implantação compartilhadas e dedicadas para atender às suas necessidades de BYOL. Quando você traz sua própria licença, o custo de licenciamento do produto que você traz não está mais incluído no preço da instância. Quando traz licenças, você é responsável por gerenciar suas licenças. O Amazon EC2 tem recursos, como o AWS License Manager e o posicionamento direcionado em Hosts Dedicados, que ajudam a manter a compatibilidade da licença durante todo o ciclo de vida de suas licenças.

 

O que é a Mobilidade de Licenças?

A Mobilidade de Licenças é um benefício do Microsoft Software Assurance que permite que você leve licenças específicas de produtos para a infraestrutura de nuvem compartilhada, incluindo o locatário padrão (compartilhado) do Amazon EC2. O Software Assurance ativo é necessário para ser elegível para Mobilidade de Licenças. Os clientes poderão não precisar do Software Assurance se trouxerem licenças adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não forem atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019 para a infraestrutura dedicada do Amazon EC2. Para obter informações adicionais sobre Mobilidade de Licenças, visite a página Mobilidade de Licenças no site da AWS.

Como posso saber se um produto específico da Microsoft é qualificado para Mobilidade de Licenças?

Essa informação está incluída nos Termos do produto da Microsoft. Todo produto tem uma seção individual de Software Assurance que indica a qualificação para a Mobilidade de licenças.  Os produtos qualificados para a Mobilidade de licenças incluem SQL Server, Remote Desktop Services, System Center, Exchange e SharePoint.

 

Preciso de benefícios do Software Assurance ativo e da Mobilidade de licenças para usar minhas licenças da Microsoft na AWS?

Não. Se você estiver trazendo suas próprias licenças para Hosts dedicados ou Instâncias dedicadas do EC2, o Software Assurance não será necessário, de acordo com os termos da Microsoft, desde que as licenças sejam adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não sejam atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019. Se você estiver transferindo software licenciado para instâncias do EC2 com locação padrão, os benefícios de Software Assurance e Mobilidade de licenças serão exigidos. O Software Assurance ativo sempre é exigido para habilitar os benefícios da Mobilidade de licenças.

Se eu trouxer minha própria licença, posso renovar a licença de mídia da Microsoft da AWS ou preciso trazer a minha própria mídia (também conhecida como "trazer meus próprios bits")?

Não, você deve importar e licenciar sua própria mídia. Para começar, você pode usar a API ImportImage (na AWS CLI ou na AWS Tool for Windows PowerShell) para importar sua própria mídia (VHD, VMDK, OVA). Para importações do VMware vCenter, você também pode usar o AWS Server Migration Service. Após importar a mídia, você verá as imagens no console "My AMIs" ou poderá descrevê-las usando a API DescribeImages.

Depois de importar minha mídia da Microsoft, preciso ativá-la no meu próprio servidor de gerenciamento de chaves (KMS)?

Sim, quando você executa uma instância da sua própria imagem, seu OS pede que ative a imagem no seu KMS.

Como eu sei que tipo de oferta usar se estou trazendo minha própria licença?

Leia os termos e condições da sua licença e selecione o modelo de AWS que atenda suas necessidades. Em termos gerais, há vários produtos e cada um deles tem diferentes níveis de suporte de BYOL.

Como faço para importar minha própria imagem de máquina licenciada na AWS?

Para trazer sua própria licença de software da Microsoft para a AWS, você precisa usar a ferramenta ImportImage disponibilizada pelo serviço VM Import/Export do EC2. Não use a ferramenta ImportInstance pois ela não suporta cenários do Microsoft BYOL.

Eu li nos termos do meu licenciamento que determinadas licenças devem ser usadas em infraestruturas dedicadas ao meu uso. Como o Amazon EC2 permite que eu acate este requisito se estou usando minhas próprias licenças?

O Amazon EC2 oferece duas opções de compra que disponibilizam a infraestrutura dedicada: instâncias e hosts dedicados. É importante observar que a maioria dos cenários de BYOL são suportados através do uso de hosts dedicados, enquanto apenas determinados cenários são suportados pelas instâncias dedicadas. Quando você traz licenças para os hosts dedicados ou as instâncias dedicadas, está usando hardware que é fisicamente dedicado ao seu uso. As licenças sem benefícios ativos de Software Assurance ou Mobilidade de Licenças serão elegíveis para implantação em infraestrutura dedicada se forem adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não forem atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019.


Quando você traz produtos licenciados apenas no nível físico (por exemplo, Windows Server, determinadas licenças do SQL Server, etc.), os hosts dedicados fornecem visibilidade do processador físico e das contagens de núcleo e, portanto, são o modelo de implantação recomendado.


Para obter mais informações sobre hosts dedicados, acesse a página de detalhes de hosts dedicados.
Para obter mais informações sobre instâncias dedicadas, acesse a página de detalhes de instâncias dedicadas.

Eu li nos termos do meu licenciamento que uma licença não pode mudar para outra região ou máquina física por, pelo menos, 90 dias. Como o Amazon EC2 me ajuda a acatar este requisito se estou usando minhas próprias licenças?

A afinidade de instância (disponível apenas através do uso de hosts dedicados do Amazon EC2) e o direcionamento de hosts dedicados ajudam você a monitorar este requisito. Quando você permite a afinidade entre uma instância e um host dedicado, essa instância específica é executada apenas em um host dedicado específico. Usando o direcionamento de hosts dedicados, você pode executar instâncias em um host dedicado específico, oferecendo a você controle total de como suas licenças são usadas. Para obter mais informações sobre estes recursos, acessa a página de detalhes de hosts dedicados.

Quando posso trazer minha própria licença usando instâncias do EC2 com locação padrão?

A Mobilidade de Licenças por meio do Software Assurance permite que clientes tragam licenças de software qualificadas da Microsoft para a AWS para uso em instâncias EC2 com locação padrão. A página Mobilidade de Licenças da AWS é um ótimo lugar para iniciar o processo. Se você está planejando aproveitar a Mobilidade de Licenças na AWS, você precisa preencher os formulários adequados de Mobilidade de Licenças. Com a Mobilidade de Licenças, você pode usar essas imagens em instâncias do EC2 Windows Server com licença incluída, executadas em instâncias EC2 com locação padrão. As licenças do Windows Server devem ser compradas da AWS neste cenário.

O que é o VM Import/Export?

O VM Import permite que você importe facilmente imagens de máquina virtual do ambiente existente para instâncias do Amazon EC2. Esta oferta permite aproveitar os investimentos existentes nas máquinas virtuais que você construiu para atender aos seus requisitos de segurança de TI, de gerenciamento de configurações e de conformidade trazendo essas máquinas virtuais para o Amazon EC2 como instâncias prontas para usar. Se você está planejando usar suas próprias licenças da Microsoft, use a ferramenta ImportImage oferecida pelo serviço VM Import/Export para fazer a importação para sua mídia da Microsoft.

O VM Import/Export está disponível sem nenhuma taxa adicional além das taxas padrão de uso para o Amazon EC2 e o Amazon S3.

O que é locação padrão do EC2?

As instâncias dedicadas e os hosts dedicados do EC2 fornecem capacidade de instância em servidores físicos que são totalmente dedicados ao seu uso. Alternativamente, o EC2 oferece instâncias com uma locação "padrão", que é executada em servidores físicos que podem hospedar várias instâncias isoladas de diferentes clientes.

O que é infraestrutura dedicada?

A infraestrutura dedicada fornece servidores que são fisicamente isolados para uso por um único cliente. O Amazon EC2 tem duas opções de infraestrutura dedicada: hosts dedicados e instâncias dedicadas. Se você trouxer licenças existentes para os hosts dedicados ou as instâncias dedicadas, então você estará usando hardware que é fisicamente dedicado ao seu uso.

O que são hosts dedicados do Amazon EC2?

Um host dedicado é um servidor físico do EC2 dedicado exclusivamente para o seu uso. Com os hosts dedicados, você obtém controle sobre a inserção de instâncias e ganha visibilidade sobre o número de soquetes e núcleos instalados em um host. Você pode usar esses recursos para utilizar suas próprias licenças de software por soquete ou por núcleo, incluindo Windows Server, SQL Server e SUSE Enterprise Server. O Software Assurance não será necessário quando você traz licenças para um host dedicado se as licenças forem adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não forem atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019. Acesse a página de detalhes sobre hosts dedicados para obter mais informações.

O que são instâncias dedicadas do Amazon EC2?

Instâncias dedicadas são instâncias do Amazon EC2 que são executadas em hardware dedicado a um único cliente. Para obter mais informações sobre instâncias dedicadas, acesse a página de instâncias dedicadas.

Qual é a diferença entre hosts dedicados e instâncias dedicadas?

Ambas as ofertas oferecem instâncias que são dedicadas ao seu uso. No entanto, os hosts dedicados oferecem controle sobre suas instâncias e visibilidade e ferramentas em recursos de nível de host que permite gerenciar o software que usa licenças com base no número de núcleos e soquetes, como Windows Server e SQL Server. Além disso, o AWS Config mantém um registro de como suas instâncias usam esses recursos de host dedicados, que permitem a criação dos seus próprios relatórios de uso de licenças.

A AWS recomenda um modelo de compra do EC2 se pretendo usar minhas próprias licenças?

Para aproveitar o EC2 ao máximo, recomendamos que os clientes considerem antes trazer licenças qualificadas por meio da Mobilidade de Licenças. O EC2 com locação padrão permite que os clientes aumentem ou diminuam a escala da capacidade de acordo com a evolução das necessidades. Com isso, os usuários pagam somente pelo que usam. O SQL é o produto levado com maior frequência para a AWS por meio da Mobilidade de Licenças.

Os hosts dedicados do Amazon EC2 são ideais para produtos não qualificados para mobilidade de licenças ou sem o Software Assurance. Os produtos sem os benefícios da Mobilidade de Licenças ou o Software Assurance ativo serão qualificados para implantação em hosts dedicados se as licenças forem adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não forem atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019. Os hosts dedicados oferecem a maior economia quando o host é altamente utilizado em um estado constante, não variável. Um host dedicado dará suporte aos cenários de BYOL descritos nestas perguntas frequentes e proporcionará aos clientes maior controle e visibilidade sobre o posicionamento das instâncias, o que é útil para minimizar riscos e custos de licença em um cenário de BYOL. Adicionalmente, os hosts dedicados suportam licenças baseadas em uso por soquete, por número, VM e CAL. O Windows é o produto levado com maior frequência para os hosts dedicados.

Quais são as minhas opções para trazer licenças de desenvolvimento para a AWS?

Os clientes da AWS têm duas opções para trazer produtos de desenvolvedor da Microsoft para a AWS e usá-los cargas de trabalho de desenvolvimento, teste e outras cargas de trabalho que não são de produção.

As assinaturas da Microsoft Development Network (MSDN) adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 estão qualificadas para implantação em hosts dedicados do EC2 ou em instâncias dedicadas do EC2. A Microsoft fez alterações nos termos da licença para assinaturas da MSDN adquiridas/renovadas depois de 1º de outubro de 2019 e esses novos termos estão em vigor na renovação da assinatura. 

O SQL Server 2017 Developer Edition é disponibilizado como download gratuito da Microsoft. Após o download da Microsoft, os clientes da AWS podem trazer e instalar o SQL Server 2017 Developer Edition em instâncias do Amazon EC2. Não é necessário ter infraestrutura dedicada para o SQL Server 2017 Developer Edition.
 


Posso comprar o Windows Server na AWS?

Sim, você pode implantar Windows Server na AWS comprando Amazon Machine Images (AMIs) com Windows Server pré-instalado. Se você comprar instâncias do Windows da AWS, quer suas instâncias tenham uma locação dedicada ou padrão, a licença do Windows Server estará incluída no preço.

Com as instâncias com licenças incluídas do EC2, o próprio EC2 gerencia a conformidade do licenciamento e você paga apenas pelo que usar. Não é necessário pagar pelo Software Assurance e você tem a flexibilidade de atualizar o software assim que uma nova versão é disponibilizada, sem custo adicional. Além disso, não é necessário comprar CALs adicionais do Windows Server, pois o preço já inclui acesso para um número ilimitado de usuários. Também estão incluídas duas conexões de área de trabalho remota para fins administrativos. Se você precisar de mais de duas conexões de área de trabalho remota ou precisar dessas conexões remotas para fins não administrativos, poderá ser necessário comprar e trazer CALs adicionais de Serviços de Área de Trabalho Remota.

Posso trazer minhas próprias licenças do Windows Server e usá-las no EC2?

Sim, as licenças do Windows Server poderão ser levadas para hosts dedicados do EC2 se as licenças forem adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não forem atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019. Depois de importar suas próprias imagens de máquina do Windows Server usando a ferramenta ImportImage, você precisa executar instâncias dessas imagens de máquinas em hosts dedicados do EC2 para gerenciar com eficácia instâncias e relatar sobre o uso. A Microsoft normalmente requer que você acompanhe o uso das suas licenças em relação aos recursos físicos, como soquetes e núcleos, e os hosts dedicados ajudam você a fazer isso. Acesse a página de detalhes de hosts dedicados para obter mais informações sobre como usar suas próprias licenças do Windows Server em hosts dedicados do Amazon EC2.

O que são hosts dedicados do Amazon EC2?

Um host dedicado é um servidor físico do EC2 dedicado exclusivamente ao uso por um cliente. Com os hosts dedicados, você obtém controle sobre a inserção de instâncias e ganha visibilidade sobre o número de soquetes e núcleos instalados em um host. Você pode usar esses recursos para trazer suas próprias licenças de software vinculadas a instâncias virtuais, soquetes ou núcleos, inclusive do Windows Server, do SQL Server e do SUSE Enterprise. O Software Assurance não será necessário quando você trouxer licenças para um host dedicado se as licenças forem adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não forem atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019. Para obter mais informações sobre hosts dedicados, acesse a página de detalhes sobre hosts dedicados.

Como faço para importar e usar minha própria licença do Windows Server?

Você pode trazer sua própria cópia licenciada da mídia do Windows Server usando a ferramenta ImageImport oferecida pelo serviço VM Import/Export do EC2. Depois de importar as imagens, você pode encontrá-las na seção "Minhas AMIs" no Console de Gerenciamento da AWS ou usando a API DescribeImages. Você pode então executar instâncias das suas imagens de máquina de BYOL em hosts dedicados.

Acesse este link para obter mais informações sobre como trazer suas próprias imagens de máquina para a AWS.

Lembre-se de que, quando você escolhe trazer suas licenças do Windows Server existente, você não pode usar AMIs do Windows Server que você comprou da AWS através das instâncias com licenças incluídas. você deve trazer suas próprias licenças usando sua própria mídia de software.

Como faço para rastrear o uso se estou trazendo minhas próprias licenças?

Usando o AWS Config como a origem de dados e hosts dedicados como a plataforma para executar as instâncias de BYOL, você pode acompanhar o uso de BYOL em relação aos recursos físicos, como soquetes e núcleos. Antes de executar as instâncias de BYOL em seus hosts dedicados, verifique se o AWS Config foi ativado para registrar alterações de hosts dedicados. O AWS Config acompanha as alterações de configurações que ocorrem em um host dedicado, incluindo as instâncias e IDs correspondentes das AMIs que são executadas em um host dedicado. É feita a correspondências dessas alterações com os dados em nível de host, como ID de host e o número de soquetes e núcleos físicos instalados em um host dedicado. O AWS Config também acompanha as tags de instâncias. Recomendamos que você coloque marque suas instâncias com um identificador significativo se quiser identificar instâncias de BYOL de maneira legível por olhos humanos na saída do AWS Config. Acesse esta página para obter mais informações sobre o AWS Config.

Como determinar o número a trazer de licenças do Windows Server?

Acesse a página de detalhes de hosts dedicados para obter informações sobre o número de instâncias disponíveis por host dedicado. Nesta página, você também encontra a quantidade de soquetes e núcleos instalados em cada host dedicado do EC2. As contagens de instâncias, soquetes e núcleos varia de acordo com a configuração do tipo de instância do host dedicado.

 

Preciso ter o Software Assurance do Windows Server na AWS?

Não. Se você estiver usando hosts dedicados para trazer suas próprias licenças do Windows Server, não precisará ter o Software Assurance (SA) se as licenças forem adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não forem atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019. Além disso, se você comprar instâncias do Windows Server na AWS, não será necessário ter o Software Assurance para abranger essas licenças do Windows Server.

A Mobilidade de Licenças funciona com o Windows Server?

Não, como especificado nos Termos de Produtos da Microsoft, o Windows Server não está qualificado para Mobilidade de Licenças. No entanto, a Mobilidade de Licenças não será necessária para licenças usadas em hosts dedicados do EC2 se as licenças forem adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não forem atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019.

Como posso usar minha própria licença do Windows Server em instâncias do EC2 com uma locação padrão?

Quando você implanta licenças do Windows Server em hosts dedicados, usará instâncias com uma locação de “host”. Você não deve usar sua própria licença do Windows Server em instâncias do EC2 com locação padrão, a menos que tenha a aprovação da Microsoft para fazer isso. Se você tiver negociado termos personalizados com a Microsoft e tiver essa permissão, entre em contato com o suporte da AWS ou com o gerente da sua conta.

O que está incluído quando eu compro instâncias do Windows Server na AWS?

A AWS gerencia o licenciamento para você; tudo o que precisa fazer é pagar pelas instâncias que usar. Também não há necessidade de comprar CALs adicionais do Windows Server, pois o acesso está incluído no preço. Cada instância vem com duas conexões remotas para fins exclusivamente administrativos. Se você precisa de mais do que duas conexões ou precisa dessas conexões para fins que não sejam administrativos, você pode ter que trazer CALs adicionais de Remote Desktop Services para uso na AWS.

Posso renovar a licença de instâncias do Windows Server do EC2 com licença incluída para usar minhas próprias licenças, apontando para meu próprio servidor de KMS?

Não, você não pode renovar licenças existentes do EC2 do Windows Server ou migrar instâncias existentes do EC2 do Windows Server em VMs de BYOL. No entanto, se você precisar migrar de licença incluída para BYOL e tiver aplicativos ou configurações de OS que precisem ser migradas, sugerimos que entre em contato com nossos parceiros, como CloudEndure ou AppZero, que podem ajudar nesses tipos de migrações.


Posso comprar o SQL Server na AWS?

Sim. Você pode usar instâncias com licenças inclusas do SQL Server da AWS para executar tanto no Amazon EC2 quanto no Amazon Relational Database Service (RDS). SQL Server Web Edition, Standard Edition e Enterprise Edition estão disponíveis para seu uso tanto no Amazon EC2 quanto no Amazon RDS.


Posso trazer minhas próprias licenças do SQL Server para uso na AWS?

Sim, você pode trazer suas próprias licenças (BYOL) em hosts dedicados do EC2, instâncias dedicadas do EC2 com Windows Server de licença inclusa ou instâncias do EC2 com uma locação padrão com Mobilidade de Licenças.

  • Instâncias do EC2 com locação padrão

Você pode trazer suas licenças do SQL Server com o Software Assurance ativo para o locatário padrão (compartilhado) do Amazon EC2 por meio dos benefícios da Mobilidade de Licenças. A página Mobilidade de Licenças da AWS é um ótimo lugar para mais informações sobre o processo. A Microsoft exige que os clientes preencham e enviem um formulário de verificação de Mobilidade de Licenças que pode ser obtido por download aqui.

  • Dedicados

O uso de hosts dedicados permite usar um modelo de licenciamento do SQL Server por núcleo ou por soquete, e você não precisa ter o Software Assurance ativo para licenças que foram compradas antes de 1º de outubro de 2019 e que não foram atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019. Trazer o SQL Server para hosts dedicados poderá economizar dinheiro em custos de licenciamento se você estiver trazendo sua própria licença. Se você escolher licenciar seu SQL Server em relação a soquetes e núcleos em uma máquina física, você precisará usar essas licenças em hosts dedicados. Acesse a página de detalhes de hosts dedicados para obter mais informações sobre como usar suas próprias licenças do SQL Server em hosts dedicados do Amazon EC2. Você também pode escolher usar instâncias dedicadas do Windows Server com licenças incluídas do EC2, em que você paga pelas licenças do SQL Server com base em VM.


Posso usar a Mobilidade de Licenças com o SQL Server?

Sim, a Mobilidade de Licenças é um benefício disponível para clientes Microsoft Volume Licensing com aplicativos de servidor qualificados abrangidos por contratos ativos do Microsoft Software Assurance (SA). A Mobilidade de Licenças permite aos clientes mover software da Microsoft qualificado para outros provedores de nuvem, como a AWS, para uso final em instâncias do EC2 com uma locação padrão. É importante observar que talvez você não precise de mobilidade de licenças se estiver usando suas próprias licenças em Hosts dedicados ou Instâncias dedicadas do EC2 e se as licenças forem adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não forem atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019. Para obter mais detalhes, consulte a página Mobilidade de Licenças da Microsoft no site da AWS. Clientes qualificados com Software Assurance podem trazer suas próprias licenças do SQL Server para uso em instâncias do Amazon EC2 com uma locação padrão.


Tenho de pagar pelo failover passivo do SQL Server?

Vários fatores devem ser considerados nas licenças de failover passivo para o SQL Server. As informações a seguir dizem respeito apenas às licenças do SQL Server e não às licenças do Windows Server. Em todos os casos, você deve licenciar o Windows Server. Para obter mais informações sobre cenários de SQL e de servidores de failover, acesse este guia de licenciamento do Microsoft SQL Server.

 

  • Como comprar licenças com Imagens de máquina da Amazon (AMIs)
    Os clientes que comprarem as instâncias inclusas na licença do SQL Server da AWS devem licenciar instâncias passivas de failover.
  • A portabilidade de licenças atuais para as instâncias e os hosts dedicados do Amazon EC2
    Não será exigido que os clientes que portarem as versões SQL Server 2014 (e versões posteriores) para a AWS com o Software Assurance licenciem instâncias passivas de failover do SQL Server. De acordo com a terminologia presente nos Termos de produto da Microsoft, as versões anteriores à 2014 exigem que o cliente licencie instâncias passivas de failover. Recomendamos que os clientes em tal situação consultem a Microsoft para saber se é possível aceitar a terminologia atual, que concede o failover passivo.
  • Como portar licenças atuais com a mobilidade de licenças
    Não será exigido que os clientes que portarem as versões 2014 do SQL Server (ou versões posteriores) com o Software Assurance ativo paguem pelo failover nas instâncias passivas.  Os clientes que portarem licenças anteriores à versão 2014 do SQL Server por meio da mobilidade de licenças com o Software Assurance ativo devem portar ou comprar licenças do SQL Server para instâncias de failover também. Recomendamos que os clientes em tal situação consultem a Microsoft para saber se é possível aceitar a terminologia atual, que concede o failover passivo.


Como posso determinar quantas licenças de SQL Server devo trazer?

Se você estiver licenciando o SQL Server de acordo com a Mobilidade de Licenças da Microsoft através do Software Assurance, o número de licenças exigido varia de acordo com o tipo de instância, a versão do SQL Server e o modelo de licença da Microsoft que escolher. Para ajudar você com os cálculos de licenciamento de núcleos virtuais de acordo com os Termos de Produtos da Microsoft, fornecemos uma tabela aqui que mostra o número de representações virtuais de threads de hardware baseado no tipo de instância.

Se você está usando hosts dedicados, o EC2 oferece a você a quantidade de núcleos físicos instalados no host dedicado. Usando estas informações, você pode calcular o número de licenças do SQL Server de que precisa para trazer à AWS. Para obter informações adicionais, recomendamos consultar a documentação da Microsoft, como o guia de licenciamento para SQL Server 2014 (veja aqui).

Quais são os casos de uso do SQL Server Web Edition?

Os Direitos de uso do provedor de serviços (SPUR) declaram que o SQL Server Web pode ser usado para apoiar sites, aplicativos web, web services e páginas da web acessíveis pela internet e públicas. O SQL Server Web não pode ser usado para apoiar aplicativos de linha de negócios (por exemplo, gerenciamento de relacionamento com o cliente, gerenciamento de recursos empresariais e outros aplicativos semelhantes). Para obter informações adicionais sobre os casos de uso do SQL Server Web, consulte a Microsoft ou um revendedor da Microsoft.


Como faço para rastrear o uso se estou trazendo minhas próprias licenças?

Usando o AWS Config como a origem de dados, você pode acompanhar alterações de configuração em relação a recursos físicos, como soquetes e núcleos. Antes de executar as instâncias de BYOL na AWS, verifique se o AWS Config foi ativado para registrar qualquer alteração. O AWS Config acompanha as alterações que ocorrem, incluindo as instâncias e IDs de AMIs correspondentes executadas. É feita a correspondências dessas alterações com os dados em nível de host, como ID de host e o número de soquetes e núcleos físicos instalados. O AWS Config também acompanha as tags de instâncias. Recomendamos que você coloque marque suas instâncias com um identificador significativo se quiser identificar instâncias de BYOL de maneira legível por olhos humanos nos logs do AWS Config. Acesse esta página para obter mais informações sobre o AWS Config.

 

O SQL Server 2017 Developer Edition pode ser usado na AWS?

Sim. O SQL Server 2017 Developer Edition é disponibilizado como download gratuito da Microsoft. O SQL Server 2017 Developer Edition pode ser usado para cargas de trabalho de desenvolvimento, teste e outras cargas de trabalho que não sejam de produção. Após o download da Microsoft, os clientes da AWS podem trazer e instalar o SQL Server 2017 Developer Edition em instâncias do Amazon EC2. Não é necessário ter infraestrutura dedicada para o SQL Server 2017 Developer Edition.

 

As CALs do SQL são necessárias na AWS?

Os clientes que usam o SQL Server em instâncias do Amazon EC2 ou do Amazon RDS com licença inclusa não precisam de licenças de acesso para cliente (CALs) para o SQL Server. Em uma instância com licença inclusa, um número ilimitado de usuários finais pode acessar o SQL Server.

Os clientes que trouxerem suas próprias licenças do SQL Server para o Amazon EC2 por meio da Mobilidade de licenças ou do modelo Bring-Your-Own-Licenses (BYOL), continuarão a seguir as regras de licenciamento já em uso no ambiente local. Se o cliente adquiriu o SQL Server no modelo servidor/CAL, continuará precisando de CALs para cumprir os requisitos de licenciamento da Microsoft, mas essas CALs permanecerão no local e permitirão que usuários finais acessem o SQL Server em execução na AWS

 

 

Posso portar minhas licenças do Microsoft Developer Network (MSDN) para a AWS?

As assinaturas da MSDN adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 estão qualificadas para implantação em hosts dedicados do EC2 ou em instâncias dedicadas do EC2. A Microsoft fez alterações nos termos da licença para assinaturas da MSDN adquiridas/renovadas depois de 1º de outubro de 2019 e esses novos termos estão em vigor na renovação da assinatura.


Posso comprar MSDN na AWS?

Não, a AWS não vende licenças de MSDN.


Posso usar MSDN em instâncias da AWS com uma locação padrão?

Não, a Microsoft não permite que licenças de MSDN seja usadas em instâncias da AWS com uma locação padrão.


A Mobilidade de Licenças funciona com MSDN?

Não, o MSDN não está incluído no programa de Mobilidade de Licenças da Microsoft.

Posso comprar o Windows Client na AWS?

A AWS não vende licenças de sistemas operacionais do Windows Client em nenhum de nossos serviços.


Posso trazer minhas próprias licenças do Windows Client para uso na AWS?

Sim. Se você usa instâncias dedicadas ou hosts dedicados, então você pode trazer suas próprias licenças do Windows Client para uso na AWS. De acordo com os termos da Microsoft, você precisará do Software Assurance e/ou do Virtual Desktop Access (VDA) na renovação de SA para usar os sistemas operacionais clientes do Windows, como o Windows 10, na AWS.


Posso usar a Mobilidade de Licenças com o Windows Client?

Não, como especificado nos Termos de Produtos da Microsoft, a Mobilidade de Licenças não se aplica ao Windows Client. A Mobilidade de Licenças não é necessária para implantar licenças do Windows Client em Hosts dedicados ou Instâncias dedicadas do EC2. Se você escolher usar hosts dedicados e BYOL, poderá trazer suas próprias licenças para Windows Server, sem precisar da Mobilidade de Licenças, embora possa ser obrigado a comprar uma licença VDA da Microsoft na futura renovação de EA.



Posso trazer minhas próprias licenças do Office para uso na AWS?

Sim. Você poderá usar o BYOL Microsoft Office em Hosts dedicados ou Instâncias dedicadas do EC2 se as licenças forem adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não forem atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019. Se você trouxer licenças existentes para hosts dedicados ou instâncias dedicadas do EC2, então você estará usando hardware que é fisicamente dedicado ao seu uso.


Posso usar a Mobilidade de Licenças com o Microsoft Office?

Não. A Microsoft não concede benefícios da Mobilidade de licenças para o Microsoft Office.


Posso comprar outros produtos da Microsoft com licença inclusa para usar no EC2?

A AWS vende apenas licenças do Windows Server e do SQL Server, no momento, para uso no Amazon EC2.


Posso trazer minhas próprias licenças para uso na AWS?

Sim. Temos muitos clientes que trazem e implantam, com sucesso, licenças no Amazon EC2. Essas implantações incluem, sem limitação, Exchange, SharePoint, Skype for Business, Remote Desktop Services, Office, Dynamics Products, BizTalk e System Center.

Os clientes podem escolher usar instâncias EC2 compartilhadas e usar o programa de Mobilidade de Licenças ou podem comprar hosts dedicados do EC2 e usar hardware fisicamente dedicado.

  • Instâncias do Amazon EC2 com locação padrão
    A Mobilidade de Licenças por meio do Software Assurance permite que clientes qualificados tragam software qualificado da Microsoft para servidores de locação padrão da AWS. A página Mobilidade de Licenças da AWS é um ótimo lugar para iniciar o processo. Você precisa preencher os formulários de Mobilidade de Licenças corretos e registrá-los com a Microsoft para garantir que as licenças possam ser importadas para a AWS.
  • Host dedicado do Amazon EC2
    Quando você traz licenças existentes para os hosts dedicados do EC2, está usando hardware que é fisicamente dedicado ao seu uso. Se você estiver trazendo licenças para hosts dedicados, não precisará da Mobilidade de Licenças nem do Software Assurance ativo para licenças adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019.  Para obter mais informações sobre hosts dedicados, acesse a página de detalhes sobre hosts dedicados.

Posso usar a Mobilidade de Licenças?

Sim. A Mobilidade de Licenças está disponível para clientes Microsoft Volume Licensing com aplicativos de servidor qualificados abrangidos por contratos ativos do Microsoft Software Assurance (SA). A Mobilidade de Licenças permite aos clientes mover software da Microsoft qualificado para outros provedores de nuvem, como a AWS, para uso final em instâncias do EC2 com uma locação padrão. É importante observar que talvez você não precise de mobilidade de licenças se estiver usando suas próprias licenças em Hosts dedicados ou Instâncias dedicadas do EC2, desde que as licenças sejam adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não sejam atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019. Para obter mais detalhes, consulte a página Mobilidade de Licenças da Microsoft no site da AWS. Clientes qualificados com Software Assurance podem trazer suas próprias licenças de produtos baseados em usuário desde que cumpram os termos do programa de Mobilidade de Licenças.

 

Como posso obter licenças adicionais para os Serviços de Área de Trabalho Remota?

As instâncias do Amazon EC2 são fornecidas com duas licenças dos Serviços de Área de Trabalho Remota (também conhecidos como Serviços de Terminal) para fins de administração. Se licenças adicionais dos Serviços de Área de Trabalho Remota forem necessárias, elas deverão ser compradas da Microsoft ou de um revendedor de licenças da Microsoft. As licenças dos Serviços de Área de Trabalho Remota compradas com Software Assurance têm benefícios de mobilidade de licenças e podem ser levadas para ambientes multilocador da AWS. Se as licenças não tiverem Software Assurance, elas poderão ser implantadas em hosts dedicados ou em instâncias dedicadas, desde que as licenças sejam adquiridas antes de 1º de outubro de 2019 e não sejam atualizadas para versões lançadas após 1º de outubro de 2019

Se você fornecer esses recursos como um serviço a terceiros (não para uso interno), o Service Provider License Agreement (SPLA) poderá ser usado para licenciar os Serviços de Área de Trabalho Remota. Nesse modelo, você implantaria o seu serviço na AWS e alugaria mensalmente licenças de área de trabalho remota para seus usuários finais. As informações sobre o SPLA podem ser encontradas em: https://www.microsoft.com/en-us/CloudandHosting/Licensing_Get_started_with_SPLA.aspx


Posso usar meu próprio SPLA?

A AWS tem vários clientes e parceiros que usam seu próprio SPLA para licenciamento. Os clientes da AWS podem usar o próprio SPLA em cenários em que oferecem serviços de software de terceiros. Os clientes que têm um SPLA assinado com a Microsoft são regidos pelos Services Provider Use Rights (SPUR, Direitos de uso de provedores de serviços). O SPUR descreve exatamente como os clientes podem terceirizar sua infraestrutura para a AWS. Os produtos licenciados pelo usuário podem ser implantados em um ambiente multilocatário da AWS, bem como licenciados mensalmente nos termos do SPLA do cliente. A menos que sejam implantados em uma infraestrutura dedicada do EC2, os produtos licenciados por núcleo ou processador (Windows Server, SQL Server) devem ser licenciados com instâncias com licença inclusa da AWS.

O que são direitos de hospedagem própria?

Os ISVs podem escolher usar direitos de hospedagem própria com a Microsoft como parte do seu Acordo Corporativo (EA). Isso lhes permite aproveitar a definição de preço que negociaram com a Microsoft de acordo com seu EA. A Microsoft exige que os clientes não misturem direitos de hospedagem própria e SPLA para cada aplicação. Se você tiver uma solução licenciada nos termos do benefício de hospedagem própria e quiser trazer essa solução para a AWS, poderá implantá-la na locação padrão do EC2. Nesse cenário, ainda seria necessário comprar uma instância Windows com licença incluída. Os hosts dedicados não são necessários para SQL (ou outros produtos de hospedagem própria incluídos) devido ao status da AWS como parceiro de mobilidade licenciado. 

É possível usar licenças do Microsoft BizSpark na AWS?

Não, no momento não é possível usar as licenças do BizSpark na AWS. Nós incentivamos as startups a tentarem o AWS Activate oferecendo benefícios que incluem créditos de uso, suporte, treinamento e mais.


Com que frequência a AWS aplica patches nas AMIs do Windows?

A AWS fornece AMIs do Windows atualizadas e com os patches implantados no prazo de cinco dias úteis após a terça-feira na qual a Microsoft lança os patches (segunda terça-feira de cada mês).

O que acontece com as AMIs publicadas anteriormente?

A AWS deixa de usar as AMIs do Windows e do SQL Server publicadas anteriormente no prazo de 10 dias úteis depois que um novo conjunto de AMIs é publicado.

Como eu sei que estou executando a AMI mais recente publicada pela AWS?

Ao publicar novas AMIs do Windows, a AWS segue um esquema de nomenclatura consistente. Por exemplo, Windows_Server-2012-R2_RTM-English-64Bit-Base-2014.05.20. Procure o carimbo de data no nome da AMI. Você encontra o carimbo de data (últimos oito dígitos) no final do nome da AMI.


Quais são as novidades do Windows Server 2019?

O Windows Server 2019 é o lançamento mais recente do Windows Server da Microsoft. O Windows Server 2019 foi lançado com vários novos recursos potentes, que incluem a compatibilidade com contêineres do Docker e do Windows. Ao executar o Windows Server 2019 no Amazon EC2, os usuários podem utilizar o desempenho e a elasticidade da AWS para começar a usar já esta nova versão.

Observação: a partir do Windows Server versão 1709, o Nano Server será disponibilizado apenas como imagem de sistema operacional de base de contêiner. Consulte as alterações do Nano Server para obter mais detalhes.

Como a AWS está apoiando o Windows Server 2019?

A AWS está lançando várias novas AMIs, como o Windows Server 2019, o Windows Server 2019 com contêineres e o Windows Server 2019 com SQL Server 2017.

Existem outras alterações significativas relacionadas às AMIs do Windows Server 2019?

As AMIs do Windows Server 2019 apresentam uma versão totalmente nova do agente SSM que substitui a funcionalidade compatível anteriormente com o serviço EC2Config, o que elimina a necessidade de ter o EC2Config. Com essas melhorias, o agente SSM agora é compatível com várias definições avançadas e configurações de tempo de inicialização. Obtenha mais detalhes sobre o novo agente SSM no Windows Server 2019 acessando o Guia do usuário.

Como posso executar os contêineres do Windows?

Execute uma instância usando a nova AMI do Windows Server 2019 com contêineres. Você pode encontrar instruções de exemplo no Blog da AWS.


O Amazon Elastic Container Service (ECS) oferece suporte a contêineres do Windows?

Sim, o Amazon ECS oferece suporte a contêineres do Windows em instâncias de contêiner executadas com a AMI do Windows otimizada para Amazon ECS.

Quanto custará a execução do Windows Server 2019?

As instâncias do Windows Server 2019 serão cobradas de acordo com a definição de preço padrão do Windows EC2.

Quais tipos de instância EC2 funcionam melhor com o Windows Server 2019?

A Microsoft recomenda no mínimo 2 GB de RAM. Acesse a página de tipos de instância EC2 para ver quais instâncias são mais indicadas para a sua aplicação.

Posso trazer minha própria licença (BYOL) para o Windows Server 2019?

Você pode trazer sua própria licença para host dedicados do Amazon EC2 de acordo com os seus termos de licenciamento com a Microsoft. Use o VM Import para criar uma AMI do Windows Server 2019 por meio da sua própria cópia do Windows Server 2019.

Posso atualizar minha instância do Windows Server para o Windows Server 2019?

Sim. Você pode atualizar instâncias do Windows para o Windows Server 2019. Acesse esta página para obter mais detalhes.

Quais regiões da AWS são compatíveis com o Windows Server 2019?

O Windows Server 2019 está disponível em todas as regiões públicas e na região GovCloud da AWS.

Quais são as novidades do Windows Server 2016?

O Windows Server 2016 é o lançamento mais recente do Windows Server da Microsoft. O Windows Server 2016 foi lançado com vários novos recursos potentes, que incluem a compatibilidade com contêineres do Docker e do Windows. O lançamento também apresenta uma opção de implantação do Nano Server, que inicializa mais rapidamente do que o Standard Edition e usa uma fração do espaço em disco. Ao executar o Windows Server 2016 no Amazon EC2, os usuários podem utilizar o desempenho e a elasticidade da AWS para começar a usar já esta nova versão.

Observação: a partir do Windows Server versão 1709, o Nano Server será disponibilizado apenas como imagem de sistema operacional de base de contêiner. Consulte as alterações do Nano Server para obter mais detalhes.

Como a AWS está apoiando o Windows Server 2016?

A AWS está lançando várias novas AMIs, como o Windows Server 2016, o Nano Server, o Windows Server 2016 com contêineres e o Windows Server 2016 com SQL Server 2016.

Qual a diferença entre o Nano Server e o Windows Server 2016?

O Nano Server foi otimizado para executar aplicações e contêineres hospedados em nuvem. Em comparação com o Windows Server 2016, ele é inicializado mais rapidamente, exige menos atualizações, consome muito menos espaço em disco, apresenta uma área de superfície menor para ameaças de segurança e executa apenas aplicações, ferramentas e agentes de 64 bits. O Nano Server não tem interface de usuário gráfica, ou seja, toda a administração é feita remotamente por meio do PowerShell ou da WMI.

Qual é a diferença entre a experiência do Console do EC2 e a do Nano Server?

Para o Nano Server, o recurso Get Instance Screenshot e as visualizações de logs do sistema são compatíveis, no entanto, como o Nano Server é administrado remotamente, a conexão por meio de RDP não é compatível. Em vez disso, os usuários podem administrar uma instância do Nano Server em execução via comunicação remota do PowerShell , por meio de sessões CIM do PowerShell no WinRM ou por meio do Gerenciamento Remoto do Windows.

Posso criar minhas próprias imagens por meio de instâncias do Windows Server 2016 e do Nano Server?

Sim. Você pode criar AMIs personalizadas por meio de instâncias do Windows Server 2016 e do Nano Server. Como uma melhor prática, a AWS recomenda generalizar uma imagem por meio da execução do sysprep durante a criação de uma nova AMI do Windows, o que também se aplica ao Windows Server 2016. No entanto, o sysprep não está incluso no Nano Server, o que significa que a generalização de imagens não estará disponível durante a criação de uma AMI do Windows por meio do Nano Server. Como alternativa, os usuários podem personalizar uma instância do Nano Server após a execução usando o Run Command, que permite a configuração por meio da execução de um comando remoto.

Existem outras alterações significativas relacionadas às AMIs do Windows Server 2016?

As AMIs do Windows Server 2016 e do Nano Server apresentam uma versão totalmente nova do agente SSM que substitui a funcionalidade compatível anteriormente com o serviço EC2Config, o que elimina a necessidade de ter o EC2Config. Com essas melhorias, o agente SSM agora é compatível com várias definições avançadas e configurações de tempo de inicialização. Obtenha mais detalhes sobre o novo agente SSM no Windows Server 2016 e no Nano Server acessando o Guia do usuário.

Como posso executar os contêineres do Windows?

Execute uma instância usando a nova AMI do Windows Server 2016 com contêineres. Você pode encontrar instruções de exemplo no Blog da AWS.

O Amazon Elastic Container Service (ECS) oferece suporte a contêineres do Windows?

Sim. O Amazon ECS oferece suporte a contêineres do Windows em instâncias de contêiner executadas com a AMI do Windows otimizada para Amazon ECS.

Quanto custará a execução do Windows Server 2016?

As instâncias do Windows Server 2016 serão cobradas de acordo com a definição de preço padrão do Windows EC2.

Quais tipos de instância EC2 funcionam melhor com o Windows Server 2016?

A Microsoft recomenda no mínimo 2 GB de RAM. Acesse a página de tipos de instância EC2 para ver quais instâncias são mais indicadas para a sua aplicação.

Posso trazer minha própria licença (BYOL) para o Windows Server 2016?

Você pode trazer sua própria licença para host dedicados do Amazon EC2 de acordo com os seus termos de licenciamento com a Microsoft. Use o VM Import para criar uma AMI do Windows Server 2016 por meio da sua própria cópia do Windows Server 2016.

Posso atualizar minha instância do Windows Server para o Windows Server 2016?

Sim. Você pode atualizar instâncias do Windows para o Windows Server 2016. Acesse esta página para obter mais detalhes.

Quais regiões da AWS são compatíveis com o Windows Server 2016?

O Windows Server 2016 está disponível em todas as regiões da AWS. 


Quais edições do Windows Server 2012 R2 estão disponíveis nas AMIs?

Lançaremos AMIs com o Windows Server 2012 R2 Standard Edition. Para obter detalhes sobre as diferenças entre as edições do Windows Server, consulte a documentação da Microsoft.

Será mais caro executar o Windows Server 2012 R2?

A definição de preço das instâncias reservadas e sob demanda do Windows Server 2012 R2 é a mesma das versões anteriores do Windows Server disponíveis no Amazon EC2. Você pode visualizar a definição de preço atual das instâncias do Amazon EC2 aqui: http://aws.amazon.com/ec2/pricing.

Quais regiões da AWS são suportadas?

O Windows Server 2012 R2 está disponível em todas as regiões da AWS.

Quais tipos de instância do Amazon EC2 são suportados?

No momento, todos os tipos de instância do Amazon EC2 são suportados.

Quais idiomas estão disponíveis?

Suportamos 19 idiomas com as AMIs do Windows Server 2012 R2. A relação atual dos idiomas suportados é: português do Brasil, português tradicional, chinês simplificado, chinês tradicional, tcheco, holandês, inglês, francês, alemão, húngaro, italiano, japonês, coreano, polonês, russo, espanhol, sueco e turco.

Como faço para implantar minhas aplicações que executam o Windows Server 2012 R2 na AWS?

Você pode usar o AWS Elastic Beanstalk para implantar e gerenciar suas aplicações no Windows Server 2012 R2 na Nuvem AWS. Além disso, é possível implantar diretamente nas instâncias do Amazon EC2 executadas no console do EC2 ou no AWS Marketplace. Você também pode usar o AWS Toolkit for Visual Studio para implantar e executar sua aplicação com alguns cliques.

Qual versão/edição e idiomas do SQL Server estão disponíveis com as AMIs do Windows Server 2012 R2?

Os seguintes idiomas, versão e edições do SQL Server estão disponíveis com a AMI do Windows Server 2012 R2 (respectivamente): inglês, japonês e português do Brasil, na versão SQL Server 2014, nas edições Enterprise (apenas em inglês), Express, Standard e Web.

O Windows Server 2012 R2 tem dois sistemas de arquivos: NTFS e ReFS. Qual devo usar?

O ReFS foi projetado para cargas de trabalho de compartilhamento de arquivos como o compartilhamento de conteúdo ou o streaming de vídeos. Aplicativos do Windows como o SQL Server suportam o NTFS e não podem ser instalados em um volume ReFS.

Posso criar um espaço de armazenamento usando um volume do EBS?

Sim. Volumes EBS podem ser usados para configurar um pool de armazenamento. Os volumes podem ser formatados como NTFS ou ReFS dependendo da aplicação*.

Como faço para alternar para a nova tela Iniciar do Windows Server?

Mova o mouse para o canto inferior esquerdo, aguarde a tela Iniciar e clique para alternar para a tela Iniciar.

Em AMIs do Windows Server publicadas anteriormente, segui as etapas contidas na documentação para ativar redes avançadas. Eu ainda preciso fazer isso para as AMIs do Windows Server 2012 R2?

Não, você não precisa fazer isso para as novas AMIs do Windows Server 2012 R2 se você seguiu as etapas para ativar as redes avançadas contidas na documentação. As AMIs fornecem suporte interno para redes avançadas por meio do SR-IOV em instâncias R3, C3 e I2.


O Windows Server 2003 chegou ao fim do suporte, a AWS não publica mais AMIs do Server 2003 desde 1º de julho de 2019. Clientes com AMIs personalizadas ou instâncias existentes ainda podem conseguir usá-las na AWS. A AWS não tem planos de remover o recurso de execução do Server 2003 na AWS. Para obter informações mais detalhadas sobre o Server 2003 e outros produtos da Microsoft que não têm mais suporte da Microsoft, leia as mensagens de Fim do suporte.


A AWS oferece instâncias do SharePoint?

Não completamente. Fornecemos uma imagem do Windows Server 2008 R2 que oferece o Microsoft SharePoint Foundation 2010 SP2.

Como posso executar o SharePoint na AWS?

É possível executar o SharePoint na AWS implantando licenças qualificadas com Software Assurance ativo por meio do programa de Mobilidade de Licenças da Microsoft. Saiba mais em http://aws.amazon.com/windows/resources/licensemobility/. O SharePoint também pode ser implantado em hosts dedicados do Amazon EC2 sem Software Assurance.

O que é a Mobilidade de Licenças da Microsoft?

A Mobilidade de Licenças por meio do Software Assurance da Microsoft permite que os clientes da Microsoft movam cargas de trabalho atuais de aplicações locais do Microsoft Server para a Amazon Web Services (AWS) sem nenhuma taxa adicional de licenciamento de software da Microsoft. Esse benefício está disponível para clientes Microsoft Volume Licensing (VL) com aplicativos de servidor elegíveis abrangidos por contratos ativos do Microsoft Software Assurance (SA). Saiba mais em http://aws.amazon.com/windows/resources/licensemobility/.

E se eu não tiver o Software Assurance nas licenças?

Entre em contato com seu Revendedor de Grandes Contas (LAR) da Microsoft para saber como comprar e/ou adicionar o Software Assurance a licenças existentes.

Como funcionam as licenças do SharePoint na AWS?

Uma licença do SharePoint pode ser atribuída a uma instância da AWS (sem tamanhos mínimos ou máximos).

Como faço para usar uma instância SQL com o SharePoint na AWS?

Os clientes podem executar suas licenças do SQL por meio do programa de Mobilidade de Licenças ou podem executá-las em uma instância SQL da AWS. Para obter mais informações sobre a execução de instâncias SQL no Amazon EC2, incluindo a definição de preço, acesse http://aws.amazon.com/windows/products/ec2.

O que é o EC2Rescue para Windows?

O EC2Rescue para Windows do EC2 é uma ferramenta de solução de problemas conveniente, direta e baseada em GUI que pode ser executada nas suas instâncias do Windows Server do Amazon EC2 para solucionar problemas no nível do sistema operacional e coletar logs avançados e arquivos de configuração para análises mais detalhadas. O EC2Rescue simplifica e agiliza a solução de problemas de instâncias do Windows do EC2. Para obter mais informações, acesse aqui.

A AWS suporta clientes que executam versões do Windows anteriores à Server 2003 R2?

Não oficialmente. Embora possa ser possível criar uma imagem de um sistema operacional mais antigo, o suporte para drivers representaria um grande desafio para a funcionalidade. A AWS não pode oferecer suporte para esses cenários, contudo, os clientes podem executar essas cargas de trabalho caso não tenham expectativa de suporte.

Os clientes terão de recriar seu ambiente usando outras tecnologias para receber suporte da AWS ou da Microsoft?

Os clientes podem receber suporte na execução de cargas de trabalho da Microsoft na AWS, tanto da AWS quanto da Microsoft sob os contratos de suporte do cliente com a AWS ou com a Microsoft, sem ter de recriar seu ambiente usando outras tecnologias. Na rara hipótese de um problema não poder ser reproduzido, a AWS trabalhará com o cliente para recriar o problema em um ambiente validado pela Microsoft.

A AWS é validada pela SVVP?

A AWS não precisa ser validada pela SVVP para que os clientes tenham suporte completo na execução de cargas de trabalho da Microsoft na AWS. Como a Microsoft explica: “A SVVP não se aplica aos fornecedores que hospedam o Windows Server ou outros produtos da Microsoft por meio do Programa de Contrato de Licença do Provedor de Serviços (SPLA) da Microsoft. O suporte para os clientes do SPLA é fornecido sob o contrato SPLA pelo hoster do SPLA.” (veja http://www.windowsservercatalog.com/svvp.aspx).

Sem validação da SVVP, os produtos da Microsoft são aceitos sem restrições no ambiente da AWS?

Sim. A validação da SVVP não se aplica aos provedores do SPLA. O suporte para clientes do SPLA é fornecido sob o contrato do SPLA pela AWS. A AWS está totalmente comprometida em prestar suporte aos nossos clientes que executam cargas de trabalho da Microsoft na AWS.